Base de dados : LILACS
Pesquisa : G01.750.750.125 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 17 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 17 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Medeiros, Regina Bitelli
Texto completo
Id: lil-233835
Autor: Daros, Kellen Adriana Curci; Rodrigues, Letícia Lucente Campos; Medeiros, Regina Bitelli.
Título: Caracterizaçäo de dosímetros termoluminescentes de CaSO4: Dy com grafite para avaliaçäo de dose absorvida de radiaçäo X e Gama / Characterization of thermoluminescence dosimeters of CaSO4: DY with graphite for evaluation of absorved dose of X and Gama radiations
Fonte: In: Schiabel, Homero; Slaets, Annie France Frère; Costa, Luciano da Fontoura; Baffa Filho, Oswaldo; Marques, Paulo Mazzoncini de Azevedo. Anais do III Fórum Nacional de Ciência e Tecnologia em Saúde. Säo Carlos, s.n, 1996. p.494-494, graf.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Fórum Nacional de Ciência e Tecnologia em Saúde, 3 e Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica, 15 e Congresso Brasileiro de Físicos em Medicina , 6 e Congresso Brasileiro de Informática em Saúde, 5 e Encontro Brasileiro de Proteçäo Radiológica, Campos do Jordäo, 13-17 out. 1996.
Resumo: Este trabalho caracteriza dosímetros termoluminescentes de CaSO(4): Dy de diferentes espessuras (0,2 a 0,8mm) e com diferentes porcentagens de grafite (0; 0,5; 3; 5; 10 e 20 por cento em massa), indicados como alternativos para a avaliação de dose absorvida em campos mistos (fótons e beta). Previamente foram apresentados os resultados relacionados às aplicações na dosimetria beta; neste trabalho são estudados sensibilidade e dependência energética dos mesmos resultados obtidos nas avaliações destes dosímetros para fótons.
Descritores: Dosimetria Termoluminescente
Partículas beta
Sulfato de Cálcio
Grafite
Fótons
-Radioterapia/estatística & dados numéricos
Dosimetria/instrumentação
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3012.27


  2 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-663484
Autor: Sousa, Amanda G. M. R; Piegas, Leopoldo S; Sousa, J. Eduardo M. R.
Título: Braquiterapia intracoronária / Intracoronary brachytherapy.
Fonte: Rio de Janeiro; Revinter; 2001. 76 p. ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Partículas beta
Braquiterapia
Reestenose Coronária
Raios gama
Radiação
Radioisótopos/efeitos da radiação
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR75.1 - Biblioteca
BR75.1; 612.2, B735. 1128


  3 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Costa, Vital Paulino
Texto completo
Id: lil-604184
Autor: Fendi, Lígia Issa de; Arruda, Gustavo Viani; Costa, Vital Paulino; Paula, Jayter Silva.
Título: Meta-analysis of beta radiation augmentation for trabeculectomy - results in distinct ethnic groups / Meta-análise da trabeculectomia potencializada pela radiação beta - resultados em grupos étnicos distintos
Fonte: Arq. bras. oftalmol;74(4):300-305, jul.-ago. 2011. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To conduct a systematic review with meta-analysis on the efficacy of trabeculectomy (TREC) followed by beta irradiation (BRT/TREC) compared to TREC alone for glaucoma in terms of intraocular pressure (IOP) control and adverse effects of treatment in different ethnic groups. METHODS: A meta-analysis of randomized controlled trials (RCT) was performed comparing adjunct BRT treatment for glaucoma with standard TREC after 12 months. The MEDLINE, EMBASE, LILACS, and Cochrane Library databases, Trial registers, bibliographic databases and recent studies of relevant journals were searched. Two reviewers independently reviewed relevant reports and the references from these reports were searched for additional trials, using guidelines set by QUOROM statement criteria. RESULTS: Of a total of 1,350 citations, eight studies (five cohorts, three randomized) were identified and only 3 RCT were included in this meta-analysis. Higher IOP reductions were verified in the BRT arm compared to the control arm (mean difference=1.68 mmHg, 95 percent CI= 0.61-2.68, P=0.002). Uncontrolled postoperative IOP (>21 mmHg) was less frequent when BRT was used (BRT/ TREC arm) compared to the control arm (38/218=17.4 percent versus 9/239=3.8 percent; OR=6.7; 95 percent CI 3.2-14.3, P<0.0001). Although better IOP control was observed in all patients treated with adjuvant BRT, only Black patients displayed a significant difference (P=0.005). There were no significant differences between the BRT and control arms regarding loss of visual acuity, postoperative complications and necessity of cataract surgery. CONCLUSION: Adjunct BRT increases the success rate of TREC, with better results in non Caucasian patients, and does not influence the occurrence of postoperative complications.

OBJETIVO: Realizar uma revisão sistemática com meta-análise sobre a eficácia da trabeculectomia (TREC), seguida ou não por irradiação beta (BRT/TREC) para o tratamento do glaucoma, em termos de controle da pressão intraocular (PIO) e de efeitos adversos, em diferentes grupos étnicos. MÉTODOS: Uma meta-análise de ensaios clínicos randomizados (RCT) foi realizada, comparando os resultados de 12 meses da TREC com o uso adjuvante de BRT, com aqueles da TREC padrão. Foram fontes de pesquisa as bases de dados MEDLINE, EMBASE, LILACS, Cochrane, além de sítios de registro de ensaios clínicos, estudos recentes em revistas da área e outras bases de dados bibliográficos. Dois revisores avaliaram independentemente publicações relevantes e as referências desses trabalhos foram pesquisadas para procura de ensaios adicionais, de acordo com as diretrizes estabelecidas pelos critérios do QUOROM. RESULTADOS: De um total de 1.350 citações, oito estudos (cinco coortes e três aleatorizados) foram identificados e apenas 3 RCT foram incluídos nesta meta-análise. Maiores reduções na PIO foram verificadas no braço de estudo da BRT, comparado com o braço controle (diferença média=1,68 mmHg, 95 por cento CI= 0,61-2,68, P=0,002). A frequência de PIO pós-operatória não controlada (>21 mmHg) foi menor quando utilizada a BRT (BRT/TREC) em relação ao grupo controle (38/218 =17,4 por cento versus 9/239 =3,8 por cento; OR= 6,7 IC 95 por cento 3,2 14,3, P<0,0001). Apesar do melhor controle da PIO ter sido observada em todos os pacientes do braço BRT, apenas os pacientes negros apresentaram uma diferença significativa (P=0,005). Não houve diferenças significativas entre os braços BRT e controle, em termos de perda da acuidade visual, complicações pós-operatórias e necessidade de cirurgia de catarata. CONCLUSÃO: O uso de BRT adjuvante aumenta a taxa de sucesso da TREC, com melhores resultados em pacientes não-caucasianos, não influenciando a ocorrência de complicações pós-operatórias.
Descritores: Partículas beta/uso terapêutico
Glaucoma/radioterapia
Glaucoma/cirurgia
Trabeculectomia/métodos
-Glaucoma/etnologia
Pressão Intraocular
Radioterapia Adjuvante
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Resultado do Tratamento
Trabeculectomia/efeitos adversos
Acuidade Visual
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Metanálise
Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-531751
Autor: Maresma, Beatriz Guilarte; Castillo, Boris Gutarra; Fernández, Rubén Cuervo; Silva, Elda Sabino da; Maiorano, Alfredo Eduardo; Rodrigues, Maria Filomena de Andrade.
Título: Mutagenesis of Aspergillus oryzae IPT-301 to improve the production of ¥â-fructofuranosidase
Fonte: Braz. j. microbiol;41(1):186-195, Jan.-Mar. 2010. ilus, graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: Aspergillus oryzae IPT-301, previously reported as a ¥â-fructofuranosidase producing microorganism, was successfully mutated using UV irradiation at 253.7 nm followed by the screening of survivors resistant to certain stress conditions. Strains were first subjected to the ¥â-fructofuranosidase activity assay using a portion from the colony grown in Petri dish as the enzyme source. Seven mutants with fructofuranosidase activity values relative to the parent culture between 140 -190 percent were selected from survivors grown at temperature of 40¨¬C or 0.018 percent (w/v) sodium dodecyl sulfate concentration. They were cultivated on a rotary shaker to characterize mycelium and extracellular fructosyltransferase activities. Three mutants named IPT-745, IPT-746 and IPT-748 showed the highest amount of mycelium activity whose values increased 1.5 -1.8 fold, compared with the parent strain. It was found that more than 55 percent of total enzyme activity (mycelium- plus extracellular- activity) from these strains was detected in the mycelium fraction. Only one mutant, IPT-747, exceeded the amount of extracellular enzyme exhibited by the parent strain (1.5 times). This mutant also showed the highest value of total fructosyltransferase activity.
Descritores: Aspergillus oryzae/enzimologia
Aspergillus oryzae/isolamento & purificação
Furanos/análise
Transferases/análise
-Partículas beta
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  5 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-507561
Autor: Pinheiro, Ana Karina Dias Cavalcante; Paiva, Isabel Bezerra; Oliveira, Aluísio Bezerra; Najas, Rosa Maria Faria Xavier; Santos, Edilmar de Moura; Menezes, Nilo Antonio.
Título: Avaliação da freqüência de recidiva do pterígio após tratamento com betaterapia com estrôncio 90 no pós-operatório / Evaluation of the frequency of relapse after treatment of pterygium with betatherapy with strontium 90 at the postoperative
Fonte: Diagn. tratamento;13(1):13-15, jan.-mar. 2008. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Estrôncio/uso terapêutico
Pterígio/cirurgia
Pterígio/etiologia
Pterígio/terapia
Radioterapia
Partículas beta/uso terapêutico
-Período Pós-Operatório
Recidiva
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  6 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Almeida, Solange Maria de
Vizioli, Mario Roberto
Boscolo, Frab Norberto
Texto completo
Id: lil-471442
Autor: Almeida, Solange Maria de; Cruz, Adriana Dibo da; Ferreira, Rívea Inês; Vizioli, Mário Roberto; Bóscolo, Frab Norberto.
Título: Effect of low-dose electron radiation on rat skin wound healing
Fonte: Braz. dent. j;18(3):208-214, 2007. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this study was to assess the effect of low-dose electron irradiation on morphological features of the wound healing process in rat skin. Surgical wounds were inflicted with a 2.3 x 1.4 cm template on 84 male rats that were assigned to 4 groups: IG1, immediately irradiated; IG2, irradiated 3 days after inflicting the wound; CG1 and CG2, control groups. Rats in IG1 and IG2 groups had their wounds exposed to 1 Gy of 6 MeV electron beam radiation, immediately after surgery and on the third postoperative day, respectively. Qualitative and histophotometric evaluations of tissue repair structures were carried out. Data were analyzed by ANOVA and Tukey's test (alpha = 0.05) and regression analysis. The repair process was delayed since the first sacrifice time in both irradiated groups, but in IG1, wound healing was closer to that of CG1; whereas in IG2, the delay was more pronounced. Based on the histological findings, it is possible to conclude that a low-dose of electron radiation delayed tissue repair in rat skin. The delay was longer in the skin irradiated 3 days after the beginning of tissue repair. However, the low-energy electron irradiation did not prevent wound healing.

O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da irradiação por baixa dose de elétrons sobre características morfológicas da reparação tecidual na pele de rato. Foram realizadas feridas cirúrgicas com um gabarito de 2,3 x 1,4 cm em 84 ratos machos, divididos em 4 grupos: IG1, irradiado imediatamente; IG2, irradiado 3 dias após a produção da ferida; CG1 e CG2, grupos controles. Os ratos dos grupos IG1 e IG2 tiveram suas feridas expostas a 1 Gy de radiação por elétrons com 6 MeV, imediatamente após a cirurgia e ao terceiro dia pós-operatório, respectivamente. Procedeu-se às avaliações qualitativas e histofotométrica das estruturas de reparação tecidual. Os dados foram submetidos a ANOVA e teste Tukey (a = 0,05) e análise de regressão. O processo de reparação apresentou-se atrasado desde o primeiro tempo de sacrifício em ambos os grupos irradiados, mas para IG1, a reparação tecidual foi similar a CG1. Por outro lado, para IG2, o retardo foi mais pronunciado. Com base nas avaliações histológicas, é possível concluir que uma baixa dose de radiação por elétrons retardou a reparação na pele de rato. O atraso foi maior na pele irradiada 3 dias após o início da reparação tecidual. No entanto, esta irradiação por elétrons de baixa energia não impediu a cicatrização.
Descritores: Partículas beta
Glicosaminoglicanos/efeitos da radiação
Tecido de Granulação/efeitos da radiação
Pele/efeitos da radiação
Cicatrização/efeitos da radiação
-Relação Dose-Resposta à Radiação
Glicosaminoglicanos/metabolismo
Tecido de Granulação/metabolismo
Dose de Radiação
Ratos Wistar
Pele/metabolismo
Pele/cirurgia
Fatores de Tempo
Cicatrização/fisiologia
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-388845
Autor: Loayza Astudillo, Oswaldo.
Título: Medicina nuclear / Nuclear medicine.
Fonte: Quito; Facultad de ciencias médicas; 1988. 402 p. ilus, graf.
Idioma: es.
Descritores: Partículas beta
Espectrometria de Massas de Bombardeamento Rápido de Átomos/classificação
Medicina Nuclear
Serviço Hospitalar de Medicina Nuclear
Reatores Nucleares
Partículas alfa/classificação
Partículas alfa/efeitos adversos
Partículas alfa
Efeitos da Radiação
Radioatividade
Radioisótopos
Ribonucleoproteínas Nucleares Pequenas
Responsável: EC1.1 - BICME - Banco de Información Científico-Médica
EC1.2; 616:539.1, L795


  8 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-363844
Autor: Muñoz, Juan Simon; Feres, Fausto; Abizaid, Alexandre C; Mattos, Luiz A; Staico, Rodolfo; Centemero, Marinella; Tanajura, Luiz F; Pinto, Ibraim; Sousa, Amanda G. M. R; Sousa, J. Eduardo.
Título: Braquiterapia intracoronariana. Tratamento da reestenose intra-stent com o sistema Beta-Cath: experiência inicial na América Latina / Intracoronary brachytherapy. Treatment of in-stent restenosis with the Beta-Cath system: initial experience in Latin America
Fonte: Arq. bras. cardiol;83(1):57-68, jul. 2004. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar a segurança e eficácia da braquiterapia intracoronariana usando o sistema Beta-CathTM na prevenção da recorrência de restenose intra-stent (RIS), por meio da análise dos resultados clínicos, angiográficos e pelo ultra-som intracoronariano (USIC). MÉTODO: Foram submetidos à angioplastia com cateter-balão, seguida de beta-radiação intracoronariana com o sistema Beta-CathTM (90Sr/Y) 30 pacientes com RIS em artérias coronárias nativas e, posteriormente, avaliados. RESULTADOS: Incluíram-se lesões reestenóticas complexas (77 por cento do tipo difuso-proliferativo) com extensão elevada (18,66±4,15 mm). O sucesso da braquiterapia foi de 100 por cento. A dose média utilizada foi de 20,7±2,3 Gy, liberada em um período médio de 3,8±2,1 min. No seguimento tardio, o diâmetro luminal mínimo (DLM) intra-stent diminuiu discretamente (1,98±0,30mm para 1,84±0,39 aos 6 meses, p=0,13), com uma perda tardia de 0,14±0,18 mm. O DLM intra-segmentar foi significativamente menor do que o intra-stent (1,55±0,40mm vs.1,84±0,39mm, p=0,008), associando-se à perda tardia (0,40±0,29mm vs. 0,14±0,18mm; p=0,0001). No USIC, observou-se discreto incremento do tecido neointimal em 6,8±14,3 mm aos 6 meses (p=0,19) e a percentagem de obstrução volumétrica aumentou em 4,7±7,5 por cento. A reestenose binária e a revascularização do vaso-alvo recorreram em 17 por cento dos casos; houve 1 caso (3 por cento) de oclusão tardia, associada a infarto do miocárdio. A sobrevida livre de eventos foi de 80 por cento. CONCLUSAO: O manejo da reestenose intra-stent com a beta-radiação intracoronariana mostrou-se procedimento seguro e eficaz, com alta taxa de sucesso imediato, representando uma opção terapêutica para a inibição da hiperplasia neointimal.
Descritores: Angioplastia Coronária com Balão
Braquiterapia/normas
Reestenose Coronária/prevenção & controle
Reestenose Coronária/radioterapia
Stents
Ultrassonografia de Intervenção
-Partículas beta/uso terapêutico
Braquiterapia/instrumentação
Relação Dose-Resposta à Radiação
Seguimentos
Recidiva
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-329734
Autor: Tirado Bustillos, Noemi; Navia Bueno, María del Pilar; Cuti, Marina.
Título: Pesquisa de daño genotoxico en personal medico y paramedico del hospital Obrero N§ 1: gestión 2000 - 2002 / Genotoxic damage in the staff of the hospital Obrero N§ 1. periodo 2000 -2002
Fonte: Cuad. Hosp. Clín = Cuad. - Hosp. clín;47(2):33-39, 2002. ilus, graf.
Idioma: es.
Resumo: Pregunta de investigación. ¿Se habrá producido daño genotoxico en el material genético del personal médico y paramédico de los servicios de radiología y oncología del hospital Obrero N§ 1 de la ciudad de La Paz, por la constante exposición a las radiaciones ionizantes?. Objetivos. Evaluar la magnitud de daño genotóxico y citotóxico que producen las radiaciones ionizantes en personas expuestas continuamente por razones laborales. Diseño Corte transversal con casos y controles Lugar. Hospital Obrero N§ 1, servicio de Radiologia y Oncología , Informática y Farmacia. Participantes. Grupo A (casos): Personas expuestas a radiaciones ionizantes del Hospital Obrero N§ 1 Grupo B (controles): Personas no expuestas a radiaciones del mismo hospital. Los casos y controles fueron seleccionados por muestreo aleatorio simple y según criterio de inclusión y exclusión, ambos grupos respondieron a un cuestionario personal. Se aplico también un cuestionario validado para el hábito de fumar. Métodos. Se extrajo una muestra de sangre por punción venosa, para el estudio de daño cromosómico se utilizó la prueba de micronúcleos (celulas binucleadas bloqueadas utilizando cytocalasina B) en linfociatos de sangre periférica. Resultados. De acuerdo a la identificaicón de micronúcleos por 1000 células binucleadas por placa, se identifica variables de respuestas como si existe o no daño genotóxico en aumento de micronúcleos; variables de exposición son el área de trabajo y tiempo de trabajo, variables control de, sexo tipo de exposición. Al realizar la preuba de T de student se observó que existen diferencias significativas entre el promedio de micronúcleos en el grupo expuesto con el grupo no expuesto a rayos X y cobalto (p<0,001), además que existe asociación significativa (chi2) entre el hábito de fumar y las alteraciones de micronuúcleos de pacientes expuestos y no expuestos, valor p<0,007.
Descritores: Partículas alfa
Partículas beta
Pessoal de Saúde
Micronúcleos com Defeito Cromossômico
Testes de Mutagenicidade
-Serviço Hospitalar de Radiologia/normas
Serviço Hospitalar de Radiologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BO6.1 - Biblioteca


  10 / 17 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-270939
Autor: Dechebal Gil de Montes, Alberto; González González, Joaquin; Oliva, Juan P; Baum, Richard P.
Título: Dosimetria interna de radioinmunoterapia: consideraciones generales / Radioimmunotherapy internal dosimetry: general considerations
Fonte: Rev. med. nucl. Alasbimn j;3(9), oct. 2000.
Idioma: es.
Resumo: La Radioinmunoterapia ha atraído rápidamente el interés como modalidad potencial en el tratamiento del cáncer. Este presente trabajo revisa varios aspectos dosimétricos que involucran la efectividad de la técnica, así como, los procedimientos empleados en la obtención de la información dosimétrica, el tipo de radionucleido seleccionado, las limitaciones y posibilidades de los métodos de estimación dosimétrica; y proporciona un estudio detallado sobre los modelos radiobiológicos que con potencialidad pueden ser utilizados en la prescripción de la dosis en un sistema de planificación que permita establecer una relación dosis/respuesta del tratamiento
Descritores: Neoplasias/radioterapia
Radioimunoterapia
Radioisótopos/administração & dosagem
Dosagem Radioterapêutica
-Anticorpos Monoclonais/fisiologia
Partículas beta/uso terapêutico
Biomarcadores Tumorais/fisiologia
Partículas alfa/uso terapêutico
Radiobiologia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde