Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.829.401.550 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 680 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 68 ir para página                         

  1 / 680 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051130
Autor: Silva, Juliana Matos; Melo, Manuela Costa; Kamada, Ivone.
Título: Compreensão da mãe a respeito do cuidar de crianças estomizadas / The mother's understanding about caring for stomized children / Comprensión de la madre sobre los cuidados del niño ostomizado
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1223, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: compreender o cuidado realizado pelos profissionais de saúde na assistência à criança estomizada. MÉTODOS: estudo descritivo-exploratório com delineamento na investigação qualitativa interpretativa realizado em um hospital público de Brasília. População constituída por nove mães de crianças estomizadas. Realizado no período entre dezembro de 2015 e fevereiro de 2016. Utilizados dados do diário de campo e do roteiro de entrevista semiestruturado e realizada análise das narrações por meio da análise de conteúdo, modalidade temática. RESULTADOS: nas narrativas maternas prevaleceram relatos de dificuldade no manejo da estomia, por dificuldade no entendimento das orientações fornecidas pelos profissionais de saúde, sendo unânime em narrar que aprenderam mais com a prática de outras mães do que com os profissionais. Reforçaram também a falta de preparo desses profissionais em lidar na assistência dessas crianças. CONSIDERAÇÕES FINAIS E IMPLICAÇÕES PARA A PRÁTICA DE ENFERMAGEM: ao compreender o cuidado, foi possível concluir e apoiar a necessidade de estabelecer prioridades para esse cuidado. As evidências encontradas podem fortalecer o cuidado prestado pelos profissionais de saúde que atuam com as famílias e as crianças com estomias, não apenas nos cuidados de rotina, como também nas ações educativas para serem preparadas a lidarem com a situação.(AU)

Objective: to understand the care provided by the health professionals to stomized children. Methods: a descriptive-exploratory study with design based on the interpretative qualitative research conducted in a public hospital in Brasília. The population consisted of nine mothers of stomized children. The research was performed between December 2015 and February 2016. Data from the field diary and from the semi-structured interview script were used and the analysis of the speeches was performed through content analysis, thematic modality. Results: in the maternal speeches reports prevailed of difficulty in the ostomy handling, because it was difficult to understand the guidelines provided by the health professionals, with unanimity in stating that they learned more from the practice of other mothers than from the professionals. They also reinforced the lack of preparation of these professionals to deal with the care of these children. Final considerations and implications for the Nursing practice: by understanding care, it was possible to deduce and support the need to establish priorities for this care. The diverse evidence found might strengthen the care provided by the health professionals working with the families and the stomized children, not only in routine care, but also in educational actions to prepare them to deal with the situation.(AU)

Objetivo: comprender la atención de los profesionales de la salud en el cuidado del niño ostomizado. Métodos: estudio exploratorio descriptivo con un diseño de investigación interpretativa cualitativa realizado en un hospital público de Brasiliaentre diciembre de 2015 y febrero de 2016. Población compuesta por nueve madres de niños ostomizados. Se utilizaron datos del diario de campo y del guión de la entrevista semiestructurada; el análisis de las narraciones se realizó mediante el análisis de contenido, modalidad temática. Resultados: en las declaraciones maternas prevalecieron los relatos sobre la dificultad en el manejo de la ostomía, debido a la dificultad para comprender las pautas proporcionadas por los profesionales de la salud, siendo unánimes al afirmar que aprendieron más con la práctica de otras madres que de los profesionales. También insistieron en la falta de preparación de los profesionales para tratar de estos niños. Consideraciones finales e implicaciones para la práctica de enfermería: al comprender la atención brindada, se ha podido concluir que es necesario establecer prioridades para mejorar dicha atención. La evidencia encontrada puede fortalecer la atención brindada por los profesionales de la salud que trabajan con familias y niños con ostomías, no solo en la atención de rutina, sino también en acciones educativas que los capacite para enfrentar la situación.(AU)
Descritores: Relações Profissional-Família
Criança Hospitalizada
Estomas Cirúrgicos
Cuidados de Enfermagem
-Relações Enfermeiro-Paciente
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  2 / 680 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lunardi, Valéria Lerch
Texto completo
Id: lil-644199
Autor: Zacarias, Caroline Ceolin; Silveira, Rosemary Silva da; Lunardi, Valéria Lerch; Cappellaro, Josiane; Pinto, Emmeline Maia da Silva; Lunardi Filho, Wilson Danilo.
Título: Implantação de tecnologias de cuidado em unidade de terapia intensiva aos usuários e seus familiares / Implanting technologies of care in the intensive care unit for Patients and their relatives / Implantación de tecnologías de cuidado en unidad de cuidados Intensivos a los usuarios y sus familiares
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;8(2):161-168, abr.-jun. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: A unidade de terapia intensiva (UTI), por ser local de alta complexidade tecnológica, frequentemente provocasentimentos como angústia, insegurança e medo nos familiares de usuários ali internados. Objetivamos com esteestudo analisar a contribuição da implantação de tecnologias de cuidado aos usuários internados na UTI e seusfamiliares durante o seu processo de internação. Para seu alcance, optamos por uma abordagem qualitativa combase na Teoria da Relação Interpessoal proposta por Travelbee, em trabalho desenvolvido junto a familiares deusuários internados na UTI de um hospital universitário. A partir da análise, evidenciamos as seguintescategorias: Valorizando as interações na UTI; Preparando os familiares para a visita; e Avaliando as tecnologiasde cuidado. Implementar tecnologias de cuidado a partir de uma proposta de relação pessoa a pessoa constituisena construção de um processo contínuo e crescente de aproximação, diálogo e humanização do ambiente.Daí a dimensão ética do uso de tecnologias de cuidado como a aplicação do saber da Enfermagem, que sejustifica por ir ao encontro do atendimento das necessidades de cuidado de nossos clientes, usuários efamiliares, consistindo em ações menos verticalizadas e em um permanente processo de reflexão, interpretaçãoe construção.

The Intensive Care Unit (ICU) is a place of high technological complexity that frequently provokes feelings suchas anguish, insecurity and fear in the patients' relatives. The purpose of this study was to analyze the contributionof implanting care technologies for patients admitted in the ICU and their relatives during a hospitalizationprocess. This is a qualitative approach based on Travelbee's Interpersonal Relation Theory, carried out withrelatives of patients admitted in the ICU of a University Hospital. From the analysis, the following categories wereevidenced: Appreciating the interactions in the ICU; Preparing relatives for the visit; and Evaluating the caretechnologies. To implement care technologies from a proposal of relationship person to person represents the construction of a continuous and growing process of approach, dialogue and humanization of the atmosphere.That explains the ethical dimension of the use of care technologies, such as the nursing knowledge, which isjustified for meeting the need of care for our clients, users and family, therefore, actions less verticalized, in apermanent reflection process, interpretation and construction.

La Unidad de Cuidados Intensivos (UCI) es un local de alta complejidad tecnológica, que frecuentementeprovoca sentimientos como angustia, inseguridad y miedo en los familiares de usuarios allí ingresados.Objetivamos con este estudio analizar la contribución de la implantación de tecnologías de cuidados a losusuarios ingresados en la UCI y sus familiares durante su proceso de ingreso. Para su alcance, optamos por unabordaje cualitativa con base en la Teoría da Relación Interpersonal propuesta por Travelbee, siendodesarrollada junto a familiares de usuarios ingresados en la UCI de un Hospital Universitario. A partir del análisis,evidenciamos las siguientes categorías: Valorando las interacciones en la UCI; Preparando los familiares para lavisita; y Evaluando las tecnologías de cuidado. Implementar tecnologías de cuidado, a partir de una propuesta derelación persona a persona, se constituye en la construcción de un proceso continuo y creciente deaproximación, diálogo y de humanización del ambiente. De ahí la dimensión ética del uso de tecnologías decuidado, como la aplicación del saber de la enfermería, que se justifica por ir al encuentro de la atención de lasnecesidades de cuidado de nuestros clientes, usuarios y familiares, por tanto, acciones menos verticalizadas, enpermanente proceso de reflexión, interpretación y construcción.
Descritores: Relações Profissional-Família
Unidades de Terapia Intensiva/ética
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  3 / 680 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-887314
Autor: Ceriani Cernadas, José M.
Título: La comunicación del error a los pacientes y padres y el pedido de disculpas / Disclosing errors to patients and parents, and apologizing
Fonte: Arch. argent. pediatr;115(3):210-211, jun. 2017.
Idioma: en; es.
Descritores: Relações Médico-Paciente/ética
Relações Profissional-Família/ética
Revelação da Verdade/ética
Erros Médicos/ética
-Pais
Limites: Seres Humanos
Criança
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  4 / 680 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-165427
Autor: Baptista, carmen Liliam Brum Marques.
Título: Convivendo e compreendendo: assistência de enfermagem ao paciente e a família no serviço de emergência / Coexisting and understanding nursing care at patient and the family in emergency service.
Fonte: Florianópolis; s.n; dez. 1995. 72 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Santa Catarina. Curso de Mestrado em Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A autora relata sua trajetória como enfermeira assistencial no serviço de emergência de um hospital público junto ao paciente e a família. Busca operacionalizar a Teoria do Homem-Vivendo-Saúde de Rosemarie Rizzo Parse (1981), na tentativa de humanizar a assistência e modificar o paradigma vigente no serviço. Reflete também sobre as modificaçöes ocorridas enquanto profissional em contato com outras visöes de mundo, e sobre sua assistência, na análise do relato da expriência
Descritores: Enfermagem em Emergência
Relações Enfermeiro-Paciente
Relações Profissional-Família
Serviço Hospitalar de Emergência
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2675.00


  5 / 680 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-838297
Autor: Dogan, Derya G; Kutluturk, Yesim; Kivilcim, Meltem; Canaloglu, Sinem K.
Título: Habilidades comunicativas de los residentes con las familias de bebés con síndrome de Down / Communication skills of residents to families with Down syndrome babies
Fonte: Arch. argent. pediatr;114(6):521-525, dic. 2016. tab.
Idioma: en; es.
Resumo: Antecedentes. En general, los pediatras son los primeros profesionales de la atención médica encargados de dar el diagnóstico inicial de síndrome de Down (SD) a las familias. Sin embargo, cuando un bebé nace con SD, la mayoría de los padres no se sienten satisfechos con el contenido de la información brindada ni con la forma en que la recibieron. Los residentes de pediatría deberían participar en intervenciones educativas para ayudar a los padres a superar estos problemas y brindarles informaciónprecisa. El objetivo de este estudio es evaluar los niveles de comodidad de los residentes de pediatría y la necesidad de capacitación para comunicarse con los padres de niños que nacen con SD. Métodos. El Inventario de la situación diagnóstica (ISD) es una escala de calificación de diez preguntas que evalúa el nivel de incomodidad. Se envió una encuesta a todos los residentes de pediatría del país a través de la telefonía celular, sitios web y todos los medios sociales disponibles. También se registraron los factores sociodemográficos, incluida la información sobre los requisitos de capacitación. Resultados. Entre los 326 participantes, el nivel de incomodidad medio total fue del 30,22 sobre 50, el puntaje más alto del ISD. El nivel de incomodidad fue significativamente más alto entre las mujeres (p= 0,033). Se observó que ser mujer (p= 0,014), estar en uno de los primeros años de residencia (p= 0,028), haber examinado a una menor cantidad de pacientes con SD (p= 0,025) y sentir un nivel mayor de incomodidad (p= 0,001) son factores relacionados con una mayor necesidad de capacitación. El 84% de los residentes indicaron que necesitan capacitación adicional. Conclusiones. Este estudio mostró que los residentes de pediatría tuvieron un nivel de incomodidad alto cuando comunicaban el diagnóstico de SD a los padres del recién nacido. Las residentes tuvieron un nivel de incomodidad significativamente mayor que los residentes.

Background. Generally, pediatricians are the first health caregivers to deliver initial diagnosis of Down syndrome (DS) to the families. However, most of the parents are not satisfied with the contents and how they receive information when their child is born with DS. Pediatric residents should target educational interventions to help parents to overcome with these issues and to provide accurate information. The objective is to assess comfort levels and training requirements of pediatric residents to communicate with parents of babies born with Down syndrome. Methods. Diagnostic Situations Inventory (DSI) is a rating scale which included ten questions to assess discomfort level. A survey was sent via mobile, websites and all the social media which were available to all pediatrics residents in the country. Socio-demographic factors including information about training requirement were collected as well. Results. From the 326 participants, total mean discomfort level was 30.22 in DSI out of 50 which was the highest score. Discomfort level was significantly increased in female participants (p= 0.033). Being female (p= 0.014), having less residency level (p= 0.028), examining less number of patients with Down syndrome (p= 0.025) and having higher discomfort levels (p= 0.001) were found to be related with increased training requirement. From the residents, 84% declared the need for additional training. Conclusions. This study showed that pediatric residents had a high level of discomfort when communicating with parentes of newborn with Down Syndrome. Female residentes had a discomfort level significantly higher than male residentes.
Descritores: Pais
Pediatria/educação
Relações Profissional-Família
Atitude do Pessoal de Saúde
Síndrome de Down
Comunicação
Internato e Residência
-Estudos Transversais
Autorrelato
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  6 / 680 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Araujo, Thelma Leite de
Id: lil-150402
Autor: Araújo, Thelma Leite de.
Título: Pacientes com afecçöes de boca, nariz e ouvido: necessidades básicas alteradas e expectativas em relaçäo à assistência de enfermagem / Patients with mouth, nose and ear affections: basic human need altered and expectations concerning nursing care.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1986. 91 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O estudo identifica as necessidades humanas básicas mais comumente alteradas nos pacientes com afecçöes de boca, nariz e ouvido, suas expectativas concernentes às açöes de enfermagem e a relaçäo dessas expectativas com o papel expressivo e instrumental do enfermeiro. A populaçäo foi constituída por 20 pacientes com afecçöes de boca, 20 com afecçöes de nariz e 20 com afecçöes de ouvido. Os dados foram coletados em entrevistas com utilizaçäo de formulário, com questöes elaboradas como indicadoras de alteraçäo de cada necessidade. As necessidades básicas da área psicobiológica mais indicadas como alteradas nos pacientes dos três grupos de afecçöes foram percepçäo dolorosa, sono e repouso e integridade física. Na área psicossocial as mais indicadas foram auto-imagem, liberdade, atençäo, gregária e segurança. Além dessas necessidades, o grupo com afecçöes de boca apresentou importante alteraçäo nas de nutriçäo, hidrataçäo e sexualidade; os de afecçöes de nariz, nas necessidades de oxigenaçäo, percepçäo olfativa, exercícios e atividades físicas, auto-realizaçäo e religiosidade, e o grupo de ouvido nas necessidades de locomoçäo e percepçäo auditiva. Cerca de 30,0 por cento das expectativas dos pacientes, com relaçäo às açöes de enfermagem, recaíram na área psicobiológica e 70,0 por cento na psicossocial.Enquanto para 61,7 por cento dos pacientes as expectativas referentes à assistência aos familiares recaíram na área psicossocial, cerca de 38,3 por cento näo sabiam o que a enfermagem poderia fazer pela família ou consideraram que nada poderia ser feito. Os 60 pacientes expressaram 144 expectativas em relaçäo à assistência de enfermagem, recaindo 102 no papel expressivo e 42 no instrumental.
Descritores: Otorrinolaringopatias/enfermagem
Nariz/patologia
Orelha/patologia
Cuidados de Enfermagem/psicologia
Doenças da Boca/patologia
Relações Enfermeiro-Paciente
-Otorrinolaringopatias/psicologia
Autoimagem
Dissertações Acadêmicas
Relações Profissional-Família
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WY158*ARPA; BR41.1


  7 / 680 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-150749
Autor: Sanna, Maria Cristina.
Título: Avaliaçäo da assistência ambulatorial de enfermagem segundo a percepçäo do cliente / Evalution of nursing assistance of a pediatric ambulatory, the clients perception.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1991. 88 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho revela a percepçäo dos clientes de um ambulatório de pediatria de um hospital universitário de grande porte sobre a qualidade da assistência de enfermagem recebida. A investigaçäo foi orientada pela abordagem fenomelógica, que propiciou o desvelamento da realidade investigada a partir da análise do discurso dos clientes entrevistados. As falas estudadas foram agrupadas em três categorias: o Trabalho da Enfermagem, a atitude da Enfermagem e a Avaliaçäo do Atendimento Recebido. Sobre esses temas os entrevistados construíram uma conceituaçäo pouco nítida da Enfermagem como ciência e como profissäo. Os aspectos relacionais e os comentários sobre os comportamentos esperados e encontrados no relacionamento com os profissionais de enfermagem mereceram a maior parcela de atençäo dos entrevistados. A avaliaçäo da assistência recebida foi centrada na ausência de queixas. A expectativa dos entrevistados esteve dirigida para a satisfaçäo das necessidades de segurança e aceitaçäo de que se acham privadas as mäes de crianças que adoecem. O atendimento dessas necessidades propicia condiçöes para o estabelecimento do vínculo profissional-cliente, a partir do qual se construirá o relacionamento terapêutico. Com a devoluçäo dos resultados às enfermeiras responsáveis pela assistência ambulatorial, pretendeu-se contribuir para a melhoria da qualidade da assistência prestada.
Descritores: Pacientes
Cuidados de Enfermagem
Assistência Ambulatorial
Avaliação de Desempenho Profissional
Enfermagem Pediátrica
Satisfação do Paciente
-Dissertações Acadêmicas
Hospitais Universitários
Relações Enfermeiro-Paciente
Relações Profissional-Família
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WY159*SAAV; BR41.1


  8 / 680 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-150429
Autor: Fukuda, Ilza Marlene Kuae.
Título: O convívio com o paciente esquizofrênico: experiência dos familiares / The living with the schizophrenic patient.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1989. 138 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O objetivo do presente estudo foi conhecer a experiência dos familiares no convívio diário com o paciente esquizofrênico. Foi realizado um estudo descritivo em que foram entrevistados 18 pacientes e seus familiares. A coleta de dados foi realizada em três momentos: antes e durante a internaçäo e após a alta do paciente por meio de entrevista e observaçäo do comportamento do paciente. As entrevistas foram realizadas com auxílio de roteiro que permitiu estimular os familiares relatarem suas experiências no convívio com o paciente. O estudo permitiu compreender que a família encaminha o paciente ao hospital quando identifica uma ameaça ao atendimento de suas necessidades básicas e percebe a internaçäo como recurso para melhorar a sua qualidade de vida.
Descritores: Esquizofrenia
Relações Profissional-Família
Saúde da Família
-Alta do Paciente
Transtornos Mentais
Dissertações Acadêmicas
Hospitais Psiquiátricos
Tempo de Internação
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WM203*FUCO; BR 513.1


  9 / 680 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-90915
Autor: Cortez, Maria Lucia Sica; Amaral, Maria José Caldeira do; Lyra Netto, Tereza Cristina; Hoffmann, Vera Maria Bohner.
Título: Guia para implantaçäo de um programa de pais-apoio / Guidelines for the implantation of a parents-support program.
Fonte: s.l; Associaçäo de Pais e Amigos dos Excepcionais de Säo Paulo; s.d. 44 p. ilus.
Idioma: pt.
Projeto: Associaçäo de Pais e Amigos dos Excepcionais de Säo Paulo. Momento da Notícia.
Descritores: Apoio Social
Serviços Comunitários de Saúde Mental
-Pais/educação
Brasil
Relações Profissional-Família
Síndrome de Down
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/1599.00; BR599.1; 10002005677, AG


  10 / 680 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carvalho, Emília Campos de
Id: lil-62677
Autor: Carvalho, Emília Campos de; Miasaky, Hujico Enoki.
Título: A interaçäo verbal enfermeiro-mäe durante o procedimento de admissäo de criança em clínica / The nurse-mother verbal interaction during the child admission procedure
Fonte: In: Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeiräo Preto. Anais do I Simpósio Brasileiro de Comunicaçäo em Enfermagem. s.l, s.n, s.d. p.207-207, tab.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Simpósio Brasileiro de Comunicaçäo em Enfermagem, 1, Ribeiräo Preto, 2-4 maio 1988.
Descritores: Admissão do Paciente
Enfermeiras e Enfermeiros
Mães/psicologia
Relações Profissional-Família
Limites: Seres Humanos
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR26.1/Se



página 1 de 68 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde