Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.829.458 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1770 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 177 ir para página                         

  1 / 1770 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-753268
Autor: Manzaneda, Ana Josefina; Lazo-Porras, Mar¡a; Málaga, Germ n.
Título: Actividad física en pacientes ambulatorios con diabetes mellitus 2 de un Hospital Nacional del Perú / Physical activity in outpatients with type 2 diabetes in a national hospital of Perú
Fonte: Rev. peru. med. exp. salud publica;32(2):311-315, abr.-jun. 2015. tab.
Idioma: es.
Resumo: Con el objetivo de determinar el nivel de actividad física que realizan los pacientes ambulatorios con diabetes mellitus tipo 2 (DM 2) que acuden a un Hospital Nacional de Lima, Perú se incluyó a 120 pacientes en quienes se aplicó el cuestionario internacional de actividad física IPAQ. El 66% fueron mujeres, la edad media fue 61,6 años, el 70% presentó mal control glicémico. El 20% de pacientes calificaba como inactivo, 68% con mínima actividad y 12% con actividad física adecuada. No se halló relación entre actividad física, tiempo de enfermedad, control glicémico, ni el índice de masa corporal. La edad se asoció negativamente con la actividad física. Se concluye que existen bajos niveles de actividad física en pacientes con DM 2 y esta no se enfoca en actividades de ocio que proveen beneficios a la salud.

In order to determine the level of physical activity performed by outpatients with type 2 diabetes seen at a National Hospital in Lima, Peru, we surveyed 120 patients with the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ). 66% were women, the mean age was 61.6 years, and 70% had poor glycemic control. 20% of the patients qualified as inactive, 68% as minimally active, and 12% had adequate physical activity. No relationship between physical activity, duration of disease, glycemic control, and body mass index was found. Age was negatively associated with physical activity. It is concluded that there are low levels of physical activity in patients with Type 2 diabetes and these are not focused on leisure activities that provide health benefits.
Descritores: Atividade Motora
Diabetes Mellitus
Estilo de Vida
-Estudos Transversais
Peru
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: PE14.1 - Biblioteca de la Sede Central


  2 / 1770 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1121404
Autor: Faria, Daniela Junqueira de; Almeida, Adriana Ávila de; Silva, Igor Boaventura da; Balducci, Ivan; Carta, Celina Faig Lima; Nicodemo, Denise; Almeida, Janete Dias.
Título: Quality of life in a smoking cessation program: lifestyle, anxiety, and depression / Qualidade de vida em um programa de cessação do tabagismo: estilo de vida, ansiedade e depressão
Fonte: Braz. dent. sci;23(4):1-10, 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: Tobacco dependence is quite variable among individuals because it includes many aspects such as psychological, emotional, behavioral, and cultural perspectives. This study aimed to evaluate the social and emotional issues of patients in a smoking cessation program through the generic and specific quality of life questionnaires. Material and Methods: Two generic questionnaires (SF36 and Fantastic Lifestyle) and two specific (SRQ-20 for depression and STAI s/t for levels of state and anxiety trait) were applied at the first meeting and after three months of treatment. Data were statistically analyzed by the Pearson correlation coefficient (significance level of 5%). Results: In total, 15 participants (10 men, 5 women), with mean age of 60 and 56, respectively. The mean of the smoking intake was 65.88±34.37 for men and 35.66±11.17 for women. SRQ20 and STAI s/t indicated that poor improvement in depression and anxiety was related to relapse; SF36 questionnaire indicated improvement in the domains of physical aspect limit, pain, social and emotional aspects; Fantastic Lifestyle indicated improvement according to its scale, being in a first moment "Regular" (53 points), and later, "Good" (55.67 points). Conclusion: In conclusion, smoking cessation treatment is correlated to the decrease in anxiety and depression levels and improvement of the general quality of life (AU)

Objetivo: A dependência do tabaco é bastante variável entre os indivíduos porque inclui muitos aspectos, como perspectivas psicológicas, emocionais, comportamentais e culturais. Este estudo teve como objetivo avaliar as questões sociais e emocionais de pacientes em um programa de cessação tabagágica por meio de questionários genéricos e específicos de qualidade de vida. Material e Métodos: Dois questionários genéricos (SF36 e Estilo de Vida Fantástico) e dois específicos (SRQ-20 para depressão e IDATE s/t para níveis de estado e traço de ansiedade) foram aplicados no primeiro encontro e após três meses de tratamento. Os dados foram analisados estatisticamente pelo coeficiente de correlação de Pearson (nível de significância de 5%). Resultados: No total, 15 participantes (10 homens, 5 mulheres), com média de idade de 60 e 56 anos, respectivamente. A média do consumo tabágico foi de 65,88 ± 34,37 para homens e 35,66 ± 11,17 para mulheres. SRQ20 e IDATE s/t indicaram que a fraca melhora na depressão e ansiedade estava relacionada à recaída; o questionário SF36 indicou melhora nos domínios limite do aspecto físico, dor, aspectos sociais e emocionais; Estilo de Vida Fantástico indicou melhora de acordo com sua escala, sendo em um primeiro momento "Regular" (53 pontos), e posteriormente, "Bom" (55.67 pontos). Conclusão: Em conclusão, o tratamento para cessação do tabagismo está correlacionado à diminuição dos níveis de ansiedade e depressão e à melhora da qualidade de vida geral (AU)
Descritores: Ansiedade
Qualidade de Vida
Abandono do Uso de Tabaco
Depressão
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  3 / 1770 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838420
Autor: Cezaretto, Adriana; Barros, Camila Risso de; Almeida-Pititto, Bianca de; Siqueira-Catania, Antonela; Monfort-Pires, Milena; Folchetti, Luciana Gavilan Dias; Ferreira, Sandra Roberta Gouvea.
Título: Lifestyle intervention using the psychoeducational approach is associated with greater cardiometabolic benefits and retention of individuals with worse health status
Fonte: Arch. endocrinol. metab. (Online);61(1):36-44, Jan.-Feb. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: São Paulo Research Foundation; . São Paulo Research Foundation.
Resumo: ABSTRACT Objective This study aimed to compare the effects of two lifestyle intervention programs for type 2 diabetes mellitus (T2DM) prevention – traditional or interdisciplinary psychoeducation-based intervention – in daily habits and cardiometabolic risk factors and investigate the role of the psychoeducational approach for the retention of individuals in the program. Subjects and methods Between 2008 and 2010, in a public health service, 183 pre-diabetic individuals were allocated to two 18-month interventions involving diet and physical activity. Physical activity, diet, quality of life (QOL) and depression and biochemical measurements were obtained. Linear mixed-effect models were used to assess the effect of the interventions. A student t test was used to compare dropouts versus non-dropouts. Results Improvements in energy intake and physical activity were greater in the interdisciplinary than the traditional intervention. A decrease in fat mass and blood pressure was more pronounced with interdisciplinary intervention. Dropouts from the traditional intervention only had higher BMI and lower fiber intake and QOL than non-dropouts. Conclusion The interdisciplinary psychoeducation-based intervention revealed useful for reducing cardiometabolic risk and retaining individuals with worse health profiles. This approach represents a feasible strategy for motivating high-risk individuals to adopt a long-term healthy lifestyle.
Descritores: Ingestão de Energia
Nível de Saúde
Educação em Saúde/métodos
Diabetes Mellitus Tipo 2/prevenção & controle
Dieta
Estilo de Vida
-Qualidade de Vida/psicologia
Fatores de Risco
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1770 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048062
Autor: Geloneze, Bruno.
Título: Tratamento farmacológico da obesidade: passado, presente e futuro / Pharmacological treatment for obesity: past, present, and future
Fonte: HU rev;44(2):261-268, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: A prevalência de obesidade e suas co-morbidades vem crescendo rapidamente no Brasil e no mundo, constituindo uma verdadeira pandemia com impactos sócio-econômicos importantes. O desenvolvimento de tratamentos efetivos na perda sustentada de peso, e com perfil de segurança adequado vem sendo buscado visando reduzir a obesidade e sua morbi-mortalidade. Com o recente advento de terapias baseadas em hormônios gastro-intestinais aliado à perspectiva futura de modulação segura da termogênese através da ativação do tecido adiposo marrom poderá ser possível ter um tratamento médico seguro e efetivo para a obesidade.

The prevalence of obesity and its comorbidities has been growing rapidly in Brazil and the world, constituting a true pandemic with important socio-economic impacts. The development of effective treatments for sustained weight loss and adequate safety profile has been sought to reduce obesity and its morbidity and mortality. With the recent advent of gastrointestinal hormone-based therapies coupled with the future prospect of safe modulation of thermogenesis through the activation of brown adipose tissue it may be possible to have safe and effective medical treatment for obesity.
Descritores: Síndrome Metabólica
Obesidade
-Tecido Adiposo Marrom
Resistência à Insulina
Fatores de Risco
Morbidade
Tratamento Farmacológico
Hormônios
Hipotálamo
Estilo de Vida
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  5 / 1770 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048065
Autor: Jesus, Luciana Angélica da Silva de; Gravina, Emanuele Poliana Lawall; Neto, Miguel Nunes Fam; Miguel, Camila Rohr Coutinho Elmor; Ribeiro, Jussara Ramos; Talma, Ana Júlia Machado; Bergamini, Bruno Curty; Reboredo, Maycon Moura.
Título: Exercício físico e obesidade: prescrição e benefícios / Physical exercise and obesity: prescription and benefits
Fonte: HU rev;44(2):269-276, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: A obesidade está associada a várias complicações e maior risco de mortalidade. A mudança no estilo de vida é uma das intervenções fundamentais para melhora do quadro clínico desses pacientes, sendo a prática de exercícios físicos um dos seus componentes. O objetivo do presente estudo foi realizar uma revisão de literatura sobre o exercício físico em adultos e idosos com obesidade, descrevendo os principais programas de exercício, a forma adequada de prescrição e os benefícios da sua prática regular. O exercício aeróbico é a modalidade mais indicada para a perda de peso e está associado com maiores benefícios para esses pacientes. Adicionalmente, tem sido preconizado a realização de exercício resistido como terapia complementar. Para alcançar os benefícios da prática regular de exercício físico, a literatura sugere que sejam realizados exercícios aeróbicos de moderada a alta intensidade por no mínimo 150 minutos por semana e quando possível acrescentar o treinamento resistido, 2 a 3 vezes por semana, com carga de 60-70% de uma repetição máxima. Portanto, a prescrição individualizada de exercício físico para pacientes com obesidade representa uma estratégia eficaz para a redução do peso, tratamento e controle dos fatores de risco cardiovasculares, além de promover benefícios na sintomatologia e em outras complicações.

Obesity is associated with many complications and higher risk of mortality. Changing the lifestyle is one of the fundamental interventions for improvement of the clinical condition in these patients, being the physical exercise one of the components. The objective of this study was to perform a literature review about physical exercise in adults and the elderly with obesity, describing the main exercise programs, the proper form of prescription and the benefits of its regular practice. Aerobic exercise is the most indicated modality for weight loss and is associated with higher benefits for these patients. Additionally, it has been recommended resistance training as a complementary therapy. To achieve the benefits of the regular practice of physical exercise, the literature suggests the performing of aerobic exercises from moderate to high intensity for at least 150 minutes per week and when possible, the implementation of resistance training, 2 to 3 times a week, with a load of 60-70% of one-repetition maximum. Therefore, individualized prescription of physical exercise for the obese patient represents an effective strategy for weight loss, treatment and control of cardiovascular risk factors, in addition to promotes benefits in the symptoms and other complications.
Descritores: Exercício Físico
Obesidade
-Fatores de Risco
Treinamento de Resistência
Estilo de Vida
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  6 / 1770 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048066
Autor: Moreira, Tayná; Mendes, Paula Silveira; Leal, Christianne Toledo de Souza; Ezequiel, Danielle Guedes Andrade.
Título: Desenvolvimento de material educacional interdisciplinar para prevenção e tratamento da obesidade / Educational experience through interdisciplinary intervention in the obesity outpatient clinic in a university hospital
Fonte: HU rev;44(2):277-282, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: ntrodução: a obesidade é uma doença crônica e complexa de caráter epidêmico, sendo fator de risco para diversas doenças. O município de Juiz de Fora possui uma prevalência maior de obesidade que a da capital do Estado de Minas Gerais e também à média nacional, sendo necessárias estratégias de estímulo às práticas de vida saudáveis, pautadas nas ações educativas em saúde, envolvendo orientação nutricional, prática de atividades físicas, além da abordagem de aspectos biopsicossociais e culturais do indivíduo.Objetivo: desenvolvimento de programa de educação continuada e estímulo ao autocuidado do indivíduo em relação às suas condições de saúde. Relato de experiência: com base nas demandas dos pacientes atendidos nas consultas individuais, grupos operativos e salas de espera, uma cartilha educativa ("Guia de Prevenção ­ Prevenindo e tratando o excesso de peso") foi criada pela equipe multidisciplinar do ambulatório de prevenção e tratamento da obesidade de um hospital universitário. Este material foi lançado oficialmente em setembro de 2018 e tem possibilitado a divulgação de vários temas relacionados à obesidade, como diagnóstico, prevenção e mudança do estilo de vida. Os principais beneficiários desse projeto são os pacientes assistidos nos ambulatórios, contudo poderá auxiliar em ações extra-muros, como atividades em escolas públicas municipais e ações pontuais no campus universitário, por exemplo, no Dia Internacional de Combate à Obesidade. Discussão: o material foi bem aceito e as principais dúvidas após a leitura foram em relação à definição de obesidade e o fato de não reconhecerem a fisiopatologia da doença como uma interação de fatores genéticos e ambientais. Conclusão: ações educativas complementares à prevenção e tratamento da obesidade, envolvendo os vários aspectos do cuidado, têm grande aceitação pela população abordada e representam ferramentas com potencial de melhora do autocuidado e autonomia do indivíduo.

Introduction: obesity is a chronic and complex condition with an epidemic nature, being a risk factor for several diseases. The city of Juiz de Fora has a higher prevalence than the capital of the state of Minas Gerais and also the national average. Strategies are needed to stimulate healthy life practices, based on educational health actions, involving nutritional orientation, practice of activities physical and biopsychosocial aspects of the individual. Objective: to develop a continuing education program and stimulate the individual's self-care in relation to their health conditions. Experience Report: based on the demands of the patients attending the individual consultations, operating groups and waiting rooms, an educational booklet ("Prevention Guide - Preventing and treating excess weight") was created by the multidisciplinary team from the prevention outpatient clinic and treatment of obesity at a university hospital. This material was officially launched in September of 2018 and has made it possible the dissemination of various topics related to obesity, such as diagnosis, prevention and lifestyle change. The main beneficiaries of this project are patients attending the outpatient clinic, but may assist in extra-mural actions, such as activities in some municipal public schools and specific actions on the university campus, for example on the International Day to Combat Obesity. Discussion: the material was well accepted and the main doubts after reading were related to the definition of obesity and the fact that they did not recognize the physiopathology of the disease as an interaction of genetic and environmental factors. Conclusion: educational actions complementary to the prevention and treatment of obesity, involving the various aspects of care, are widely accepted by the population concerned and represent tools with potential for improving self-care and autonomy of the individual.
Descritores: Educação em Saúde
Obesidade
-Equipe de Assistência ao Paciente
Fatores de Risco
Síndrome Metabólica
Autonomia Pessoal
Sobrepeso
Estilo de Vida
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  7 / 1770 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1057940
Autor: Jorge, Pedro Baches; Sprey, Jan Willem Cerf; Runco, Guilherme Morgado; Lima, Marcos Vaz de; Severino, Nilson Roberto; Santili, Claudio.
Título: Difference in Articular Degeneration Depending on the Type of Sport / Diferença na degeneração articular de acordo com o tipo de esporte
Fonte: Rev. bras. ortop;54(5):509-515, Sept.-Oct. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective To determine whether type-II collagen degradation is determined by the type of sport. Carboxy-terminal telepoptide of type-II collagen (CTX-II), a serum biomarker of collagen degradation, was measured in athletes who play different sports, and was compared with matched controls. Methods The sample size consisted of 70 female participants aged between 18 and 25 years, 15 of whom were members of a soccer team, 10 of a futsal (a variant of association football played on a hard court) team, 10 of a handball team, 18 of a volleyball team, and 7 of a swimming team. A total of 9 age- and sex-matched individuals with sedentary lifestyles were included in the control group. 3-mL blood samples were collected from each participant, and they were analyzed using an enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA). Results A comparison of the CTX-II concentrations of the players of different sports with those of the control group resulted in the following p-values: volleyball (p = 0.21); soccer (p = 0.91); handball (p = 0.13); futsal (p = 0.02); and swimming (p = 0.0015). Therefore, in the investigated population, futsal represented the highest risk for type-II collagen degradation and, consequently, for articular cartilage degradation, whereas swimming was a protective factor for the articular cartilage. No statistically significant difference was found in the body mass index among the groups. Conclusion Futsal players are exposed to greater articular degradation, while swimmers exhibited less cartilage degradation compared with the control group in the study population, suggesting that strengthening the periarticular muscles and aerobic exercise in low-load environments has a positive effect on the articular cartilage.

Resumo Objetivo Determinar se a degradação de colágeno tipo II é determinada pelo tipo de esporte. O telopeptídeo carboxiterminal do colágeno tipo II (CTX-II), biomarcador de soro de degradação de colágeno, foi medido em atletas de esportes diferentes e comparado aos controles correspondentes. Métodos A amostra consistiu em 70 participantes do sexo feminino com idade entre 18 a 25 anos, das quais 15 eram membros de uma equipe de futebol, 10 de uma equipe de futebol de salão, 10 de uma equipe de handebol, 18 de uma equipe de voleibol, e 7 de uma equipe de natação. Foram incluídos no grupo de controle 9 indivíduos sedentários, pareados por idade e sexo. Uma amostra de sangue de 3 ml foi coletada de cada participante e analisada usando um ensaio imunossorvente ligado a enzima (ELISA, do inglês enzyme-linked immunosorbent assay). Resultados Uma comparação das concentrações de CTX-II das praticantes de diferentes esportes em comparação com o grupo de controle apresentou os seguintes valores de p: voleibol (p = 0,21); futebol (p = 0,91); handebol (p = 0,13); futebol de salão (p = 0,02) e natação (p = 0,0015). Portanto, na população investigada, o futebol de salão apresentou o maior risco de degradação do colágeno tipo II, e, consequentemente, de degradação da cartilagem articular, enquanto a prática de natação foi um fator protetor para a cartilagem articular. Não foi observada diferença estatisticamente significativa no índice de massa corporal entre os grupos. Conclusão As jogadoras de futebol de salão estão expostas a uma maior degradação articular, enquanto as nadadoras apresentam menor degradação da cartilagem em comparação com o grupo de controle na população estudada, o que sugere que o fortalecimento dos músculos periarticulares e o exercício aeróbico em ambientes de baixa carga têm um efeito positivo na cartilagem articular.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Futebol
Esportes
Natação
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Biomarcadores
Exercício Físico
Cartilagem
Índice de Massa Corporal
Grupos Controle
Colágeno
Voleibol
Atletas
Fatores de Proteção
Futebol Americano
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  8 / 1770 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-903106
Autor: Mejía-López, Jorge; Gómez-Peñaloza, Sheila A.
Título: Trayectoria de vida familiar y estilos de vida: hipertensión arterial y diabetes mellitus II / Family life cycle and lifestyles: arterial hypertension and diabetes mellitus II
Fonte: Rev. salud pública;19(3):291-296, mayo-jun. 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Objetivo Identificar la influencia de la trayectoria de vida familiar en la apropiación de estilos de vida de personas diagnosticadas con hipertensión arterial o diabetes mellitus II en la ciudad de Cali. Materiales y Métodos Estudio cualitativo-exploratorio-comparativo, inscrito en el campo de la sociología médica. Se aplicó la técnica de entrevista semiestructurada. Resultados La trayectoria de vida familiar es un proceso dinámico y cambiante que abarca el origen del ciclo de vida hasta el momento actual. Incluye los comportamientos, las prácticas, los gustos, las percepciones de los sujetos y las relaciones de interacción. Este proceso se posibilita como resultado de la interacción de los sujetos con el contexto social que influencia su actuar. Conclusiones Los estilos de vida no son "simples o sencillas" prácticas individuales que configuran una determinada manera de vivir, sino construcciones sociales complejas y dinámicas que han sido permeadas por la relación de interacción, especialmente la familia ha hecho un aporte importante en este proceso. La manera en que los sujetos viven su proceso salud-enfermedad está influenciada por sus formar actuar, que permite un desenvolvimiento social configurado por su trayectoria vital, afectada por la clase social a la que pertenecen. Esta configuración marca una impronta para comprender la razón por la cual les ha sido posible o no aprehender las prácticas e instrucciones dadas en los programas de control de hipertensión arterial y diabetes a los que están inscritos.(AU)

ABSTRACT Objective To determine the influence of the family life trajectory on the appropriation of lifestyles of people diagnosed with arterial hypertension or diabetes mellitus II in Cali, Colombia. Materials and Methods Qualitative, exploratory and comparative study in the field of medical sociology. A semi-structured interview was applied. Results The family life cycle is a dynamic and changing process that encompasses the origin of the life cycle up to the present moment. It involves behaviors, practices, interests, perceptions and interaction relations. This process is possible because of the interaction of the subjects with the social context that influences their actions. Conclusions Lifestyles are not "simple" individual practices that shape a certain way of living, but complex and dynamic social constructs that are permeated by interaction, particularly, family relationships, which make an important contribution to this process. The way in which subjects live their health-disease process is influenced by their behavior, which allows social development based on life cycles, and affected by the social class to which they belong. This configuration serves as the basis to understand the reasons why apprehending or not the practices and instructions given in hypertension and diabetes control programs is possible.(AU)
Descritores: Família/história
Diabetes Mellitus Tipo 2/diagnóstico
Hipertensão/diagnóstico
Estilo de Vida
-Colômbia
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1770 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Lebräo, Maria Lúcia
Texto completo
Id: biblio-985259
Autor: Bushatsky, Angela; Alves, Luciana Correia; Duarte, Yeda Aparecida de Oliveira; Lebrão, Maria Lúcia.
Título: Fatores associados às alterações de equilíbrio em idosos residentes no município de São Paulo em 2006: evidências do Estudo Saúde, Bem-Estar e Envelhecimento (SABE) / Factors associated with balance disorders of elderly living in the city of São Paulo in 2006: evidence of the Health, Well-being and Aging (SABE) Study
Fonte: Rev. bras. epidemiol;21(supl.2):e180016, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO: Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar a influência dos fatores demográficos, de condições de saúde e de estilo de vida nas alterações do equilíbrio corporal dos idosos residentes no município de São Paulo em 2006. Métodos: O estudo foi desenvolvido com base em dados provenientes do Estudo Saúde,Bem-Estar e Envelhecimento (SABE). Foram selecionados todos os indivíduos com 60 anos e mais de idade, de ambos os sexos. A amostra considerada era de 1.226 indivíduos, representando 930.639 idosos. A variável dependente foi a alteração de equilíbrio corporal do idoso. Para mensurá-la utilizou-se parte do Short Physical Performance Battery (SPPB). As variáveis independentes foram classificadas em três grupos: demográficas, de condições de saúde e de estilo de vida. Para estimar a associação entre as alterações de equilíbrio com as variáveis demográficas, de saúde e de estilo de vida em idosos foi realizada uma análise de regressão logística binária múltipla. Resultados: Idade, dificuldades em pelo menos uma mobilidade e realização de atividade física regular exercem uma significativa influência no equilíbrio corporal dos idosos (p < 0,05). A idade foi o determinante mais fortemente relacionado. Ter idade entre 75 a 79 anos e 80 anos e mais aumenta em 3,77 e 5,31vezes a chance, respectivamente, de os idosos apresentarem alterações de equilíbrio em comparação às idades de 60 a 64 anos. Conclusão: Medidas preventivas e que visam reverter um quadro de instabilidade corporal devem ser preconizadas e incorporadas na agenda de atenção à saúde dos idosos.

ABSTRACT: Objective: To analyze the influence of demographic, health condition, and lifestyle factors on body balance disorders among elderly subjects living in the city of São Paulo, Brazil, in 2006. Methods: Thestudy was developed based on information provided by the Health, Well-being, and Aging (SABE) Study. Itincluded 60-year-old subjects, both men and women, or those over this age. The sample comprised 1,226 subjects that represented 930,639 elderly subjects. The dependent variable was the elderly's body balance disorder, which was measured using part of the Short Physical Performance Battery (SPPB). The independent variables were divided into three groups: demographic, health conditions, and lifestyle. The multiple binary logistic regression analysis was applied to estimate the association between balance disorders and demographic, health, and lifestyle variables in the elderly. Results: Age, difficulties in at least one mobility, and performance of regular physical activities showed a significant influence on the elderly's body balance (p < 0.05). Age was the strongest related determiner. Being aged 75-79 years and 80 years or more increased 3.77 and 5.31 times, respectively, the chances of the elderly subjects present balance disorders in comparison with the 60- to 64-years-old. Conclusion: Preventive measures that aim at reversing a body instability condition should be preconized and incorporated in the elderly's health-care schedule.
Descritores: Transtornos das Sensações/etiologia
Transtornos das Sensações/epidemiologia
Equilíbrio Postural/fisiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Atividades Cotidianas
Avaliação Geriátrica
Modelos Logísticos
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Transtornos das Sensações/fisiopatologia
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Estilo de Vida
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1770 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1058995
Autor: Abib, Leonardo Trápaga; Gomes, Ivan Marcelo.
Título: A educação e o governamento dos corpos na atualidade: uma análise do "Movimento 21 dias por uma vida mais saudável" / Education and governance of bodies today: an analysis of the "Movimento 21 dias por uma vida mais saudável"
Fonte: Saúde Soc;28(4):229-242, out.-dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este trabalho teve como objetivo analisar os enunciados do programa de promoção da saúde "Movimento 21 dias por uma vida mais saudável" (M21), vinculado à Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo. Para realizar tal proposta, investigamos, no período de setembro de 2015 a junho de 2017, os materiais disponíveis no site do programa, como notícias, textos, imagens, vídeos e peças publicitárias, dando ênfase aos elementos mais recorrentes. Nosso escopo de análise foi baseado no aporte foucaultiano, articulando os conceitos de biopolítica e poder pastoral com os conteúdos apresentados na página do M21. A partir das nossas leituras e análises, identificamos o uso corrente de enunciados econômicos e científicos - acionados por dados estatísticos e falas de gestores e autoridades da área da saúde - nos materiais do M21, tendo como pano de fundo traços de uma racionalidade (neo)liberal, com o intuito de propagar conselhos sobre modos de viver a vida. O conteúdo do M21 adquire um tom moralista, que coloca nos sujeitos uma responsabilidade cada vez maior por seus estilos de vida, independentemente das condições em que vivem e a que são expostos, desconsiderando, assim, fatores estruturais que incidem sobre a saúde dessas pessoas.

Abstract This paper aims at analyze the statements expressed in the program for health promotion entitled "Movimento 21 dias por uma vida mais saudável" (M21, from Portuguese "21 days for a healthier life movement"), linked to the Secretary of State for Health of Espírito (Brazil). For such, we investigated, from September 2015 to June 2017, the materials available on the program's website, such as news, texts, images, videos and advertising, focusing on recurrent elements. Our scope of analysis was based on Foucaultian framework, articulating the concepts of biopolitics and pastoral power with the content presented on M21's official webpage. Based on literature review and analyses, we identified the current use of economic and scientific statements - triggered by statistical data and statements from health managers and authorities - in the materials of M21, having traits of a (neo)liberal rationality as background, with the intention of propagating pieces of advice on ways of living life. The content of M21 carries a moralistic tone, which assigns individuals a growing responsibility for their lifestyles, regardless of the conditions in which they live and to which they are exposed, thus disregarding structural factors that affect those people's health.
Descritores: Política Pública
Política de Saúde
Promoção da Saúde
Estilo de Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência



página 1 de 177 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde