Base de dados : LILACS
Pesquisa : F01.829.500.760.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 23 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 23 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1057721
Autor: Santos, Deisy Vital dos; Rosa, Darci de Oliveira Santa; Zoboli, Elma Lourdes Campos Pavone; Grande, Lydia Feito.
Título: Nurses' moral deliberation in the child care process / Deliberación moral de los enfermeros en el proceso de cuidado de los niños / Deliberação moral de enfermeiros no processo de cuidar de crianças
Fonte: Rev. bras. enferm;72(supl.3):197-203, 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To understand the nurses' moral deliberation in the face of an ethical problem involving breastfeeding. Method: Qualitative study based on the methodological theoretical framework of deliberative bioethics. Data collection was through a vignette-based interview and results were organized by thematic analysis. Results: Nurses tend to take over intermediate courses of action, although extreme courses of action are found as well. Final considerations: When they tend to take extreme courses of action, nurses approach decisions focused on the child welfare to the detriment of the mother's need as a working woman.

RESUMEN Objetivo: Comprender la deliberación moral de los enfermeros que enfrentan un problema ético relacionado con la lactancia materna. Método: Investigación cualitativa, basada en el marco teórico metodológico de la bioética deliberativa. La recolección de datos se realizó mediante una entrevista basada en viñeta y los resultados se organizaron mediante el análisis temático. Resultados: Los enfermeros tienden a tomar cursos de acción intermedios, sin embargo, se encuentran cursos de acción extremos. Consideraciones finales: Cuando tienden a tomar cursos de acción extremos, los enfermeros abordan las decisiones sobre el bienestar del niño, en detrimento de las necesidades de la madre como mujer trabajadora.

RESUMO Objetivo: Compreender a deliberação moral de enfermeiros diante de um problema ético envolvendo o aleitamento materno. Método: Estudo qualitativo, fundamentado no referencial teórico-metodológico da bioética deliberativa. A coleta de dados foi através de entrevista orientada por vinheta e os resultados foram organizados por análise temática. Resultados: Os enfermeiros tendem a assumir cursos de ações intermediários, todavia, são encontrados cursos de ação extremos. Considerações finais: Quando tendem a cursos de ação extremos, os enfermeiros acercam-se das decisões voltadas para o bem-estar da criança, em detrimento das necessidades da mãe, enquanto mulher trabalhadora.
Descritores: Cuidado da Criança/psicologia
Obrigações Morais
Enfermeiras e Enfermeiros/psicologia
-Aleitamento Materno/psicologia
Cuidado da Criança/organização & administração
Cuidado da Criança/tendências
Tomada de Decisões
Pesquisa Qualitativa
Ética em Enfermagem
Enfermeiras e Enfermeiros/tendências
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960781
Autor: Fruet, Isolina Maria Alberto; Dalmolin, Graziele de Lima; Barlem, Edison Luiz Devos; Silva, Rosangela Marion da; Andolhe, Rafaela.
Título: Aplicabilidade da Moral Distress Scale adaptada no cenário da enfermagem em hemato-oncologia / Aplicabilidad de Moral Distress Scale adaptada el escenario de enfermería en hemato-oncologia / Applicability of the adapted Moral Distress Scale in the context of nursing in hemato-oncology services
Fonte: Rev. gaúch. enferm;38(4):e63060, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Verificar a aplicabilidade da Moral Distress Scale adaptada no cenário da enfermagem em hemato-oncologia de um hospital universitário. MÉTODO Estudo transversal realizado com 46 trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário do sul do Brasil, com coleta de dados no período de dezembro/2014 a março/2015 por meio da Moral Distress Scale adaptada. Para análise dos dados foram utilizados análise fatorial, alfa de Cronbach e estatística descritiva. RESULTADOS A análise fatorial resultou no agrupamento de 26 questões validadas emtrês fatores, Falta de Competência da Equipe, Negação do Papel da Enfermagem como Advogada do Paciente e Desrespeito à Autonomia do Paciente. O alfa de Cronbach do instrumento foi 0,98. CONCLUSÃO Constatou-se que a Moral Distress Scale adaptada apresenta-se como uma ferramenta adequada para identificação do sofrimento moral nos trabalhadores de enfermagem de hemato-oncologia.

Resumen OBJETIVO Verificar el aplicabilidad de la Moral Distress Scale adaptada en el entorno de enfermería en hemato-oncología de un hospital universitario. MÉTODO Estudio transversal con 46 trabajadores de enfermería de un hospital universitario en el sur de Brasil, con la recogida de dados a partir de diciembre/2014 a marzo/2015 mediante la Moral Distress Scale adaptada. Para el análisis de datos se utilizo el análisis factorial, alfa de Cronbach y la estadística descriptiva. RESULTADOS El análisis de factores resultó en el grupo de 26 preguntas validadas en tres factores: Falta de competência del equipo de trabajo, Negación del papel de la enfermería como abogada del paciente y Falta de respeto a la autonomía del paciente. Alfa de Cronbach del instrumento fue de 0,98. CONCLUSIÓN Se encontró que la Moral Distress Scale adaptada se presenta como una herramienta adecuada para identificar la angustia moral en los trabajadores de enfermería de hemato-oncología.

Abstract OBJECTIVE To verify the applicability of the adapted Moral Distress Scale in the nursing setting of the hemato-oncology sector of a university hospital. METHOD Cross-sectional study conducted with 46 nursing workers of a university hospital in the southern region of Brazil with data collected between December 2014 and March 2015 by means of the adapted Moral Distress Scale. Factor analysis, Cronbach's alpha, and descriptive statistics were used to analyze the data. RESULTS Factor analysis resulted in a group of 26 questions validated based on three factors: Lack of Competence in the Team, Denial of the Nursing Role as the Patient's Advocate, and Disrespect for the Patient's Autonomy. Cronbach's alpha of the instrument was 0.98. CONCLUSION This study showed that the adapted Moral Distress Scale is an appropriate instrument for the identification of moral distress in nursing workers in the hemato-oncology area.
Descritores: Estresse Psicológico/diagnóstico
Índice de Gravidade de Doença
Inquéritos e Questionários
Serviço Hospitalar de Oncologia
Obrigações Morais
Assistentes de Enfermagem/psicologia
Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital/psicologia
-Enfermagem Oncológica/ética
Estresse Psicológico/etiologia
Brasil
Adaptação Psicológica
Estudos Transversais
Conflito Psicológico
Relações Médico-Enfermeiro
Emoções
Hospitais Universitários
Pessoa de Meia-Idade
Neoplasias/enfermagem
Relações Enfermeiro-Paciente
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-655431
Autor: Kottow , Miguel.
Título: La falacia terapéutica / A falácia terapêutica / The therapeutic misconception
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);20(2):201-208, maio-ago. 2012.
Idioma: en; es.
Resumo: La falacia terapéutica tiene servido para negar la legítima esperanza de pacientes ?sujetos de investigación? que se incorporan a estudios clínicos Fase III para obtener beneficios clínicos directos. Esta ?falacia? busca ratificar los esfuerzos de investigadores en negar la diferencia entre estudios terapéuticos que benefician directamente los afectados e estudios no terapéuticos, que incorporan sujetos a investigaciones totalmente aisladas de sus necesidades. En países con populaciones pobres, precaria educación y acceso a servicios médicos, se intentan reclutar participantes ofreciendo terapias no disponibles localmente; obvio abuso das legítimas esperanzas de estos pacientes de acceder a estas indispensables terapias que les son prometidas al interior de las investigaciones. Así, la falacia terapéutica torna-se un modo de justificar a negativa de ofrecer beneficios médicos a los reclutados constituyendo sesgo de trasgresión ética, especialmente nos países en los cuales el participante no tienen expectativa de tratamiento. Esta justificada expectativa de los reclutados que ingresan en estudios clínicos aleatorios es argumento adicional contra el uso de placebo.

A falácia terapêutica tem servido para negar a legítima esperança de pacientes ?sujeitos da pesquisa? que se incorporam a estudos clínicos Fase III para obter benefícios clínicos diretos. Esta ?falácia? busca ratificar os esforços de pesquisadores em negar a diferença entre estudos terapêuticos que beneficiam diretamente os afetados e estudos não terapêuticos, que incorporam sujeitos a pesquisas totalmente distanciadas de suas necessidades. Em países com populações pobres, precária educação e acesso a serviços médicos, se tentam recrutar participantes oferecendo terapias não disponíveis localmente; óbvio abuso das legítimas esperanças destes pacientes terem acesso às indispensáveis terapias, prometidas pelas pesquisas. Assim, a falácia terapêutica torna-se um modo de justificar a negativa de oferecer benefícios médicos aos recrutados constituindo viés de transgressão ética, especialmente nos países nos quais o participante não tem expectativa de tratamento. Esta justificada expectativa daqueles que ingressam em estudos clínicos randomizados constitui argumento adicional contra o uso de placebo.

The therapeutic misconception has been described as the ?research subjects? unwarranted expectations of obtaining medical benefits by participating in clinical trials. Thus, researchers have found a new conceptual instrument to deny that research ought to be of benefit to subjects involved, once again disregarding the difference between therapeutic and non therapeutic clinical trials. This paper argues that patients involved in research are justified and in fact entitled to expect therapeutic benefits from their participation in research protocols, because the sick should only be recruited for such therapeutic trials as designed to improve their medical condition, and ought never to be involved in non therapeutic research and the risks involved. Insisting that therapeutic expectations research subjects constitute a misguided and erroneous attitude, is an unethical bias when applied to countries with precarious medical services. Subjects with unmet medical needs will willingly participate in research that might be the only way of obtaining badly required medication, an expectation that is obviously understandable and in no way fallacious. These justified expectations will be thwarted in those who randomly fall into the control group, thus delivering an additional argument against the use of placebos.
Descritores: Pesquisa
Ensaio Clínico
Obrigações Morais
Sujeitos da Pesquisa
Mal-Entendido Terapêutico
Experimentação Humana
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Spíndola, Thelma
Id: lil-407329
Autor: Veloso, Raquel Coutinho; Spindola, Thelma.
Título: A percepção do cliente hospitalizado acerca de seus direitos e deveres / The hospitalized patient's perception about his rights and duties
Fonte: Rev. enferm. UERJ;13(1):38-43, jan.-abr. 2005.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo de natureza qualitativa tendo como objetivo identificar a percepção do paciente acerca dos direitos e deveres numa perspectiva compreensiva, utilizando a abordagem fenomenológica. O cenário foi um Hospital Geral Público do Município do Rio de Janeiro, em 2001. Aos clientes internados que concordaram em participar da pesquisa foi apresentada a questão orientadora: como você percebe seus direitos e deveres durante a sua internação? Os dez depoimentos apresentados foram analisados seguindo os passos da análise fenomenológica. As falas denotam que o paciente desconhece seus direitos e deveres e, muitas vezes, adota uma atitude conformista sentindo receio em exteriorizar seus sentimentos em relação aos profissionais de saúde, temendo represálias. Percebem que os profissionais preocupam-se apenas com sua doença, não os valorizando como pessoa. Concluiu-se que há necessidade de se criar estratégias para a atuação dos profissionais de saúde junto aos pacientes, que resgatem a cidadania, respeitando os aspectos éticos nas ações de saúde.
Descritores: Hospitais Municipais
Pacientes Internados
Direitos do Paciente
Equipe de Assistência ao Paciente
Percepção
-Brasil
Obrigações Morais
Limites: Humanos
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  5 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1034711
Autor: Ruiz Ríos, Alma Elizabeth; Nava Galán, Ma Guadalupe.
Título: Cuidadores: responsabilidades-obligaciones / Caregivers: responsibilities-obligations
Fonte: Rev. enferm. neurol;11(3):163-169, sep.- dic. 2012.
Idioma: es.
Resumo: El objetivo de este ensayo es conocer las responsabilidades y obligaciones de los cuidadores desde diferentes disciplinas; esta reflexión busca influir en el cuidador para evitar complicaciones.

The objective of this paper know the responsibilities and obligations of caregivers from different disciplines; this reflection influences the caregiver to avoid complications.
Descritores: Cuidadores/tendências
Cuidadores
Obrigações Morais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: MX380.1 - Coordianción de Investigación en Enfermería


  6 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-614440
Autor: Bergel, Salvador Darío.
Título: El acceso a los logros de la ciencia como tema bioético / O acesso a os benefícios da ciência como tema bioético / The access to the achievements of science as a bioethical topic
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);19(1), jan.-abr. 2011.
Idioma: en; pt.
Resumo: De diversos foros se vem reclamando como tema central na agenda dos países subdesenvolvidos a repartição equitativa de benefícios da ciência. Hoje o mundo vive um processo notável no que se refere ao avanço das ciências e tecnologias. Não obstante, os benefícios que deles derivam seconcentram no Norte. A iniquidade na repartição de benefícios aumenta o hiato que separa os países desenvolvidos dos subdesenvolvidos, o que, em definitivo, impõe maior dependência. Isto, além de ser um problema político, tem profundas implicações bioéticas, o que justifica que aDeclaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos da Unesco, de 2005, se refira reiteradamente a ele. A privatização e a mercantilização do conhecimento conspiram decididamente contra o desenvolvimento econômico e humano do Sul, vulnerando o nível de vida de suas populações.

Desde diversos foros se viene reclamando como un tema central en la agenda de los países subdesarrollados el reparto equitativo de los beneficios de la ciencia. Hoy el mundo vive un proceso notable en lo que se refiere al avance de las ciencias y las tecnologías. No obstante, losbeneficios que de ello derivan se concentran en el Norte. La inequidad en el reparto de los beneficios acrecienta la brecha que separa a los países desarrollados de los subdesarrollados, lo que en definitiva impone una mayor dependencia. Esto, a la par de ser un problema político tieneprofundas implicancias bioéticas, lo que justifica que la Declaración Universal de la UNESCO de 2005 se refiera reiteradamente a él. La privatización y la mercantilización del conocimiento conspiran decididamente contra el desarrollo económico y humano del Sur, vulnerando el nivel de vida de sus pobladores.

In many forums has been claimed the need of establishing as a central topic in the agenda of the underdeveloped countries the equitable distribution of the benefits of science. Nowadays, the world is enjoying a remarkable process about science and technology progress. Nevertheless, benefits yielded from it concentrate in the North. The inequity in the distribution of benefits increases the gap between developed and underdeveloped countries, which ultimately causes greater dependence. This, besides being a political problem has also deep consequences for bioethics, which justifies UNESCO?s Universal Declaration on Bioethics of 2005 referring to it repeatedly. The mercantile approach and privatization of knowledge strongly conspire against economic and human development in the South, infringing the standard of living of its people.
Descritores: Conhecimento
Equidade
Equidade na Alocação de Recursos
Equidade no Acesso aos Serviços de Saúde
Obrigações Morais
Propriedade Intelectual
Tecnologia
Ética em Pesquisa
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  7 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-715799
Autor: Schramm, Fermín Roland.
Título: Existe el deber ciudadano de participar en la investigación? / Is it the duty of every citizen to participate in clinical research?
Fonte: Medwave;12(5), jun. 2012.
Idioma: es.
Resumo: El fenómeno complejo de la globalización, considerado por muchos como la principal característica de las sociedades contemporáneas, no está exento de contradicciones y cuestionamientos de tipo analítico-conceptual, así como éticas y políticas. En este sentido se pueden distinguir por lo menos tres clases de interpretaciones del fenómeno: como una continuidad, entendida como desarrollo y radicalización de los contenidos de la modernidad; como una ruptura con relación a ésta; o como una hibridación entre ruptura y continuidad. Es en este contexto dialéctico, en medio de un mundo globalizado, que debe inscribirse la cuestión de si existe o no el deber moral de cualquier ciudadano de participar en una investigación científica que involucre a seres humanos. Pero para poder responder de manera argumentativamente satisfactoria, se debe analizar el significado de estos posibles nuevos deberes del ciudadano, requeridos por el sistema-mundo en rápida transformación y complejización. Este sistema es al mismo tiempo más integrado y mas diferenciado -e indicado por los términos polisémicos globalización y ciudadanía-, considerando que este tipo de deberes implican, en principio, la mejoría del estado de salud y del bienestar de individuos y poblaciones humanas, pero que pueden implicar también efectos ética y políticamente cuestionables, debiendo considerarse tales deberes como siendo tan solo deberes prima facie.

The complex phenomenon of globalization, considered by many as the main feature of contemporary societies, is not without contradictions and questions of type analítico-conceptual, as well as ethics and policies. At least three kinds of interpretations of the phenomenon can be distinguished in this sense: as a continuity, understood as development and radicalization of the contents of modernity; as a break in relation to it; or as a hybridization between rupture and continuity. It is in this dialectical context in a globalized world, which must become the question of whether or not there is the moral duty of every citizen to participate in a research involving human beings. But to answer argumentativamente satisfactorily, the meaning of these possible new duties of the citizen, required by the world system in rapidly changing and ever should be discussed. This system is at the same time more integrated and more differentiated - and indicated by the polysemic words globalization and citizenship-, considering that this type of duties involve, in principle, the improvement of the State of health and well-being of individuals and populations, but that they can also involve ethically and politically questionable effects, these duties shall be considered as being only duties prima facie.
Descritores: Pesquisa Biomédica
CITIZEN PARTICIPATION
Internacionalidade
Obrigações Morais
-Bioética
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  8 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-705578
Autor: Parra S, Darío.
Título: La obligación de informar al paciente: Cuestiones sobre el derecho a ser informado / The obligation to inform the patient: Issues on the right to be informed
Fonte: Rev. méd. Chile;141(12):1578-1583, dic. 2013.
Idioma: es.
Resumo: This article aims to analyze, from a legal perspective, the boundaries of the obligation imposed on health care providers to inform the patient. This requirement originated and was developed as an ethical issue. However, with the newly approved law regulating the rights and duties of patients, the obligation to inform can be viewed from prisms and principles that differ from those governing medical ethics. With this purpose, we will focus on the comparative experience, which will allow us to evaluate the responsibility of health care providers when this duty is breached. We will try to answer the following questions: Which medical information must be informed to the patient? When should the doctor inform the patient? In which form should this information be provided?.
Descritores: Consentimento Livre e Esclarecido/legislação & jurisprudência
Obrigações Morais
Relações Médico-Paciente
Educação de Pacientes como Assunto/legislação & jurisprudência
-Termos de Consentimento/legislação & jurisprudência
Direitos do Paciente/legislação & jurisprudência
Limites: Humanos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  9 / 23 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-699552
Autor: Colegio Médico de Honduras. Consejo Editorial de la Revista Médica Hondureña.
Título: Quienes se benefician y como se estructuran los comités de ética asistencial / Benefits and it structure of clinical ethics committees
Fonte: Rev. méd. hondur;80(3):126-129, jul.-sept. 2012.
Idioma: es.
Descritores: Bioética
Declaração de Helsinki/história
Ética Médica
-Comissão de Ética
Obrigações Morais
Limites: Humanos
Responsável: HN1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  10 / 23 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-699528
Autor: Sandoval, Nelly Jeaneth.
Título: Comités éticos asistenciales / Healthcare ethics committees
Fonte: Rev. méd. hondur;80(2):45-45, abr.- jun. 2012.
Idioma: es.
Descritores: Comissão de Ética
Ética Médica
Prática Profissional/ética
-Assistência à Saúde
Obrigações Morais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: HN1.1 - Biblioteca Médica Nacional



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde