Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.096.628.033 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 16 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 16 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048067
Autor: Silvestrin, Denise; Kuhnen, Ariane; Tribéss, Bianca.
Título: Contribuições da psicologia ambiental para promoção de saúde de pessoas em situação de rua / Contribution of environmental psychology for health promotion of homeless
Fonte: Saude e pesqui. (Impr.);12(3):583-590, set/dez 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo tem por objetivo apresentar as possibilidades de contribuição da psicologia ambiental para promoção de saúde de pessoas em situação de rua, a partir do conceito ampliado de saúde e de território. Foi elaborado após a experiência de campo, que contou com a participação de 13 pessoas em situação de rua. A pesquisa teve abordagem qualitativa e suas etapas envolveram aplicação de questionário sociodemográfico, caminhadas pelo espaço urbano e entrevistas com participantes. A análise foi conduzida a partir da teoria fundamentada nos dados. A discussão dos resultados demonstra a capacidade que a psicologia ambiental tem para dar consistência e aprofundar soluções para as fragilidades da relação entre pessoas em situação de rua e o ambiente da cidade.

The contribution that environmental psychology may provide for health promotion of street people is analyzed from the point of view of a broadened idea of health and territory. Field experience was acquired by thirteen street people through a qualitative research and two stages involving a sociodemographic questionnaire, walks through the city space and interviews with participants. Analysis was conducted by data-based theory. Results show the ability that environmental psychology may provide for the consistency and solutions of fragilities among street people and city environment.
Descritores: Pessoas em Situação de Rua
Saúde Mental
Psicologia Ambiental
-Atenção à Saúde
Promoção da Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR313.1 - Biblioteca Ana Bove


  2 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1025371
Autor: Santos, Luísa Susin dos; Klein, Camila; Marsillac, Ana Lucia Mandelli de; Kuhnen, Ariane.
Título: Laços com a loucura: a cidade como espaço de promoção de saúde mental / Ties with madness: the city as a space of promoting mental health / Lazos con la locura: la ciudad como espacio de promoción de salud mental
Fonte: Barbarói;(53):208-226, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Este ensaio aborda a relação da cidade com a loucura. Busca analisar o espaço público com suas normas e desvios e refletir sobre o cuidado em saúde mental. Aborda o dispositivo do Acompanhamento Terapêutico em sua perspectiva antimanicomial e de fortalecimento do cuidado em liberdade. Dialoga com a perspectiva da psicologia ambiental e da psicanálise para refletir sobre essa complexa trama entre loucura, cidade, laço social e saúde mental.(AU)

This essay discusses the relation between city and madness. It seeks to analyze public space with its norms and deviations and also reflects about mental health care. Argues the Therapeutic Accompaniment in its anti-asylum perspective and discusses the strengthening of mental health care without seclusion. Dialogues with the perspective of environmental psychology and psychoanalysis, in order to consider the complex web involving madness, city, social bond and mental health.(AU)

Este ensayo aborda la relación de la ciudad con la locura. Busca analizar el espacio público con sus normas y desvíos y reflexionar sobre el cuidado en salud mental. Aborda el dispositivo del Acompañamiento Terapéutico en su perspectiva antimanicomial y de fortalecimiento del cuidado en libertad. Dialoga con la perspectiva de la psicología ambiental y del psicoanálisis para reflexionar sobre esa compleja trama entre locura, ciudad, lazo social y salud mental.(AU)
Descritores: Saúde Mental
Promoção da Saúde
-Psicanálise
Psicologia Ambiental
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1314.1 - Biblioteca Central


  3 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-603508
Autor: dos Santos Raymundo, Luana; Kuhnen, Ariane; Brioschi Soares, Lia.
Título: O espaço aberto da educação infantil: lugar para brincar e desenvolver-se / The open space of day-care centers: a place to play and develop / El área abierta de la educación infantil: un lugar para jugar y desarrollarse
Fonte: Psicol. rev. (Belo Horizonte);16(2):251-270, ago. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teve como objetivo principal identificar as características existentes nas configurações dos espaços abertos de instituições de educação infantil, relacionando os aspectos físicos com as brincadeiras desenvolvidas pelos seus usuários, recorrendo à aplicação da técnica do mapeamento comportamental. O estudo foi conduzido em dois contextos educativos do município de Florianópolis-SC, nos quais os participantes, crianças entre 3 e 5 anos, foram observados no período de recreação. A análise dos dados evidenciou a preferência de determinados equipamentos por seus usuários. Em ambos os contextos, as meninas preferiram os equipamentos de balanço e caixa de areia, enquanto os meninos preferiram os equipamentos múltiplos (bombeiros e casa do Tarzan). Os equipamentos que obtiveram significativa ocupação foram aqueles que possibilitaram uma maior diversidade de brincadeiras (faz de conta). Concluímos que as características físicas dos espaços deram previsibilidade para algumas brincadeiras e continuidade a certos mecanismos biológicos, sociais e culturais experienciados pelos seus usuários.

The purpose of this study was to identify the characteristics of open spaces in day-care centers, relating physical aspects with their users' games through the technique of behavioral mapping. The study was conducted in two educational contexts of the city of Florianopolis, Santa Catarina State, in which participants, children aged between 3 and 5, were observed during recreation. Data analysis showed a preference for certain kinds of equipment. In both contexts girls liked better Swing and Sandbox, while boys preferred multiple equipment (Firemen and Tarzan's House). The kinds of equipment that had significant occupation were those that allowed greater playing diversity (Make-believe). We concluded that the physical properties of spaces allow predictability concerning some games and continuity to certain biological, social and cultural mechanisms experienced by their users.

Este estudio tuvo como principal objetivo identificar las características existentes en la configuración de los espacios abiertos en las instituciones educativas, relacionando los aspectos físicos con los juegos desarrollados por sus usuarios, este estudio utilizó la aplicación de las técnicas de mapeo del comportamiento. El estudio se llevó a cabo en dos contextos educativos de la ciudad de Florianópolis, en el que los participantes, niños de entre 3 y 5 años, fueron observados durante el recreo. El análisis de los datos reveló una preferencia por determinados juguetes entre los usuarios. En ambos contextos las niñas preferían equipamientos como el columpio y la caja de arena, mientras que los niños preferían equipamientos múltiples como bomberos y casa de Tarzán. Los equipamientos que recibieron una mayor ocupación fueron los que permitían una mayor diversidad de juegos (fantasías). Observamos que las propiedades físicas de los espacios mostraron la previsibilidad de algunos juegos y la continuidad de ciertos mecanismos biológicos, sociales y culturales experimentados por sus usuarios.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Educação Infantil
-Psicologia Ambiental
Aprendizagem
Responsável: BR370.1 - Biblioteca Central


  4 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-356722
Autor: Moser, Gabriel.
Título: Examinando a congruência pessoa-ambiente: o principal desafio para a Psicologia Ambiental / Examinando la congruencia persona-ambiente: el principal desafío para la psicología ambiental
Fonte: Estud. psicol. (Natal);8(2):331-333, maio-ago. 2003. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Qualidade de Vida
Meio Ambiente
Psicologia Ambiental
-Brasil
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  5 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-356721
Autor: Aragonés, Juan Ignacio.
Título: Los desarrollos de la Psicología Ambiental en los próximos años / The developments of Environmental Psychology in the coming years
Fonte: Estud. psicol. (Natal);8(2):329-330, maio-ago. 2003.
Idioma: es.
Descritores: Psicologia Social
Meio Ambiente
Psicologia Ambiental
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  6 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-356718
Autor: Castro, Paula.
Título: Pensar a natureza e o ambiente: alguns contributos a partir da Teoria das Representações Sociais / Thinking about nature and the environment: some contributions from Social Representations Theory
Fonte: Estud. psicol. (Natal);8(2):263-271, maio-ago. 2003. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo apresenta dois estudos conduzidos em Portugal, sob a orientação da Teoria das Representações Sociais (TRS), que analisaram como os portugueses pensam e falam sobre o ambiente e a natureza. É primeiro apresentada uma perspectiva geral do campo de estudos das crenças e atitudes em relação ao ambiente e à natureza e são esboçadas as ideias da TRS que podem contribuir para suprir algumas das suas lacunas. Depois é sumarizado um primeiro estudo por questionário que procurou identificar as representações do ambiente em Portugal. Para responder a questões levantadas pelos resultados deste primeiro estudo foi feito um segundo, com grupos de discussão, e apresentam-se as principais características dos quatro discursos que foram identificados com este. Nas conclusões discute-se qual o valor acrescentado da TRS para este campo, em termos de maior integração teórica e do aprofundamento do diálogo entre os vários quadros teóricos que mais estruturam o campo.
Descritores: Natureza
Meio Ambiente
Psicologia Ambiental
-Portugal
Psicologia Social
Inquéritos e Questionários
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  7 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-416472
Autor: Vlek, Charles.
Título: Globalização, dilemas dos comuns e qualidade de vida sustentável: do que precisamos, o que podemos fazer, o que podemos conseguir?: [errata] / Globalisation, commons dilemmas and sustainable quality of life: what do we need, what can we do, what may we achieve?: [erratum]
Fonte: Estud. psicol. (Natal);9(1):197-200, jan.-abr. 2004. ilus, tab.
Idioma: pt.
Descritores: Qualidade de Vida/psicologia
Meio Ambiente
Psicologia Ambiental
-Brasil
Tipo de Publ: Errata
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  8 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tassara, Eda Terezinha de Oliveira
Rabinovich, Elaine Pedreira
Texto completo
Id: lil-356724
Autor: Tassara, Eda Terezinha de Oliveira; Rabinovich, Elaine Pedreira.
Título: Perspectivas da Psicologia Ambiental / Perspectives of Environmental Psychology
Fonte: Estud. psicol. (Natal);8(2):339-340, maio-ago. 2003.
Idioma: pt.
Descritores: Meio Ambiente
Psicologia Ambiental
-Brasil
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  9 / 16 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-356723
Autor: Granada, Henry.
Título: Direcciones en que se desarrollará la Psicología Ambiental en los años futuros / Directions in which Environmental Psychology will be developed in future years
Fonte: Estud. psicol. (Natal);8(2):335-337, maio-ago. 2003.
Idioma: es.
Descritores: Ecologia Humana
Meio Ambiente
Psicologia Ambiental
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede


  10 / 16 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-353024
Autor: Campos-De-Carvalho, Mara I.
Título: Agrupamentos preferenciais e não-preferenciais e arranjos espaciais em creches / Preferential and no preferential groups and spatial arrangements in day care centers
Fonte: Estud. psicol. (Natal);5(2):443-470, jul.-dez. 2000. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Para verificar o impacto do arranjo espacial para ocorrência de agrupamentos preferenciais e não-preferenciais, analisou-se a ocupação do espaço por crianças de 2-3 anos de duas creches da região de Ribeirão Preto (SP), que atendem famílias de baixa renda. Os dados foram obtidos por duas câmeras fotográficas automáticas, ativadas a cada 30 segundos, em três fases: I - arranjo aberto: habitual (4 sessões); II - arranjo aberto: introdução de estantes nas laterais (6 sessões); III - arranjo semi-aberto: montagem de duas zonas circunscritas (6 sessões). Proximidade física foi utilizada para registrar os agrupamentos, verificando-se: maior estruturação espacial acarretou aumento significativo nos agrupamentos, especialmente com três ou mais crianças; maior ocorrência de agrupamentos nas áreas das estantes (FII) e nas zonas circunscritas (FIII), sendo significativa para os não-preferenciais; maior ocupação da zona do adulto na fase inicial, significativa para os não-preferenciais. Concluindo, há evidências da relevância do arranjo espacial para ocorrência de agrupamentos, principalmente para os não-preferenciais
Descritores: Socialização
Criança
Creches
Desenvolvimento Infantil
Psicologia Ambiental
Relações Interpessoais
-Brasil
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Responsável: BR1274.1 - Biblioteca Central Zila Mamede



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde