Base de dados : LILACS
Pesquisa : F03.615.250 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 772 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 78 ir para página                         

  1 / 772 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-742014
Autor: Lourenço, Laura Bacelar de Araujo; Rodrigues, Roberta Cunha Matheus; São-João, Thaís Moreira; Gallani, Maria Cecilia; Cornélio, Marilia Estevam.
Título: Quality of life of coronary artery disease patients after the implementation of planning strategies for medication adherence / Qualidade de vida de coronariopatas após implementação de estratégias de planejamento para adesão medicamentosa / Calidad de vida de pacientes con enfermedad coronaria después de implementación de estrategias de planificación para adherencia a medicamentos
Fonte: Rev. latinoam. enferm;23(1):11-19, Jan-Feb/2015. tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: OBJECTIVE: to compare the general and specific health-related quality of life (HRQoL) between the Intervention (IG) and Control (CG) groups of coronary artery disease patients after the implementation of Action Planning and Coping Planning strategies for medication adherence and to verify the relationship between adherence and HRQoL. METHOD: this was a controlled and randomized study. RESULTS: the sample (n=115) was randomized into two groups, IG (n=59) and CG (n=56). Measures of medication adherence and general and specific HRQoL were obtained in the baseline and after two months of monitoring. CONCLUSION: the findings showed that the combination of intervention strategies - Action Planning and Coping Planning for medication adherence did not affect the HRQoL of coronary artery disease patients in outpatient monitoring. .

OBJETIVO: comparar a qualidade de vida relacionada à saúde - geral e específica - de pacientes coronariopatas entre os grupos Intervenção e Controle, após a implementação das estratégias de Planejamento de Ação e de Enfrentamento de Obstáculos para adesão medicamentosa e verificar a relação entre adesão e qualidade de vida, relacionada à saúde. MÉTODO: trata-se de estudo controlado e randomizado. RESULTADOS: a amostra (n=115) foi aleatorizada nos grupos Intervenção (n=59) e Controle (n=56). Foram obtidas medidas de adesão medicamentosa e de qualidade de vida relacionada à saúde geral e específica, na fase inicial do estudo e após dois meses de seguimento. CONCLUSÃO: os achados evidenciaram que a combinação de estratégias de intervenção - Planejamento de Ação e de Enfrentamento de Obstáculos para adesão medicamentosa não influenciou a qualidade de vida relacionada à saúde de pacientes coronariopatas em seguimento ambulatorial. .

OBJETIVO: comparar la calidad de vida relacionada a la salud (CVRS) - general y específica de pacientes con enfermedad coronaria entre los grupos Intervención y Control después de la implementación de las estrategias de Planificación de Acción y de Enfrentamiento de Obstáculos para adherencia a medicamentos y verificar la relación entre adherencia y CVRS. MÉTODO: se trata de estudio controlado y aleatorio. RESULTADOS: la muestra (n=115) fue del tipo aleatorio en los grupos GI (n=59) y GC (n=56). Fueron obtenidas medidas de adherencia a medicamentos y de CVRS general y específica, en la fase inicial del estudio y después de dos meses de seguimiento. CONCLUSIÓN: los hallazgos evidenciaron que la combinación de estrategias de intervención - Planificación de Acción y de Enfrentamiento de Obstáculos para adherencia a medicamentos no influenció la CVRS de pacientes con enfermedad coronaria en seguimiento en ambulatorio. .
Descritores: Transtornos Cognitivos/etiologia
Julgamento/fisiologia
Esquizofrenia/complicações
Percepção do Tempo/fisiologia
-Estimulação Acústica
Análise de Variância
Atenção
Discriminação (Psicologia)
Testes Neuropsicológicos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Research Support, N.I.H., Extramural
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 772 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1002007
Autor: Mendes, Liliane Patrícia de Souza; Malta, Fernanda Ferreira; Ennes, Thaís de Oliveira; Ribeiro-Samora, Giane Amorim; Dias, Rosângela Corrêa; Rocha, Bianca Louise Carmona; Rodrigues, Marina; Borges, Larissa Faria; Parreira, Verônica Franco.
Título: Prediction equation for the mini-mental state examination: influence of education, age, and sex / Equação de predição para o miniexame do estado mental: influência da educação, idade e sexo / Ecuación de predicción para el mini-examen del estado mental: influencia de la educación, edad y sexo
Fonte: Fisioter. Pesqui. (Online);26(1):37-43, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . Fapemig; . Capes.
Resumo: ABSTRACT The mini-mental state examination (MMSE) is a screening test used worldwide for identifying changes in the scope of cognition. Studies have shown the influence of education, age and sex in the MMSE score. However, in Brazil, the studies consider only one factor to score it. The aim of this study was to establish a prediction equation for the MMSE. An exploratory cross-sectional study was developed and trained researchers examined participants at the community. The volunteers were evaluated by the MMSE and also by the Geriatric Depression Scale (GDS). The MMSE score was the dependent variable. Age, educational level, sex, and GDS score were the independent variables. Multivariate regression analysis was used to determine the model of best prediction value for MMSE scores. A total of 250 participants aged 20-99 years, without cognitive impairment, were assessed. The educational level, age, and sex explained 38% of the total variance of the MMSE score (p<0.0001) and resulted in the following equation: MMSE=23.350+0.265(years of schooling)-0.042(age)+1.323(sex), in which female=1 and male=2. The MMSE scores can be better explained and predicted when educational level, age, and sex are considered. These results enhance the knowledge regarding the variables that influence the MMSE score, as well as provide a way to consider all of them in the test score, providing a better screening of these patients.

RESUMO O mini-exame do estado mental (MEEM) é um teste de rastreio mundialmente utilizado para identificar alterações no âmbito da cognição. Estudos têm demonstrado a influência da educação, idade e gênero na pontuação do MEEM. No entanto, no Brasil, os estudos consideram apenas um fator para a pontuação no teste. O objetivo do estudo foi estabelecer uma equação preditiva para o MEEM. Um estudo transversal exploratório foi desenvolvido e examinadores treinados avaliaram participantes da comunidade. Os voluntários foram avaliados pelo MEEM e pela Escala de Depressão Geriátrica (EDG). A pontuação do MEEM foi a variável dependente. A idade, nível educacional, gênero e pontuação na EDG foram as variáveis independentes. A análise de regressão multivariada foi utilizada para determinar o modelo de melhor valor preditivo para os escores do MEEM. Foram avaliados 250 indivíduos entre 20 e 99 anos, sem comprometimento cognitivo. O nível educacional, a idade e o sexo explicaram 38% da variância total da pontuação do MEEM (p<0,0001) e resultaram na equação: MEEM=23,350+0,265(anos de escolaridade)-0,042(idade)+1,323(gênero), em que mulher=1 e homem=2. A pontuação do MEEM pode ser melhor explicada e predita quando o nível educacional, idade e gênero são considerados. Os resultados contribuem para o conhecimento sobre as variáveis que influenciam o escore do MEEM, bem como fornece uma maneira de considerá-las na pontuação do teste, proporcionando uma melhor triagem desses pacientes.

RESUMEN El mini-examen del estado mental (MEEM) es una prueba de rastreo mundialmente utilizada para identificar alteraciones en el ámbito de la cognición. Los estudios han demostrado la influencia de la educación, la edad y el sexo en la puntuación del MEEM. Sin embargo, en Brasil, los estudios consideran sólo un factor para la puntuación en la prueba. El objetivo del estudio fue establecer una ecuación predictiva para el MEEM. Un estudio transversal exploratorio fue desarrollado y examinadores entrenados evaluaron a participantes de la comunidad. Los participantes fueron evaluados por el MEEM y la Escala de Depresión Geriátrica (EDG). La puntuación del MEEM fue la variable dependiente. La edad, nivel educativo, sexo y puntuación en la EDG fueron las variables independientes. El análisis de regresión multivariada fue utilizado para determinar el modelo de mejor valor predictivo para los escores del MEEM. Se evaluaron 250 individuos entre 20 y 99 años, sin comprometimiento cognitivo. El nivel educativo, la edad y el sexo explicaron el 38% de la varianza total de la puntuación del MEEM (p <0,0001) y resultaron en la ecuación: MEEM=23,350+0,265(años de escolaridad)-0,042 (edad)+1,323 (sexo), en que mujer = 1 y hombre = 2. La puntuación del MEEM puede ser mejor explicada y predecible cuando se considera el nivel educativo, la edad y el sexo. Los resultados contribuyen para el conocimiento sobre las variables que influencian el score del MEEM, así como proporciona una manera de considerar las variables en la puntuación de la prueba, proporcionando una mejor forma de triar a estos pacientes.
Descritores: Transtornos Cognitivos/diagnóstico
Testes de Estado Mental e Demência
AMERICAN HEART ASSOCIATIONABDOMINAL INJURIESABDOMEN
-Fatores Sexuais
Estudos Transversais
Fatores Etários
Escolaridade
Questionário de Saúde do Paciente
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  3 / 772 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-757068
Autor: Garriga-Grimau, Laura; Aznar Lain, Gemma; Nascimiento, María T; Petrizan Aleman, Araitz.
Título: Síndrome cerebeloso cognitivo-afectivo / Cerebellar cognitive affective syndrome
Fonte: Arch. argent. pediatr;113(5):e268-e270, oct. 2015.
Idioma: es.
Resumo: Introducción. El diagnóstico de síndrome cerebeloso cognitivo afectivo se debe realizar en aquellos pacientes con lesiones cerebelosas y con déficit cognitivo asociado a deficiencias neuropsicológicas visoespaciales o ejecutivas, trastornos del lenguaje expresivo y trastornos afectivos. Caso clínico. Adolescente de 16 años diagnosticada con trastorno por déficit de atención e hiperactividad a los 7 años, que presenta inestabilidad emocional, apatía y discurso y lectura poco fluidos. Se observan deficiencias visoespaciales en los tests neuropsicológicos. Se realiza una resonancia magnética cerebral por presentar alteración de la coordinación y motricidad fina, y se evidencia atrofia de vermis cerebeloso. La sintomatología es compatible con síndrome cerebeloso cognitivo afectivo. Clásicamente, el cerebelo es conocido por su rol motor. Sin embargo, está implicado en funciones cognitivas superiores, en la expresión emocional y en la regulación conductual. El síndrome cerebeloso cognitivo afectivo es una entidad no bien conocida que debemos incluir en el diagnóstico diferencial de trastornos neuropsiquiátricos con lesión cerebelar.

Introduction. The diagnosis of Cerebellar Cognitive Affective Syndrome should be considered in patients with cerebellar lesions who also suffer cognitive deficits associated with visuospatial or executive neuropsychological disorders, expressive language disorders and affective disorders. Clinical case. A 16 year old adolescent diagnosed with Attention Deficit Hyperactivity Disorder at the age of 7 presents with emotional instability, apathy, and speech and reading difficulties. Neuropsychological tests show visuospatial difficulties. A brain magnetic resonance imaging is performed due to impaired coordination and fine motor movements and shows atrophy of the cerebellar vermis. The clinical picture suggests a diagnosis of Cerebellar Cognitive Affective Syndrome. The cerebellum is mostly known for its motor role. However, it is also involved in higher cognitive functions, expression of emotion and behavioral regulation. Cerebellar Cognitive Affective Syndrome is a relatively unknown diagnosis and should be included in the differential diagnosis of neuropsychiatric disorders with cerebellar lesion.
Descritores: Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade
Doenças Cerebelares/diagnóstico
Transtornos Cognitivos/diagnóstico
Transtornos do Humor/diagnóstico
-Cerebelo
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  4 / 772 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-209983
Autor: Bottino, Cássio Machado de Campos.
Título: Demência na doença de Alzheimer, transtorno cognitivo leve e envelhecimento normal: um continuum? estudo de aspectos clínicos e de neuroimagem / Dementia in Alzheimer diseases, light cognitive disorders and normal aging: a continuum? Study of clinical and neuroimaging aspects.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1997. 239 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Medicina da Universidade de Säo Paulo para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Para avaliar as alteraçöes clínicas e de neuroimagem apresentadas por três grupos de indivíduos, foram investigados 41 pacientes com demência do tipo Alzheimer (DA), 21 sujeitos com transtorno cognitivo leve (TCL) e 20 idosos normais. As medidas volumétricas de regiöes temporais mediais, feitas com ressonância magnética (RM), e as avaliaçöes de fluxo sanguíneo cerebral, observados na tomografia por emissäo de fóton único (SPECT), sugeriram que pode existir um continuum de alteraçöes neurobiológicas entre pacientes com DA e indivíduos com TCL. Observou-se que as avaliaçöes realizadas com RM e SEPCT foram capazes de separar com aproximadamente 80 por cento de sensibilidade e especifidade os sujeitos dos três grupos estudados.
Descritores: Envelhecimento/fisiologia
Transtornos Cognitivos
Demência
Doença de Alzheimer
-Manifestações Neurológicas
Espectroscopia de Ressonância Magnética
Tomografia Computadorizada de Emissão
Limites: Seres Humanos
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 3029.00; BR66.1; W4.DB8 SP.USP FM-2 B77de


  5 / 772 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-538887
Autor: Busse, Alexandre Leopold(org); Gil, Gislaine; Santarém, José Maria(org); Jacob Filho, Wilson(coord).
Título: Physical activity and cognition in the elderly: a review / Atividade física e cognição em idosos: uma revisão
Fonte: Dement. neuropsychol;3(3), Sept. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Abstract: Physical activity has been indicated as a strategy to promote health in the elderly, as well as to encourage the maintenance of functional capacity, and acts in the prevention and control of various diseases. In recent years, there has been great interest in studying the benefits of physical activity in the preservation or even improvement of cognitive performance in both the elderly without cognitive impairment and in elderly patients with some degree of cognitive impairment or dementia. The majority of epidemiological studies and clinical trials have evaluated aerobic exercises while few have assessed resistance exercise programs. The objective of this review was to examine the effects of different types of physical activity on cognitive function of elderly individuals with or without prior impairment.

Resumo: A atividade física tem sido amplamente indicada como uma estratégia para a promoção de saúde no idoso, pois além de favorecer a manutenção da capacidade funcional, atua na prevenção e controle de diversas doenças. Nos últimos anos, tem havido um forte interesse em estudar os benefícios da atividade física na preservação ou mesmo na melhora do desempenho cognitivo tanto em idosos sem comprometimento cognitivo como em idosos com algum comprometimento cognitivo e demência. Os estudos epidemiológicos e a maioria dos ensaios clínicos avaliaram os exercícios aeróbios e poucos ensaios clínicos adotaram programas de exercícios resistidos. O objetivo desta revisão é analisar os efeitos de diferentes tipos de atividade física na função cognitiva de idosos com ou sem comprometimento prévio.
Descritores: Envelhecimento
Transtornos Cognitivos
Demência
Atividade Motora
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  6 / 772 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-795292
Autor: Studart Neto, Adalberto; Nitrini, Ricardo.
Título: Subjective cognitive decline: The first clinical manifestation of Alzheimer's disease? / Declínio cognitivo subjetivo: a primeira manifestação clínica da doença de Alzheimer
Fonte: Dement. neuropsychol;10(3):170-177, July-Sept. 2016.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: Mild cognitive impairment is considered as the first clinical manifestation of Alzheimer's disease (AD), when the individual exhibits below performance on standardized neuropsychological tests. However, some subjects before having a lower performance on cognitive assessments already have a subjective memory complaint. Objective: A review about subjective cognitive decline, the association with AD biomarkers and risk of conversion to dementia. Methods: We performed a comprehensive non-systematic review on PubMed. The keywords used in the search were terms related to subjective cognitive decline. Results: Subjective cognitive decline is characterized by self-experience of deterioration in cognitive performance not detected objectively through formal neuropsychological testing. However, various terms and definitions have been used in the literature and the lack of a widely accepted concept hampers comparison of studies. Epidemiological data have shown that individuals with subjective cognitive decline are at increased risk of progression to AD dementia. In addition, there is evidence that this group has a higher prevalence of positive biomarkers for amyloidosis and neurodegeneration. However, Alzheimer's disease is not the only cause of subjective cognitive decline and various other conditions can be associated with subjective memory complaints, such as psychiatric disorders or normal aging. The features suggestive of a neurodegenerative disorder are: onset of decline within the last five years, age at onset above 60 years, associated concerns about decline and confirmation by an informant. Conclusion: These findings support the idea that subjective cognitive complaints may be an early clinical marker that precedes mild cognitive impairment due to Alzheimer's disease.

RESUMO Introdução: O comprometimento cognitivo leve é considerado como a primeira manifestação clínica da doença de Alzheimer, quando o indivíduo exibe um desempenho abaixo para idade e escolaridade em testes neuropsicológicos padronizados. No entanto, alguns já apresentam uma queixa subjetiva de memória antes doprejuízo nas avaliações cognitivas. Objetivo: Fazer uma revisão sobre o declínio cognitivo subjetivo, a associação com biomarcadores da doença de Alzheimer e o risco de conversão para demência. Métodos: Realizou-se uma revisão não-sistemática no PubMed. As palavras-chave utilizadas na busca foram relacionadas ao declínio cognitivo subjetivo. Resultados: O declínio cognitivo subjetivo é caracterizada por uma autoexperiência da deterioração no desempenho cognitivo não detectado objetivamente por meio de testes neuropsicológicos formais. Todavia, vários termos e definições são utilizados na literatura e a falta de um conceito largamente aceito dificulta uma comparação. Os dados epidemiológicos mostram que indivíduos com declínio cognitivo subjetivo estão em maior risco de progressão para demência. Além disso, há evidências de que este grupo tem maior prevalência de biomarcadores positivos para amiloidose e neurodegeneração. Porém, a doença de Alzheimer não é a única causa e várias outras condições podem estar associadas, tais como distúrbios psiquiátricos ou o envelhecimento normal. As características sugestivas de uma doença neurodegenerativa são: início nos últimos cinco anos, início acima de 60 anos, estar preocupado com declínio e confirmação por um informante. Conclusão: Estes resultados suportam a ideia de que o declínio cognitivo subjetivo pode ser um marcador clínico precoce que precede comprometimento cognitivo leve devido à doença de Alzheimer.
Descritores: Biomarcadores
Transtornos Cognitivos
Doença de Alzheimer
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  7 / 772 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-129056
Autor: Miguel Filho, Euripedes Constantino.
Título: Alteraçöes psicopatológicas no lúpus eritematoso sistêmico / Psychopatology alterations in lupus erythematosus systemic.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1992. [183] p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Quarenta e três pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico em fase ativa foram estudados por meio de uma abordagem multidisciplinar, prospectivamente, com o objetivo de se caracterizar sua psicopatologia e verificar a relaçäo desta com a atividade da doença e com seu curso clínico. A avaliaçäo psiquiátrica consistiu na aplicaçäo de uma entrevista semi-estruturada e escalas de avaliaçäo para sintomas cognitivos, depressivos e eventos estressantes da vida cotidiana. A avaliaçäo da atividade sistêmica da doença e da atividade da doença no sistema nervoso central baseou-se em avaliaçäo clínica reumatológica, neurológica, oftalmológica, exames séricos, liquóricos e complementares (tomografia computadorizada de crânio e eletroencefalograma). Os pacientes foram agrupados segundo a presença de alteraçöes psicopatológicas maiores (Delirium, Demência, Síndromes Delirantes Alucinatórias, Síndromes Depressivas Psicóticas - 18 pacientes), menores (Síndromes Depressivas Leves - 9 pacientes) e ausência dessas alteraçöes (16 pacientes). Esses três grupos foram comparados entre si em relaçäo às variáveis estudadas e ao seu curso clínico. Concluiu-se que vários tipos de alteraçäo psicopatológica podem ocorrer como manifestaçäo do lúpus no sistema nervoso central, incluindo desde alteraçöes cognitivas subjetivas e sintomas depressivos leves até Delirium, Demência, Síndromes Depressivas Psicóticas, Síndromes Delirantes Alucinatórias e Síndromes Catatoniformes; sintomas depressivos leves e alteraçöes cognitivas subjetivas podem ser prodrômicos, seqüelares ou mesmo representarem uma forma atenuada dessas manifestaçöes. Os Quadros Psicopatológicos Maiores do lúpus estäo, em geral, associados às alteraçöes cognitivas subjetivas, neurológicas, oftalmológicas e, na tomografia computadorizada de crânio, ao aumento do sistema ventricular e às calcificaçöes cerebrais. A pesquisa de autoanticorpos séricos, inclusive do anti-P ribossomal, näo se associou com a presença de manifestaçöes psicopatológicas nesses pacientes. O mesmo ocorreu em relaçäo ao estudo do líquido cefalorraquidiano. O eletroencefalograma foi pouco sensível como índice de atividade da doença no sistema nervoso central, nos pacientes com alteraçöes psicopatológicas. No curso clínico das manifestaçöes psicopatológicas, observou-se que estas alteraçöes podem ocorrer em qualquer momento, na evoluçäo da doença, costumam ser recorrentes e podem deixar seqüelas (principalmente sintomas depressivos e cognitivos leves). Mais de uma síndrome psicopatológica pode ocorrer, num mesmo episódio ou alternadamente. Entre estas, a associaçäo de Quadros Depressivos (sintomas depressivos leves até Depressäo Psicótica) e Quadros Cognitivos (Delirium, Demência e Transtorno Cognitivo Leve) foi a mais freqüente. A presença de sulcos corticais alargados foi um achado frequente, ocorrendo, inclusive, em mais da metade dos pacientes lúpicos sem manifestaçäo psicopatológica prévia ou atual, sugerindo que pode ocorrer atividade subclínica no sistema nervoso central, nesta doença
Descritores: Transtornos Cognitivos/etiologia
Depressão/etiologia
Doenças do Sistema Nervoso/etiologia
Lúpus Eritematoso Sistêmico/psicologia
-Estudos Prospectivos
Limites: Seres Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2319.00; BR66.1; W4.DB8 SP.USP FM-2 M577a


  8 / 772 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1045980
Autor: Savchenko, Dmitriy V; Polyakov, Evgeny A; Tarasov, Mikhail V; Romanova, Anzhella V; Pchelinova, Vera V; Rybakova, Anna I.
Título: Research of gnostic functions in the elderly people suffering from dementia
Fonte: Prensa méd. argent;105(4):205-213, jun 2019.
Idioma: en.
Resumo: The study was aimed at investigating the features of gnostic functions in the elderly people suffering from dementia. To implement the objectives of the study and to solve the set tasks, the following methods were used: visual gnosis tests (recognition of images, the selection of three subject pictures, selecting parts of a whole, etc.), the acoustic gnosis tests (score and perception of rhythms, recognition of nonspeech sounds), and tactile gnosis tests (tactile identification, Teuber test, Foerster test). When running the visual gnosis tests, the elderly people with the dementia diseases slowly initiated the tasks, made numerous errors, and sometimes could not cope with the tasks at all. Also, the perception integrity disorders, the presence of fragmentation, lack of accuracy, differentiation, preservation of specific objective images-objects, and the violation in the understanding of the spatial arrangement of things were revealed. When performing the auditory-motor coordination tests, the elderly people suffering from dementia needed more time to listen to, they asked for the repeated sound representation, and there were often errors in the rhythmic structure reproduction. When performing the tactile gnosis tests, the elderly people suffering from dementia had difficulties in identifying the subject by touch, in understanding the right and left-sided spatial relationships, and also made errors in recognizing one of the touches when the experimenter touched their hands. Based on the study results, the recommendations have been developed for the preservation and improvement of the existing gnostic functions' disorders in the elderly people suffering from dementia. The recommendations are complex, and they can also be useful for the medical staff whose professional activity is directly related to the elderly people suffering from dementia, their relatives and the persons closest to them.
Descritores: Reconhecimento Visual de Modelos
Teste de Sequência Alfanumérica
Acústica
Cognição
Transtornos Cognitivos/terapia
Demência/patologia
Agnosia/patologia
Limites: Seres Humanos
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  9 / 772 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bertolucci, Paulo Henrique Ferreira
Texto completo
Id: lil-601366
Autor: do Vale, Francisco de Assis Carvalho; Corrêa Neto, Ylmar; Bertolucci, Paulo Henrique Ferreira; Machado, João Carlos Barbosa; da Silva, Delson José; Allam, Nasser; Balthazar, Márcio Luiz Figueredo.
Título: Treatment of Alzheimers disease in Brazil: I. Cognitive disorders / Tratamento da doença de Alzheimer no Brasil: I. dos transtornos cognitivos
Fonte: Dement. neuropsychol;5(3), Sept. 2011.
Idioma: en.
Resumo: This article reports the recommendations of the Scientific Department of Cognitive Neurology and Aging of the Brazilian Academy of Neurology for the treatment of Alzheimers disease (AD) in Brazil, with special focus on cognitive disorders. It constitutes a revision and broadening of the 2005 guidelines based on a consensus involving researchers (physicians and non-physicians) in the . The authors carried out a search of articles published since 2005 on the MEDLINE, LILACS and Cochrane Library databases. The search criteria were pharmacological and non-pharmacological treatment of cognitive disorders in AD. Studies retrieved were categorized into four classes, and evidence into four levels, based on the 2008 recommendations of the American Academy of Neurology. The recommendations on therapy are pertinent to the dementia phase of AD. Recommendations are proposed for the treatment of cognitive disorders encompassing both pharmacological (including acetyl-cholinesterase inhibitors, memantine and other drugs and substances) and non-pharmacological (including cognitive rehabilitation, physical activity, occupational therapy, and music therapy) approaches. Recommendations for the treatment of behavioral and psychological symptoms of dementia due to Alzheimers disease are included in a separate article of this edition.

Esse texto apresenta as recomendações da Academia Brasileira de Neurologia, por intermédio do seu Departamento Científico de Neurologia Cognitiva e do Envelhecimento, para o tratamento da doença de Alzheimer (DA) no Brasil, enfocando os transtornos cognitivos. Trata-se de uma revisão ampliada das diretrizes publicadas em 2005, resultada de um consenso envolvendo pesquisadores da área, médicos e não médicos. Os autores realizaram uma busca de artigos publicados a partir de 2005 nas bases MEDLINE, LILACS e Cochrane Library. A busca foi direcionada para tratamento farmacológico e não farmacológico dos transtornos cognitivos da DA. Os estudos foram categorizados em quatro classes e as evidências em quatro níveis, com base nas recomendações da Academia Americana de Neurologia publicadas em 2008. As recomendações terapêuticas referem-se à fase demencial da DA. Apresentam-se recomendações para o tratamento dos transtornos cognitivos, tanto farmacológico (incluindo inibidores da acetilcolinesterase, memantina e outros fármacos e substâncias), como não farmacológico (incluindo reabilitação cognitiva, atividade física, terapia ocupacional e musicoterapia). As recomendações para o tratamento dos sintomas comportamentais e psicológicos da demência da DA são apresentadas em outro artigo desse fascículo.
Descritores: Terapêutica
Transtornos Cognitivos
Demência
Doença de Alzheimer
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  10 / 772 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1026057
Autor: Ruiz-Sánchez De León, J. M; Motos-Muñoz, M; Juarez, M; Sancho Cantus, D; Pedrero-Pérez, E. J; Fuente, C; De La Rubia Ortí, J. E.
Título: Prefrontal symptomatology in People with Amyotrophic lateral Sclerosis: Clinical Utility and Psychometric Properties of Prefrontal Symptoms Inventory (PSI)
Fonte: Prensa méd. argent;105(10):727-735, oct 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: The Amyotrophic Lateral Sclerosis (ALS) is a multisystemic disorder. It is considered a neuromuscular disease but also involves cognitive (executive functions, social cognition, attention, memory and language), emotional or behavior changes in over 50% of the reported cases and to of frontotemporal diagnosis lobar degeneration of behavioral variant in up to 15% of the cases. For this reason, the presence of cognitive and motivational problems was analysed in a Spanish sample of ALS patients through the prefrontal symptoms inventory (PSI) to determine applicability in this disease STI. A sample of 31 patients with a potential ALS or definitive diagnostic criteria according to El Escorial was used. Obtained results ISP were compared with a sample of 31 healthy people in the same proportions of gender, age and education level. Obtained results showed a not significant difference between the two populations in the motivational factor problems, related to the depression symptomatology frequently associated with ALS. A significant positive correlation between age at diagnosis and the scale of the motivational problems was observed, with a not significant trend related to problems in the executive control and in social the behavior control and with the age at diagnosis, in the same sense with age at diagnosis. Therefore, it can be concluded that, despite the results obtained, emotional and behavioral deficits in ALS patients and symptoms related to frontotemporal dementia (among others, anosognosia or lack of consciousness symptoms) could have interfered in patient perception about their symptomatology
Descritores: Estudos de Casos e Controles
Transtornos Cognitivos
Sintomas Afetivos/diagnóstico
Demência Frontotemporal/diagnóstico
Disfunção Cognitiva/diagnóstico
FREEZE DRYINGTEMEFOS
Esclerose Amiotrófica Lateral
Transtornos Mentais/diagnóstico
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: AR392.1 - Biblioteca



página 1 de 78 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde