Base de dados : LILACS
Pesquisa : F02.463.425.952.747 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4 [refinar]
Mostrando: 1 .. 4   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 4 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bueno, Orlando F. A
Bertolucci, Paulo H. F
Abrisqueta-Gomez, Jacqueline
Texto completo
Id: lil-486181
Autor: Bueno, Orlando F. A; Bertolucci, Paulo H. F; Oliveira, Maria Gabriela M; Abrisqueta-Gomez, Jacqueline.
Título: Effects of semantic relations, repetition of words, and list length in word list recall of Alzheimer's patients / Efeitos da relação semântica, repetição de palavras e extensão das listas na recordação de pacientes com doença de Alzheimer
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;66(2b):312-317, jun. 2008. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: INTRODUCTION: Semantic relations among words and repetition enhance free recall, but it is unknown if these facilitating factors are effective in dementia. METHOD: Alzheimer's patients (MILD-Alz, MOD-Alz) were compared to healthy elderly. Fifteen-word lists were read out to the subjects. In four sets of lists the words in intermediary input positions were semantically related or not, or the midlist words were repeated, or they were repeated and semantically related. RESULTS: The usual third peak of recall of semantically related words was not observed in MOD-Alz, repetition of words did not increase recall of the patients, and the combination of relatedness and repetition benefited only MID-Alz. In a second experiment, with related or unrelated midlist words, and list length shortened from 15 to 9 words, semantic facilitation was observed in mild and moderate Alzheimer´s patients, although diminished compared to controls. CONCLUSION: Progression of dementia turns facilitating factors of recall less effective.

INTRODUÇÃO: Relacionamento semântico e repetição facilitam a recordação livre mas não se sabe se esses fatores continuam efetivos na demência. MÉTODO: O desempenho de pacientes com doença de Alzheimer (MILD-Alz e MOD-Alz) foi comparado com o de idosos sadios na recordação livre de listas de 15 palavras, utilizando quatro diferentes conjuntos de listas que continham ou não palavras relacionadas nas posições intermediárias, palavras repetidas, ou ainda palavras repetidas e semanticamente relacionadas. RESULTADOS: O terceiro pico usual na recordação das palavras semanticamente relacionadas não foi observado em MOD-Alz; a repetição não aumentou a recordação dos pacientes; a combinação de relacionamento e repetição beneficiou apenas MILD-Alz. Em outro experimento, com palavras intermediárias relacionadas ou não, e em que a extensão das listas foi reduzida para 9 palavras, observou-se facilitação semântica em MILD-Alz e MOD-Alz. CONCLUSÃO: A progressão da demência diminui a eficácia de fatores facilitadores da recordação.
Descritores: Doença de Alzheimer/psicologia
Transtornos da Linguagem/psicologia
Rememoração Mental/fisiologia
Semântica
Aprendizagem Verbal/fisiologia
-Análise de Variância
Doença de Alzheimer/fisiopatologia
Estudos de Casos e Controles
Escolaridade
Transtornos da Linguagem/fisiopatologia
Testes Neuropsicológicos
Aprendizagem por Associação de Pares/fisiologia
Aprendizagem Seriada/fisiologia
Limites: Idoso
Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-443631
Autor: Corona, A. P; Pereira, L. D; Ferrite, S; Rossi, A. G.
Título: Memória seqüencial verbal de três e quatro sílabas em escolares / Sequential verbal memory for three and four syllables in school children
Fonte: Pró-fono;17(1):27-36, jan.-apr. 2005. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: BACKGROUND: Auditory memory ability. AIM: To characterize the auditory memory ability for verbal sequences in children with ages ranging from 3 to 12 years. METHOD: A memory test for verbal sequences was used, as well as a variation with the addition of one syllable to each sequence. Participants were 223 students of public and private schools. RESULTS: All subjects repeated at least two out of the three sequences of three syllables. At the age of nine, they were capable of repeating all of the three sequences. At the age of six, they repeated at least two out of the three sequences of four syllables. CONCLUSION: The behavioral responses to verbal sounds presented in sequences, improves as children grow older. Children of private schools demonstrated an earlier development of this ability.

Tema: habilidade auditiva de memória. Objetivo: caracterizar a habilidade auditiva de memória seqüencial verbal em crianças de três a 12 anos. Método: aplicou-se o teste de memória seqüencial verbal e uma modificação deste pelo acréscimo de uma sílaba a cada seqüência, em 223 escolares, do ensino público e privado. Resultados: todos repetiram corretamente pelo menos duas das três seqüências de três sílabas. Aos nove anos, foram capazes derepetir as três seqüências. Aos seis anos, repetiram pelo menos duas das três seqüências de quatro sílabas. Conclusão: as respostas comportamentais para sons verbais emseqüência melhoram com o avanço da idade. As crianças de escola privada apresentaram evolução mais precoce dessa habilidade.
Descritores: Memória/fisiologia
Testes Neuropsicológicos
Percepção Auditiva/fisiologia
Aprendizagem Seriada
-Fatores Etários
Estudos Transversais
Aprendizagem por Discriminação
Idioma
Limites: Criança
Pré-Escolar
Feminino
Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 4 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Tani, Go
Id: lil-147274
Autor: Públio, Nestor Soares; Tani, Go.
Título: Aprendizagem de habilidades motoras seriadas da ginástica olímpica / The learning of olympic gymnastics serial skills
Fonte: Rev. paul. educ. fís;7(1):58-68, jan.-jun. 1993. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo do presente estudo foi investigar a aprendizagem de habilidades seriadas da ginástica olímpica, através da realizaçäo de dois experimentos numa situaçäo real de ensino-aprendizagem. As seguintes condiçöes de aprendizagem foram testadas: por partes, pelo todo, por combinaçäo e por adiçäo. No experimento 1 participaram 39 crianças de ambos os sexos, na faixa etária de 7 a 11 anos, que foram distribuídas em três grupos homogêneos em funçäo dos resultados da avaliaçäo de entrada. A tarefa motora seriada foi composta por cinco seqüências de exercícios e foi praticada durante 19 sessöes de 30 minutos cada. Três condiçöes de aprendizagem foram testadas neste experimento: por partes (GP), por combinaçäo (GC) e por adiçäo (GA). Os resultados da análise de variância de um fator mostraram diferença significante a nível de 0,05 a favor do GP em relaçäo ao GC. No experimento 2 participaram 12 crianças, com características semelhantes áquelas do experimento 1, que foram distribuidas por duas condiçöes de aprendizagem: pelo todo (GT) e por adiçäo (GA). A mesma tarefa do experimento 1 foi praticada durante 10 sessöes de 30 minutos cada. O teste U de Mann Whitney detectou diferença significante a favor do GA. Estes resultados corroboram as proposiçöes de Naylon & Briggs no sentido de que a aquisiçäo de habilidades de alta complexidade e baixa organizaçäo é favorecida pela aprendizagem por partes
Descritores: Ginástica
Destreza Motora
Aprendizagem Seriada
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 4 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Manoel, Edison de Jesus
Id: lil-147260
Autor: Manoel, Edison de Jesus.
Título: Controles ótimos e adaptativo na aquisiçäo de habilidades motoras seriadas / Optimal and adaptive controls in the acquisition of serial motor skills
Fonte: Rev. paul. educ. fís;6(2):3-20, jul.-dez. 1992. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Habilidades motoras säo mantidas num estado provisório. Por um lado, elas säo estáveis, padronizadas e flexíveis para atingir uma meta imediata. Por outro lado, elas podem se tornar instáveis, desordenadas e inconsistentes quando novas metas necessitam ser alcançadas. A aquisiçäo do primeiro controle ótimo - é restringida pela necessidade do segundo - controle adaptativo. Uma série de estudos foi executada para investigar as seguintes questöes: se o controle ótimo é caracterizado p[or um "timing" relativo invariante; se o controle adaptativo seria beneficiado pela estrutura temporal previamente adquirida; se crianças säo diferentes de adultos nas duas questöes prévias. Oito sujeitos participaram do estudo, cinco adultos e três crianças (6, 8, e 11 anos de idade), numa tarefa motora seriada. O tempo total de resposta e de seus componentes foram medidos. Os resultados indicaram que: (1) o controle ótimo foi adquirido com um "timing" relativo invariante para adultos e crianças; (2) o controle adaptativo foi fortemente baseado nessa estrutura, em todos os sujeitos. O contraste entre a variabilidade dos componentes e a consistêncioa do tempo total de resposta sugere que a variaçäo na micro-estrutura da habilidade pode ser mais importante do que a invariância na macro-estrutura em relaçäo a aquisiçäo de controle adaptativo
Descritores: Destreza Motora/fisiologia
Aprendizagem Seriada/fisiologia
-Fatores de Tempo
Limites: Criança
Adulto
Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde