Base de dados : LILACS
Pesquisa : F03.608 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 66 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 66 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1092969
Autor: Delgado Villarreal, Andrés; Costa Barney, Valeria Atenea; Hani, Albis; Leguizamo, Ana María; Ardila, Andrés; Meza Madrid, Diana.
Título: Actualización con la clasificación de Londres en la interpretación de la manometría anorrectal de alta resolución / Update of high-resolution anorectal manometry interpretation using the London classification
Fonte: Rev. colomb. gastroenterol;34(4):411-415, oct.-dic. 2019. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Resumen La manometría anorrectal de alta resolución es una prueba diagnóstica utilizada para los trastornos motores y sensitivos anorrectales. Consta de una medición del tono basal y de contracción anal; también valora la maniobra de pujo, reflejo rectoanal inhibitorio (RIAR) y parámetros sensitivos rectales. La interpretación convencional de la manometría anorrectal se enfoca en describir aisladamente la región anatómica disfuncional. Sin embargo, con la clasificación de Londres se busca estandarizar el informe de estos resultados, agrupándolos en trastornos mayores, menores y hallazgos no concluyentes, similar a la clasificación de Chicago para trastornos motores esofágicos.

Abstract High resolution anorectal manometry is a diagnostic test, used for anorectal motor and sensory disorders. It consists of measurement of basal tone, anal contraction and squeeze, the rectoanal inhibitory reflex (RAIR), and rectal sensory parameters. The conventional interpretation of anorectal manometry focuses on describing the dysfunctional anatomical region in isolation. However, the London classification seeks to standardize the report of these results, grouping them into major, minor and inconclusive findings in a manner similar to the Chicago classification for esophageal motor disorders.
Descritores: Transtornos das Sensações
Relatório de Pesquisa
Transtornos Motores
Manometria
-Parâmetros de Referência
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CO354 - Sociedad Colombiana de Gastroenterología


  2 / 66 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1280794
Autor: Lima Junior, Newton Almeida; Paes, Diana Greice Lopes; Pontes, Giovanna Cristiane Belchior; Sancho, Alexandre Gomes; Rosa, João Luiz da Silva.
Título: Possí­veis impactos do transtorno de ansiedade social no processo de envelhecimento / Possible impacts of social anxiety disorder in the aging process
Fonte: Fisioter. Bras;19(4):577-581, Sept. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Há uma tendência ao aumento do envelhecimento populacional no Brasil e no mundo, assim como do Transtorno de Ansiedade Social, que compromete a qualidade de vida dos indiví­duos, tornando-se um fator de risco para processos demenciais e limitação funcional. Este estudo teve como objetivo descrever possí­veis impactos deste transtorno no processo de envelhecimento, buscando saber qual será o futuro dessa população idosa convivendo com as incapacidades caracterí­sticas da idade e possivelmente potencializadas pela fobia social. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, utilizando artigos que envolvem a fobia social e depressão em idosos. A pesquisa de artigos foi realizada em bases de dados da Biblioteca Virtual de Saúde e nos portais indexados como: Bireme, Lilacs, Scielo e Pubmed, compreendendo o perí­odo de agosto de 2002 a março de 2018. Observou-se na literatura que entre as diversas modalidades de psicoterapia, a terapia cognitiva comportamental é o tratamento mais eficaz para a fobia social; por outro lado, a psicodinâmica em grupo apresentou-se como um tratamento viável para indiví­duos que experimentam fobia social generalizada. Acreditamos que novos estudos comprovarão a piora das funções em idosos que sofram de Transtorno de Ansiedade Social. (AU)

There is a trend of progressive aging of population in Brazil and in the world, as well as the Social Anxiety Disorder, which compromises quality of life and becomes a risk factor for dementia processes and collaborates with functional limitation. This study aimed to describe possible impacts of this disorder in the aging process, seeking to know the future of this elderly population living with disabilities characteristics of age and possibly potentiated by social phobia. This study consisted of an integrative review of the literature, using articles that involve social phobia and depression in the elderly. The research of articles was carried out in databases of the Virtual Health Library and in the portals indexed as: Bireme, Lilacs, Scielo, and Pubmed, in the period from August 2002 to March 2018. We observed in literature that among the psychotherapy modalities, the cognitive-behavioral therapy is the most efficient treatment for social phobia; on the other hand the psychodynamic group psychotherapy show signs of being a viable treatment for individuals that experience generalized social phobia. We concluded that new studies will prove the deterioration of elderly functions with Social Anxiety Disorder. (AU)
Descritores: Transtornos de Ansiedade
Transtornos Fóbicos
Envelhecimento
Fobia Social
-Modalidades de Fisioterapia
Impactos na Saúde
Depressão
Transtornos Motores
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG


  3 / 66 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1224196
Autor: Magalhães, Paula Hortência dos Santos; Oliveira, Joane Gabriela Souza; Santos, Vitor Sotero dos; Bião, Menilde Araújo Silva Bião.
Título: Parâmetros lineares da marcha de crianças com paralisia cerebral do tipo espástica: estudo de caso / Linear parameters of the march of children with cerebral palsy of the spastic type: case study
Fonte: Rev. Pesqui. Fisioter;10(3):529-536, ago.2020. tab, ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: A paralisia cerebral (PC) ocorre devido lesão no sistema nervoso central, resultando em comprometimento funcional e alterações na marcha. OBJETIVO: Verificar e descrever as variáveis lineares da marcha de crianças com paralisia cerebral do tipo espástica. MATERIAIS E MÉTODOS: Participaram do estudo três crianças com idade entre seis e sete anos com paralisia cerebral do tipo espástica, GMFCS nível I e II, onde foi realizada a identificação do desempenho da função motora grossa por meio do Sistema de Classificação da Função Motora Grossa (GMFSC) com grau 3 e 4 de espasticidade em membros inferiores segundo a Escala Modificada de Ashworth (MAS). Para registro dos parâmetros lineares e organização dos dados foram utilizados o software livre CVMob e o método de análise de movimento MED - Movement Element Decomposition. RESULTADOS: Os valores encontrados para velocidade foram (0,64; 0,58; 0,96 m/s) comprimento do passo (0,34;0,36; 0,36 m) cadência (127; 118; 130 p/min). CONCLUSÃO: Foi verificada a diminuição das variáveis lineares da marcha para velocidade, comprimento do passo e cadência nas três crianças estudas. Apesar da dificuldade em obter amostra maior, os dados sugerem a necessidade de maior controle das variáveis da marcha de crianças com Paralisia cerebral do tipo espástica.

Cerebral palsy (CP) occurs due to injury to the central nervous system resulting in functional impairment and gait changes. OBJECTIVE: To verify and describe the linear gait variables of children with static cerebral palsy. MATERIALS AND METHODS: Three children aged between six and seven years with spastic cerebral palsy, GMFCS level I and II participated in the study, where the performance of gross motor function was identified by means of the Thick Motor Function Classification System (GMFSC) with grades 3 and 4 of spasticity in the lower limbs according to the Modified Ashworth Scale (MAS). To record the linear parameters and data organization, the cvmob free software and the motion movement - Movement Element Decomposition method were used. RESULTS: The values found for speed were (0.64; 0.58; 0.96 m / s) step length (0.34; 0.36; 0.36 m) cadence (127; 118; 130 p / min). CONCLUSION: There was a reduction in linear gait variables for speed, length and cadence in the three children studied. Despite the difficulty in obtaining larger samples, the data suggest the need for greater control of gait variables in children with spastic cerebral palsy
Descritores: Paralisia Cerebral
-Transtornos Motores
Marcha
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR333.2 - Biblioteca - Campus II


  4 / 66 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-796837
Autor: Teive, Hélio A G; Bertucci Filho, Délcio C; Munhoz, Renato P.
Título: Unusual motor and non-motor symptoms and signs in the early stage of Parkinson's disease / Sintomas e sinais motores e não motores pouco comuns na fase inicial da doença de Parkinson
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;74(10):781-784, Oct. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective Patients with Parkinson’s disease (PD) may present with unusual motor and non-motor symptoms and signs in the early stage of the disease. Methods Cases were collected over a five-year period at two tertiary movement disorders clinics. All had a diagnosis of PD with unusual presentations defined retrospectively as the presence of complaints not objectively related to any of the classic cardinal signs of parkinsonism or the typical early non-motor features of PD. Results A total of 15 early PD patients fulfilled the proposed criteria, presenting with symptoms such as atypical tremors, shoulder pain, signs related to the rigid akinetic syndrome, as well as cases of asthenia, rhinorrhea, parosmia, dysgeusia, nocturnal sialorrhea, and color discrimination disorders. Conclusions Unusual motor and non-motor symptoms and signs in the early stage of PD can be difficult to interpret. Specialists should be aware of these conditions as clues to a potential diagnosis.

RESUMO Objetivo Pacientes com doença de Parkinson (DP) podem apresentar sintomas e sinais motores e não motores pouco comuns na fase inicial da doença. Métodos Os casos foram coletados em um período de cinco anos, em dois centros terciários de distúrbios do Movimento. Todos os pacientes tinham o diagnóstico de DP com apresentações clínicas iniciais pouco comuns. Resultados Um total de 15 pacientes com DP na fase inicial, apresentando sintomas e sinais tais como, tremores atípicos, dor no ombro, sinais relacionados com a síndrome rígido-acinética, bem como casos com astenia, rinorréia, parosmia, disgeusia, sialorréia noturna e distúrbios da discriminação de cores. Conclusões Sintomas e sinais motores e não motores pouco comuns na fase inicial da DP podem ser de difícil interpretação. Neurologistas devem estar a par destas condições, como pistas para o potencial diagnóstico.
Descritores: Doença de Parkinson/diagnóstico
Doença de Parkinson/fisiopatologia
Avaliação de Sintomas
Transtornos Motores/diagnóstico
Transtornos Motores/fisiopatologia
-Tremor/diagnóstico
Tremor/fisiopatologia
Brasil
Estudos Retrospectivos
Hipocinesia/diagnóstico
Hipocinesia/fisiopatologia
Diagnóstico Precoce
Atividade Motora/fisiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 66 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-796841
Autor: Ferraz, Henrique Ballalai; Silva, Carolina Candeias da.
Título: Unusual early symptoms of Parkinson's disease. Why do we need to identify them? / Sintomas incomuns da fase inicial da doença de Parkinson. Por que precisamos identificá-los?
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;74(10):779-780, Oct. 2016.
Idioma: en.
Descritores: Doença de Parkinson/diagnóstico
Avaliação de Sintomas
-Doença de Parkinson/complicações
Diagnóstico Precoce
Transtornos Motores/diagnóstico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 66 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-994478
Autor: Silvério, Carolina Castelli; Gonçalves, Maria Inês Rebelo.
Título: Nível de comprometimento motor e deglutição em pacientes com paralisia cerebral / Level of gross motor function and swallowing in patients with cerebral palsy
Fonte: Rev. bras. neurol;55(1):5-11, jan.-mar. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: as condições motoras orais de pacientes com paralisia cerebral (PC), incluindo a função de deglutição, apresentam influência de diversos aspectos, dentre estes o comprometimento motor global. O Gross Motor Function Classification System (GMFCS) compreende o sistema mais utilizado na classificação das condições motoras globais desses pacientes. Um conhecimento mais amplo da influência das condições motoras globais na deglutição permitirá a identificação e intervenção precoces frente às alterações desta função. OBJETIVO: verificar as condições de deglutição de acordo com o nível de comprometimento motor global em pacientes com PC. MÉTODOS: setenta pacientes com PC, com média de idade de 4 anos e 8 meses e todos os níveis de classificação do GMFCS, atendidos por um centro de reabilitação brasileiro de referência foram avaliados quanto à deglutição. O diagnóstico de deglutição e sua gravidade foram comparados com o nível de comprometimento motor avaliado pelo GMFCS. RESULTADOS: houve diferença significante entre as condições de deglutição e os níveis motores do GMFCS, para as duas consistências oferecidas (pastoso e líquido). A distribuição dos graus de disfagia em relação ao nível motor mostrou piora desta de acordo com a piora na condição motora grossa. CONCLUSÃO: as condições de deglutição de pacientes com PC correlacionaram-se de forma significante com o nível de comprometimento motor estabelecido pelo sistema GMFCS, ou seja, quanto maior este nível de comprometimento, maior a gravidade da disfagia.

INTRODUCTION: the oral sensory-motor conditions of patients with cerebral palsy (CP), including the swallowing function, are influenced by several aspects, among them the global motor impairment. The Gross Motor Function Classification System (GMFCS) comprises the most used system for classifying the motor conditions of these patients. A understanding of the influence of global motor conditions on swallowing will allow for the early identification and intervention of this function. OBJECTIVE: to verify the swallowing conditions according to the level of global motor impairment in patients with CP. METHODS: seventy patients with CP, with mean age of 4 years and 8 months, all GMFCS classification levels, attended by a Brazilian referral rehabilitation center were evaluated for swallowing. The diagnosis of swallowing and its severity were compared with the level of motor impairment assessed by GMFCS. RESULTS: there was a significant difference between the swallowing conditions and the GMFCS motor levels, for the two consistencies offered (pasty and liquid). The distribution of the degrees of dysphagia in relation to the motor level showed worsening of this according to the worsening in the gross motor condition. CONCLUSION: the deglutition conditions of patients with CP correlated significantly with the level of motor impairment established by the GMFCS, that is, the higher level of impairment, the greater severity of dysphagia.
Descritores: Transtornos de Deglutição/etiologia
Paralisia Cerebral/complicações
Paralisia Cerebral/diagnóstico
Transtornos Motores/complicações
Transtornos Motores/diagnóstico
-Índice de Gravidade de Doença
Transtornos de Deglutição/classificação
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  7 / 66 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888358
Autor: Okuda, Paola Matiko Martins; Pangelinan, Melissa; Chiorri, Carlo; Capellini, Simone Aparecida; Cogo-Moreira, Hugo.
Título: A new motor screening assessment for children at risk for motor disorders: construct validity / Uma nova avaliação de triagem motora para escolares de risco para transtorno motor: validade de constructo
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;76(2):104-112, Feb. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: São Paulo Research Foundation - FAPESP; . National Counsel of Technological and Scientific Development - CNPq.
Resumo: ABSTRACT Objective: To develop a motor screening assessment and provide preliminary evidence of its psychometric properties. Methods: A sample of 365 elementary school students was assessed, with structural equation modeling applied to obtain evidence of the adequacy of the factor structure of the motor screening assessment. As well, differential item functioning was used to evaluate whether various identifiable subgroups of children (i.e., sex and grade) perform particular tasks differently. Results: Overall, girls obtained higher scores than boys while, for both sexes, the assessment scores increased with age. Furthermore, differential item function analysis revealed that the precision of the test was highest for those with moderate to low motor performance, suggesting that this tool would be appropriate for identifying individuals with movement difficulties. Conclusion: Although further tests of its psychometric properties are required, the motor screening assessment appears to be a reliable, valid, and quickly-administered tool for screening children's movements.

RESUMO Objetivo: Desenvolver uma avaliação de triagem motora (ATM) e fornecer evidências preliminares de suas propriedades psicométricas. Métodos: 365 alunos do ensino fundamental foram avaliados. Foi utilizado modelagem de equações estruturais para evidenciar a adequação da estrutura fatorial da ATM. A função diferencial do item foi utilizada para avaliar tarefas podem funcionar de forma diferente para subgrupos (ou seja, sexo e escolaridade). Resultados: Em geral, as meninas obtiveram pontuações mais altas do que os meninos e, em ambos os sexos, os escores da avaliação aumentaram com a idade. A análise da função diferencial do item revelou que a precisão do teste foi maior para aqueles com desempenho motor baixo a moderado, sugerindo que essa ferramenta seria apropriada para identificar aqueles com dificuldades motoras. Conclusão: Embora sejam necessários novos testes de suas propriedades psicométricas, a ATM parece ser uma ferramenta confiável, válida e rápida de administrar como rastreio motor para crianças.
Descritores: Programas de Rastreamento/métodos
Transtornos das Habilidades Motoras/diagnóstico
Transtornos Motores/diagnóstico
-Psicometria
Valores de Referência
Fatores Sexuais
Inquéritos e Questionários
Reprodutibilidade dos Testes
Fatores de Risco
Análise Fatorial
Destreza Motora
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 66 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Abreu, Mery Natali Silva
Texto completo
Id: biblio-888368
Autor: Mourão, Aline Mansueto; Vicente, Laélia Cristina Caseiro; Abreu, Mery Natali Silva; Chaves, Tatiana Simões; Sant'Anna, Romeu Vale; Braga, Marcela Aline Fernandes; Meira, Fidel Castro Alves de; de Souza, Leonardo Cruz; Miranda, Aline Silva de; Rachid, Milene Alvarenga; Teixeira, Antônio Lucio.
Título: Association between executive and food functions in the acute phase after stroke / Associações entre função executiva e habilidade de alimentação pós-AVC na fase aguda
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;76(3):158-162, Mar. 2018. tab.
Idioma: en.
Projeto: FAPEMIG - Fundação de Amparo á Pesquisa do Estado de Minas Gerais.
Resumo: ABSTRACT Purpose To investigate potential associations among executive, physical and food functions in the acute phase after stroke. Methods This is a cross-sectional study that evaluated 63 patients admitted to the stroke unit of a public hospital. The exclusion criteria were other neurological and/or psychiatric diagnoses. The tools for evaluation were: Mini-Mental State Examination and Frontal Assessment Battery for cognitive functions; Alberta Stroke Program Early CT Score for quantification of brain injury; National Institutes of Health Stroke Scale for neurological impairment; Modified Rankin Scale for functionality, and the Functional Oral Intake Scale for food function. Results The sample comprised 34 men (54%) and 29 women with a mean age of 63.6 years. The Frontal Assessment Battery was significantly associated with the other scales. In multivariate analysis, executive function was independently associated with the Functional Oral Intake Scale. Conclusion Most patients exhibited executive dysfunction that significantly compromised oral intake.

RESUMO Objetivo Investigar potenciais associações entre funções executiva, física global e de alimentação na fase aguda do acidente vascular cerebral (AVC). Métodos Trata-se de estudo transversal envolvendo 63 pacientes admitidos em unidade de AVC de um hospital público. Os critérios de exclusão foram outros diagnósticos neurológicos e/ou psiquiátricos. Os instrumentos utilizados foram: Mini-Exame do Estado Mental e Bateria de Avaliação Frontal para avaliar funções cognitivas; Alberta Stroke Program Early CT Score para quantificação da lesão cerebral; National Institutes of Health Stroke Scale para comprometimento neurológico; Escala Modificada de Rankin para funcionalidade e Functional Oral Intake Scale para função alimentar. Resultados A amostra compreendeu 34 homens e 29 mulheres, sendo a idade média de 63,6 anos. A Bateria de Avaliação Frontal correlacionou significativamente com as demais escalas. Na análise multivariada, a variável independentemente associada com a função executiva foi a Functional Oral Intake Scale. Conclusão A maioria dos pacientes com AVC apresenta alterações das funções executivas que comprometem significativamente a alimentação oral.
Descritores: Acidente Vascular Cerebral/complicações
Acidente Vascular Cerebral/fisiopatologia
Ingestão de Alimentos/fisiologia
Função Executiva/fisiologia
Transtornos Motores/etiologia
Transtornos Motores/fisiopatologia
-Índice de Gravidade de Doença
Modelos Lineares
Doença Aguda
Estudos Transversais
Análise Multivariada
Cognição/fisiologia
Estatísticas não Paramétricas
Disfunção Cognitiva/etiologia
Disfunção Cognitiva/fisiopatologia
Testes de Estado Mental e Demência
Destreza Motora/fisiologia
Testes Neuropsicológicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 66 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888373
Autor: Servelhere, Katiane R; Faber, Ingrid; Martinez, Alberto; Nickel, Renato; Moro, Adriana; Germiniani, Francisco M B; Moscovich, Mariana; Blume, Tatiane R; Munhoz, Renato P; Teive, Hélio A G; França Jr, Marcondes C.
Título: Botulinum toxin for hereditary spastic paraplegia: effects on motor and non-motor manifestations / Toxina botulínica nas paraplegias espásticas hereditárias: efeitos nas manifestações motoras e não-motoras
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;76(3):183-188, Mar. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).
Resumo: ABSTRACT Motor and non-motor manifestations are common and disabling features of hereditary spastic paraplegia (HSP). Botulinum toxin type A (Btx-A) is considered effective for spasticity and may improve gait in these patients. Little is known about the effects of Btx-A on non-motor symptoms in HSP patients. Objective To assess the efficacy of Btx-A on motor and non-motor manifestations in HSP patients. Methods Thirty-three adult patients with a clinical and molecular diagnosis of HSP were evaluated before and after Btx-A injections. Results Mean age was 41.7 ± 13.6 years and there were 18 women. Most patients had a pure phenotype and SPG4 was the most frequent genotype. The Btx-A injections resulted in a decrease in spasticity at the adductor muscles, and no other motor measure was significantly modified. In contrast, fatigue scores were significantly reduced after Btx-A injections. Conclusion Btx-A injections resulted in no significant functional motor improvement for HSP, but fatigue improved after treatment.

RESUMO Manifestações motoras e não motoras são comuns e incapacitantes nas paraparesias espásticas hereditárias (PEH). Toxina botulínica do tipo A (TB-A) é considerada eficaz no tratamento da espasticidade e pode melhorar a marcha nesses pacientes. Pouco se sabe sobre os efeitos da TB-A sobre sintomas não-motores. Objetivo avaliar a eficácia da TB-A sobre manifestações motoras e não-motoras nas PEH. Método trinta e três pacientes adultos com PEH foram avaliados antes e depois das aplicações de TB-A. Resultados A média de idade foi 41,7 ± 13,6 anos e havia 18 mulheres. A maioria dos pacientes portava a forma pura e o genótipo mais comum foi SPG4. Houve diminuição da espasticidade dos músculos adutores da coxa sem melhora da marcha. A pontuação da fadiga reduziu após as injeções. Conclusão As aplicações de TB-A não melhoraram a marcha nos pacientes mas a redução da fadiga foi significativa após o tratamento.
Descritores: Paraplegia Espástica Hereditária/fisiopatologia
Paraplegia Espástica Hereditária/tratamento farmacológico
Toxinas Botulínicas Tipo A/uso terapêutico
Transtornos Motores/fisiopatologia
Transtornos Motores/tratamento farmacológico
Fármacos Neuromusculares/uso terapêutico
-Reprodutibilidade dos Testes
Resultado do Tratamento
Idade de Início
Fadiga Muscular/efeitos dos fármacos
Fadiga Muscular/fisiologia
Marcha/efeitos dos fármacos
Marcha/fisiologia
Injeções Intramusculares
Espasticidade Muscular/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 66 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055191
Autor: Alvarado-Bolaños, Alonso; Cervantes-Arriaga, Amin; Arredondo-Blanco, Kenia; Salinas-Barboza, Karla; Isais-Millán, Sara; Rodríguez-Violante, Mayela.
Título: Falls in persons with Parkinson's disease: Do non-motor symptoms matter as much as motor symptoms? / Caídas en personas con enfermedad de Parkinson: ¿Los síntomas no motores importan tanto como los síntomas motores?
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;77(11):761-767, Nov. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Falls are common among persons with Parkinson's disease (PD). On the other hand, predicting falls is complex as there are both generic and PD-specific contributors. In particular, the role of non-motor symptoms has been less studied. Objective: The objective of this study was to identify the role of non-motor predictors of falling in persons with PD (PwP). Methods: A cross-sectional study was carried out in PwP recruited from a movement disorders clinic. Clinical and demographical data were collected. All PwP were assessed using the Movement Disorders Society Unified Parkinson's Disease Rating Scale (MDS-UPDRS) and the Non-Motor Symptoms Scale (NMSS). Variables were assessed at the bivariate level. Significant variables were put into a logistic regression model. Results: A total of 179 PwP were included. Overall, 16.8% of PwP had fallen in the past 12 months, with 53.3% of them being recurrent fallers. The mean number of monthly falls was 2.5 ± 3.3. Factors associated with falling in the bivariate analysis included the disease duration, Hoehn and Yahr stage, MDS-UPDRS part I and II, postural instability/gait disturbance (PIGD) subtype, NMSS urinary domain, NMSS miscellaneous domain, and non-motor severity burden (all p-values < 0.05). After multivariate analysis, only the disease duration (p = 0.03) and PIGD (p = 0.03) remained as independent risk factors. Conclusion: Disease duration and the PIGD subtype were identified as relevant risk factors for falls in PwP Non-motor symptoms appear to have a less important role as risk factors for falls.

RESUMEN Las caídas son frecuentes entre las personas con Parkinson (EP). La predicción de caídas es compleja ya que existen contribuyentes genéricos y específicos. El papel de los síntomas no motores ha sido menos estudiado. Objetivo: Identificar el papel de los factores no motores en caídas en personas con EP (PcP). Métodos: Estudio transversal en PcP reclutadas en una clínica de trastornos del movimiento. Se incluyeron datos clínicos y demográficos. Todos los PcP se evaluaron con la Escala Unificada de Enfermedad de Parkinson modificada por la Sociedad Internacional de Trastornos del Movimiento (MDS-UPDRS) y la Escala de Síntomas No Motores (NMSS). Se incluyeron variables significativas en un modelo de regresión logística. Resultados: Se incluyeron un total de 179 PcP El 16.8% había presentado una caída en los últimos doce meses y el 53.3% de forma recurrente. El número medio de caídas mensuales fue de 2.5 ± 3.3. Los factores asociados con la caída en el análisis bivariado fueron la duración de la enfermedad, Hoehn e Yahr, MDS-UPDRS parte I y II, subtipo de alteración de la marcha/inestabilidad postural (PIGD), dominio urinario del NMSS, dominio misceláneo del NMSS y carga de severidad no motora (todos los valores de p < 0.05). Después del análisis multivariado, solo la duración de la enfermedad (p = 0.03) y PIGD (p = 0.03) permanecieron como un factor de riesgo independiente. Conclusión: La duración de la enfermedad y PIGD se identificaron como factores de riesgo para caídas. Los síntomas no motores parecen tener un papel menos relevante en las caídas.
Descritores: Doença de Parkinson/complicações
Doença de Parkinson/fisiopatologia
Acidentes por Quedas/estatística & dados numéricos
Transtornos Motores/complicações
Transtornos Motores/fisiopatologia
-Fatores de Tempo
Índice de Gravidade de Doença
Modelos Logísticos
Estudos Transversais
Análise Multivariada
Fatores de Risco
Estatísticas não Paramétricas
Medição de Risco
Transtornos Neurológicos da Marcha/complicações
Transtornos Neurológicos da Marcha/fisiopatologia
Equilíbrio Postural/fisiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde