Base de dados : LILACS
Pesquisa : F04.754.775 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 53 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 53 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-899402
Autor: Ribeiro, Ângela; Ribeiro, João P; von Doellinger, Orlando.
Título: Depression and psychodynamic psychotherapy
Fonte: Rev. bras. psiquiatr;40(1):105-109, Jan.-Mar. 2018.
Idioma: en.
Resumo: Depression is a complex condition, and its classical biological/psychosocial distinction is fading. Current guidelines are increasingly advocating psychotherapy as a treatment option. Psychodynamic psychotherapy models encompass a heterogeneous group of interventions derived from early psychoanalytic conceptualizations. Growing literature is raising awareness in the scientific community about the importance of these treatment options, as well as their favorable impact on post-treatment outcomes and relapse prevention. Considering the shifting paradigm regarding treatment of depressive disorder, the authors aim to provide a brief overview of the definition and theoretical basis of psychodynamic psychotherapy, as well as evaluate current evidence for its effectiveness.
Descritores: Depressão/terapia
Transtorno Depressivo Maior/terapia
Psicoterapia Psicodinâmica
-Fatores de Risco
Resultado do Tratamento
Medicina Baseada em Evidências
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014736
Autor: Laskoski, Pricilla Braga; Hauck, Simone; Teche, Stefania Pigatto; Padoan, Carolina Stopinski; Barros, Alcina Juliana Soares; Serralta, Fernanda Barcellos; Eizirik, Cláudio Laks.
Título: Interaction structures in the psychodynamic psychotherapy of a patient with chronic diseases and somatic symptoms / Estruturas de interação na psicoterapia psicodinâmica de uma paciente com doenças crônicas e sintomas somáticos
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);41(2):128-135, Apr.-June 2019. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective This study aimed to identify and analyze the interaction structures (ISs) (patterns of reciprocal interaction between the patient-therapist dyad) that characterize the process of a successful long-term psychodynamic psychotherapy (28 months) of a patient with chronic diseases (lupus and fibromyalgia) and somatic symptoms. Methods The 113 sessions were videotaped and analyzed alternately (n = 60) by independent judges using the Psychotherapy Process Q-Set. Inter-rater reliability ranged from 0.60 to 0.90, with a mean of r = 0.71 (Pearson's correlation). Through a principal component exploratory factor analysis, four ISs were identified. Result The patterns of interaction between patient and therapist showed clinical validity (i.e., they were easily interpretable in the context of the case under study). The ISs were non-linear and more or less prominent across different treatment sessions and stages. Some ISs were similar to those in other studies, and others were probably unique to the present process. In addition, some ISs were independent, whereas others were interrelated over time. Conclusion Process studies, such as the present one, seek to address questions about the characteristics of the interaction between patient and therapist as well as to identify particular patterns of interaction that are most prominent with a specific patient at a specific condition or time. Therefore, these studies can provide some support in establishing knowledge for clinical practice, assisting in the training of therapists, as well as in the elaboration of general guidelines for the technical management of patients with specific characteristics.

Resumo Objetivo Este estudo objetivou identificar e analisar as estruturas de interação (interaction structures [ISs]) (padrões de interação recíproca entre a dupla paciente-terapeuta) que caracterizam o processo de uma psicoterapia psicodinâmica de longa duração (28 meses) de uma paciente com doenças crônicas (lúpus e fibromialgia) e sintomas somáticos. Métodos As 113 sessões foram filmadas e analisadas alternadamente (n = 60) por juízes independentes usando o Psychotherapy Process Q-Set. A confiabilidade entre avaliadores variou de 0.60 a 0.90, com média de r = 0.71 (correlação de Pearson). Por meio de uma análise fatorial exploratória do componente principal, foram identificadas quatro ISs. Resultados Os padrões de interação entre paciente e terapeuta mostraram validade clínica (ou seja, foram facilmente interpretáveis no contexto do caso em estudo). As ISs foram não lineares e mais ou menos proeminentes em diferentes sessões e etapas do tratamento. Algumas ISs foram semelhantes às de outros estudos, e outras provavelmente foram exclusivas do presente processo. Além disso, algumas ISs eram independentes, enquanto outras estavam inter-relacionadas ao longo do tempo. Conclusão Estudos de processo como o presente procuram abordar questões sobre as características da interação entre paciente e terapeuta, bem como identificar padrões particulares de interação que são mais proeminentes com um determinado paciente em condições ou momentos específicos. Portanto, esses estudos podem fornecer suporte ao estabelecimento de conhecimentos para a prática clínica, auxiliando na formação de terapeutas, bem como na elaboração de diretrizes gerais para o manejo técnico de pacientes com características específicas.
Descritores: Relações Profissional-Paciente
Fibromialgia/psicologia
Psicoterapia Psicodinâmica
Aliança Terapêutica
Lúpus Eritematoso Sistêmico
-Emoções
Limites: Humanos
Feminino
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014732
Autor: Da Costa, Camila Piva; Padoan, Carolina Stopinski; Hauck, Simone; Teche, Stefania Pigatto; Eizirik, Cláudio Laks.
Título: What is the appropriate time to measure outcome and process factors in psychodynamic psychotherapy? / Qual o tempo apropriado pata medir fatores de resultado e processo em psicoterapia psicodinâmica?
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);41(2):112-120, Apr.-June 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Different instruments and methods for measuring factors related to the progress and effectiveness of psychodynamic psychotherapy (PDT) have been widely discussed in the literature. However, there are no established guidelines on the most appropriate time to perform these measurements. Objectives The aim of this study is to problematize what is the appropriate time to measure the initial outcomes (symptoms, interpersonal relationships, quality, and social role) and process factors (alliance) in the early stages of PDT. Methods A naturalistic cohort study was conducted, following 304 patients during the first six months of psychotherapy. The therapeutic alliance was evaluated after four sessions; symptoms, interpersonal relationships, and social role were evaluated at intake and after 12 and 24 sessions. Results Our results indicate that four sessions were sufficient to measure the bond dimension of the therapeutic alliance, while more time is probably needed to adequately measure other aspects of the therapeutic alliance, such as tasks and goals. However, 12 sessions of treatment proved sufficient to detect improvements in all dimensions of the outcome instruments with moderate effect sizes, and those gains were stable at the 24th session. Conclusion According to our findings, 12 sessions seem to be sufficient to assess initial gains in PDT, although more studies are needed to evaluate the appropriate time to assess all aspects of the therapeutic alliance. Further studies are also required to evaluate the appropriate time to assess intermediate and long-term progress with regard to symptoms, interpersonal relations, social role and personality reorganization.

Resumo Introdução Diferentes instrumentos e formas de medir fatores relacionados ao progresso e à efetividade da psicoterapia psicodinâmica (PDT) têm sido amplamente discutidos na literatura. No entanto, não há diretrizes estabelecidas sobre o tempo apropriado para que essas medidas sejam realizadas. Objetivos O objetivo deste estudo é problematizar qual o momento apropriado para medir resultados iniciais (sintomas, relações interpessoais e papel social) e fatores de processo (aliança) nos estágios iniciais da PDT. Métodos Realizou-se estudo de coorte naturalista que acompanhou 304 pacientes durante os primeiros seis meses de psicoterapia. A aliança terapêutica foi avaliada após quatro sessões; sintomas, relações interpessoais e papel social foram avaliados na entrevista de entrada e após 12 e 24 sessões. Resultados Nossos resultados indicam que quatro sessões foram suficientes para medir a dimensão do vínculo da aliança terapêutica, enquanto que é necessário mais tempo para medir adequadamente outros aspectos da aliança terapêutica, como tarefas e objetivos. No entanto, 12 sessões de tratamento revelaram-se suficientes para detectar melhora em todas as dimensões dos instrumentos de resultados com tamanhos de efeito moderados, e esses ganhos se mostraram estáveis na 24ª sessão. Conclusão De acordo com nossos achados, 12 sessões parecem ser suficientes para acessar os ganhos iniciais na PDT, porém mais estudos são necessários para avaliar o tempo apropriado de medir todos os aspectos da aliança terapêutica. São necessários mais estudos para avaliar o tempo apropriado para avaliar os ganhos intermediários e de longo prazo em relação a sintomas, função interpessoal e função social.
Descritores: Psicoterapia Psicodinâmica
Aliança Terapêutica
Transtornos Mentais/terapia
-Personalidade
Fatores de Tempo
Estudos Longitudinais
Resultado do Tratamento
Relações Interpessoais
Transtornos Mentais/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014738
Autor: Both, Luciane Maria; Bastos, André Goettems; Freitas, Lúcia Helena Machado.
Título: Operationalized psychodynamic diagnosis: a systematic review of the literature / Diagnóstico psicodinâmico operacionalizado: uma revisão sistemática da literatura
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);41(2):201-210, Apr.-June 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: Abstract Introduction The Operationalized Psychodynamic Diagnosis (OPD-2) is an operational multiaxial diagnostic assessment and treatment planning tool. This systematic review sought to analyze empirical studies that used the OPD as an instrument. In addition to identifying the studies, we analyzed the topics covered and the results of research that used the OPD empirically. Method Articles, dissertations and empirical theses that mentioned or used the OPD instrument in the last five years (2012-2017) were included in this review. The strategy included searching with combinations of the descriptors "Operationalized and psychodynamic and diagnosis" from the Portal de Periódicos CAPES on the PubMed, Google Scholar, and ResearchGate databases for work published in English, Portuguese or Spanish in the last five years. Results The search returned a total of 189 papers, but only 20 were included. The studies selected discussed the validity and reliability of the instrument, the therapeutic process and analysis of outcomes, assessment of different mental disorders, and also included studies comparing different instruments and techniques. Considerable scientific effort has evidently been dedicated to accumulating more consistent data on psychodynamic diagnosis. Conclusion It was demonstrated that the OPD is an essential clinical tool for dimensional comprehension of the subject and for scientific research. However, the number of publications on the subject is not yet significant and the methods employed are diverse. Nevertheless, there is a growing body of data on topics such as applicability in different contexts and to different pathologies, promoting greater visibility and with greater representativeness of professionals who have experience with the instrument.

Resumo Introdução O Diagnóstico Psicodinâmico Operacional (OPD-2) é uma ferramenta operacional de avaliação diagnóstica multiaxial e planejamento terapêutico. Esta revisão sistemática buscou analisar estudos empíricos que utilizassem o OPD como instrumento; além de identificar os estudos, foram verificados os tópicos e resultados de pesquisa que utilizaram empiricamente o OPD. Método Foram incluídos os artigos, dissertações e teses empíricas dos últimos cinco anos (2012 a 2017) que abordaram ou utilizaram o instrumento OPD. A estratégia de busca incluiu o cruzamento dos descritores "Operacionalizado e Psicodinâmico e Diagnóstico", do Portal de Periódicos CAPES, nas bases de dados do PubMed, Google Scholar, ResearchGate, publicado em inglês, português ou espanhol nos últimos cinco anos. Resultados A busca resultou em um total de 189 artigos, mas apenas 20 foram incluídos. Os estudos selecionados trataram da validade e confiabilidade do instrumento, processo terapêutico e análise de resultados, avaliação de diferentes transtornos mentais e estudos comparativos com diferentes instrumentos ou técnicas. Um notável esforço científico no desenvolvimento de dados mais consistentes sobre o diagnóstico psicodinâmico. Conclusão Demonstrou-se que a OPD é uma ferramenta clínica essencial em relação à compreensão dimensional do sujeito e em pesquisas científicas. No entanto, o número de produções sobre o assunto ainda não é significativo, os métodos são diversos, mas os dados estão crescendo, como: a aplicabilidade em diferentes contextos, diferentes patologias, promover maior visibilidade com maior representatividade de profissionais que possuem conhecimento do instrumento.
Descritores: Psicoterapia Psicodinâmica
Transtornos Mentais/diagnóstico
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014733
Autor: Fiorini, Guilherme Pacheco; Ramires, Vera Regina Röhnelt.
Título: Development of Brazilian prototypes for child psychodynamic psychotherapy and cognitive-behavioral therapy / Desenvolvimento de protótipos brasileiros de psicoterapia psicodinâmica e terapia cognitivo-comportamental de crianças
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);41(2):149-158, Apr.-June 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction This study developed Brazilian psychodynamic psychotherapy (PDT) and cognitive-behavioral therapy (CBT) prototypes for children with internalizing disorders (ID) and externalizing disorders (ED). Method Eighteen Brazilian experts in PDT (n = 9) and CBT (n = 9) rated the 100 items of the Child Psychotherapy Q-Set (CPQ) describing a hypothetical typical session based on their respective theoretical backgrounds for children with ID. They then rated the same items describing a hypothetical typical session for children with ED. A Q-type factor analysis with varimax rotation was performed. Results Expert correlations were high within each theoretical approach and each diagnostic category. The factor analysis identified three independent factors. CBT ratings concentrated on one factor, while PDT ratings loaded onto one factor describing treatment of children with ID and another factor describing treatment of children with ED. Conclusion The sole CBT prototype reflected a general conceptualization of this approach and was undifferentiated regarding treatment of children with ID and ED. The PDT prototype for children with ID provided evidence of a process focused on interpretation, while the PDT prototype for children with ED characterized a supportive process with attention to the therapeutic relationship. This infers greater variation in the PDT setting for children with different conditions.

Resumo Introdução Este estudo desenvolveu protótipos brasileiros de psicoterapia psicodinâmica (PP) e terapia cognitivo-comportamental (TCC) para crianças com transtornos internalizantes (TI) e externalizantes (TE). Método Dezoito experts brasileiros em PP (n = 9) e TCC (n = 9) classificaram os 100 itens do Child Psychotherapy Q-Set (CPQ) descrevendo uma sessão hipotética típica de acordo com suas respectivas abordagens teóricas para crianças com TI. Depois, eles classificaram os mesmos itens descrevendo uma sessão hipotética típica para crianças com TE. Foi realizada uma análise fatorial do tipo Q com rotação varimax. Resultados As correlações dos experts foram altas, considerando ambas as abordagens teóricas e as duas categorias diagnósticas. A análise fatorial gerou três fatores independentes. As avaliações da TCC concentraram-se em um fator, enquanto as avaliações da PP geraram um fator que descreveu o tratamento de crianças com TI e um outro fator que descreveu o tratamento de crianças com TE. Conclusão O protótipo único da TCC refletiu uma conceptualização geral dessa abordagem, indiscriminada em relação aos sintomas da criança. O protótipo da PP para crianças com TI evidenciou um processo focado na interpretação, enquanto o protótipo da PP para crianças com TE caracterizou um processo suportivo com atenção à relação terapêutica. Infere-se uma maior variação no processo em PP para crianças com diferentes sintomatologias.
Descritores: Terapia Cognitivo-Comportamental/métodos
Psicoterapia Psicodinâmica/métodos
Transtornos Mentais/terapia
-Brasil
Transtornos Mentais/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1004839
Autor: Khademi, Mojgan; Hajiahmadi, Mahmoud; Faramarzi, Mahbobeh.
Título: The role of long-term psychodynamic psychotherapy in improving attachment patterns, defense styles, and alexithymia in patients with depressive/anxiety disorders / O papel da psicoterapia psicodinâmica de longo prazo na melhora de padrões de apego, estilos de defesa e alexitimia em pacientes com transtornos depressivos e de ansiedade
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);41(1):43-50, Jan.-Mar. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Long-term psychodynamic psychotherapy (LTPP) emphasizes the centrality of intrapsychic and unconscious conflicts and their relation to development. Although there is evidence supporting the efficacy of LTPP in mental disorders, little research has been published on the efficacy of LTPP for depressive and anxiety disorders. Objective To examine whether patients with anxiety and depressive disorders demonstrate improvement in their attachment styles, defense styles, psychiatric symptoms, anxiety/depressive symptoms, and alexithymia with LTPP. Methods In this retrospective, descriptive study, the psychological outcomes of patients who were treated at the psychoanalytic clinic of Babol University of Medical Sciences were assessed. Fourteen patients diagnosed with depressive or anxiety disorder participated in the study of LTPP using the self-psychology approach. The Beck Depression Inventory II, Beck Anxiety Inventory, Adult Attachment Scale, 40-item Defense Style Questionnaire, and the 20-item Toronto Alexithymia Scale were administered at pre-treatment, post-treatment, and 6-month follow-up. Generalized estimating equations were used to analyze changes in psychological outcomes after each of the three assessments. Results The mean scores of depression and anxiety and secure attachment improved significantly after LTPP with self-psychology approach from baseline to post-treatment and follow-up. Also, the mean scores of neurotic and immature defenses, difficulty in identifying feelings, difficulty in describing feelings, externally oriented thinking, and total alexithymia scores decreased significantly from baseline to post-treatment and follow-up. Conclusion Symptoms of anxiety disorders, depressive disorders, insecure attachment styles, alexithymia, and neurotic/immature defense styles improved after the LTPP with self-psychology approach. Moreover, the improvements persisted at the 6-month follow-up.

Resumo Introdução A psicoterapia psicodinâmica de longo prazo (PPLP) enfatiza a centralidade dos conflitos intrapsíquicos e inconscientes e sua relação com o desenvolvimento. Apesar da evidência em favor da eficácia da PPLP em transtornos mentais, há poucos dados sobre a eficácia da PPLP em transtornos de depressão/ansiedade. Objetivo Examinar se pacientes com transtornos de depressão/ansiedade demonstram melhora em seus estilos de apego, estilos defensivos, sintomas psiquiátricos, sintomas de ansiedade/depressão e alexitimia com PPLP. Métodos Neste estudo retrospectivo, descritivo, os desfechos psicológicos de pacientes tratados na clínica psicanalítica da Babol University of Medical Sciences foram avaliados. Quatorze pacientes com diagnóstico de transtorno de depressão ou ansiedade participaram do estudo sobre PPLP com abordagem de psicologia do self. O Inventário de Depressão de Beck II, o Inventário de Ansiedade de Beck, a Escala de Apego do Adulto, o Questionário de Estilo de Defesa-40 e a Escala de Alexitimia de Toronto-20 foram administrados antes e após o tratamento e no seguimento de 6 meses. Equações de estimação generalizadas foram usadas para analisar mudanças nos desfechos psicológicos após cada avaliação. Resultados Os escores médios de depressão/ansiedade e apego seguro melhoraram significativamente após PPLP com abordagem de psicologia do self do início do estudo ao pós-tratamento e seguimento. Além disso, os escores médios de defesas neuróticas e imaturas, dificuldade em identificar sentimentos, dificuldade em descrever sentimentos, pensamentos orientados externamente e escores totais de alexitimia diminuíram significativamente do início do estudo ao pós-tratamento e seguimento. Conclusão Sintomas de transtornos de ansiedade, transtornos depressivos, estilos de apego inseguro, alexitimia e estilos de defesa neuróticos/imaturos melhoraram após PPLP com abordagem de psicologia do self. Além disso, as melhoras persistiram no seguimento de 6 meses.
Descritores: Transtornos de Ansiedade/terapia
Avaliação de Resultados em Cuidados de Saúde
Sintomas Afetivos/terapia
Mecanismos de Defesa
Transtorno Depressivo/terapia
Psicoterapia Psicodinâmica/métodos
Apego ao Objeto
-Transtornos de Ansiedade/fisiopatologia
Fatores de Tempo
Estudos Retrospectivos
Sintomas Afetivos/fisiopatologia
Transtorno Depressivo/fisiopatologia
Irã (Geográfico)
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-788009
Autor: Serralta, Fernanda Barcellos; Ablon, John Stuart.
Título: Development of Brazilian prototypes for short-term psychotherapies / Desenvolvimento de protótipos brasileiros para psicoterapias de curta duração
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);38(2):71-79, abr. jun. 2016. tab.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul.
Resumo: Abstract Introduction: The Psychotherapy Process Q-Set (PQS) prototype method is used to measure the extent to which ideal processes of different psychotherapies are present in real cases, allowing researchers to examine how adherence to these models relates to or predicts change. Results from studies of short-term psychotherapies suggest that the original psychodynamic prototype is more suitable for studying psychoanalysis and long-term psychodynamic psychotherapy than its time-limited counterparts. Furthermore, culture probably influences how therapies are typically conducted in a given country. Therefore, it seems appropriate to develop Brazilian prototypes on which to base studies of short-term psychodynamic and cognitive-behavioral processes in this country. Objective: To develop prototypes for studying processes of short-term psychotherapies and to examine the degree of adherence of two real psychotherapy cases to these models. Methods: Expert clinicians used the PQS to rate a hypothetical ideal session of either short-term psychodynamic psychotherapy (STPP) or cognitive-behavioral therapy (CBT). Ratings were submitted to Q-type factor analysis to confirm the two groups. Regressive factor scores were rank ordered to describe the prototypes. These ideal models were correlated with ratings of actual therapy processes in two complete psychotherapy cases, one STPP and the other CBT. Results: Agreement levels between expert ratings were high and the two ideal models were confirmed. As expected, the PQS ratings for actual STPP and CBT cases had significant correlations with their respective ideal models, but the STPP case also adhered to the CBT prototype. Conclusion: Overall, the findings reveal the adequacy of the prototypes for time-limited therapies, providing initial support of their validity.

Resumo Introdução: O método dos protótipos derivados do Psychotherapy Process Q-Set (PQS) mensura em que medida processos de diferentes psicoterapias estão presentes em casos reais, permitindo pesquisadores examinarem como a adesão a esses modelos se relaciona com ou prediz a mudança. Resultados de estudos com psicoterapias breves sugerem que o protótipo psicodinâmico original é mais adequado para estudar psicanálise e psicoterapia psicodinâmica de longo prazo do que suas variantes de tempo limitado. Além disso, a cultura provavelmente influencia o modo como as psicoterapias são tipicamente conduzidas em determinado país. Portanto, parece apropriado o desenvolvimento de protótipos brasileiros para subsidiar estudos de processos psicodinâmicos e cognitivo-comportamentais de curto prazo neste país. Objetivo: Desenvolver protótipos para o estudo dos processos de psicoterapias de curta duração e examinar o grau de adesão de dois casos reais de psicoterapia a esses modelos. Métodos: Especialistas brasileiros usaram o PQS para avaliar uma sessão hipotética ideal de psicoterapia psicodinâmica breve (PPB) ou de terapia cognitivo-comportamental (TCC). A análise fatorial do tipo Q foi realizada para confirmar os dois fatores. Os escores fatoriais regressivos foram ordenados para descrever os protótipos. Os protótipos foram correlacionados com as avaliações de processos reais de terapia em dois casos completos, um de PPB e outro de TCC. Resultados: Houve alta concordância entre especialistas, e os dois modelos ideais foram confirmados. Como esperado, os escores do PQS para os casos reais de PPB e TCC apresentaram correção significativa com seus respectivos modelos ideais, mas o caso de PPB aderiu também ao protótipo TCC. Conclusões: No geral, os resultados revelam a adequação dos protótipos para terapias com tempo limitado, fornecendo suporte inicial de sua validade.
Descritores: Psicoterapia Breve/métodos
Terapia Cognitivo-Comportamental/métodos
Psicoterapia Psicodinâmica/métodos
-Ansiedade/etiologia
Ansiedade/terapia
Brasil
Análise de Regressão
Análise Fatorial
Cooperação do Paciente
Comportamento Compulsivo/terapia
Depressão/etiologia
Depressão/terapia
Cardiopatias/cirurgia
Cardiopatias/psicologia
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-764664
Autor: Machado, Diogo de Bitencourt; Teche, Stefania Pigatto; Lapolli, Catherine; Tavares, Beatriz Franck; Almeida, Laura Sigaran Pio de; Silva, Giovana Barreto da; Magalhães, Pedro Vieira da Silva; Eizirik, Cláudio Laks.
Título: Countertransference and therapeutic alliance in the early stage of adult psychodynamic psychotherapy / Contratransferência e aliança terapêutica no início da psicoterapia psicodinâmica de adultos
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);37(3):133-142, jul. set. 2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: Objectives:The primary objective of this study was to assess the relationship between countertransference (CT) and therapeutic alliance (TA) during the early stages of psychodynamic psychotherapy. A secondary objective is to assess associations between CT and variables related to therapist and patient and between CT and other patient variables investigated, which were defense mechanisms, symptomology and functionality.Methodology: This was a cross-sectional study that enrolled 30 patients treated by 17 different therapists at the psychotherapy clinics of two psychiatry centers. Assessments of each patient-therapist pair were conducted between their fourth and 10th sessions.Results: The CT distance domain exhibited a moderate negative correlation with TA, particularly its sub-dimension representing the patient's capacity for work in therapy. Moderate positive correlations were observed between CT distance and the splitting defense mechanism and between CT closeness and suppression defenses, in addition to moderate negative correlation between CT indifference and the fantasy defense mechanism. Another finding was higher scores for CT indifference in association with socioeconomic classes D and E.Conclusions: The quality of CT may provide a source of information about TA. A high degree of CT distance represents a low level of TA, particularly with relation to the patient's working capacity, although presence of the splitting defense mechanism can affect CT, to the extent that it constitutes a confounding variable. The concept of CT is useful to psychotherapists, providing a source of information about the patient's internal world and about certain elements of therapy, such as the quality of TA, which is important for good treatment results.

Objetivos: O objetivo principal desta pesquisa foi avaliar a relação entre a contratransferência (CT) e a aliança terapêutica (AT) no início da psicoterapia psicodinâmica. O objetivo secundário é avaliar a associação da CT com as variáveis da dupla e da CT com as demais variáveis do paciente avaliadas, que foram os mecanismos de defesa, sintomatologia e funcionalidade.Metodologia:Trata-se de um estudo transversal com 30 pacientes do ambulatório de psicoterapia de dois serviços de psiquiatria, atendidos por 17 terapeutas. As avaliações ocorreram entre quarto e décimo encontros da dupla.Resultados:A dimensão da CT distância apresentou correlação negativa moderada com a AT, especialmente sua dimensão que representa a capacidade de trabalho em terapia do paciente. Foram verificadas correlações moderadas positivas entre CT distância e cisão e entre CT proximidade e supressão, além da correlação moderada negativa da CT indiferença com fantasia. Outro dado encontrado foi a presença de maiores níveis da CT indiferença diante de pacientes da classe socioeconômica D e E.Conclusões:A qualidade da CT pode servir de fonte de informações sobre a AT. A presença de alta CT que indica distância está relacionada a baixa AT, sobretudo em relação a capacidade de trabalho do paciente, ainda que a presença de cisão pode influenciar a CT, de forma que representa uma variável de confusão. A CT é um conceito útil ao psicoterapeuta, servindo como fonte de informações sobre o mundo interno do paciente e sobre elementos da psicoterapia, como a qualidade da AT, importante para os bons resultados dos tratamentos.
Descritores: Relações Profissional-Paciente
Contratransferência
-Fatores Socioeconômicos
Fatores de Tempo
Estudos Transversais
Pessoal de Saúde/psicologia
Psicoterapia Psicodinâmica/métodos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Estudo Multicêntrico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-968259
Autor: Conde, Ana Flávia Cicero; Cardoso, Jorge Manoel Mendes; Klipan, Marcos Leandro.
Título: Panorama da psicodinâmica do trabalho no Brasil entre os anos de 2005 e 2015 / A panorama of work psychodynamics in Brazil between 2005 and 2015
Fonte: Gerais (Univ. Fed. Juiz Fora);12(1):19-36, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: A psicodinâmica do trabalho se configura como uma das principais correntes da Psicologia do Trabalho e das Clínicas do Trabalho. Foi desenvolvida inicialmente por Christophe Dejours e se disseminou amplamente entre os pesquisadores dessa área, inclusive brasileiros. O objetivo deste artigo é identificar quais as principais discussões sobre a psicodinâmica do trabalho no Brasil, em artigos publicados na base de dados SciELO entre os anos de 2005 e 2015. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica. A análise dos dados permitiu compreender que a psicodinâmica vem se firmando como referencial teórico e suporte teórico-metodológico para os estudos que visam compreender as relações dinâmicas presentes entre a organização do trabalho e os processos de subjetivação dos trabalhadores, contribuindo com o conhecimento sobre o trabalho. Além disso, constatamos que os autores brasileiros estão se destacando como referência sobre a psicodinâmica do trabalho.

The psychodynamics of work is one of the main currents of work psychology and work clinics. It was initially developed by Christophe Dejours and disseminated widely among researchers in this area, including Brazilians. The objective of this article is to identify the main discussions about the work psychodynamics in Brazil in articles published in the Scielo database between 2005 and 2015. The methodology used was the bibliographical research. The analysis of the data allowed us to understand that psychodynamics has been established as theoretical reference and theoretical and methodological support for the studies that aim to understand the dynamic relations present between the organization of work and the processes of subjectivation of workers, contributing with the knowledge about work. In addition, we find that the Brazilian authors are standing out as references on work psychodynamics
Descritores: Trabalho
Trabalho/psicologia
-Estresse Psicológico
Saúde Mental
Saúde do Trabalhador
Psicoterapia Psicodinâmica
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  10 / 53 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051316
Autor: Hauck, Simone; Freitas, Lúcia Helena.
Título: The role of social objects in the constitution of the mind / O papel dos objetos socias na constituição da mente / La función de los objetos sociales en la constitución de la mente
Fonte: Rev. Bras. Psicoter. (Online);20(2):1-8, Maio-Ago 2018.
Idioma: en.
Resumo: The theory of object relations is fundamental to the psychoanalytic understanding of the development of the mind. The initial relations with caregivers are introjected as patterns of relations containing the self, the object (the other) and the related affects, and are repeated throughout life. The way of dealing with relations (defense mechanisms), the ability to accept the good and bad aspects of the self and the other, and the level of independence are also entailed in the initial experiences. In this article, we propose there is another order of objects that is internalized during development, following a pattern that is similar to that characteristic of the relation with the caregivers. The individual also introjects "society" as an object: self + social object + affects and defenses related to the pattern of the relationship. The relation with this object that represents society is experienced as if it was a human object, being part of all sorts of events in the internal world. The definitions and specifics of the concept are presented, along with its clinical relevance and possible applications.(AU)

A teoria das relações objetais é fundamental para a compreensão psicanalítica do desenvolvimento da mente. As relações iniciais com os cuidadores são introjetadas como padrões de relações contendo o self, o objeto (o outro) e os afetos relacionados, sendo repetidas ao longo da vida. O modo de lidar com as relações (mecanismos de defesa), a capacidade de aceitar os aspectos bons e ruins do self e do outro e o nível de independência também são desenvolvidos, a partir das experiências iniciais. Neste artigo, propomos uma outra ordem de objetos que é internalizada durante o desenvolvimento, seguindo um padrão que é semelhante ao característico à relação com os cuidadores. O indivíduo também introjeta a "sociedade" como um objeto: self + objeto social + afetos e defesas relacionadas ao padrão do relacionamento. A relação com esse objeto que representa a sociedade é vivida no mundo interno como se fosse um objeto humano, fazendo parte de toda dinâmica peculiar a essa realidade. As definições e especificações do conceito são apresentadas, juntamente com sua relevância clínica e possíveis aplicações.(AU)
Descritores: GASTROENTERITIS, TRANSMISSIBLE, OF SWINE0
-Psicanálise
Psicoterapia Psicodinâmica
Aculturação
Apego ao Objeto
Responsável: BR556.1 - Biblioteca Centro de Estudos Luis Guedes



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde