Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.711.647.622.341.736 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 214 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 22 ir para página                         

  1 / 214 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1131870
Autor: Santos, Maira Noroefé dos; Donelli, Tagma Marina Schneider.
Título: Traumas infantis e as relações interpessoais e com o bebê no puerpério / Childhood traumas and the interpersonal and baby relationships in the puerperium / Traumas infantiles y relaciones interpersonales con los bebés en el puerperio
Fonte: Aval. psicol;19(3):244-253, jul.-set. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A importância das relações iniciais para formação do indivíduo já é reconhecida, bem como os prejuízos de uma criança viver experiências traumáticas nesse período fundamental do desenvolvimento. O objetivo aqui foi compreender como mães de crianças de até um ano de idade, que viveram traumas na infância, estabelecem as relações interpessoais e com seus filhos. Assim, foram utilizadas uma Ficha de Dados Sociodemográficos e Clínicos; Questionário Sobre Traumas na Infância (QUESI); Método de Rorschach; Entrevista sobre a maternidade e o relacionamento mãe-criança; Entrevista sobre História de Vida e Relações Atuais. Participaram três mulheres, primíparas, com idades entre 28 e 35 anos, com filhos entre 08 e 11 meses de vida. É um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, feito por meio do Estudo de Casos Múltiplos. Como resultados, há evidência de prejuízo nas relações interpessoais, sugerindo que vivências traumáticas na infância deixam marcas permanentes na vida emocional de cada indivíduo. (AU)

The importance of the initial relationships for the formation of the individual is already recognized, as are the losses suffered by a child that has traumatic experiences in this fundamental period of development. The aim of this study was to understand how mothers of children up to one year of age, who had experienced childhood traumas, established interpersonal relationships and relationships with their children. Accordingly, a Sociodemographic and Clinical Data Sheet; the Questionnaire on Trauma in Childhood (QUESI); the Rorschach Method; an Interview on Motherhood and Mother-Child Relationships; and an Interview on the Life History and Current Relationships were used. Three primiparous women, aged between 28 and 35 years, with children between 8 and 11 months of age participated. A descriptive, qualitative approach was employed, through the Multiple Case Study design. The results indicated evidence of impairment in interpersonal relationships, suggesting that traumatic childhood experiences leave permanent marks in the emotional life of each individual. (AU)

El peso de las relaciones iniciales para la formación del individuo y los traumas sufridos precozmente ya son reconocidos en este periodo fundamental del crecimiento. Así, el objetivo de este trabajo fue comprender cómo madres de niños hasta un año de edad, que sufrieron traumas en la infancia, establecen relaciones interpersonales con sus hijos. Se utilizó una ficha de datos sociodemográficos y clínicos; Cuestionario sobre Trauma en la Infancia (QUESI); Método de Rorschach; Entrevista sobre maternidad y relación madre-hijo; Entrevista sobre Historia de Vida y Relaciones Actuales. Participaron tres mujeres, primíparas, con edades entre 28 y 35 años, con niños entre 08 y 11 meses de edad. Se trata de un estudio con enfoque descriptivo y cualitativo, realizado a través del Estudio de Casos Múltiples. Como resultado, hay evidencias de perjuicios en las relaciones interpersonales, sugiriendo que las experiencias traumáticas de la infancia dejan marcas permanentes en la vida emocional de cada indivíduo. (AU)
Descritores: Teste de Rorschach
Trauma Psicológico/psicologia
Relações Interpessoais
Relações Mãe-Filho/psicologia
-Entrevistas como Assunto
Pesquisa Qualitativa
Período Pós-Parto/psicologia
Limites: Humanos
Feminino
Lactente
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas


  2 / 214 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1154972
Autor: Haddad, Anna Helena; Yazig, Latife; Resende, Ana Cristina; Areco, Kelsy Catherina Nema; Semer, Norma Lottenberg; Lotufo Neto, Francisco.
Título: Personality Impairment in Children and Adolescents with ADHD / Comprometimento da Personalidade em Crianças e Adolescentes com TDAH / Deterioro de la Personalidad en Niños y Adolescentes con TDAH
Fonte: Paidéia (Ribeirão Preto, Online);31:e3105, 2021. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Attention deficit hyperactivity disorder in children and adolescents manifests itself in a heterogeneous manner as regards personality aspects. This study aimed to evaluate, by using the Ego Impairment Index, the personality functioning characteristics of children and adolescents between 9 and 15 years old (to be completed), diagnosed with the disorder (clinical group) and compare them with a non-clinical group. The groups included 42 participants each. The Kiddie Schedule for Affective Disorders and Schizophrenia for School-Age Children - Present and Lifetime version was used for diagnosis, and the Rorschach Performance Assessment System (R-PAS) was utilized for personality traits. When compared to their peers, the participants in the clinical group showed ability to discern adaptive behaviors through proper judgment, difficulty in keeping thinking and reasoning processes stable, a negative view of themselves and others, in addition to difficulty in establishing cooperative relationships.

Resumo O transtorno da falta de atenção com hiperatividade em crianças e adolescentes manifesta-se de forma heterogênea com relação aos aspectos de personalidade. O presente estudo teve por objetivo avaliar, por meio do Índice de Enfraquecimento do Ego, características do funcionamento da personalidade de crianças e adolescentes, entre 9 e 15 anos incompletos, com o diagnóstico do transtorno (grupo clínico) e compará-las com um grupo não-clínico. Os grupos contemplaram 42 participantes cada. Utilizou-se para o diagnóstico a entrevista Kiddie-Sads Referente ao Momento Presente e ao Longo da Vida, e o Sistema de Avaliação por Performance no Rorschach (R-PAS) para as características de personalidade. Os participantes do grupo clínico, quando comparados com seus pares, mostraram capacidade de discernir comportamentos adaptativos por meio de julgamento adequado, dificuldade em manter estáveis os processos de pensamento e raciocínio, visão negativa de si próprios e dos demais, dificuldade para estabelecer relacionamentos cooperativos.

Resumen El trastorno por déficit de atención con hiperactividad es uno de los más encontrados entre las patologías infantiles y se manifiesta de forma no homogénea con relación a los aspectos de personalidad. Este estudio comparó a través de lo Índice de Enflaquecimiento del Ego características de personalidad de niños y adolescentes entre 9 y 15 años incompletos con diagnóstico con un grupo de mismo sexo y edad sin diagnóstico. Cada grupo estaba compuesto por 42 participantes. Se utilizó la entrevista Kiddie-Sads sobre el momento presente y al largo de la vida para el diagnóstico y el Sistema de Evaluación por Performance en el Rorschach (R-PAS), para las características de personalidad. El grupo clínico mostró capacidad para discernir conductas adaptativas a través del juicio adecuado, dificultad para mantener estables los procesos de pensamiento y razonamiento, visión negativa de sí mismos y de los demás, dificultad para establecer relaciones de cooperación.
Descritores: Aptidão
Teste de Rorschach
Esquizofrenia
Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade
Adaptação Psicológica
Transtornos do Humor
Fibra de Lã
Julgamento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  3 / 214 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Primi, Ricardo
Texto completo
Id: lil-521069
Autor: Muniz, Monalisa; Primi, Ricardo.
Título: Inteligência emocional e personalidade avaliada pelo Método de Rorschach / Emotional intelligence and personality assessed by the Rorschach Inkblot Technique
Fonte: Psico (Porto Alegre);39(1):48-57, jan.-mar. 2008. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Inteligência emocional é um construto que vem sendo pesquisado desde 1990 e sempre rodeado de muitascríticas quanto a sua existência. Uma dessas críticas levanta a questão se a inteligência emocional é de fatoum novo construto ou por outro lado um novo nome para traços já estudados nas teorias da personalidade.Partindo desse questionamento o objetivo deste estudo foi investigar as relações entre esse construto e medidasde personalidade. Participaram do estudo 80 policiais do Estado de São Paulo. Para isso, foram utilizadosos seguintes instrumentos: Mayer-Salovey-Caruso Emotional Intelligence Test (MSCEIT) e o Métododas Manchas de Tinta de Rorschach para avaliar traços característicos de funcionamento da personalidade.Os resultados indicaram que inteligência emocional e personalidade apresentam pouquíssimas correlações,sendo todas baixas e relacionadas por conteúdos emocionais existentes nas variáveis que se associaram. Osdados sustentam evidências positivas de validade divergente para o MSCEIT.

The construct emotional intelligence (EI) has been investigated since 1990 and is surrounded by criticismquestioning its existence. One of them raises a question if EI is in fact a new construct or a new label for wellresearched personality traits. This study investigated the correlations between EI and personality measureslooking for whether this two measures approached convergence. Participants were 80 Sao Paulo state policeofficers) who answered the Mayer-Salovey-Caruso Emotional Intelligence Test (MSCEIT) and theRorschach Inkblot Technique that is a measure of personality functioning. Few significant correlations werefound whith were in general of low magnitudes indicating that EI and personality characteristics measuredby Rorschach are different things. The correlations that were found were associated with the emotionalcontent which is a principle underlying the correlated variables. Data supports divergent validity for the MSCEIT.
Descritores: Inteligência
Personalidade
Teste de Rorschach
Limites: Humanos
Responsável: BR1323.1 - Biblioteca Central Irmão José Otão


  4 / 214 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-94072
Autor: Coelho, Lucia Maria Salvia.
Título: Epilepsia e personalidade: psicodiagnóstico de Rorschach, entrevistas e anamnese heredológica em 102 examinados / Epilepsy and Personality: Rorschach-Psychodiagnosis interviews and anamnesis of a hundred and two patients.
Fonte: s.l; Atica; 1980. 536 p. ilus, tab. (Ensaios, 14).
Idioma: pt.
Descritores: Transtornos da Personalidade
Teste de Rorschach
Epilepsia
Diagnóstico/psicologia
Entrevista Psicológica
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite
BR85.1/RC372.A4*C672e*2ed


  5 / 214 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-73192
Autor: Duarte, Fantina; Guimaräes, Liliana Andolpho Magalhäes; Fadden, Maria Adélia Jorge Mac.
Título: Um estudo preliminar de pacientes com crise de pânico, através da prova de Rorschach
Fonte: Arq. Saúde Ment. Estado Säo Paulo;46:95-103, jan.-dez. 1987. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo se propöe a analisar a personalidade de pacientes com crise de pânico, em seus aspectos estruturais e dinâmicos, atrvés da Prova de Rorschach. Foram examinadas nove pacientes do ambulatório do Departamento de Psicologia Médica e Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP. Nossos resultados mostram que parece tratar-se de pessoas portadoras de intensos conflitos de ordem psicológica, numa linha de problemática neurótica embora os resultados näo apontem para nehuma delas em particular. Tais dificuldades determinam uma adaptaçäo defeituosa `a realidade, havendo uma percepçäo muito subjetiva da mesma, o que dificulta uma atuaçäo prática e eficiente no meio
Descritores: Teste de Rorschach
Pânico
Limites: Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Humanos
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 214 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089813
Autor: Teles Filho, Ricardo Vieira.
Título: Hermann Rorschach: From klecksography to psychiatry / Hermann rorschach: da klecksografia à psiquiatria
Fonte: Dement. neuropsychol;14(1):80-82, Jan.-Mar. 2020. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Hermann Rorschach was a Swiss psychiatrist and psychoanalyst, best known for developing a projective test known as the Rorschach inkblot test, a test designed to reflect unconscious parts of the personality that project into the visual stimuli generated by the inkblots, allowing a psychodiagnosis to be established. The technique he developed has been applied since 1921 in a number of countries. Although it has long remained controversial and divided opinions, this did not prevent it from overcoming the barriers of science to have a major influence on pop culture, resulting in an undeniable legacy for the development of Psychiatry in the nineteenth century.

RESUMO Hermann Rorschach foi um psiquiatra e psicanalista suíço, mais conhecido por desenvolver um teste projetivo conhecido como o teste da mancha de tinta de Rorschach, um teste desenhado para refletir partes inconscientes da personalidade que se projetam nos estímulos visuais gerado pelas manchas de tinta, o que possibilitaria estabelecer um psicodiagnóstico. A técnica que ele desenvolveu tem sido aplicada desde 1921 em vários países, e embora por muito tenha permanecido polêmica e dividido opiniões, isso não a impediu de ultrapassar as barreiras da ciência para alcançando massivamente a cultura pop, resultando em um legado inegável para o desenvolvimento da Psiquiatria no século XIX.
Descritores: Teste de Rorschach
Transtornos Mentais/diagnóstico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  7 / 214 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1085677
Autor: Carvalho, Rafaela Gonçalves.
Título: Transtorno de personalidade Borderline e Indicadores do método de Rorschach: uma revisão integrativa / Borderline personality disorder and Indicators of the Rorschach method: an integrative review.
Fonte: Ribeirão Preto; s.n; 2018. 38 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Hospital das clínicas. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Universidade de São Paulo para obtenção do grau de Aprimoramento.
Resumo: O Transtorno de Personalidade Borderline é uma patologia complexa quanto às suas manifestações clínicas e psicodinâmicas, sendo que o método de Rorschach pode auxiliar no acesso às características de personalidade de tais indivíduos. Objetivou-se identificar nas bases de dados Scientific Electronic Library Online (SciELO) e Periódicos Eletrônicos em Psicologia (PePSIC) artigos científicos, publicados entre 1994 e 2017, sobre a avaliação psicodiagnóstica do Transtorno de Personalidade Borderline (TPB), por meio do método de Rorschach. A revisão foi conduzida conforme as etapas recomendadas, tendo por pergunta norteadora: quais os indicadores do método de Rorschach que são característicos do TPB? Utilizaram-se as seguintes palavras chave: Rorschach, Teste Projetivo, Transtorno de Personalidade Borderline...
Descritores: Saúde Mental
Teste de Rorschach
Transtorno da Personalidade Borderline
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
br91.2; WA20, C257t


  8 / 214 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1026725
Autor: Lampert, Claudia Daiane Trentin; Scortegagna, Silvana Alba.
Título: Autopercepção no Rorschach-SC de idosos com depressão em uma perspectiva idiográfica / Self-perception in the Rorschach-CS of the elderly with depression in a idiographic perspective / Autopercepción en el Rorschach-SC de los ancianos con depresión en una perspectiva idiográfica
Fonte: Psico (Porto Alegre);50(3):29884, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: O uso de instrumentos de autoexpressão pode trazer contribuições na apreensão do trabalho mental. Este estudo propõe avaliar a autopercepção no Rorschach-SC de idosos com depressão em uma perspectiva idiográfica. Foram analisados 31 protocolos de idosos entre 60 e 86 anos de idade, 29 mulheres e dois homens. A análise qualitativa contemplou respostas codificadas com conteúdo mórbido (MOR), Sombreado Vista (SumV), Representação Humana de Má qualidade (PHR) com qualidade formal distorcida (FQ-), e codificadas com PHR, Códigos Especiais (Sum6) e Códigos Especiais Críticos (WSum6). Os resultados demonstraram: a) respostas com MOR sugestivas de uma autoimagem negativa e desqualificada; b) respostas SumV indicando para autocritica e autoaversão; c) respostas PHR com FQ- sugerindo uma autopercepção distorcida e inadequada; e d) respostas de PHR com Sum6 e WSum6 reportando para alterações cognitivas e autoperceptivas. Os achados do Rorschach permitiram analisar configurações típicas de idosos com depressão e indicam perspectivas para o seguimento psicoterapêutico.

The use of self-expression can bring contributions to the apprehension of mental work. This study proposes to evaluate the self-perception in the Rorschach-SC of the elderly with depression in an idiographic perspective. Thirty-one protocols for the elderly between 60 and 86 years of age, 29 women and two men were analyzed. The qualitative analysis included morphic content (MOR), Shaded Vista (SumV), Poor Quality Human Representation (PHR) with distorted formal quality (FQ-), and coded with PHR, Special Codes (Sum6) and Critical Special Codes (WSum6). The results demonstrated: a) responses with MOR suggestive of a negative and disqualified self-image; B) SumV responses indicating for self-criticism and self-aversion; C) PHR responses with CF - suggesting distorted and inadequate self-perception; D) PHR responses with Sum6 and WSum6 reporting for cognitive and self-perceptual changes. The Rorschach findings allowed us to analyze typical configurations of elderly people with depression and indicate perspectives for psychotherapeutic.

El uso de la herramientas de auto de expresión puede aportar contribuciones en la aprehensión de trabajo mental. Este estudio propone evaluar la autopercepción en el Rorschach SC de los ancianos con depresión desde una perspectiva idiográfica. Se analizaron 31 protocolos de edad entre 60 y 86 años de edad, 29 mujeres y dos hombres. El análisis cualitativo incluyó respuestas codificadas contenido mórbida (MOR), Shaded View (SumV), Representación humana de mala calidad (PHR) con distorsionada calidad formal (FQ-), con PHR, códigos especiales (SUMA6) y los códigos especiales críticos (WSum6). Los resultados mostraron: a) respuestas con MOR sugerente de una negativa del uno mismo - imagen y descalificados; b) SumV respuestas que indican para la auto-crítica y auto-odio; c) respuestas PHR con FQ- que sugiere una distorsionada e inadecuada auto - percepción; d) respuestas a PHR con SUMA6 y WSum6 refiriéndose a los cambios cognitivos y autoperceptivas. Los hallazgos del Rorschach permitieron analizar configuraciones típicas de ancianos con depresión e indican perspectivas para el seguimiento psicoterapéutico.
Descritores: Envelhecimento
-Teste de Rorschach
Doença Crônica
Depressão
Responsável: BR1323.1 - Biblioteca Central Irmão José Otão


  9 / 214 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1026648
Autor: Resende, Ana Cristina; Oliveira, Lorena de Melo Mendonça; Franco, Renata.
Título: Crianças institucionalizadas e sintomas depressivos por meio do Rorschach e do CDI / Institutionalized children and depressive symptoms by the Rrorschach and CDI / Niños institucionalizados y sintomas depresivos a través del Rorschach y CDI
Fonte: Psico (Porto Alegre);50(3):29666, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Os sintomas depressivos em crianças podem ser sutis e variados. Este estudo investigou sintomas depressivos em crianças institucionalizadas para a adoção, comparando-as com crianças não institucionalizadas, utilizando para isso o método de Rorschach Sistema Compreensivo e o CDI. Participaram do estudo 84 crianças, com idades entre 7 e 11 anos. Para a análise de dados foram utilizados: o teste t de student, a correlação de Pearson e o d de Cohen. Os resultados revelaram que as crianças institucionalizadas se mostraram com mais baixa autoestima, problemas afetivos, ideações suicidas, dificuldade escolar e dificuldade na relação com o outro quando comparadas com as crianças não institucionalizadas. Esses dados sugerem uma possível síndrome depressiva, sendo aconselhável a investigação clínica mais aprofundada para providenciar diagnóstico e tratamento, especialmente nas crianças institucionalizadas. Além disso, foram observadas associações entre as variáveis do Rorschach e CDI. Implicações desses achados e sugestões de pesquisas futuras são apresentadas ao final.

Depressive symptoms in children can be subtle and varied. This study investigated depressive symptoms in institutionalized children for adoption, comparing them with non-institutionalized children, using the Rorschach method Comprehensive System and CDI. Fifty male and female children took part in this study. These children were between seven and eleven years old. For the analysis of data, it was used: Student's t test, Pearson's correlation, and Cohen's d. The results revealed that the institutionalized children showed lower self-esteem, affective problems, suicidal ideation, school difficulties and impairments in the relationship with the other when compared to non-institutionalized children. These data suggest a possible depressive syndrome, and the further clinical investigation is advisable to provide diagnosis and treatment, especially to institutionalized children. In addition, associations were found between the variables of the Rorschach and CDI. Implications of these findings and suggestions for future research are presented at the end.

Los síntomas depresivos en los niños pueden ser sutiles y variados. Este estudio investigó síntomas depresivos en niños institucionalizados para la adopción, comparándolos con niños no institucionalizados, utilizando para ello el método de Rorschach Sistema Comprensivo y el CDI. En el estudio participaron 84 niños, con edades entre 7 y 11 años. Para el análisis de datos se utilizaron: la prueba t de student, la correlación de Pearson y el d de Cohen. Los resultados revelaron que los niños institucionalizados se mostraron con más baja autoestima, problemas afectivos, ideaciones suicidas, dificultad escolar y dificultad en la relación con el otro en comparación con los niños no institucionalizados. Estos datos sugieren un posible síndrome depresivo, siendo aconsejable la investigación clínica más profunda para proporcionar diagnóstico y tratamiento, especialmente en los niños institucionalizados. Además, se observaron asociaciones entre las variables de Rorschach y CDI. Las implicaciones de estos hallazgos y sugerencias de investigaciones futuras se presentan al final.
Descritores: Criança
Depressão
-Teste de Rorschach
Responsável: BR1323.1 - Biblioteca Central Irmão José Otão


  10 / 214 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bandeira, Denise Ruschel
Texto completo
Id: biblio-967705
Autor: Rovinski, Sonia Liane Reichert; Schneider, Andréia Mello de Almeida; Pariz, Juliane; Santos, Álvaro Zaneti; Bandeira, Denise Ruschel.
Título: Respostas de agressividade no Rorschach (R-PAS) de homens autores de violência conjugal / Rorschach aggression responses in male perpetrators of conjugal violence / Respuestas de agresividad de Rorschach (R-PAS) de hombres autores de violencia conyugal
Fonte: Aval. psicol;17(2):199-204, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo analisa a validade dos indicadores de agressividade do Rorschach em uma amostra forense. São participantes deste estudo 31 homens agressores violentos contra mulheres, os quais foram indiciados, julgados no Tribunal de Violência Doméstica e Familiar e, posteriormente, encaminhados a um Grupo Reflexivo de Gênero. O Rorschach foi administrado por meio do sistema R-PAS, de acordo com a padronização e normas propostas pelo manual, com excelente confiabilidade entre avaliadores para os dois códigos analisados. Os índices encontrados para AGC e AGM foram comparados aos dados normativos por meio do teste t de Student. Apenas AGC mostrou diferença significativa em relação à amostra normativa, com menores resultados. O AGM não evidenciou validade para diferenciar os grupos. (AU)

This article analyzes the validity of Rorschach's Aggression indicators in a forensic sample. Study participants are thirty-one men who were violent aggressors against women, who were indicted, tried in the Domestic and Family Violence Court, and later referred to a Reflexive Gender Group. Rorschach was administered through the Rorschach Performance Assessment System (R-PAS), according to the standardization and norms proposed by the manual, with excellent inter-rater reliability for the two codes analyzed. The indexes found for AGC and AGM were compared to the normative data by the Student's t-test. Only AGC showed a significant difference in relation to the normative sample, with lower results. The AGM did not show validity to differentiate the groups. (AU)

Este artículo analiza la validez de los indicadores de agresividad de Rorschach en una muestra forense. Participaron de este estudio 31 hombres agresores violentos contra mujeres, que fueron acusados, juzgados en el Tribunal de Violencia Doméstica y Familiar y luego encaminados a un Grupo Reflexivo de Género. El Rorschach se administró a través del sistema R-PAS, de acuerdo con la estandarización y las normas propuestas por el manual, con excelente confiabilida dentre evaluadores para los dos códigos analizados. Los índices encontrados para AGC y AGM se compararon con los datos normativos por medio del test t- de Student. Solo AGC mostró una diferencia significativa en relación con la muestra normativa, con menores resultados. El AGM no evidenció validez para diferenciar los grupos. (AU)
Descritores: Teste de Rorschach
Violência Doméstica/psicologia
Agressão/psicologia
-Maus-Tratos Conjugais
Reprodutibilidade dos Testes
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1249.1 - Coordenadoria do Sistema de Bibliotecas



página 1 de 22 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde