Base de dados : LILACS
Pesquisa : F02.463.593.504.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 21 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 21 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-767263
Autor: Dantas, G; Laste, G; Rozisky, JR; Torres, ILS; Ferreira, MBC.
Título: Tiopental altera a resposta nociceptiva de ratos jovens em longo prazo / Thiopental alters long term nociceptive response of young rats
Fonte: Rev. ciênc. farm. básica apl;36(2), jun. 2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: The objective of this study was to evaluate the long term nociceptive response determined by use of two general anesthetics, one intravenous and the other inhalatory, in young animals. In the first experiment, the animals of 21 days of age were divided into control (saline) and thiopental (35 mg/kg, i.p.) groups. In the second experiment, rats of the same age were divided in two groups ­ halothane (2%) and control. In experiment 1, there was difference between groups ­ reduction of tail-flick latency in the group thiopental (P< 0.05). In experiment 2, there were no differences between groups or interaction between time versus group (F(1,19)=0.11 for groups, P>0.05; F(1,19)=0.032 for the interaction, P>0.05). The results obtained in this study showed that halothane did not alter the nociceptive response in young animals. However, the thiopental induced hyperalgesic response in rats. (AU)

O objetivo desse estudo foi avaliar a resposta nociceptiva a longo prazo relacionada ao uso de dois anestésicos gerais ­ um intravenoso e outro inalatório, em animais jovens. No primeiro experimento, os animais de 21 dias de idade foram divididos nos grupos controle (solução salina) e tiopental sódico (35 mg/kg, i.p.). No segundo experimento, animais de mesma idade foram divididos em dois grupos ­ halotano (2%) e controle. No Experimento 1, houve redução da latência de retirada da cauda no grupo tiopental (P<0,05). No Experimento 2, não houve diferença entre os grupos ou interação entre grupo x tempo (F(1,19)=0,11 para grupos, P>0,05; F(1,19)=0,032 para a interação, P>0,05). Os resultados obtidos nesse estudo demonstraram que o halotano não altera a resposta nociceptiva em animais jovens. Entretanto, o tiopental induziu resposta hiperalgésica nestes ratos.(AU)
Descritores: Tempo de Reação
Tiopental/administração & dosagem
Nociceptividade/efeitos dos fármacos
Halotano/administração & dosagem
-Ratos Wistar
Anestésicos Intravenosos
Anestésicos Inalatórios
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  2 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1041998
Autor: Abdullayev, Ruslan; Uludag, Oznur; Celik, Bulent.
Título: Analgesia Nociception Index: assessment of acute postoperative pain / Índice de Analgesia/Nocicepção: avaliação da dor aguda pós-operatória
Fonte: Rev. bras. anestesiol;69(4):396-402, July-Aug. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: TIPFMAP.
Resumo: Abstract Background and objectives Patient self-rating based scales such as Numerical Rating Scale, Visual Analog Scale that is used for postoperative pain assessment may be problematic in geriatric or critically ill patients with communication problems. A method capable of the assessment of pain in objective manner has been searched for years. Analgesia nociception index, which is based on electrocardiographic data reflecting parasympathetic activity, has been proposed for this. In this study we aimed to investigate the effectiveness of analgesia nociception index as a tool for acute postoperative pain assessment. Our hypothesis was that analgesia nociception index may have good correlation with Numerical Rating Scale values. Methods A total of 120 patients of American Society of Anesthesiologists (ASA) physical status I and II undergoing any surgical procedure under halogenated-based anesthesia with fentanyl or remifentanil were enrolled for the study. At the 15th minute of arrival to the Postoperative Care Unit the patients' pain was rated on a 0-10 point Numerical Rating Scale. The patients' heart rate, blood pressure, and analgesia nociception index scores were simultaneously measured at that time. The correlation between analgesia nociception index, heart rate, blood pressure and Numerical Rating Scale was examined. Results The study was completed with 107 patients, of which 46 were males (43%). Mean (SD) analgesia nociception index values were significantly higher in patients with initial Numerical Rating Scale ≤3, compared with Numerical Rating Scale >3 (69.1 [13.4] vs. 58.1 [12.9] respectively, p < 0.001). A significant negative linear relationship (r 2 = -0.312, p = 0.001) was observed between analgesia nociception index and Numerical Rating Scale. Conclusion Analgesia nociception index measurements at postoperative period after volatile agent and opioid-based anesthesia correlate well with subjective Numerical Rating Scale scores.

Resumo Justificativa e objetivo As escalas baseadas na autoavaliação de pacientes, como a Escala Visual Numérica e a Escala Visual Analógica, que são usadas para avaliar a dor pós-operatória podem ser problemáticas em pacientes geriátricos ou em estado crítico com problemas de comunicação. Portanto, um método capaz de avaliar a dor de maneira objetiva vem sendo pesquisado há anos. O índice de analgesia/nocicepção, baseado em dados eletrocardiográficos que refletem a atividade parassimpática, tem sido proposto para tal avaliação. Neste estudo, objetivamos investigar a eficácia do índice de analgesia/nocicepção como uma ferramenta para a avaliação da dor pós-operatória aguda. Nossa hipótese foi que o índice de analgesia/nocicepção pode ter boa correlação com os valores da Escala de Classificação Numérica. Métodos Um total de 120 pacientes com estado físico ASA I e II, submetidos a qualquer procedimento cirúrgico com o uso de anestésicos halogenados associados a fentanil ou remifentanil, foi incluído no estudo. No 15º minuto após a chegada à sala de recuperação pós-anestesia, a dor dos pacientes foi avaliada em uma escala numérica de 0-10 pontos. Os escores de frequência cardíaca, pressão arterial e o índice de analgesia/nocicepção dos pacientes foram medidos simultaneamente naquele momento. A correlação entre o índice de analgesia/nocicepção, frequência cardíaca, pressão arterial e a Escala Visual Numérica foi avaliada. Resultados O estudo foi concluído com 107 pacientes, dos quais 46 eram do sexo masculino (43%). Os valores da média (DP) do índice de analgesia/nocicepção foram significativamente maiores nos pacientes com valor inicial na Escala Visual Numérica ≤ 3, em comparação com valor na mesma escala > 3 (69,1 [13,4] vs. 58,1 [12,9], respectivamente, p < 0,001). Uma relação linear negativa significativa (r2 = -0,312, p = 0,001) foi observada entre o índice de analgesia/nocicepção e a Escala Visual Numérica. Conclusão As mensurações do índice de analgesia/nocicepção no pós-operatório após anestesia com agentes halogenados e opioides mostraram boa correlação com os escores subjetivos da Escala Visual Numérica.
Descritores: Medição da Dor/métodos
Dor Aguda/diagnóstico
Nociceptividade/efeitos dos fármacos
Analgesia/métodos
-Dor Pós-Operatória/diagnóstico
Dor Pós-Operatória/prevenção & controle
Fentanila/administração & dosagem
Estudos Prospectivos
Dor Aguda/prevenção & controle
Remifentanil/administração & dosagem
Analgésicos Opioides/administração & dosagem
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-796564
Autor: Salazar-Granara, Alberto Alcibíades; Arizanca-Callata, Cynthia Evelyn; Cerón-Uribe, Escarlet Inés; Custodio-Aguilar, Jesús Rafael; Hernández-Luján, Amanda Liset; Munayco-Castro, Luis; Pante-Medina, Juan Carlos.
Título: Efecto antinociceptivo y sobre la neuroconducta de la amitriptilina en dosis escalonada en roedores / Amitriptyline effect on the antinociception and the neurobehavior in escalation dose in rodents
Fonte: Acta méd. peru;32(2):99-106, abr.-jun.2015. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Evaluar el efecto antinociceptivo agudo y sobre la neuroconducta de la amitriptilina en dosis escalonadas. Materiales y métodos. Se utilizaron 82 ratones de aproximadamente 28 g, distribuidos en 10 grupos; se les suministró vía oral: agua destilada (0,1 mL/10 g), tramadol (20 mg/Kg), cafeína (32 mg/Kg), diazepam (32 mg/Kg)y amitriptilina en dosis escalonada (10-50 mg/Kg). Se emplearon las pruebas de la ôplaca calienteõ y de Irwin. Se aplicaron las pruebas estadísticas de ANOVA, Tukey, coeficiente de correlación de Pearson y la exacta de Fisher. Resultados. La amitriptilina incrementó el umbral del dolor según el incremento de la dosis administrada, de 30 a 50 mg/Kg (p < 0,05; IC 95%). En las mismas dosis, se observó la presencia de sedación en 46,9%, 56,2%, y 81,2%, respectivamente. Conclusiones. Se demostró la acción antinociceptiva aguda de la amitriptilina y su relación dosis-respuesta en el rango de 30-50 mg/Kg, asimismo, se describieron manifestaciones neuroconductuales como: sedación, piloerección, incoordinación motora, salto, respiración anormal y marcha anormal...

Objective. To evaluate the antinociceptive effect in acute pain and neurobehavioral of amitriptyline in dose response. Materials and methods. It was used 82 mice of approximately 28 g, distributed in 10 groups. It was given by orally: distilled water (0.1 ml/10 g), tramadol (20 mg/Kg), caffeine (32 mg/Kg), diazepam (32 mg/Kg), and amitriptyline, in doses staggered (10 to 50 mg/Kg). These were used the hot plate test and the Irwin test. The statistics validation was made trougth the next test: one way ANOVA, Tukey, Pearson correlation coefficient and the Fisher exact test. Results. Amitriptyline increased the pain threshold by increasing the administered dose of 30 to 50 mg / kg (p <0.05; 95% CI). At the same doses, it was shown presence of sedation in 46.9, 56.2% and 81.2%, respectively. Conclusions. It was demonstrated the aninociceptive acute effect of amitriptyline. Also, it was shown sedation, piloerection, motor incoordination, jumping, abnormal breathing, and abnormal gait...
Descritores: Amitriptilina/administração & dosagem
Dor Nociceptiva
Nociceptividade
Camundongos
Limites: Animais
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  4 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-840289
Autor: Malanotte, Jéssica Aline; Kakihata, Camila Mayumi Martin; Karvat, Jhenifer; Brancalhão, Rose Meire Costa; Ribeiro, Lucinéia de Fátima Chasko; Bertolini, Gladson Ricardo Flor.
Título: Jumping in aquatic environment after sciatic nerve compression: nociceptive evaluation and morphological characteristics of the soleus muscle of Wistar rats / Salto em meio aquático após compressão de nervo isquiático: avaliação nociceptiva e características morfológicas do músculo sóleo de ratos Wistar
Fonte: Einstein (Säo Paulo);15(1):77-84, Jan.-Mar. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To evaluate the effect of jumping in aquatic environment on nociception and in the soleus muscle of trained and not trained Wistar rats, in the treatment of compressive neuropathy of the sciatic nerve. Methods Twenty-five Wistar rats were distributed into five groups: Control, Lesion, Trained + Lesion, Lesion + Exercise, and Trained + Lesion + Exercise. The training was jumping exercise in water environment for 20 days prior to injury, and treatment after the injury. Nociception was evaluated in two occasions, before injury and seven after injury. On the last day of the experiment, the right soleus muscles were collected, processed and analyzed as to morphology and morphometry. Results In the assessment of nociception in the injury site, the Control Group had higher average than the rest, and the Lesion Group was larger than the Trained + Lesion and Lesion + Exercise Groups. The Control Group showed higher nociceptive threshold in paw, compared to the others. In the morphometric analysis, in relation to Control Group, all the injured groups showed decreased muscle fiber area, and in the Lesion Group was lower than in the Lesion + Exercise Group and Trained + Lesion Group. Considering the diameter of the muscle fiber, the Control Group had a higher average than the Trained + Lesion Group and the Trained + Lesion + Exercise Group; and the Lesion Group showed an average lower than the Trained + Lesion and Lesion + Exercise Groups. Conclusion Resistance exercise produced increased nociception. When performed prior or after nerve damage, it proved effective in avoiding hypotrophy. The combination of the two protocols led to decrease in diameter and area of the muscle fiber.

RESUMO Objetivo Avaliar os efeitos do salto em meio aquático, na nocicepção e no músculo sóleo, em ratos Wistar treinados e não treinados, no tratamento de neuropatia compressiva do nervo isquiático. Métodos Foram distribuídos em cinco grupos 25 ratos Wistar: Controle, Lesão, Treinado + Lesão, Lesão + Exercício e Treinado + Lesão + Exercício. O treino foi com exercício de salto em meio aquático durante 20 dias, prévio à lesão, e o tratamento ocorreu após a lesão. Foram realizadas avaliações da nocicepção, sendo uma pré-lesão e sete pós-lesão. No último dia de experimento, os músculos sóleos direitos foram coletados, processados e analisados por meio de morfologia e morfometria. Resultados Na avaliação da nocicepção no local da lesão, o Grupo Controle apresentou média maior que os demais, e o Grupo Lesão foi maior que os Grupos Treinado + Lesão e Lesão + Exercício. O Grupo Controle apresentou limiar nociceptivo na pata maior com relação aos demais. Nas análises morfométricas, em relação ao Grupo Controle, todos os grupos lesionados apresentaram diminuição da área da fibra muscular; o Grupo Lesão apresentou-se menor que os Grupos Treinado + Lesão e Lesão + Exercício. No diâmetro da fibra muscular, o Grupo Controle apresentou média maior que os Grupos Treinado + Lesão e Treinado + Lesão + Exercício, e o Grupo Lesão apresentou média menor que os Grupos Treinado + Lesão e Lesão + Exercício. Conclusão O exercício físico resistido produziu aumento da nocicepção. Quando realizado previamente ou após a lesão nervosa, mostrou-se eficaz em evitar a hipotrofia. A associação dos dois protocolos levou à diminuição do diâmetro e da área da fibra muscular.
Descritores: Músculo Esquelético/fisiopatologia
Neuropatia Ciática/fisiopatologia
Neuropatia Ciática/terapia
Nociceptividade/fisiologia
Hidroterapia/métodos
Síndromes de Compressão Nervosa/fisiopatologia
Síndromes de Compressão Nervosa/terapia
-Condicionamento Físico Animal/fisiologia
Valores de Referência
Fatores de Tempo
Distribuição Aleatória
Reprodutibilidade dos Testes
Resultado do Tratamento
Ratos Wistar
Limites: Animais
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-978538
Autor: Pérez Ruiz, Andrés Orestes; Jiménez Gutiérrez, Madelaine Bárbara; Vega Cisneros, Leonardo.
Título: Regiones del encéfalo vinculadas a la interpretación del dolor / Regions of the brain involved with the interpretation of the pain
Fonte: Rev. habanera cienc. méd;17(3):386-395, mayo.-jun. 2018. graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: Entre el lugar del daño tisular y la percepción del dolor, ocurre una serie de eventos electroquímicos que se conocen como nocicepción y comprenden cuatro procesos neurofisiológicos conocidos como: transducción, transmisión, modulación y percepción. Objetivo: Aportar información actualizada sobre las regiones del encéfalo vinculadas a la interpretación del dolor. Material y Método: Se realizó una revisión bibliográfica, con vistas a esclarecer la interpretación de la señal nociceptiva. Se consultaron treinta y cinco artículos científicos, se determinó escoger un total de veintinueve por su relación directa con el propósito de la búsqueda, veintitrés de los cuales corresponden a los últimos 5 años publicados en revistas internacionales y nacionales. Desarrollo: Los axones nociceptivos se clasifican como A δ; y C, participan en la conducción de los potenciales de acción de la periferia al sistema nervioso central. La transmisión de la señal en forma de potenciales de acción se descodifica en áreas relacionadas con aspectos cognoscitivos, afectivo, emocional y conductual del dolor. Este disímil conjunto de estructuras se reconoce en la actualidad como matriz encefálica del dolor. Conclusiones: La matriz del dolor, corresponde a áreas encefálicas como las cortezas somestésicas SI y SII, implicadas en el aspecto discriminativo del dolor. La corteza cingulada anterior y la corteza insular están asociadas al componente afectivo emocional del dolor(AU)

Introduction: A series of electrochemical events called nociception occur between the tissue damage and the perception of pain. They include four neurophysiological processes known as: transduction, transmission, perception, and modulation. Objective: To provide up-to-date information about the regions of the brain involved with the interpretation of pain. Material and Method: A bibliographic review was carried out with the aim of clarifying the interpretation of the nociceptive signal. Thirty-five scientific articles were consulted, and a total of twenty-nine were chosen due to their direct relationship with the aim of the search, twenty-three of which correspond to the last five years of publication in national and international journals. Development: Nociceptive axons are classified as Aδ; and C, and participate in the conduction of action potential of the peripheral nervous system (PNS). The transmission of the signal in the form of action potential is decoded in areas related to cognoscitive, affective, and emotional aspects, and the behavioral area of pain. This dissimilar group of structures is recognized at present as the brain matrix of pain. Conclusions: The pain matrix corresponds to brain areas such as SI and SII somatosensory cortices, implied in the discriminative aspect of pain. Both the anterior cingulate cortex (ACC) and the anterior insular cortex (AIC) are associated with the emotional and affective component of pain(AU)
Descritores: Dor
Encéfalo
Percepção da Dor/fisiologia
Nociceptividade/fisiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  6 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tudury, Eduardo Alberto
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-895505
Autor: Araújo, Bruno Martins; Fernandes, Thaíza Helena Tavares; Baraúna Junior, Durval; Bonelli, Marília de Albuquerque; Amorim, Marcela Maria de Almeida; Tudury, Eduardo Alberto.
Título: Desenvolvimento de caminhar espinal em cães paraplégicos com fraturas e luxações vertebrais toracolombares / Development of spinal walking in paraplegic dogs with thoracolumbar spinal fractures/luxations
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(8):853-858, Aug. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Fraturas e luxações vertebrais (FLV) toracolombares estão dentre as afecções neurológicas mais frequentes na neurologia veterinária. São um dos distúrbios mais graves e desafiadores, devido ao elevado risco de paralisia permanente, levando muitos animais a serem submetidos à eutanásia, devido ao prognóstico desfavorável nos animais que perderam a nocicepção. Objetivou-se descrever as bases neurofisiológicas responsáveis pelo desenvolvimento do caminhar espinal e analisar, em 37 cães acometidos por FLV toracolombares, os dados referentes à taxa de recuperação dos animais com e sem nocicepção. Naqueles sem nocicepção, analisou-se ainda a frequência dos animais que desenvolveram caminhar espinal e o período médio para seu aparecimento. Em relação ao grau da lesão a as taxas de recuperação, 14/37 animais (37,8%) possuíam nocicepção, no qual a taxa de recuperação da deambulação voluntaria e das funções viscerais foi de 100%. Enquanto que 23/37 animais (62,1%) perderam a nocicepção, no qual nenhum recuperou a deambulação voluntária, ocorrendo morte por causas diversas em sete destes. Dos 16 animais sem nocicepção sobreviventes e que foram submetidos ao tratamento conservativo ou cirúrgico, cinco (31,25%) readquiriram a capacidade de caminhar (tempo médio de 115 dias) sem recuperar a nocicepção, sendo esta deambulação involuntária atribuída ao caminhar espinal. De acordo com os resultados desta pesquisa, o parâmetro isolado da perda da nocicepção não deve desencorajar a realização da terapia, pois em cães paraplégicos com FLV toracolombares, há possibilidade de ocorrer desenvolvimento de deambulação involuntária.(AU)

Thoracolumbar vertebral fractures and luxations (VFL) are one of the most common neurological disorders in veterinary neurology and one of the most serious and challenging disorders due to the high risk of permanent paralysis, leading many dogs to be euthanized without treatment due to the reports of unfavorable prognosis about ambulation in animals that lost nociception. This study aimed to describe the neurophysiologic bases responsible for the development of the spinal walking and examine in 37 dogs affected with thoracolumbar VFL, data relating to the recovery rate of animals with and without nociceptionIn those without nociception was analyzed the frequency of the spinal walking animals that developed for its appearance, and the average period was established. Regarding the degree of injury to recovery rates, 14/37 dogs (37.8%) had nociception, in which the rate of recovery of voluntary ambulation was 100%. While 23/37 dogs (62.1%) lost the nociception, where no voluntary ambulation was regained ambulation, occurred death from various causes in seven of these. From 16 dogs without nociception and survivors who underwent conservative or surgical treatment, five (31.25%) regained the ability to walk without regaining nociception; this was attributed to spinal walking, where the average time for their development was 115 days. According to the results of this study, the single parameter of loss of the nociception should not discourage the therapy, as paraplegic dogs with thoracolumbar VFL can develop involuntary ambulation.(AU)
Descritores: Paraplegia/veterinária
Fraturas da Coluna Vertebral/terapia
Fraturas da Coluna Vertebral/veterinária
Nociceptividade
/veterinária
FREEZE FRACTURING9/veterinária
-Traumatismos Torácicos/veterinária
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Mazzanti, Alexandre
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-895502
Autor: Chaves, Rafael O; Polidoro, Dakir N; Feranti, João P. S; Fabretti, Andrei K; Copat, Bruna; Gomes, Lucas A; Mazzanti, Alexandre.
Título: Avaliação clínica de cães com doença do disco intervertebral (Hansen tipo I) submetidos à descompressão cirúrgica: 110 casos / Clinical evaluation of dogs with intervertebral disc disease (Hansen type I) submitted to surgical decompression: 110 cases
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;37(8):835-839, Aug. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi identificar cães com doença do disco intervertebral toracolombar (Hansen tipo I) submetidos ao tratamento cirúrgico em um serviço de rotina em neurologia de um hospital veterinário universitário no período de 2006 a 2014, e obter informações a respeito da idade, do sexo, da raça, local da extrusão, interpretação da mielografia, avaliação dos graus de disfunção neurológica, recuperação funcional desses cães e observar a ocorrência de recidiva dos sinais clínicos da doença. A raça mais frequente foi Dachshund (69%), seguida dos cães sem raça definida (14,5%). Os locais mais afetados foram entre T12-T13 (31,9%) e L1-L2 (19,1%). Dos 110 cães, 74 (67,3%) tiveram melhora dos sinais clínicos após o procedimento cirúrgico, sendo 54 (49,1%) considerados satisfatórios e 20 (18,2%), parcialmente satisfatórios. Destes cães, seis (8,1%) cães estavam em grau II, 19 (25,7%) em grau III, 35 (47,3%) em grau IV e 14 (18,9%) em grau V. Pode-se concluir que o tratamento cirúrgico promove recuperação funcional satisfatória na maioria dos cães com extrusão de disco toracolombar. O prognóstico para recuperação funcional após o tratamento cirúrgico é tanto melhor quanto menor for o grau de disfunção neurológica e o percentual de recidiva é baixo em animais submetidos a este tipo de terapia.(AU)

The aim of this study was to identify dogs with thoracolumbar intervertebral disc disease (Hansen type I) submitted for surgical treatment on a routine service in neurology in a university veterinary hospital in 2006-2014, and to get information about age, sex, breed, site of extrusion, interpretation of myelography, evaluation of the degree of neurological dysfunction, functional recovery of these dogs, and to verify the recurrence of clinical signs of disease. The most common breed was Dachshund (69%), followed by mixed breed (14.5%). The most affected sites were between T12-T13 (31.9%) and L1-L2 (19.1%). Of the 110 dogs, 74 (67.3%) improved clinical signs after surgery, 54 (49.1%) satisfactory and 20 (18.2%), in part satisfactory. From these dogs, six (8.1%) dogs were in grade II, 19 (25.7%) in grade III, 35 (47.3%) in grade IV, and 14 (18.9%) in grade V. It can be concluded that satisfactory surgical treatment promotes functional recovery in most dogs with thoracolumbar disk extrusion. The prognosis for functional recovery after surgical treatment is better the lower the degree of neurological dysfunction and the recurrence percentage is lower in dogs subjected to this type of therapy.(AU)
Descritores: Descompressão Cirúrgica/veterinária
Degeneração do Disco Intervertebral/veterinária
Nociceptividade
Disco Intervertebral/cirurgia
-Doenças da Medula Espinal/veterinária
Hérnia/veterinária
Limites: Animais
Cães
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-972046
Autor: Silveira, Sarah Sanders.
Título: Avaliação da atividade muscular mastigatória, nocicepção associada e participação do sistemaendocanabinoide no comportamento bruxismo-símile em ratos.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2016. 111 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O aumento da atividade muscular mastigatória é considerado uma resposta física de mudanças no estado emocional. O estresse e a ansiedade aumentam a atividade mioelétrica dos músculos do sistema estomatognático, com resultante aumento das parafunções, como apertamento dos dentes.O bruxismo é uma atividade parafuncional diurna ou noturna, incluindo apertamento ou ranger os dentes. Tem forte associação com a dor miofascial mastigatória, uma dor facial crônica dos músculos mastigatórios com possível bloqueio e limitação da abertura de boca.Osistema endocanabinoide é composto pelos receptores canabinoides, pelos ligantes endógenos (endocanabinoides) e proteínas responsáveis pelo seu metabolismo.Os endocanabinoides estão envolvidos em diferentes funções fisiológicas e patológicas, como imunomodulação, inflamação e analgesia.A ação antinociceptiva dos canabinoides tem sido demonstrada em vários modelos experimentais de dor, porém, não há relatos na literatura do envolvimento dos canabinoides na nocicepção associada à hiperatividade muscular emsituações de hábitos parafuncionais. O objetivo da presente pesquisafoi estudar a atividade muscular mastigatóriae a nocicepção associada em modelo de estresse emocional em ratos e o envolvimento do sistema endocanabinoide. O estudo foi aprovado pela Comissão de Ética em Pesquisa Animal da Universidade Federal do Ceará (nº 35/13)...

The increased masticatory muscle activity is considered a physical response to changes in emotional state. Stress and anxiety increase the myoelectric activity of the stomatognathic system muscles, with resulting parafunctions increase, as teeth clenching.Bruxism is a diurnal or nocturnal parafunctional activity including clenching or teeth grinding.Bruxism is strongly associated with the masticatory myofascial pain, a chronic facial pain of the masticatory muscles with possible blockage and limited mouth opening.The endocannabinoid system consists of cannabinoid receptors by the endogenous ligands (endocannabinoids) and proteins responsible for its metabolism.Endocannabinoids are involved in different physiological and pathological functions. The antinociceptive action of cannabinoids has beeshown in several experimental models of pain, but there are no literature reports of cannabinoids involvement in nociception associated with muscle hyperactivity in parafunctional habits situations. The aim of this study was to study the masticatory muscle activity and nociception associated in emotional stress model in rats and the endocannabinoid system involvement. The study was approved by the Animal Research Ethics Committee of the Federal University of Ceará (N° 35/13)...
Descritores: Bruxismo
Estresse Psicológico
Nociceptividade
Limites: Humanos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1


  9 / 21 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870972
Autor: Cury, Rubens Gisbert.
Título: Efeitos da estimulação cerebral profunda bilateral do núcleo subtalâmico sobre a sensibilidade e a dor em indivíduos com doença de Parkinson idiopática / Effects of bilateral deep brain stimulation of the subthalamic nucleus on sensibility and pain in patients with Parkinson's disease.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. [276] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A Doença de Parkinson (DP) é causada pela degeneração progressiva de neurônios no sistema nervoso central, principalmente os neurônios dopaminérgicos nigroestriatais, levando a sintomas motores como a bradicinesia, rigidez e tremor. Os sintomas não motores (SNM), como a dor, estão presentes em muitos doentes e representam um impacto negativo na qualidade de vida. A estimulação encefálica profunda é um tratamento bem estabelecido para o tratamento dos sintomas motores da DP. Entretanto, o seu impacto sobre os sintomas não motores ainda é bastante desconhecido. O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos da EEP sobre as diferentes características da dor e sensibilidade, e de outros SNM nos indivíduos com DP. Foram avaliados 41 indivíduos com diagnóstico de DP (14 do sexo feminino), idade de 60 ± 10,4 anos, com 15 ± 7,6 anos da duração da doença e estágio intermediário de evolução (Escala de Hoehn & Yahr = 2,80 ± 0,64). Os doentes foram submetidos a implante de sistema de estimulação bilateral do núcleo subtalâmico guiado por eletrofisiologia intraoperatória. Foram avaliados, prospectivamente, antes e um ano após, o procedimento de forma encoberta. O desfecho principal foi a mudança da prevalência da dor após a cirurgia. Os desfechos secundários incluíam mudanças nos sintomas motores (UPDRS parte III), na qualidade de vida (escala SF-36), na avaliação de humor (Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão [EHAD]), nos outros sintomas não motores (Escala dos sintomas não motores [ESNM]) e nas características da dor. Foram avaliadas as dimensões da dor (questionário de McGill), a intensidade e o impacto nas atividades de vida diária da dor (escala visual analógica da dor [EVA], inventário breve da dor [IBD]), a presença de dor neuropática (Douleur Neuropathique-4 Questionnaire [DN-4]) e o perfil dos sintomas neuropáticos (inventário de sintomas de dor neuropática (ISDN), o perfil de catastrofismo da dor (Escala catastrófica da dor [ECD]) e os limiares...

Parkinson disease (PD) is caused by progressive degeneration of neurons throughout the nervous system, especially the dopamine neurons, leading to motor symptoms as bradykinesia, rigidity and tremor. Non-motor symptoms (NMS), such as pain, are present in a large proportion of Parkinson's disease patients and have a major negative impact on patients quality of life. Subthalamic deep brain stimulation has gained general use in the management of motor symptoms in these patients. However, its impact on non-motor symptoms remains largely unknown. The aim of this study was to evaluate the effect of subthalamic deep brain stimulation (STN-DBS) on the different characteristics of pain, sensibility and other NMS in patients with PD. Forty-one patients with PD were evaluated (14 female), mean age 60 ± 10,4 years. The mean duration of the disease was 15 ± 7.6 years, and the Hoehn & Yahr off-medication score was 2.80 ± 0.64. The patients underwent stereotactic implantation of bilateral subthalamic nucleus stimulation system guided by intraoperative electrophysiology. They were evaluated before and 01 year after surgery. The primary outcome was change in pain prevalence after surgery. Secondary outcome measures were changes in motor function (PDRS part III), quality of life (SF-36 scale), presence of NMS (Non-motor symptoms scale [NMSS] and Hospital Anxiety and Depression Scale [HADS]), and characteristics of pain. We evaluated pain dimensions (Short Form of McGill Pain Questionnaire [MPQ]), pain intensity and impact of pain in daily activities (Brief Pain Inventory [BPI] and Visual Analogic Scale [VAS]), presence of neuropathic pain (Douleur Neuropathique-4 Questionnaire [DN-4]) and its symptom profile (Neuropathic Pain Symptom Inventory [NPSI]), catastrophizing (Pain Catatrosphizing Scale [PCS]) and the sensory thresholds throught the quantitative sensory threshold test. The prevalence of pain changed from 70% to 21% after surgery (p < 0.001). There were also...
Descritores: Dor Crônica
Estimulação Encefálica Profunda
Nociceptividade
Doença de Parkinson
Qualidade de Vida
Limiar Sensorial
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  10 / 21 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859684
Autor: Moraes, Elzira Diniz de; Zaia, Cássia Thaís Bussamara Vieira; Zaia, Dimas Augusto Morozin; Santos, Angelo Alexander Torres dos; Ribeiro, Rachel Cezar de Andrade; Silva, Andreia Lopes da.
Título: Effect of pain related of sex and estrous cycle on blood plasma glucose, free fatty acids and corticosterone in rats / Resposta de dor relacionada ao sexo e ciclo estral em concentrações plasmáticas de glicose, ácidos graxos livres e corticosterona em ratos
Fonte: Acta sci., Biol. sci;34(4):451-456, Oct.-Dec. 2012. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Sex differences related with pain have been studied and evidences suggesting influence of sex steroid hormones on the thresholds of pain. Experimental nociception has been test using formalin as a model of nociceptive stimulus. Association of stress, pain and metabolic and hormonal changes has not been explored. The aim of this study was to compare metabolic and hormonal changes between male rats and female rats in proestrus and estrus cycle after painful stimulus by formalin into the masseter muscle. Male and female Wistar rats (200-250 g b.w.) were submitted to an injection of formalin (F, 1.5%) or saline (S, 9.9%) into the masseter muscle and after 0 (N, control group without injection), 5, 15, 30 or 60 minutes they were decapitate and blood was collected to measure biochemical parameters. Plasma estradiol concentration (pg dL-1) was significantly higher in proestrus (106.3  4.3, n = 45, p < 0.05) group compared to the estrous group (89.4  3.5, n = 43). Blood plasma concentration of glucose (mg dL-1) was increased after 5 and 15 minutes of injection of formalin or saline in the animals, but in the estrus group the increase was bigger than in the others. Free fatty acids levels increased in the estrous group after 5, 15 and 30 minutes and also the corticosterone levels and these concentrations were significantly different (p < 0.05) from either male or female animals in proestrus state. The results obtained suggesting that estradiol is related to a sensibility to pain and the estrus stage is related to stress and the estrous cycle has a modulator effect on pain and nociceptive sensibility.

Estudos experimentais têm demonstrado a existência de diferenças sexuais na resposta de dor, e as evidências sugerem a influência de hormônios sexuais na experiência dolorosa. O objetivo deste estudo foi o de comparar as alterações metabólicas e hormonais entre machos e fêmeas em proestro e estro após o estímulo doloroso por formalina no músculo masseter. Ratos machos e fêmeas Wistar (peso: 200-250 g) foram submetidos a uma injeção de formalina (grupo F, 1,5%) ou salina (grupo S, 9,9%) no músculo masseter e depois de 0 (grupo N, controle sem injeção), 5, 15, 30 ou 60 minutos foram decapitados e retirou­se o sangue para dosagens bioquímicas. A concentração plasmática de estradiol (pg dL-1) foi significativamente maior no proestro (106,3 ± 4,3, n = 45, p < 0,05) em comparação com o grupo em estro (89,4 ± 3,5, n = 43). A concentração sanguínea de glicose plasmática (mg dL-1) aumentou após 5 e 15 minutos da injeção de formalina ou salina nos animais, mas no grupo estro o esse aumento foi maior. A concentração plasmática de ácidos graxos livres e de corticosterona demonstrou níveis elevados no grupo estro após 5, 15 e 30 minutos apresentando uma diferença significante (p < 0,05) em relação aos animais machos ou fêmeas em proestro. Os valores de glicose, ácidos graxos livres e corticosterona mais elevados nas fêmeas em estro sugerem que a fase do ciclo estral pode estar interferindo na resposta de estresse, podendo estar relacionada com a diminuição na concentração de estradiol.
Descritores: Hormônios
Nociceptividade
Dor
Caracteres Sexuais
Limites: Ratos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde