Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.829.458 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1978 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 198 ir para página                         

  1 / 1978 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1282617
Autor: Santos, Sueyla Ferreira da Silva dos; Souza, Thiago Ferreira de; Fonseca, Silvio Aparecido; Barros, Mauro Virgílio Gomes de; Farias, Gildeene Silva; Nahas, Markus Vinicius.
Título: Validade Preliminar da Escala Perfil do Estilo de Vida Individual para uso online em tempos de distanciamento social / Preliminary validity of Individual Lifestyle Profile Scale for online use in times of social distancing
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;26:1-10, mar. 2021. tab, il.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teve como objetivo estimar a validade de conteúdo e o nível de reprodutibilidade da escala "Perfil do Estilo de Vida Individual" em tempos de distanciamento social. Os itens da escala original proposta por Nahas, Barros e Francalacci, foram modificados para avaliar o estilo de vida de adultos, de forma online, durante o período distanciamento social, a exemplo, a pandemia da COVID-19. As 15 questões contemplaram comportamentos recomendados por especialistas em saúde durante a pandemia, mantendo-se os cinco domínios originais propostos na versão inicial: alimentação saudável, atividade física, controle do estresse, relacionamentos e comportamentos pre-ventivos. Foram avaliadas a adequação e pertinência por meio do julgamento de especialistas (n = 38) e, posteriormente, os profissionais e estudantes (n = 71) de Instituições de Ensino Superior (IES) avaliaram a clareza dos itens. A reprodutibilidade foi estimada via coeficiente Kappa. O nível de significância adotado foi de 5%. A validade de conteúdo mostrou valores médios de adequação, pertinência e clareza de 92,4%, 87,1% e 78,7%, respectivamente. Participaram na etapa de reprodu-tibilidade 83 estudantes e profissionais de IES e o nível de concordância variou de 0,358 referente ao item "G" (Procuro ocupar a maior parte do meu dia com atividades interessantes) a 0,626 relativo ao item "N" (Mantenho o distanciamento físico e uso máscara sempre que preciso sair). Conclui-se que a escala "Perfil do Estilo de Vida Individual" em tempos de distanciamento social apresentou satisfatória validade de conteúdo e os níveis de reprodutibilidade podem ser considerados aceitáveis para escalas desta natureza

This study aimed to estimate the content validation and the reproducibility level of the "Individual Lifestyle Profile" scale in times of social distancing. The items on the scale originally proposed by Nahas, Barros and Francalacci, were modified to assess the lifestyle of adults, of online form, during social distancing period, for example the COVID-19 pandemic. The 15 questions covered the behavior considered by health experts during a pandemic, maintaining the original five domains proposed in the initial version: healthy eating, physical activity, stress control, preventive behavior and relationships. Adequacy and pertinence were assessed through the judgment of specialists (n = 38) and, subsequently, professionals and students (n = 71) from Higher Education Institutions (HEIs) assess the clarity of the items. Reproducibility was estimated using the Kappa coefficient. The level of significance adopted was 5%. The average of the validity content of adequacy, relevance and clarity was 92.4%, 87.1% and 78.7%, respectively. 83 students and professionals of HEI participated in the reproducibility stage and the level of agreement ranged from 0.358 for item "G" (I try to occupy most of my day with interesting activities) to 0.626 for item "N " (I keep my physical distance and wear a mask whenever I need to leave). Concluded that "Individual Lifestyle Profile" scale in times of social distancing presented satisfactory content validity and reproducibility levels may be acceptable for scales of this nature
Descritores: Isolamento Social
Reprodutibilidade dos Testes
Adulto
Pandemias
COVID-19
Estilo de Vida
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  2 / 1978 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-953179
Autor: Paes, Ângela Tavares; Dias, Bruna de Freitas; Eleutério, Giulia Nicolucci; Paula, Vitória Penido de.
Título: Profile of medical students in the first group of the Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein / Perfil dos ingressantes na primeira turma de graduação em Medicina da Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein
Fonte: Einstein (Säo Paulo);16(3):eAO4228, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To describe first medical students' profile of the Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein. Methods: Data were collected using an electronic questionnaire during the Biostatistics course in August of 2016. The students were inquired about demographic characteristics, data on their secondary education and college entrance exams, practice of physical exercise, leisure activities done, to have a physician in the family, and specialty that they intended to pursue as a career. Results: Most of the students were women aged 18 to 21 years and who were originally from the state of São Paulo, had received secondary education in a private school, took a course to prepare for college entrance exam, and participated in more than 5 college entrance exams in the same year they entered in the School of Medicine. The majority of participants practiced physical exercise regularly and were engaged in common leisure activities. Most of students (58%) had a physician in the family and more than half (52%) did not know which specialty to pursue as career. There was no association between relationship with a physician and the student's choice of a specialty (p=0.390). Conclusion: Although it was the first group of student of School of Medicine at Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein who took a different admission process, our data showed that students' profile is similar to students from other colleges.

RESUMO Objetivo: Descrever o perfil dos estudantes de Medicina ingressantes na primeira turma do curso de graduação em Medicina da Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein. Métodos: Os dados foram coletados a partir de uma pesquisa realizada pela internet durante o curso de Bioestatística, em agosto de 2016. A pesquisa abordou características sociodemográficas, dados do ensino médio e dos vestibulares, prática de atividade física, lazer, parentesco médico e especialidade que pretendia seguir. Resultados: A maioria dos estudantes de Medicina era do sexo feminino, procedente do Estado de São Paulo, com idade entre 18 a 21 anos, estudou o Ensino Médio em escola particular, fez cursinho pré-vestibular e prestou mais de cinco vestibulares no ano de ingresso na faculdade. Em geral, realizavam atividade física regularmente e tinham atividades de lazer comuns à essa faixa etária. A maior parte (58%) tinha algum parentesco médico e mais da metade (52%) não sabia qual especialidade seguir. Não houve associação entre parentesco médico e escolha da especialidade (p = 0,390). Conclusão: Apesar de ser a primeira turma e de ter passado por um processo seletivo diferenciado, os dados mostraram que o perfil dos alunos era semelhante ao encontrado em outras faculdades.
Descritores: Faculdades de Medicina/estatística & dados numéricos
Estudantes de Medicina/estatística & dados numéricos
-Estudantes de Medicina/psicologia
Escolha da Profissão
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Distribuição por Sexo
Fatores Sociológicos
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1978 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1009485
Autor: Izar, Maria Cristina de Oliveira; Fonseca, Francisco Antônio Helfenstein; Xavier, Hermes Toro.
Título: Obesidade e dislipidemia - metas de redução; uso de dietas e medicamentos / Obesity and dyslipidemia - reduction targets; use of diets and drug products
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;29(2):148-154, abr.-jun. 2019. graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: As doenças cardiovasculares continuam sendo a principal causa de morte no Brasil desde o final da década de 1960, a despeito da tendência de queda observada nos últimos anos. A mudança de estilo de vida relacionada à urbanização e globalização, com alta ingestão calórica e menor gasto energético, o rápido aumento da população idosa devido à maior expectativa de vida levaram à maior prevalência de obesidade e dislipidemias e, consequentemente, doenças cardiovasculares e metabólicas. Pesquisas de base populacional, estudos de coorte e de caso e de controle apontam para a importância do crescimento dos fatores de risco e diferenças regionais indicam que as políticas públicas e o atendimento médico devem priorizar intervenções de saúde tendo como objetivo a prevenção e controle dos fatores de risco mais prevalentes em nosso meio. A abordagem terapêutica da obesidade deve incluir não apenas a redução isolada do peso, e sim, atrelada à melhora metabólica ampla que se associe à diminuição do risco de complicações cardiovasculares. De um modo geral, a perda de peso é mais frequentemente alcançada ao longo dos primeiros meses ou do primeiro ano de exposição aos fármacos e embora alguns sejam mais efetivos, eventos adversos são frequentes, limitando o tratamento a longo prazo. O grande avanço e a maior segurança nos últimos anos vieram com o uso de medicamentos antiiperglicemiantes, como análogos de GLP-1, permitindo o uso a longo prazo com manutenção de resultados e adicionando benefícios cardiovasculares. A abordagem terapêutica das dislipidemias no paciente obeso é imperativa para a evolução desse perfil de pacientes, nos quais múltiplos fatores fisiológicos, bioquímicos, metabólicos e clínicos, estão interconectados e diretamente relacionados com aumentos substanciais do risco de diabetes, de doença aterosclerótica cardiovascular e mortalidade por todas as causas

Cardiovascular disease has been the no. 1 cause of death in Brazil since the late 1960s, despite the downtrend observed in recent years. Lifestyle changes related to urbanization and globalization, high calorie intake and lower energy expenditure, combined with a rapidly aging population due to increased life expectancy, have led to a greater prevalence of obesity and dyslipidemia, and consequently, cardiovascular and metabolic diseases. Population-based surveys, cohort and case-control studies underline the importance of the growth of risk factors, and regional differences indicate that public policies and medical care must prioritize health interventions in order to prevent and control the most prevalent risk factors in our country. The therapeutic approach to obesity must include not only weight reduction alone, but also in combination with comprehensive metabolic improvement, which is associated with a reduced risk of cardiovascular complications. In general, weight loss is more frequently achieved in the first few months or first year of exposure to medications, and although some drugs are more effective, adverse events are common, limiting treatment options to long-term therapy. The major advances and greater safety seen in recent years were achieved with the use of anti-hyperglycemic agents such as GLP-1 analogues, enabling long-term use with maintenance of results and adding cardiovascular benefits. The therapeutic approach to dyslipidemia in obese patients is imperative for the progress of this patient population, in which multiple physiological, biochemical, metabolic and clinical factors are interlinked and directly related to substantial increases in the risk of diabetes, atherosclerotic cardiovascular disease, and all-cause mortality
Descritores: Dieta
Dislipidemias/terapia
Obesidade/prevenção & controle
Obesidade/terapia
-Fatores de Tempo
Brasil
Doenças Cardiovasculares/mortalidade
Índice de Massa Corporal
Epidemiologia
Prevalência
Fatores de Risco
Aterosclerose
Sobrepeso/complicações
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  4 / 1978 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Chagas, Antonio Carlos Palandri
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-906709
Autor: Stoll, Carolina; Bernardi, André; Chagas, Antonio Carlos Palandri; Faria Neto, José Rocha.
Título: Evolução no tratamento da doença coronária estável - mais fisiológico, menos invasivo / Evolution of treatment for stable coronary artery disease - more physiological, less invasive
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;28(1):26-32, jan.-mar. 2018. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Ao longo das décadas, alguns conceitos mudaram radicalmente a respeito do tratamento clínico da doença arterial coronariana (DAC). Inicialmente focado na redução dos sintomas isquêmicos, hoje a otimização da terapêutica clínica é fundamental para a redução de eventos cardiovasculares. No mesmo período, houve um grande desenvolvimento das técnicas de revascularização. A angioplastia coronária tornou-se uma das intervenções terapêuticas mais frequentemente realizadas e as técnicas de revascularização miocárdica vêm sendo objeto de mais ensaios clínicos randomizados, do que qualquer outra intervenção em Medicina. Ainda mais, várias modalidades de imagem invasivas e não invasivas foram desenvolvidas, permitindo estudar com maior precisão a doença arterial coronariana, reconhecer novos marcadores prognóstico, avaliar mais claramente os pacientes e indicar mais acertadamente o tratamento

Some concepts regarding the clinical management of coronary artery disease (CAD) have radically changed over the past decades. Initially focused on improving ischemic symptoms, today, optimal medical therapy is fundamental for reducing cardiovascular events. In the same time frame, there has been an immense development in revascularization treatment. Coronary angioplasty has become one of the most frequently performed therapeutic interventions, and myocardial revascularization techniques have been the subject of more randomized clinical trials than any other intervention in medicine. Furthermore, several invasive and non-invasive imaging modalities have been developed, enabling more accurate study of coronary artery disease, recognition of prognostic markers, clearer patient evaluation, and earlier treatment indications
Descritores: Doença da Artéria Coronariana/fisiopatologia
Doença da Artéria Coronariana/terapia
Tratamento Farmacológico/métodos
Revascularização Miocárdica/métodos
-Terapêutica
Trombose/prevenção & controle
Bloqueadores dos Canais de Cálcio
Aspirina/administração & dosagem
Inibidores de Hidroximetilglutaril-CoA Redutases
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  5 / 1978 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-832378
Autor: Biano, Henrique Tria; Araújo, Daniel Branco de.
Título: Exposição aos níveis de colesterol ao longo da vida e doença coronariana / Lifetime exposure to cholesterol evels and coronarysrtery disease disease
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;26(3):158-161, jul.-set. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A doença aterosclerótica compreende amplo espectro de entidades clínicas com envolvimento genético e ambiental. A exposição ao longo da vida a níveis elevados de colesterol e de sua fração LDL determinam um limiar a partir do qual a doença aterosclerótica se desenvolve. Assim, nas formas genéticas de dislipidemias, como a hipercolesterolemia familiar, a idade do aparecimento da doença aterosclerótica vai depender da carga cumulativa de exposição aos níveis de LDL-colesterol, sendo tanto mais precoce quanto maiores os níveis de LDL-colesterol e a presença de fatores de risco adicionais, e mais tardia na ausência destes, e no sexo feminino. A prevenção ao longo da vida parece ser extremamente efetiva, e a avaliação individual com a implementação de medidas preventivas precoces e terapêuticas deve ser estimulada. Assim, parece lógico que reduções de colesterol, por mudanças no estilo de vida ou pelo uso de fármacos na adolescência e ao longo da vida apresentem inestimável benefício para a redução dos desfechos cardiovasculares na vida adulta

The atherosclerotic process comprises a broad spectrum of clinical entities, with genetic and environmental involvement. Lifetime exposure to high levels of cholesterol and LDL-cholesterol determine a trigger that can lead to the development of atherosclerotic disease. Therefore, in genetic forms of dyslipidemia, such as familial hypercholesterolemia, the age of onset of atherosclerotic disease will depend on the cumulative burden of exposure to LDL-cholesterol levels, being earlier with higher levels of LDL-cholesterol, the presence of other risk factors and later, in the absence of risk factors, and in females. Prevention throughout life appears to be extremely effective, and individual assessment, with the implementation of early preventive measures, should be encouraged. Thus, it seems logical that cholesterol reductions, changes in lifestyle, or the use of specific medications in adolescence and throughout life present inestimable benefit in reducing cardiovascular outcomes in adulthood
Descritores: Doença da Artéria Coronariana/fisiopatologia
Colesterol/sangue
Fatores de Risco
Diagnóstico Diferencial
-Qualidade de Vida
Doenças Cardiovasculares/prevenção & controle
Fatores Sexuais
Doença Crônica
Fatores Etários
Aterosclerose/complicações
Aterosclerose/diagnóstico
Hipercolesterolemia/complicações
Hipercolesterolemia/terapia
Estilo de Vida
Lipoproteínas LDL/análise
LDL-Colesterol/análise
LDL-Colesterol/sangue
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  6 / 1978 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-832394
Autor: Bertolami, Marcelo Chiara; Bertolami, Adriana.
Título: Terapêutica hipolipemiante na hipercolesterolemia familiar / Lipid-lowering therapy in familial hypercholesterolemia
Fonte: Rev. Soc. Cardiol. Estado de Säo Paulo;26(3):174-179, jul.-set. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A hipercolesterolemia familiar (HF) é doença metabólica muito comum, mas não reconhecida e tratada adequadamente. Sua forma homozigótica, mais rara, leva a aumentos muito importantes do LDL-colesterol e à evolução dramática da aterosclerose e suas complicações em fases muito precoces da vida. Na sua forma mais branda, muito mais comum, a heterozigótica, o aparecimento de manifestações ateroscleróticas costuma ser mais tardio, dependendo da intensidade das alterações do perfil lipídico e dos outros fatores de risco eventualmente presentes. Os recursos terapêuticos para controle da HF vão desde as mudanças do estilo de vida até os medicamentos de uso comum como estatinas potentes em altas doses, na maioria das vezes combinadas à ezetimiba e/ou resina, niacina e fibratos. Novos produtos foram aprovados para uso em outros países, como a lomitapida e o mipomersen, mas apenas para a HF na forma homozigótica. Os inibidores da PCSK9 são importante esperança no controle desses pacientes. As pesquisas com os inibidores da CETP têm sido marcadas por decepções, mas um estudo clínico envolvendo um deles ainda está em andamento. Nosso país não dispõe da LDL-aférese, recurso que se tem mostrado fundamental para a melhora do prognóstico dos portadores das formas graves da HF

Familial hypercholesterolemia (FH) is a common metabolic disease, although not adequately recognized and treated. Its rarer, homozygous form leads to a significant increase in LDL-cholesterol and marked development of atherosclerosis and its complications in very early phases of life. In its milder, much more common, heterozygous form, the appearance of clinical manifestations usually occurs later, depending on the intensity of the changes in lipid profile and the presence of other risk factors. Therapeutic resources for FH control range from changes in lifestyle to medications commonly used as high potency statins in high dosages, in most cases combined with ezetimibe and/or resins, niacin and fibrates. New products have recently been approved for use in other countries such as lomitapide and mipomersen, but only for homozygous FH. PCSK9 inhibitors are an important hope for the control of these patients.Research with CETP inhibitors has failed to demonstrate clinical benefits to date, but a clinical study evaluating one of them is still ongoing. Our country does not have availability of LDL-apheresis, a resource that has proven fundamental for improving the prognosis of patients with more severe forms of FH
Descritores: Terapêutica/métodos
Hiperlipoproteinemia Tipo II
Hipolipemiantes/uso terapêutico
-Prevenção Primária/métodos
Doenças Cardiovasculares/prevenção & controle
Fatores de Risco
Tratamento Farmacológico/métodos
Quimioterapia Combinada/métodos
Estilo de Vida
LDL-Colesterol/análise
LDL-Colesterol/sangue
Doenças Metabólicas/complicações
Doenças Metabólicas/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  7 / 1978 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-840294
Autor: Campos, Cássia Lima de; Pierin, Angela Maria Geraldo; Pinho, Natalia Alencar de.
Título: Hypertension in patients admitted to clinical units at university hospital: post-discharge evaluation rated by telephone / Hipertensão arterial em pacientes internados em clínica médica de hospital universitário: avaliação pós-alta por contato telefônico
Fonte: Einstein (Säo Paulo);15(1):45-49, Jan.-Mar. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To characterize hypertensive patients after admission to hospital considering the current status, compliance to treatment, habits and lifestyle, and knowledge and beliefs about the disease. Methods This was an exploratory study with 265 hypertensive patients admitted to a medical inpatients unit of a university hospital. Data were collected in an interview over the telephone. The level of significance was set as p<0.05. Results It was found that 32% of hypertensive patients had died. One hundred patients were interviewed, mean age of 64.15 (13.2) years, 51% were women, 56% non-white, 51% with primary education, 52% were retired, 13% were smokers, 38% used alcohol, 80% did not perform physical exercise, and the mean body mass index was 35.9 (15.5) kg/m2. The comorbidities were heart problem (52%), diabetes (49%) and stroke (25%). As to antihypertensive treatment, 75% were on use, 17.3% stopped taking them and 21.3% missed visits. The treatment sites were the primary care unit (49%) and hospital (36%). As for knowledge and beliefs, 25% believed hypertension is curable, 77% that treatment should last for the rest of their lives, and hypertension brings complications (84%). A total of 46.7% were controlled. The lack of control was associated (p<0.05) with non-white ethnicity and absence of heart problems. Conclusion There were significant deaths occurred after hospitalization and poor control of blood pressure, probably due to inadequate habits and lifestyles and non-compliance to antihypertensive treatment.

RESUMO Objetivo Caracterizar hipertensos após internação quanto a condição atual, adesão ao tratamento, hábitos e estilos de vida, e conhecimento e crenças sobre a doença. Métodos Estudo exploratório, com 265 hipertensos, após internação em clínica médica de hospital universitário. Os dados foram coletados em entrevista por contato telefônico. O nível de significância foi de p<0,05. Resultados Verificou-se que 32% dos pacientes faleceram. Foram entrevistados 100 hipertensos, com média de idade de 64,15 (13,2) anos, 51% eram mulheres, 56% não brancos, 51% com 1o grau de escolaridade, 52% eram aposentados, 13% tabagistas, 38% usavam bebida alcoólica, 80% não realizavam exercícios físicos e o índice de massa corporal médio foi de 35,9 (15,5) kg/m2. As comorbidades foram problema cardíaco (52%), diabetes (49%) e acidente vascular encefálico (25%). Quanto ao tratamento anti-hipertensivo, 75% estavam em uso de medicamentos, 17,3% deixaram de tomá-los e 21,3% faltaram às consultas. O tratamento era feito em unidade básica de saúde (49%) e no hospital (36%). Quanto aos conhecimentos e crenças, 25% acreditavam que hipertensão tinha cura, 77% que o tratamento deveria ser por toda a vida e 84% que a hipertensão trazia complicações. Estavam controlados 46,7% hipertensos. A ausência de controle associou se com etnia não branca e ausência de problemas cardíacos (p<0,05). Conclusão Foram expressivas as mortes ocorridas após internação e controle insatisfatório da pressão arterial, provavelmente decorrentes de hábitos e estilos de vida inadequados e não realização adequada do tratamento anti-hipertensivo.
Descritores: Alta do Paciente/estatística & dados numéricos
Hipertensão/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Telefone
Brasil/epidemiologia
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Fatores de Risco
Hospitais Universitários/estatística & dados numéricos
Hipertensão/mortalidade
Hipertensão/terapia
Estilo de Vida
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1978 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1291349
Autor: Silva, Jorge Luiz Lima da; Souza, Lorrany Viana de; Abreu, Larissa Murta; Mota, Cristina Portela da; Messias, Cláudia Maria; Monnerat, Mayara Souza.
Título: Qualidade de vida e bem-estar de trabalhadores de colégio universitário / Quality of life and well-being of college university workers / Calidad de vida y bienestar de trabajadores universitarios
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);13:1349-1353, jan.-dez. 2021.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Conhecer fatores relacionados à qualidade de vida e saúde de trabalhadores de um colégio universitário. Métodos: pesquisa quantitativa, realizada por meio de inquérito epidemiológico, utilizando-se questionário autoaplicado e dados clínicos. Resultados: participaram da pesquisa 106 trabalhadores, 74,5% do sexo feminino, com média de idade de 38 anos (DP±12,4), onde 92,5% relataram não fumar e 58,5% não beber álcool; 50,9% afirmou ser sedentário. Os dados clínicos demonstraram que 44,9% apresentaram pressão alterada e 11,3% glicemia elevada. Na análise dos quadrantes de exposição ao estresse, o trabalho ativo alocou maior número de profissionais (50%) e a suspeição de transtorno mental comum entre os trabalhadores foi de 22,6%. Na análise bivariada, observou-se associação entre ser solteiro e trabalho ativo (p=0,040). Conclusão: observa-se que há predominância de grau mediano de estresse no trabalho e hábitos de vida pouco saudáveis. Sabe-se que esses achados contribuem para maior ocorrência de problemas de saúde

Objetivo: Conocer factores relacionados con calidad de vida y salud de trabajadores en un colegio universitario. Métodos: investigación cuantitativa, realizada mediante encuesta epidemiológica, utilizando cuestionario autoadministrado y datos clínicos. Resultados: 106 trabajadores participaron de la investigación, 74.5% mujeres, con edad media de 38 años (SD ± 12.4), donde 92.5% informaron no fumar y 58.5% no tomar alcohol; El 50,9% dijo que eran sedentarios. Los datos clínicos mostraron que el 44,9% tenía presión arterial anormal y el 11,3% de glucosa en sangre alta. En el análisis de los cuadrantes de exposición al estrés, el trabajo activo asignó un mayor número de profesionales (50%) y la sospecha de trastorno mental común entre los trabajadores fue del 22,6%. En el análisis bivariado, se observó asociación entre trabajo individual y trabajo activo (p = 0.040). Conclusión: se observa que hay un predominio del grado medio de estrés en trabajo y hábitos de vida poco saludables. Se sabe que estos hallazgos contribuyen a una mayor ocurrencia de problemas de salud

Objective:To know factors related to the quality of life and health of workers at a university college. Methods: quantitative research, carried out by means of an epidemiological survey, using a self-administered questionnaire and clinical data. Results: 106 workers participated in the research, 74.5% female, with a mean age of 38 years (SD ± 12.4), where 92.5% reported not smoking and 58.5% not drinking alcohol; 50.9% said they were sedentary. Clinical data showed that 44.9% had abnormal blood pressure and 11.3% high blood glucose. In the analysis of the stress exposure quadrants, active work allocated a greater number of professionals (50%) and the suspicion of common mental disorder among workers was 22.6%. In the bivariate analysis, an association was observed between being single and active work (p = 0.040). Conclusion: it is observed that there is a predominance of median degree of stress at work and unhealthy lifestyle habits. It is known that these findings contribute to a greater occurrence of health problems
Descritores: Qualidade de Vida
Comportamentos Relacionados com a Saúde
Saúde do Trabalhador/estatística & dados numéricos
Pessoal de Educação/estatística & dados numéricos
Estresse Ocupacional
-Instituições Acadêmicas/estatística & dados numéricos
Condições de Trabalho
Inquéritos Epidemiológicos
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  9 / 1978 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011988
Autor: Alexandrino, Eduardo Gauze; Marçal, Danilo Francisco da Silva; Antunes, Mateus Dias; Oliveira, Leonardo Pestillo de; Massuda, Ely Mitie; Bertolini, Sonia Maria Marques Gomes.
Título: Physical activity level and lifestyle perception in prebariatric surgery patients / Nível de atividade física e percepção do estilo de vida de pacientes pré-cirurgia bariátrica
Fonte: Einstein (Säo Paulo);17(3):eAO4619, 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective To determine sociodemographic characteristics, lifestyle perception and physical activity levels in obese prebariatric surgery patients. Methods A quantitative, cross-sectional study. The sample comprised 96 male and female morbidly obese prebariatric surgery patients. Questionnaires addressing sociodemographic profile, lifestyle perception and physical activity levels were applied. Results Patients were aged 40.3±11.45 years. Inadequate levels of physical activity were reported by 47.8% of patients; most respondents (79.2%) attributed scores defined as inadequate to the physical activity domain of the lifestyle questionnaire. Time spent on physical activity practice per week differed significantly between patients reporting being physically active or physically inactive in adolescence (p=0.046). Conclusion Most obese prebariatric surgery patients perceive their lifestyle as inadequate, in spite of eligibility for bariatric surgery. Results also indicate that physical activity practice and nutrition are the domains with greatest impacts on patient lifestyle, and that physical activity practice in adolescence may contribute to adoption of a more active behavior in adulthood, which may represent a vital tool for health promotion in patients undergoing bariatric surgery.

Resumo Objetivo Identificar as características sociodemográficas, a percepção do estilo de vida e o nível de atividade física dos pacientes obesos em pré-cirurgia bariátrica. Métodos Pesquisa de abordagem quantitativa, do tipo transversal. A amostra foi composta por 96 pacientes obesos mórbidos pré-cirurgia bariátrica de ambos os sexos. Foram aplicados questionários contendo informações sobre o perfil sociodemográfico, a percepção do estilo de vida e o nível de atividade física. Resultados A média de idade dos pacientes foi de 40,3±11,45 anos. O nível inadequado de atividade física avaliado foi verificado em 47,8% dos pacientes, e o domínio atividade física do questionário sobre estilo de vida foi pontuado como inadequado pela maioria dos entrevistados (79,2%). Foram encontradas diferenças estatisticamente significantes entre o tempo de prática de atividade física semanal dos praticantes e não praticantes na adolescência (p=0,046). Conclusão A maioria dos pacientes obesos pré-cirurgia bariátrica apresenta percepção de estilo de vida inadequada, apesar de terem sido considerados aptos à cirurgia bariátrica. A prática da atividade física e a nutrição são os domínios que exercem maior impacto no estilo de vida desses pacientes, e a realização de atividades físicas na adolescência pode contribuir para a adoção de um comportamento mais ativo na idade adulta, o que pode representar ferramenta fundamental para promoção da saúde, a ser considerada com os pacientes após a cirurgia bariátrica.
Descritores: Obesidade Mórbida/cirurgia
Cuidados Pré-Operatórios/estatística & dados numéricos
Exercício Físico/psicologia
Cirurgia Bariátrica
Estilo de Vida
Atividade Motora/fisiologia
-Autoimagem
Fatores Socioeconômicos
Brasil
Índice de Massa Corporal
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1978 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056054
Autor: Gerage, Aline Mendes; Benedetti, Tânia Rosane Bertoldo; Cavalcante, Bruno Remígio; Farah, Breno Quintella; Ritti-Dias, Raphael Mendes.
Título: Efficacy of a behavior change program on cardiovascular parameters in patients with hypertension: a randomized controlled trial / Eficácia de um programa de mudança de comportamento sobre parâmetros cardiovasculares em pacientes com hipertensão arterial sistêmica: ensaio clínico controlado randomizado
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eAO5227, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To investigate the efficacy of a behavior change program named Vida Ativa Melhorando a Saúde on cardiovascular parameters in hypertensive patients. Methods Ninety hypertensive patients aged over 40 years were randomly allocated to one of two groups: Vida Ativa Melhorando a Saúde or Control (n=45 respectively). Patients in the Vida Ativa Melhorando a Saúde group took part in a behavior change program aimed to encourage changes in physical activity levels and eating habits, according to the Social Cognitive Theory. The program consisted of 90-minute weekly group meetings conducted by a physical therapist and a dietitian. One chapter of the educational material (workbook) provided was discussed per meeting. Participants in the Control Group attended a single educative lecture on lifestyle changes. Brachial and central blood pressure, arterial stiffness and endothelial function parameters were measured pre- and post-intervention. Results Vida Ativa Melhorando a Saúde led to reduction of brachial (131.3±15.8mmHg to 125.1±17.3mmHg; p<0.01) and central (123.6±16.3mmHg to 119.0±20.6mmHg; p=0.02) systolic and brachial diastolic (123.6±16.3mmHg to 119.0±20.6mmHg; p<0.01) blood pressure values, and improvement of post-occlusive reactive hyperemia (from 5.7±2.5mL·100mL−1 to 6.5±2.1mL·100mL−1 tissue·min−1; p=0.04). No changes in body composition, heart rate and arterial stiffness parameters were detected in both groups (p>0.05). Conclusion Vida Ativa Melhorando a Saúde program improved blood pressure and microvascular reactivity in hypertensive patients. Trial registration: ClinicalTrials.gov: NCT02257268

RESUMO Objetivo Analisar a eficácia do programa de mudança de comportamento Vida Ativa Melhorando a Saúde sobre parâmetros cardiovasculares em pacientes hipertensos. Métodos Noventa pacientes hipertensos ≥40 anos foram aleatoriamente randomizados em dois grupos: Vida Ativa Melhorando a Saúde (n=45) e Controle (n=45). O Grupo Vida Ativa Melhorando a Saúde participou de um programa de mudança de comportamento que objetiva motivar mudanças na atividade física e nos hábitos alimentares, de acordo com a teoria sociocognitiva. O programa foi conduzido em grupos, durante 12 semanas consecutivas, em encontros semanais (~90 minutos), conduzidos por um profissional de edução física e um nutricionista. Um capítulo do material didático era discutido em cada um desses encontros. O Grupo Controle participou de uma única palestra educativa sobre mudanças de estilo de vida. Medidas de pressão arterial braquial e central, rigidez arterial, e de função endotelial foram realizadas nos momentos pré e pós-intervenção. Resultados O Grupo Vida Ativa Melhorando a Saúde reduziu a pressão arterial sistólica braquial (de 131,3±15,8mmHg a 125,1±17,3mmHg; p<0,01) e central (de 123,6±16,3mmHg a 119,0±20,6mmHg; p=0,02) e a pressão arterial diastólica braquial (123,6±16,3mmHg a 119,0±20,6mmHg; p<0,01) e apresentou melhora na hiperemia reativa pós-oclusão (de 5,7±2,5mL·100mL−1a 6,5±2,1mL·100mL−1tecido·min−1; p=0,04). Não houve modificação na composição corporal, na frequência cardíaca e nem nos parâmetros de rigidez arterial em ambos os grupos (p>0,05). Conclusão O Programa Vida Ativa Melhorando a Saúde melhorou a pressão arterial e a reatividade microvascular em pacientes hipertensos. Registro do estudo: ClinicalTrials.gov: NCT02257268
Descritores: Comportamentos Relacionados com a Saúde/fisiologia
Hipertensão/fisiopatologia
-Pressão Sanguínea/fisiologia
Composição Corporal
Exercício Físico/fisiologia
Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
Resultado do Tratamento
Comportamento Alimentar/fisiologia
Rigidez Vascular/fisiologia
Frequência Cardíaca/fisiologia
Hiperemia/fisiopatologia
Hipertensão/psicologia
Estilo de Vida
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 198 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde