Base de dados : LILACS
Pesquisa : F02.463.593.200.390 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 19 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 19 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-741658
Autor: Durgin, Frank H.
Título: Angular scale expansion theory and the misperception of egocentric distance in locomotor space
Fonte: Psychol. neurosci. (Impr.);7(3):253-260, July-Dec. 2014. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Perception is crucial for the control of action, but perception need not be scaled accurately to produce accurate actions. This paper reviews evidence for an elegant new theory of locomotor space perception that is based on the dense coding of angular declination so that action control may be guided by richer feedback. The theory accounts for why so much direct-estimation data suggests that egocentric distance is underestimated despite the fact that action measures have been interpreted as indicating accurate perception. Actions are calibrated to the perceived scale of space and thus action measures are typically unable to distinguish systematic (e.g., linearly scaled) misperception from accurate perception. Whereas subjective reports of the scaling of linear extent are difficult to evaluate in absolute terms, study of the scaling of perceived angles (which exist in a known scale, delimited by vertical and horizontal) provides new evidence regarding the perceptual scaling of locomotor space.
Descritores: Percepção de Distância
Percepção Espacial
-Psicofísica
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  2 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-741657
Autor: Loomis, Jack M.
Título: Three theories for reconciling the linearity of egocentric distance perception with distortion of shape on the ground plane
Fonte: Psychol. neurosci. (Impr.);7(3):245-251, July-Dec. 2014. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The focus here is on the paradoxical finding that whereas visually perceived egocentric distance is proportional to physical distance out to at least 20 m under full-cue viewing, there are large distortions of shape within the same range, reflecting a large anisotropy of depth and frontal extents on the ground plane. Three theories of visual space perception are presented, theories that are relevant to understanding this paradoxical result. The theory by Foley, Ribeiro-Filho, and Da Silva is based on the idea that when the visual system computes the length of a visible extent, the effective visual angle is a non-linear increasing function of the actual visual angle. The theory of Durgin and Li is based on the idea that two angular measures, optical slant and angular declination, are over-perceived. The theory of Ooi and He is based on both a default perceptual representation of the ground surface in the absence of visual cues and the "sequential surface integration process" whereby an internal representation of the visible ground surface is constructed starting from beneath the observer's feet and extending outward.
Descritores: Percepção de Profundidade
Percepção de Distância
Distorção da Percepção
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  3 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-684638
Autor: Lima, Alex Vieira; Fermino, Rogério César; Oliveira, Marcelo Ponestki; Rodriguez Añez, Ciro Romelio; Reis, Rodrigo Siqueira.
Título: Distância percebida até as instalações de lazer e sua associação com a prática de atividade física e de exercícios em adolescentes de Curitiba, Paraná, Brasil / Perceived distance to recreational facilities and the association with physical activity and exercise among adolescents in Curitiba, Paraná State, Brazil / La percepción de la distancia a las instalaciones de ocio y su relación con la actividad física y el ejercicio en los adolescentes de Curitiba, Paraná, Brasil
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;29(8):1507-1521, Ago. 2013. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi verificar a associação entre a distância percebida até instalações de lazer (parques, praças, academias, ginásios e ciclovias) com a prática de atividade física e de exercícios em adolescentes de Curitiba, Paraná, Brasil. Estudo transversal realizado com amostra representativa de 1.474 adolescentes (14-18 anos), alunos da rede pública de ensino. Foi verificada associação inversa entre a distância > 31 minutos até academias e ginásios com a prática de atividade física nos meninos (RP = 0,78; IC95%: 0,69-0,88 e RP = 0,79; IC95%: 0,66-0,95, respectivamente). O número de instalações próximas da residência associou-se positivamente com a prática de atividade física nos meninos (RP = 1,18; IC95%: 1,04-1,34). Para as meninas, a distância > 31 minutos até um ginásio apresentou associação inversa com a prática de exercícios de força (RP = 0,93; IC95%: 0,87-0,99). Esses achados sugerem que a distância e a quantidade de instalações de lazer no bairro podem afetar o padrão de atividade física de adolescentes, sendo essa relação diferente entre os sexos.

The aim of this study was to verify the association between perceived distance to recreational facilities (parks, gyms, sports courts, and bike lanes) for physical activity and exercise among adolescents in Curitiba, Paraná State, Brazil. A cross-sectional study was conducted with a representative sample of 1,474 adolescents (14-18 years) enrolled in public schools. There was an inverse association between distance (> 31 minutes) to gyms and sports courts and physical activity among boys (PR = 0.78; 95%CI: 0.69-0.88 and PR = 0.79; 95%CI: 0.66-0.95, respectively). The number of facilities near home was positively associated with physical activity in boys (PR = 1.18; 95%CI: 1.04-1.34). Among girls, distance (> 31 minutes) to sports courts was inversely associated with strength training (PR = 0.93; 95%CI: 0.87-0.99). The findings suggest that distance from home and number of recreational facilities in the neighborhood may affect patterns of physical activity among adolescents and that the association differs between boys and girls.

El objetivo de este estudio fue investigar la asociación entre la distancia percibida a instalaciones recreativas (parques, gimnasios, gimnasios y carriles-bici) para la práctica de actividad física y el ejercicio en los adolescentes de Curitiba, Paraná, Brasil. Es un estudio transversal con una muestra representativa de 1.474 adolescentes (14-18 años), estudiantes de escuelas públicas. Se observó una asociación inversa entre la distancia > 31 minutos hasta los gimnasios y centros de acondicionamiento físico con la práctica de la actividad física de los niños (RP = 0,78; IC95%: 0,69-0,88 y RP = 0,79; IC95%: 0,66-0,95, respectivamente). El número de lugares cerca de la residencia se asoció positivamente con la práctica de la actividad física de los niños (RP = 1,18; IC95%: 1,04-1,34). Para las niñas, la distancia > 31 minutos a un gimnasio se asoció inversamente con el ejercicio del poder (RP = 0,93; IC95%: 0,87-0,99). Estos hallazgos sugieren que la distancia y la cantidad de instalaciones de ocio en la zona puede afectar el patrón de actividad física de los adolescentes, diferenciándose esta relación entre sexos.
Descritores: Percepção de Distância/fisiologia
Atividade Motora/fisiologia
Logradouros Públicos/estatística & dados numéricos
Recreação/fisiologia
-Brasil
Estudos Transversais
Recreação/psicologia
Fatores Sexuais
Limites: Adolescente
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-678168
Autor: Ferrer-Blasco, Teresa; García-Lázaro, Santiago; Albarrán-Diego, César; Pérez-Vives, Cari; Montés-Micó, Robert.
Título: Contrast sensitivity after refractive lens exchange with a multifocal diffractive aspheric intraocular lens / Sensibilidad al contraste tras cirugía de cristalino transparente con lente intraocular multifocal asférica difractiva
Fonte: Arq. bras. oftalmol;76(2):63-68, mar.-abr. 2013. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To evaluate distance and near contrast sensitivity (CS) under photopic and mesopic conditions before and after refractive lens exchange (RLE) and implantation of the aspheric AcrySof®ReSTOR® (SN6AD3 model) intraocular lens (IOL). METHODS:Seventy-four eyes of 37 patients after RLE underwent bilateral implantation with the aspheric AcrySof ReSTOR IOL. The patient sample was divided into myopic and hyperopic groups. Monocular uncorrected visual acuity at distance and near (UCVA and UCNVA, respectively) and monocular best corrected visual acuity at distance and near (BCVA and BCNVA, respectively) were measured before and 6 months postoperatively. Monocular CS function was measured at three different luminance levels (85, 5 and 2.5 cd/m²) before and after RLE. Post-implantation results at 6 months were compared with those found before surgery. RESULTS: Our results revealed that patients in both groups obtained good UCVA and BCVA after RLE at distance and near vision in relation to pre-surgery values. No statistically significant differences were found between the values of CS pre and post-RLE at distance and near, at any lighting condition and spatial frequency (p>0.002). CONCLUSIONS: Refractive lens exchange with aspheric AcrySof ReSTOR IOL in myopic and hyperopic population provided good visual function and yield good distance and near CS under photopic and mesopic conditions.

PROPÓSITO: El propósito de este estudio fue evaluar la sensibilidad al contraste antes de la extracción de cristalino transparente y tras la implantación de la lente intraocular asférica AcrySof®ReSTOR® (SN6AD3) bajo condiciones fotópicas y mesópicas. MÉTODOS: Se estudiaron 74 ojos de 37 pacientes tras ser sometidos a cirugía de cristalino transparente bilateral con la lente intraocular AcrySof ReSTOR (SN6AD3 model). Los pacientes fueron divididos en dos grupos: miopes e hipermétropes. A ambos grupos se les midió antes y a los 6 meses de la intervención quirúrgica la agudeza visual con la mejor corrección monocular en visión de lejos y de cerca, y la agudeza visual monocular no corregida para visión de lejos y de cerca. La función de sensibilidad al contraste fue medida a tres diferentes niveles de iluminación (85, 5 y 2.5 cd/m²) antes y después de la cirugía. Los resultados post-quirúrgicos a 6 meses fueron comparados con los pre-quirúrgicos. RESULTADOS: Los pacientes de ambos grupos mostraron buenos niveles de agudeza visual no corregida y con la mejor corrección tras la implantación de la lente intraocular para visión de lejos y cerca en comparación a los valores pre-quirúrgicos. No se encontraron diferencias estadísticamente significativas entre los valores pre y post-quirúrgicos de sensibilidad al contraste para cualquier distancia, frecuencia espacial o nivel de iluminación (p>0,002). CONCLUSIONES: La cirugía de cristalino transparente con la lente intraocular asférica AcrySof ReSTOR en pacientes miopes e hipermétropes proporciona una buena función visual en visión de lejos y de cerca bajo condiciones fotópicas y mesópicas.
Descritores: Sensibilidades de Contraste/fisiologia
Hiperopia/cirurgia
Implante de Lente Intraocular
Lentes Intraoculares
Miopia/cirurgia
-Extração de Catarata
Percepção de Distância
Hiperopia/fisiopatologia
Miopia/fisiopatologia
Estudos Prospectivos
Visão Monocular/fisiologia
Acuidade Visual/fisiologia
Limites: Idoso
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-557894
Autor: Mora, Rodrigo.
Título: Moviéndose con la mente y el cuerpo: entendiendo la diferencia entre planear y realizar rutas en el espacio construido / Moving with the mind and the body: understanding the gap between planning and executing routes in the built environment
Fonte: Fractal rev. psicol;22(2):373-384, maio-ago. 2010. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Este escrito estudió hasta qué punto las personas, al momento de ir de un punto A a uno B, realizan las rutas planeadas previamente, y si éstas son idénticas para ir que para volver. Se pidió a 42 participantes estudiar un plano del campus principal de la UTFSM, y trazar las rutas que eligirían para ir entre dos pares de puntos. Una vez terminada esta tarea, los participantes debieron recorrer en la realidad las rutas trazadas. Los resultados mostraron que las rutas trazadas en papel no necesariamente coincidieron con las rutas realizadas en terreno, y que, en la mayoría de los casos, las rutas A-B/B-A y X-Y/Y-X no fueron simétricas. Se concluye sugiriendo que los criterios de elección de ruta cambian porque el razonamiento espacial de las personas es inherentemente situado, esto es, moldeado por el entorno en que se lleva a cabo.

This paper is concerned with route behavior in people. Specifically, it aims to better understand whether people follow routes planned in advance, and whether these routes are identical irrespective of the direction of travel. A total of 42 participants (27 belonging to UTFSM and 15 from outside) were asked to trace routed between a pair of points in a map of the campus. After that, they were brought to these places and asked to physically navigate these routes. The main results showed that planned routes were not necessarily employed in real-world scenarios, and that people often changed routes depending on the direction of travel. These results suggest that route choice criteria are somehow dependant on contextual information.
Descritores: Percepção de Distância
Orientação
Percepção Espacial
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR13.2 - Biblioteca Central de Gragoatá


  6 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-461182
Autor: Torro-Alves, Nelson; Fukusima, Sérgio Sheiji.
Título: Gradientes de textura com linhas de perspectiva e horizonte amplificam a superestimação de tamanho relativo em espaços pictóricos / Texture gradients with perspective lines and horizon amplify the overestimation of relative size in pictorial spaces
Fonte: Psicol. reflex. crit;20(1):35-42, 2007. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Comparações de tamanhos relativos em espaços representados pictoricamente foram investigadas sob influência de informações de profundidade. Quarenta participantes ajustaram, pelo método das escadas, os tamanhos de retângulos brancos no campo visual superior para serem percebidos como iguais aos tamanhos de cartas de baralho apresentadas no campo visual inferior. Durante a apresentação dos estímulos, informações pictóricas de profundidade eram disponibilizadas no fundo da tela do computador e os participantes foram solicitados a tipificar a estratégia utilizada para julgar os tamanhos percebidos. A linha do horizonte e o gradiente de linhas de perspectiva favoreceram a superestimação dos tamanhos percebidos em cerca de 8 por cento e 12 por cento, respectivamente, e as comparações de tamanho foram coerentes com a constância de tamanho.

Comparisons of relative size in pictorial spaces under the influence of depth cues were investigated. Using the staircase method, 40 participants adjusted the sizes of blank cards presented in the upper visual field to the size of playing cards presented in the lower visual field. During the presentation of the stimuli, pictorial depth cues were displayed in the computer screen and participants were asked to typify the strategy used to judge the perceived sizes. The horizon and the perspective line gradient contributed to the overestimation of the perceived size of blank cards in about 8 and 12 percent, respectively, and size comparisons were coherent with the constancy of size.
Descritores: Percepção de Distância
Percepção de Tamanho
Percepção Visual
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Responsável: BR574.2 - Biblioteca


  7 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Silva, José Aparecido da
Texto completo
Id: lil-420832
Autor: Silva, José Aparecido da; Aznar-Casanova, José Antonio; Pinto-Ribeiro Filho, Nilton; Santillán, Javier Enrique.
Título: Acerca da métrica da percepcão do espaco visual / On the metric of visual space
Fonte: Arq. bras. oftalmol;69(1):127-135, jan.-fev. 2006.
Idioma: pt.
Resumo: Nesta revisão, analisamos diferentes aspectos relacionados à métrica da percepcão visual. Atencão especial foi dada à mensuracão de distância egocêntrica (distância de um observador a um objeto) e à mensuracão de distância exocêntrica (distância entre dois objetos, ou partes de um objeto). Além disso, foram, brevemente, consideradas as teorias, a natureza dos indícios de distância, os tipos de indicadores de distância percebida, e os ambientes nos quais as distâncias são mensuradas. Concluímos que, a relacão entre distância percebida e distância real não reflete uma simples transformacão de sua contraparte física; em vez disso, esta relacão depende substancialmente do ambiente no qual as distâncias são estimadas bem como da combinacão de indícios de distância presente neste ambiente.
Descritores: Percepção de Distância/fisiologia
Percepção Espacial/fisiologia
Percepção Visual/fisiologia
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Alves, Nelson Torro
Texto completo
Id: lil-415489
Autor: Alves, Nelson Torro; Fukusima, Sérgio Sheiji.
Título: Efeitos de instruções e do horizonte nos julgamentos de tamanhos relativos pictóricos / Effects of instructions and of the horizon on judgments of pictorial relative sizes
Fonte: Psicol. teor. pesqui;21(2):157-162, maio-ago. 2005. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi investigar o papel das instruções de julgamento e de informações pictóricas de profundidade na percepção de tamanho relativo. No experimento, os observadores escolheram qual dentre dois retângulos (estímulo-padrão e teste) apresentados na tela de um computador era o mais alto. Os observadores foram divididos em grupos de acordo com as instruções de julgamento (aparente ou objetivo) recebidas e o tipo de gradiente de textura no qual eram apresentados os estímulos. Os julgamentos não foram afetados pela textura, mas predominantemente pelas instruções experimentais. Instruções de julgamento aparente apresentaram maiores erros relativos e favoreceram a subestimação de tamanho do estímulo-teste, enquanto instruções de julgamento objetivo favoreceram a superestimação de tamanho. A presença da linha do horizonte promoveu maior acurácia nos julgamentos de tamanho relativo. Instruções de julgamento e altura do horizonte mostraram-se, portanto, como fatores importantes na determinação dos julgamentos de tamanhos relativos percebidos visualmente.
Descritores: Percepção Visual
-Percepção de Distância
Instruções
Percepção de Tamanho
Limites: Adulto
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  9 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-392786
Autor: Mauerberg-Decastro, Eliane; Paula, Adriana Inês de; Tavares, Carolina Paioli; Moraes, Renato.
Título: Orientação espacial em adultos com deficiência visual: efeitos de um treinamento de navegação / Effects of navigation training on orientation tasks by blind adults
Fonte: Psicol. reflex. crit;17(2):199-210, 2004. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: CNPq.
Resumo: O objetivo deste estudo foi demonstrar se um programa de navegação pode ajudar indivíduos com deficiência visual a melhorar a acurácia na orientação dinâmica. Nove participantes com deficiência visual retornaram a um ponto de partida após percorrer rotas em linha reta e triangular. Pré e pós-avaliações foram feitas entre um período de 4 meses, durante o qual o treinamento com navegação foi realizado. Entre pré e pós-teste, erros relativos de desvios angulares (ERDA) foram diferentes apenas na tarefa em linha reta. O valor de ERDA foi maior na tarefa em linha reta possivelmente por causa da magnitude do giro inicial antes de retornar ao ponto de partida (i.e., 180°) em contraste com a tarefa triângulo (i.e., 45°). Conclui-se que, em tarefas de orientação, os erros no desvio angular dependem da amplitude do giro inicial ao retornar para o ponto de partida. Ainda, a acurácia na manutenção da direção é influenciada por um treinamento específico com navegação.
Descritores: Percepção de Distância
Pessoas com Deficiência Visual/psicologia
Percepção Espacial
Limites: Meia-Idade
Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  10 / 19 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Ades, Cesar
Texto completo
Id: lil-386577
Autor: Oliveira, Dilmar A. G; Ades, César.
Título: Long-distance calls in Neotropical primates
Fonte: An. acad. bras. ciênc;76(2):393-398, jun. 2004.
Idioma: en.
Resumo: Chamados de longo alcance são comuns em primatas. Muitas pesquisas enfocaram tais vocalizaçäes em uma única ou em poucas espécies, enquanto poucos estudos lidaram com padräes mais gerais dentro da ordem. As características comuns que geralmente distinguem estas vocalizaçäes são relacionadas com a transmissão de sons a longa distância. As funçäes propostas para estas vocalizaçäes podem ser divididas entre intragrupais e extragrupais. Funçäes extragrupais se relacionam com a defesa e atração de parceiros sexuais ou com a defesa de recursos, enquanto as funçäes intragrupais envolvem coordenação intragrupal ou alarme. Entre os primatas neotropicais, diversas espécies exibem chamados de longo alcance que parecem mais associados à coordenação intragrupal, principalmente entre os atelinos. Os calitriquídeos possuem chamados de longo alcance que são usados tanto na coordenação intragrupal como em disputas ou espaçamento entre grupos. Exemplos de chamados de longo alcance extragrupais são os duetos dos sauás e os rugidos e latidos dos bugios. Existe considerável complexidade e gradação nos repertórios de chamados de longo alcance de alguns primatas neotropicais, sendo que os chamados das fêmeas são provavelmente mais importantes do que se costuma pensar, em espécies que não emitem duetos. Estudos futuros devem enfocar padräes predominantes na evolução de chamados de longo alcance em primatas, incluindo a filogênese dos repertórios de chamados e as relaçäes entre forma e função nestes sinais.
Descritores: Cebidae
Percepção de Distância
Comportamento Social
Vocalização Animal
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde