Base de dados : LILACS
Pesquisa : F03.300 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 59 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 59 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1138021
Autor: Miyamoto, Alberto Kazuo; Graells, Xavier Soler I; Sebben, André Luis; Benato, Marcel Luiz; Santoro, Pedro Grein Del; Kulcheski, Álynson Larocca.
Título: Complex Fractures of the Sacrum with Spinopelvic Dissociation Treated Surgically with Iliolumbar Fixation / Fraturas complexas do sacro com dissociação espinopélvica tratadas cirurgicamente com fixação iliolombar
Fonte: Rev. bras. ortop;55(3):304-309, May-June 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective To analyze a series of cases of complex fractures of the sacrum with spinopelvic dissociation surgically treated with iliolumbar fixation, and to review the existing medical literature. Methods For the analysis, the medical records of the cases operated using the Schildhauer et al technique for fixation were retrospectively evaluated, and followed up for at least 12 months. The functional results were assessed using the visual analog scale (VAS) for pain and the Oswestry disability index, version 2.0. The data were compared with those of the existing medical literature. Results Six cases were analyzed, four of which evolved with moderate disability, one, with minimal disability, and one, with severe disability. Three cases that presented neurological deficits obtained significant improvement. Only one case evolved with pulmonary thromboembolic complications. Conclusion The Schildhauer et al technique is an efficient technique for the fixation of complex sacral fractures with spinopelvic dissociation. The patients evolved with good functional results. Early weight-bearing has been shown to be safe with the use of this treatment.

Resumo Objetivo Analisar uma série de casos de fraturas complexas do sacro com dissociação espinopélvica tratados cirurgicamente com fixação iliolombar, e revisar a literatura médica existente. Métodos Para a análise, foram avaliados retrospectivamente os prontuários médicos de casos operados utilizando a técnica de Schildhauer et al para fixação. O período de acompanhamento foi de pelo menos 12 meses. Os resultados funcionais foram avaliados por meio da escala visual analógica (EVA) de dor e do índice de incapacidade de Oswestry, versão 2.0. Os dados foram comparados com os da literatura médica existente. Resultados Seis casos foram analisados, sendo que quatro evoluíram com incapacidade moderada, um, com incapacidade mínima, e um, com incapacidade grave. Três casos que apresentavam déficit neurológico obtiveram melhora significativa. Apenas um caso evoluiu com complicação tromboembólica pulmonar. Conclusão A técnica de Schildhauer et al é eficiente para a fixação de fraturas complexas de sacro com dissociação espinopélvica. Os pacientes evoluíram com bons resultados funcionais. A liberação precoce de sustentação de carga demonstrou-se segura com o uso deste tratamento.
Descritores: Dor
Sacro
Sacro/cirurgia
Traumatismos da Coluna Vertebral
Registros Médicos
Suporte de Carga
Transtornos Dissociativos
Fraturas Ósseas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  2 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-892063
Autor: Ferreira, Haryelle Náryma Confessor; Cirne, Gabriele Natane de Medeiros; Pereira, Silvana Alves; Lima, Núbia Maria Freire Vieira; Cacho, Roberta de Oliveira; Cacho, Enio Walker Azevedo.
Título: Upper extremity motor quality evaluation in children with Cerebral Palsy / Avaliação da qualidade motora das extremidades superiores de crianças com Paralisia Cerebral
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);30(supl.1):277-284, 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Cerebral Palsy (CP) is a non-progressive disorder that may compromise functional abilities of the upper limbs due to motor and sensitive loss, that are still poorly evaluated and described by reliable tools. Objective: This study aimed to evaluate motor quality and skills of the upper extremity in children with CP in regions of Trairi and Seridó from Rio Grande do Norte state (Brazil). Methods: It is a cross-sectional exploratory study, with a qualitative approach, with 17 children with CP, aged between four and eight years. The following instruments were used for upper extremity evaluation: Manual Ability Classification System (MACS), Quality of Upper Extremity Skills Test (QUEST) and Gross Motor Function Classification System (GMFCS). Results: Mean and standard deviation (sd) of QUEST total score and the domains dissociated movement, grasp, weight bearing and extensive protection were, respectively, 41.06/37.08; 53.12/34.50; 15.51/62.98; 37.76/37.52; 42.48/47.26. MACS and GMFCS median scores were, respectively, 3 (three) and 5 (five); high positive correlation was observed between MACS and GMFCS (rs=0.83) and high negative correlation between GMFCS and total QUEST (rs=-0.83), as well as between MACS and QUEST (rs=-0.84); and MACS and all QUEST domains (rs=-0.73; rs=-0.82; rs=-0.76; rs=-0.79), p<0.001. Conclusion: Children with CP showed deficit in motor quality and skills of the upper limb, allowing to infer functional limitations regarding manipulation of objects and consequent dependence during life activities.

Resumo Introdução: A Paralisia Cerebral (PC) é uma desordem não progressiva que pode comprometer as habilidades funcionais dos membros superiores, frequentemente decorrentes das perdas motoras e sensitivas, que são ainda pouco avaliadas e descritas por meio de instrumentos confiáveis. Objetivo: Este estudo teve como objetivo avaliar a qualidade de habilidades motoras e da extremidade superior em crianças com paralisia cerebral em regiões de Trairi e Seridó do estado do Rio Grande do Norte (Brasil). Métodos: Estudo exploratório, com abordagem qualitativa e estrutura transversal, com 17 crianças com PC, com idades entre quatro e oito anos. Foram utilizados os seguintes instrumentos para avaliação da extremidade superior: Sistema de Classificação da Habilidade Manual (MACS), Teste de Qualidade de Habilidades da Extremidade Superior (QUEST) e Sistema de Classificação da Função Motora Grossa (GMFCS). Resultados: A média e o desvio padrão da pontuação total QUEST e domínios dissociação de movimento, preensão, descarga de peso e resposta extensiva protetora foram, respectivamente, 41,06/37,08; 53,12/34,50; 15,51/62,98; 37,76/37,52; 42.48/47.26. As pontuações medianas do MACS e GMFCS foram, respectivamente, de 3 (três) a 5 (cinco), sendo observados alta correlação positiva entre MACS e GMFCS (rs=0,83) e alta correlação negativa entre o GMFCS e QUEST totais (rs=-0,83), bem como entre MACS e QUEST (rs=-0,84); MACS e todos os domínios QUEST (rs=-0.73; rs=-0.82; rs=-0.76; rs=-0.79), p<0,001. Conclusão: As crianças com PC apresentaram déficit de qualidade motora e habilidades do membro superior, possibilitando inferir limitações funcionais quanto à manipulação de objetos e consequente dependência durante atividades de vida.
Descritores: Paralisia Cerebral
Extremidade Superior
-Transtornos Dissociativos
Atividade Motora
Destreza Motora
Movimento
Limites: Humanos
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR495.1 - Biblioteca Central


  3 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-721964
Autor: Cruzado, Lizardo; Núñez-Moscoso, Patricia; Rojas-Rojas, Galia.
Título: Despersonalización: más que síntoma, un síndrome / Depersonalization: more than a symptom, a syndrome
Fonte: Rev. neuropsiquiatr;76(2):121-175, abr.-jun. 2013.
Idioma: es.
Resumo: La despersonalización es un fenómeno psicopatológico consuetudinariamente soslayado, considerado un simpleelemento sintomático unidimensional formando parte de otros síndromes de mayor complejidad. En los últimosaños la investigación psicopatológica y neurobiológica ha permitido identificar diversos componentes de ladespersonalización que permitirían caracterizarla más propiamente como un síndrome con correlatos funcionalesde desconexión córtico-subcortical. Sobre la base de cuatro casos de despersonalización primaria o comórbidos con cuadros de ansiedad, depresión y consumo de sustancias psicoactivas, se procede a una razonable revisión de la literatura y se enfatiza la necesidad de su detección clínica sistemática, abordaje pertinente y manejo combinado, al tiempo que se plantea la necesidad de investigación transcultural de este trastorno en nuestro medio.

Depersonalization is a psychopathological phenomenon customarily ignored, treated as a mere companion of other syndromes and understood in a one-dimensional fashion. In recent years, psychopathological and neurobiological research has discriminated various components of depersonalization, with which it would properly constitute a syndrome, and has found a functional correlate of cortex-subcortex disconnection. From selected cases of primary depersonalization or comorbid depersonalization with anxiety, depression and psychoactive substance use, we review the literature and emphasize the need for screening, a convenient approach to this phenomenon and cross cultural research of depersonalization in our context.
Descritores: Despersonalização
Psicopatologia
Transtornos Dissociativos
Limites: Feminino
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  4 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1114967
Autor: Archila - Diaz, Jessica Natalia; Walteros - Cárdenas, Jenifer; Mora - Bautista, Víctor Manuel.
Título: Neumomediastino espontáneo idiopático. Primer caso pediátrico en Colombia / Idiopathic spontaneous pneumomediastinum. First colombian pediatric case
Fonte: Med. UIS;32(2):47-52, mayo-ago. 2019. graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen El neumomediastino espontáneo idiopático es la presencia de aire en el mediastino, sin ninguna causa aparente, siendo descrito en 1939 por el Dr. Hamman. Se atribuye a una fuga dinámica de aire desde los alvéolos a través del intersticio de personas jóvenes (efecto Macklin). La clínica no es específica, pero el dolor torácico agudo retroesternal y la tos, son los síntomas más orientativos; los signos más específicos son los crépitos precordiales (signo de Hamman) y el enfisema subcutáneo. La radiografía de tórax es suficiente para el diagnóstico, aunque otras técnicas de imagen sirven para evaluar causas secundarias. El tratamiento es reposo, analgésicos y, opcionalmente, oxígeno suplementario. Se presenta el caso de un niño en edad escolar con neumomediastino espontáneo sin ningún desencadenante identificable, siendo el primer caso pediátrico colombiano reportado de esta variante. MÉD.UIS.2019;32(2):47-52

Abstract Idiopathic spontaneous pneumomediastinum is the presence of air in the mediastinum, without any apparent cause, it was described in 1939 by Dr. Hamman. It is attributed to a dynamic escape of air from the alveoli through the pulmonary interstice of young people (Macklin effect). The clinical symptoms are not specific, but acute retrosternal chest pain and cough are the most indicative symptoms; the most specific signs are precordial crepitus (Hamman's sign) and subcutaneous emphysema. The chest X-ray is enough for the diagnosis; however, other imaging techniques are used to evaluate secondary causes. The treatment is rest, analgesics and, optionally, supplemental oxygen. There is presented the case of a school-age child with spontaneous pneumomediastinum without any identifiable trigger, being the first reported Colombian pediatric case of this variant. MÉD.UIS.2019;32(2):47-52
Descritores: Enfisema Mediastínico
-Oxigênio
Sinais e Sintomas
Enfisema Subcutâneo
Tórax
Raios X
Dor no Peito
Relatos de Casos
Radiografia
Criança
Adolescente
Colômbia
Tosse
Transtornos Dissociativos
Mediastino
Limites: Humanos
Masculino
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CO48.1 - Biblioteca Médica


  5 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-844183
Autor: Correia-Melo, Fernanda S; Silva, Samantha S; Araújo-de-Freitas, Lucas; Quarantini, Lucas C.
Título: S-(+)-ketamine-induced dissociative symptoms as a traumatic experience in patients with treatment-resistant depression
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;39(2):188-189, Apr.-June 2017.
Idioma: en.
Descritores: Receptores de N-Metil-D-Aspartato/antagonistas & inibidores
Transtornos Dissociativos/induzido quimicamente
Transtorno Depressivo Resistente a Tratamento/tratamento farmacológico
Ketamina/efeitos adversos
Antidepressivos/efeitos adversos
-Fatores de Tempo
Resultado do Tratamento
Ketamina/administração & dosagem
Antidepressivos/administração & dosagem
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Idoso
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1048639
Autor: Carvalho, Thaiza Dutra Gomes de.
Título: Avaliação psicométrica do Peritraumatic Dissociative Experience Questionnaire (PDEQ) e proposta de um instrumento para avaliação de reações peritraumáticas / Psychometric evaluation of the Peritraumatic Dissociative Experience Questionnaire (PDEQ) and proposal of an instrument to evaluate Peritraumatic Reactions.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 105 f p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O papel das reações vivenciadas durante experiências traumáticas tem sido alvo de interesse nos estudos sobre etiologia e prognóstico do transtorno de estresse pós-traumático. Essa tese avaliou a estrutura dimensional do instrumento mais utilizado para mensurar a dissociação peritraumática, o Peritraumatic Dissociative Experience Questionnaire (PDEQ). Adicionalmente, desenvolveu-se e avaliou-se as propriedades psicométricas do instrumento Peritraumatic Reactions Questionnaire (PTRQ), proposto para mensurar as três principais reações peritraumáticas (RP) no contexto do TEPT: dissociação peritraumática (DP), imobilidade tônica peritraumática (ITP) e reações físicas peritraumáticas (RFP). Os dados utilizados são originários de um estudo transversal realizado entre junho de 2007 e julho 2008 com amostras representativas da população acima de 15 anos das duas maiores cidades brasileiras. A amostra foi de 1.074 participantes no Rio de Janeiro e 2.145 em São Paulo que reportaram ao menos um evento traumático durante a vida. O primeiro artigo investigou a validade estrutural da versão brasileira do PDEQ. Análises de componentes principais indicaram a solução unidimensional corroborada por análises fatoriais confirmatórias (AFC) e de tipo exploratórias realizadas no Mplus. A adequação de ajuste dos modelos foi aceita para valores de CFI, TLI maiores que 0,95 e de RMSEA abaixo de 0,06. Os índices de modificação indicaram uma alta correlação residual entre os itens 9 ('dificuldade para entender o que estava acontecendo') e o item 10 ('desorientação') que foi corroborada nas duas amostras por AFC e sugere redundância de conteúdo. Análises de escalabilidade utilizando H de Loevinger e a hipóstese de dupla monotonicidade indicaram boas propriedades escalares. A versão reduzida com exclusão do item 9 foi proposta para utilização em estudos epidemiológicos. O segundo artigo reportou o processo de desenvolvimento de um instrumento integrado para avaliar RP. A etapa qualitativa avaliou a validade de conteúdo de 36 itens, sendo 30 provenientes das principais escalas utilizadas para mensurar as três principais RP e mais 6 itens elaborados por especialistas. O conjunto de 34 itens resultantes do processo qualitativo teve sua estrutura configural e métrica avaliadas a partir de AFC e de tipo exploratória para as duas amostras no Mplus. Modelos com CFI e TLI acima de 0,95 e de RMSEA menores que 0,06 foram considerados com ajuste satisfatório. A versão proposta do PTRQ conta com 29 itens distribuídos nas três dimensões (DP, ITP e RFP) mostrou boa estrutura fatorial e métrica, sendo recomendado para uso em estudos epidemiológicos. Espera-se que os resultados desta tese contribuam para o refinamento do processo de mensuração das RP, necessário para se avançar o conhecimento sobre o seu papel no desenvolvimento do TEPT, assim como nas propostas de intervenção precoce em indivíduos sob maior risco de desenvolvimento desse transtorno mental

The role of reactions occurring in the course of traumatic experiences has been of interest in studies regarding the etiology and prognosis of the posttraumatic stress disorder (PTSD). This thesis evaluated the dimensional structure of the most used instrument for measuring peritraumatic dissociation (PD) - the Peritraumatic Dissociative Experience Questionnaire (PDEQ). Additionally, we developed and evaluated the psychometric properties of the instrument denominated Peritraumatic Reaction Questionnaire (PTRQ), proposed for evaluating the three main peritraumatic reactions (PR) in the context of PTSD: dissociation (PD), tonic immobility (TIP) and physical panic reaction (PPR). Data were obtained from a cross-sectional study developed between June 2007 and July 2008, including a representative sample of people aged 15 or more from the two largest Brazilian cities. A sample of 3,229 participants reported at least one traumatic event during their lifetime, 1,074 in Rio de Janeiro and 2,145 in São Paulo. The first article investigated the structural validity of the Brazilian version of the PDEQ. Principal component analyzes indicated the one-dimensional solution corroborated by confirmatory and exploratory factor analysis (CFA) performed in Mplus. The models were fit if CFI, TLI values greater than 0.95 and RMSEA values below 0.06. Modification indices indicated a high residual correlation between item 9 ('difficulty understanding what was happening') and item 10 ('disorientation') which was corroborated in both samples by AFC and suggests content redundancy. Scalability analyzes using Loevinger H and double monotonicity hypothesis indicated good scalar properties. The shortened version excluding item 9 has been proposed for use in epidemiological studies. The second article reported on the process of developing an integrated instrument to assess PR. The qualitative stage evaluated the content validity of 36 items, 30 of them from the main scales used to measure the three main PR and 6 more items prepared by experts. The set of 34 items resulting from the qualitative process had their configuration and metric structure evaluated from CFA and exploratory type for both samples in Mplus. Models with CFI and TLI above 0.95 and RMSEA less than 0.06 were considered with satisfactory fit. The proposed version of the PTRQ has 29 items distributed in the three dimensions (PD, ITP and RFP) presented good factorial and metric structure, and is recommended for use in epidemiological studies. We expect that the findings from this thesis may contribute to the refinement of PR measurement necessary to advance the knowledge about its role in PTSD development, as well as proposals for early intervention in individuals at higher risk of developing this mental disorder
Descritores: Psicometria
Análise Fatorial
Transtorno de Pânico
Resposta de Imobilidade Tônica
Transtornos Dissociativos
Trauma Psicológico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 616.89-008.487, C331, T1775


  7 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-998966
Autor: Margotti, Edficher(edt); Prazeres, Itla.
Título: AVALIAÇÃO DE SINTOMAS DISSOCIATIVOS E PÓS-TRAUMÁTICAS EM CRIANÇAS INTERNADAS EM UNIDADES PEDIÁTRICAS / EVALUATION OF DISSOCIATIVE AND POST-TRAUMATIC SYMPTOMS IN INJURED CHILDREN IN PEDIATRIC UNITS
Fonte: Rev. Rede cuid. saúde;12(2):1-16, 15/12/2018.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo foi investigar a presença de sintomas dissociativas pós-traumáticas infantis decorrentes de hospitalizações superiores a cinco dias. Investigação avaliativa descritiva. Abrangeu crianças de cinco a doze anos. Critérios de inclusão: crianças entre cinco e doze anos, internadas por mais de cinco dias, autorizadas por seus cuidadores e/ou responsáveis à participar da pesquisa. Critérios de exclusão: crianças menores de cinco anos e maiores de doze anos, que apresentaram patologias neurofisiológicas, crianças indígenas, surdas e mudas. Foi utilizada a Child Dissociative Checkist (CDC) e Children's Dissociative Experience Scale (CDES) para a coleta de dados. De acordo com Children Dissociative Checklist, as crianças sem transtornos dissociativos foram de 58% e sem transtorno foram de 42%, em ambos os hospitais, de acordo com a Children's Dissociative Experience Scale, na Santa Casa as crianças sem transtorno foram de 27%, com síndrome pós trauma foram de 26%, com transtorno dissociativo foram de 27% e falsa escala foram de 26%, no hospital Barros Barreto foram de 21% sem transtornos dissociativos, com síndrome pós trauma foram de 27%, com transtorno dissociativo foram de 13% e falsa escala foram de 33%. Concluiu se que os transtornos dissociativos afetaram a população infantil que estava hospitalizada, e a ideia da infância como um período puramente alegre e livre de sofrimentos, foi desmitificada.

The objective was to investigate the presence of dissociative children's post-traumatic symptoms resulting from hospitalizations of more than five days. Descriptive evaluative research. It covered children from five to twelve years. Inclusion criteria: children between five and twelve years old, hospitalized for more than five days, authorized by their caregivers and / or caregivers to participate in the research. Exclusion criteria: children younger than five years and older than twelve years, who presented neurophysiological pathologies, indigenous children, deaf and dumb. The Child Dissociative Checker (CDC) and Children's Dissociative Experience Scale (CDES) were used for data collection. According to the Children Dissociative Checklist, children without dissociative disorders were 58% and no disorder were 42%, in both hospitals, according to the Children's Dissociative Experience Scale, at Santa Casa children without disorder were 27%, With post-trauma syndrome were 26%, dissociative disorders were 27% and false-scale were 26%, Barros Barreto hospital were 21% without dissociative disorders, with post-trauma syndrome were 27%, with dissociative disorder were 13% and false scale were 33%. It was concluded that dissociative disorders affected the hospitalized infant population, and the idea of childhood as a purely joyous and suffering-free period was demystified.
Descritores: Criança
Depressão
Transtornos Dissociativos
Hospitalização
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Estudo Comparativo
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  8 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-484579
Autor: Fiszman, Adriana.
Título: As crises não-epilépticas psicogênicas como manifestações clínicas do transtorno de estresse pós-traumático / Psychogenic nonepileptic seizures as clinical manifestations of posttraumatic stress disorder
Fonte: J. epilepsy clin. neurophysiol;13(4,supl.1):32-35, Dec. 2007.
Idioma: pt.
Resumo: As crises não epilépticas psicogênicas (CNEP) ainda são pouco entendidas. Como não existem critérios clínicos positivos para as CNEP, não há consenso sobre sua definição, assim como não se tem clareza em relação à nosologia de base, à fisiopatologia e ao tratamento apropriado. As CNEP manifestam-se principalmente por sintomas conversivos e dissociativos, os quais estão ligados historicamente a uma doença considerada de origem traumática, a histeria. Recentemente, observou-se que pacientes com CNEP apresentam taxas elevadas de experiências traumáticas, em particular abuso na infância, e de transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Estes achados sugerem que a CNEP pode ocorrer como expressão clínica de um padrão de TEPT cuja característica central é a predominância de fenômenos dissociativos e conversivos. Algumas evidências levantam a possibilidade de que este subtipo de TEPT dissociativo/conversivo seja resultante de maus cuidados parentais e disfunção familiar na infância, os quais estão associados a - e, portanto podem causar - sintomas somatoformes, incluindo as CNEP. Limitações metodológicas impedem a confirmação destas hipóteses, sendo necessários desenhos de pesquisa mais fortes, tais como prospectivos e de caso-controle.

Psychogenic nonepileptic seizures (PNES) are still poorly understood. Because there are no positive clinical criteria for PNES, there is no consensus about its definition, nor clarity about the underlying nosology, pathophysiology, or the suitable treatment. PNES most commonly occur in the form of conversion and dissociative symptoms, which are historically linked to a trauma-related disease called hysteria. Recently, it has been observed that PNES patients show high rates of traumatic experiences, in particular childhood abuse, and posttraumatic stress disorder (PTSD). This suggests that PNES may arise as a clinical expression of a PTSD pattern whose cardinal feature is the predominance of dissociative and conversion phenomena. Emerging evidence also raise the possibility that the dissociative/conversion subtype of PTSD may occur as a result of poor parental care and family dysfunction, which are associated with - and may therefore cause - somatoform symptoms, including PNES. Methodological limitations do not permit the confirmation of these hypotheses. Stronger research designs are needed, such as prospective and case-control studies.
Descritores: Convulsões/etiologia
Transtornos Somatoformes
Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos/patologia
Abuso Sexual na Infância
Transtornos Dissociativos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-996694
Autor: Carlotto, Mary Sandra; Barcinski, Mariana; Fonseca, Rosália.
Título: Transtornos mentais comuns e associação com variáveis sociodemográficas e estressores ocupacionais: uma análise de gênero / Common mental disorders and its association with sociodemographic variables and occupational stressors: a gender analysis / Trastornos mentales comunes y asociación con variables sociodemográficas y estresores ocupacionales: un análisis de género
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;15(3):1006-1026, set.-dez. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teve por objetivo identificar a prevalência de Transtornos Mentais Comuns (TMC) em servidores públicos da Justiça Estadual e verificar a existência de associações entre variáveis sociodemográficas e estressores ocupacionais entre homens e mulheres. A amostra aleatória constituiu-se de 541 servidores públicos, 354 mulheres e 187 homens, pertencentes a uma instituição do Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul, em 2011. Os instrumentos utilizados foram o Self Reporting Questionnaire (SRQ-20) para avaliar os Transtornos Mentais Comuns e um questionário composto por questões sobre dados sociodemográficos, laborais e estressores ocupacionais. Os resultados evidenciaram que as mulheres apresentam maior prevalência de TMC. Na relação entre TMC e variáveis sociodemográficas e estressores ocupacionais, de acordo com o sexo, verifica-se relação com o tempo de trabalho e com os estressores carga horária, diversidade, complexidade do trabalho e relação com chefia, colegas e ambiente social. Os dados foram discutidos a partir da compreensão sobre o mercado de trabalho contemporâneo e sua interface com as relações de gênero. Os resultados apontam a necessidade de intervenções diferenciadas nos grupos pesquisados

This study aimed at investigating the prevalence of common mental disorders (CMD) in public servants of the State Court, as well as to verify the associations between sociodemographic variables and occupational stressors among men and women. The random sample was composed by 541 public servants, 354 women and 187 men, working in an institution of the Judiciary in Rio Grande do Sul, in 2011. The adopted instruments were the Self Reporting Questionnaire (SRQ-20), to evaluate common mental disorders and a questionnaire composed by items containing sociodemographic, work and occupational stressors data. Results showed that women present a higher prevalence of CMD. Regarding the relationship between sociodemographic variables and occupational stressors, according to sex, there is a relation with both working time and the following stressors: workload, work diversity, work complexity, and the relationship with bosses, colleagues, and social environment. The data were discussed from the understanding of contemporary work market, and its interface with gender relations. The results point to the need of distinct interventions with the researched groups

Este estudio tuvo por objetivo identificar la prevalencia de Trastornos Mentales Comunes (TMC) en funcionarios públicos de la Justicia Estadual y verificar la existencia de asociaciones entre variables sociodemográficas y estresores ocupacionales entre varones y mujeres. La muestra aleatoria se constituyó de 541 funcionarios públicos, 354 mujeres y 187 varones pertenecientes a una institución del poder judiciario del Estado del Rio Grande do Sul, en 2011. Los instrumentos utilizados fueron el Self Reporting Questionnaire (SRQ-20) para evaluar trastornos mentales comunes y un cuestionario compuesto por datos sociodemográficos, laborales y de estresores ocupacionales. Los resultados evidenciaron que las mujeres presentan mayor prevalencia de TMC. En la relación entre TMC y variables sociodemográficas y estresores ocupacionales, conforme el sexo, verificase relación con el tiempo de trabajo y con los estresores carga horaria, diversidad, complexidad del trabajo y relación con el jefe, compañeros y entorno social. Los datos fueron discutidos a partir de la comprensión del mercado de trabajo contemporáneo y su interface con las relaciones de género. Los resultados apuntan la necesidad de intervenciones diferenciadas en los grupos investigados
Descritores: Psicologia Social
Esgotamento Profissional/psicologia
Transtornos Dissociativos/psicologia
Identidade de Gênero
Limites: Humanos
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  10 / 59 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-677994
Autor: Silveira, Ronie Alexsandro Teles da; Janczura, Gerson Américo; Stein, Lilian Milnitsky.
Título: O que está errado com a dissociação funcional / What is wrong with functional dissociation
Fonte: Ciênc. cogn;17(2):40-50, jul. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A dissociação empírica vem sendo utilizada como o mecanismo exclusivo para a obtenção de propostas de uma arquitetura funcional da memória e da mente humana. Assim, diante de dissociações empíricas entre resultados obtidos em tarefas de memória, é comum que se postulea existência de diferentes sistemas de memória no âmbito cognitivo: as dissociações funcionais (DFs). As críticas a esse procedimento são de dois tipos básicos. As mais amenas reconhecem o valor das críticas, embora defendam a manutenção dessa estratégia de propor DFs, já que nãohá nada que a substitua. As críticas mais enfáticas afirmam que as DFs não são defensáveis.Ambas as críticas apontam problemas relevantes à base empírica da Ciência Cognitiva e da Neuropsicologia, na medida em que podem comprometer o projeto científico de se obter umaarquitetura funcional da memória e da mente. Identificamos o aspecto lógico principal da fragilidade contida no mecanismo de se postular DFs: o raciocínio indutivo. Com a proposta delógica de produção do conhecimento científico de Karl Popper, obtemos um ponto de vista que evita o uso da indução e preserva as DFs.
Descritores: Memória
Neuropsicologia
Transtornos Dissociativos
-Ciência Cognitiva
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde