Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.096.879.201 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 549 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 55 ir para página                         

  1 / 549 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-966083
Autor: Montagner, Miguel Ângelo(org); Montagner, Maria Inez(org).
Título: Manual de saúde coletiva / Public health Manual.
Fonte: Curitiba; CRV; 2018. 248 p.
Idioma: pt.
Resumo: Considerando a emergência, a partir do segundo semestre de 2008, das pioneiras graduações em Saúde Coletiva no Brasil e a rápida multiplicação dos cursos de graduação na área, cujos conhecimentos diversos e multifacetados são crescentemente expandidos, torna-se patente a necessidade de um suporte ao ensino e pesquisa que seja completo sem ser exaustivo, simples sem ser reducionista, atual sem esquecer a sua recente história. Em especial, que possibilite a educadores, profissionais da saúde e autodidatas a explorar este campo de saber com base em textos clássicos e atuais sobre o assunto. O objetivo foi o de proporcionar um material didático consistente, atual, com todas as referências importantes sobre as diversas subáreas que compõem a Saúde Coletiva, seus clássicos e sua história como tema de estudo; acrescentando e apontando as possíveis tendências, pesquisas, áreas e perspectivas futuras de desenvolvimento desse novo campo de análise e ações em saúde. Procuramos construir um livro-texto, com objetivos didáticos, que pretende funcionar como um manual de ensino de Saúde Coletiva, na forma apontada por Thomas Khun, um livro geral que aponte a ciência acumulada e que forneça uma perspectiva comum a um grupo diversificado de estudantes e profissionais da área. Este livro-texto é voltado especialmente para a graduação, com textos introdutórios e detalhados, com a profundidade dada pelos especialistas de cada subárea. Apesar deste objetivo principal, este livro poderá ser utilizado também como base de ensino na pós-graduação, pois a bibliografia é extensa e proporciona um aprofundamento aos professores e alunos sobre cada tema. (AU)
Descritores: Materiais de Ensino
Saúde Pública
-Avaliação da Tecnologia Biomédica
Bioética
Saúde Pública/educação
Direito Sanitário
Comunicação em Saúde
Antropologia/métodos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1782.1 - Núcleo de Informação e Documentação Cecília Minayo
BR1782.1, M734; 614.0981


  2 / 549 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-964491
Autor: Silva, Aline Basso da; Olschowsky, Agnes; Wetzel, Christine; Silva, Thomas Josué; Pedron, Alexandra Rozado; Pavani, Fabiane Machado.
Título: As territorialidades de cuidado: reflexões interdisciplinares acerca do uso de drogas e o cuidado sociocultural / The territorialities of care: interdisciplinary reflections on the use of drugs and sociocultural care
Fonte: REME rev. min. enferm;22:e-1150, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste artigo é debater o uso de drogas como um fenômeno sociocultural e, a partir desse enfoque, a constituição de uma perspectiva de territorialidades de cuidados, visando ampliar olhares para um modelo sociocultural de atenção aos usuários de drogas. Trata-se de estudo de reflexão de natureza teórica, que problematiza a importância de se pensar a relação do indivíduo com o uso de drogas em diferentes aspectos socioculturais, incluindo espaços econômicos e sociais, os significados, a cultura, a formação de redes e estilos de vida. Nesse sentido, introduzimos a ideia de territorialidades de cuidado baseada em um modelo sociocultural, em que se reconhece a importância de uma dinâmica/ dialógica estabelecida entre profissionais e usuários no espaço vivo do cuidado.(AU)
Descritores: Saúde Mental
Assistência Integral à Saúde
Usuários de Drogas
Antropologia
-Fatores Socioeconômicos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  3 / 549 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-955643
Autor: Castro, Gillianno José Mazzetto de; Costa, Marcio Luis.
Título: A Invenção do Sujeito / The Invention of the Subject / La Invención del Sujeto
Fonte: Psicol. ciênc. prof;38(2):391-402, abr.-jun. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente artigo tem por objetivo fazer uma reflexão sobre o modelo de sujeito Ocidental que foi construído a partir da modernidade e discutir como se dá a interação, ou a ausência dela, entre o paradigma do sujeito lógico e do sujeito ontológico na pesquisa em Psicologia da Saúde. Tal caminho será feito por meio de algumas correntes de pensamento que influenciaram a forma como o indivíduo moderno concebera o mundo, são elas: o racionalismo cartesiano, os movimentos do século XVI como uma decisão pela categoria de sujeito, o criticismo kantiano e a invenção do conceito de "homem", por meio da antropologia, e, por fim, o giro feito pela Fenomenologia husserliana tanto na síntese ativa, como na síntese passiva, que acabaram por propor o corpo próprio como um conceito que permite pensar a relação entre o sujeito e o mundo. Este artigo utiliza-se do método fenomenológico e da pesquisa bibliográfica como metodologia de trabalho....(AU)

Abstract This article aims to reflect on the modernity-built western model of subject and discuss how the interaction, or lack thereof, occurs between the logical and the ontological subject paradigm in Health Psychology research. This will be done through some thought currents that influenced how modern individuals conceive the world, namely: the Cartesian rationalism, the sixteenth century movements as a decision for the category of subject, the Kantian criticism and the invention of the concept of "man" by anthropology. Finally, we will address Husserl's phenomenology approach to active synthesis as well to passive synthesis, which ultimately proposes one's own body as a concept that allows us to consider the relationship between the subject and the world. This article makes use of the phenomenological method and literature as its working methodology....(AU)

Resumen El presente artículo tiene por objetivo hacer una reflexión sobre el modelo de sujeto occidental que fue construido a partir de la modernidad y discutir cómo se da la interacción o la ausencia de ella entre el paradigma del sujeto lógico y del sujeto ontológico en la investigación en Psicología de la Psicología de la Salud. Este camino se hará por medio de algunas corrientes de pensamiento que influenciaron la forma en que el individuo moderno concibió el mundo, son ellas: el racionalismo cartesiano, los movimientos del siglo XVI como una decisión por la categoría de sujeto, el criticismo kantiano y la invención del concepto de "hombre", por medio de la antropología, y, por fin, el giro hecho por la Fenomenología Husserliana tanto en la síntesis activa, como en la síntesis pasiva, que acabaron por proponer el cuerpo propio como un concepto que permite pensar la relación entre el sujeto y el mundo. Este artículo se utiliza del método fenomenológico y de la investigación bibliográfica como metodología de trabajo....(AU)
Descritores: Sujeitos da Pesquisa
Antropologia
-Psicologia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 549 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-941733
Autor: Luna, Naara.
Título: Provetas e Clones: uma antropologia das novas tecnologias reprodutivas.
Fonte: Rio de Janeiro; FIOCRUZ; 2007. 300 p.
Idioma: pt.
Descritores: Antropologia/tendências
Técnicas de Reprodução Assistida/ética
Técnicas de Reprodução Assistida/tendências
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1. 000242, 2007, L961p; 616.69


  5 / 549 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-941641
Autor: Morin, Edgard.
Título: Introdução ao pensamento complexo.
Fonte: Lisboa; Instituto Jean Piaget; 2008. 177 p.
Idioma: pt.
Descritores: Antropologia/métodos
Pensamento
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1. 017829, 5. ed. / 2008, M858i; 153.42


  6 / 549 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-941640
Autor: Auge, Marc.
Título: Não lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade.
Fonte: São Paulo; Papiruss; 2012. 111 p.
Idioma: pt.
Descritores: Antropologia/métodos
Antropologia/tendências
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1. 017828e017248, 9. ed. / 2012, A919n; 301.07


  7 / 549 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-941547
Autor: Trostle, James A.
Título: Antropologia e cultura.
Fonte: Rio de Janeiro; Fiocruz; 2013. 258 p.
Idioma: pt.
Descritores: Antropologia/tendências
Cultura
Saúde Pública/tendências
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1. 017451, 2013, T857e; 306.46


  8 / 549 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-941059
Autor: Lima, Nísia Trindade(org); Sá, Dominichi Miranda de(org).
Título: Antropologia brasiliana: ciência e educação na obra de Edgar Roquette-Pinto.
Fonte: Rio de Janeiro; FIOCRUZ; 2008. 327 p.
Idioma: pt.
Descritores: Antropologia/educação
Antropologia/história
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1. 010807, 2008, L732a; 306.109


  9 / 549 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-940880
Autor: Pereira, Josianne Katherine.
Título: Incapacidade funcional em idosos: maneiras de pensar e maneiras de agir.
Fonte: b; s.n; 2014. XI, 66 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Centro de Pesquisas René Rachou para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Em um contexto de envelhecimento populacional, a funcionalidade se torna uma preocupação maior da saúde pública e a capacidade funcional, um balizador para o desenvolvimento de políticas. A dimensão da saúde que se refere à funcionalidade-incapacidade, amplamente investigada na perspectiva biomédica, não se restringe aos aspectos biológicos, pois carrega dimensões simbólicas, sociais e culturais que precisam ser conhecidas. Nessa perspectiva, foi construída essa tese que foi dividida em dois artigos. O objetivo do primeiro foi investigar os elementos que participam da construção dos significados da incapacidade para o idoso residente na cidade de Bambuí/MG. Este trabalho de abordagem qualitativa utilizou o modelo de signos, significados e ações na coleta e análise dos dados. Foram entrevistados 57 idosos(30 mulheres; 27 homens) com idades entre 61 e 96 anos, cadastrados nas unidades básicas de saúde da cidade. Os idosos compreendem a funcionalidade e a incapacidade (disease), como o“dar conta/não dar conta” ou “dar trabalho” (illness). “Não dar conta” refere-se às perdas funcionais inexoráveis atribuídas à velhice, enquanto “Dar trabalho” a uma condição definitiva que gera dor e sofrimento à pessoa e a quem dela cuida. As maneiras de lidar com o“não dar conta” passam por se conformar, enquanto com o “dar trabalho”, orar. A religiosidade e o conformismo podem ajudar nos momentos de crise; mas, revelam a carência de recursos e de alternativas de apoio e de intervenção nos casos mais graves.

A partir desses resultados foi feita outra análise seguindo os passos do modelo de signos, significados e ações e esse segundo artigo teve como objetivos: investigar como idosos residentes na comunidade lidam com a perspectiva da incapacidade e funcionalidade na velhice, bem como compreender como o contexto sociocultural modula esse processo. Assim, no segundo trabalho, “Ficar ou não ficar quieto?” é a dúvida que subjaz ao processo de funcionalidade e incapacidade na velhice. Porém, não se trata de uma questão de escolha individual, pois a resposta depende dos recursos financeiros, intelectuais, subjetivos e de apoio social disponível. Além disso,ficar quieto reflete uma concepção de velhice inexoravelmente associada à incapacidade, oque deixa os idosos conformados com sua condição e quando as dificuldades aumentam,resta-lhes somente “esperar a morte chegar”. As equipes de saúde precisam interferir nesta concepção, oferecendo cuidado aos idosos na sua recuperação da melhor funcionalidade, até o fim da vida.
Descritores: Idoso/psicologia
Antropologia/tendências
Saúde da Pessoa com Deficiência
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Idoso
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1, 2014, P436i; 305.26


  10 / 549 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-939180
Autor: Mercante, Marcelo S.
Título: Imagens da cura: ayhuasca, imaginação, saúde e doença ena Barquinha.
Fonte: Rio de Janeiro; Ed. Fiocruz; 2012. 322 p.
Idioma: pt.
Resumo: Em situação de doença ou sofrimento, muitas pessoas buscam uma religião. Não é diferente nas religiões ayahuasqueiras, cujos rituais são conhecidos por utilizar uma bebida à base de Ayahuasca, uma substância psicoativa. O Santo Daime é a mais conhecida dessas religiões, mas existem outras, como a União do Vegetal e a Barquinha – esta última restrita ao Acre. Pessoas em tratamento de saúde com Ayahuasca vivenciam e relatam mirações após o consumo da bebida, cuja eficácia – seja simbólica, seja física – tem sido bastante discutida. Entender o papel dessas mirações, mas ultrapassando o tradicional debate sobre a ação da substância: esta é a proposta do livro. O autor estudou um centro ligado ao sistema religioso da Barquinha. O diferencial dessa pesquisa é que ela compreende as mirações a partir do diálogo entre múltiplos saberes, como antropologia, psicologia, filosofia da mente, estudos da consciência, química, neurofisiologia e espiritualidade
Descritores: Antropologia/tendências
Doença/etnologia
Doença/etiologia
Doença/psicologia
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1. 016680, 2012, M553i; 291.31



página 1 de 55 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde