Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.096.879.201 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 615 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 62 ir para página                         

  1 / 615 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1143552
Autor: Carvalho, Andressa; Souza, Carlivane; Macedo, João Paulo.
Título: Relações de gênero e étnico-raciais nos currículos de psicologia: aproximações e desafios / Gender and ethnical/racial relations in psychology curricula: approximations and challenge / Relaciones étnico-raciales y de género en los currículos de psicología: aproximaciones y desafíos
Fonte: Psicol. ciênc. prof;40:e201972, jan.-maio 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetiva-se com este estudo investigar como os currículos dos cursos de Psicologia têm abordado as temáticas relacionadas a gênero, raça e etnia, considerando que tais elementos atravessam a constituição dos sujeitos e suas relações sociais. Trata-se de uma pesquisa documental a partir da análise dos Projetos Pedagógicos de Cursos (PPCs) de Psicologia no Brasil, disponíveis em domínio público. A amostra foi composta pelos PPCs que contivessem termos/expressões relacionados a estudos de gênero e étnico-raciais. Deste modo, a análise contou com 21 currículos, com o auxílio do software Iramuteq, a partir dos componentes textuais que incluíam as disciplinas, as ementas e as referências, produzindo, então, cinco perspectivas analíticas: Biológica, Psicologia Social, Estudos Antropológicos, Estudos Sociológicos e Estudos Interseccionais. Observamos a pluralidade de lentes teórico-epistemológicas nas quais se ancoram os estudos de gênero e étnico-raciais, situando-os em um espaço interdisciplinar, com maior prevalência para aqueles orientados pela Psicologia Social, pela Antropologia e pela Sociologia. O debate determinista sobre gênero, raça e etnia, com foco nas diferenças individuais, ainda presente, tem perdido espaço nos currículos. A perspectiva interseccional tem tido pouca expressão e está localizada em disciplinas optativas. Por fim, apontamos que há ainda grandes lacunas nos processos formativos no que tange a discussões sobre gênero e, particularmente, acerca das relações étnico-raciais, revelando um grande desafio para a Psicologia no cenário atual.

Abstract This study investigated how the curriculum of Psychology courses have approached topics related to gender, race and ethnicity, considering that such elements go through the constitution of subjects and their social relations. It is a documentary research based on the analysis of the Psychology Courses Pedagogical Projects (PPCs) in Brazil, available in the public domain. The sample consisted of PPCs that contained keywords related to gender and ethnic/racial studies. Thus, twenty-one curricula were analyzed with help of Iramuteq, using textual components including disciplines, syllabuses and references, rendering five analytical perspectives: Biology, Social Psychology, Anthropological Studies, Sociological Studies and Intersectional Studies. We observed the plurality of theoretical-epistemological perspectives that ground both gender and ethnic-racial studies, placing them in an interdisciplinary space with more emphasis on studies guided by Social Psychology, Anthropology and Sociology. The deterministic debate about gender, race and ethnicity, focused on individual differences, has been supplanted in the curricula, as well as the intersectional perspective, found in optional disciplines, which has not had much expression either. Lastly, we point out that there are still big gaps in formative processes regarding the discussions on gender and, particularly, about ethnic/racial relations, revealing a great challenge for Psychology in the current scenario.

Resumen Este estudio tuvo como objetivo investigar cómo los currículos de los cursos de Psicología han abordado las temáticas relacionadas a género, raza y etnia, considerando que estos elementos atraviesan la formación de los sujetos y sus relaciones sociales. Se trata de una investigación documental, basada en el análisis de los Proyectos Pedagógicos de Cursos de Psicología (PPC) en Brasil, disponibles en dominio público. La muestra fue compuesta por los PPC que contenían términos relacionados a los estudios de género y étnico-raciales. De este modo, se analizaron 21 currículos y se utilizó el software IRAMUTEQ, a partir de los componentes textuales relacionados a las disciplinas, a los temarios y a las referencias, produciendo cinco perspectivas analíticas: Biológica, Psicología Social, Estudios Antropológicos, Estudios Sociológicos y Estudios Interseccionales. Observamos la pluralidad de perspectivas teóricas y epistemológicas en los que se anclan los estudios de género y étnico-raciales, que los sitúan en un espacio interdisciplinario, con mayor prevalencia para aquellos orientados por la Psicología Social, Antropología y Sociología. El debate determinista sobre género, raza y etnia enfocándose en las diferencias individuales ha sido suplantado en los currículos, tampoco la perspectiva interseccional ha tenido mucha expresión, quedando marginada en disciplinas optativas. Por último, señalamos que todavía hay grandes brechas en los procesos formativos en lo que se refiere a las discusiones sobre género y, en particular, a las relaciones étnico-raciales, lo que revela un gran desafío para la Psicología en el escenario actual.
Descritores: Psicologia
Psicologia Social
Relações Raciais
Ensino
Estudos de Gênero
Identidade de Gênero
-Pesquisa
Sociologia
Software
Grupos Étnicos
Currículo
Grupos de Populações Continentais
Capacitação Profissional
Cursos
Individualidade
Antropologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  2 / 615 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1283232
Autor: Filice de Barros, Nelson; Duarte Nunes, Everardo.
Título: Medicina Alternativa e Complementar no Brasil: um conceito e diferentes significados / Complementary and Alternative Medicine in Brazil: one concept, different meanings
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;22(10):2023-2039, out. 2006.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho discute os diferentes significados do conceito de Medicina Alternativa e Complementar (MAC) no Brasil, onde pesquisa sobre este tema tem pequena tradição com influências da Antropologia, da Sociologia do Conhecimento e Epistemologia, da Sociologia das MAC e da Clínica. Por meio dos conceitos encontrados elaboramos um quadro de diferentes tipos de sentidos. Os nomes Medicina Alternativa e Medicina Complementar foram encontrados em mais de um dos tipos do quadro. A Medicina Alternativa identifica um modelo de prática médica influenciado pelo contexto sócio-político/econômico e pela lógica da produção científica do conhecimento com pares de oposição. A partir dos anos de 1980, o expressivo volume de reflexões sobre a prática médica oficial e a procura de outras formas de produção do conhecimento, levou à criação do conceito de Medicina Complementar. Seu significado é de uma nova forma epistemológica de produção do conhecimento entre os pólos oficial e alternativo, de um conjunto de práticas terapêuticas e de uma confusão com a nomenclatura dos exames que auxiliam no diagnóstico médico, chamados em português "exames complementares".

This article discusses the various meanings ascribed to the concept of Complementary and Alternative Medicine (CAM) in Brazil, where research on this theme has a limited tradition in terms of influences from anthropology, sociology of knowledge and epistemology, and sociology of CAM and clinical medicine. By means of the concepts identified in the literature, we elaborated a table with types of meanings. The terms Alternative Medicine and Complementary Medicine were found in more than one of the types in the table. Alternative Medicine identifies a model of medical practice influenced by the social, political, and economic context and by the logic of scientific production based on opposing pairs. Beginning in the 1980s, the important volume of reflections on official medical practice and the search for other forms of knowledge production led to the creation of the concept of Complementary Medicine. Its meaning is that of a new epistemological form of knowledge production between the official and alternative poles, a set of therapeutic practices, and confusion with the nomenclature for ancillary medical diagnostic tests, referred to in Portuguese as "complementary exams".
Descritores: Terapias Complementares
Medicina Tradicional
-Brasil
Medicina Clínica
Diagnóstico
Antropologia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 615 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1279522
Autor: Cox, Paula; Carrasco, María Alejandra.
Título: Disforia de género en niños y controversias en su tratamiento: dos concepciones distintas sobre la identidad de género / Disforia de gênero em crianças e controvérsias em seu tratamento: duas concepções diferentes sobre a identidade de gênero / Gender Dysphoria in Children and Controversies about its Treatment: Two Different Conceptions of Gender Identity
Fonte: Pers. bioet;24(1):57-76, ene.-jun. 2020. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen La disforia de género es una marcada incongruencia entre el sexo que se siente o expresa y el que se asigna al nacer, asociada a un malestar clínicamente significativo o deterioro en lo social, que puede darse en niños, adolescentes y adultos. En relación con los pacientes pediátricos, no existe actualmente consenso sobre su tratamiento, así como tampoco evidencia que apoye claramente un enfoque por sobre otro. En la literatura se describen principalmente tres tipos de abordaje en niños preadolescentes: modelo terapéutico, watchful waiting (espera atenta) y modelo afirmativo. En este trabajo se realiza una breve revisión de la literatura existente sobre la disforia de género, se describen los distintos abordajes en niños y se analizan las visiones antropológicas que los sustentan. Plantearemos que existen al menos dos modos de entender la identidad de género, lo que ha dado lugar, en gran medida, a las controversias en los tratamientos propuestos. Por ello, resulta de gran importancia comprender los supuestos antropológicos en que se fundamentan estos modelos, ya que a cada uno de ellos subyacen diferentes maneras de entender la relación sexo-género en la persona y, por tanto, el rol de la corporalidad y de la autoconsciencia en la identidad de género.

Abstract Gender dysphoria is a marked mismatch between the sex felt or expressed by an individual and that assigned to them at birth. It is associated with clinically significant discomfort or social impairment and can occur in children, adolescents, and adults. The literature mainly describes three approaches for preadolescents: therapeutic model, watchful waiting, and gender affirmative model. However, there is currently no consensus on its treatment nor any evidence that favors one approach over another. This paper provides a brief review of the existing literature on gender dysphoria, explains various approaches for children, and discusses the anthropological views behind them. We argue that at least two ways of understanding gender identity have given rise to disagreements over the proposed treatments. It is quite important to comprehend the anthropological assumptions on which these models are based since they underlie different conceptions of the person's sex-gender relationship and, therefore, the role of corporality and self-awareness in gender identity.

Resumo A disforia de gênero é uma marcada incongruência entre o sexo que se sente ou expressa e o que é designado ao nascer, associada a um malestar clinicamente significativo ou a uma deterioração no âmbito social, que pode ocorrer em crianças, adolescentes e adultos. Quanto aos pacientes pediátricos, não existe atualmente consenso em seu tratamento nem evidência que apoie com clareza uma abordagem sobre outro. Na literatura, são descritos três tipos de abordagem em crianças pré-adolescentes: modelo terapêutico, watchful waiting (observação vigilante) e modelo afirmativo. Neste trabalho, é realizada uma breve revisão da literatura sobre a disforia de gênero, são descritas as diferentes abordagens em crianças e são analisadas as visões antropológicas que as justificam. É provável que haja, pelo menos, dois modos de entender a identidade gênero, o que abre espaço a controvérsias nos tratamentos propostos. Por isso, é de grande importância compreender os pressupostos antropológicos nos quais esses modelos estão fundamentados, já que a cada um deles subjazem diferentes maneiras de entender a relação sexo-gênero na pessoa e, portanto, o papel da corporeidade e da autoconsciência na identidade de gênero.
Descritores: Terapêutica
Pré-Escolar
Conduta Expectante
Disforia de Gênero
Identidade de Gênero
Antropologia
Responsável: CO243.1 - Biblioteca Octavio Arizmendi Posada


  4 / 615 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-698087
Autor: Zamboni, Marcio.
Título: A sessão de desenho de modelo nu: produção artística e marcadores sociais da diferença / La sesión de dibujo con modelo al desnudo: Producción artística y marcadores sociales de diferencia / The nude model sketch session: artistic production, creativity and social markers of difference
Fonte: Sex., salud soc. (Rio J.);(15):62-85, dez. 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo apresenta a etnografia de uma sessão de desenho de modelo nu, com dois artistas plásticos na faixa etária dos 50 anos, que se afirmam como homossexuais e fazem parte de uma rede de homossexuais da elite paulistana. A partir da análise desta situação, tomada como característica do universo gay masculino em camadas altas, o texto apresenta reflexões sobre a relação entre a representação no contexto da produção artística e certos marcadores sociais da diferença (gênero, sexualidade, raça, classe e geração).

Este artículo presenta una etnografía de una sesión de dibujo con modelo al desnudo, junto a dos artistas plásticos en la franja etaria de los 50 años que se asumen homosexuales y forman parte de una red de homosexuales de la elite paulista. A partir del análisis de esta situación, tomada como característica del universo gay masculino de camadas altas, se reflexiona sobre la relación entre la representación en el contexto de la producción artística y determinados marcadores sociales de diferencia (género, sexualidad, raza, clase y generación).

This article presents the ethnography of a nude model sketch session with two male artists in their fifties, assertive of their homosexuality. They both belong to a network of upper class gay men and women in the city of São Paulo. This event, taken as characteristic of the universe of upper class gay men, prompts reflections on the relationship between artistic representation and social markers of difference such as gender, sexuality, race, class and generation).
Descritores: Arte
Homossexualidade Masculina
Narrativa Pessoal
Minorias Sexuais e de Gênero
Identidade de Gênero
Acontecimentos que Mudam a Vida
-Sexualidade
Antropologia
Limites: Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  5 / 615 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1155152
Autor: Araújo, Renato Sarieddine.
Título: Uma lei contra o crime escravista e o mal-estar da abolição / A law against the crime of slavery and the abolition's discontent / Una ley contra el crimen esclavista y el malestar de la abolición
Fonte: Psicol. ciênc. prof;40(spe):e230121, 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este ensaio teórico discute alguns fatos ligados à abolição da escravidão no Brasil, o mais importante acontecimento simbólico da história brasileira, visto que representa a principal transformação das regras da sociedade. Os historiadores relatam, entretanto, que essa mudança foi profundamente amargada por antigos senhores: alguns sucumbiram de uma melancolia, culminando muitas vezes em morte para alguns, em loucura para outros e até mesmo em suicídios. Também se constatou uma segunda vertente do mal-estar entre os antigos senhores, este claramente criminoso: violências físicas e instrumentalização das instituições políticas, garantindo a manutenção da perseguição a pessoas de pele negra. O método utilizado neste artigo se inspira da antropologia psicanalítica de S. Freud e pretende analisar fatos históricos tendo como referência principalmente os textos metapsicológicos. Proponho uma leitura da dimensão inconsciente da reação antiabolicionista enraizada nas instituições da República. Em contraposição, discuto a necessidade de se instaurar uma legislação penal adequada que enquadre o escravismo transatlântico na história do Brasil. Para tal, me refiro à "Lei Taubira" promulgada na França em 2001, reconhecendo a escravização transatlântica como um crime contra a humanidade. A leitura do mal-estar e da nostalgia do senhor decaído aponta que o inconsciente criminoso demanda uma legislação adequada, uma ferramenta importante notadamente para o processo de responsabilização dos sujeitos e instituições em relação à história e seu mal-estar subjetivo, ainda atual.

Abstract This theoretical essay discusses some facts related to the abolition of slavery in Brazil, the most important symbolic event in Brazilian history in that it represents the deepest transformation of social rules in the country. Historians report, nevertheless, that such change profoundly embittered former slave owners, to the extent that some of them succumbed to a state of what I would call melancholia, which led, in many cases, to death, madness and suicide. A second facet of the discontent among former slave owners, clearly a criminal one, was also identified, consisting of physical violence and the instrumentalization of political institutions, which ensured the maintenance of the persecution against dark-skinned people. The method utilized in this article is inspired by Sigmund Freud's psychoanalytic anthropology, and serves to analyze historical facts, having Freud's metapsychological texts as a main reference. I provide an interpretation of the unconscious dimension of the anti-abolitionist backlash that grew roots in the institutions of the Republic. In contrast, this essay also discusses the need to introduce an adequate penal law that takes into consideration the transatlantic slavery in Brazilian history. I refer, here, to the "Taubira Law", promulgated in France in 2001, which acknowledges transatlantic slavery as a crime against humanity. The analysis of discontent and of the nostalgia of decaying slave owners indicates that the criminal unconsciousness demands adequate legislation, a tool that is particularly important for the process of responsibilization of both subjects and institutions regarding history and its subjective discontent.

Resumen Este ensayo teórico analiza algunos hechos relacionados con la abolición de la esclavitud en Brasil, el evento simbólico más importante de la historia brasileña por representar la principal transformación de las reglas de la sociedad. Sin embargo, los historiadores afirman que este cambio fue profundamente amargado por los antiguos señores: algunos han sucumbido a una melancolía, que culminó muchas veces en la muerte, en la locura e incluso el suicidio. También hubo una segunda línea de malestar entre los viejos señores, que es claramente criminal: las violencias físicas y la instrumentalización de las instituciones políticas, garantizando el mantenimiento de la persecución de los negros. Este artículo usó un método con base en la antropología psicoanalítica de S. Freud el cual pretende analizar los hechos históricos teniendo como referencia principal los textos metapsicológicos. Se propone realizar una lectura de la dimensión inconsciente de la reacción antiabolicionista presente en las instituciones de la República. En contraste, se discute la necesidad de establecer una legislación penal adecuada que considere la esclavitud transatlántica en la historia de Brasil. Para ello, se hace referencia a la "Ley Taubira" promulgada en Francia en 2001, la cual reconoce la esclavitud transatlántica como un crimen contra la humanidad. La lectura del malestar y la nostalgia del señor caído señala que el inconsciente criminal requiere una legislación adecuada, una herramienta importante para el proceso de responsabilización de los sujetos e instituciones ante la historia y su malestar subjetivo, que aún está vigente.
Descritores: Psicanálise
Teoria Psicanalítica
Suicídio
Crime
Estado
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Escravização
Pessoas Escravizadas
Antropologia
-Pele
Criminosos
Políticas
Abuso Físico
Constrangimento
História
Jurisprudência
Pessoas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  6 / 615 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1241795
Autor: Moraes, Daniela Lemos de.
Título: Auto-imagem, fotografia e memoria: contribuicoes de ex-internos do Asilo-Colonia Aimores - SP / Self-image, photography and memory: contributions of former-interns of the Aimores Asylum-Colony - SP.
Fonte: Campinas; s.n; 2005. 271 p. ilus, map, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Artes para obtenção do grau de Master.
Resumo: A presente pesquisa consiste em um estudo antropologico-visual das representacoes de vida construidas por idosos, ex-internos do antigo Asilo-Colonia Aimores (atual Instituto Lauro de Souza Lima), vitimados por uma doenca - a lepra, hoje hanseniase - e por um regime de internacao compulsoria que vigorou no Estado de Sao Paulo entre as decadas de trinta e sessenta do seculo passado. Para tal, utilizamos como ponto de origem fotografias oriundas de tres fontes, distintas e complementares: 1) fotografias de arquivos, principalmente do Instituto Lauro de Souza Lima; 2) fotografias atuais do local realizada pela pesquisadora-fotografa; 3) fotografias de arquivo pessoal dos informantes. Trabalhamos fundamentalmente a partir de imagens enquanto capazes - também - de refletir, ao lado das palavras que suscitam, fragmentos, recortes de um passado institucionalizado de como viviam estas pessoas e como era seu dia-a-dia, modificado, em maior ou menor grau, pelo isolamento e pelas incapacidades decorrentes da doenca. Neste aspecto, discutimos o papel da imagem que possibilita tracar novas abordagens quando correlacionada com os depoimentos. Alem de trabalhar com dois suportes da comunicacao humana (o verbal e o visual), contemplamos como pano de fundo heuristico as reflexoes do historiador das ciencias Michel Foucault e as do sociologo Erving Goffman, que nos oferecem uma nova especie de lente, guiando-nos a um melhor entendimento e visualizacao desse espaco.
Descritores: Antropologia/história
Fotografia/métodos
Hanseníase/história
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Estudo Multicêntrico
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
[{"text": "BR191.1", "_a": "WC335.1", "_b": "M791a"}, {"text": "BR191.1", "_a": "0135/DVD"}, {"text": "BR191.1", "_a": "087/CD"}]


  7 / 615 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-547741
Autor: Lins, Anete Umbelina Ferreira de Almeida.
Título: Representações sociais e hanseníase em São Domingos do Capim: um estudo de caso na Amazônia / Social representations and hansen's disease in São Domingos do Capim, state of Pará: a study in brazilian Amazon
Fonte: Physis (Rio J.);20(1):171-194, 2010. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo analisa as representações sociais da hanseníase em São Domingos do Capim-PA, a partir da perspectiva da antropologia da doença. As representações são compreendidas como estruturas dinâmicas socialmente construídas que fundamentam as ações dos sujeitos e dos grupos na resolução dos episódios de doença e na produção de sentido para as experiências de adoecimento. Para compreender a lógica das interpretações da doença, foram reconstituídos os itinerários terapêuticos dos doentes, a partir de dados coletados na observação de campo, realizada ao longo de quatro anos, e entrevistas narrativas com doentes, familiares e agentes comunitários de saúde. Foram deduzidas quatro categorias nosológicas êmicas referentes aos sintomas da hanseníase - "manchas", "lepra", "feitiço" e "hanseníase" -, que constituem o repertório a partir do qual as interpretações e práticas são formuladas. O uso das diferentes categorias ocorre segundo esquemas locais que permitem a avaliação dos contextos pessoal e social de irrupção da doença numa dinâmica que articula as percepções do doente e de seus familiares, as interpretações e diagnósticos de curadores tradicionais e a abordagem dos profissionais da Biomedicina. O estudo mostra que o repertório interpretativo e os meios terapêuticos da Biomedicina são reinterpretados, pelos doentes, segundo a lógica das representações e das práticas locais de saúde, e que o controle da endemia hansênica pressupõe a compreensão das dinâmicas sociais implicadas nas interpretações e práticas da doença, de forma a possibilitar o estabelecimento de uma relação dialógica entre os profissionais de saúde e os atores locais.

This study analyzes the social representations of Hansen's disease in São Domingos do Capim-PA, from the perspective of the anthropology of disease. The representations are understood as socially constructed dynamic structures that underlie the actions of individuals and groups in the resolution of episodes of illness and the production of meaning to the experience of illness. To understand the logic of the interpretations of the disease, were reconstituted the therapeutic itineraries of patients from data collected in field observations, conducted over four years, and narrative interviews with patients, family and community health workers. Were deducted four emic nosological categories regarding symptoms of Hansen's disease - "spots", "leprosy", "spell" and "leprosy" - that constitute the repertoire from which the interpretations and practices are formulated. The use of different categories occurs according to local schemes that allow the evaluation of personal and social contexts of the disease outbreak in a dynamic, articulating the perceptions of patients and their families, interpretations and diagnostic approach of traditional healers and practitioners of Biomedicine. The study shows that the interpretative repertoire and therapeutic means of Biomedicine are reinterpreted by patients, according to the logic of representations and practices of local health and that the control of leprosy requires understanding the social dynamics involved in the interpretation and practice of disease in order to enable the establishment of a dialogical relationship between health professionals and local actors.
Descritores: Pacientes
Atenção Primária à Saúde
Processo Saúde-Doença
Hanseníase/diagnóstico
Hanseníase/etnologia
Hanseníase/terapia
-Terapêutica
Brasil
Ecossistema Amazônico
Acontecimentos que Mudam a Vida
Antropologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  8 / 615 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-772393
Autor: Sarmiento, Pedro José; Gamboa-Bernal, Gilberto A; Mazzanti, María de los Ángeles; Jaramillo, Juana; Posada, Nubia.
Título: CARACTERIZACIÓN DEL MARCO ANTROPOLÓGICO SUBYACENTE EN LA DECLARACIÓN UNIVERSAL DE DERECHOS HUMANOS DE LA ONU DE 1948, EN RELACIÓN CON LA BIOÉTICA / CHARACTERIZATION OF THE UNDERLYING ANTHROPOLOGICAL FRAMEWORK IN THE 1948 UNITED NATIONS UNIVERSAL DECLARATIONS OF HUMAN RIGHTS, IN RELATION TO BIOETHICS / CARACTERIZAÇÃO DO REFERENCIAL ANTROPOLÓGICO SUBJACENTE NA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DE DIREITOS HUMANOS DA ONU DE 1948 QUANTO À BIOÉTICA
Fonte: Pers. bioet;19(2):227-244, jul.-dic. 2015.
Idioma: es.
Resumo: El presente trabajo recupera, caracteriza y evalúa el marco antropológico subyacente en la Declaración de los Derechos Humanos de 1948. Para este propósito, se utilizó como metodología el análisis del discurso y una evaluación antropológica de su contenido en relación directa con la Bioética contemporánea y sus problemas más sobresalientes.

This paper revisits, characterizes and assesses the underlying anthropological framework in the 1948 Declaration of Human Rights. Discourse analysis and an anthropological evaluation of its contents directly related to contemporary bioethics and its most outstanding problems were applied to that end.

O presente trabalho recupera, caracteriza e avalia o referencial antropológico subjacente na Declaração dos Direitos Humanos da ONU de 1948. Para esse propósito, utilizaram-se, como metodologia, a análise do discurso e uma avaliação antropológica de seu conteúdo em relação direta com a bioética contemporânea e seus problemas mais notáveis.
Descritores: Bioética
Direitos Humanos
Antropologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO243.1 - Biblioteca Octavio Arizmendi Posada


  9 / 615 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-791195
Autor: Comoretto, Nunziata; Centeno, Carlos.
Título: EXPERIENCES IN CLINICAL ETHICS: A PROJECT FOR MEETINGS ON CLINICAL ETHICS IN PALLIATIVE MEDICINE / EXPERIENCIAS EN ÉTICA CLÍNICA: EL PROYECTO DE "ENCUENTROS SOBRE ÉTICA CLÍNICA EN LA MEDICINA PALIATIVA" / EXPERIENCIAS NA ÉTICA CLÍNICA: O PROJETO DE "ENCONTROS SOBRE ÉTICA CLÍNICA NA MEDICINA PALIATIVA"
Fonte: Pers. bioet;20(1):38-47, Jan.-June 2016.
Idioma: en.
Resumo: "Meetings on Clinical Ethics in Palliative Medicine," as outlined in this article, is a project on ethical and clinical training in the area of palliative care. The project is part of a clinical program and broader research pertaining to recovery of the anthropological and ethical roots in the clinical practice of palliative care. It is aimed at professionals and researchers in palliative care and consists of informal meetings where the human and professional values involved in actual clinical cases are analyzed. Anthropology, general ethics, medical epistemology and philosophy of medicine are considered essential in this program of ethical and clinical training, as are the valuable insights provided by the humanities. The specific objective is not only to provide a list of ethical principles, but also to promote an ethical disposition on the part of the person who acts.

"Encuentros sobre ética clínica en la medicina paliativa" es un proyecto de formación ética y clínica en el ámbito de los cuidados paliativos. Hace parte de un programa clínico y de investigación más amplio que pertenece a la línea de recuperación de las raíces antropológicas y éticas en la práctica clínica de los cuidados paliativos. Está dirigido a profesionales e investigadores en cuidados paliativos, y contempla el desarrollo de reuniones informales, donde se analizan los valores humanos y profesionales involucrados en casos clínicos reales. En este programa de formación ética y clínica, se consideran esenciales la antropología, la ética general, la epistemología médica y la filosofía de la medicina, además es valiosa la información proporcionada por las humanidades. El objetivo específico no es solo proporcionar una lista de principios éticos, sino también promover una disposición ética de parte de la persona que actúa.

"Encontros sobre ética clínica na medicina paliativa", apresentado neste artigo, é um projeto de formação ética e clínica no âmbito dos cuidados paliativos. O projeto faz parte de um programa clínico e de pesquisa mais amplo que pertence à linha de recuperação das raízes antropológicas e éticas na prática clínica dos cuidados paliativos. Está dirigido a profissionais e pesquisadores em cuidados paliativos e leva em consideração o desenvolvimento de reuniões informais, em que se analisam os valores humanos e profissionais envolvidos em casos clínicos reais. Nesse programa de formação ética e clínica, consideram-se essenciais a antropologia, a ética geral, a epistemología médica e a filosofia da medicina, além da valiosa informação proporcionada pelas humanas. O objetivo específico não é só oferecer uma lista de princípios éticos, mas também promover uma disposição ética de parte da pessoa que atua.
Descritores: Cuidados Paliativos
Ética Médica
Medicina Paliativa
Medicina
Antropologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO243.1 - Biblioteca Octavio Arizmendi Posada


  10 / 615 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-712479
Autor: Córdoba Palacio, Ramón.
Título: Consideracionesbbiológicas y antropológicas acerca del embrión y la reproducción asistida / Biological and anthropological considerations about embryo and assisted reproduction
Fonte: Pers. bioet;11(1):54-63, Jan.-June 2007.
Idioma: es.
Resumo: Se analizan los criterios que desde la biología y la antropología filosófica permiten afirmar que desde la formación del cigoto, resultado de la singamia de gametos humanos, nos encontramos frente a un ser humano, a una persona humana en acto que expresa su existencia de acuerdo con su circunstancia. Se aclaran desde la antropología filosófica las objeciones que algunos presentan a la concepción de la persona humana. Toda manipulación del embrión humano, aunque sea con fines aparentemente humanitarios, merece un radical rechazo ético, a menos que dicha manipulación redunde directamente en su bien personal e individual.

This article analyzes criteria that, in the light of biology and philosophical anthropology, allow us to affirm that from the very formation of the zygote, i.e., the result of human gamete syn-gamy, we actually are in the presence of a human being, a human individual in an act expressing its (his or her) existence according to its (his or her) own circumstance. From philosophical anthropology, certain objections relating to the human being conception are clarified. Any manipulation of the human embryo, even for apparently humanitarian purposes, deserves drastic ethical rejection, unless any such manipulation directly redounds to its own personal and individual good.

Este texto analisa os critérios biológicos e antropológico-filosóficos que permitem afirmar que o zigoto resultante da singamia de gâmetas humanos é um ser humano, uma pessoa humana em ato que manifesta sua existência segundo suas circunstâncias. Desde a perspectiva da antropologia filosófica, são contra-restadas as críticas de alguns à conceição da pessoa humana. Deve ser rejeitada toda manipulação do embrião humano desde uma perspectiva ética, mesmo com fines na aparência humanitários, salvo que seja para benefício pessoal ou individual.
Descritores: Bioética
Humanos
Estruturas Embrionárias
Manobra Psicológica
Antropologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO243.1 - Biblioteca Octavio Arizmendi Posada



página 1 de 62 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde