Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.754.137.365 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1 [refinar]
Mostrando: 1 .. 1   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 1 LILACS  
             
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-904570
Autor: Rosa, Virginia de Oliveira; Schmitz, Marcelo; Moreira-Maia, Carlos Renato; Wagner, Flavia; Londero, Igor; Bassotto, Caroline de Fraga; Moritz, Guilherme; Souza, Caroline dos Santos de; Rohde, Luis Augusto Paim.
Título: Computerized cognitive training in children and adolescents with attention deficit/hyperactivity disorder as add-on treatment to stimulants: feasibility study and protocol description / Treinamento cognitivo para crianças e adolescentes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade como tratamento complementar aos psicoestimulantes: estudo de viabilidade e descrição de protocolo
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);39(2):65-76, Apr.-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul; . Fundo de Incentivo à Pesquisa e Eventos - Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Resumo: Abstract Background Cognitive training has received increasing attention as a non-pharmacological approach for the treatment of attention deficit/hyperactivity disorder (ADHD) in children and adolescents. Few studies have assessed cognitive training as add-on treatment to medication in randomized placebo controlled trials. The purpose of this preliminary study was to explore the feasibility of implementing a computerized cognitive training program for ADHD in our environment, describe its main characteristics and potential efficacy in a small pilot study. Methods Six ADHD patients aged 10-12-years old receiving stimulants and presenting residual symptoms were enrolled in a randomized clinical trial to either a standard cognitive training program or a controlled placebo condition for 12 weeks. The primary outcome was core ADHD symptoms measured using the Swanson, Nolan and Pelham Questionnaire (SNAP-IV scale). Results We faced higher resistance than expected to patient enrollment due to logistic issues to attend face-to-face sessions in the hospital and to fill the requirement of medication status and absence of some comorbidities. Both groups showed decrease in parent reported ADHD symptoms without statistical difference between them. In addition, improvements on neuropsychological tests were observed in both groups - mainly on trained tasks. Conclusions This protocol revealed the need for new strategies to better assess the effectiveness of cognitive training such as the need to implement the intervention in a school environment to have an assessment with more external validity. Given the small sample size of this pilot study, definitive conclusions on the effects of cognitive training as add-on treatment to stimulants would be premature.

Resumo Introdução O treinamento cognitivo tem recebido atenção especial como abordagem não medicamentosa para o tratamento do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) em crianças e adolescentes. Poucos estudos avaliaram o treinamento cognitivo como abordagem complementar à medicação em ensaios clínicos randomizados controlados por placebo. O objetivo deste estudo foi explorar a viabilidade para a implementação de um programa de treinamento cognitivo computadorizado, descrever suas características principais e potencial eficácia em um pequeno estudo piloto. Métodos Seis pacientes com TDAH entre 10-12 anos de idade, em uso de psicoestimulantes e apresentando sintomas residuais, foram recrutados e randomizados para um dos dois grupos (treinamento cognitivo ou placebo) por 12 semanas. O desfecho principal foram os sintomas nucleares do TDAH avaliados através do Questionário de Swanson, Nolan e Pelham (SNAP-IV). Resultados Encontramos maior resistência do que a esperada no recrutamento dos pacientes em função de problemas logísticos para atender às sessões presenciais no hospital assim como para preencherem os critérios de status medicamentoso e ausência de algumas comorbidades. Ambos os grupos apresentaram diminuição nos escores dos sintomas de TDAH reportados pelos pais, mas sem diferença estatística entre eles. Além disso, foi observada melhora nos testes neuropsicológicos em ambos os grupos - principalmente nas tarefas treinadas pelo programa. Conclusão Este protocolo revelou a necessidade de novas estratégias para melhor avaliar a eficácia do treinamento cognitivo tal como a necessidade de implementar a intervenção no ambiente escolar a fim de obter uma avaliação com maior validade externa. Devido ao pequeno tamanho amostral deste estudo, conclusões definitivas sobre os efeitos do treinamento cognitivo como abordagem complementar aos psicoestimulantes seriam prematuras.
Descritores: Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade/terapia
Terapia Assistida por Computador
Estimulantes do Sistema Nervoso Central/uso terapêutico
-Psicotrópicos/uso terapêutico
Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade/fisiopatologia
Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade/psicologia
Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade/diagnóstico por imagem
Encéfalo/fisiopatologia
Encéfalo/diagnóstico por imagem
Imageamento por Ressonância Magnética
Comorbidade
Método Simples-Cego
Projetos Piloto
Protocolos Clínicos
Estudos de Viabilidade
Seguimentos
Resultado do Tratamento
Terapia Combinada
Seleção de Pacientes
Remediação Cognitiva/métodos
Testes Neuropsicológicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Tipo de Publ: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde