Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.096.544.335.200 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 82 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 82 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Roso, Adriane
Texto completo
Id: biblio-1282754
Autor: Andreeti, Tainara Oliveira; Roso, Adriane; Santos, Catiele dos; Costa, Diogo Faria Corrêa da.
Título: Internação compulsória e consumo de crack: uma reflexão a partir do olhar dos profissionais de saúde mental / Compulsory hospitalization and crack comsuption: a reflection from the perspective of mental health professionals / Hospitalización obligatoria y consumo de crack: una reflexión de la mirada de profesionales de la salud mental
Fonte: Psico (Porto Alegre);52(1):35772, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Esse artigo tem como objetivo refletir e compreender a prática da internação compulsória de pessoas que consomem crack, mediante o olhar de profissionais de saúde mental ligados a uma Coordenadoria Regional de Saúde, localizada no Rio Grande do Sul, Brasil. A pesquisa tem um delineamento qualitativo-participante. Além da participação no cotidiano da instituição, foram utilizados o diário de campo e a análise documental. Os resultados indicam que a internação compulsória é uma estratégia amplamente utilizada, embora se observem efeitos iatrogênicos em sua aplicação, reforçados pelas representações sociais do usuário de droga como "louco" ou "criminoso". No que se refere às práticas de cuidado, observou-se que persiste o diálogo fragilizado com o sistema judiciário e que há divergências entre os serviços de saúde, o judiciário e os familiares quanto à lógica do cuidado, com poucos avanços na construção de alternativas de cuidado.

This article aims to reflect and understand the practice of compulsory hospitalization of people who consume crack, from the perspective of mental health professionals linked to the Regional Health Department, located in Rio Grande do Sul, Brazil. The research has a participative qualitative design. In addition to participation in the institution's daily life, the field diary and documentary analysis were used. The results indicate that compulsory hospitalization is a widely used strategy, although iatrogenic effects are observed in its application, reinforced by the social representations of the drug user as "mad" or "criminal". Regarding the practices of care, it was observed that the weakened dialogue with the judicial system endures and there are divergences among health services, the judicial system and family members regarding the logic of care, with little progress in the construction of care alternatives.

Este artículo tiene como objetivo reflexionar y comprender la práctica de la hospitalización obligatoria de las personas que consumen crack, a través de la mirada de los profesionales de la salud mental vinculados a una Coordinación Regional de Salud, ubicada en Rio Grande do Sul, Brasil. La investigación tiene un diseño cualitativo participativo. Además de la participación en la vida diaria de la institución, se utilizó el diario de campo y el análisis documental. Los resultados indican que la hospitalización obligatoria es una estrategia ampliamente utilizada, aunque se observan efectos iatrogénicos en su aplicación, reforzados por las representaciones sociales del consumidor de drogas como "loco" o "criminal". Con respecto a las prácticas de cuidado, se observó que persiste el debilitamiento del diálogo con el sistema judicial y existen diferencias entre los servicios de salud, el poder judicial y los familiares en cuanto a la lógica del cuidado, con escasos avances en la construcción de alternativas de cuidado.
Descritores: Cocaína Crack
Internação Compulsória de Doente Mental
-Saúde Mental
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1323.1 - Biblioteca Central Irmão José Otão


  2 / 82 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-961422
Autor: Bustamante-Donoso, Juan Antonio; Cavieres-Fernández, Alvaro.
Título: Internación psiquiátrica involuntaria: antecedentes, reflexiones y desafíos / Involuntary psychiatric hospital admissions
Fonte: Rev. méd. Chile;146(4):511-517, abr. 2018. tab.
Idioma: es.
Resumo: The United Nations Convention on the Rights of Persons with Disabilities Article 12 General Commentary, explicitly states that persons with mental illnesses must always have full exercise of their legal rights in all their aspects. Assistants or support persons must not substitute or have undue influence on the decisions of persons with disabilities, including the expression of their consent. However, the number of involuntary psychiatric hospitalizations appears to be increasing globally and in our country. This article reviews the national and international context of involuntary hospitalizations, including the Chilean legislation and administrative rules, the published evidence about patients' outcomes and clinician attitudes. The authors conclude that the conflict in this issue is not limited to the respect for autonomy and the obligation to provide care. We are now experiencing a new way of caring patients. The complex local, social and cultural realities, require a renewed knowledge and documentation of experiences.
Descritores: Internação Compulsória de Doente Mental/legislação & jurisprudência
Tratamento Psiquiátrico Involuntário/legislação & jurisprudência
Hospitais Psiquiátricos
-Chile
Direitos do Paciente
Transtornos Mentais/terapia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  3 / 82 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1156889
Autor: Oliveira, Gustavo Carvalho de; Valença, Alexandre Martins.
Título: Institucionalização prolongada, transtornos mentais e violência: uma revisão científica sobre o tema / Prolonged institutionalization, mental disorders and violence: a scientific review on the topic
Fonte: Saúde Soc;29(4):e190681, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Trata-se de uma revisão de literatura sobre institucionalização prolongada, transtornos mentais e violência. Uma busca sistematizada foi realizada nos principais bancos de dados e foram analisados trabalhos dos últimos 22 anos. Os resultados foram divididos em dois grupos: "Estudos relacionando fatores ligados à predição/risco de violência e institucionalização" e "Estudos relacionando risco de violência e desassistência/desinstitucionalização". Verificou-se que a doença mental isoladamente não é fator diretamente associado ao maior risco de violência, que fatores relacionados à própria institucionalização e à assistência com privação de liberdade influenciam a predição de violência. Conclui-se que abordagens humanizadas, multiprofissionais e com equipe treinada, aliadas ao gerenciamento dos reais fatores de risco de violência, contribuirão para uma melhor assistência e menor necessidade de institucionalização.

Abstract This study is a review of institutionalization, mental disorders and violence. A systematic search was performed in major databases, focusing on studies from the last twenty-two years. The results were divided into two groups: 'studies on factors related to the risk of violence/prediction and institutionalization' and 'studies on the risk of violence and deinstitutionalization/inadequate mental treatment'. We found that mental illness is not directly associated with high risk of violence. Specific details of the institutionalization and assistance with deprivation of liberty are related to violent behavior. We concluded that humanized, multiprofessional approaches and trained staff, combined with the management of real risk factors of violence can contribute to a better health assistance and reduce the need for institutionalization.
Descritores: Violência
Psiquiatria Legal
Internação Compulsória de Doente Mental
Institucionalização
Transtornos Mentais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 82 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1143503
Autor: Vieira, Nágilla Regina Saraiva; Pegoraro, Renata Fabiana.
Título: Explicações de familiares sobre o sofrimento psíquico: diversidade e integralidade em questão / Explicaciones de familiares sobre el sufrimiento psíquico: diversidad e integralidad en cuestión / Explanations of family members about psychological distress: diversity and comprehensiveness in question
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e41796, 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Este estudo apresenta como tema as explicações de familiares sobre o sofrimento psíquico pelos itinerários terapêuticos de usuários na atenção em saúde mental a partir da ótica da família. O Itinerário Terapêutico (I.T.) é entendido como todos os movimentos suscitados por grupos ou indivíduos a fim de resguardar ou recuperar a saúde, que podem impulsionar diversos recursos, desde práticas religiosas e cuidados caseiros até os dispositivos biomédicos predominantes. O objetivo deste estudo foi identificar as explicações dadas pelo familiar a respeito do problema de saúde mental da pessoa em sofrimento psíquico. Efetuou-se um estudo qualitativo em que foram realizadas dez entrevistas com familiares de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). De acordo com a análise das entrevistas com base na Teoria Fundamentada em Dados foi possível o agrupamento das explicações dadas em: (1) espirituais, (2) orgânicas, (3) histórico familiar, (4) eventos de vida, (5) diagnóstico e (6) outros. As explicações dadas pelos familiares envolvem um olhar múltiplo, que incorpora diferentes causas e motivos, aproximando-se da ideia de integralidade em saúde.

RESUMEN En este estudio se presenta como tema las explicaciones de familiares sobre el sufrimiento psíquico por intermedio de los itinerarios terapéuticos de usuarios en la atención en salud mental a partir de la óptica de la familia. El Itinerario Terapéutico (I.T.) es entendido como todos los movimientos suscitados por grupos o individuos a fin de resguardar o recuperar la salud, que pueden impulsar diversos recursos, desde prácticas religiosas y cuidados caseros hasta los dispositivos biomédicos predominantes. El objetivo de este estudio fue identificar las explicaciones dadas por el familiar acerca del origen del problema de salud mental de la persona en sufrimiento psíquico. Se efectuó un estudio cualitativo en el que se realizaron 10 entrevistas con familiares de usuarios de un Centro de Atención Psicosocial (CAPS). De acuerdo con el análisis de las entrevistas con base en la Teoría Fundamentada en Datos fue posible la agrupación de las explicaciones dadas en: (1) Espiritual, (2) Orgánico, (3) Historia familiar, (4) Eventos de la vida (5) Diagnóstico y (6) Otros. Las explicaciones, dadas por los familiares, involucra una mirada múltiple, que incorpora diferentes causas y motivos, aproximándose a la idea de integralidad en salud.

ABSTRACT. This study presents the explanations of family members about psychological distress through the therapeutic itineraries of patients in mental health care from the perspective of the family. The Therapeutic Itinerary (T.I.) is understood as all movements raised by groups or individuals in order to safeguard or recover health, which can boost various resources, from religious practices and home care to the predominant biomedical devices. This study aimed to identify the explanations given by the family member regarding the mental health problem of the person in psychological distress. A qualitative study was carried out in which 10 interviews were conducted with family members of users of a Psychosocial Care Center (CAPS). According to the analysis of the interviews based on the Grounded Theory, it was possible to group the explanations into: (1) Spiritual, (2) Organic, (3) Family history, (4) Life events, (5) Diagnosis and (6) Others. The explanations given by family members involve a multiple look, which incorporates different causes and reasons, approaching the idea of integrality in health.
Descritores: Estresse Psicológico/psicologia
Saúde Mental
Relações Familiares/psicologia
-Esquizofrenia
Transtornos Somatoformes/psicologia
Diagnóstico da Situação de Saúde
Internação Compulsória de Doente Mental
Espiritualidade
Depressão/psicologia
Serviços de Saúde Mental
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  5 / 82 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: lil-797657
Autor: Pires Cruz, Diego; da Silva Sena, Edite Lago; Missias Moreira, Ramon; Brito Teixeira, Jules Ramon; Santos Pereira Lira, Laís Santana; Ferraz dos Anjos, Karla; Cruz Santos, Vanessa.
Título: Perfil clínico-epidemiológico de pacientes atendidos em ambulatório psiquiátrico / Perfil clínico y epidemiológico de pacientes atendidos en ambulatorio psiquiátrico / Clinical and epidemiological profile of patients treated in psychiatric outpatient
Fonte: Rev. cuba. enferm;30(3):0-0, jul.-set. 2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: caracterizar os usuários com transtornos mentais nos diversos serviços de saúde é de extrema importância para o planejamento e implementação de mudanças na política assistencial. Objetivo: descrever o perfil clínico-epidemiológico de pacientes atendidos em ambulatório psiquiátrico. Métodos: foram analisados 97 prontuários de pacientes do anexo psiquiátrico de um hospital general do município de Jequié, Bahia, Brasil. Os dados foram coletados utilizando-se um formulário, processados através do software SPSS, versão 15.0, e analisados através da estatística descritiva simples. Resultados: 54,6 porcento dos pacientes são do sexo masculino; 29,9 porcento estão na faixa etária de 30-39 anos; 56,8 porcento faziam uso de antipsicóticos neurolépticos; 54,6 porcento evoluíram com orientação durante as consultas; 94,1 porcento das variáveis apresentaram incompletude das informações. Conclusão: os pacientes têm sido beneficiados com o tratamento ambulatorial e a terapêutica farmacológica, evoluindo com remissão dos sintomas psicopatológicos, necessitando de utilização de estratégias alternativas para complementar o tratamento. O registro adequado e organizado dos prontuários é fundamental para subsidiar o direcionamento na produção do cuidado, possibilitando o planejamento das ações e gestão de políticas de saúde mental(AU)

Introducción: caracterizar los usuarios con trastornos mentales en diferentes servicios de salud es muy importante para la planificación e implementación de cambios en la política asistencial. Objetivo: describir las características clínicas y epidemiológicas de pacientes tratados en ambulatorios psiquiátricos. Métodos: fueron analizados 97 prontuarios de pacientes del anexo psiquiátrico de un hospital general del municipio de Jequié, Bahia, Brasil. Los datos fueron recogidos mediante un formulario, procesados ​​a través del software SPSS, versión 15.0, y analizados con estadísticas descriptivas simples. Resultados: el 54,6 por ciento de los pacientes eran hombres, 29,9 por ciento tenían entre 30 y 39 años, 56,8 por ciento usaban antipsicóticos neurolépticos, 54,6 por ciento directrices elaboradas durante las consultas. El 94,1 por ciento de las variables presentaron incompletud de las informaciones. Conclusiones: los pacientes se han beneficiado con el tratamiento ambulatorio, la terapéutica farmacológica y el uso de estrategias alternativas para complementar el tratamiento, evolucionando con remisión de los síntomas psicopatológicos. El registro correcto y organizado de los prontuarios es fundamental para subsidiar el direccionamiento en la producción del cuidado, posibilitando la planificación de acciones y la gestión de políticas de salud mental(AU)

Introduction: to characterize users with mental disorders in different health services is extremely important for the planning and implementation of changes in welfare policy. Objective: to describe the clinical and epidemiological profile of patients treated in psychiatric outpatients. Methods: were analyzed medical records of 97 patients of psychiatric annex of a general hospital of Jequié, Bahia, Brazil. The data were collected using a form, processed through the SPSS software, version 15.0, and analyzed using simple descriptive statistics. Results: 54,6 percent of patients are male, 29,9 percent are aged between 30-39 years, 56,8 percent are using neuroleptic antipsychotics, 54,6 percent progressed with orientation during consultations, 94,1 percent of the variables had incompleteness of information. Conclusions: the patients have been benefited with ambulatory treatment and pharmacological therapy, evolving with remission of psychopathological symptoms, necessitating utilization of alternative strategies to complement the treatment. The appropriate registration and organized of the medical records is fundamental to subsidize the targeting in the production of care, enabling action planning and management of mental health policies(AU)
Descritores: Antipsicóticos/uso terapêutico
Perfil de Saúde
Transtornos Mentais/epidemiologia
-Saúde Mental
Internação Compulsória de Doente Mental/normas
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  6 / 82 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-128465
Autor: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Epidemiológica.
Título: Saúde mental: internaçöes psiquiátricas no Estado de Säo Paulo / Mental health: psychiatric internation at Säo Paulo State.
Fonte: Säo Paulo; Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Epidemiológica; 1991. 32 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Psiquiatria
Internação Compulsória de Doente Mental
Saúde Mental
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2/1491/Cx.S4


  7 / 82 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-689360
Autor: Santana, Ana Flávia Ferreira de Almeida.
Título: Qualidade de vida de pessoas com transtornos mentais cumprindo medida de segurança em hospital de custódia e tratamento / The quality of life of patients with schizophrenia who are institutionalized under safety order.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2008. 161 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os manicômios judiciários são instituições destinadas a custodiar e tratar portadores de sofrimento mental que cometeram crimes e estão sob a guarda da justiça. Nos últimos quinze anos houve um crescimento no interesse por estudos da qualidade de vida (QV) dos portadores de transtornos mentais, em função do impacto gerado pela doença...Investigar a QV de pacientes com o diagnóstico de esquizofrenia que cumprem medida de segurança em regime fechado, buscando identificar indicadores que possam orientar tratamentos e intervenções necessárias diante das políticas atuais de saúde mental em vigor no Brasil...
Descritores: Esquizofrenia
Hospitais Psiquiátricos/legislação & jurisprudência
Internação Compulsória de Doente Mental
Qualidade de Vida
-Pesquisa Qualitativa
Inquéritos e Questionários
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WY160, SAQU


  8 / 82 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-315201
Autor: Casanova, Edna Gurgel.
Título: O cuidado de enfermagem em unidade de internação psiquiátrica: uma transição do asilar para a reabilitação psicossocial: o familiar e o exótico / The nursering care in Unit of Psychiatric Internment: a transition of sheltering for the rehabilitation psicossocial: the relative and the exotic.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; mar. 2002. 210 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Estudo sobre os cuidados de enfermagem psiquiátrica desenvolvidos numa unidade de internação de um hospital universitário do Rio de Janeiro, reorganizado à luz da reabilitação psicossocial proposta pela Reforma Psiquiátrica no Brasil. Fundamentado em bases conceituais do cuidado de enfermagem, o objeto de estudo foi abordado com enfoque inspirado na etnografia para apreender, através da observação participante, entrevistas livres e análise documental, as práticas dos integrantes da equipe de enfermagem no cotidiano hospitalar, durante suas interações com os pacientes. Os dados foram analisados e interpretados por sua aproximação ou distanciamento às bases conceituais do cuidado e aos princípios da Reforma Psiqui[atrica. Os resultados encontrados indicam a coexistência de duas dimensões do cuidado permeadas pelas influências ambientais...
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Enfermagem Psiquiátrica
Hospitais Universitários
Internação Compulsória de Doente Mental
-Apoio Social
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; D102, EEAN, 3e


  9 / 82 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-458760
Autor: Prandoni, Raul Fernando Sotelo; Padilha, Maria Itayra Coelho de Souza.
Título: A Reforma psiquiátrica no Brasil: eu preciso destas palavras / Psychiatric reform in Brasil: i need these words
Fonte: Texto & contexto enferm = Texto e contexto enfermagem;13(4):633-640, out.-dez. 2004.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo trata de uma reflexão sobre a história da loucura e do sofredor psíquico a partir da criação dos espaços de exclusão e da lógica do confinamento como prática terapêutica. Em contraponto apresenta a realidade sanitária brasileira nos anos 70 e o surgimento dos movimentos sociais que consolidam seus anseios na Carta Magna de 1988 possibilitando, assim, o processo de Reforma Psiquiátrica no Brasil...

This article is a reflection about the story of madness and the psychic sufferer from the creation of excluding spaces and the logic of confinement as therapeutical practice. On the other hand it presents the Brazilian sanitary reality in the 70´s and the appearance of social movements that consolidated its wishes in the 1988 Constitution, thus allowing the existence of the Brazilian process of psychiatric reform...

El presente artículo procura retratar una reflexión sobre la historia de la locura y del sufridor psíquico a partir de la creación de los espacios de la exclusión y de la lógica como una práctica terapéutica. En contrapartida se presenta la realidad sanitaria brasileña en los años 70 y el surgimiento de los movimientos sociales que consolidan sus deseos en la Carta Magna de 1988 posibilitando, de esta manera, el proceso de la Reforma Psiquiátrica en el Brasil...
Descritores: Internação Compulsória de Doente Mental
Psiquiatria/história
Reforma dos Serviços de Saúde
Saúde Mental/história
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  10 / 82 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-560092
Autor: Castro, Sueli Aparecida de; Furegato, Antonia Regina Ferreira; Santos, Jair Licio Ferreira.
Título: Sociodemographic and Clinical Characteristics of Psychiatric Re-hospitalizations / Características sociodemográficas e clínicas em reinternações psiquiátricas / Caracterización sociodemográfica y clínica de reinternaciones psiquiátricas
Fonte: Rev. latinoam. enferm;18(4):800-808, July-Aug. 2010. tab.
Idioma: en.
Resumo: Segregated individuals with mental disorders, families without support or guidance concerning disease and treatment, and unprepared professionals are some of the factors that can contribute to re-hospitalizations. This study identifies sociodemographic variables, clinical conditions, diagnoses and treatments in order to identify their relationship with psychiatric re-hospitalizations. This is an exploratory and descriptive study. A form was used to search data in patients' files from 2006 and 2007 in a regional psychiatric facility. A total of 681 re-hospitalizations were identified, the majority due to treatment abandonment. Length of hospitalization was higher for women between 40 and 49 years of age. Positive associations of sociodemographic data with previous hospitalizations were found, such as type of discharge, and physical and mental condition, which is in accordance with the literature. Readmissions are associated with sociodemographic and clinical indicators. These findings can guide care and public policies regarding mental health.

Portadores de transtorno mental discriminados, famílias sem apoio e orientação sobre a doença e tratamentos e profissionais despreparados são alguns dos fatores que podem contribuir para as reinternações. O objetivo deste estudo foi identificar as variáveis sociodemográficas, as condições clínicas, o diagnóstico médico e tratamento, buscando sua relação com as reinternações psiquiátricas. A metodologia usada aqui foi exploratório-descritiva. Utilizou-se roteiro para levantamento dos dados nos prontuários, de 2006 e 2007, num hospital psiquiátrico regional. Foram encontradas 681 reinternações, a maioria por abandono de tratamento. O tempo de permanência na internação é maior nas mulheres de 40 a 49 anos. Este estudo mostrou, também, associações positivas dos dados sociodemográficos com internações anteriores, tipo de alta, estado físico e mental, os quais estão de acordo com outros dados da literatura. Conclui-se que há associações das reinternações com indicadores sociodemográficos e clínicos que podem direcionar o cuidado e políticas públicas na saúde mental.

Algunos de los factores que pueden contribuir para las reinternaciones psiquiátricas son los trastornos mentales que ocurren en familias sin apoyo u orientación acerca de la enfermedad y tratamientos y, por causa de profesionales mal preparados. El objetivo de este estudio fue identificar las variables sociodemográficos, las condiciones clínicas, los diagnósticos médicos, los tratamientos y su relación con las reinternaciones psiquiátricas. Se trata de un estudio exploratorio y descriptivo, en el cual se utilizó un guía para recolectar datos en los registros médicos de 2006 y 2007, en un hospital psiquiátrico regional. Fueron identificadas 681 reinternaciones, la mayoría por abandono de tratamiento. El tiempo de permanencia en la internación fue mayor para la mujeres que tenían de 40 a 49 años. Se encontró asociaciones positivas de los datos sociodemográficos con internaciones anteriores, tipo de alta, estado físico y mental, los cuales están de acuerdo con otros datos de la literatura. Se concluye que las reinternaciones están asociadas con indicadores sociodemográficos y clínicos; conocimiento que puede ser utilizado en las políticas públicas en salud mental sobre el cuidado.
Descritores: Internação Compulsória de Doente Mental
Institucionalização
Transtornos Mentais
Readmissão do Paciente
Enfermagem Psiquiátrica
-Brasil
Registros Hospitalares
Hospitais Psiquiátricos
Tempo de Internação
Transtornos Mentais/diagnóstico
Transtornos Mentais/enfermagem
Transtornos Mentais/terapia
Saúde Mental
Política Pública
Fatores Socioeconômicos
Fatores de Tempo
Limites: Adolescente
Adulto
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde