Base de dados : LILACS
Pesquisa : F03 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3430 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 343 ir para página                         

  1 / 3430 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-715249
Autor: de Morais, Aquiléia Helena; Roecker, Simone; Jodas Salvagioni, Denise Albieri; Jacklin Eler, Gabrielle.
Título: Significance of clay art therapy for psychiatric patients admitted in a day hospital / Significado de la arteterapia con arcilla para los pacientes psiquiátricos en un hospital de día / Significado da arteterapia com argila para os pacientes psiquiátricos num hospital de dia
Fonte: Invest. educ. enferm;32(1):128-138, Jan.-Apr. 2014. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective. To understand the significance of clay art therapy for psychiatric patients admitted in a day hospital. Methodology. Qualitative, descriptive and exploratory research, undertaken with 16 patients in a day hospital in Londrina, in the state of Parana, Brazil, who participated in seven clay therapy sessions. Data collection took place from January to July 2012 through interviews guided by a semi structured questionnaire and the data were submitted to content analysis. Results. Three themes emerged: Becoming familiar with clay art therapy; Feeling clay therapy; and Realizing the effect of clay therapy. Conclusion. The use of clay as a therapeutic method by psychiatric patients promoted creativity, self-consciousness, and benefited those who sought anxiety relief.

Objetivo. Comprender el significado de la arteterapia con arcilla para pacientes psiquiátricos en un hospital de día. Metodología. Estudio descriptivo y exploratorio, cualitativo, realizado con 16 pacientes en un hospital de día en Londrina - PR, Brasil, quienes asistieron a 7 sesiones de arteterapia con arcilla. Los datos fueron recolectados de enero a julio de 2012 mediante entrevistas guiadas por cuestionario semiestructurado cuyos datos fueron sometidos a análisis de contenido. Resultados. Emergieron tres temas: acercarse a la arte-terapia con arcilla, sintiendo la terapia con arcilla y percibir el efecto del tratamiento con arcilla. Conclusión. El uso de la arcilla como medio terapéutico en estos pacientes psiquiátricos promovió la creatividad y la conciencia de sí mismo; también brindó beneficios a aquellos que buscaban alivio de la ansiedad.

Objetivo. Compreender o significado da arteterapia com argila para pacientes psiquiátricos num hospital de dia. Metodologia. Estudo descritivo e exploratório, qualitativo, realizado com 16 pacientes num hospital de dia em Londrina - PR, Brasil, que assistiram a 7 sessões de arteterapia com argila. Os dados foram coletados de janeiro a julho de 2012 através de entrevistas guiadas por questionário semiestruturado e os dados foram submetidos a análises de conteúdo. Resultados. Emergiram três temas: acercar-se à arte-terapia com argila, sentindo a terapia com argila, e perceber o efeito do tratamento com argila. Conclusão. O uso da argila como meio terapêutico nestes pacientes psiquiátricos promoveu a criatividade, a consciência de si mesmo e teve benefício naqueles que procuravam alívio da ansiedade.
Descritores: Transtornos de Ansiedade/terapia
Terapia pela Arte/métodos
Transtornos Mentais/terapia
-Silicatos de Alumínio
Brasil
Hospital Dia
Entrevista Psicológica
Inquéritos e Questionários
Limites: Adulto
Idoso
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina


  2 / 3430 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177529
Autor: Moreira, Andréa Carvalho Araújo; Magalhães Júnior, José Wellington Cruz; Teixeira, Iane Ximenes; Sousa, Vitória Lídia Pereira; Goyanna, Natália Frota; Oliveira, Eliany Nazaré; Oliveira, Francisco Eduardo Silva de; Dourado Júnior, Francisco Wellington.
Título: Desempenho funcional de idosos com transtornos mentais / Functional performance of elderly with mental disorders
Fonte: Enferm. foco (Brasília);11(5):136-143, dez. 2020. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Verificar a associação entre desempenho funcional e dados sociodemográficos e clínicos de idosos com transtornos mentais. Método: Estudo transversal realizado com 35 idosos diagnosticados com transtorno mental, atendidos em um serviço especializado da região norte do estado do Ceará. As informações coletadas foram do perfil social, clínico e do desempenho funcional em atividades básicas e instrumentais de vida diária. Utilizou-se o teste de correlação de Spearman e o teste Mann-Whitney. Resultados: A depressão foi o transtorno mental mais frequente (94,24%). A maioria dos idosos era independente para todas as atividades básicas de vida diária (62,85%). Houve associação da idade avançada (p<0,05) e o aumento do número de psicotrópicos em uso (p<0,042) com menor nível de autonomia e independência para atividades instrumentais. Conclusão: Idosos com transtornos mentais apresentam desempenho funcional reduzido associado à idade avançada e ao aumento do número de psicotrópico em uso. (AU)

Objective: To verify the association between functional performance and sociodemographic and clinical data of the elderly with mental disorders. Methods: A Transversal study accomplished with 35 elderly diagnosed with a mental disorder, attended in a specialized service from the north region of the state of Ceará. The information gathered was from the social and clinical profile and their functional performance in basic and instrumental activities from daily life. Spearman's correlation test and Mann-Whitney1s test were used. Results: The depression was the most frequent mental disorder (94.24%). Most of the elderly were independent to execute all basic activities of daily life (62.85%). There was an association of the advanced age (p<0.05) and the increase of the number of psychotropic's usage (p<0.042) with a minor level of autonomy and independence for instrumental activities. Conclusion: Elderly people with mental disorders showed reduced functional performance associated with advanced age and the increase in the number of psychotropic's usage. (AU)

Objetivo: Examinar la asociación entre rendimiento funcional y datos clínicos de ancianos con trastornos mentales. Métodos: Estudio trasversal realizado con 35 ancianos diagnosticados con trastornos mentales, atendidos por servicio especializado en el norte del estado de Ceará. La información recopilada ha sido del perfil social, clínico y rendimiento funcional en las actividades básicas e instrumentales de su cotidiano. Se han utilizado Spearman y Mann-Whitney como pruebas de correlación. Resultados: La depresión ha sido el trastorno mental más frecuente (94,24%). La mayoría de los ancianos era independiente para todas las actividades básicas del cotidiano (62.85%). Hubo asociación de edad avanzada (p <0.05) y aumento en el número de drogas psicotrópicas en uso (p <0.042) con menor nivel de autonomía e independencia para actividades instrumentales. Conclusión: Los ancianos con trastornos mentales han reducido el rendimiento funcional asociado con la edad avanzada y aumento en el número de drogas psicotrópicas en uso. (AU)
Descritores: Envelhecimento
-Atividades Cotidianas
Saúde Mental
Transtornos Mentais
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  3 / 3430 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-999249
Autor: Erazo R, Rodrigo.
Título: Hacia un modelo de diagnóstico precoz en las enfermedades mentales / Toward a model of early diagnosis in mental disorders
Fonte: Rev. Méd. Clín. Condes;21(5):684-695, sept. 2010. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: La intervención temprana en Psiquiatría se ha demorado mucho en aparecer como una estrategia central en la reducción de la morbilidad, la mortalidad y las consecuencias sociales de las enfermedades mentales. En otros campos de la Medicina, esta opción ha recibido un apoyo sistemático y se invierten grandes esfuerzos para educar al público y a los profesionales de salud primaria acerca del valor del diagnóstico precoz y los beneficios de una intervención oportuna. Hay un considerable impulso tras los esfuerzos conceptuales efectuados en los trastornos psicóticos, y ahora que estos han alcanzado la etapa de "prueba de concepto", esta podría comenzar a extenderse por todo el espectro de trastornos mentales graves. Sin embargo, existe ambivalencia y resistencia a esta reforma basada en la evidencia, un asunto que merece la realización de un análisis a fondo

Early intervention in Psychiatry has much delayed to appear as a key strategy in reducing morbidity, mortality, and the social consequences of mental illness. In other fields of Medicine, this option has received a systematic support and great efforts are invested to educate people and primary care proffesionals about the value of early diagnosis and the benefits of a timely intervention. There is a significant impetus behind the conceptual efforts on psychotic disorders, and now that they have reached the stage of "proof of concept", this could start to spread across the entire spectrum of serious mental disorders. However, there is ambivalence and resistance to this reform based on the evidence, an issue that deserves a thorough analysis
Descritores: Diagnóstico Precoce
Intervenção Médica Precoce
Transtornos Mentais/diagnóstico
-Transtornos de Ansiedade/diagnóstico
Esquizofrenia/diagnóstico
Transtorno Bipolar/diagnóstico
Transtorno Depressivo/diagnóstico
Sintomas Prodrômicos
Limites: Humanos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  4 / 3430 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1100176
Autor: Andrade, Karoline; Zeferino, Maria Terezinha; Fialho, Marcelo Brandt.
Título: Articulação da rede de atenção psicossocial para o cuidado às crises / Coordination of the psychosocial care network for mental health crisis / Coordinación de la red de atención psicosocial para el cuidado a la crisis
Fonte: Psicol. Estud. (Online);21(2):223-233, abr.-jun. 2016.
Idioma: en; pt.
Resumo: O objetivo deste estudo consistiu em conhecer a articulação entre os pontos da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) no cuidado às situações de crise em saúde mental, na visão dos seus trabalhadores. Trata-se de uma pesquisa exploratória descritiva com abordagem qualitativa. O estudo foi realizado com base em 62 portfólios elaborados pelos alunos do Curso Crise e Urgência em Saúde Mental, respondendo à questão reflexiva: "Considerando seu local de trabalho como ponto da RAPS/RUE, descreva, reflita e elabore uma síntese sobre como se dá a articulação com os demais pontos da rede na realidade do seu município". Os dados foram analisados segundo o método de Análise de Conteúdo Temático de Bardin, que compreende três fases: pré-análise, exploração do material e tratamento das informações, inferência e a interpretação. Os dados resultaram em três categorias temáticas: encaminhamento, modelo tradicional de cuidado, o qual evidenciou o encaminhamento inadequado gerador de um cuidado fragmentado; matriciamento, a proposta atual, que traduz uma estratégia de articulação que contribui para o cuidado prestado ao usuário; e novas estratégias, exemplificado por encontros que abordam novas maneiras de viabilizar o cuidado em rede. Considera-se que a articulação entre os serviços de saúde é de extrema importância para um cuidado humanizado e integral ao usuário. Para tanto, faz-se necessário que os trabalhadores tenham conhecimento da sua rede de apoio, bem como utilizem meios de se integrar à mesma, seja por reuniões, capacitações ou encontros que favoreçam a troca de experiências.

This research aimed to investigate the coordination of the psychosocial care network (RAPS) for mental health crisis care, in its workers' view. It is a descriptive exploratory study with qualitative approach. The study was carried out from 62 portfolios made by the students of the Mental Health Crisis and Urgency Course, who answered the reflective question: "Considering your workplace as a point of RAPS / RUE, describe, reflect and write a text with the synthesis regarding the articulation with the other network points in the reality of your municipality". The data were analyzed according to Thematic Content Analysis method suggested by Bardin, which comprises three phases: Pre-analysis, Material Exploration and Treatment of the Information, inference and interpretation. As a result, three thematic categories were identified: Referral, the traditional way of referring to specialized care, which is associated to a more fragmented care process; Matrix support, the current proposal of collaborative care, ajoint strategy that contributes to the complex care demanded by mental health services users; and new strategies for network care, exemplified by meetings or sessions that discuss new ways to enable the network care.

El objectivo de este estudio fue conocer la relación entre los puntos de la Red de Atención Psicosocial para el cuidado de las crisis en salud mental, a la vista de sus trabajadores. Es una investigación exploratoria descriptiva con enfoque cualitativo. El estudio recurrió a 62 carteras realizadas por los estudiantes de la crisis de salud mental y Curso Urgencia que respondió a la pregunta reflexiva: "Teniendo en cuenta su lugar de trabajo como punto de RAPS/RUE, describir, reflexionar y elaborar un resumen de cómo es la relación con los demás puntos de la red en la realidad de su municipio". Los datos se analizaron según el método de análisis de contenido temático sugerido por Bardin, que consta de tres fases: Pre-análisis, exploración y tratamiento de la información, la inferencia e interpretación de lo material. Como resultado se identificaron tres categorías: Referencia, la forma tradicional de hacer referencia a la atención especializada, que se asocia a un proceso de atención más fragmentado; Ayuda matricial: la propuesta de la época, haciendo de esta una estrategia conjunta que contribuya a la atención proporcionada al usuario; y Nuevas estrategias para el cuidado en red, ejemplificadas por las reuniones o sesiones que tratan sobre los nuevos modos de activar el cuidado de la red
Descritores: Saúde Mental
Capacitação Profissional
Serviços de Saúde Mental
-Equipe de Assistência ao Paciente
Atenção Primária à Saúde
Transtornos Mentais/psicologia
Categorias de Trabalhadores
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  5 / 3430 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177669
Autor: Toledo, Javier Angel; Donnelly Kehoe, Patricio; Pascariello, Guido; Chamorro, Mauricio; Mortarino, Pablo; De La Riestra, Tomás; Nallino, José Carlos; Mandolesi, Jorge.
Título: Nuevos conceptos en neuromodulación cerebral: rol de DTI y estimulación de tractos / New concepts in brain neuromodulation: role of DTI and tract stimulation
Fonte: Rev. argent. neurocir;33(2):73-81, jun. 2019. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La estimulación cerebral profunda es una técnica difundida y validada para eltratamiento de múltiples dolencias neurológicas y psiquiátricas, entre ellas el temblor esencial. Objetivo: Evaluar si existe un correlato clínico-anatómico, para un paciente con TE, entre la mejor estimulación lograda y los tractos involucrados. Para esto se realiza una descripción de la técnica utilizada, incluyendo el procesamiento de imágenes necesario. Material y métodos: Se presenta el caso de un paciente de 53 años de edad, con una historia de 23 años de temblor esencial progresivo e incapacitante. Se realizó un implante de DBS bilateral en Vim. Se realizó un post procesamiento de imágenes con un método desarrollado por nuestro equipo a través del cual se permitió evaluar gráficamente el área de estimulación cerebral y sus relaciones con los tractos implicados en la patología (dento-rubro-talámico, haz piramidal y haz lemniscal). Resultados: El paciente presentó una mejoría del 55% medido por escala de temblor de Tolosa. Se obtuvo una correlación anatómica y funcional de lo esperado según imágenes y la respuesta clínica del paciente. Se constataron efectos adversos cuando la estimulación implicaba fibras del haz piramidal y lemniscal, presentando los mejores efectos clínicos cuando el haz dento-rubro-talámico era influenciado por el área de acción del campo eléctrico. Conclusiones: En este reporte mostramos la aplicabilidad de DTI y tractografía para explicar los efectos de la programación de los pacientes con estimulación cerebral profunda.

Introduction: Deep brain stimulation is a widespread and validated technique for the treatment of multiple neurological and psychiatric disorders, including essential tremor. Objective: To evaluate if there is a clinical-anatomical correlate, for a patient with essential tremor, between the best stimulation achieved and the tracts involved. For this, a description of the technique used is made, including the necessary image processing. Methods: We present the case of a 53-year-old patient with a 23-year history of progressive and disabling essential tremor. A bilateral DBS implant was performed on Vim. We performed a post-processing of images with a method developed by our team through which we were able to graphically evaluate the area of brain stimulation and its relationships with the tracts involved in the pathology (dento-rubro-thalamic tract, pyramidal tract and lemniscal tract). Conclusions: In this report we showed the applicability of DTI and tractography to explain the clinical effects of the programming features in patients with deep brain stimulation.
Descritores: Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea
-Tremor Essencial
Imagem de Tensor de Difusão
Transtornos Mentais
Responsável: AR423.1 - Biblioteca


  6 / 3430 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890164
Autor: Araújo, Tania Maria; Palma, Tarciso de Figueiredo; Araújo, Natália do Carmo.
Título: Vigilância em Saúde Mental e Trabalho no Brasil: características, dificuldades e desafios / Work-related Mental Health Surveillance in Brazil: characteristics, difficulties, and challenges
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(10):3235-3246, Out. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo aborda as dificuldades e os desafios da Vigilância em Saúde Mental Relacionada ao Trabalho (SMRT) no Brasil, com base em levantamento de produção bibliográfica. Busca-se, a partir da compilação da produção identificada, fomentar reflexões sobre o panorama atual em que se encontram as ações em Vigilância nesse campo, seus principais entraves e possibilidades de avanços. Efetuou-se levantamento de publicações nacionais nas bases do Scielo, Lilacs e PubMed, de 2002 a 2017. A sistematização dos dados permitiu a sua estruturação nas seguintes temáticas: Epidemiologia da SMRT no Brasil; Políticas para a SMRT e a VISAT; Organização do Trabalho e Saúde Mental; e, Ações e Intervenções em VISAT e SMRT. As ações para Vigilância encontram-se, ainda, em estado incipiente, porém há esforços para o fortalecimento da RENAST, materializado na construção de protocolos e na promoção de encontros nacionais que visam à reflexão e à construção de um novo modelo de Vigilância em Saúde do Trabalhador. Registra-se a busca por novos modelos e concepções de adoecimento mental, de redefinição do foco de atenção, de modos de intervenção com destaque para o papel ativo dos trabalhadores, protagonistas imprescindíveis ao enfrentamento dos desafios nesse campo.

Abstract This paper addresses the challenges and difficulties in Work-related Mental Health (WMH) Surveillance in Brazil, based on a review of the bibliographic literature. From the compilation of identified academic research, it seeks to foster reflections about the current landscape of surveillance actions, its main obstacles, and possibilities for improvement. A survey of national publications was carried out using Scielo, Lilacs and PUBMED databases from 2002 until 2017. Systematizing the results allows us to group the following themes: Epidemiology of WMH in Brazil; Policies for WMH and VISAT; Work Environment for Mental Health; and, Actions and Interventions in the VISAT and WMH. The surveillance actions are still in the early stages; however, there is an effort to strengthen the RENAST, materialized in the creation of protocols and the promotion of national meetings which reflect the construction of a new surveillance model for worker health. We noted a search for new conceptual models of mental illness, a redefinition of the focus of care, and of intervention approaches highlighting the active role of workers, who are essential players in facing the challenges in this area.
Descritores: Saúde Mental
Saúde do Trabalhador
Pessoal de Saúde/psicologia
-Brasil/epidemiologia
Vigilância da População
Transtornos Mentais/psicologia
Transtornos Mentais/epidemiologia
Doenças Profissionais/psicologia
Doenças Profissionais/epidemiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 3430 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Caramelli, Paulo
Texto completo
Id: biblio-1038750
Autor: Gambogi, Leandro Boson; Guimarães, Henrique Cerqueira; De Souza, Leonardo Cruz; Caramelli, Paulo.
Título: Behavioral variant frontotemporal dementia in patients with previous severe mental illness: a systematic and critical review / Demência frontotemporal variante comportamental em pacientes com transtorno mental grave prévio: revisão sistemática e crítica
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;77(9):654-668, Sept. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objectives: To explore the relationship between severe/serious mental illness (SMI) and the behavioral variant of frontotemporal dementia (bvFTD), as the patterns of symptoms and cognitive performance that characterize both disorders share similarities. Methods: We performed a systematic review investigating what has already been published regarding the relationship between bvFTD and SMI. Studies were selected from PubMed and LILACS databases, including those published up to February 12, 2018. The search strategy included the following terms: "frontotemporal dementia" plus "bipolar", OR "frontotemporal dementia" plus "schizophrenia", OR "frontotemporal dementia" plus "schizoaffective". Publications without abstracts, case reports with absent genetic or histopathological confirmation, reviews and non-English language papers were excluded across the search process. Results: The search on PubMed retrieved 186 articles, of which 42 met eligibility criteria. On the LILACS database, none met the requirements. Generally, three major research aims were identified: 1) to look for frontotemporal lobar degeneration-associated genetic abnormalities in patients with prior SMI; 2) to compare the cognitive profile between patients affected by neurodegenerative disorders and schizophrenic patients; 3) to highlight the association between bvFTD and preceding psychiatric conditions and/or distinguish them both. The investigated mutations were found infrequently in the studied SMI samples. Cross-sectional studies comparing cognitive performance between bvFTD and psychiatric disorders mostly found no remarkable differences. There were only a few case reports identifying definite frontotemporal lobar degeneration in patients with previous psychiatric diagnoses. Conclusions: The available evidence demonstrates how fragile the current understanding is regarding the association between bvFTD and prior SMI.

RESUMO Objetivos: Explorar a relação entre doença mental grave (DMG) e a variante comportamental da demência frontotemporal (DFTvc), uma vez que os padrões de sintomas e de desempenho cognitivo que caracterizam ambos os transtornos compartilham semelhanças. Métodos: Revisão sistemática investigando estudos publicados sobre a relação entre DFTvc e DMG. Os estudos foram selecionados nas bases de dados PubMed e LILACS, incluindo aqueles publicados até 12 de fevereiro de 2018. A estratégia de busca incluiu os seguintes termos: "demência frontotemporal" e "bipolar", OU "demência frontotemporal" e "esquizofrenia" OU "demência frontotemporal" e "esquizoafetivo". Publicações sem resumos, relatos de casos sem confirmação genética ou histopatológica, revisões e artigos escritos em idiomas que não fossem o inglês não foram selecionados na busca sistemática. Resultados: A pesquisa no PubMed encontrou 186 artigos, dos quais 42 alcançaram critérios de elegibilidade. Na base de dados LILACS, nenhum dos nove artigos identificados atendeu aos requisitos. Foram identificados três objetivos de pesquisa principais: buscar anormalidades genéticas associadas à degeneração lobar frontotemporal (DLFT) em pacientes com SMI prévia; comparar o perfil cognitivo entre pacientes acometidos por doenças neurodegenerativos e esquizofrênicos; destacar a associação entre DFTvc e condições psiquiátricas precedentes e/ou distinguir ambos. As mutações investigadas foram encontradas infrequentemente nas amostras estudadas. Os estudos transversais comparando o desempenho cognitivo entre DFTvc e os transtornos psiquiátricos não encontraram diferença, e houve apenas relatos de casos confirmando de DLFT em pacientes com diagnósticos psiquiátricos prévios. Conclusões: A evidência disponível demonstra quão frágil é o entendimento atual sobre a associação entre DFTvc e DMG.
Descritores: Demência Frontotemporal/psicologia
Transtornos Mentais/psicologia
-Psicologia do Esquizofrênico
Demência Frontotemporal/complicações
Disfunção Cognitiva/psicologia
Transtornos Mentais/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 3430 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890192
Autor: Treichel, Carlos Alberto dos Santos; Jardim, Vanda Maria da Rosa; Kantorski, Luciane Prado; Neutzling, Aline dos Santos; Oliveira, Michele Mandagará de; Coimbra, Valéria Cristina Christello.
Título: Minor psychiatric disorders and their associations in family caregivers of people with mental disorders / Transtornos psiquiátricos menores e suas associações em familiares cuidadores de pessoas com transtorno mental
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(11):3567-3578, Nov. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This study aims to analyze the occurrence of minor psychiatric disorder and their associations in relatives of people with mental disorders. This is a cross-sectional study of 1164 relatives. For the tracking of minor psychiatric disorders the Self-Reporting Questionnaire Scale (SRQ20) was used, adopting 6/8 as cut-off point. Bivariate analyzes were conducted using Chi-squared test. Trends among strata of independent variables were investigated in relation to the outcome using nonparametric linear trend test. Statistic significance was defined as p-value < 0.05. Crude and adjusted binary logistic regressions were conducted using as a basis the hierarchical model developed through a systematic literature review. It was observed in the population a prevalence of 46.9% for minor psychiatric disorders. Higher prevalence of minor psychiatric disorders were strongly associated with the female gender, older age, first degree family ties, not having a paid work, lower education level, lower income, health problems, lower quality of life and feeling of burden. Many factors are related to the emotional and mental illness of family caregivers, demanding health services to be prepared to recognize and intervene in these situations.

Resumo Este estudo tem por objetivo analisar a ocorrência de transtornos psiquiátricos menores e suas associações em familiares de pessoas com transtornos mentais. Estudo transversal realizado com 1.164 familiares. Para o rastreamento utilizou-se o Self-Reporting Questionnaire Scale (SRQ20). Análises bivariadas foram realizadas com uso do teste Qui-quadrado. Tendências entre os estratos foram investigados em relação ao desfecho por meio do teste não paramétrico de tendência linear. Significância estatística foi definida como p < 0,05. Regressões logísticas binárias brutas e ajustadas foram realizadas utilizando como base um modelo hierárquico desenvolvido através de uma revisão sistemática da literatura. Observou-se prevalência de 46,9% de transtornos psiquiátricos menores. Maior prevalência desses transtornos esteve fortemente associada ao sexo feminino, idade avançada, laços familiares de primeiro grau, não possuir trabalho remunerado, nível de educação mais baixo, menor renda, problemas de saúde, baixa qualidade de vida e sentimento de sobrecarga. Muitos fatores estão associados à doença emocional e mental dos cuidadores familiares, exigindo que serviços de saúde estejam preparados para reconhecer e intervir nessas situações.
Descritores: Qualidade de Vida
Cuidadores/psicologia
Transtornos Mentais/epidemiologia
-Modelos Logísticos
Fatores Sexuais
Prevalência
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Fatores de Risco
Fatores Etários
Autorrelato
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 3430 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890213
Autor: Pereira, Melissa de Oliveira; Sá, Marilene de Castilho; Miranda, Lilian.
Título: Uma onda que vem e dá um caixote: representações e destinos da crise em adolescentes usuários de um CAPSi / A wave that comes rushing in and dunks you: representations and destinies of the crisis in adolescent users of a CAPSi
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(11):3733-3742, Nov. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo enfoca os aspectos intersubjetivos envolvidos na atenção à crise psicossocial de adolescentes, suas representações e desdobramentos. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, desenvolvida através da perspectiva psicossociológica, através da construção de narrativas de vidas de adolescentes que se tratam num Centro de Atenção Psicossocial para Crianças e Adolescentes (CAPSi). Baseamo-nos nas contribuições teóricas de René Kaës sobre aspectos grupais e culturais da crise, assim como sua relação com a adolescência. As narrativas de vida, construídas através de entrevistas em profundidade com adolescentes, parentes próximos dos mesmos e profissionais do CAPSi, apresentam a crise como "surpresa", violência e estranhamento, momento que precisa ser esquecido, negado, silenciado e medicalizado. Concluímos que a crise envolve forte sofrimento psíquico por parte do adolescente, pessoas próximas e também profissionais, o que coloca em questão as possibilidades e os limites do cuidado. Apontamos, assim, para a importância de espaços protegidos, na instituição e na rede de saúde, que possibilitem construção coletiva de novos sentidos, representações e destinos da crise, tanto por parte de usuários quanto de profissionais.

Abstract This article focuses on the inter-subjective aspects involved in the care of psychosocial crises of adolescents, their representations and developments. A qualitative research was developed from a psycho-sociological perspective by constructing life story narratives of adolescents treated at a Psychosocial Care Center for Children and Adolescents (CAPSi). It was based on the theoretical contributions of René Kaës on group and cultural aspects of the crisis, as well as its relation to adolescence. Life narratives, constructed through in-depth interviews with adolescents, close relatives, and CAPSi caretakers depict crisis as a "surprise", as violence and estrangement, an episode that must be forgotten, denied, silenced, and medicalized. We concluded that the crisis involves strong mental suffering for adolescents, for the people close to them, and for caretakers, which calls into question the possibilities and limits of care. We, therefore, highlight the importance of protected spaces in both the institution and the health network that would allow the collective construction of new meanings, representations and destinies of crisis, both by users and caretakers.
Descritores: Cuidadores/psicologia
Intervenção na Crise/métodos
Transtornos Mentais/terapia
Serviços de Saúde Mental/organização & administração
-Brasil
Entrevistas como Assunto
Pesquisa Qualitativa
Transtornos Mentais/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 3430 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890233
Autor: Smolen, Jenny Rose; Araújo, Edna Maria de.
Título: Raça/cor da pele e transtornos mentais no Brasil: uma revisão sistemática / Race/skin color and mental health disorders in Brazil: a systematic review of the literature
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(12):4021-4030, Dez. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Transtornos mentais contribuem para uma grande carga de incapacidade. Esta revisão sistemática tem como objetivo resumir a literatura sobre raça/cor da pele e transtornos mentais no Brasil. PubMed e Lilacs foram pesquisados com o uso de descritores sobre transtornos mentais (depressão, ansiedade, etc.) e raça/cor da pele. Estudos sobre grupos não populacionais, que não analisaram raça/cor da pele, ou em que o transtorno mental não foi o objeto de estudo não foram incluídos. Depois da avaliação de qualidade, 14 estudos foram selecionados para inclusão. A tendência foi uma prevalência maior de transtornos mentais nas pessoas não brancas. Das seis análises multivariadas que acharam resultados estatisticamente significantes, cinco mostraram uma maior prevalência ou chance de transtornos mentais nas pessoas não brancas em comparação com pessoas brancas (medida de associação entre 1,18 e 1,85). Essa revisão contribuiu para identificar a tendência na literatura em relação à associação entre raça/cor da pele e transtornos mentais, mas há importantes dificuldades com relação à comparabilidade dos estudos, principalmente, em função das diferenças em relação aos transtornos mentais estudados, as formas de categorizar raça/cor da pele e nos instrumentos utilizados nos estudos analisados.

Abstract Mental health disorders contribute a significant burden to society. This systematic literature review aims to summarize the current state of the literature on race/skin color and mental health disorders in Brazil. Methods: PubMed and Lilacs were searched using descriptors for mental health disorders (depression, anxiety, Common Mental Disorders, psychiatric morbidity, etc.) and race to find studies conducted in Brazil. Studies of non-population groups, that did not analyze race/skin color, or for which the mental disorder was not the object of study were excluded. After evaluation of quality, 14 articles were selected for inclusion. There was an overall higher prevalence of mental health disorders in non-Whites. Of the six multivariate analyses that found statistically significant results, five indicated a greater prevalence or odds of mental health disorder in non-Whites compared to Whites (measure of association between 1.18-1.85). This review identified the trend in the literature regarding the association between race and mental health disorders. However, important difficulties complicate the comparability of the studies, principally in function of the differences in the mental health disorders studied, the method of categorizing race/skin color, and the screening tools used in the studies analyzed.
Descritores: Projetos de Pesquisa/estatística & dados numéricos
Grupos de Populações Continentais/estatística & dados numéricos
Transtornos Mentais/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Prevalência
Análise Multivariada
Grupo com Ancestrais do Continente Europeu/estatística & dados numéricos
Transtornos Mentais/diagnóstico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 343 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde