Base de dados : LILACS
Pesquisa : F03.675.600 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 8 [refinar]
Mostrando: 1 .. 8   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 8 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-557420
Autor: Martínez-Hernáez, Ángel; Medeiros-Ferreira, Leticia.
Título: Anatomía de una confusión: error diagnóstico de patología paranoide en víctimas de mobbing: [revisión] / Anatomy of a misunderstanding: wrong diagnosis of paranoid pathology in victims of mobbing: [review] / Anatomia de uma confusão: erro diagnóstico de patologia paranoide em vítimas de mobbing: [revisião]
Fonte: Rev. psiquiatr. clín. (São Paulo);37(4):167-174, 2010. tab.
Idioma: es.
Resumo: CONTEXTO: Diversas investigaciones subrayan el alto riesgo de error diagnóstico de trastorno delirante y trastorno paranoide de la personalidad entre víctimas de mobbing o acoso psicológico en el trabajo (APT). OBJETIVO: Analizar hasta qué punto los síntomas asociados con el mobbing son confundidos con criterios de dos nosologías del espectro paranoide (trastorno delirante y trastorno paranoide de la personalidad). MÉTODOS: Se realiza una revisión bibliográfica desde 1990 hasta Junio de 2009 en PubMed y SciELO. RESULTADOS: La identificación de síntomas del espectro paranoide en las víctimas de mobbing no resulta consistente con la literatura que, en cambio, indica una fuerte presencia de síntomas del espectro del estrés postraumático (hasta el 92 por ciento), aunque no se cumpla el criterio A1 de esta nosología. Se apuntan algunas causas del error diagnóstico, tales como la tendencia a confundir hipervigilancia (criterio D4 del trastorno por estrés postraumático en el DSM-IV-TR) con ideación paranoide, la existencia de un perfil defensivo en las víctimas de APT y la falta de reconocimiento por parte de los clínicos del impacto estresante y traumatizante del mobbing. CONCLUSIÓN: Se requieren investigaciones longitudinales y mixtas (cualitativos/cuantitativos) para establecer criterios robustos de diagnóstico diferencial entre las manifestaciones clínicas asociadas al mobbing y los síntomas paranoides.

CONTEXTO: Diversos estudos evidenciam o alto risco de erro diagnóstico de transtorno delirante e transtorno da personalidade paranoide entre as vítimas de mobbing ou assédio psicológico no trabalho (APT). OBJETIVO: Analisar a associação dos sintomas atribuídos ao mobbing com os critérios de duas nosologias do grupo paranoide (transtorno delirante e transtorno da personalidade paranoide). MÉTODOS: Realiza-se uma revisão bibliográfica de 1990 a junho de 2009 em PubMed e SciELO. RESULTADOS: A identificação de sintomas paranoides em vítimas de mobbing não é congruente com a literatura científica. Por outro lado, evidencia-se uma forte presença de sintomas vinculados ao estresse pós-traumático (até 92 por cento), ainda que não apresente o critério A1 dessa patologia. Algumas causas de erro diagnóstico seriam a tendência a confundir a hipervigilância (critério D4 do transtorno de estresse pós-traumático do DSM-IV-TR) com ideação paranoide, a existência de um perfil defensivo nas vítimas de APT e o desconhecimento do impacto estressante e traumatizante do mobbing pelos clínicos. CONCLUSÃO: São necessários estudos longitudinais e com metodologias mistas (qualitativas/quantitativas) para estabelecer critérios sólidos de diagnóstico diferencial entre as manifestações clínicas atribuídas ao mobbing e os sintomas paranoides.

BACKGROUND: Several studies point out the high risk of misdiagnosing delusional disorder and paranoid personality disorder in victims of mobbing or workplace harassment (WPH). OBJECTIVE: To analyze the extent to which the symptoms attributable to mobbing are misidentified with criteria for two paranoid spectrum nosologies (delusional disorder and paranoid personality disorder). METHODS: Literature review of PubMed and SciELO from 1990 to June 2009. RESULTS: The identification of paranoid spectrum symptoms in victims of mobbing is not consistent with the literature, which, by contrast, shows a notable presence of symptoms in the post-traumatic stress spectrum (as much as 92 percent), although they do not meet the A1 criterion for this nosology. Some of the causes of wrong diagnosis are noted, such as a tendency to confuse hypervigilance (D4 criterion for post-traumatic stress disorder in DSM-IV-TR) with paranoid ideation, the existence of a defensive profile in victims of WPH, and lack of recognition on the part of clinicians of the stressful and traumatizing impact of mobbing. DISCUSSION: Longitudinal and mixed methodology (qualitative and quantitative) studies are necessary in order to establish robust differential diagnosis criteria that clearly distinguish the clinical manifestations attributable to workplace harassment from paranoid spectrum symptoms.
Descritores: Transtorno Bipolar
Diagnóstico Diferencial
Transtorno da Personalidade Paranoide
Esquizofrenia Paranoide
Comportamento Social
Transtornos da Personalidade/diagnóstico
Transtornos de Estresse Pós-Traumáticos/diagnóstico
Ambiente de Trabalho
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  2 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: lil-446797
Autor: Torres Lio-Coo, Vladimir; Josué Díaz, Lídice; Font Darias, Ileana; Rodríguez Valdés, Nicolás Roberto; Urrutia Zerquera, Eugenio; Gómez Arias, Moraima Bárbara.
Título: Valoración de algunos aspectos relacionados con el intento suicida en pacientes jóvenes con trastornos de personalidad / Assessment of some features related to suicide attempt in young patients presenting personality disorders
Fonte: Rev. cuba. med. mil;35(1), ene.-mar. 2006. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Se efectuó una investigación prospectiva de 78 pacientes que realizaron intento suicida en el período comprendido de julio de 1996 a julio de 1998, ingresados en el Servicio de Psiquiatría del Hospital Militar Central “Dr Carlos J Finlay”. Predominó el grupo de edad de 18 a 20 años, de secundaria básica y solteros con antecedentes de intentos suicidas y antecedentes familiares de trastornos psiquiátricos. El conflicto inductor principal estuvo asociado con la adaptación al nuevo medio estresante. Según el Programa Nacional de Prevención del Suicidio, el intento suicida se calificó como letal, bajo y poco serio
Descritores: Adolescente
Transtorno da Personalidade Paranoide
Tentativa de Suicídio
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  3 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Loureiro, Sônia Regina
Id: lil-353524
Autor: Brêga, Fabiana Meire de Paula; Frazatto, Lenice; Loureiro, Sonia Regina.
Título: Pacientes com características paranóides - funcionamento defensivo / Patients with paranoid characteristics - defensive functioning
Fonte: Psico USF;6(2):85-94, jul.-dez. 2001. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se identificar o funcionamento defensivo de pacientes psiquiátricos com características paranóides, por meio dos indicadores presentes na técnica projetiva Questionário Desiderativo. Foram sujeitos seis pacientes masculinos, adultos, com nível de escolaridade diverso. Três pacientes tinham como diagnóstico clínico psiquiátrico Transtorno de Personalidade Paranóide (TPP) e três de Esquizofrenia Paranóide (EP). Procedeu-se a avaliação psicodiagnóstica com objetivos clínicos, incluindo várias técnicas, sendo que para o objetivo do presente trabalho foram considerados os dados do Questionário Desiderativo. Os protocolos foram codificados, analisados e comparados com base no funcionamento psicodinâmico. Puderam-se perceber diferenças no padrão defensivo dos dois subgrupos. Os pacientes com TPP privilegiaram o uso maciço da identificação projetiva, sugestivo de vínculos marcados pelo controle, enquanto que os pacientes com EP recorreram principalmente à projeção, caracterizando maior distanciamento e fechamento, em função da restrição dos contatos e do primitivismo das defesas
Descritores: Transtorno da Personalidade Paranoide
Técnicas Projetivas
Esquizofrenia Paranoide
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  4 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-348530
Autor: Riquelme Véjar, Raúl.
Título: La personalidad, sus transtornos y estructuras limítrofes / The personality, its bordering disorders and structures
Fonte: Psiquiatr. salud ment;19(4):204-218, oct.-dic. 2002. tab.
Idioma: es.
Descritores: Transtornos da Personalidade
Sintomas Psíquicos
Psicoterapia
-Antipsicóticos/uso terapêutico
Ansiolíticos
Anticonvulsivantes
Antidepressivos
Transtorno da Personalidade Antissocial
Transtorno da Personalidade Compulsiva
Transtorno da Personalidade Dependente
Transtorno da Personalidade Paranoide
Transtorno da Personalidade Esquizotípica/diagnóstico
Transtorno da Personalidade Esquizotípica/psicologia
Limites: Humanos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  5 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Moreira, Mario Santos
Sion, Fernando Samuel
Id: lil-154794
Autor: Moreira, Mario Santos; Sion, Fernando Samuel.
Título: Estados paranoides ligados a sindrome de imunodeficiencia adquirida / Paranoid disordes associated to acquired immunodeficiency syndrome
Fonte: Rev. psiquiatr. clín. (São Paulo);15/19(n.esp):27-9, dez. 1992.
Idioma: pt.
Resumo: Os autores estudaram cinco casos de individuos do sexo masculino que apresentaram desenvolvimentos paranoides julgando-se infectados pelo virus HIV (human immunodeficiency virus). Estas pessoas reafirmavam sua conduta heterossexual e negavam qualquer contato venereo com individuos do mesmo sexo. Os autores estudaram a personalidade destes pacientes e concluiram pela existencia de tendencias homossexuais latentes na genese de seu quadro psicopatologico.
Descritores: Transtornos Paranoides/etiologia
Transtorno da Personalidade Paranoide
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  6 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-99843
Autor: Escobar, Jair Rodrigues.
Título: A estrutura paranoide: funcionamento, manisfestacoes e manejo de uma situacao / The paranoid structure: functioning, manifestations and management of a situation
Fonte: Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul;13(1):29-31, jan.-abr. 1991.
Idioma: pt.
Resumo: O autor faz breve estudo sobre o funcionamento paranoide, desenvolvendo as ideias de alguns autores a respeito da dinamica destes estados. Ao mesmo tempo, apresenta um relato das principais manifestacoes, que caracterizam a estrutura paranoide. Finaliza ilustrando o trabalho com pequena vinheta
Descritores: Transtorno da Personalidade Paranoide
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  7 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-99842
Autor: Gomes, Fernando Grilo.
Título: Relacoes psicodinamicas entre pessoas com transtornos de personalidade histericos e paranoides / Psychodynamic relationships between persons with histerical and paranoid personalities disorders
Fonte: Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul;13(1):26-8, jan.-abr. 1991.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho e uma tentativa teorica de relacionar os principais mecanismos de defesa utilizados nos disturbios de personalidade histerica e paranoide, respectivamente, suas inter-relacoes possiveis e de que maneira pode haver um "beneficio" na relacao inter-pessoal em portadores destes disturbios. O autor tenta demonstrar que, por caracteristicas proprias dos mecanismos descritos, cada individuo torna-se personagem dos conflitos intrapsiquicos do outro, conseguindo desta forma, com uma confirmacao na realidade externa, transformar o irreal e fantasiado, o delirante, em algo concreto, palpavel, objetivo e, com isto, sentir-se mais integrado e consequentemente alividado. Como nao conseguem uma "solucao", estas pessoas tem "necessidade" compulsiva de manter relacionamento, - uma legitima "folie a deux"
Descritores: Mecanismos de Defesa
Transtorno da Personalidade Histriônica
Relações Interpessoais
Transtorno da Personalidade Paranoide
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  8 / 8 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-67522
Autor: Coelho, Lúcia; Fazzani Neto, Roberto; Abad, Augusto.
Título: Apreensäo e representaçäo de imagens e protocolos de Rorschach de examinandos "violentos" / Apprehension and representation of images and Rorschach's protocol of violent examinees
Fonte: Bol. Soc. Rorschach Säo Paulo;6(1):38-68, jan.-dez. 1987 - jan.-dez. 1988. tab.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Internacional de Rorschach e técnicas Projetivas, 12, Guarujá, 16 jul. 1987.
Descritores: Transtorno da Personalidade Paranoide
Teste de Rorschach
Limites: Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde