Base de dados : LILACS
Pesquisa : F02.463.785.373.476.850 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 17 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 17 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-667522
Autor: Lira, Gerlene Grudka; Pontes, Cleide Maria; Schirmer, Janine; Lima, Luciane Soares de.
Título: Family considerations about the decision to refuse organ donation / Ponderaciones de familiares sobre la decisión de rechazar la donación de órganos
Fonte: Acta paul. enferm;25(spe2):140-145, 2012.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVE: To understand the social representations that guided family decision to refuse organ donation for transplant and to identify the actions of the social environment that influenced this refusal. METHODS: Qualitative study using a descriptive exploratory design. Nine family members were interviewed between February and August 2009, whose family member death had been reported regularly by the Transplantation Center of Pernambuco. The statements underwent content analysis in semantic categories. RESULTS: Three semantic categories emerged which supported this study: The care and management model of health services is critical in refusing the donation; the body is inviolable; and belief in the possibility of returning to life-heart as the source of life and faith strengthening hope. CONCLUSION: The participants' refusal to organ donation has been supported in the context of service provided and hospital care received, as well as cultural and religious values.

OBJETIVOS: Compreender as representações sociais que nortearam a decisão familiar de recusar a doação de órgãos para transplante e identificar as ações do entorno social que influenciaram esta recusa. MÉTODOS: Estudo de natureza qualitativa, utilizando um desenho descritivo exploratório. Foram entrevistados nove familiares, entre fevereiro e agosto de 2009, cuja morte do parente havia sido notificada regularmente pela Central de Transplantes de Pernambuco. Os depoimentos obtidos sofreram análise de conteúdo na modalidade temática. RESULTADOS: Emergiram três temas que fundamentaram este estudo: o modelo de atenção e gestão dos serviços de saúde é decisivo na recusa da doação; o corpo é inviolável e crença na possibilidade de retorno à vida - coração como sede da vida e fé reforçando a esperança. CONCLUSÃO: A recusa dos participantes para doação de órgãos esteve amparada no contexto do atendimento e do acolhimento hospitalar recebido, bem como em valores culturais e religiosos.

OBJETIVOS: Comprender las representaciones sociales que orientaron la decisión familiar de rechazar la donación de órganos para transplante e identificar las acciones del entorno social que influenciaron para esta recusación. MÉTODOS: Estudio de naturaleza cualitativa, en el que se utilizó un dibujo descriptivo exploratorio. Fueron entrevistados nueve familiares, entre febrero y agosto del 2009, cuya muerte del pariente había sido notificada regularmente por la Central de Transplantes de Pernambuco. Las declaraciones obtenidas fueron sometidas a análisis de contenido en la modalidad temática. RESULTADOS: Emergieron tres temas que fundamentaron este estudio: el modelo de atención y gestión de los servicios de salud es decisivo en la recusación de la donación; el cuerpo es inviolable y la creencia en la posibilidad de retorno a la vida - corazón como sede de la vida y fe que reforzó la esperanza. CONCLUSIÓN: El rechazo de los participantes a la donación de órganos estuvo amparada en el contexto de la atención y acogida hospitalaria recibido, así como en valores culturales y religiosos.
Descritores: Assistência Hospitalar
Atitude Frente a Morte
Doação Dirigida de Tecido
Família
Fatores Culturais
Morte Encefálica
Recusa de Participação
Religião
-Epidemiologia Descritiva
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  2 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-668622
Autor: Camarena Rodriguez, Paola Adela.
Título: Asociación entre los factores de abandono al control prenatal en gestantes atendidas en el Hospital Marino Molina - EsSalud - 2011 / Association between the factors of abandonment to the prenatal control in pregnant women attended at the Hospital Marino Molina - EsSalud - 2011.
Fonte: Lima; s.n; 2012. 70 p. tab.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Nacional Mayor de San Marcos. Facultad de Medicina para obtenção do grau de Maestría.
Resumo: Objetivo: Determinar la asociación entre los factores personales, médicos e institucionales y el abandono al control prenatal. Métodos: Estudio de casos y controles donde se asignaron a 334 gestantes atendidas en el Hospital Marino Molina Scippa, Red Asistencia Sabogal - EsSalud; divididas en 167 gestantes con abandono al control prenatal (casos) y 167 sin abandono sin abandono al control prenatal (control), apareadas según fecha de atención del parto y sexo del recién nacido. Se aplicó el instrumento de recolección de datos que indagó datos generales y los factores del abandono al control prenatal: personales, institucionales y médicos. Posteriormente toda la información fue procesada en una base de datos en Microsoft Excel y analizada a través del programa estadístico SPSS, vía OR IC 95 por ciento y regresión logística. Resultados: Fueron relevantes en los factores personales: la dificultad en el permiso en el trabajo (OR: 2), dificultad para el cuidado de los hijos (OR: 2,4) y olvido de citas (OR: 2), no hubo factores institucionales significativos, y con factores médicos hubo relación con consulta de baja calidad (OR: 3,3) y percepción de la calidad de la atención (OR: 4,1). Conclusión: Los factores personales: dificultad en permisos en el trabajo, dificultad para el cuidado de los hijos, olvido de citas y los factores médicos consulta de baja calidad y percepción de la calidad de la atención se asocian al abandono al control prenatal

Objective: To determine the association between the personal, medical and institutional neglect and prenatal care. Methods: Case-control study which was allocated to 334 pregnant women at the Marine Hospital Scippa Molina, Sabogal Assistance Network - EsSalud, divided in 167 pregnant women with prenatal care neglect (cases) and 167 without abandonment without prenatal care (control), paired by date of delivery care and newborn gender. We applied the data collection that explored general information and abandonment factors for antenatal care: personal, institutional and medical. Then all the information was processed in a database in Microsoft Excel and analyzed through the SPSS statistical program, via OR 95 per cent and logistic regression. Results: Personal factors in difficulty off work (OR: 2), difficulty caring for children (OR: 2.4), forgetting appointments (OR: 2), there was no significant institutional factors, and medical factors consultation was related to low quality (OR: 3.3) and perception of the quality of care (OR: 4.1). Conclusion: Personal factors: difficulty in work permits, difficulty caring for the children, forgetting appointments and medical factors of poor quality consultation and perception of the quality of care are associated with prenatal care abandonment
Descritores: Cuidado Pré-Natal
Gestantes
Recusa de Participação
-Estudos de Casos e Controles
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: PE13.1 - Oficina de Biblioteca, Hemeroteca y Centro de Documentación
PE13.1; MG, WX, 162, C24, ej.1. 010000090631; PE13.1; MG, WX, 162, C24, ej.2. 010000090632


  3 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Massarollo, Maria Cristina Komatsu Braga
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-488543
Autor: Moraes, Edvaldo Leal de; Massarollo, Maria Cristina Komatsu Braga.
Título: Family refusal to donate organs and tissue for transplantation / El rechazo familiar al pedido de donación de órganos y tejidos para transplante / A recusa familiar para a doaçao de órgãos e tecidos para transplante
Fonte: Rev. latinoam. enferm;16(3):458-464, May-June 2008.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: This study aimed to discover how potential eligible donor families perceive the decision-making process to refuse organ and tissue donation for transplantation. A qualitative research was performed in order to understand the families' perception, based on the situated-phenomenon structure. Eight family members were interviewed, with four themes and fourteen subthemes emerging from the analysis of the statements. The propositions that emerged from the study indicated that the essence of the phenomenon was manifested as a shocking or despairing situation, experienced through the hospitalization of the family member; distrust regarding organ donation; denial of brain death; grief and weariness due to the loss of the loved one, family conflicts for making the decision and the multiple causes for refusing donation. Therefore, the knowledge of this phenomenon can provide information to guide professional action involving the families of potential donors.

La investigación tuvo como objetivo conocer la percepción que tienen los familiares de potenciales donadores sobre el proceso de toma de decisión para rechazar la donación de los órganos y tejidos para transplantes. Para comprender la percepción de los familiares fue utilizada la investigación cualitativa, según la modalidad estructura del fenómeno situado. Fueron entrevistados ocho familiares, de los que después de analizar los discursos, se obtuvieron cuatro temas y catorce subtemas. Las proposiciones que emergieron revelaron que la esencia del fenómeno fue revelada como vivenciar una situación de choque y desesperación con la internación del familiar, de desconfianza con la solicitud de la donación de los órganos, de negación de la muerte encefálica, de sufrimiento y desgaste ante la pérdida del ser querido, de conflictos familiares para la toma de decisión y de múltiples causas para rechazar la donación. Sendo así, el conocimiento de este fenómeno puede ofrecer elementos que orienten la actuación de los profesionales en el tratamiento dado a los familiares de potenciales donadores.

A pesquisa teve como objetivo conhecer a percepção dos familiares de potenciais doadores sobre o processo de tomada de decisão para recusar a doação de órgãos e tecidos para transplante. Para compreender a percepção dos familiares, foi utilizada pesquisa qualitativa, segundo a modalidade estrutura do fenômeno situado. Foram entrevistados oito familiares, resgatando quatro temas e quatorze subtemas, após análise dos discursos. As proposições que emergiram revelaram que a essência do fenômeno foi desvelada como vivenciar uma situação de choque e desespero com a internação do familiar, de desconfiança com a solicitação da doação dos órgãos, de negação da morte encefálica, de sofrimento e desgaste diante da perda do ente querido, de conflitos familiares para a tomada de decisão e de múltiplas causas para a recusa da doação. Sendo assim, o conhecimento desse fenômeno pode oferecer elementos que norteiem a atuação dos profissionais junto aos familiares de potenciais doadores.
Descritores: Família
Transplante de Órgãos
Recusa de Participação
Obtenção de Tecidos e Órgãos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-691289
Autor: Pessoa, João Luis Erbs; Schirmer, Janine; Roza, Bartira de Aguiar.
Título: Avaliação das causas de recusa familiar a doação de órgãos e tecidos / Evaluation of the causes for family refusal to donate organs and tissue
Fonte: Acta paul. enferm;26(4):323-330, 2013. ilus.
Idioma: pt.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP.
Resumo: OBJETIVO: Avaliação das causas de recusa familiar para a doação de órgãos e tecidos. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal correlacional sobre as causas de recusa familiar para a doação de órgãos e tecidos. Para análise dos dados foi utilizado o teste Qui-Quadrado e o t-Student. RESULTADOS: A pesquisa destacou que os principais motivos de recusa relacionados são: não compreensão do diagnóstico de morte encefálica (21%), religiosidade (19%), falta de competência técnica da equipe (19%), tempo longo processo (10%), falecido não era doador (9%), medo da mutilação (5,2%), enterrado como veio ao mundo (3,4%), qualidade do atendimento (3,4%), decisão de um único membro da família (3,4%), experiência negativa em outro processo de doação (1,7%), transferência do corpo (1,7%). CONCLUSÃO: As causas de recusa familiar estão ligadas a não compreensão do diagnostico da morte encefálica pelos familiares, aspectos ligados a religião, despreparo do profissional que realizou a entrevista.

OBJECTIVE: Evaluate the causes for family refusal to donate organs and tissue. METHODS: Correlational cross-sectional study regarding the causes for the family refusal to donate organs and tissue. Data were analyzed using chi-square and Student's t test. RESULTS: The study emphasized that the main reasons for the refusal are: incomprehension regarding the brain death diagnosis (21%), religion (19%), lack of technical competence of the team (19%), long process (10%), the deceased was a non-donor (9%), fear of mutilation (5.2%), being buried as the person came to this world (3.4%), quality of the service (3.4%), decision of a single member of the family (3.4%), negative previous experience from another donation process (1.7%), body transfer (1.7%). CONCLUSION: The causes for family refusal are associated with the family members' lack of understanding regarding the brain death diagnosis, aspects related to religion and lack of preparation of the professional who performed the interview.
Descritores: Avaliação em Enfermagem
Causalidade
Doadores de Tecidos
Doação Dirigida de Tecido
Educação em Enfermagem
Família
Recusa de Participação
-Estudos Transversais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  5 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-657985
Autor: Batista, Rosimeire Pereira Bressan; Mastroeni, Marco Fabio.
Título: Fatores associados à baixa adesão ao exame colpocitológico em mães adolescentes / Factores asociados a la baja adhesión al examen colpocitológico en madres adolescentes / Factors associated with poor adherence to colpocytological examination in adolescent mothers
Fonte: Acta paul. enferm;25(6):879-888, 2012. tab.
Idioma: pt.
Projeto: UNIVILLE. FAP.
Resumo: OBJETIVO: Analisar os fatores associados à baixa adesão ao teste de Papanicolaou em um grupo de mães adolescentes. MÉTODOS: Estudo observacional, transversal realizado em dois hospitais públicos de Joinville, Santa Catarina. A amostra constituiu-se de 416 puérperas adolescentes. Os dados foram coletados no período de março a setembro de 2010 por meio de entrevista, durante a internação hospitalar. RESULTADOS: As adolescentes que apresentaram menor adesão à realização do teste de Papanicolaou foram as com idade inferior a 15 anos, somente estudantes, com baixa escolaridade e renda familiar, que utilizaram o preservativo como método contraceptivo, que possuíam somente um filho, que realizaram menos que seis consultas pré-natais e que não foram solicitadas a fazer o teste durante a gestação. CONCLUSÃO: As variáveis faixa etária, ocupação, escolaridade, anos de estudo, método contraceptivo, paridade, número de consultas pré-natais e a oferta do exame colpocitológico durante a gestação, foram significativamente associadas à realização do teste de Papanicolaou.

OBJECTIVE: To analyze the factors associated with low adherence to the Papanicolaou exam in a group of adolescent mothers. METHODS: An observational, transversal study conducted in two public hospitals in Joinville, Santa Catarina. The sample consisted of 416 adolescent mothers. Data were collected during the period from March to September 2010 through interviews, during hospitalization. RESULTS: Adolescents who presented lower adherence to the Papanicolaou testing were younger than 15 years, students, with low education and family income, that used the condom as a contraceptive method, who had only one child, who attended fewer than six prenatal visits, and were not solicited to take the test during pregnancy. CONCLUSION: The variables of age range, occupation, education level, years of education, method of contraception, parity, number of prenatal visits and the offer of colpocytological examination during pregnancy, were significantly associated with completion of the Papanicolaou test.

OBJETIVO: Analizar los factores asociados a la baja adhesión al test de Papanicolao en un grupo de madres adolescentes. MÉTODOS: Estudio observacional, transversal realizado en dos hospitales públicos de Joinville, Santa Catarina. La muestra se constituyó de 416 puérperas adolescentes. Los datos fueron recolectados en el período de marzo a setiembre de 2010 por medio de una entrevista, durante el internamiento hospitalario. RESULTADOS: Las adolescentes que presentaron menor adhesión a la realización del test de Papanicolao fueron las que tenían edad inferior a 15 años, solamente estudiantes, con baja escolaridad e ingreso familiar, que utilizaron el preservativo como método anticonceptivo, que poseían solo un hijo, que realizaron menos de seis consultas prenatales y que no fueron solicitadas a hacerse el test durante la gestación. CONCLUSIÓN: Las variables grupo etáreo, ocupación, escolaridad, años de estudio, método anticonceptivo, paridad, número de consultas prenatales y la oferta del examen colpocitológico durante la gestación, fueron significativamente asociadas a la realización del test de Papanicolao.
Descritores: Esfregaço Vaginal
Neoplasias Uterinas/prevenção & controle
Recusa de Participação
-Estudos Transversais
Fatores de Risco
Estudos Observacionais como Assunto
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  6 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-782764
Autor: Bezerra, Ana Paula Araujo; Cesar, Mônica Bimbatti; Lara, Sônia Regina Godinho de.
Título: Recusa a transfusão de sangue por gestantes e puérperas testemunhas de Jeová / Blood transfusion refusal by pregnant and puerperal Jehovahs witnesses / Rechazo a la transfusión de sangre por parte de mujeres embarazadas y puérperas testigos de Jehová
Fonte: REME rev. min. enferm;19(4):1052-1059, out.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: a hemorragia obstétrica é considerada uma das principais causas de mortes maternas no mundo. Nesse cenário, as gestantes testemunhas de Jeová constituem uma população única, porque recusam transfusões de sangue total e de seus quatro componentes primários. O encontro da Obstetrícia com essas pacientes tem gerado ao longo do tempo muitos conflitos jurídicos, éticos e bioéticos. OBJETIVO: discorrer sobre os aspectos jurídicos, éticos e bioéticos diante da recusa à transfusão de sangue por gestantes e puérperas testemunhas de Jeová. MÉTODO: trata-se de estudo de revisão integrativa, em que foram identificados 14 artigos que compuseram a amostra. RESULTADOS E DISCUSSÃO: do ponto de vista legal e jurídico existe um emaranhado referente aos direitos dos médicos e dos pacientes. A Constituição Federal, o Código Civil e a Carta dos Direitos dos Usuários de Saúde reforçam a autonomia do paciente em recusar qualquer tratamento. E o o Código Penal e o Código de Ética Médica insistem na adoção de condutas que salvam vidas mesmo sem o consentimento da paciente - em casos de risco iminente de morte. Já na ética e bioética, o confronto existe entre a autonomia da paciente e a beneficência do ponto de vista médico. CONCLUSÕES: atualmente temos uma legislação dividida e questões éticas e bioéticas com pontos de vista opostos. É preciso repensar legal e bioeticamente nessas pacientes; entender suas crenças, conhecer tratamentos alternativos e ter instituições e profissionais mais preparados.

INTRODUCTION: Obstetric hemorrhage is considered a major cause of maternal deaths all around the world. In this scenario, the jehovah's-Witness pregnant women constitute a unique population because they refuse total blood transfusions and its four primary components. The encounter between obstetrics and these patients has caused many legal, ethical and bioethical conflicts along the years. OBJECTIVE: Discourse about legal, ethical, and bioethical issues facing blood transfusion refusal by jehovah's-Witness pregnant and breastfeeding women. Method: It is an integrative review study, in which 14 articles were identified to compose the sample,from M EDLINE and LILACS databases, in Portuguese, English and Spanish. FINDINGS AND DISCUSSION: From the legal and juridical points of view, there are some disagreements related to physicians and patients' rights. The Federal Constitution, The Civil Code and the Charter of Consumers' Rights in Health enhance the patients autonomy to refuse any treatment. While both Criminal Code and Medical Ethics Codes insist on adopting a life-saving conduct even without the patients consent, in cases of imminent risk of death. Meanwhile, in Ethics and Bioethics, there is confrontation between the patients autonomy and the benefitfrom the medical standpoint. CONCLUSIONS: Currently we have a divided legislation, ethics and bioethics issues with opposite points of view. It is necessary to legally and bioethically rethink about these patients, understand their beliefs, to know alternative treatments and to have more qualified institutions and professionals.

La hemorragia obstétrica es una de las principales causas de muertes maternas en el mundo. En este escenario, las embarazadas de la religión Testigos de jehová constituyen una población única porque rechazan las transfusiones de sangre total y de sus cuatro componentes primarios. El contacto entre la obstetricia y estas pacientes siempre ha generado conflictos jurídicos, éticos y bioéticos. El objeto del presente estudio es entender los aspectos jurídicos, éticos y bioéticos ante el rechazo a la transfusión de sangre por parte de dichas mujeres. Se trata de una revisión integradora compuesta de 14 artículos que constituyeron la muestra, a partir de las bibliotecas virtuales MEDLINEy LILACS, en portugués, inglés y espanol. Desde el punto de vista legal y jurídico existe un enmaranado de derechos de médicos y pacientes. La Constitución Federal, el Código Civil y la Carta de los Derechos de los Usuarios de Salud refuerzan la autonomia del paciente de rechazar cualquier tratamiento. El Código Penal y el Código de Ética Médica insisten en la adopción de conductas que salvan vidas, incluso sin el consentimiento del paciente, en casos de riesgo inminente de muerte. En la ética y bioética, el conflicto existe entre la autonomía del paciente y la beneficencia desde el punto de vista médico. Actualmente tenemos una legislación dividida y cuestiones éticas y bioéticas con puntos de vista opuestos. Es necesario repensar legalmente y bioéticamente en estas pacientes, entender sus creencias, conocer tratamientos alternativos y tener instituciones y profesionales mejor preparados para tratar el tema.
Descritores: Transfusão de Sangue
Saúde Materno-Infantil
Autonomia Pessoal
Testemunhas de Jeová
Recusa de Participação
Ética Profissional
Hemorragia Pós-Parto
Serviços de Saúde Materna
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  7 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-912472
Autor: Silva, Neuziele Miranda da; Silva, Luzia Wilma Santana da; Squarcini, Camila Fabiana Rossi; Santos, Adriana; Santos, Ronildo Silva dos; Santos, Lucátia Cipriano dos; Pamponet, Lohana Soares; Caravaca-Morera, Jaime Alonso.
Título: Fatores que dificultam a não adesão à prática regular de atividade física em pessoas idosas / Factors that hinder the non-adherence to regular physical activity in elderly adults / Factores que dificultan la no adhesión a la práctica regular de actividad física en adultos mayores
Fonte: Rev. Kairós;19(1):09-26, mar. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo de método misto, ênfase no enfoque qualitativo, utilizou a técnica Snowball Sampling. Realizado na Bahia, Brasil, entre janeiro/2014 a setembro/2015. Objetivou averiguar os fatores que conduzem as pessoas a não adesão à prática regular de atividade física. Os resultados evidenciaram comprometimento de saúde, dificuldade de conseguir atestado médico, indisponibilidade por demandas familiares, e baixa motivação. Conclui-se que estes saberes são necessários ao delineamento, gestão e planejamento em saúde, posto as evidências do elevado índice de doenças crônicas não transmissíveis em nosso meio, no sentido de guiar-se pela via da promoção da saúde.

A mixed method study with a qualitative approach that implement the snowball technique. The study was developed in Bahia, Brazil, between January/2014 and September/2015. It was aimed at identifying the factors that lead people to non-adherence to regular physical activity. The results showed that the reasons were related to health problems, difficulty in getting a medical certificate, unavailability because of family demands and low motivation. We conclude that this knowledge is necessary for the delineation of management and planning in healthcare, in the sense of guiding new health promotion strategies as a result of high rates of chronic non-communicable diseases in our reality.

Estudio de método mixto, con enfoque cualitativo, que utilizó la técnica de snowball. Realizado en Bahia, Brasil, entre enero/2014 y septiembre/2015. Objetivó identificar los factores que conducen a las personas a la no adhesión a la práctica regular de actividad física. Los resultados evidenciaron compromiso de salud, dificultad de conseguir un certificado médico, indisponibilidad por demandas familiares y baja motivación. Se concluye que estos saberes son necesarios para el delineamiento de la gestión y planeamiento en salud, en el sentido de guiar nuevas estrategias de promoción de salud, como consecuencia de los elevados índices de enfermedades crónicas no transmisibles en nuestro medio.
Descritores: Doença Crônica
Exercício Físico
Promoção da Saúde
Recusa de Participação
Limites: Humanos
Idoso
Responsável: BR195.3 - Biblioteca Nadir Gouvêa Kfouri


  8 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-828537
Autor: Jomar, Rafael Tavares; Ramos, Dandara de Oliveira; Abreu, Ângela Maria Mendes.
Título: Teste do bafômetro: resultados e recusas de motoristas interceptados pela Operação Lei Seca no Rio de Janeiro / Breathalyzer test: results and refusals to take the test of drivers intercepted under the DUI Spot-Check Campaign in Rio de Janeiro
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;21(12):3787-3792, 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Estudo transversal que avaliou os resultados e as recusas ao teste do bafômetro entre motoristas interceptados pela Operação Lei Seca na capital do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense. Realizado com base em dados cedidos pelo Governo do Estado que foram coletados durante atendimento de motoristas interceptados entre dezembro de 2013 e janeiro de 2014. Procederam-se análises descritivas da amostra e de associação entre as variáveis sexo, faixa etária e local de abordagem com as recusas e os resultados do teste do bafômetro através de um modelo de regressão logística. Dos 4756 (100%) condutores interceptados, 59 (1,2%) apresentaram resultado positivo no teste do bafômetro e 229 (4,8%) recusaram-no. Apenas a variável local de abordagem apresentou significância estatística com maiores chances de resultados positivos (OR = 4,01) e recusas ao teste (OR = 5,14) entre os condutores interceptados na Baixada Fluminense. As ações sistemáticas de fiscalização efetuadas pela Operação Lei Seca que ocorrem há mais tempo na capital parecem influenciar positivamente o comportamento de beber e dirigir dos motoristas.

Abstract Abstract This paper involved a cross-sectional study that evaluated the results and refusals to take the breathalyzer test among drivers intercepted by the Driving Under the Influence (DUI) Spot-Check Campaign (Operação Lei Seca) in the capital of Rio de Janeiro and Baixada Fluminense. It was conducted using data provided by the State Government which were collected from drivers intercepted in the months of December 2013 and January 2014. Descriptive analysis was conducted of the sample and of the association between gender, age and location variables with the result of the breathalyzer test and refusal to take the test using a logistic regression model. Of the 4756 (100%) drivers intercepted, 59 (1.2%) failed the breathalyzer test and 229 (4.8%) refused to take it. Only the location of interception variable was statistically significant with greater chances of failing (OR = 4.01) and refusal to take the test (OR = 5.14) among drivers intercepted in the Baixada Fluminense. Systematic monitoring actions taken by the DUI Spot-Check Campaign that have occurred for longer in the capital appear to have a positive impact on the drinking and driving behavior of drivers.
Descritores: Consumo de Bebidas Alcoólicas/legislação & jurisprudência
Testes Respiratórios
Dirigir sob a Influência/legislação & jurisprudência
Recusa de Participação/estatística & dados numéricos
-Condução de Veículo/legislação & jurisprudência
Estudos Transversais
Dirigir sob a Influência/prevenção & controle
Modelos Logísticos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-707850
Autor: Vezzoni, mauricio Antonio.
Título: Creencias de los profesionales de salud mental en la clínica de las adicciones y efectividad de los tratamientos / Beliefs of mental health professionals in the clinic of addiction and effectiveness of treatments.
Fonte: Córdoba; s.n; 2012. 200 p. graf.
Idioma: es.
Tese: Apresentada a Universidad Nacional de Córdoba. Facultad de Ciencias Médicas para obtenção do grau de Maestría.
Resumo: El presente trabajo tiene como objetivo a) comprender las creencias de los profesionales de salud mental que trabajan en la clínica de las adicciones y la efectividad. Pues dichas creencias condicionan la forma de entender las distintas disciplinas y las formas de practicarlas y orientar y guiar las intervenciones en la clínica de las adicciones; b) Por otro lado se pretende evaluar la efectividad (entendida como adherencia - abandono al tratamiento) de los pacientes que concurren a los Centros Preventivos Asistenciales en Adicciones (CPAA) Públicos de la provincia de Mendoza, y la correlación entre el abandono y las variables socio-demográficas de los pacientes y las variables terapéuticas. Es un estudio de tipo Multicéntrico Cuali-cuantitativo longitudinal de carácter descriptivo y relacional: a) con recolección de datos durante nueve meses (octubre a junio de 2011) de todos los pacientes (a través de historia clínica) que ingresan o se encuentran en tratamiento en los 8 (ocho) CPAA de: Godoy Cruz, Las Heras, Zona Este, Capital, Luján de Cuyo, San Rafael, Malargue y Gral. Alvear; b) Por otro lado, Se aplicaron entrevistas semi-estructuradas a 10 (diez) profesionales de salud mental. Se eligió trabajar la metodología cualitativa debido a la necesidad de detectar cualidades, es decir, descripción, relaciones y desarrollo de características en función de las creencias sobre el abordaje de las adicciones. Lo cualitativo se abordó utilizando como instrumento la entrevista emi-estructurada. La misma se aplicó a diez (10) Profesionales de Salud Mental con experiencia profesional en la clínica de las adicciones, y que en ese momento se encontraron desarrollando su labor profesional como Jefatura, coordinador de CPAA o supervisor de equipos en la clínica de las adicciones.

ABSTRACT: The present paper has the following objectives: a) to understand believes of the mental health´s professionals who work at the clinic of addictions and the efficiency. This believes determinate the way of understanding the different disciplines and the ways of practicing, orientating and guiding the interventions in the clinic of addictions. b) In the other site, it is pretended to evaluate the effectiveness (understood like adherence-bandon to the treatment) from the patients that concur to Mendoza´s public Preventive Welfare Centers in Addictions (PWCA), and the correlation between the abandon and the socio-demographic variables of the patient and the therapeutic variables. This is a Multicentral Qualitative quantitative longitudinal study with a descriptive and relational nature: a) with data collection during nine months (from October to June of 2011) of every patient (across the clinical history) that join or are in treatment in the 8 (eight) PWCA of: Godoy Cruz, Las Heras, Zona Este, Capital, Luján de Cuyo, San Rafael, Malargüe and General Alvear. b) On the other hand, semi-structured interviews were applied to 10 (ten) mental health´s professionals. It was chosen to work with a qualitative methodology due to the need of detecting qualities, that is to say, description, relations and evelopment of characteristics in function of believes on the addiction's boarding. The qualitative part was boarded using as instrument the semi-structured interviews. These interviews were applied to 10 (ten) professionals of mental health with experience in the clinic of addictions, who at that moment were developing their professional labor as leadership, PWCA's coordinator or team´s supervisors in the clinic of addictions.
Descritores: Assistência à Saúde
Centros de Saúde
Recusa de Participação/psicologia
Participação do Paciente/psicologia
Centros de Tratamento de Abuso de Substâncias
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: AR32.1 - Biblioteca Prof. Dr. J. M. Allende
AR32.1; TM, V-17 2012


  10 / 17 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-691859
Autor: Lemos, Emmanuelly Correia de.
Título: Determinantes da adesão e não adesão ao programa academia da cidade, Recife-PE / Determinants of adherence and no adherence to the, Programa Academia da Cidade, Recife-PE.
Fonte: Recife; s.n; 2012. 88 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Em 2002 no Recife foi criado o Programa Academia da Cidade (PAC) caracterizando-se como uma estratégia de promoção da saúde com ênfase na atividade física e na alimentação saudável. Concebido como tal, não garante a adesão dos indivíduos na prática regular de hábitos saudáveis, uma vez que, a presença de barreiras contribui para reduzir a participação contínua das pessoas a programas regulares de atividade física. Desta forma, o objetivo desta pesquisa é analisar os determinantes da adesão e não adesão ao Programa. Realizou-se um estudo quantitativo, descritivo transversal com usuários, não usuários e ex-usuários dos polos do Programa. A amostra foi calculada para detectar uma diferença de pelo menos 15 por cento nas prevalências de adesão ao Programa nos dois grupos de comparação (usuário e ex-usuário), com um nível de significância de 5 por cento e 90 por cento de poder de teste. E para a identificação dos principais motivos para não adesão no PAC, foi calculada uma amostra capaz de detectar uma prevalência de 50 por cento, com um nível de significância de 5 por cento e margem de erro de 6 por cento. A casuística final ficou 822 indivíduos. Foi aplicado questionário já validado, sobre adesão de usuários a programas de atividade física. Os dados foram digitados com dupla entrada no Programa EpiInfo versão 3.5.3. Foram realizadas análises bivariada e multivariada, tendo como variável dependente a adesão. Os resultados revelaram que a população estudada é composta em sua maioria por mulheres, com idade entre 30 a 59 anos, de raça/cor parda, casadas, não empregados e autorreferiram não apresentar doenças. Os principais motivos que levaram as pessoas a iniciar no PAC foram questões relacionadas aos benefícios da prática regular de exercício físico para saúde e para o condicionamento físico e fatores relativos ao Programa. Permanecem com esse hábito pela sensação de bem estar proporcionada pelo exercício e pelo prazer dessa prática. Não aderem e desistem do mesmo por se sentirem desmotivados, por falta de tempo para prática, por considerarem que não possuem habilidade para esta prática e outros aspectos relacionados ao Programa. Em análise multivariada, foram verificadas associações significantes que contribuem para adesão ao PAC, o fator de ter tempo disponível para prática, participar no Programa há 25 meses ou mais, gostar de praticar exercício físico e a localização do Programa. O fato de ser jovem não contribui para a adesão ao PAC. O Programa Academia da Cidade vem tornando as práticas de atividade física orientada acessível à população recifense, porém sofre influências dos determinantes pessoais, sociais, econômicos e culturais para o sucesso de suas intervenções. Assim, conhecer os determinantes mais associados à adesão ao Programa aponta caminhos para a definição de estratégias de intervenção com vistas a qualificar o PAC.
Descritores: Exercício Físico
Programas Governamentais
Promoção da Saúde
Atividade Motora
Recusa de Participação
-Academias de Ginástica
Participação da Comunidade
Limites: Humanos
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR305.1 - Biblioteca do CPqAM
BR305.1; (043.3)"2012", L557d



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde