Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.829.458.205.250 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 45 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 45 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1095014
Autor: Bastos, Maria Alice Martins da Silva Calçada; Monteiro, Joana Mafalda Miguelote de Pinho; Faria, Carla Maria Gomes Marques de; Pimentel, Maria Helena; Silva, Sofia de Lurdes Rosas da; Afonso, Carlos Miguel Figueiredo.
Título: Participação em programas de intervenção comunitária e qualidade de vida: resultados de um estudo multicêntrico em Portugal / Participation in community intervention programmes and quality of life: findings from a multicenter study in Portugal
Fonte: Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online);23(6):e190017, 2020. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Analisar a qualidade de vida (QV) em indivíduos que participam de programas de intervenção comunitária (PIC) orientados para uma vida ativa e saudável. Método: Estudo transversal multicêntrico com 304 participantes, com 55 anos ou mais de idade, a viver na comunidade em três localidades portuguesas. Metade desses indivíduos (n=152) envolvida em PIC (grupo de intervenção). Esse grupo foi emparelhado segundo sexo e grupo etário com número equivalente de participantes (n=152) que não frequenta PIC (grupo de comparação). As atividades dos PIC foram agrupadas segundo a sua natureza: sociorrecreativas, educativas/aprendizagem ao longo da vida (ALV) e atividade física. Recolheu-se informação usando Questionário de Participação Social, WHOQOL-Bref e Escala de Satisfação com a Vida. Resultados: Os participantes dos PIC tinham média de idade de 71,4 (±5,4) anos, eram predominantemente mulheres (75,0%), casados (65,4%), com escolaridade inferior a cinco anos (71,7%) e rendimento familiar mensal até 750 euros (47,4%). O GI apresentou melhor QV no domínio físico do que o GC ( p<0,03). A atividade física foi a modalidade mais frequentada nos PIC (n=119; 78,3%) em comparação com atividades educativas/ALV (n=46; 30,3%) e sociorrecreativas (n=25; 16,4%). Os praticantes de atividade física em PIC apresentaram melhor QV nos domínios psicológico, relações sociais e ambiente do que os não praticantes ( p<0,05). Conclusão: A participação em PIC está associada à QV pelo que, em linha com o quadro do envelhecimento ativo, se recomenda implementar PIC no âmbito das políticas públicas, promovendo sistematicamente a QV da população. AU

Objective: The present study aimed to analyze quality of life (QoL) in participants of community intervention programs (CIP) focused on healthy aging. Method: A multicenter cross-sectional study was carried out with 304 community-dwelling participants, aged 55 years old or more and living in three locations in Portugal. Half of these individuals (n=152) were involved in a CIP (intervention group). The intervention group was paired according to sex and age group with an equivalent number of participants (n=152) that did not take part in a CIP (comparison group). Activities implemented in the CIP were grouped according to their nature: socio-recreational, educational/lifelong learning and physical activity. Data collection involved a Social Participation Questionnaire, the WHOQOL-Bref and the Satisfaction With Life Scale. Results: The CIP participants (n=152) had a mean age of 71.4 years (±5.4), were predominantly women (75.0%), married (65.4%), with fewer than five years of education (71.7%) and a monthly family income of up to 750 euros (47.4%). The intervention group had a significantly higher QoL in the physical domain than the comparison group ( p<0.03). Physical activity was the most frequently attended session in the CIP (n=119, 78.3%), in comparison with educational/ lifelong learning (n=46, 30.3%) and socio-recreational (n=25, 16.4%) activities. People practicing physical activity in the CIP had a significantly higher QoL in the psychological, social relationships and environment domains ( p<0.05). Conclusion: Participation in the CIP was associated with QoL. Therefore, in line with the active aging framework, CIPs must be a part of public policy measures aimed at the QoL of the population.AU
Descritores: Qualidade de Vida
Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
Saúde do Idoso
Participação Social
-Envelhecimento Saudável
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1421.1 - Centro de Referência e Documentação sobre o Envelhecimento


  2 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-881053
Autor: Costa, Fábio Soares da; Cabral, Camila Oliveira de M; Rodrigues, Janete de Páscoa; Santos, Andreia Mendes.
Título: Idosos e exercícios físicos: motivações e contribuições para saúde e o lazer / Seniors and physical exercises: motivations and contributions to health and leisure
Fonte: Licere (Online);20(4):212-237, dez.2017.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo objetiva analisar fatores motivacionais para a participação de idosos em programa de atividades físicas do Centro de Convivência da Terceira Idade, em Teresina/PI. A pesquisa, qualitativa e descritiva, considerou as narrativas de 30 idosos, de 60 e 87 anos, entre novembro e dezembro de 2015, que apontaram como aspectos motivacionais para participar de programas de exercícios físicos: a prevenção de doenças, a reabilitação e manutenção da saúde e o lazer, sendo a iniciação nas atividades motivada pela família, iniciativa própria e indicação médica. A melhoria da saúde, a diminuição de dores, o aumento da força, da resistência, da flexibilidade, a perda de peso corporal e a ampliação do círculo de amizades foram as principais repercussões dessa participação. Assim, a manutenção de um estilo de vida ativo durante o envelhecimento potencializa fatores psicossociais e melhora a qualidade da vida dos idosos.

The study aims to analyze motivational factors for the participation of the elderly in a program of physical activities of the Center for the Coexistence of the Third Age, in Teresina/PI. The qualitative and descriptive research considered the narratives of 30 elderly, 60 and 87 years old, between November and December 2015, who pointed out as motivational aspects to participate in physical exercise programs: disease prevention, rehabilitation and maintenance of health and leisure, being the initiation in the activities motivated by the family, own initiative and medical indication. Improved health, reduced pain, increased strength, endurance, flexibility, loss of body weight and the expansion of the circle of friends were the main repercussions of this participation. Thus, maintaining an active lifestyle during aging enhances psychosocial factors and improves the quality of life of the elderly.
Descritores: Resistência Física
Qualidade de Vida
Reabilitação
Saúde do Idoso
Prevenção de Doenças
Centros de Convivência e Lazer
Envelhecimento Saudável
Relações Interpessoais
Atividades de Lazer
Motivação
Limites: Humanos
Idoso
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  3 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-718805
Autor: Mendonça, Erica Toledo; Aires, Lilian Fernandes Aryal; Amaro, Marilane Oliveira; Moreira, Tiago Ricardo; Henriques, Bruno David; Almeida, Ligiane Copati; Castro, Jessika Afonso; Fernandes, Violeta Campolina; Brinati, Lídia Miranda.
Título: A experiência de oficinas educativas com idosos: (re)pensando práticas à luz do pensamento freireano / The experience of educational workshops with older people: (re)considering practices in view of Freire's thinkin
Fonte: Rev. APS;16(4), dez. 2013.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um relato de experiência sobre a realização de oficinas educativas com idosos vinculadas ao projeto de extensão ?Feliz idade e o desafio da longevidade: promovendo o envelhecimento saudável e prevenindo agravos à saúde no Programa Municipal da Terceira Idade?, que abordou a temática do uso de medicamentos, desenvolvido pelos discentes e docentes do curso de Enfermagem da Universidade Federal de Viçosa, MG. As oficinas são estratégias terapêuticas que assumem uma importância basilar no contexto dos serviços de saúde, constituindo importante instrumento de solidificação das relações de convívio e edificação do conhecimento acerca do processo saúde-doença. Objetivo: relatar uma experiência de trabalho junto aos idosos e subsidiar uma reflexão teórico-crítica acerca da prática das oficinas como estratégia de educação em saúde, à luz do pensamento freireano. Observou-se que o espaço dialógico possibilitado pelas oficinas permitiu a interação entre o grupo, a expressão de vivências e desmitificação de idéias/conceitos acerca do uso de medicamentos.

This is an experience report on educational workshops conducted with seniors, linked to the extension project "Happy old age and the challenge of longevity: Promoting healthy aging and preventing health hazards in the Third Age Municipal Program", which addressed the theme of medication use, developed by students and teachers of Nursing, at the Federal University of Viçosa, MG. The workshops are therapeutic strategies that take on fundamental importance in the context of health services, and an important instrument for forming fellowship and improving knowledge of the health-illness process. Objective: To describe an experience of working with elderly people and subsidize a theoretical-critical reflection about the practice of workshops as a strategy for education from the perspective of Freire's thinking. It was observed that the dialogic space made possible by the workshops allowed the interaction within the group, the expression of experiences, and the demystification of ideas/concepts about the use of medication.
Descritores: Idoso
Envelhecimento Saudável
-Processo Saúde-Doença
Assistência Integral à Saúde
Promoção da Saúde
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  4 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1009556
Autor: Nascimento, Edirlane Soares do; Fernandes, Juliêta Lopes; Moura, Thaís Norberta Bezerra de; Santiago, Maria Luci Esteves.
Título: Atividades de lazer e seus conteúdos culturais em centros de convivência e fortalecimento de vínculos / Leisure activities and their cultural content in centers for coexistence and strengthening links
Fonte: Licere (Online);22(2):297-330, junho.2019. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Política Pública
Qualidade de Vida
Idoso
Dinâmica Populacional/tendências
Pessoal de Saúde
Participação da Comunidade
Características Culturais
Autonomia Pessoal
Centros de Convivência e Lazer
Envelhecimento Saudável
Relações Interpessoais
Atividades de Lazer
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  5 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1007635
Autor: Lima, Allison Padilha de; Cardoso, Fabrício Bruno.
Título: Atividade física de lazer em idosos com diabetes tipo 2: estudo de base populacional / Physical activity of leisure in elderly type 2 diabetes: population based study
Fonte: Licere (Online);22(2):i:01-f:17, junho.2019. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teve por objetivo verificar os fatores associados à prática de atividade física de lazer em idosos com diabetes tipo 2. Realizou-se um estudo transversal de base populacional, com 204 idosos com diabetes tipo 2, cadastrados em 4 unidades da saúde da família de Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Utilizou-se questionários as variáveis sociodemográficas e de saúde, e o nível de atividade física o questionário internacional de atividade física IPAQ. Foram realizadas análises brutas e multivariadas por regressão de Poisson, com intervalos de confiança de 95% a um p≤0.050. Após análise ajustada para a prática de atividade física de lazer se manterão associadas significativamente as variáveis: faixa etária de 60 a 69 anos (RP: 1,96; IC95%: 1,06-3,62), não ter apresentador dor (RP: 7,20; IC95%: 3,42-15,16) e não ter sofrido quedas nos últimos 6 meses (RP: 1,88; IC95%: 1,01-3,52).

This study aimed to verify the factors associated witch the practice of physical activity of leisure in elderly people with type 2 diabetes. A population-based cross-sectional study was carried out with 204 elderly people with type 2 diabetes, enrolled in 4 health units of the Family of Passo Fundo, Rio Grande do Sul. The sociodemographic and health variables questionnaires were used, and the physical activity level was the International IPAQ physical activity questionnaire. Gross and multivariate analyses were performed by Poisson regresseion, with confidence intervals of 95% at a p≤0.050. After the adjusted analysis for the practice of leisure physical activity, the following variables will be significantly associated: age range from 60 to 69 yeras (RP: 1,96; 95%CI: 1,06-3,62), no presenter pain (RP: 7,20; IC95%: 3,42- 15,16) and did not suffer falls in the last 6 months (RP: 1,88; IC95%: 1,01-3,52).
Descritores: Qualidade de Vida
Idoso
Distribuição de Poisson
Dinâmica Populacional
Doença Crônica
Análise Multivariada
Diabetes Mellitus Tipo 2/epidemiologia
Políticas Públicas de Saúde
Comportamento Sedentário
Envelhecimento Saudável
Promoção da Saúde
Atividades de Lazer
Atividade Motora
Obesidade/epidemiologia
Limites: Humanos
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  6 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1053071
Autor: Souza, Maria Eduarda Borém Fernandes; Rocha, Fernanda Cardoso; Fernanes, Tatiana Fróes; Evangelista, Christiane Borges; Ribeiro, Karine Suene Mendes Almeida.
Título: Qualidade de vida de idosos que praticam atividade física / Quality of life of elderly people who practice physical activity / Calidad de vida de idiomas que practican actividad fisica
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);12:466-470, jan.-dez. 2020. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar a qualidade de vida dos idosos que praticam atividade física. Metodologia: Amostra foi composta por 37 idosos em envelhecimento. Foi aplicado um pré- teste, o mini mental. Os critérios de inclusão e exclusão foram para a obtenção da amostra final, obtida a partir da aplicação do questionário WHOQOL ­ OLD. Foram analisados através do programa EXCEL 2010. Resultados: O estudo mostrou que a prática da atividade física com idosos teve o intuito de uma qualidade de melhor, observando-se que a prevalência é do sexo feminino. Conclusão: Este estudo pode ajudar na elaboração de ações em saúde, a partir da melhor compreensão das questões que influenciam a qualidade de vida dos idosos, devido à diminuição da autoestima

Objective: To evaluate the quality of life of the elderly who practice physical activity. Methodology: The sample was composed by 37 elderly in aging. It was applied a pre-test, the mental mini. The inclusion and exclusion criteria were for the obtaining of the final sample, obtained from of the application of the questionnaire WHOQOL-OLD. They were analysed from EXCEL 2010. Results: The study showed that the practice of physical activity with elderly has had the intent of better quality of life observing that the prevalence is female. Conclusion: This study can help in the development of health actions, from of the best understanding of the questions that influence the elderly life quality, due to decreased self- steem

Objetivo: Evaluar la calidad de vida de los ancianos que practican actividad física. Metodología: La muestra fue compuesta por 37 ancianos en envejecimiento. Se aplicó un pre-test, el mini mental. Los criterios de inclusión y exclusión fueron para la obtención de la muestra final, obtenida a partir de la aplicación del cuestionario WHOQOL - OLD. Se analizaron a través del programa EXCEL 2010. Resultados: El estudio mostró que la práctica de la actividad física con ancianos tuvo el propósito de una calida de vida mejor, observándose que la prevalencia es del sexo femenino. Conclusión: Este estudio puede ayudar en la elaboración de acciones en salud, a partir de la mejor comprensión de las cuestiones que influencian la calidad de vida de los ancianos, debido a la disminución de la autoestima
Descritores: Qualidade de Vida
Idoso/estatística & dados numéricos
Exercício Físico
Saúde do Idoso
-Estudos Transversais
Estudos Prospectivos
Envelhecimento Saudável
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  7 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-901758
Autor: Collazo Ramos, Milagros Isabel; Calero Ricardo, Jorge Luis; Ramos Estrada, Ricardo; Toledo Vila, Herio de Jesús; Morón Pinedo, Déborah; Pariente Hernández, Tania Georgina; Valdés Balbín, Ray.
Título: Significados del envejecimiento desde la perspectiva de los ancianos / Meaning of aging from the perspective of the elderly
Fonte: Rev. habanera cienc. méd;16(4):657-665, jul.-ago. 2017.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: El envejecimiento es parte integrante y natural de la vida, y aunque todos aspiran a ser miembros de este proceso, alrededor del mismo se tejen representaciones diversas, en tanto diferentes sean los perceptores. Objetivo: Comprender los significados que le atribuye un grupo de ancianos al envejecimiento. Material y Métodos: Investigación cualitativa realizada a través de seis grupos focales, con personas de 60 años y más, de ambos sexos, residentes en el área del Policlínico Ana Betancourt del municipio Playa. Resultados: Los participantes hicieron notar que el envejecer no es necesariamente sinónimo de padecer. Desde sus perspectivas, el envejecimiento les brinda la posibilidad de repasar sus vidas día a día, y junto a ello disfrutar de sus familiares, de su tiempo libre; y aun de que se hagan presentes algunas enfermedades, el control de estas les puede hacer sentir bien. Conclusiones: Si bien los testimonios de los participantes (ancianos y ancianas) podrían mostrarse divergentes en los significados que ellos le atribuyen al envejecimiento, tal variación se argumenta en el hecho de que envejecer es un proceso complejo que difiere de persona a persona, y se encuentra influenciado por todos los factores que giran alrededor de su cotidianeidad; encontrándose como más relevantes lo económico y lo afectivo(AU)

Introduction: Aging is a natural and integral part of life, and although all persons aim to be members of this process, different representations merge into it, whether the preceptors are different. Objective: To understand the meaning that a group of elderly people give to the process of aging. Material and methods: Qualitative research conducted in six focus groups, in people aged 60 years or older, from both sexes, and residents in the area of Ana Betancourt Polyclinic in Playa Municipality. Results: The participants expressed that aging is not necessarily considered to be a synonym of suffering. From their perspectives, aging gives them the possibility to reorganize their lives daily, and beside this, to enjoy their family, their free time, and although suffering from some diseases which can be controlled, to feel well. Conclusions: Even though the testimonies of the participants (elderly women and men) could be different in the meaning that they give to aging, such change is argued on the fact that aging is a complex process that differs from person to person, and is also influenced by all the factors that exist in their daily lives, being the economic and the affective ones the most relevant(AU)
Descritores: Envelhecimento Saudável/psicologia
-Saúde do Idoso
Epidemiologia Descritiva
Grupos Focais/métodos
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  8 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051147
Autor: Silva, Ana Teresa de Melo e; Tavares, Darlene Mara dos Santos; Molina, Nayara Paula Fernandes Martins; Assunção, Luiza Maria de; Rodrigues, Leiner Resende.
Título: Religiosidade e espiritualidade relacionadas às variáveis sociodemográficas, econômicas e de saúde entre idosos / Religiousity and spirituality related to the socio-demographic, economic and health variables in the older people / Religiosidad y espiritualidad relacionadas con variables sociodemográficas, económicas y de salud entre adultos mayores
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1221, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: o Brasil vivencia acelerado processo de envelhecimento populacional. Mediante as angústias advindas do envelhecimento, religiosidade/espiritualidade (R/E) ocupam lugar de destaque na vida de pessoas idosas. OBJETIVO: verificar a associação das variáveis sociodemográficas, econômicas e de saúde com as dimensões de religiosidade e espiritualidade. METODOLOGIA: estudo transversal realizado por inquérito domiciliar com 643 idosos comunitários. Os instrumentos utilizados foram: miniexame do estado mental; caracterização dos dados sociodemográficos, econômicos e de saúde; medida multidimensional breve de religiosidade e espiritualidade. Foram realizadas análise descritiva e regressão linear múltipla com sete preditores: sexo, idade, escolaridade, estado conjugal, renda, número de doenças e percepção de saúde. RESULTADOS: predominaram sexo feminino, 60├69 anos, estado conjugal casados, 1├4 anos de estudo e renda mensal de um salário mínimo. Relativamente à percepção de saúde, 39,8% informaram regular, 81,5% relataram duas ou mais doenças. Em todas as dimensões de religiosidade/espiritualidade (experiências espirituais diárias; valores/crenças; perdão; práticas religiosas particulares; superação religiosa; suporte religioso; religiosidade organizacional; autoavaliação global), o preditor sexo foi estatisticamente significativo. Em nenhuma das dimensões a renda foi estatisticamente significativa. Em quatro dimensões esteve presente o estado conjugal. Em duas dimensões a idade influenciou. Em três dimensões a escolaridade esteve associada de forma inversa. Em apenas uma dimensão o número de doenças impactou e em duas dimensões a percepção de saúde influenciou. CONCLUSÃO: foi possível perceber que todas as dimensões de religiosidade/ espiritualidade foram influenciadas pelo sexo. Além disso, todos os preditores, exceto renda, estão associados a pelo menos uma dimensão de religiosidade/espiritualidade.(AU)

Introduction: Brazil is living an accelerated population aging process. Through the anxieties of aging, religiosity/spirituality (R/S) has a prominent place in the lives of older people. Objective: to verify the association of socio-demographic, economic, and health variables with the dimensions of religiosity and spirituality. Methodology: cross-sectional study conducted by a home survey with 643 community older adults. The instruments used were the mini-mental state examination, characterization of socio-demographic, economic and health data; and a brief multidimensional measure of religiosity and spirituality. Descriptive analysis and multiple linear regressions with seven predictors were performed: gender, age, education, marital status, income, number of diseases and health perception. Results: female, 60├69 years old, married couple, 1├4 years of study and monthly income of one minimum wage predominated. Regarding the perception of health, 39.8% reported it as regular, 81.5% reported two or more diseases. In all dimensions of religiosity/spirituality (daily spiritual experiences; values/beliefs; forgiveness; particular religious practices; religious overcoming; religious support; organizational...(AU)

Introducción: la población de Brasil vive un proceso acelerado de envejecimiento. Las angustias derivadas de dicho por este proceso permiten que la religiosidad / espiritualidad (R/E) ocupen un lugar destacado en la vida de las personas mayores. Objetivo: verificar la asociación de variables sociodemográficas, económicas y de salud con las dimensiones de religiosidad y espiritualidad. Metodología: estudio transversal realizado por encuesta domiciliaria con 643 personas mayores de la comunidad. Los instrumentos utilizados fueron: mini examen del estado mental; caracterización de los datos sociodemográficos, económicos y de salud; medida multidimensional breve de religiosidad y espiritualidad. Se realizó análisis descriptivo y regresión lineal múltiple con siete predictores: género, edad, educación, estado conjugal, ingresos, número de enfermedades y percepción de salud. Resultados: predominantemente mujeres, 60 - 69 años, casados, 1├4 años de escolaridad e ingresos mensuales de un salario mínimo. En cuanto a la percepción de la salud, el 39,8% mencionó regular, el 81,5% informó dos o más enfermedades. En todas las dimensiones de religiosidad / espiritualidad (experiencias espirituales diarias; valores / creencias; perdón; prácticas religiosas particulares; superación religiosa; apoyo religioso; religiosidad organizacional; autoevaluación global), el predictor sexo era estadísticamente significativo. En ninguna de las dos dimensiones el ingreso era estadísticamente significativo. En cuatro dimensiones estaba presente el estado conjugal. En dos dimensiones influía la edad. En tres dimensiones, la educación estaba inversamente asociada. En una sola dimensión influía el número de enfermedades y en dos dimensiones influía la percepción de la salud. Conclusión: se percibió que todas las dimensiones de religiosidad / espiritualidad estaban influenciadas por el sexo. Además, todos los predictores, excepto ingresos, estaban asociados con al menos una dimensión de religiosidad / espiritualidad.(AU)
Descritores: Religião
Saúde do Idoso
Indicadores Básicos de Saúde
Espiritualidade
Envelhecimento Saudável
-Fatores Socioeconômicos
Limites: Humanos
Idoso
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  9 / 45 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049790
Autor: Oliveira, Marcela Alves de; Ribeiro, Hemellen Ferreira; Costa, Nádia Pinheiro da.
Título: Qualidade de vida de idosos amazônicos que participam de um grupo de convivência / Quality of life of amazonian elderly who participate in a co-existence group
Fonte: Enferm. foco (Brasília);10(3):58-63, jul. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: avaliar a qualidade de vida de idosos participantes de um grupo de convivência; verificar o perfil sociodemográfico. Metodologia: Trata-se de um estudo com abordagem quantitativa do tipo descritiva, onde foi aplicado um questionário sociodemográfico e o instrumento Whoqol-Bref para avaliar a qualidade de vida de 103 idosos de um centro de convivência de Belém do Pará. Resultados: a maioria são idosas (90,29%), possuem faixa etária entre 70-75 anos (31,07%), escolaridade 8 anos ou mais (75,73%), aposentado (a) ou pensionista (89%). Em relação ao instrumento Whoqol-bref os idosos apresentaram maior escore no domínio de percepção da qualidade de vida (µ = 4.15 ± 0.61) e relações sociais (µ = 4.05 ± 0.46). Conclusão: Os idosos participantes do grupo de convivência possuem boa qualidade de vida. (AU)

Objective: to evaluate the quality of life of elderly participants of a coexistence group; verify the sociodemographic profile. Methodology: This is a descriptive quantitative study, where a sociodemographic questionnaire and the Whoqol-Bref instrument were used to evaluate the quality of life of 103 elderly people from a community center in Belém do Pará. Results: most of them are elderly with age range between 70-75 years, schooling 8 years or more, pen-sioned/retired. In relation to the Whoqol-bref instrument, the elderly presented a higher score in the domain of perception of quality of life and social relations, followed respectively by physical, psychological, health satisfaction and ambient environment. Conclusion: Most retired elderly women demonstrated to have a good quality of life, highlighted for the domain of this perception and social relations. (AU)

Objetivo: evaluar la calidad de vida de los ancianos participantes de un grupo de convivencia; verificar el perfil sociodemográfico. Metodología: Se trata de un estudio con abordaje cuanti-tativo del tipo descriptivo, donde se aplicó un cuestionario sociodemográfico y el instrumento Whoqol-Bref para evaluar la calidad de vida de 103 ancianos de un centro de convivencia de Belém do Pará. Resultados: la mayoría son mujeres, tienen rango de edad entre 70-75 años, escolaridad 8 años o más, pensionista/jubilado. En cuanto al instrumento Whoqol-bref, los ancianos presentaron mayor puntuación en el dominio de percepción de la calidad de vida y relaciones sociales seguido respectivamente por la satisfacción física, psicológica, de salud y, por último, el medio ambiente. Conclusión: La mayoría de las mujeres ancionas fueran jubi-ladas demostraron tener una buena calidad de vida, destacada por el dominio de esta percep-ción y las relaciones sociales. (AU)
Descritores: Idoso
-Qualidade de Vida
Enfermagem
Crescimento Demográfico
Envelhecimento Saudável
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  10 / 45 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-904985
Autor: Cavalcanti, Alana Diniz; Moreira, Rafael da Silveira; Diniz, George Tadeu Nunes; Vilela, Mirella Bezerra Rodrigues; Silva, Vanessa de Lima.
Título: O envelhecimento ativo e sua interface com os determinantes sociais da saúde / Active aging and its interface with social determinants of health
Fonte: Geriatr., Gerontol. Aging (Impr.);12(1):15-23, jan,-mar.2018. tab..
Idioma: en; pt.
Resumo: OBJETIVO: Analisar a relação entre o envelhecimento ativo e os determinantes sociais da saúde em idosos residentes em uma área coberta por serviço de Atenção Primária à Saúde. MÉTODO: Desenho seccional, trabalhando-se com as variáveis de exposição do modelo esquemático de Dahlgren e Whitehead e a variável desfecho envelhecimento ativo construída por meio da Análise de Classes Latentes. O envelhecimento foi categorizado como muito, médio e pouco ativo. Para análise dos dados utilizou-se a regressão multinomial, método forward. RESULTADOS: Participaram do estudo 155 idosos, a maioria classificada na categoria de envelhecimento muito ativo. Idade avançada apresentou maior chance para envelhecimento pouco ativo (OR = 5,72) e médio ativo (OR = 3,27). Não ter convívio familiar (OR = 3,90) e ter menos de 4 anos de estudo (OR = 2,90) apresentaram-se como fatores de risco para envelhecimento médio ativo. CONCLUSÃO: O presente estudo demonstrou que ter idade avançada, não ter convívio familiar e ter menos de quatro anos de estudo estiveram associados a uma maior chance de idosos atendidos pela Estratégia Saúde da Família apresentarem baixos níveis de envelhecimento ativo. Sugere-se que os referidos fatores sejam levados em consideração no direcionamento de políticas públicas voltadas ao envelhecimento ativo.

OBJECTIVE: To analyze the relationship between active aging and social determinants of health in older people living in the catchment area of a primary health care facility. METHODS: A cross-sectional study was conducted to assess exposure variables of the schematic model by Dahlgren and Whitehead; the outcome variable active aging was created by means of latent class analysis. Participants were categorized as highly, moderately, and minimally active. Data analysis was performed using a forward multinomial regression model. RESULTS: Overall, 155 elderly people participated in the study, most of them classified as highly active. Older subjects had a higher chance for being minimally active (OR = 5.72) and moderately active (OR = 3.27). Lack of a family life (OR = 3.90) and education level of 4 years or less (OR = 2.90) were shown to be risk factors for moderate levels of active aging. CONCLUSION: The present study demonstrated that advanced age, lack of family life, and an education level of 4 years or less were associated with a higher chance for elderly attending Family Health Strategy units to present low levels of active aging. It is suggested that these factors should be taken into account when directing public policies aimed at active aging.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Saúde do Idoso
Envelhecimento Saudável
-Estudos Transversais/métodos
Determinantes Sociais da Saúde/estatística & dados numéricos
AMERICAN HEART ASSOCIATIONABDOMINAL INJURIESABDOMEN
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR275.1 - Biblioteca



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde