Base de dados : LILACS
Pesquisa : F03.615 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 147 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 15 ir para página                         

  1 / 147 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-792745
Autor: de Paula, Jonas J; Malloy-Diniz, Leandro F; Romano-Silva, Marco A.
Título: Reliability of working memory assessment in neurocognitive disorders: a study of the Digit Span and Corsi Block-Tapping tasks
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;38(3):262-263, July-Sept. 2016. tab.
Idioma: en.
Projeto: FAPEMIG; . CNPq.
Descritores: Transtornos Neurocognitivos/psicologia
Memória de Curto Prazo
Testes Neuropsicológicos
-Análise e Desempenho de Tarefas
Reprodutibilidade dos Testes
Limites: Humanos
Idoso
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089816
Autor: Dixe, Maria dos Anjos; Braúna, Mônica; Camacho, Timóteo; Couto, Filipa; Apóstolo, João.
Título: Mild cognitive impairment in older adults: Analysis of some factors / A perturbação neurocognitiva ligeira em idosos: análise de alguns fatores
Fonte: Dement. neuropsychol;14(1):28-34, Jan.-Mar. 2020. tab.
Idioma: en.
Projeto: Portuguese project AAC.
Resumo: ABSTRACT Mild cognitive decline is a feared aspect of aging associated with frailty experienced by individuals. Objective: To determine the number of elderly people with mild cognitive impairment (MCI); to determine the relationship of sociodemographic and clinical variables by group of individuals with or without MCI and to determine the relationship between MCI assessed by 6CIT and the cognitive domains assessed by the MoCA. Methods: A correlational study was conducted of 44 elderly individuals attending a day-care center or residing in a care home, with an average age of 88.9 ± 8.8 years who answered a structured interview collecting sociodemographic and clinical data. Results: The elderly living at home had higher average body mass index and number of pathologies than those living in an institution for the elderly (p < 0.01). 63.6% of the elderly did not have MCI, and no differences were found between residential settings. The comparison between 6CIT and MoCA yielded differences in the general domain and in visual, attention, abstraction and, orientation subdomains. Conclusion: Cognitive stimulation interventions should be optimized according to the residential setting at the level of comorbidities and nutrition.

RESUMO O declínio cognitivo leve é um aspecto temido do envelhecimento associado à fragilidade vivenciada pelos indivíduos. Objetivo: Determinar o número de idosos com comprometimento neurocognitivo leve; determinar a relação das variáveis sociodemográficas e clínicas por grupo de indivíduos com ou sem comprometimento neurocognitivo leve e determinar a relação entre o comprometimento neurocognitivo leve avaliado pelo 6CIT e os domínios cognitivos avaliados pelo MoCA. Métodos: Estudo correlacional realizado em 44 idosos de instituições de creche e residência permanente, com idade média de 88,9 ± 8,8 anos, que responderam a uma entrevista estruturada composta por dados sociodemográficos e clínicos. Resultados: Os idosos que residem em casa apresentam maior índice de massa corporal médio e número de patologias que os idosos que vivem em uma instituição para idosos (p < 0,01). 63,6% dos idosos não apresentam comprometimento neurocognitivo leve e não são encontradas diferenças ao atravessar o contexto da residência. Na comparação entre 6CIT e MoCA produz diferenças no domínio geral e subdomínios visuais, de atenção, abstração e orientação. Conclusão: É necessário otimizar as intervenções de estimulação cognitiva de acordo com o contexto de residência no nível de comorbidades e nutrição.
Descritores: Idoso
Transtornos Neurocognitivos
Demência
Disfunção Cognitiva
Casas de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  3 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-914975
Autor: Santos, Elaine Araújo Aires dos.
Título: Barreiras associadas aos cuidados na demência: uma revisão da literatura / Barriers associated with palliative care in dementia: a review of the literature
Fonte: Geriatr., Gerontol. Aging (Impr.);12(2):105-112, abr.-jun.2018. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: A síndrome demencial destaca-se como importante causa de mortalidade e incapacidade na população. Apesar dos pacientes sofrerem elevada sobrecarga de sintomas e comorbidades, a introdução dos cuidados paliativos acontece de forma tardia em casos em que há excesso de sintomas ou proximidade da morte. OBJETIVO: Buscou-se realizar uma revisão integrativa da literatura que aborda os cuidados paliativos na síndrome demencial, identificando limitações e barreiras que impedem ou dificultam a introdução dos cuidados paliativos para pacientes com demência. MÉTODOS: Os termos e palavras-chave utilizados foram combinados nas bases de dados PubMed, Web of Knowledge e Scopus, e na Biblioteca Digital SciELO, para identificar os artigos dos últimos dez anos que abordassem as barreiras para introdução dos cuidados paliativos na demência. RESULTADOS: Foram identificados seis artigos que discutiam como principais barreiras: falta de conhecimento, imprevisibilidade da doença, ausência de critérios para indicação, falha na comunicação, acesso e recursos limitados, crenças e preconceitos em relação à morte e recusa por parte dos pacientes e familiares. CONCLUSÃO: É necessário investir na educação dos profissionais e da população sobre as indicações e a importância dos cuidados paliativos, e em estratégias de comunicação como forma de facilitar a introdução desses cuidados de forma eficaz para portadores de síndrome demencial

INTRODUCTION: Dementia syndromes are a major cause of mortality and disability in the population. Although these patients bear a high burden of symptoms and comorbidities, the provision of palliative care is delayed until there are excessive symptoms or death is near. OBJECTIVE: To undertake an integrative review of the literature that addresses palliative care in the dementia syndromes, identifying limitations and barriers that preclude or hinder the introduction of palliative care for patients with dementia. METHOD: The MEDLINE (via PubMed), WEB OF KNOWLEDGE, and SCOPUS databases and the SCIELO Digital Library were searched to identify articles published in the last 10 years that addressed barriers to the introduction of palliative care in dementia. RESULTS: Six articles were identified, which discussed the following as main barriers: lack of knowledge, unpredictability of the disease, lack of criteria for indications, lack of communication, limited access and resources, beliefs and preconceptions in relation to death, and refusal by the patient and family. CONCLUSION: Additional investment is needed in education of professionals and the population on the indications and importance of palliative care, as well as in communication strategies as a way to facilitate the effective introduction of such care for people with dementia syndromes
Descritores: Cuidados Paliativos/tendências
Transtornos Neurocognitivos
Demência/diagnóstico
-Prognóstico
Literatura de Revisão como Assunto
Comorbidade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  4 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050000
Autor: Martins, Juliana Bessa; Santos, Adriana Alves dos; Macedo Júnior, Luís Joeci Jaques de; Eberle, Carolina Chitolina.
Título: Avaliação da prevalência de delirium em uma unidade de terapia intensiva pública / Evaluation of the prevalence of delirium in an public intensive care unit
Fonte: Enferm. foco (Brasília);10(3):76-81, jul. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Conhecer a prevalência do delirium em uma Unidade de Terapia Intensiva Clínica e Cirúrgica pública. Métodos: Abordagem quantitativa descritiva de corte transversal, com pacientes de 18 anos ou mais internados em um hospital público de Porto Alegre-RS, com utilização da escala Confusion Assessment Method in a Intensive Care Unit (CAM-ICU). Resultados: A prevalência do delirium foi 36%. Apresentaram relação com o delirium, com significância estatística: média de idade dos pacientes, a mediana de dias de internação hospitalar e em UTI, tipo de UTI, motivo de internação, doença neurológica anterior, uso de sedação, ventilação mecânica e utilização de haloperidol. Conclusões: Este estudo conclui que o delirium apresentou prevalência de 36%, demonstrando que esta síndrome apresenta prevalência significante em Unidade de Terapia Intensiva, portanto, o reconhecimento de seus sinais e sintomas é fundamental para a sua prevenção, aliada a aplicação de escalas de rastreio. (AU)

Objective: To know the prevalence of delirium in a Public Intensive Care Clinic and Surgical Unit. Methodology: Descriptive quantitative cross-sectional approach with patients aged 18 years or more admitted to a public hospital in Porto Alegre, Brazil, using the Confusion Assessment Method in the Intensive Care Unit (CAM-ICU). Results: The prevalence of delirium was 36%, in a sample of 335 patients interviewed. The mean age of the patients, median days of hospital stay and ICU, type of ICU, reason for hospitalization, previous neurological disease, use of sedation, mechanical ventilation and use of haloperidol were statistically significant. Conclusions: This study concludes that delirium presented a prevalence of 36%, demonstrating that this syndrome presents a significant prevalence in the Intensive Care Unit, therefore, the recognition of its signs and symptoms is fundamental for its prevention, allied to the application of screening scales. (AU)

Objetivo: Conocer la prevalencia del delirium en una Unidad de Terapia Intensiva Clínica y Quirúrgica pública. Metodologia: En el presente trabajo se analizaron los resultados obtenidos en el análisis de los resultados obtenidos en el estudio. Resultados: La prevalencia del delirium fue del 36%, en una muestra de 335 pacientes entrevistados. En la mayoría de los casos, se observó un aumento en la incidencia de la enfermedad de Chagas en el momento de la intervención, Conclusiones: Este estudio concluye que el delirium presentó prevalencia del 36%, demostrando que este síndrome presenta prevalencia significante en Unidad de Terapia Intensiva, por lo tanto, el reconocimiento de sus signos y síntomas es fundamental para su prevención, aliada a la aplicación de escalas de rastreo. (AU)
Descritores: Delírio
-Enfermagem
Transtornos Neurocognitivos
Pacientes Internados
Unidades de Terapia Intensiva
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  5 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-639218
Autor: Cosentino, Tiago; Martins, Paulo; Fumis, Renata Rego Lins.
Título: Delirium em pacientes com câncer: um diagnóstico que não pode ser esquecido / Delirium in cancer patients: a diagnosis that can not be overlooked
Fonte: RBM rev. bras. med;69(1,esp), jan. 2012.
Idioma: pt.
Descritores: Transtornos Neurocognitivos/etiologia
Transtornos Neurocognitivos/psicologia
Transtornos Neurocognitivos/tratamento farmacológico
Neoplasias/complicações
Neoplasias/mortalidade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  6 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-840186
Autor: Yassuda, Mônica Sanches; Silva, Henrique Salmazo da; Lima-Silva, Thais Bento; Cachioni, Meire; Falcão, Deusivania Vieira da Silva; Lopes, Andrea; Batistoni, Samila Sathler Tavares; Neri, Anita Liberalesso.
Título: Normative data for the Brief Cognitive Screening Battery stratified by age and education / Dados normativos para a Bateria Breve de Rastreio Cognitivo: normas segundo idade e escolaridade
Fonte: Dement. neuropsychol;11(1):48-53, Jan.-Mar. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Introduction: Diagnosing neurocognitive disorders is challenging in low-educated individuals. Objective: To report normative data for the Brief Cognitive Screening Battery (BCSB) and to assess the association of age and education with performance on the BCSB in 240 community-dwelling elderly from Ermelino Matarazzo, São Paulo city. Methods: The inclusion criteria were scoring above the education-adjusted cut-off points on the Mini-Mental State Examination (MMSE) and below six points on the Geriatric Depression Scale (GDS). Results: Age was associated with performance on the Naming, Incidental Memory, Verbal Fluency, Clock Drawing Test, Delayed Recall and Recognition subtests. Education was associated with performance on Naming, Recognition, Verbal Fluency and the Clock Drawing Test. Conclusion: The normative values reported are relevant for diagnosing neurocognitive disorders in low-educated elderly.

RESUMO Introdução: O diagnóstico de transtornos neurocognitivos é desafiador na presença de baixa escolaridade. Objetivo: Relatar dados normativos para a Bateria Breve de Rastreio Cognitivo (BBRC) e avaliar a associação da idade e da escolaridade com o desempenho na BBRC, em 240 idosos residentes na comunidade em Ermelino Matarazzo, município de São Paulo. Métodos: Os critérios de inclusão foram pontuação acima de pontos de corte ajustados para escolaridade no Mini-Exame do Estado Mental (MEEM) e abaixo de seis pontos na Escala de Depressão Geriátrica (EDG) . Resultados: A idade esteve associada aos subtestes Nomeação, Memória Incidental, Fluência Verbal, Teste do Desenho do Relógio, Memória Tardia e Reconhecimento. A escolaridade associou-se à Nomeação e Reconhecimento, Fluência Verbal e Teste do Desenho do Relógio. Conclusão: As normas reportadas são relevantes para o diagnóstico de transtornos neurocognitivos em idosos com baixa escolaridade.
Descritores: Idoso
Cognição
Transtornos Neurocognitivos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  7 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-960888
Autor: Salazar-Guerra, Yusel Iraklys; Broche-Pérez, Yunier; Caballero Moreno, Antonio.
Título: Dependencia al alcohol, patología dual y funcionamiento neurocognitivo: Una revisión necesaria / Dependence on alcohol, dual pathology and neurocognitive functioning: A necessary review
Fonte: Rev. habanera cienc. méd;17(2):303-314, mar.-abr. 2018.
Idioma: es.
Descritores: Diagnóstico Duplo (Psiquiatria)/efeitos adversos
Diagnóstico Duplo (Psiquiatria)/psicologia
Transtornos Neurocognitivos/complicações
Alcoolismo/complicações
Alcoolismo/prevenção & controle
-Diagnóstico Duplo (Psiquiatria)/métodos
Pesquisa Qualitativa
Alcoolismo/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  8 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1023538
Autor: Pérez Sartori, Graciela; Iglesias Domínguez, Carolina; Feuerstein Rodríguez, Viviana Gabriela; Dansilio, Sergio; Medina Presentado, Julio César.
Título: Trastornos neurocognitivos en pacientes VIH positivos: datos preliminares de una cohorte prospectiva uruguaya / Neurocognitive disorders in positive HIV patients: preliminary data of a Uruguayan prospective cohort
Fonte: Rev. méd. Urug;35(3):171-180, set. 2019.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la incidencia de formas leves y moderadas de trastornos neurocognitivos (TNC) en pacientes con VIH (virus de inmunodeficiencia humana) permanece en ascenso a pesar del uso de terapia antirretroviral (TARV). En la región existen escasos trabajos que estudiaron los TNC en VIH. Objetivos: describir características de pacientes con TNC, identificar posibles etiologías y si se realiza su búsqueda. Material y método: estudio transversal de recolección prospectiva. Se reclutaron en forma consecutiva pacientes de 18 a 60 años VIH positivos sin patología estructural del sistema nervioso central. Se aplicaron exámenes de laboratorio, preguntas para tamizaje de TNC, escala instrumental de actividades de la vida diaria (EIAVD) e internacional de demencia por VIH (EIDV), Adenbrooke's Cognitive Examination Revisado (ACE-R). ACE-R fue elegida como prueba de referencia de desempeño neurocognitivo. Se utilizó inventario de Beck para pesquisa de trastorno depresivo. Análisis estadístico con sistema SPSS. Resultados y discusión: se reclutaron 20 pacientes, se diagnosticó TNC en 9/20 (45%). Los médicos tratantes plantearon TNC en 2/9 pacientes. El análisis multivariado encontró asociación entre desempleo (p=0,012) y menor escolarización (p=0,035) en pacientes con TNC. Etiología de TNC en 9/9 fue multifactorial. Refirieron TNC en el tamizaje 8/9 pacientes. EIDV fue adecuada para detección de TNC severo, pero no para leve. EIAVD tampoco logró detectar algunos casos de TNC. Conclusiones: casi la mitad de pacientes presentaron TNC de causa multifactorial con asociación a desempleo y menor escolarización. Los médicos tratantes no plantearon este diagnóstico, lo que marca la importancia de la evaluación neuropsicológica sistemática en pacientes VIH.

Introduction: the incidence of mild and moderate neurocognitive disorders (NCDs) in HIV patients continues to increase in spite of antiretroviral therapy (ART). Only a few studies in the region focused on HIV associated NCDs. Objective: to describe the characteristics of NCDs patients, identify posible etiologies and decide whether to start the search. Method: transversal study with a prospective collection of data. HIV positive patients between 18 and 60 years old with no structural defects of the central nervous system (CNS) were consecutively recruited. Laboratory tests were applied as well as screening for CNS, the Instrumental activities of daily living (IADLs) scale, the International HIV Dementia Scale (IHDS), and the Adenbrooke's Cognitive Examination revised exam (ACE-R). The latter was chosen as the reference test for neurocognitive performance. The Beck Depression inventory (BDI) was used to identify drepression. Statistical analysis was conducted with the SPSS system. Results and discussion: 20 patients were recruited, NCD was diagnosed in 9 out of 20 patients (45%). Treating physicians spoke about NCD in 2 of the 9 patients. Multivariate analysis revealed an association between unemployment (p=0.012) and a lower schooling rate (p=0.035) in patients with NCDs. Etiology of NCD was multifactorial in all 9 patients. 8 out of 9 patients were referred as NCDs in the screening. IHDS was appropriate to identify severe NCDs, although it failed in mild cases. Also, IADLs failed to identify a few cases of NCDs. Conclusions: almost half of the patients presented multifactorial NCDs, associated to unemployment and a lower rate of schooling. Treating physicians did not consider this diagnosis, what reflects the importance of a systematic neuropsychological assessment in HIV patients.

Introdução: a incidência de formas leves e moderadas de transtornos neurocognitivos (TNC) em pacientes com VIH (vírus de imunodeficiência humana) continua crescendo apesar do uso da terapia antirretroviral (TARV). Poucos trabalhos estudaram TNC em pacientes VIH positivos na regiao. Objetivos: descrever as características dos pacientes com TNC, identificar possíveis etiologias e se são pesquisados no paciente. Método: estudo transversal com coleta de dados prospectiva. Foram incluídos de forma consecutiva pacientes com idades entre 18 e 60 anos VIH positivos sem patologia estrutural do sistema nervoso central (SNC). Foram realizados exames de laboratório, um questionário para triagem dos TNC, e foram aplicadas as escalas Instrumental de Atividades da Vida Diária (EIAVD), Internacional de Demência por VIH (EIDV) e Adenbrooke's Cognitive Examination Revisado (ACE-R). Esta última foi escolhida como prova de referencia de desempenho neurocognitivo. O inventário de Beck foi utilizado para pesquisa de transtorno depressivo. A análise estatística foi realizada com o pacote SPSS. Resultados e discussão: foram incluídos 20 pacientes sendo que os TNC foram diagnosticados em 9/20 (45%). Os médicos que atenderam esses pacientes diagnosticaram TNC em 2/9 pacientes. A análise multivariada mostrou uma associação entre desemprego (p=0,012) e menor escolarização (p=0,035) em pacientes com TNC. A etiologia dos TNC em 9/9 foi multifatorial. A triagem mostrou TNC em 8/9 pacientes. O teste EIDV foi adequado para a detecção dos TNC severos porém não para leves, e também não pode detectar alguns casos de TNC. Conclusões: quase a metade dos pacientes apresentou TNC de causa multifatorial associados a desemprego e menor escolarização. Os médicos que atenderam os pacientes não diagnosticaram esses transtornos o que mostra a importância da avaliação neuropsicológica sistemática em pacientes VIH.
Descritores: Complexo AIDS Demência
HIV
Transtornos Neurocognitivos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: UY6.1 - Biblioteca


  9 / 147 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011956
Autor: Eloirdi, Aziz; Ahami, Ahmed; Mammad, Khaoula.
Título: Neurocognitive study of school performance among Moroccan high school students: The role of working memory / Estudo neurocognitivo do desempenho escolar em estudantes do ensino médio marroquino: o papel da memória de trabalho
Fonte: Dement. neuropsychol;13(2):232-237, Apr.-June 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT. The Moroccan school system suffers from recurring dysfunctions as reported by the National Evaluation Body (NEB). These results lead to the degradation of learning and academic performance, in which several factors come into play. In Morocco, studies focusing on the neurocognitive profile of students and its influence on school performance are very limited or rare. In this context, the present study aims to study the role of working memory in school performance among Moroccan high school students. Methods: our sample contains 146 high school students. A total of 78 boys and 68 girls participated in this study and the numerical version of The Rey-Osterrieth Complex Figure test (ROCF) was used to assess working memory. Moreover, school performance is represented in this study by the mean obtained during the first semester. Results: the results of multiple linear regression revealed that working memory significantly explains variation in school performance. Conclusion: neuropsychological abilities, particularly working memory, significantly explain the deterioration in school performance of students reported by the National Evaluation Body.

RESUMO. O sistema escolar marroquino sofre de disfunções recorrentes, conforme relatado pelo National Evaluation Body (NEB). Esses resultados levam à degradação da aprendizagem e do desempenho acadêmico, que vários fatores entram em jogo. No Marrocos, pesquisas focadas no perfil neurocognitivo dos estudantes e sua influência no desempenho escolar são muito limitadas a raras. Nesse contexto, a presente pesquisa objetiva estudar o papel da memória de trabalho no desempenho escolar de estudantes do ensino médio marroquino. Métodos: nossa amostra contém 146 estudantes do ensino médio. Entre eles, 78 meninos e 68 meninas participaram deste estudo e utilizamos a versão numérica do teste de Rey-Osterrieth Complex Figure (ROCF) para avaliar a memória de trabalho. Além disso, o desempenho escolar representado neste estudo pela média obtida no primeiro semestre. Resultados: os resultados da regressão linear múltipla revelaram que a memória de trabalho explica significativamente a variação no desempenho escolar. Conclusão: as habilidades neuropsicológicas, particularmente a memória de trabalho, explicam significativamente a deterioração do desempenho escolar do estudante relatado pelo Órgão Nacional de Avaliação.
Descritores: Estudantes
Transtornos Neurocognitivos
Desempenho Acadêmico
Memória
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  10 / 147 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-998702
Autor: Arroyo Cartagena, María Fernanda; aramillo Oyervide, Julio Alfredo.
Título: Síndrome de West / West Syndrome
Fonte: Rev. Fac. Cienc. Méd. Univ. Cuenca;36(2):70-74, Noviembre 2018.
Idioma: es.
Resumo: El síndrome de West (SW) es una encefalopatía epiléptica de causa aún desconocida que inicia en los primeros 2 años del desarrollo. Se han descrito algunas hipótesis acerca de la causa como: "la reacción de un cerebro inmaduro a un daño" o "el desequilibrio de los neurotransmisores del tallo cerebral". El síndrome de West se caracteriza por la presencia de la triada clásica: espasmos musculares, hipsarritmia y deterioro neurológico. El tratamiento consiste principalmente en la administración de anticonvulsivantes (Ácido Valproico, Vigabatrín, Benzodiacepinas) para evitar mayor daño cerebral. El objetivo de esta revisión es describir el síndrome de West ampliamente. Según varios autores como Ruggieri, Dehli, Pozo, entre otros, señalan que los niños con síndrome de West presentan algún tipo de deterioro neurológico ya sea cognitivo o motor, para lo cual la fisioterapia, terapia ocupacional y la estimulación temprana ayudan a superar el retraso motor o cognitivo y así mejorar la calidad de vida de los niños.La revisión concluye que el síndrome de West no es un síndrome muy común pues afecta a 1 de cada 2000 o 4000 niños, de predominio en varones y representa el 47% de las epilepsias del primer año de vida.

West syndrome is an epileptic encephalopathy, its caused is unknown, and it begins in the 2 first years of development. Some hypotheses about the cause have been described as: "the reaction of an immature brain to damage" or "the imbalance of neurotransmitters in the brain stem ".West syndrome is characterized by the presence of the classic triad: muscle spasms, hypsarrhythmia and neurological impairment. The treatment consists mainly in the administration of anticonvulsants (Valproic acid, Vigabatrin, Benzodiazepines) to prevent further brain damage.The objective of this review is to describe the West syndrome widely. According to several authors such as Ruggieri, Dehli, Pozo, among others, they state that children with West syndrome have some type of neurological impairment either cognitive or motor. Physical therapy, occupational therapy and early stimulation help to overcome motor or cognitive delay and improve the quality of children life.The review concludes that West syndrome is not a very common syndrome since it affects 1 in 2,000 or 4000 children, predominantly in males and represents 47% of the epilepsies of the first year of life.
Descritores: Espasmos Infantis
Encefalopatias
Disfunção Cognitiva
-Transtornos Neurocognitivos
Anticonvulsivantes
Neurologia
Limites: Humanos
Masculino
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Bibliografia
Responsável: EC3.1 - Biblioteca



página 1 de 15 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde