Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.408.307 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 259 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 26 ir para página                         

  1 / 259 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1097427
Autor: Figueiredo, Juliana Arantes.
Título: Práticas e processos de trabalho no Centro de Atenção Psicossocial III: a perspectiva do campo psicossocial / Practices and processes of work in a Pshychosocial Attention Center III: the pshychosocial field perspective.
Fonte: São Paulo; s.n; 2007. 145 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O objeto de estudo desta pesquisa qualitativa são as práticas dos trabalhadores de um Centro de Atenção Picossocial III - CAPS III. A finalidade é contribuir para a compreensão das práticas em saúde mental produzidas no CAPS III, por meio da perspectiva crítica e colaborar com a consolidação da Reforma Psiquiátrica brasileira. Tem como objetivos: descrever as práticas de saúde mental dos trabalhadores do CAPS III; verificar se as práticas se articulam às diretrizes da Reforma Psiquiátrica brasileira e analisar os processos de trabalho desenvolvidos pelos trabalhadores nos seus elementos constitutivos, da perspectiva do campo psicossocial. O cenário de estudo é Núcleo de Atenção Psicossocial I da Secretaria Municipal de Saúde de Santo André. Participaram deste estudo 11 (onze) trabalhadores, um de cada categoria profissional, de nível médio e superior. Os dados empíricos foram obtidos por meio de entrevista individual semi-estruturada e para a caracterização do cenário de estudo, o Instrumento de Captação da Realidade Objetiva, método proposto pela Teoria de Intervenção Práxica em Enfermagem em Saúde Coletiva. O material empírico foi analisado de acordo com a orientação de Minayo, baseada na hermenêutica-dialética. A análise dos dados deu origem às categorias: a) o CAPS III e a rede de atenção à saúde mental; b) Organização interna do CAPS III; c) as práticas em saúde mental no CAPS III e as diretrizes da Reforma Psiquiátrica brasileira;d) os processos de trabalho no CAPS III. Os resultados indicam que, no plano descritivo, as práticas de saúde mental dos trabalhadores do CAPS III articulam-se às diretrizes da Reforma Psiquiátrica. A análise dos elementos constitutivos dos processos de trabalho evidencia contradições. Pode-se constatar atitudes coerentes com o quadro teórico de referência adotado, o campo psicossocial, embora estas não se articulem a um projeto ) coletivo institucional, revelando práxis espontâneas e reiterativas. A consolidação da Reforma Psiquiátrica requer processos de trabalho que se traduzam em práxis criativas, capazes de produzir transformações concretas na vida dos usuários dos serviços. Identifica-se a necessidade de formação dos trabalhadores com relação ao projeto coletivo institucional, visando qualificar a força de trabalho dos Centros de Atenção Psicossocial, dada a função social destes equipamentos, considerados estratégicos na reorientação do modelo de atenção à saúde mental. O material empírico evidencia uma crise na organização do serviço, revelando o sofrimento dos trabalhadores e a precarização da assistência prestada aos usuários do serviço. É necessário que o serviço possa colocar-se em crise para que esta necessidade possa ser tomada pelo poder local, visando transformar essa realidade.

The object of study of this qualitative research are practices of the workers of a Pshychosocial Attention Center III (CAPS III). The purpose of this study is to contribute to the understanding of the mental heath practices produced in the Pshychosocial Attention Center III, through a critical perspective, to cooperate with the consolidation of the Brazilian Psychiatric Reform. Objectives are: describe the mental heath practices of the workers of a CAPS III; verify if the mental health practices are related to the references of the Brazilian Psychiatric Reform and; analyze the processes of work developed by the workers of the CAPS III, in its constitutive elements, form a the perspective of the Pshychosocial Field. The scenery of this study is the Núcleo de Atenção Psicossocial I of the Health Department of Santo André. 11 (eleven) workers participated in the study; one form each professional category, medium level and higher education level workers. The empirical data were gathered through individual interviews with the workers and the characterization of the scenery of the study, according to the Method of Praxis Intervention of Nursing in Collective Heath. The empirical data are analyzed according to Minayo´s propose, based in dialectical-hermeneutic. The data provided the categories: a) CAPS III and the mental health care net; b) Internal organization of CAPS III; c) mental heath practices in CAPS III and the references of the Brazilian PsychiatricReform; d) processes of work in CAPS III. The results indicate that, in a descriptive view, the mental health practices of the workers of CAPS III, correspond to the Brazilian Psychiatric Reform´s references. The analyzes of processes of work demonstrate contradictions. It is possible to recognize attitudes according to the theoretical references, the Pshychosocial Field, even though these attitudes are not related to a collective project, revealing spontaneous and reiterative praxis. The consolidation of the Brazilian Psychiatric Reform requires processes of work that constitutes creative praxis, capable to produce concrete transformation in user's life. It is identified the need to develop the formation of the workers related to the collective project, aiming to qualify the work strength of the Pshychosocial Attention Center, considering the social function of this equipment, considered strategic in reorientation of the Mental Heath care model. The empirical data indicate crises in the internal organization of the service, revealing workers' suffer and the loss on the quality of the assistance, which makes it necessary to the service to put its self in crises to be assumed by the local government instances.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Serviços Comunitários de Saúde Mental
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  2 / 259 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-798090
Autor: Ritter, Pedro L; Dal Pai, Débora; Belmonte-de-Abreu, Paulo; Camozzato, Analuiza.
Título: Trends in elderly psychiatric admissions to the Brazilian public health care system
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;38(4):314-317, Oct.-Dec. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To evaluate trends in psychiatric bed occupancy by elderly inpatients in the Brazilian public health care system between 2000 and 2010 and to determine the leading psychiatric diagnosis for hospital admissions. Methods: Data from all 895,476 elderly psychiatric admissions recorded in the Brazilian Public Health Care Database (DATASUS) between January 2000 and February 2010 were analyzed. Polynomial regression models with estimated curve models were used to determine the trends. The number of inpatient days was calculated for the overall psychiatric admissions and according to specific diagnoses. Results: A moderate decreasing trend (p < 0.001) in the number of inpatient days was observed in all geriatric psychiatric admissions (R2 = 0.768) and in admissions for organic mental disorders (R2 = 0.823), disorders due to psychoactive substance use (R2 = 0.767), schizophrenia (R2 = 0.680), and other diagnoses (R2 = 0.770), but not for mood disorders (R2 = 0.472). Most admissions (60 to 65%) were due to schizophrenia. Conclusion: There was a decreasing trend in inpatient days for elderly psychiatric patients between 2000 and 2010. The highest bed occupancy was due to schizophrenia, schizotypal, and delusional disorders.
Descritores: Admissão do Paciente/tendências
Ocupação de Leitos/tendências
Serviços Comunitários de Saúde Mental/estatística & dados numéricos
Assistência à Saúde/estatística & dados numéricos
Transtornos Mentais/epidemiologia
-Admissão do Paciente/estatística & dados numéricos
Ocupação de Leitos/estatística & dados numéricos
Brasil/epidemiologia
Avaliação Geriátrica
Bases de Dados Factuais
Tempo de Internação/estatística & dados numéricos
Transtornos Mentais/diagnóstico
Limites: Humanos
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 259 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1096407
Autor: Camatta, Marcio Wagner; Siniak, Débora Schlotefeldt; Schneider, Jacó Fernando; Pinho, Leandro Barbosa de; Eslabão, Adriane Domingues; Ribeiro, Danilo Bertasso.
Título: Concepções de gestores de serviços de saúde sobre a rede de atenção psicossocial a usuários de crack / Conceptions of health services managers about the psychosocial care network to crack users
Fonte: REME rev. min. enferm;24:e-1293, fev.2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: o objetivo deste estudo foi conhecer a concepção de gestores de serviços de saúde sobre a rede de atenção psicossocial a usuários de crack. Métodos: pesquisa qualitativa, do tipo avaliativa, com a utilização do referencial da Avaliação de Quarta Geração. Foi realizada em um Centro de Atenção Psicossocial álcool e outras Drogas de um município do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. A coleta de dados ocorreu entre janeiro e maio de 2013, a partir de entrevistas orientadas pela utilização do círculo hermenêuticodialético. Resultados e Discussões: os gestores revelam uma concepção de rede intersetorial, reconhecendo os serviços da rede de atenção psicossocial e a articulação entre eles. Além disso, entendem a importância da parceria com dispositivos oriundos de outros setores da sociedade. Conclusões: os gestores do município têm se empenhado em constituir uma política de saúde mental centrada no usuário, com articulação intersetorial, defendendo os princípios da reforma psiquiátrica e da atenção psicossocial.(AU)

Objective: the objective of this study was to understand the concept of health service managers about the psychosocial care network for crack users. Methods: qualitative research, evaluative type, using the Fourth Generation Evaluation reference. Alcohol and other drugs in a city in the state of Rio Grande do Sul, Brazil took place in a Psychosocial Care Center. Data collection took place between January and May 2013, based on interviews guided by the use of the hermeneutic-dialectic circle. Results and Discussions: managers revealed a concept of intersectoral network, recognizing the services of the psychosocial care network and the articulation between them. Also, they understood the importance of partnering with devices from other sectors of society. Conclusions: city managers have endeavored to establish a user-centered mental health policy, with intersectoral articulation, defending the principles of the psychiatric reform and psychosocial care.(AU)

Objetivo: el objetivo de este estudio fue comprender el concepto de los administradores de los servicios de salud sobre la red de atención psicosocial para usuarios de crack. Métodos: investigación cualitativa, tipo evaluativa, que utilizó el marco de referencia de la evaluación de cuarta generación. El estudio se llevó a cabo en un Centro de Atención Psicosocial alcohol y otras drogas de una ciudad del estado de Rio Grande do Sul, Brasil. La recogida de datos se efectuó entre enero y mayo de 2013, con entrevistas según la técnica del círculo hermenéutico-dialéctico. Resultados y debates: los administradores revelan un concepto de red intersectorial que reconoce los servicios de dicha red de atención y la articulación entre ellos. Además, entienden la importancia de asociarse con dispositivos de otros sectores de la sociedad. Conclusiones: los administradores de la ciudad se han esforzado por establecer una política de salud mental centrada en el usuario, con articulación intersectorial, defendiendo los principios de la reforma psiquiátrica y de la atención psicosocial.(AU)
Descritores: Saúde Mental
Cocaína Crack
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Gestão em Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Usuários de Drogas
-Reforma dos Serviços de Saúde
Serviços Comunitários de Saúde Mental
Limites: Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  4 / 259 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-959239
Autor: Silva, Luciana C; Teixeira, Maria C T V; Ribeiro, Edith L; Paula, Cristiane S.
Título: Impact of a provider training program on the treatment of children with autism spectrum disorder at psychosocial care units in Brazil
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;40(3):296-305, July-Sept. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective: To develop, implement, and verify the impact of a training program for health care providers working with children with autism spectrum disorder (ASD) in psychosocial care centers for children and adolescents (Centro de Atenção Psicossocial à Infância e à Adolescência - CAPSi) in São Paulo, Brazil. Methods: This quasi-experimental study was conducted with 14 professionals from four CAPSi units. The training program consisted of six phases: 1) pre-intervention observation; 2) meeting with staff to assess the main needs of the training program; 3) developing materials for training and evaluation; 4) meetings to discuss program implementation; 5) a final meeting for case discussion and evaluation; and 6) distance supervision. Three measures were used to evaluate the training program: i) the Knowledge, Attitudes, and Practices (KAP) questionnaire; ii) videos containing questions designed to assess program comprehension; and iii) a satisfaction survey. Results: Thirteen videos were produced to as visual aids for use during the training program, and a further 26 videos were developed to evaluate it. The program was well evaluated by the participants. The video responses and KAP questionnaire scores suggest that staff knowledge and attitudes improved after training. Conclusion: The positive findings of this study suggest that the tested training program is feasible for use with multidisciplinary teams working in the CAPSi environment.
Descritores: Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
Pessoal de Saúde/educação
Serviços Comunitários de Saúde Mental
Transtorno do Espectro Autista/terapia
-Satisfação Pessoal
Psicologia/educação
Brasil
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Inquéritos e Questionários
Educação Continuada
Transtorno do Espectro Autista/psicologia
Relações Interprofissionais
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 259 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889689
Autor: Onocko-Campos, Rosana Teresa; Díaz, Alberto Rodolfo Giovanello; Dahl, Catarina Magalhães; Leal, Erotildes Maria; Serpa Junior, Octavio Domont de.
Título: Methodological challenges in the use of focus groups with people with severe mental illness / Desafios metodológicos para o uso de grupos focais com pessoas com doença mental grave / Desafíos metodológicos para el uso de grupos focales con personas que sufren enfermedades mentales graves
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);33(6):e00187316, 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract: This study addresses the practical, methodological and ethical challenges that were found in three studies that used focus groups with people with severe mental illness, in the context of community mental health services in Brazil. Focus groups are a powerful tool in health research that need to be better discussed in research with people with severe mental illness, in the context of community mental health facilities. This study is based on the authors' experience of conducting and analyzing focus groups in three different cities - Campinas, Rio de Janeiro and Salvador - between 2006-2010. The implementation of focus groups with people with severe mental illness is discussed in the following categories; planning, group design, sampling, recruitment, group interview guides, and conduction. The importance of connecting mental healthcare providers as part of the research context is emphasized. Ethical issues and challenges are highlighted, as well as the establishment of a sensitive and empathic group atmosphere, wherein mutual respect can facilitate interpersonal relations and enable people diagnosed with severe mental illness to make sense of the experience. We emphasize the relevance of the interaction between clinical and research teams in order to create collaborative work, achieve inquiry aims, and elicit narratives of mental health users and professionals.

Resumo: O artigo trata dos desafios práticos, metodológicos e éticos identificados em três estudos que utilizaram grupos focais com pessoas com doença mental grave, no contexto dos serviços comunitários de saúde mental no Brasil. Os grupos focais são uma ferramenta poderosa para a pesquisa em saúde que merece uma discussão ampliada nos estudos com portadores de doença mental grave, no contexto dos serviços comunitários de saúde mental. O estudo tem como base as experiências dos autores na realização e análise de grupos focais em três cidades - Campinas, Rio de Janeiro e Salvador - entre 2006 e 2010. Discute-se o uso de grupos focais com pessoas com doença mental grave, de acordo com as seguintes categorias: planejamento, formato do grupo, amostragem, recrutamento, roteiro de entrevista em grupo e condução. O artigo destaca a importância de envolver os profissionais de saúde mental no contexto da pesquisa. Os achados enfatizam as questões e os desafios éticos, além da criação de um ambiente sensível e de empatia dentro do grupo, onde o respeito mútuo facilite as relações interpessoais e permita que as pessoas com diagnóstico de doença mental grave possam construir sentidos para a sua experiência. Os autores destacam a relevância da interação entre as equipes clínicas e de pesquisa para fomentar a colaboração, alcançar as metas da pesquisa e evocar as narrativas dos usuários e profissionais de saúde mental.

Resumen: El artículo trata sobre los desafíos prácticos, metodológicos y éticos, identificados en tres estudios que utilizaron grupos focales con personas con una enfermedad mental grave, en el contexto de los servicios comunitarios de salud mental en Brasil. Los grupos focales son una herramienta poderosa para la investigación en salud, que merece una discusión ampliada en los estudios sobre pacientes con enfermedades mentales graves, en el contexto de los servicios comunitarios de salud mental. El estudio tiene como base las experiencias de los autores en la realización y análisis de grupos focales en tres ciudades -Campinas, Río de Janeiro y Salvador- entre 2006 y 2010. Se discute el uso de grupos focales con personas con una enfermedad mental grave, de acuerdo con las siguientes categorías: planeamiento, formato del grupo, muestra, reclutamiento, guía de entrevista en grupo y ejecución. El artículo destaca la importancia de involucrar a los profesionales de salud mental en el contexto de la investigación. Los hallazgos enfatizan cuestiones y desafíos éticos, además de la creación de un ambiente sensible y de empatía dentro del grupo, donde el respeto mutuo facilite las relaciones interpersonales y permita que las personas con un diagnóstico de enfermedad mental grave puedan dar sentido a la experiencia. Los autores destacan la relevancia de la interacción entre los equipos clínicos y de investigación para fomentar la colaboración, alcanzar las metas de la investigación y evocar las narrativas de los usuarios y profesionales de salud mental.
Descritores: Grupos Focais/métodos
Serviços Comunitários de Saúde Mental
Transtornos Mentais/reabilitação
-Escalas de Graduação Psiquiátrica
Índice de Gravidade de Doença
Transtornos Mentais/psicologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 259 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lovisi, Giovanni Marcos
Cavalcanti, Maria Tavares
Texto completo
Id: biblio-1001656
Autor: Mascayano, Franco; Alvarado, Ruben; Andrews, Howard F; Jorquera, Maria Jose; Lovisi, Giovanni Marcos; Souza, Flavia Mitkiewicz de; Pratt, Charissa; Rojas, Graciela; Restrepo-Toro, Maria E; Fader, Kim; Gorroochurn, Prakash; Galea, Sandro; Dahl, Catarina Magalhães; Cintra, Jacqueline; Conover, Sarah; Burrone, Maria Soledad; Baumgartner, Joy Noel; Rosenheck, Robert; Schilling, Sara; Sarução, Keli Rodrigues; Stastny, Peter; Tapia, Eric; Cavalcanti, Maria Tavares; Valencia, Eliecer; Yang, Lawrence H; Susser, Ezra.
Título: Implementing the protocol of a pilot randomized controlled trial for the recovery-oriented intervention to people with psychoses in two Latin American cities / Implementação de um protocolo para um estudo piloto randomizado e controlado sobre uma intervenção voltada para a recuperação em pessoas com psicoses em duas cidades latino-americanas / Implementando un protocolo para una prueba piloto controlada aleatorizada en una intervención orientada a la recuperación de personas con psicosis en dos ciudades latinoamericanas
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);35(4):e00108018, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Several Latin American countries have made remarkable strides towards offering community mental health care for people with psychoses. Nonetheless, mental health clinics generally have a very limited outreach in the community, tending to have weaker links to primary health care; rarely engaging patients in providing care; and usually not providing recovery-oriented services. This paper describes a pilot randomized controlled trial (RCT) of Critical Time Intervention-Task Shifting (CTI-TS) aimed at addressing such limitations. The pilot RCT was conducted in Santiago (Chile) and Rio de Janeiro (Brazil). We included 110 people with psychosis in the study, who were recruited at the time of entry into community mental health clinics. Trial participants were randomly divided into CTI-TS intervention and usual care. Those allocated to the intervention group received usual care and, in addition, CTI-TS services over a 9-month period. Primary outcomes include quality of life (WHO Quality of Life Scale - Brief Version) and unmet needs (Camberwell Assessment of Needs) at the 18-month follow-up. Primary outcomes at 18 months will be analyzed by Generalized Estimating Equations (GEE), with observations clustered within sites. We will use three-level multilevel models to examine time trends on the primary outcomes. Similar procedures will be used for analyzing secondary outcomes. Our hope is that this trial provides a foundation for planning a large-scale multi-site RCT to establish the efficacy of recovery-oriented interventions such as CTI-TS in Latin America.

Diversos países latino-americanos já alcançaram avanços notáveis na oferta de assistência em saúde mental para pessoas com psicoses. No entanto, as clínicas de saúde mental geralmente realizam atividades de extensão muito limitadas dentro das comunidades, tendem a ter vínculos fracos com a assistência primária, raramente envolvem os próprios pacientes nos cuidados e poucas vezes prestam serviços orientados para a recuperação. O artigo descreve um estudo piloto randomizado e controlado sobre a Critical Time Intervention-Task Shifting (CTI-TS), que teve como objetivo analisar essas limitações. O estudo piloto foi realizado em Santiago (Chile) e no Rio de Janeiro (Brasil). Teve como meta a inclusão de 110 pessoas com psicose, recrutadas no momento da entrada em clínicas comunitárias de saúde mental. Os participantes foram randomizados para o CTI-TS ou para os cuidados usuais. Aqueles alocados ao grupo da intervenção receberam os cuidados usuais e os serviços de CTI-TS ao longo de 9 meses. Os desfechos primários incluíram a qualidade de vida (WHO Quality of Life Scale - Brief Version) e as necessidades não atendidas (Camberwell Assessment of Needs) no acompanhamento aos 18 meses. Os desfechos primários aos 18 meses serão analisados com a técnica de Equações de Estimação Generalizadas (GEE), com as observações agrupadas dentro dos locais do estudo. Serão utilizados modelos em três níveis para examinar as tendências temporais nos desfechos primários. Procedimentos semelhantes serão utilizados para analisar os resultados secundários. Espera-se que o estudo forneça uma base para planejar um estudo randomizado e controlado em grande escala e em múltiplos locais para estabelecer a eficácia da intervenção orientada para a recuperação, a exemplo da CTI-TS, na América Latina.

resumen está disponible en el texto completo
Descritores: Transtornos Psicóticos/reabilitação
Serviços Comunitários de Saúde Mental
-Qualidade de Vida
Brasil
Chile
Projetos Piloto
Protocolos Clínicos
Limites: Humanos
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 259 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889723
Autor: Franzmann, Uiasser Thomas; Kantorski, Luciane Prado; Jardim, Vanda Maria da Rosa; Treichel, Carlos Alberto dos Santos; Oliveira, Michele Mandagará de; Pavani, Fabiane Machado.
Título: Fatores associados à percepção de melhora por usuários de Centros de Atenção Psicossocial do Sul do Brasil / Factors associated with perception of improvement by users of Centers for Psychosocial Care in the South of Brazil / Factores asociados a la percepción de mejora por parte de usuarios de Centros de Atención Psicosocial del sur de Brasil
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);33(7):e00085216, 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetivou investigar os fatores associados à melhora percebida pelos usuários de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Estudo transversal, realizado com 1.493 usuários de CAPS do Sul do Brasil. A melhora percebida pelos participantes foi avaliada pela Escala de Mudança Percebida - Pacientes (EMP-Pacientes). Para investigação dos fatores associados, muniu-se de uma regressão logística guiada por um modelo hierárquico que considerou como associação um valor de p < 0,05. Os fatores associados ao desfecho foram: estado de alocação do CAPS, possuir trabalho remunerado, diagnóstico de esquizofrenia, menor idade quando diagnosticado, maior tempo de frequência no serviço, facilidade de acesso e envolvimento na avaliação. Entre os fatores que efetivamente tencionam melhora nos usuários, destacam-se aqueles referentes às características da doença e os aspectos relativos aos serviços quanto à execução das políticas de saúde mental e quanto à organização deles.

This study aimed to investigate factors associated with perceived improvement among users of Centers for Psychosocial Care. This was a cross-sectional study of 1,493 users of Centers for Psychosocial Care in the South of Brazil. Users' perceived improvement was assessed by Perceived Change Scale - Patients (PCS-Patients). Associated factors were investigated using logistic regression guided by a hierarchical model, with statistical significance set at p < 0.05. Factors associated with the outcome were: state where the Center for Psychosocial Care was located, paid work, diagnosis of schizophrenia, age at diagnosis < 18 years, longer time attending the center, ease of access, and involvement in the evaluation. The factors that actually involve improvement in users include those pertaining to characteristics of the illness and aspects related to services in the implementation of mental health policies and their organization.

Este estudio tuvo como objetivo investigar los factores asociados a la mejora percibida por los usuarios de Centros de Atención Psicosocial. Estudio transversal, realizado con 1.493 usuarios de Centros de Atención Psicosocial del sur de Brasil. La mejora percibida por los participantes se evaluó mediante la Escala de Cambios Percibidos - Pacientes (EMP-Pacientes, por sus siglas en portugués). Para la investigación de los factores asociados, se hizo uso de una regresión logística guiada por un modelo jerárquico que consideró como asociación un valor de p < 0,05. Los factores asociados al desenlace fueron: estado de asignación del Centro de Atención Psicosocial, tener trabajo remunerado, diagnóstico de esquizofrenia, menor de edad cuando se es diagnosticado, mayor tiempo de frecuencia en el servicio, facilidad de acceso y participación en la evaluación. Entre los factores que efectivamente prevén mejora en los usuarios, se destacan aquellos referentes a las características de la enfermedad y los aspectos relativos a los servicios, en cuanto a la ejecución de las políticas de salud mental y respecto a la organización de los mismos.
Descritores: Satisfação do Paciente/estatística & dados numéricos
Serviços Comunitários de Saúde Mental/normas
Medidas de Resultados Relatados pelo Paciente
Transtornos Mentais/terapia
-Percepção
Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Modelos Logísticos
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Resultado do Tratamento
Avaliação de Resultados em Cuidados de Saúde/estatística & dados numéricos
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Pesquisa Qualitativa
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 259 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1050374
Autor: Azambuja, Marcos Adegas de; Ferreira Neto, João Leite.
Título: Do território à multiterritorialidade entre usuários, trabalhadores e pesquisadores em saúde mental / From territory to the multi territoriality among users, workers, and researchers in mental health / Del territorio a la multiterritorialidad entre usuarios, trabajadores e investigadores en salud mental
Fonte: Psicol. ciênc. prof;39(2,n.esp):74-86, ago.-nov. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo busca problematizar a noção de território na saúde mental por meio da experiência de trabalhadores, usuários e pesquisadores no município de Santa Maria-RS. Trabalhamos com pesquisa de documentos do campo da saúde e da saúde mental, buscando identificar o modo que a noção de território é apresentada nesses textos. Descrevemos e analisamos uma experiência desenvolvida por diversos atores sociais envolvidos na experiência ocorrida em Santa Maria, a partir de dois movimentos. O primeiro é o de usuários em direção à academia, e o segundo, o do cuidado em saúde do serviço de referência para além dos muros. A experiência de trânsito dos diferentes atores sociais em vivências de multiterritorialidades revelou-se um importante vetor de mudança subjetiva e institucional. Vimos em ambos a emergência de uma reivindicação por um direito mais extenso do que o simples acesso aos serviços públicos de saúde. Buscava-se também um "direito à cidade", ou mesmo um trânsito além dela. Enfim, uma busca pela ampliação da experiência de multiterritorialidade e as transformações decorrentes dela...(AU)

This article seeks to problematize the notion of territory in mental health through the experience of workers, users, and researchers in the field of mental health in the municipality of Santa Maria/RS. We work with the research of documents of the field of health and mental health, trying to identify the way that the notion of territory is presented in these texts. We describe and analyze an experience developed by several social actors involved in the experience that occurred in Santa Maria / RS, from two movements. The first is that of users towards academia, and the second is that of the health care of the referral service beyond the walls. The experience of transit of the different social actors in multi-territorial experiences has proved to be an important vector of subjective and institutional change. We have seen in both movements the emergence of a claim for a more extensive right than simple access to public health services. A "right to the city," or even a transit beyond it. Finally, a search for the amplification of the multi territoriality experience and the transformations arising from it...(AU)

Este artículo busca problematizar la noción de territorio en la salud mental por medio de la experiencia de trabajadores, usuarios e investigadores en el municipio de Santa Maria/RS. Trabajamos con la investigación de documentos del campo de la salud y de la salud mental, buscando identificar el modo que la noción de territorio es presentada en esos textos. Describimos y analizamos una experiencia desarrollada por diversos actores sociales involucrados en la experiencia ocurrida en Santa Maria/RS, a partir de dos movimientos. El primero es de los usuarios hacia la academia, y el segundo es del cuidado en salud del servicio de referencia más allá de los muros. La experiencia de tránsito de los diferentes actores sociales en vivencias de multiterritorialidades se ha revelado un importante vector de cambio subjetivo e institucional. Vimos en ambos la emergencia de una reivindicación por un derecho más extenso que el simple acceso a los servicios públicos de salud. Se buscaba también un "derecho a la ciudad", o incluso un tránsito más allá de ella. En fin, una búsqueda por la ampliación de la experiencia de multiterritorialidad, y las transformaciones resultantes de ella...(AU)
Descritores: Política Pública
Territorialidade
Saúde Mental
Pessoalidade
Desinstitucionalização
Grupos Minoritários
-Serviço Social
Serviços Comunitários de Saúde Mental
Funções Essenciais da Saúde Pública
Direitos Humanos
Limites: Humanos
Adulto
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1552.1 - Biblioteca Central


  9 / 259 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-845218
Autor: Eslabão, Adriane Domingues; Coimbra, Valéria Cristina Christello; Kantorski, Luciane Prado; Pinho, Leandro Barbosa de; Santos, Elitiele Ortiz dos.
Título: Rede de cuidado em saúde mental: visão dos coordenadores da estratégia saúde da família / Red de atención em salud mental: percepción de gestores de la estrategia salud de la familia / Mental health care network: the views of coordinators of the Family Health Strategy (FHS)
Fonte: Rev. gaúch. enferm;38(1):e60973, 2017.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Objetivou-se analisar a visão de coordenadores da Estratégia Saúde da Família (ESF) sobre a conformação da rede de saúde mental no município de Pelotas/RS. Método Estudo descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa, realizado com seis coordenadores de ESF no ano de 2012. Para a coleta dos dados, foi utilizada a entrevista semiestruturada, e os resultados foram avaliados por análise temática. Resultados A rede construída pelos coordenadores é composta por poucos serviços formais e focada no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), e a rede informal é descrita com maiores pontos de cuidado. As trocas de corresponsabilidade no cuidado em rede ocorrem de forma frágil, sem o diálogo necessário. Conclusão Os coordenadores demonstram pouco conhecimento da rede formal de cuidado e uma atenção focada nos serviços da ESF e no CAPS. Reconhecem a importância de haver políticas públicas que valorizem e ampliem os espaços informais de cuidado no território.

RESUMEN Objetivo Se tuvo como objetivo analizar la visión de coordinadores de la Estrategia Salud de la Familia (ESF) sobre la configuración de la red de salud mental en el Municipio de Pelotas/RS. Método Estudio descriptivo y exploratorio, cualitativo, realizado con seis coordinadores de ESF en 2012. Se utilizó la entrevista semestructurada y los datos fueron analizados con uso del análisis temático. Resultados La red señalada por los coordinadores posee pocos servicios formales, enfocada en el Centro de Atención Psicosocial (CAPS). La red informal es más diversificada, pero los cambios de corresponsabilidad en el cuidado es de modo frágil. Conclusión Los coordinadores tienen poco conocimiento de la red formal de cuidado, con énfasis en la ESF y en el CAPS. Reconocen la importancia de que haya políticas públicas que valoren y amplíen los espacios informales de cuidado en el territorio, algo necesario en el cuidado en salud mental.

ABSTRACT Objective This study aimed to analyze the opinions of the coordinators of the Family Health Strategy (FHS) on the mental health care network in the city of Pelotas/RS. Method Descriptive and exploratory study with a qualitative approach, carried out with six FHS coordinators, in 2012. Semi-structured interview was used in data collection, and the results were evaluated using the thematic analysis. Results The network designed by the coordinators consists of few formal services and is focused on the Psychosocial Care Centers (CAPS). The informal network has a greater number of care units. Exchange of information related to joint responsibilities in the care is scarce, with lack of dialogue. Conclusion The coordinators have scarce knowledge on the formal care network and on care focused on the ESF and CAPS. They also recognize the importance public policies that value and expand the informal care spaces in the territory.
Descritores: Saúde da Família
Administradores de Instituições de Saúde/psicologia
-Responsabilidade Social
Brasil
Atitude
Atitude do Pessoal de Saúde
Serviços de Saúde da Criança/organização & administração
Cidades
Serviços de Saúde do Adolescente/organização & administração
Reforma dos Serviços de Saúde
Comunicação
Centros de Tratamento de Abuso de Substâncias/organização & administração
Serviços Comunitários de Saúde Mental/organização & administração
Redes Comunitárias/organização & administração
Pesquisa Qualitativa
Relações Interinstitucionais
Limites: Humanos
Criança
Adolescente
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 259 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960843
Autor: Alves, Poliana Farias; Kantorski, Luciane Prado; Andrade, Ana Paula Müller de; Coimbra, Valéria Cristina Christello; Oliveira, Michele Mandagará de; Silveira, Karine Langmantel.
Título: Ser autônomo: o que os serviços de saúde mental indicam? / Ser autónomo: ¿qué indican los servicios de salud mental? / Being autonomous: what do mental health services indicate?
Fonte: Rev. gaúch. enferm;39:e63993, 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Construir indicadores qualitativos de resultado na Atenção Psicossocial relacionados à autonomia na perspectiva dos usuários e familiares. MÉTODO Estudo de caso avaliativo, com referencial teórico hermenêutico-dialético em um Centro de Atenção Psicossocial no Rio Grande do Sul, Brasil. A primeira etapa da coleta de dados, fevereiro-julho/2014, consistiu na construção de indicadores a partir da análise dos dados qualitativos de duas pesquisas avaliativas neste mesmo serviço. A segunda etapa, agosto-setembro/2014, validou os indicadores construídos por meio de grupos focais com nove usuários e nove familiares. RESULTADO Os participantes apontaram três indicadores qualitativos relacionados à sua autonomia como resultado da inserção no serviço, sendo eles, melhora na autogestão da renda, melhor desenvolvimento das atividades do cotidiano e maior poder de negociação. CONCLUSÃO A metodologia utilizada mostrou-se adequada para criação de indicadores qualitativos na perspectiva de usuários e familiares, bem como apontou que o serviço auxilia no processo de conquista da autonomia.

Resumen OBJETIVO Construir indicador cualitativo de resultado en la Atención Psicosocial relacionado con la autonomía desde la perspectiva de los usuarios y familias. METODOLOGÍA Estudio de caso evaluativo, realizado en un Centro de Atención Psicosocial del Rio Grande do Sul, Brasil. La primera etapa de recopilación de datos, febrero-julio/2014, consistió en la construcción de indicadores a partir del análisis de los datos cualitativos a partir de dos investigaciones de evaluación en este mismo servicio. La segunda etapa, agosto-septiembre/2014, validó los indicadores construidos a través de grupos focales con nueve miembros y nueve familiares. RESULTADOS Los usuarios y familias mostraron tres indicadores cualitativos relacionados con su autonomía como consecuencia de la entrada en lo servicio: mejora de la auto-gestión de los ingresos, mejor desarrollo de las actividades diarias y aumento de la capacidad de negociación. CONCLUSIÓN Lo servicio ayuda en el proceso de desarrollo de la autonomía.

Abstract OBJECTIVE To build qualitative outcome indicators in psychosocial care regarding autonomy from the perspective of users and their families. METHODOLOGY This is an evaluative case study based on the dialectical hermeneutics theoretical framework, conducted at a mental health community service, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The first stage of data collection occurred between February and July 2014, and consisted of constructing indicators based on qualitative data analysis of the two evaluative studies conducted at this same service. The second stage, between August and September 2014, consisted of validating the indicators constructed through the focus groups with nine users and nine family members. RESULTS The users and relatives stated three qualitative indicators related to their autonomy resulting from their insertion in the service. The indicators were better self-management of income, improved everyday activities, and greater bargaining power. CONCLUSION The methodology proved appropriate to create qualitative indicators, from the perspective of the participants, and revealed that the service helps users achieve autonomy.
Descritores: Serviços Comunitários de Saúde Mental
Autonomia Pessoal
Desinstitucionalização
Transtornos Mentais/psicologia
-Pacientes Ambulatoriais/psicologia
Satisfação Pessoal
População Urbana
Brasil
Atividades Cotidianas
Família
Negociação
Grupos Focais
Pesquisa Qualitativa
Estigma Social
Administração Financeira
Autogestão
Transtornos Mentais/reabilitação
Pessoa de Meia-Idade
Modelos Teóricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 26 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde