Base de dados : LILACS
Pesquisa : F02.830.816.643 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 83 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 83 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889325
Autor: Ulusoy, Seckin; Dinc, Mehmet Emre; Dalgic, Abdullah; Topak, Murat; Dizdar, Denizhan; İs, Abdulhalim.
Título: Are people who have a better smell sense, more affected from satiation? / As pessoas que têm melhor olfato são mais afetadas pela saciedade?
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(6):640-645, Nov.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The olfactory system is affected by the nutritional balance and chemical state of the body, serving as an internal sensor. All bodily functions are affected by energy loss, including olfaction; hunger can alter odour perception. Objective: In this study, we investigated the effect of fasting on olfactory perception in humans, and also assessed perceptual changes during satiation. Methods: The "Sniffin' Sticks" olfactory test was applied after 16 h of fasting, and again at least 1 h after Ramadan supper during periods of satiation. All participants were informed about the study procedure and provided informed consent. The study protocol was approved by the local Ethics Committee of Gaziosmanpaşa Taksim Education and Research Hospital (09/07/2014 no: 60). The study was conducted in accordance with the basic principles of the Declaration of Helsinki. Results: This prospective study included 48 subjects (20 males, 28 females) with a mean age of 33.6 ± 9.7 (range 20-72) years; their mean height was 169.1 ± 7.6 (range 150.0-185.0) cm, mean weight was 71.2 ± 17.6 (range 50.0-85.0) kg, and average BMI was 24.8 ± 5.3 (range 19.5-55.9). Scores were higher on all items pertaining to olfactory identification, thresholds and discrimination during fasting vs. satiation (p < 0.05). Identification (I) results: Identification scores were significantly higher during the fasting (median = 14.0) vs. satiation period (median = 13.0). Threshold (T) results: Threshold scores were significantly higher during the fasting (median = 7.3) vs. satiation period (median = 6.2). Discrimination (D) results: Discrimination scores were significantly higher during the fasting (median = 14.0) vs. satiation period (median = 13.0). The total TDI scores were 35.2 (fasting) vs. 32.6 (satiation). When we compared fasting threshold value of >9 and ≤9, the gap between the fasting and satiety thresholds was significantly greater in >9 (p < 0.05). Conclusion: Olfactory function improved during fasting and declined during satiation. The olfactory system is more sensitive, and more reactive to odours, under starvation conditions, and is characterised by reduced activity during satiation. This situation was more pronounced in patients with a better sense of smell. Olfaction-related neurotransmitters should be the target of further study.

Resumo Introdução: O sistema olfatório é afetado pelo equilíbrio nutricional e estado químico do corpo, que serve como um sensor interno. Todas as funções corporais são afetadas pela perda de energia, inclusive o olfato; a fome pode alterar a percepção do odor. Objetivo: Neste estudo, investigamos o efeito do jejum sobre a percepção olfativa em seres humanos, e também avaliamos as mudanças de percepção durante a saciedade. Método: O teste olfatório Sniffin Sticks foi aplicado após 16 horas de jejum e novamente pelo menos 1 hora após a ceia do Ramadã durante os períodos de saciedade. Todos os participantes foram informados sobre os procedimentos do estudo e forneceram o consentimento informado. O protocolo do estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética do Gaziosmanpaşa Taksim Education e Research Hospital (2014/09/07 n° 60). O estudo foi conduzido de acordo com os princípios básicos da Declaração de Helsinki. Resultados: Foram incluídos 48 pacientes (20 homens, 28 mulheres) com média de 33,6 ± 9,7 aos (variação 20-72); a altura média deles era de 169,1 ± 7,6 cm (variação 150-185), o peso médio era de 71,2 ± 17,6 kg (variação de 50-85) e o IMC médio era de 24,8 ± 5,3 (variação de 19,5-55,9). Os escores foram maiores em todos os itens correspondentes à identificação olfativa, limiares e discriminação durante jejum vs. saciedade (p < 0,05). Resultados da identificação (I): os escores de identificação foram significativamente maiores durante o jejum (mediana = 14) vs. período de saciedade (mediana = 13). Resultados limiares (T): os escores limiares foram significativamente maiores durante o jejum (mediana = 7,3) vs. período de saciedade (mediana = 6,2). Resultados de discriminação (D): os escores de discriminação foram significativamente maiores durante o jejum (mediana = 14) vs. período de saciedade (mediana = 13). Os escores totais de TDI foram de 35,2 (jejum) vs. 32,6 (saciedade). Quando comparamos o valor do limiar de jejum de > 9 e ≤ 9, a diferença entre os limiares de jejum e de saciedade foi significativamente maior em > 9 (p < 0,05). Conclusão: A função olfatória melhorou durante o jejum e diminuiu durante a saciedade. O sistema olfatório é mais sensível e mais reativo aos odores em condições de fome e é caracterizado por atividade reduzida durante a saciedade. Essa situação foi mais pronunciada em pacientes com um melhor sentido olfativo. Os neurotransmissores relacionados com o olfato devem ser alvo de um estudo mais aprofundado.
Descritores: Saciação/fisiologia
Olfato/fisiologia
Jejum/fisiologia
-Valores de Referência
Limiar Sensorial/fisiologia
Fatores de Tempo
Estudos Prospectivos
Estatísticas não Paramétricas
Alimentos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 83 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1132616
Autor: Costa, Klinger Vagner Teixeira da; Carnaúba, Aline Tenório Lins.
Título: Smell and taste disorders: warning signs for SARS-CoV-2 infection / Transtornos do olfato e do paladar: sinais de alerta para infecc¸ão por SARS-CoV-2
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(4):393-394, July-Aug. 2020.
Idioma: en.
Descritores: Pneumonia Viral/complicações
Pneumonia Viral/diagnóstico
Infecções por Coronavirus/complicações
Infecções por Coronavirus/diagnóstico
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Pandemias
-Pneumonia Viral/epidemiologia
Olfato/fisiologia
Distúrbios do Paladar/etiologia
Infecções por Coronavirus
Betacoronavirus
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 83 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1132636
Autor: Joffily, Lucia; Ungierowicz, Aluan; David, Andrea Goldwasser; Melo, Bruna; Brito, César Leandro Terra; Mello, Luciane; Santos, Priscilla de Souza Campos dos; Pezato, Rogério.
Título: The close relationship between sudden loss of smell and COVID-19 / A estreita relação entre perda súbita de olfato e COVID-19
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(5):632-638, Sept.-Oct. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The real number of COVID-19 cases may be underestimated since several countries have difficulty offering laboratory tests for all the population. Therefore, finding a symptom with a high predictive value would help in diagnostic and isolation strategies. Objective: To correlate the sudden loss of the sense of smell in the context of the COVID-19 pandemic with results of diagnostic tests for COVID-19. Methods: This is a cross-sectional observational study. An online questionnaire was digitally addressed to 725 outpatients in Brazil who reported partial or total sudden loss of the sense of smell from March to April 2020. Results: Total or partial sudden loss of the sense of smell showed high positive predictive value for COVID-19 diagnosis, during the COVID-19 pandemic in Brazil (88.8%). There were no differences between groups tested positive and negative in regard to demographic and clinical characteristics such as presence of allergy, rhinitis, neither to olfactory recovery time. Conclusion: The identification of sudden loss of the sense of smell during COVID-19 pandemic may serve as a sentinel symptom and may be a warning to establish measures to prevent the transmission of the disease.

Resumo Introdução: O número real de casos Covid-19 pode estar subestimado, pois vários países têm dificuldade em oferecer exames laboratoriais para toda a população. Portanto, encontrar um sintoma com alto valor preditivo ajudaria nas estratégias de diagnóstico e isolamento. Objetivo: Correlacionar a perda súbita do olfato no contexto da pandemia da Covid-19 com os resultados dos testes de diagnóstico da Covid-19. Método: Trata-se de um estudo observacional transversal. Um questionário on-line foi enviado digitalmente a 725 voluntários que apresentaram perda súbita parcial ou total do sentido de olfato de março a abril de 2020 no Brasil. Resultados: A perda súbita total ou parcial do sentido do olfato apresentou alto valor preditivo positivo para o diagnóstico de Covid-19, durante a pandemia de Covid-19 no Brasil (88,8%). Não houve diferenças entre os grupos positivos e negativos em relação às características demográficas e clínicas, como presença de alergia, rinite e tempo de recuperação olfativa. Conclusão: A identificação de perda súbita do olfato durante a pandemia de Covid-19 pode servir como sintoma sentinela e pode ser um alerta para estabelecer medidas para impedir a transmissão da doença.
Descritores: Pneumonia Viral
Olfato
Infecções por Coronavirus
Pandemias
Betacoronavirus
Transtornos do Olfato
-Brasil
Estudos Transversais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 83 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1142605
Autor: Costa, Klinger V T da; Carnaúba, Aline Tenório Lins; Rocha, Katianne Wanderley; Andrade, Kelly Cristina Lira de; Ferreira, Sonia M S; Menezes, Pedro de L.
Título: Olfactory and taste disorders in COVID-19: a systematic review / Desordens olfativas e gustativas na COVID-19: uma revisão sistemática
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(6):781-792, Nov.-Dec. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The SARS-CoV-2 virus causes COVID-19, and it is responsible for the largest pandemic since the 1918 H1N1 influenza outbreak. The classic symptoms of the disease have been well defined by the World Health Organization; however, olfactory/gustatory disorders have been reported in some studies, but there are still several missing points in the understanding and in the consensus about the clinical management of these cases. Objective: To identify evidence in the scientific literature about olfactory/gustatory disorders, their clinical presentation, prevalence and possible specific treatments associated with COVID-19. Methods: A systematic review of articles published up to April 25, 2020 was performed in Medline, Cochrane Clinical Trials, ScienceDirect, Lilacs, Scopus and Google Schoolar, OpenGrey.eu, DissOnline, The New York Academy of Medicine and Reasearch Gate. Inclusion criteria: (1) Studies on patients with COVID-19; (2) Records of COVID-19 signs/symptoms, and olfactory/gustatory functions. Exclusion criteria: (1) Studies on non-human coronavirus; (2) Review articles; (3) Experimental studies (in animals or in vitro); (4) Olfactory/gustatory disorders initiated prior to SARS-CoV-2 infection. The risk assessment of bias of the selected studies was performed using the Newcastle-Ottawa scale. Results: Six articles from the 1788 records met the inclusion criteria and were analyzed. A total of 1457 patients of different ethnicities were assessed; of them, 885 (60.7%) and 822 (56.4%) had smell and taste disorders, respectively, with women being most often affected. There were olfactory/gustatory disorders even without nasal obstruction/rhinorrhea and beginning even before the signs/symptoms of COVID-19; the recovery of smell/taste, when it occurs, usually happened in the first two weeks after COVID-19 resolution. There is evidence that olfactory/gustatory disorders are strong predictors of infection by SARS-CoV-2, and it is possible to recommend patient isolation, as early as of the medical consultation, preventing the spread of the virus. No scientific evidence has been identified for effective treatments for any of the disorders. Conclusion: Olfactory/gustatory disorders may occur at varying intensities and prior to the general symptoms of COVID-19 and should be considered as part of the clinical features of COVID-19, even in mild cases. There is still no scientific evidence of specific treatments for such disorders in COVID-19 disease.

Resumo Introdução: O vírus SARS-CoV-2 causa a COVID-19 e é responsável pela maior pandemia desde o surto de influenza H1N1 de 1918. Os sintomas clássicos da doença já foram bem definidos pela Organização Mundial da Saúde; entretanto, distúrbios olfativo-gustativos têm sido relatados em alguns estudos, mas ainda com várias lacunas no entendimento e no consenso sobre a condução clínica desses casos. Objetivo: Identificar evidências na literatura científica sobre os distúrbios olfativo-gustativos acerca da apresentação clínica, prevalência e possíveis tratamentos específicos associados à COVID-19. Método: Revisão sistemática de artigos publicados até 25 de abril de 2020 nas bases de dados: Medline, Cochrane Clinical Trials, ScienceDirect, Lilacs, Scopus e Google Schoolar, OpenGrey.eu, DissOnline, The New York Academy of Medicine e Research Gate. Foram critérios de inclusão: 1) Estudos com indivíduos com COVID-19; 2) Registro dos sinais/sintomas da COVID-19 e das funções olfativo-gustativa. Foram critérios de exclusão: 1) Estudos sobre coronavírus não humano; 2) Artigos de revisão; 3) Estudos experimentais (em animais ou in vitro); 4) Distúrbios olfativos-gustativos iniciados previamente à infecção pelo SARS-CoV-2. A avaliação de risco de viés dos estudos selecionados foi feita por meio da escala de Newcastle-Ottawa. Resultados: Seis artigos dos 1.788 registros foram selecionados. Um total de 1.457 pacientes de diversas etnias foi avaliado; desses, 885 (60,7%) apresentaram perda do olfato e 822 (56,4%) perda do paladar, sendo as mulheres as mais afetadas. Os distúrbios olfativo-gustativos estiveram presentes mesmo sem obstrução nasal/rinorreia e com início mesmo antes dos sinais/sintomas clínicos da COVID-19; a recuperação do olfato/paladar, quando ocorre, geralmente se dá nas duas primeiras semanas após a resolução da doença. Há evidências de que os distúrbios olfativo-gustativos sejam fortes preditores de infecção pelo SARS-CoV-2, podendo-se recomendar o isolamento do paciente, já a partir da consulta médica, para evitar a disseminação do vírus. Não foram identificadas evidências científicas para tratamentos eficazes para qualquer dos distúrbios. Conclusão: Podem ocorrer distúrbios olfativo-gustativos em intensidades variáveis e prévios aos sintomas gerais da COVID-19, devem ser considerados como parte dos sintomas da doença, mesmo em quadros leves. Não há ainda evidências científicas de tratamentos específicos para tais distúrbios na COVID-19.
Descritores: Pneumonia Viral/complicações
Infecções por Coronavirus/complicações
Vírus da Influenza A Subtipo H1N1
Pandemias
Transtornos do Olfato/etiologia
Transtornos do Olfato/epidemiologia
-Olfato
Distúrbios do Paladar/etiologia
Distúrbios do Paladar/epidemiologia
Inquéritos Nutricionais
Betacoronavirus
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 83 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-82266
Autor: Franco Agudelo, Marta Ines.
Título: Alimentacion en los ancianos / Nutrition in the elderly
Fonte: Invest. educ. enferm;3(2):49-54, sept. 1985.
Idioma: es.
Descritores: Necessidades Nutricionais
Valor Nutritivo
-Olfato
Boca Edêntula
Sistema Digestório
Dieta/métodos
Comportamento Alimentar
Limites: Idoso
Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CO47.1 - Centro de Documentación


  6 / 83 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-781390
Autor: Vidal, L S; Guilherme, F R; Silva, V F; Faccio, M C S R; Martins, M M; Briani, D C.
Título: The effect of visitor number and spice provisioning in pacing expression by jaguars evaluated through a case study / O efeito do número de visitantes e do provisionamento de especiaria na expressão do pacing por onças-pintadas avaliado por estudo de caso
Fonte: Braz. j. biol;76(2):506-510, Apr.-June 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Captive animals exhibit stereotypic pacing in response to multiple causes, including the inability to escape from human contact. Environmental enrichment techniques can minimize pacing expression. By using an individual-based approach, we addressed whether the amount of time two males and a female jaguar (Panthera onca) devote to pacing varied with the number of visitors and tested the effectiveness of cinnamon and black pepper in reducing pacing. The amount of time that all jaguars engaged in pacing increased significantly with the number of visitors. Despite the difference between the males regarding age and housing conditions, both devoted significantly less time to pacing following the addition of both spices, which indicates their suitability as enrichment techniques. Mean time devoted to pacing among the treatments did not differ for the female. Our findings pointed out to the validity of individual-based approaches, as they can reveal how suitable olfactory stimuli are to minimizing stereotypies irrespective of particular traits.

Resumo Animais cativos exibem a estereotipia pacing em resposta a múltiplos fatores, os quais incluem a incapacidade de escapar da exposição ao público. As técnicas de enriquecimento ambiental podem minimizar a expressão do pacing. Usando uma abordagem individual, nós investigamos se a extensão de tempo que dois machos e uma fêmea de onça-pintada (Panthera onca) dispendem com pacing variou em função do número de visitantes e testamos a eficácia da canela e da pimenta-do-reino na redução do pacing. A extensão de tempo em pacing aumentou significativamente com o número de visitantes para todos os indivíduos. Apesar da diferença entre os machos com relação à idade e às condições no cativeiro, ambos devotaram ao pacing menos tempo após a administração das duas especiarias, o que indica a adequabilidade dessas como técnicas de enriquecimento. Para a fêmea, o tempo médio dispendido com pacing não variou entre os tratamentos. Nossos resultados respaldam a validade da realização de abordagens individuais, uma vez que essas podem revelar o grau de eficácia dos estímulos olfativos na minimização de estereotipias independentemente de características particulares.
Descritores: Comportamento Animal/efeitos dos fármacos
Comportamento Animal/fisiologia
Panthera/fisiologia
Panthera/psicologia
Animais de Zoológico/fisiologia
Animais de Zoológico/psicologia
-Estimulação Física/métodos
Olfato/fisiologia
Comportamento Estereotipado/efeitos dos fármacos
Comportamento Estereotipado/fisiologia
Fatores Sexuais
Reprodutibilidade dos Testes
Especiarias
Meio Ambiente
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 83 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Casanova, Cláudio
Texto completo
Id: lil-512919
Autor: Freitas, Janaína Sales de; Reinhold-Castro, Kárin Rosi; Casanova, Cláudio; Silva, Joseane Padilha da; Previdelli, Isolde; Teodoro, Ueslei.
Título: Memória espacial e/ou olfativa em flebotomíneos em área endêmica de leishmaniose tegumentar americana, sul do Brasil / Spatial and/or olfactory memory in sandflies in an endemic area for American cutaneous leishmaniasis, southern Brazil
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;42(2):151-155, Mar.-Apr. 2009. ilus, tab.
Idioma: pt.
Projeto: Fundação Araucária; . CNPq; . Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: Relata-se os resultados de uma investigação sobre a possibilidade da existência de memória em flebotomíneos em área endêmica de leishmaniose tegumentar americana, no Estado do Paraná. Capturaram-se flebotomíneos no Recanto Marista, Doutor Camargo, Estado do Paraná, Brasil, com armadilhas de Falcão, de 15/11/2007 a 26/11/2007, em dois galinheiros (G1 e G2). Foram capturados 2.080 flebotomíneos (1.000 em G1 e 1.080 em G2), que foram marcados e soltos. Nyssomyia neivai foi a espécie mais (90,5 por cento) freqüente. Do total solto, recapturaram-se 168 (8 por cento) flebotomíneos e a recaptura no G2 foi significativa. Os resultados evidenciam que é possível a existência de memória espacial, olfativa e/ou a fidelidade ao hospedeiro e que isto orientem os flebotomíneos no reconhecimento dos locais onde há disponibilidade de fontes de sangue.

The results from an investigation on the possibility that sandflies in an endemic area for American cutaneous leishmaniasis, in the state of Paraná, may have memory are reported. Sandflies were caught in Recanto Marista, Doutor Camargo, State of Paraná, Brazil, using Falcão traps in two chicken sheds (G1 and G2), between November 15 and 26, 2007. A total of 2,080 sandflies were caught (1,000 in G1 and 1,080 in G2) and these were marked and released. Nyssomyia neivai was the most (90.5 percent) frequent species. Out of the total released, 168 sandflies (8 percent) were recaptured and the recapture rate in G2 was significant. The results show that it is possible that spatial or olfactory memory and/or host loyalty exists, and that this will guide the sandflies in recognizing the places where sources of blood are available.
Descritores: Comportamento Animal/fisiologia
Insetos Vetores/fisiologia
Memória/fisiologia
Psychodidae/fisiologia
Olfato/fisiologia
-Brasil
Doenças Endêmicas
Leishmaniose Cutânea/transmissão
Limites: Animais
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 83 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Maria Júlia Paes da
Id: lil-155969
Autor: Silva, Maria Júlia Paes da.
Título: A enfermagem frente a necessidade de percepçäo do paciente / Patient's perceptions and its importance to nursing
Fonte: Rev. paul. enferm;9(3):114-9, set.-dez. 1990. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Compreender o complexo processo da percepçäo é tarefa da enfermeira, uma vez que a sua percepçäo e a do paciente influem nas interaçöes, além de direcionar, em grande parte, o comportamento das pessoas. Nesse artigo a autora discute as características gerais do processo perceptivo da visäo, audiçäo, olfaçäo, gustaçäo e tato, além de colocar como objetivo da enfermagem na manutençäo da capacidade perceptiva do paciente a prevençäo da privaçäo sensorial ou da sobrecarga sensorial em indivíduos que näo apresentam distúrbios nesta área, ou auxiliá-los a adaptar-se a uma deficiência sensorial, quando for o caso.
Descritores: Percepção
Relações Enfermeiro-Paciente
-Olfato
Tato
Audição
Comunicação não Verbal/fisiologia
Visão Ocular
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  9 / 83 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Leite, Josete Luzia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: lil-483089
Autor: Wosny, Antônio de Miranda; Erdman, Alacoque Lorenzini; Belli Filho, Paulo; Leite, Joséte Luzia.
Título: The aesthetics of smells: the sense of smell and nursing / Estética de los olores: el sentido del olfato y la enfermería / Estética dos odores: o sentido do olfato e a enfermagem
Fonte: Rev. latinoam. enferm;16(2):320-323, mar.-abr. 2008.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: This study aims to present reflections on the meaning of olfactory sensations and perceptions, as well as their relevance as a phenomenon present in Nursing practice. It stresses the importance of the smells' chemical language in the hospital environment, emphasizing some deductions about the aesthetics of smells from the Nursing perspective. The authors conclude that a deeper aesthetic/philosophical and technical/scientific comprehension of smell emanations will contribute to human care, especially in Nursing diagnoses and prescriptions, environmental quality regulation and therapeutics.

Este estudio presenta reflexiones acerca del significado de las percepciones y sensaciones olfativas y suya pertinencia como fenómeno presente en la práctica de la Enfermería. Destaca la importancia de la linguage química de los olores en el ambiente hospitalario, puntuando algunas deducciones sobre la estética de los olores por la enfermería. Concluye que la mayor comprensión estético/filosófica y técnico/científica de las emanaciones odorantes podrá contribuir para el cuidado humano, especialmente en el diagnóstico y prescripción de Enfermería, vigilancia de la calidad ambiental y terapéutica.

Este estudo apresenta reflexões acerca do significado das percepções e sensações olfativas e sua pertinência como fenômeno presente na prática da Enfermagem. Destaca a importância da linguagem química dos odores no ambiente hospitalar, pontuando algumas deduções sobre a estética dos odores pela enfermagem. Conclui que a maior compreensão estético/filosófica e técnico/científica das emanações odorantes poderá contribuir para o cuidado humano, especialmente no diagnóstico e prescrição de Enfermagem, vigilância da qualidade ambiental e terapêutica.
Descritores: Enfermagem
Odorantes
Olfato
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  10 / 83 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Porto, Isaura Setenta
Id: lil-345393
Autor: Figueirêdo, Nebia Maria Almeida de; Porto, Isaura Setenta; Santos, Iraci dos; Cardoso, Flávia Cristina de A; Souza, Flávia Silva de.
Título: Ensinando alunas(os) a sentir: arquitetando uma semiologia da expressäo para cuidar: os sentidos e os cuidados / Teaching students how to feel: projecting a semiology of the expression to care: the senses and the cares
Fonte: Rev. enferm. UERJ;9(3):217-224, set.-dez. 2001.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo diz respeito às questöes: que sentido têm os sentidos para alunas(os) de Graduaçäo e de Pós-graduaçäo em Enfermagem? E como sentir para aprender a cuidar visando os sentidos?...
Descritores: Estudantes de Enfermagem
Cuidados de Enfermagem
Percepção
-Olfato
Paladar
Tato
Audição
Visão Ocular
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde