Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.754.592 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 65 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 65 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1069702
Autor: Pupo, Lígia Rivero.
Título: Aconselhamento em DST/aids: uma análise crítica de sua origem histórica e conceitual e de sua fundamentação teórica / Counseling in STD/aids: a critical analysis of its historical and conceptual origin and theoritical foundation.
Fonte: São Paulo; s.n; 2007. 247 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Medicina. Universidade de São Paulo para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Apesar do aconselhamento no campo das DST/aids ser considerado, em diferentes regiões do mundo, como uma das principais estratégias para a prevenção primária, secundária e terciária, implantada nos serviços da rede de atendimento às DST/aids e em serviços da rede básica de saúde, tanto estudos nacionais como internacionais mostram que esta prática ainda concentra uma dose significativa de fragilidades e problemas....
Descritores: Aconselhamento
Doenças Sexualmente Transmissíveis
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
-Aconselhamento/história
Modelos Teóricos
Psicoterapia Centrada na Pessoa
Limites: Humanos
Responsável: BR1764.1 - Núcleo de Informação e Documentação
BR1764.1; T, Mb, P986a


  2 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-883420
Autor: Branco, Paulo Coelho Castelo; Cirino, Sérgio Dias.
Título: Reflexões sobre a consciência na fenomenologia e na abordagem centrada na pessoa / Reflectionson the consciousness in phenomenology and person-centered approach
Fonte: Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora);9(2):241-258, dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo teórico que aborda, em uma revisão narrativa, a noção rogeriana de consciência, relacionando-a com o seu contexto estadunidense de ideias psicológicas, procedente de William James, e a apropriação do legado de Carl Rogers no Brasil, a partir de uma estirpe fenomenológica. Nesse sentido, apresentamos as noções de consciência nas teorias de Carl Rogers, William James e Edmund Husserl. Em seguida, discutimos as controvérsias e as possibilidades que tal apropriação provoca no desenvolvimento brasileiro da Abordagem Centrada na Pessoa (ACP), em relação: aos aspectos funcionais e intencionais da consciência; as perspectivas empíricas e transcendentais da pessoa; as possibilidades de uma abordagem fenomenológica da ACP; as dimensões locais da ACP; ao risco de assumir uma postura avessa aos rogerianismos. Concluímos que essa reflexão problematiza e aprofunda elementos teóricos concernentes à Psicologia de Rogers; e compreende o desenvolvimento e a hibridização desse conhecimento no Brasil, de modo a refletir suas extensões

Theoretical study which discusses, in a narrative review format, the Rogerian notion of consciousness, by relating it to the US context of psychological ideas, from William James' thought and the appropriation of the Carl Rogers' legacy in Brazil, through a phenomenological lineage. In this sense, the notion of consciousness on the theories of Carl Rogers, William James and Edmund Husserl are presented. Following, we discuss the controversies and possibilities that this appropriation leads to in the Brazilian development of the Person-Centered Approach (PCA), with regard to: the functional and intentional aspects of consciousness; the empirical and transcendental perspectives of the person; the possibilities of a PCA phenomenological approach; the local dimensions of PCA, and the risk of assuming an averse posture to Rogerianism. Therefore, we conclude that this reflection problematizes and deepens theoretical elements concerning Rogers' Psychology; and encompasses the development and hybridization of this knowledge in Brazil, in order to reflect its extensions
Descritores: Consciência
Psicoterapia Centrada na Pessoa
-Personalidade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  3 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1052405
Autor: Souza Filho, José Alves de; Paiva, Vilma Maria Barreto.
Título: Atitudes transferenciais na psicoterapia centrada na pessoa: um estudo de caso / Transferential attitudes in person centered psychotherapy: a case study / Actitudes de la transferencia en psicoterapia centrada en la persona: un estudio de caso
Fonte: Rev. Bras. Psicoter. (Online);21(1):99-109, Jan./Abril 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Relataremos nossa experiência clínica sobre a compreensão das atitudes transferenciais a partir de um estudo de caso. Trata-se de uma discussão advinda do trabalho conjunto entre estagiário e supervisora na formação de psicologia da Universidade Federal do Ceará, nos períodos de 2014.2 e 2015.1. Partimos do referencial teórico da psicoterapia centrada na pessoa, de Carl Rogers. Esta discussão se faz relevante por partilhar os conhecimentos teórico-práticos construídos a partir de nossa experiência na atuação clínica. Inicialmente, situaremos alguns aspectos da vida da cliente, bem como apresentaremos narrativas do episódio de atitudes transferenciais no processo psicoterapêutico. Posteriormente, com base no nosso testemunho clínico a partir da escuta para com a cliente, compreenderemos as intrínsecas relações entre os mecanismos projetivos transferenciais e a emergência de novos sentidos e sentimentos configuradores de uma nova noção de si. Por fim, apresentaremos as possíveis relações entre atitudes transferenciais e tendência de atualização do eu como uma nova via de compreensão de condução de casos clínicos dentro da psicoterapia centrada na pessoa.(AU)

We will report a case study of our clinical experience on an understanding of transference attitudes. It is a discussion about the joint work between trainee and supervisor in the psychological formation of the Federal University of Ceará, in the periods 2014.2 and 2015.1. We start from the theoretical reference of psychotherapy centered on the person of Carl Rogers. It is a relevant discussion which share the theoretical-practical knowledge built from our experience in clinical practice. Initially, we will look at some aspects of the client life as well as the current narratives of the episodes of transferential attitudes in the psychotherapeutic process. Subsequently, based on our clinical testimony from listening to the client, we will understand the intrinsic relationships between transference project mechanisms and the emergence of new senses and feelings that shape a new notion of self. Finally, we will present the possible relationships between transference attitudes and the tendency to update the self as a new way of understanding clinical case management within person centered psychotherapy.(AU)

Divulgamos nuestra experiencia clínica acerca de la comprensión de las actitudes de la transferencia de un estudio de caso. Esta es una discusión en el trabajo conjunto entre aprendiz y supervisor en la formación de la psicología, Universidad Federal de Ceará, en los períodos de 2014.2 y 2015.1. Partimos del marco teórico de la psicoterapia centrada en la persona de Carl Rogers. Esta discusión es relevante compartir conocimiento hace teórico-práctico construido a partir de nuestra experiencia en el desempeño clínico. Situaremos al principio, algunos aspectos de la vida del cliente, así como narraciones presentes del episodio de transferencia en las actitudes del proceso psicoterapéutico. Más tarde, basado en nuestro testimonio clínico de escuchar al cliente, comprender la relación intrínseca entre los mecanismos de transferencia proyectiva y la aparición de nuevos sentidos y sentimientos un nuevo concepto de setters ellos mismos. Finalmente, presentaremos la posible relación entre las actitudes de la transferencia y actualizar tendencia como una nueva forma de comprensión de la conducción de casos clínicos dentro de la psicoterapia centrada en la persona.(AU)
Descritores: GASTROENTERITIS, TRANSMISSIBLE, OF SWINE0
-Transferência Psicológica
Psicoterapia Centrada na Pessoa
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR556.1 - Biblioteca Centro de Estudos Luis Guedes


  4 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-165430
Autor: Rubin, Maria Augusta Stefanello.
Título: Enfermagem atrás das grades: um relato da assistência / Nursing in prison: a report of health care services.
Fonte: Florianópolis; s.n; mar. 1996. 113 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Santa Catarina. Curso de Mestrado em Assistência de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Esta dissertaçäo de mestrado faz um relato retrospectivo das açöes de enfermagem realizadas durante dez anos, no período compreendido entre julho de 1985 a julho de 1995, em que foi desenvolvido o programa de Extensäo Universitária: Assistência de enfermagem aos Detentos do Presídio Regional de Santa Maria-RS. O referido trabalho de extensäo efetuado foi embasado, principalmente, em duas teorias: a de Carl R. Rogers, "terapia centrada na pessoa", que foi importante para auxiliar na manutençäo de uma atitude terapêutica frente à clientela atendida, e, na teoria de Wanda Horta, que fundamentou as açöes de enfermagem tanto nos aspectos físicos quando psíquicos e sociais. Neste estudo encontra-se, na revisäo da literatura, alguns aspectos que facilitam a compreesäo do contexto prisional, enfocando pontos relativos ao trabalho em saúde nessas instituiçöes, bem como a situaçäo prisional propriamente dita e aos fatores daí decorrentes. Para a realizaçäo do relato das açöes de enfermagem, foram destacados, principalmente, dois aspectos da assistência, sendo o primeiro sobre açöes educativas desenvolvidas nas reuniöes de saúde, que foram efetuadas nos três primeiros anos da implementaçäo do programa. O segundo aspecto refere-se à assistência de enfermagem desenvolvida com clientes individualmente, representada nos dez casos relatados. Os resultados apontam para a necessidade da assistência de enfermagem a detentos e evidenciam a importância da vinculaçäo dessa assistência a seus familiares
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Psicoterapia Centrada na Pessoa/métodos
Prisões
-Qualidade de Vida
Estudos Retrospectivos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2706.00


  5 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-514559
Autor: Robine, Jean-Marie.
Título: Le champ organisme/environnement: en arrière-plan du concept / O campo organismo/ambiente: uma última perspectiva do conceito / The field organism/environment: a last plan about this concept
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;9(1):16-27, abr. 2009.
Idioma: fr.
Resumo: Le but de cet article est d'examiner le concept champ organisme / environnement cités les travaux de Perls et Goodman, sans prétention de développer de nouvelles perspectives sur la même. Il est souligné l'importance de ce concept, qui n'est pas simplement l'idée de l'homme / monde, mais se réfère à l'un des concepts fondamentaux de la Gestalt-thérapie: la frontière de contact. Pour discuter de cette question, se racheter dans les concepts de champ en K. Lewin et organisme en Goldstein, les considérant comme des processus dynamiques, et non pas seulement un espace physique ou un état physiologique du corps. L'accent est mis sur l'expérience de la personne de la compréhension phénoménologique de ce processus comme un tout contexte. L'importance de ce paradigme pour gestalt thérapeutes traduit dans la pratique clinique, dans l'action pour la reconnaissance des formes de contact établi par le client, en fournissant de la déconstruction et actualisation d'un figure fixe lemprisonné, souvent sur une fausse prémisse de la sécurité et de protection.

The proposal of this article is revises the concept of Field Organism / environment quoted in the work of Perls and Goodman, without claims of developing new perspectives about the same thing. Emphasize the importance of this concept, which does not represent simply the idea of Man / world, but refers to one of the basic concepts of the Gestalt-Terapia: Frontier of Contact. To talk about this subject, the concepts of Field are rescued in K. Lewin and Organism in K. Goldstein, considering them like dynamic processes, when a physical space was not reduced to or to a physiologic body. The emphasis is in the experience of the person, in the phenomenological sense and understanding of this process like a totality.. For the gestalt therapists , the importance of this paradigm in the clinical practice, appears by the action of recognizing contact forms established by the client, favoring the destruction and the updating of the fixed figures that imprison it, very often in a false premise of security and protection.

A proposta deste artigo é rever o conceito de Campo Organismo/ambiente citado na obra de Perls e Goodman, sem pretensões de desenvolver novas perspectivas acerca do mesmo. Ressalta-se a importância desse conceito, que não representa simplesmente a idéia de Homem/Mundo, mas sim refere-se à um dos conceitos fundamentais da Gestalt-Terapia : Fronteira de Contato. Para discorrer sobre este tema, resgatam-se os conceitos de Campo em K. Lewin e Organismo em K. Goldstein, considerando-os como processos dinâmicos, não reduzidos à um espaço físico ou à um corpo fisiológico. A ênfase está na experiência da pessoa, no sentido fenomenológico e na compreensão deste processo como uma totalidade contextualizada. A importância deste paradigma para os gestalt terapêutas reflete-se na prática clínica, na ação de reconhecimento das formas de contato estabelecida pelo cliente, propiciando a desconstrução e a atualização das figuras fixas que o aprisionam, muitas vezes numa falsa premissa de segurança e proteção.
Descritores: Terapia Gestalt
-Psicoterapia Centrada na Pessoa
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  6 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-693382
Autor: Alt, Fernanda; Campos, Carolina Mendes; Barata, André.
Título: Dificuldades, desafios e possibilidades para uma clínica Sartreana / Difficulties, challenges and possibilities for a Sartrean clinic / Dificultades, retos y posibilidades para una clínica Sartreana
Fonte: Rev. abordagem gestál. (Impr.);17(2):198-204, dez. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Refletir sobre a possibilidade de uma clínica fenomenológico-existencial é ainda hoje um grande desafio para os profissionais e estudiosos deste campo. Por se tratar de um trabalho que parte da filosofia, este se revela por vezes mais árduo, ao se mostrar carente de pressupostos psicológicos. No entanto, esta carência, longe de ser um impedimento, abre espaço para pensarmos em uma clínica desembaraçada das amarras cientificistas e positivistas que impregnaram a psicologia desde o seu nascimento. Frente a essa possibilidade, destacamos dentre as filosofias fenomenológicas e existenciais a de Jean-Paul Sartre, devido à constante preocupação presente em sua extensa obra de considerar criticamente as teorias psicológicas. É diante deste panorama que pretendemos, neste artigo, levantar algumas considerações sobre o desafio de pensar e realizar uma psicologia fenomenológico- existencial, tendo em vista a importância de sustentar o caráter crítico do qual ela é oriunda. Para tal, discutimos o problema da "importação" de conceitos por via de noções fundamentais do pensamento de Sartre, como liberdade e má-fé

Reflecting on the possibility of a phenomenological-existential clinical is still a great challenge for professionals and scholars of such field. Because it is a work that stems from philosophy, it sometimes proves to be more difficult, as it shows to have a lack of psychological assumptions. However, this gap, far from being an impediment, opens our minds up for thinking about a clinical cleared of its scientistic and positivist ties that have permeated psychology since its birth. Faced with this possibility, we highlight among the existential and phenomenological philosophies the one of Jean-Paul Sartre, owing to his constant concern during his extensive work to critically consider psychological theories. It is before this scenario that we intend in this article to raise some considerations about the challenge of thinking and realizing an existential-phenomenological psychology keeping in mind, at the same time, the importance of preserving the critical character of which it is originated. To this end, we discussed the problem of the "importation" of concepts by considering some fundamental notions of Sartre's thought, like freedom and bad faith

Reflexionar sobre la posibilidad de una clínica fenomenológica-existencial es todavía un gran desafío para los profesionales y estudiosos en este campo. Teniendo en cuenta que este es un trabajo que parte de la filosofía, esto a veces resulta ser más difícil, por mostrar la carencia de los presupuestos psicológicos. Sin embargo, esta carencia, lejos de ser un impedimento, deja un espacio abierto para pensarnos en una clínica libre de las amarras del cientificismo y del positivismo que ha impregnado la psicología desde su nacimiento. Ante esta posibilidad, destacamos entre las filosofías existenciales y fenomenológicos a de Jean-Paul Sartre, debido a la constante preocupación presente en su extensa obra de considerar críticamente las teorías psicológicas. Es en este contexto que pretendemos en este artículo plantear algunas consideraciones sobre el desafío de pensar y realizar una psicología existencial-fenomenológica teniendo en cuenta la importancia de sustentar el carácter crítico de lo cual proviene. Con este fin, hemos discutido el problema de la "importación" de conceptos a través de las nociones fundamentales del pensamiento de Sartre, como la libertad, y la mala fe
Descritores: Psicologia Clínica
Existencialismo/psicologia
Liberdade
Psicoterapia Centrada na Pessoa
Limites: Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  7 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-693378
Autor: Alvim, Monica Botelho.
Título: A ontologia da carne em Merleau-Ponty e a situação clínica na Gestalt-terapia: entrelaçamentos / The ontology of the flesh in Merleau-Ponty and clinical situation in the perspective of Gestalt-therapy / La ontología de la carne en Merleau-Ponty y la situación psicoterápica desde la perspectiva de la terapia Gestalt
Fonte: Rev. abordagem gestál. (Impr.);17(2):143-151, dez. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Neste trabalho discutimos a clínica da Gestalt-Terapia como campo de experiência, buscando ampliar sua compreensão por meio do diálogo com Merleau-Ponty. Nosso ponto central é a experiência no mundo com o outro e o lugar dessa experiência no processo de significação da existência. Sublinhando na Gestalt-Terapia: a) as noções de campo organismo-ambiente e fronteira de contato como concepções descritivas da experiência no mundo, um processo de desdobramento temporal que envolve diferença e criação de sentidos; b) a proposta metodológica de que a psicoterapia deve buscar concentrar-se na situação, na estrutura da experiência aqui e agora; c) a consideração da psicoterapia como uma situação que envolve eu e outro em diálogo. Considerando que Merleau-Ponty comunga com a Gestalt-Terapia raízes e influências e que faz um retorno ao mundo e à experiência na busca do sentido, buscamos fazer aproximações com seus últimos escritos, quando propõe uma ontologia da carne e pensa a experiência como fissão, diferença e reversibilidade, introduzindo com a noção de intercorporeidade a possibilidade de "sentir com", ou seja, encontrar o outro não no espaço objetivo, da reflexão, mas no campo do irrefletido e da experiência em estado bruto

In this work we discuss Gestalt therapy clinical practice as a field of experience, seeking to broaden its understanding through dialogue with Merleau-Ponty. Our focal point is experience with the other in the world and the place of experience in the process of signification of existence. Underlining in Gestalt-Therapy: a) the notions of environment-organism field and contact boundary as descriptive conception of the human experience, an unfolding temporal process that involves difference and meaning-making; b) Its methodological proposal that psychotherapy should seek to focus on the situation, ie, the structure of experience here and now; c) The consideration of psychotherapy as a situation involving self and other in dialogue. Considering that Merleau-Ponty shares with Gestalt Therapy roots and influences and both propose a return to the world and experience in the search for meaning, we seek to make comparisons with his late thought, when he proposes an ontology of the flesh and thinks experience as fission, difference and reversibility, to introduce by the notion of intercorporeality, the possibility of "feeling with", ie, find the other not in the objective space of reflection, but in the realm of thoughtless

Hablamos de la atención clínica de la terapia Gestalt como un campo de experiéncia, tratando de ampliar su comprensión mediante el diálogo con Merleau-Ponty. Nuestro punto central es la experiencia con otros en el mundo y el lugar de la experiencia en el proceso de significación de la existencia. Destacando en la terapia gestalt: a) las nociones de campo organismo-entorno y el frontera-contacto como concepción descriptiva de La experiencia en el mundo, un proceso de desarrollo temporale que implica la diferencia y la producion de significado; b) la metodología propuesta que la psicoterapia debe tratar de centrarse en la situación, la estructura de la experiencia aquí y ahora; c) la consideración de la psicoterapia como una situación de diálogo entre yo y el otro. Teniendo en cuenta que Merleau-Ponty comparte con las raíces de la Terapia Gestalt e influencias y ofrece regreso al mundo y la experiencia en la búsqueda de sentido, tratamos de hacer comparaciones con sus últimos escritos, cuando el filósofo propone una ontología de la carne y piensa en la experiencia como fisión, diferencia y reversibilidad. Ali introduce la posibilidad de "sentir con" a través de la noción de intercorporeidad , es decir, encontrar el otro en el espacio oscuro de la irreflexión
Descritores: Terapia Gestalt
Psicoterapia Centrada na Pessoa
Limites: Humanos
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  8 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-946386
Autor: Vieira, Emanuel Meireles; Freira, José Célio.
Título: Psicopatologia e terapia centrada no cliente: por uma clínica das paixões / Psychopathology and Client Centered Therapy: for a clinic of the passions
Fonte: Memorandum;23:57-69, out. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: A psicopatologia é tema central na clínica psicológica. Tentativas de definições de normalidade e patologia estão presentes nas teorias e engendram práticas clínicas diferenciadas. O objetivo deste trabalho é discutir psicopatologia na Terapia Centrada no Cliente, através da noção de pessoa em pleno funcionamento, de Carl Rogers. Questionase esta noção, baseado na ética da alteridade radical, de Emmanuel Lévinas, reafirmando o pathos como paixão e reconhecendo a necessidade de a psicoterapia centrada na pessoa escutar o radicalmente Outro. Aponta-se, finalmente, a desconstrução da ideia de pessoa em pleno funcionamento, por esta desconsiderar a diferença do Outro, numa concepção totalizante da subjetividade.(AU)

Psychopathology is the central theme on clinical psychology. Endeavors for statements of normality and pathology are presented in the theories and engender different clinical practices. The aim of this work is to discuss psychopathology on Client Centered Therapy through the notion of person in fully functioning by Carl Rogers. Questions are made, based on the ethics of radical alterity by Emmanuel Lévinas, reaffirming the pathos as passion and recognizing the necessity of the person centered psychotherapy to be open to listen to the radically Other. Finally, the desconstruction of the idea of fully functioning person is pointed, once it disregards the difference of the Other, in a whole conception of subjectivity.(AU)
Descritores: Psicoterapia Centrada na Pessoa
Psicologia
Psicopatologia
Responsável: BR654.1 - BIB - Biblioteca Universitária


  9 / 65 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-911384
Autor: Fontgalland, Rebeca Cavalcante; Moreira, Virginia; Melo, Cynthia de Freitas.
Título: A experiência de ser empático para o psicoterapeuta humanista-fenomenológico iniciante / The experience of being empathic to the beginner humanistic-phenomenological psychotherapist / La experiencia de ser empático para el psicoterapeuta humanista-fenomenológico principiante
Fonte: Arq. bras. psicol. (Rio J. 2003);70(1):5-20, jan./mar. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: A compreensão empática é um conceito fundamental na psicoterapia humanista-fenomenológica, e que representa um desafio para os psicólogos iniciantes. Esta pesquisa objetiva compreender a experiência de ser empático para o psicoterapeuta humanista-fenomenológico iniciante. Foi realizada uma pesquisa exploratória, de abordagem qualitativa, na qual 25 estagiários de clínica-escola em Fortaleza participaram de uma entrevista aberta, cujos dados foram submetidos à análise fenomenológica mundana. Os resultados mostram que a experiência de ser empático se apresenta como algo a ser construído em cada sessão, permitindo que o terapeuta se aproxime de seu cliente e acolha o seu sofrimento. Isso ocorre através da redução fenomenológica que, como ferramenta metodológica, tem muito a contribuir para a realização da compreensão empática. Conclui-se que a empatia se confirma como figura central na psicoterapia, podendo ser facilitada pela redução fenomenológica

Empathic understanding is a fundamental concept in humanistic-phenomenological psychotherapy, and it poses a challenge for beginning psychologists. This research aims to comprehend the experience of being empathic to the novice humanist-phenomenological psychotherapist. An exploratory, qualitative approach was carried out in which 25 trainees from clinic-school in Fortaleza participated in an open interview, whose data were submitted to mundane phenomenological analysis. Results show that the experience of being empathic presents itself as something to be constructed in each session, allowing the therapist to approach his client, accepting his suffering. This occurs through phenomenological reduction that, as a methodological tool, has much to contribute to the realization of empathic understanding. It was concluded that empathy is confirmed as a central figure in psychotherapy and can be facilitated by the phenomenological reduction

La comprensión empática es un concepto fundamental en la psicoterapia humanista-fenomenológica, y que representa un desafío para los psicólogos principiantes. Esta investigación objetiva comprender la experiencia de ser empático para el psicoterapeuta humanista-fenomenológico principiante. Se realizó una investigación exploratoria, de abordaje cualitativo, en la cual 25 pasantes de clínica-escuela en Fortaleza participaron de una entrevista abierta, cuyos datos fueron sometidos al análisis fenomenológico mundano. Los resultados demuestran que la experiencia de ser empático se presenta como algo a ser construido en cada sesión, permitiendo que el terapeuta se acerque a su cliente, acogiendo su sufrimiento. Esto ocurre a través de la reducción fenomenológica que, como herramienta metodológica, tiene mucho que contribuir a la realización de la comprensión empática. Se concluye que la empatía se confirma como figura central en psicoterapia, pudiendo ser facilitada por la reducción fenomenológica
Descritores: Empatia
Psicoterapia Centrada na Pessoa
Psicologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1194.1 - BT - Biblioteca


  10 / 65 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870423
Autor: Gomes, Patricia Helena Goulart.
Título: O cuidado centrado no paciente (na pessoa?) nos serviços de saúde: as estratégias utilizadas pelos governos / The patient-centered care (in person?) In health care: the strategies used by governments.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O cuidado centrado no paciente foi incluído como um dos seis atributos da qualidade em saúde pelo Institute of Medicine, em 2001. Desenvolver este atributo na prática permanece ainda como um grande desafio para os sistemas de saúde. O objetivo deste estudo foi identificar e descrever as estratégias dos governos e organizações não governamentais de alguns países para alcançar um cuidado centrado no paciente nos serviços de saúde. Para alcançar este objetivo foi desenvolvido um estudo descritivo, através de revisão documental, em portais de governo e organizações não governamentais, de países onde existe estratégia definida para melhoria da qualidade do cuidado em saúde. Foram encontrados alguns termos e definições referentes ao cuidado centrado no paciente (pessoa) nos diferentes países. As principais estratégias e propostas das organizações para colocar em prática o cuidado centrado no paciente encontradas foram descritas separadamente por país. A capacitação dos profissionais, a facilitação do acesso dos pacientes às informações sobre sua saúde e o monitoramento do cuidado centrado no paciente foram as estratégias mais comuns encontradas nos países estudados. Os dados para compor os indicadores de monitoramento foram, via de regra, extraídos de questionários para avaliar a experiência dos pacientes com o cuidado. Verificou-se que a partir do início desse século a inclusão do cuidado centrado no paciente tornou-se item fundamental nas reformas dos sistemas de saúde dos países selecionados.

The patient centered care was included as one of the six aims of health quality by the Institute of Medicine, in 2001. Developing this aim in practice remains a big challenge for health systems. The objective of this study was to identify and describe the government and the non-governmental organizations strategies of some countries to reach a patient centered care in those health services. To achieve this objective, a descriptive study was developed, through documental revision, in governments and non-governmental organizations websites, from countries where there is a defined strategy for health care quality improvement. Terms and definitions for patient (person) centered care were found in different countries. The main strategies and proposals made by organizations to introduce the patient centered care were described separately by countries. The professional training, the facilitation of access to information about health for patients and monitoring for patient centered care are the most common strategies found. The data to compose the indicators were extracted by surveys to evaluate the patients experience with care. It was found that from the beginning of this century the inclusion of the patient centered care has became a critical item in the health systems reforms in the countries studies.
Descritores: Letramento em Saúde
Assistência ao Paciente
Assistência Centrada no Paciente
Qualidade da Assistência à Saúde
Psicoterapia Centrada na Pessoa
-Humanização da Assistência
Direitos do Paciente
Satisfação do Paciente
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; T362.1042, G633c



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde