Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.096.879 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 623 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 63 ir para página                         

  1 / 623 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1023776
Autor: Ortega Restrepo, Víctor Ignacio.
Título: Las bases socioculturales en la formación del psicólogo / The sociocultural bases in the formation of the psychologist
Fonte: Poiésis (En línea);16(Dic.):1-13, 2008.
Idioma: es.
Resumo: Quiero aprovechar este escenario que hoy nos convoca, para presentar a consideración de ustedes una serie de reflexiones en torno a las bases de formación social y cultural del psicólogo de nuestros días. Para ello me valdré del esfuerzo de construcción de una propuesta formativa que hace ya 7 años venimos realizando en la Institución Universitaria de Envigado, en donde, junto a los saberes psicológicos y neurocientíficos propios de las exigencias legales para formación específica en Psicología, coexisten si se quiere, de manera ecléctica y crítica una variedad de saberes de las llamadas ciencias sociales y humanas.

I would like to approve of this scenario that has been summoned to us today, to present the consideration of a series of reflections around the bases of social and cultural formation of the psychologist of some days. For the sake of the effort to construct a formative proposition that we have been doing for 7 years in the University Institution of Envigado, where, along with the psychological and neuroscientific knowledge proper to the legal requirements for specific formation in Psychology, coexist itself of eclectic and critical form a variety of knowledge of the so-called social and human sciences.
Descritores: Capacitação Profissional
-Psicologia/educação
Ciências Sociais/educação
Ética Profissional/educação
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Discursos
Responsável: CO191.1 - Biblioteca


  2 / 623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-895585
Autor: Cordovil-Oliveira, Claudio Roberto.
Título: Laços de sangue: hereditariedade e coprodução das ordens social e natural no século XIX / Blood ties: heredity and coproduction of social and natural orders in the 19th century
Fonte: Physis (Rio J.);27(2):297-317, Abr.-Jun. 2017. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo: O presente artigo, baseado em revisão bibliográfica, busca estabelecer relações entre o discurso científico acerca da hereditariedade, surgido no século XIX, e um mito, que fornecerá à burguesia pós-revolucionária de então uma oportuna arma simbólica, que conciliará a noção de justiça com a admissão do caráter natural da desigualdade social. Moldando-se à perfeição ao mito do Gênesis, a Genética, inscrevendo as diferenças em uma espécie de justiça natural, desempenhará este papel. Desta forma, vê-se como uma teoria científica se apresenta como sublimação dos fantasmas de uma sociedade. Mas se a ciência os veste, a ficção os irá despir. Por esta razão, Émile Zola, cujos romances aprofundam a dimensão mítica dos enunciados da ciência, terá aqui uma de suas obras analisadas. O resultado é que algo vem à luz que, de outro modo, permaneceria oculto, sob a máscara transparente da Ciência. Dito de outra forma, o seu impensado, aquilo que ela não se atreveria a verbalizar: a noção de que a falta pesa.

Abstract: This article, based on a bibliographical review, seeks to establish relations between the scientific discourse on heredity, which emerged in the 19th century, and a myth, which will provide the post-revolutionary bourgeoisie with an opportune symbolic weapon that will reconcile the notion of justice with the admission of the natural character of social inequality. Shaping itself perfectly to the myth of Genesis, Genetics, inscribing differences into a kind of natural justice, will play this role. So it is seen as a scientific theory presents itself as sublimation of the phantoms of a society. But if science wears them, fiction will undress them. For this reason, Émile Zola, whose novels deepen the mythical dimension of the statements of science, will have here one of his works analyzed. The result is that something comes to light that would otherwise remain hidden under the transparent mask of Science. Put another way, its unthinking, what it would not dare to verbalize: the notion that lack weighs.
Descritores: Ciência/tendências
Ciências Sociais
Jornalismo
Iniquidade Social
Genética Humana/tendências
Literatura
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  3 / 623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732767
Autor: Barbosa, Adriana Silva; Corrales, Carlos Montero; Silbermann, Marcos.
Título: Controvérsias sobre a revisão ética de pesquisas em ciências humanas e sociais pelo Sistema CEP/Conep / Controversies on the ethical review of research in the Humanities and Social Sciences by System CEP/Conep
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);22(3):482-492, set.-dez. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: O comitê de ética em pesquisa tem como função revisar todas as pesquisas envolvendo seres humanos realizadas no Brasil, o que tem suscitado controvérsias sobre a revisão ética de pesquisas em ciências humanas e sociais. O objetivo deste artigo é discutir as controvérsias da revisão ética de pesquisas dessas áreas no Sistema CEP/Conep. São controvérsias o biocentrismo, as melhorias pontuais da Resolução 466/2012, a emergência de um sistema paralelo de revisão ética para essas áreas ou a constituição de resolução complementar própria no Sistema CEP/Conep. Tais controvérsias relacionam-se com limitações funcionais dos comitês de ética: grande demanda de projetos, poucos comitês, limitações da Plataforma Brasil e necessidade de capacitação dos membros. O Sistema CEP/Conep deve continuar como único sistema de revisão ética em pesquisa brasileiro; mas necessita que as resoluções sejam continuamente revisadas para contemplar as especificidades das pesquisas das áreas humanas e que sejam criados mais comitês com melhor capacitação...

El Comité de Ética en Investigación debe revisar todas las investigaciones en seres humanos realizadas en Brasil, lo que ha causado controversias acerca de la revisión ética de la investigación en ciencias humanas y sociales. El propósito de este artículo es discutir las controversias de la revisión ética de la investigación en estas áreas en el Sistema CEP/Conep. Las controversias son el biocentrismo, las mejoras puntuales en la resolución 466/2012, la aparición de un sistema paralelo de revisión ética para estas áreas o la constitución de una resolución complementaria propia en el sistema CEP/Conep. Estas controversias se refieren a las limitaciones funcionales de los Comités de Ética: gran demanda de proyectos, pocos comités, limitaciones de la plataforma Brasil y la necesidad de capacitación de los miembros. El sistema CEP/Conep debe continuar como único sistema de revisión ética en investigación brasileña; pero requiere que las resoluciones sean revisadas continuamente para contemplar las especificidades de las investigaciones en las ciencias humanas y ciencias sociales y que sean creados más comités con mejor formación de los participantes...
Descritores: Análise Ética
Ciências Humanas
Ciências Sociais
COMITE DE REVISAO DE ETICA EM PESQUISA
Ética em Pesquisa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-474547
Autor: Nunes, Everardo Duarte.
Título: Ethical aspects considered by researchers who use qualitative approaches in health
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;13(2):351-360, mar.-abr. 2008.
Idioma: en.
Resumo: The paper first analyzes the ethical question of qualitative researches from the philosophical viewpoint, and the bioethical question as an interdisciplinary gap that enlarges from the seventies. Afterwards, the question on qualitative research considered as technique and art is raised and understood in a philosophical way of thinking science as a theoretical body, which is epistemically organized in the face of the social reality investigation, and as a movement instituted to defend and discuss the properties of these methodologies. Anthropology is used as an example, and some parts of the codes of professional ethics of anthropology, sociology and psychology are presented. Finally, particularities of the social science fields are discussed, as well as the need to develop a code of ethics for qualitative research. In addition, ethical ways to work in social researches are suggested.

O trabalho analisa a questão da ética nas pesquisas qualitativas a partir da colocação da ética no campo filosófico e da bioética como espaço interdisciplinar, que se expande a partir dos anos setenta. Passa-se, em seguida, à questão da pesquisa qualitativa vista como técnica e arte, entendendo-a como forma filosófica de pensar a ciência, como um corpo teórico, que se estrutura epistemicamente frente à investigação da realidade social e como um movimento que se institui na defesa e argumentação das propriedades dessas metodologias. Destaca-se, como exemplo, a antropologia e apresentam-se alguns trechos dos códigos de ética profissional da antropologia, sociologia e psicologia. Na terceira parte do artigo, discute-se a procedência de um código de ética para a pesquisa qualitativa e as particularidades do campo das ciências sociais e algumas sugestões de como trabalhar de forma ética nas pesquisas sociais.
Descritores: Antropologia
Ciências Sociais/tendências
Conhecimento
Pesquisa Biomédica
Pesquisa Qualitativa
Pesquisadores
Ética Profissional
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  5 / 623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014582
Autor: Carneiro, Rosamaria; Pereira, Éverton Luís.
Título: Ciências sociais na graduação em saúde coletiva: olhares de uma década / Social sciences in undergraduate degree in collective health: perspectives of a decade
Fonte: Saúde Soc;28(2):6-10, abr.-jun. 2019.
Idioma: pt.
Descritores: Prática Profissional
Ciências Sociais
Saúde Pública
Capacitação Profissional
Estudos Interdisciplinares
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1021864
Autor: Perez de Martos, Marina Violeta Estrada.
Título: Gênero, grupo social e reprodução: a determinação social do perfil reprodutivo biológico de mulheres de Cajamarca (PERU) / Não consta.
Fonte: São Paulo; s.n; 1996. 147 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Este e um estudo sobre a determinacao social do perfil reprodutivo biologico das mulheres atendidas nos servicos do ministerio da saude na cidade de cajamarca. A coleta de dados foi feita a 373 mulheres atraves de um inquerito baseado em um questionario estruturado aplicado. Atraves de entrevista, utiliza o referencial teorico metodologico da epidemiologia social. Os resultados evidenciam que as mulheres foram e sao submetidas a relacoes sociais que determinam o seu perfil reprodutivo biologico; estas evidencias podem ser olhadas atraves das relacoes sociais estabelecidas no trabalho domestico e extradomestico, da violencia conjugal que chega, inclusive, ate provocar abortos espontaneos, e da pratica anticoncepcional, onde a participacao do homem e praticamente nula, ficando a mulher como unica responsavel. Salienta a influencia da ideologia androcentrica capitalista e da logica capitalista na assistencia a saude prestada nos servicos do ministerio da saude peruana.
Descritores: Reprodução
Ciências Sociais
Enfermagem
Limites: Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  7 / 623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014587
Autor: Trad, Leny A. Bomfim; Mota, Clarice Santos; López, Yeimi Alexandra Alzate.
Título: O ensino das ciências sociais e humanas na graduação em saúde coletiva: entre desafios e oportunidades de transgressões / Teaching social and human sciences in the collective health undergraduate course: between challenges and opportunities for transgressions
Fonte: Saúde Soc;28(2):11-24, abr.-jun. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A implantação, em 2009, do curso de graduação em saúde coletiva (GSC) no Brasil e sua progressiva disseminação trouxe à tona velhas questões de ordem epistemológica, prática ou político-institucional relacionadas ao ensino das ciências sociais e humanas (CSH) nesse contexto e fez emergir outras. Sobretudo, esse novo curso recoloca no centro do debate a questão da identidade do campo da saúde coletiva ou as especificidades de seus objetos, atores/agentes, conhecimentos e práticas. Afinal, tanto os projetos pedagógicos (perfil de egresso, estrutura curricular etc.) quanto seu modus operandi refletem uma dada concepção do campo. Propõe-se, neste artigo, discutir peculiaridades e desafios do ensino das CSH na GSC, considerando esses elementos a partir da análise da experiência de um curso em particular ou, melhor dito, do compartilhamento de vivências e impressões das autoras que integram seu corpo docente. Na primeira parte do texto, são esboçados argumentos em defesa da formação emancipatória e do conhecimento pluriuniversitário, apoiados no diálogo com Boaventura de Souza Santos. Entende-se que tais perspectivas são especialmente bem-vindas na GSC, a qual tem se revelado um espaço profícuo de experimentação de novas formas de agir na educação e na saúde.

Abstract The implementation, from 2009, of the undergraduate course on collective health (GSC) in Brazil and its progressively dissemination has brought to the surface old epistemological, practical or political-institutional issues, and led to the emergence of others. Above all, it should be noted that this new undergraduate course puts once again in the center of the debate the question of the collective health identity or, rather, the specificities of its objects, actors, knowledge and practices. After all, both the pedagogical projects (student's profile, curricular structure etc.) as its modus operandi reflect a given conception of the field. This article discusses the singularities and challenges of teaching social and human sciences in the undergraduate course in collective health, considering these elements through the analysis of a particular course or, better said, the sharing of experiences and impressions of the authors that integrate its academic staff. In the first part of the article, arguments are presented in defense of the emancipatory formation and multi-university knowledge, supported by the dialogue with Boaventura de Souza Santos. It is considered that such perspectives are especially welcome in undergraduate collective health, which has proved to be a useful space for experimenting new ways of acting in education and health.
Descritores: Ciências Sociais
Saúde Pública
Educação Superior
Práticas Interdisciplinares
Ciências Humanas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014585
Autor: Brandão, Elaine Reis; Alzuguir, Fernanda Vecchi.
Título: A importância do ensino sobre gênero na graduação em Saúde Coletiva: uma interseção necessária / The importance of teaching gender theory in undergraduate Public Health education: a necessary intersection
Fonte: Saúde Soc;28(2):67-79, abr.-jun. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste trabalho é refletir, a partir de nossa experiência como docentes do curso de graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), sobre o ensino dos conteúdos relativos à problemática/às questões de gênero para estudantes em formação profissional na área da saúde. Acatando o desafio proposto neste dossiê, buscamos analisar como esse bacharelado - per se, interdisciplinar - tem sido atravessado cotidiana e praticamente pelas ciências sociais, em particular pelas teorias que abordam o gênero como categoria analítica e importante ferramenta conceitual para uma compreensão crítica e política da realidade social. Acreditamos que tal aprendizado se torna imprescindível para uma atuação mais engajada com as desigualdades sociais em sentido lato (classe, raça/etnia, gênero), como a de futuros sanitaristas ou pesquisadores em saúde, tendo em vista o despertar do interesse e da sensibilidade discentes para o tema. A partir da conexão de suas próprias experiências e vivencias cotidianas como jovens, mulheres e homens, com pertencimentos étnico-raciais distintos, filiação de classe e inserção religiosa, temos assistido um processo de amadurecimento pessoal e profissional em nossos(as) estudantes que nos comprovam a fecundidade do ensino nessa direção.

Abstract The objective of this study is to reflect, based on our experience as teachers of the undergraduate course in Public Health of the Federal University of Rio de Janeiro, on the teaching of gender issues for students under professional training in the health field. By accepting the challenge proposed in this dossier, we sought to analyze how this bachelor's degree-interdisciplinary by nature-has been explored daily and in a practical manner by social sciences, particularly by theories that approach the genre as an analytical category and an important conceptual tool for a critical and political understanding of social reality. We believe that such learning is essential for a more engaged action with social inequalities (class, race/ethnicity, gender) as future sanitarians or health researchers, in order to awaken students' interest and sensibility to the subject. Based on the connection between their own daily experiences as young people, women and men, with distinct ethnic and racial backgrounds, class affiliation and religious inclusion, we have witnessed a process of personal and professional maturity in our students, which proves us the fecundity of teaching in this manner.
Descritores: Ciências Sociais
Saúde Pública
Educação Superior
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Práticas Interdisciplinares
FRAUDABDOMEN, ACUTE
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  9 / 623 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-606093
Autor: Boechat, Filipe Milagres; Portugal, Francisco Teixeira.
Título: Pós-construcionismo e neo-experimentalismo em Psicologia Social / Postconstructionism and new experimentalism in Social Psychology
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;10(3):930-945, dez. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: A partir do exame de parte da literatura psicossociológica situada entre a década de 1970 e os dias atuais, o presente artigo pretende examinar e descrever os dois principais movimentos que, nas últimas quatro décadas, vêm modificando consideravelmente o perfil desta ciência (a saber, o Construcionismo Social e a Neurociência Social), como forma de apresentar, sumariamente, o estado atual da Psicologia Social e discutir alguns dos problemas epistemológicos que lhe são contemporâneos - como, por exemplo, o risco de reducionismo linguístico por parte do socioconstrucionismo e o risco de reducionismo fisicalista por parte da neurociência social. (AU)

Analyzing part of social psychological literature from 1970 to nowadays, we examine and describe the two main movements (Social Constructionism and Social Neuroscience) which, in the last four decades, have been considerably modifying the profile of this science, in order to present, briefly, the current state of Social Psychology and discuss some new epistemological problems that this science lives today - for example, the risk of linguistical reductionism by social constructionism and the risk of physicalist reductionism by social neuroscience. (AU)
Descritores: Psicologia Social
Neurociências
-Ciências Sociais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  10 / 623 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732992
Autor: Oliveira, Nilce de; Santos, Sandra Maria Chaves dos.
Título: Desenvolvimento comunitário na formação do nutricionista: relato de experiência em um Curso de Nutrição / Community development in the dietician training: Reports of experiences from a nutrition course
Fonte: Rev. Nutr. (Online);27(6):775-783, Nov.-Dec. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Este trabalho tem como objetivo discutir a disciplina Desenvolvimento da Comunidade no currículo do curso de Nutrição de uma universidade pública, visando contribuir com o debate sobre a formação social do nutricionista. Métodos: Trata-se de pesquisa documental, com base no material da disciplina e nos trabalhos produzidos pelos alunos ao longo de 30 anos de docência, além de reflexão sobre as experiências vividas. Resultados: Apesar da recorrente afirmação da relevância do tratamento social em saúde e nutrição, ainda é insatisfatória a introdução dos componentes que poderiam construir esse processo. Desde sempre, o trabalho prático manifestou-se sedutor e revelador da realidade social e econômica para os estudantes, enquanto a compreensão teórica dos processos e relações sociais resulta problemática e recebe a justificativa de que, para os alunos da área de saúde, a linguagem das Ciências Sociais seria estranha e difícil. Conclusão: A experiência docente na disciplina Desenvolvimento da Comunidade confirma a importância da abordagem teórica e prática da saúde, alimentação e nutrição pelas Ciências Sociais, significando um esforço pedagógico e pessoal a mais do professor e de alunos. Mesmo que a disciplina deixe de existir na formação do nutricionista com o título original, que faz parte do repertório semântico de um tempo passado, os conteúdos e as experiências permanecem sendo relevantes e podem ser incorporadas em outras disciplinas. .

Objective: The article discusses the development of the discipline called Community Development within the curriculum of a nutrition program at a public university to contribute to the debate on dieticians' social education. Methods: This is a document research, based on the discipline material, as well as the works produced by students throughout the 30 years of administration of the discipline and also reflections on lived experiences. Results: Despite the applicants' reaffirmation on the importance of social-oriented health and nutrition practices, there is still an unsatisfactory introduction of academic components that would help to build this process. While empirical works always appeared as a seductive way for students to understand the social and economic reality of the city, theoretical understanding of processes and social relationships showed to be problematic, which is being explained by the fact that social sciences language is strange and difficult in the eyes of health students. Conclusions: Experience in Community Development confirms the importance of theoretical and practical approach of Health, Food and Nutrition by the Social Sciences, signifying a pedagogical and personal effort of teachers and students. We conclude that even if the Community Development discipline ceases to exist in the training of dieticians with the original title, which is part of the semantic repertoire of a past time, content and experiences remain relevant and can be incorporated into other disciplines. .
Descritores: Ciências Sociais/educação
Ensino/educação
Nutricionistas/educação
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR13.3 - Biblioteca das Faculdades de Odontologia e Nutrição



página 1 de 63 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde