Base de dados : LILACS
Pesquisa : G01.750.770.776 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 73 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 73 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1141514
Autor: Abdullah, Basser Ali; Hamed, Gassan Yassin.
Título: Temporomandibular joint disorder predisposing factors and clicking
Fonte: J. oral res. (Impresa);8(supl.1):36-39, ago. 9, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: This study includes 450 patients, 271 females and 179 males, ages between 13-65 years. The Helkimo index for temporomandibular disorder (TMD) diagnosis was used to quantitatively evaluate the signs and symptoms of the disorder. Clicking of the joint was diagnosed by using stethoscope. Parafunctional activity, previous trauma, missing teeth, angle's classification, crossbite, overbite and overjet were assessed and considered as variables in this research. SPSS with chi square test and Pearson's coefficient correlation were used for statistical analysis. The results of this study show no association between clicking, parafunctional habits, unilateral chewing, previous trauma, angle's classification, crossbite, overbite and overjet. These result coincide the hypothesis that the exact etiology of TMDs is still obscure and the lack of a clear single cause of TMD, specially clicking, has resulted in the proposal of a multifactorial etiology for TMD.
Descritores: Bruxismo
Transtornos da Articulação Temporomandibular
-Som
Sobremordida
Má Oclusão
Mastigação
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: CL30.1 - Biblioteca


  2 / 73 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-974354
Autor: Taveira, Karinna Veríssimo Meira; Santos, Rosane Sampaio; Leão, Bianca Lopes Cavalcante de; Stechman Neto, José; Pernambuco, Leandro; Silva, Letícia Korb da; Canto, Graziela De Luca; Porporatti, André Luís.
Título: Diagnostic validity of methods for assessment of swallowing sounds: a systematic review / Validade diagnóstica dos métodos de avaliação dos sons de deglutição: uma revisão sistemática
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);84(5):638-652, Sept.-Oct. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Oropharyngeal dysphagia is a highly prevalent comorbidity in neurological patients and presents a serious health threat, which may lead to outcomes of aspiration pneumonia, ranging from hospitalization to death. This assessment proposes a non-invasive, acoustic-based method to differentiate between individuals with and without signals of penetration and aspiration. Objective: This systematic review evaluated the diagnostic validity of different methods for assessment of swallowing sounds, when compared to videofluroscopy swallowing study to detect oropharyngeal dysphagia. Methods: Articles in which the primary objective was to evaluate the accuracy of swallowing sounds were searched in five electronic databases with no language or time limitations. Accuracy measurements described in the studies were transformed to construct receiver operating characteristic curves and forest plots with the aid of Review Manager v. 5.2 (The Nordic Cochrane Centre, Copenhagen, Denmark). The methodology of the selected studies was evaluated using the Quality Assessment Tool for Diagnostic Accuracy Studies-2. Results: The final electronic search revealed 554 records, however only 3 studies met the inclusion criteria. The accuracy values (area under the curve) were 0.94 for microphone, 0.80 for doppler, and 0.60 for stethoscope. Conclusion: Based on limited evidence and low methodological quality because few studies were included, with a small sample size, from all index testes found for this systematic review, doppler showed excellent diagnostic accuracy for the discrimination of swallowing sounds, whereas microphone-reported good accuracy discrimination of swallowing sounds of dysphagic patients and stethoscope showed best screening test.

Resumo Introdução: A disfagia orofaríngea é uma comorbidade altamente prevalente em pacientes neurológicos e representa uma séria ameaça à saúde, pode levar a desfechos como pneumonia por aspiração, hospitalização e até morte. A avaliação propõe um método não invasivo, acústico, para diferenciar entre indivíduos com e sem sinais de penetração e aspiração. Objetivo: Esta revisão sistemática analisou a validade diagnóstica de diferentes métodos para avaliação dos sons de deglutição, quando comparados com a videofluoroscopia da deglutição para detectar disfagia orofaríngea. Método: Artigos nos quais o objetivo principal era avaliar a acurácia dos sons de deglutição foram pesquisados em cinco bancos de dados eletrônicos sem limitações de idioma ou tempo de publicação. As medidas de acurácia descritas nos estudos foram transformadas para construir curvas ROC (Receptor Operating Characteristic) e gráfico em floresta (forest plot) com o auxílio do software Review Manager v. 5.2 (The Nordic Cochrane Centre, Copenhagen, Dinamarca). A metodologia dos estudos selecionados foi avaliada com a ferramenta Avaliação da Qualidade de Estudos de Acurácia de Testes Diagnósticos-2. Resultados: A busca eletrônica final resultou na identificação de 554 artigos; no entanto, apenas três estudos preencheram os critérios de inclusão. Os valores de acurácia (área abaixo da curva) foram 0,94 para microfone, 0,80 para doppler e 0,60 para estetoscópio. Conclusão: Baseado nas evidências limitadas e da baixa qualidade metodológica, pois foram poucos os estudos incluídos, e com pequeno tamanho amostral, de todos os testes diagnósticos (index testes) encontrados para essa revisão sistemática o doppler mostrou excelente acurácia diagnóstica na discriminação dos sons de deglutição, o microfone demonstrou uma boa acurácia na discriminação dos sons de pacientes disfágicos e o estetoscópio revelou o melhor teste de triagem.
Descritores: Transtornos de Deglutição/diagnóstico
Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
-Auscultação/métodos
Som
Acústica
Fluoroscopia
Gravação de Videoteipe
Deglutição
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 73 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-974366
Autor: Sanchez, Tanit Ganz; Silva, Fúlvia Eduarda da.
Título: Familial misophonia or selective sound sensitivity syndrome: evidence for autosomal dominant inheritance? / Misofonia familiar ou síndrome da sensibilidade seletiva a sons: evidência de herança autossômica dominante?
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);84(5):553-559, Sept.-Oct. 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: Misophonia is a recently described, poorly understood and neglected condition. It is characterized by strong negative reactions of hatred, anger or fear when subjects have to face some selective and low level repetitive sounds. The most common ones that trigger such aversive reactions are those elicited by the mouth (chewing gum or food, popping lips) or the nose (breathing, sniffing, and blowing) or by the fingers (typing, kneading paper, clicking pen, drumming on the table). Previous articles have cited that such individuals usually know at least one close relative with similar symptoms, suggesting a possible hereditary component. Objective: We found and described a family with 15 members having misophonia, detailing their common characteristics and the pattern of sounds that trigger such strong discomfort. Methods: All 15 members agreed to give us their epidemiological data, and 12 agreed to answer a specific questionnaire which investigated the symptoms, specific trigger sounds, main feelings evoked and attitudes adopted by each participant. Results: The 15 members belong to three generations of the family. Their age ranged from 9 to 73 years (mean 38.3 years; median 41 years) and 10 were females. Analysis of the 12 questionnaires showed that 10 subjects (83.3%) developed the first symptoms during childhood or adolescence. The mean annoyance score on the Visual Analog Scale from 0 to 10 was 7.3 (median 7.5). Individuals reported hatred/anger, irritability and anxiety in response to sounds, and faced the situation asking to stop the sound, leaving/avoiding the place and even fighting. The self-reported associated symptoms were anxiety (91.3%), tinnitus (50%), obsessive-compulsive disorder (41.6%), depression (33.3%), and hypersensitivity to sounds (25%). Conclusion: The high incidence of misophonia in this particular familial distribution suggests that it might be more common than expected and raises the possibility of having a hereditary etiology.

Resumo Introdução: A misofonia é uma condição recentemente descrita, mal compreendida e negligenciada. É caracterizada por fortes reações negativas de ódio, raiva ou medo quando os indivíduos precisam enfrentar alguns sons repetitivos seletivos e de baixa intensidade. Os mais comuns que desencadeiam tais reações aversivas são aqueles provocados pela boca (mascar goma ou mastigar comida, estalar os lábios) ou nariz (respirando, cheirando e soprando) ou pelos dedos (digitando, amassando papel, clicando a caneta, tamborilando na mesa). Artigos anteriores citam que esses indivíduos geralmente conhecem pelo menos um parente próximo com sintomas semelhantes, sugerindo um possível componente hereditário. Objetivo: Encontramos e descrevemos uma família com 15 membros com misofonia, detalhando suas características comuns e o padrão de sons que desencadeiam um desconforto tão forte. Método: Todos os 15 membros concordaram em nos fornecer seus dados epidemiológicos e 12 concordaram em responder a um questionário específico que investigou os sintomas, sons de gatilho específicos, principais sentimentos evocados e atitudes adotadas por cada participante. Resultados: Os 15 membros pertencem a três gerações da família. A idade variou de 9 a 73 anos (média de 38,3 anos, mediana de 41 anos) e 10 eram mulheres. A análise dos 12 questionários mostrou que 10 indivíduos (83,3%) desenvolveram os primeiros sintomas durante a infância ou a adolescência. A média do escore de irritação na Escala Visual Analógica de 0 a 10 foi de 7,3 (mediana 7,5). Os indivíduos relataram sentimentos de ódio/raiva, irritabilidade e ansiedade em resposta a sons, e enfrentaram a situação pedindo para interromper o som, deixando/evitando o lugar e até mesmo discutindo. Os sintomas associados auto-relatados foram ansiedade (91,3%), zumbido (50%), transtorno obsessivo-compulsivo (41,6%), depressão (33,3%) e hipersensibilidade aos sons (25%). Conclusão: A alta incidência de misofonia nessa distribuição familiar em particular sugere que possa ser mais comum do que o esperado e suscita a possibilidade de haver uma etiologia hereditária.
Descritores: Transtornos de Ansiedade/genética
Transtornos de Ansiedade/psicologia
Emoções
Transtornos da Audição/genética
Transtornos da Audição/psicologia
Ira
-Transtornos de Ansiedade/diagnóstico
Transtornos de Ansiedade/epidemiologia
Qualidade de Vida
Som
Síndrome
Família
Inquéritos e Questionários
Depressão/diagnóstico
Depressão/genética
Depressão/psicologia
Depressão/epidemiologia
Transtornos da Audição/diagnóstico
Transtornos da Audição/epidemiologia
Transtorno Obsessivo-Compulsivo/diagnóstico
Transtorno Obsessivo-Compulsivo/genética
Transtorno Obsessivo-Compulsivo/psicologia
Transtorno Obsessivo-Compulsivo/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 73 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089378
Autor: Rocha, Andressa Vital; Mondelli, Maria Fernanda Capoani Garcia.
Título: Applicability of the real ear measurement for audiological intervention of tinnitus / Aplicabilidade das medidas da orelha real na intervenção audiológica do zumbido
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);86(1):14-22, Jan.-Feb. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction Tinnitus is present in a large part of chronic health complaints, and it is considered a public health problem injurious to the individual's quality of life. Considering the increase of the world population associated with an increase of life expectancy, tinnitus remains a cause for medical concern, since during aging the occurrence of auditory impairments due to the deterioration of the peripheral auditory structures and central impairs the quality of life. Objective The aim of the present study was to analyze the applicability of real ear measurements for audiological intervention of tinnitus through specific evaluation, selection, verification and validation of the hearing aids combined with the sound generator. Methods Forty individuals of both genders with hearing loss and tinnitus complaints were deemed eligible to compose the sample. They were enrolled according to clinical symptoms and submitted to the following procedures: anamnesis and previous complaint history, high frequency audiometry, immittanciometry and acuphenometry with the research of psychoacoustic thresholds of pitch, loudness and minimum masking threshold, sound generator, in addition to the application of the Tinnitus Handicap Inventory and Visual Analog Scale tools. The entire sample was adapted with Siemens hearing aids and a sound generator, participated in a counseling session with support of digital material and evaluated in two situations: Initial Assessment (before the hearing aids and sound generator adaptation) and Final Assessment (6 months, after adaptation). The statistical analyzes were descriptive and inferential, adopted a significance level of 5% and the T-Paired Test and the Spearman Correlation test were performed. Results The results showed that there was a benefit with the use of hearing aids combined with a sound generator from the statistically significant values and strong correlations between the sound generator verification data regarding acuphenometry and the nuisance/severity questionnaires. Regarding the verification of the sound generator, it is important to highlight that the entire sample selected the effective acoustic stimulation based on the comfort levels, which was proved in the present study to be a sufficient intensity for positive prognosis, whereas the users' noises were found below the psychoacoustic thresholds of acuphenometry. Conclusion The present study concluded that the audiological intervention with any level of sound stimulus is enough to obtain a positive prognosis in the medium term. Data that specifies that the verification of sound generator was effective at the real ear measurements are important in the evaluation and intervention of the complaint. In addition, it points out that the greater the tinnitus perception, the greater its severity, and the greater the nuisance, the higher the psychoacoustics thresholds of frequency and the minimum threshold of masking.

Resumo Introdução O zumbido está presente em grande parte das queixas crônicas de saúde, é considerado um problema de saúde pública, prejudicial à qualidade de vida do indivíduo. Considerando o aumento da população mundial associado ao aumento da expectativa de vida, a tendência é que o zumbido permaneça como um motivo de preocupação, uma vez que com a idade a ocorrência de prejuízos auditivos decorrentes da deterioração das estruturas auditivas periféricas e centrais ocasiona grande impacto negativo na qualidade de vida. Objetivo Analisar a aplicabilidade das medidas da orelha real para a intervenção audiológica do zumbido através de avaliação específica, seleção, verificação e validação do aparelho de amplificação sonora individual combinada ao gerador de som. Método Quarenta indivíduos de ambos os sexos com perda auditiva e queixa de zumbido foram considerados elegíveis para compor a amostra. Eles foram atendidos conforme a demanda clínica e submetidos aos seguintes procedimentos: anamnese e história pregressa da queixa, audiometria de alta frequência, imitanciometria e acufenometria com pesquisa dos limiares psicoacústicos de pitch, loudness e limiar mínimo de mascaramento, gerador de som, além da aplicação das ferramentas tinnitus handicap inventory e escala visual analógica. Toda a amostra recebeu aparelho de amplificação sonora individual e gerador de som, ambos da marca Siemens, participaram de uma sessão de aconselhamento com apoio de material digital e foram avaliados em duas situações: Avaliação inicial (antes da adaptação dos aparelhos de amplificação sonora individual e gerador de som) e Avaliação final (6 meses após a adaptação). As análises estatísticas foram descritivas e inferenciais, adotou-se um nível de significância de 5% com a realização do teste t pareado e o teste de correlação de Spearman. Resultados Os resultados mostraram que houve benefício com o uso de aparelho de amplificação sonora individual combinado ao gerador de som com base nos valores estatisticamente significantes e fortes correlações entre os dados da verificação do gerador de som em relação à acufenometria e os questionários de incômodo/gravidade. Em relação à verificação do gerador de som, é importante destacar que toda a amostra selecionou a estimulação acústica efetiva baseada nos níveis de conforto e no presente estudo demonstraram ser de intensidade suficiente para o prognóstico positivo, enquanto que os ruídos dos usuários estavam abaixo dos limiares psicoacústicos da acufenometria. Conclusão A intervenção audiológica com qualquer nível de estímulo sonoro é suficiente para obter um prognóstico positivo em médio prazo. Os dados que demonstram que a verificação do gerador de som foi efetiva nas medidas da orelha real são importantes na avaliação e intervenção da queixa. Além disso, mostram que quanto maior a percepção do zumbido, maior a sua gravidade; e quanto maior o incômodo, maiores os limiares de frequência psicoacústica e o limiar mínimo de mascaramento.
Descritores: Zumbido/fisiopatologia
Estimulação Acústica/métodos
Idoso/fisiologia
Audição/fisiologia
-Audiometria
Percepção Auditiva
Transtornos da Percepção Auditiva/fisiopatologia
Transtornos da Percepção Auditiva/reabilitação
Som
Zumbido/reabilitação
Índice de Gravidade de Doença
Auxiliares de Audição
Perda Auditiva/fisiopatologia
Perda Auditiva/reabilitação
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Ensaio Clínico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 73 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1003310
Autor: Ferreira, Flávia Silva; Garrido, Laíne Maria Monteiro; Oliveira, Raquel Chagas; Moraes, Mariana de Almeida; Pires, Cláudia Geovana da Silva; Mussi, Fernanda Carneiro.
Título: Uso do metrônomo na ressuscitação cardiopulmonar em uma unidade de terapia intensiva / Uso del metrónomo en la resucitación cardiopulmonar en unidad de terapia intensiva / Use of a metronome in cardiopulmonary resuscitation in an intensive care unit
Fonte: Rev. baiana enferm;32:e27912, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo relatar a vivência de três enfermeiras assistenciais na utilização do metrônomo durante manobras de ressuscitação cardiopulmonar em unidade de terapia intensiva. Método trata-se de um relato de experiência que reflete a troca de informações, no cotidiano de trabalho, de três enfermeiras que atuam na unidade de terapia intensiva de um hospital de grande porte em Salvador, Bahia, Brasil. Resultados o uso continuado do equipamento na ressuscitação cardiopulmonar tem sido indicado para auxiliar na realização das compressões torácicas. O som emitido pelo dispositivo não indica o término de cada ciclo na reanimação e/ou assegura a adequação da profundidade das compressões. Acrescenta ruídos ao ambiente, dificulta a comunicação da equipe multiprofissional e é mais um aparelho a ser configurado no momento da ressuscitação cardiopulmonar, impactando de forma negativa. Conclusão o metrônomo, nessa experiência, não assegurou a qualidade na ressuscitação cardiopulmonar.

Objetivo relatar la vivencia de tres enfermeras asistenciales en la utilización del metrónomo durante maniobras de resucitación cardiopulmonar en unidad de terapia intensiva. Método relato de experiencia que refleja el intercambio de informaciones, en el cotidiano de trabajo, de tres enfermeras que actúan en unidad de terapia intensiva de hospital de gran porte en Salvador, Bahía, Brasil. Resultados el uso continuado del equipo en la resucitación cardiopulmonar ha sido indicado para auxiliar en la realización de las compresiones torácicas. El sonido emitido por el dispositivo no indica el final de cada ciclo en la reanimación y/o asegura la adecuación de la profundidad de las compresiones. Añade ruidos al ambiente, dificulta la comunicación del equipo multiprofesional y es más un aparato a ser configurado en el momento de la resucitación cardiopulmonar, impactando negativamente. Conclusión el metrónomo, en esa experiencia, no aseguró calidad en la resucitación cardiopulmonar.

Objective to report the experience of three nurses with the use of a metronome during cardiopulmonary resuscitation maneuvers in an intensive care unit. Method this is an experience report which reflects the exchange of information in the work routine of three nurses who work in the intensive care unit of a large hospital in Salvador, Bahia, Brazil. Results continued use of the device in cardiopulmonary resuscitation is indicated to help in chest compressions. The sound emitted by the device does not indicate the end of each cycle in reanimation and does not ensure an adequate depth of compressions. It makes the environment noisier, hampers communication within the multiprofessional staff and is an additional device to be set up at the moment of cardiopulmonary resuscitation, all of which are negative effects. Conclusion in this experiment, the metronome did not ensure quality in cardiopulmonary resuscitation.
Descritores: Reanimação Cardiopulmonar/instrumentação
Enfermagem de Cuidados Críticos
Parada Cardíaca
Unidades de Terapia Intensiva
-Equipe de Assistência ao Paciente
Som
Cuidados Críticos
Equipamentos e Provisões
Relatório de Pesquisa
Ruído
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde


  6 / 73 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-678771
Autor: Bauer, Martin W; Gaskell, George.
Título: Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático / Qualitative research with text, image and sound: a practical handbook.
Fonte: Petrópolis, RJ; Vozes; 2010. 516 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O livro enfoca, além do texto, duas fontes pouco utilizadas em trabalhos na área da administração: a imagem e o som. A obra está dividida em quatro partes: construção do corpus da pesquisa; enfoques analíticos; uso do computador e; exposição de questões práticas.
Descritores: Entrevistas como Assunto/métodos
Pesquisa Qualitativa
Recursos Audiovisuais
Som
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 001.42, B344p


  7 / 73 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-557384
Autor: Cardoso, Maria Vera Lúcia Moreira Leitão; Chaves, Edna Maria Camelo; Bezerra, Maria Gorette Andrade.
Título: Ruídos e barulhos na unidade neonatal / Noise and sounds in the neonatal unit / Ruidos y sonidos en la unidade neonatal
Fonte: Rev. bras. enferm;63(4):561-566, jul.-ago. 2010. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se identificar os fatores causadores de ruídos e mensurar os ruídos em decibéis na unidade neonatal. Estudo descritivo, desenvolvido numa instituição pública, Fortaleza-Ce. A coleta dos dados ocorreu nos turnos da manhã, tarde, noite de outubro/2004 a janeiro/2005. Os dados foram coletados mediante observação não participante, tendo registrado a medição dos ruídos em nível de pressão sonora, usando-se um decibelímetro. Os resultados apontaram o turno da manhã com níveis altos de ruídos e barulhos, principalmente, devido a conversas entre pessoas; jato d' água da pia para lavagem das mãos, com valor máximo de 80,4dB. No turno da noite, a troca de equipamentos apresentou valor máximo de 78.1dB. Concluí-se que o valor médio dos decibéis foi superior ao recomendado pela ABNT.

The purpose was to identify the causes of noise in the neonatal unit and measure its level in decibels. It is a descriptive study developed in a public institution in Fortaleza-Ceará. The data collection was conducted in the morning, afternoon and night periods from October/2004 through January/2005, though not direct observation, when we measured the Decibel Sound Pressure Level, through a decibelimeter. The results showed that the morning period presented high noise levels, mainly due to conversation between the people and due to water jet used for washing hands, with a maximum value of 80.4dB. The change of equipments in the night period presented maximum value of 78.1dB. We concluded that the average value of decibels in the NU was higher than the recommended by the ABNT.

Objetivamos identificar los factores causadores de los ruidos en la Unidad Neonatal y mensurar el nivel de ruidos en decibeles. Estudio descriptivo, desarrollado en una institución pública en Fortaleza-CE. La colecta de los datos ocurrió por la mañana, tarde y noche de octubre /2004 a enero/ 2005, a través de la observación no directa, además el registro se dió a través de la medición de los ruidos en nivel de presión sonora, por medio de un decibelímetro. Los resultados señalaron que el período de la mañana presentó niveles altos de ruidos, principalmente debido a la conversación entre las personas y al jato d´água de la pia para lavagen de las manos con valor máximo de 80,4dB. El cambio de equipamientos en el período de la noche presentó valor máximo de 78.1dB. Concluimos que el valor medio de los decibeles en la UN fue superior al recomendado por la ABNT.
Descritores: Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Som
-Ruído
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 73 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-908627
Autor: Guevara, Exequiel; Alarcón, Victor.
Título: Las agnosias auditivas: una revisión teórica / Auditory agnosias: a theoretical review
Fonte: Rev. chil. neuropsicol. (En línea);12(1):29-33, ago. 2017. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Las agnosias auditivas son consideradas un déficit en la percepción y/o en el reconocimiento de los sonidos, en ausencia de pérdida auditiva, manteniendo indemnes las habilidades cognitivas y lingüísticas. Si bien la mayoría de las agnosias auditivas se deben a lesiones orgánicas, principalmente accidentes cerebrovasculares, también existen casos en donde los déficits son congénitos. La presente revisión teórica esquematiza los principales tópicos concernientes a esta patología, presentando además un modelo neuropsicológico del procesamiento auditivo de los objetos y sus trastornos. Se realizó un estudio teórico de tipo clásico, en donde se seleccionan de manera direccionada los artículos pertinentes a la temática, utilizando como base de datos primaria a Medline. Por otra parte, se complementa la búsqueda con investigaciones afines y capítulos de libros que no fueron considerados en la búsqueda principal. Se concluyó que, si bien existe un amplio conocimiento en torno a este tema, principalmente en idioma inglés, éste aún es insuficiente. Por tanto, es necesario seguir realizando investigaciones, de modo que se pueda obtener mayor cantidad de artículos con la mayor evidencia disponible, es decir, del tipo meta-análisis, ensayos clínicos aleatorizados y revisiones sistemáticas de la literatura.

Auditory agnosias are considered as a deficit in the perception and/or recognition of sounds, in the absence of hearing loss, and with cognitive and linguistic skills indemnity. Although most auditory agnosias are due to organic lesions, mainly strokes, nontheless there are also cases where the deficits are congenital. A theoretical study of classic type was realized, in which the articles pertinent were selected using as main database Medline. On the other hand, the serach was complemented with related stuides, and book chapters that were not considered in the main search. It was concluded that, although there is extensive knowledge on this subject, mainly in English, it is still insufficient. Therefore, further research is necessary to obtain higher quality articles, like meta-analysis, randomized clinical trials and systematic reviews.
Descritores: Percepção Auditiva
Som
Agnosia
-Agnosia/etiologia
Diagnóstico Diferencial
Testes Neuropsicológicos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  9 / 73 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-770500
Autor: Figueiredo, Carolina Calsolari; Andrade, Adriana Neves de; Marangoni-Castan, Andréa Tortosa; Gil, Daniela; Suriano, Italo Capraro.
Título: Behavioral and electrophysiological auditory processing measures in traumatic brain injury after acoustically controlled auditory training: a long-term study / Medidas comportamentais e eletrofisiológicas do processamento auditivo em traumatismo craniencefálico após treinamento auditivo acusticamente controlado: estudo de longo prazo
Fonte: Einstein (Säo Paulo);13(4):535-540, Oct.-Dec. 2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: ABSTRACT Objective To investigate the long-term efficacy of acoustically controlled auditory training in adults after tarumatic brain injury. Methods A total of six audioogically normal individuals aged between 20 and 37 years were studied. They suffered severe traumatic brain injury with diffuse axional lesion and underwent an acoustically controlled auditory training program approximately one year before. The results obtained in the behavioral and electrophysiological evaluation of auditory processing immediately after acoustically controlled auditory training were compared to reassessment findings, one year later. Results Quantitative analysis of auditory brainsteim response showed increased absolute latency of all waves and interpeak intervals, bilaterraly, when comparing both evaluations. Moreover, increased amplitude of all waves, and the wave V amplitude was statistically significant for the right ear, and wave III for the left ear. As to P3, decreased latency and increased amplitude were found for both ears in reassessment. The previous and current behavioral assessment showed similar results, except for the staggered spondaic words in the left ear and the amount of errors on the dichotic consonant-vowel test. Conclusion The acoustically controlled auditory training was effective in the long run, since better latency and amplitude results were observed in the electrophysiological evaluation, in addition to stability of behavioral measures after one-year training.

RESUMO Objetivo Investigar a eficácia de longo prazo do treinamento auditivo acusticamente controlado em indivíduos adultos após traumatismo craniencefálico. Métodos Foram estudados seis indivíduos audiologicamente normais com idades entre 20 e 37 anos, que sofreram traumatismo craniencefálico grave com lesão axional difusa, submetidos a um programa de treinamento auditivo acusticamente controlado aproximadamente um ano antes. Foram comparados os resultados obtidos nas avaliações comportamental e eletrofisiológica do processamento auditivo imediatamente após o treinamento auditivo acusticamente controlado e a reavaliação, um ano após. Resultados Quanto ao potencial de tronco encefálico, observou-se aumento da latência absoluta de todas as ondas e os intervalos interpicos, na comparação entre as avaliações, bilateralmente, bem como aumento da amplitude de todas as ondas, sendo a onda V estatisticamente significativa, para a orelha direita e a onda III para a orelha esquerda. Quanto ao P3, observaram-se diminuição da latência e aumento da amplitude do P3 na avaliação atual em ambas as orelhas. A avaliação comportamental atual evidenciou desempenho semelhante nas duas avaliações, exceto no teste dicótico de dissílabos alternados na orelha esquerda e a quantidade de erros no teste dicótico consoante-vogal. Conclusão O treinamento auditivo acusticamente controlado mostrou-se eficaz em longo prazo, uma vez que foram observados resultados melhores de latência e amplitude na avaliação eletrofisiológica, bem como estabilidade das medidas comportamentais após um ano de treinamento.
Descritores: Estimulação Acústica/educação
Lesão Axonal Difusa/complicações
Potenciais Evocados Auditivos/fisiologia
Localização de Som/fisiologia
-Limiar Auditivo/fisiologia
Correção de Deficiência Auditiva/métodos
Lesão Axonal Difusa/reabilitação
Seguimentos
Escala de Resultado de Glasgow
Som
Acústica da Fala
Inteligibilidade da Fala/fisiologia
Fatores de Tempo
Limites: Adulto
Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 73 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-704087
Autor: Santos, Izabella dos; Colella-Santos, Maria Francisca; Couto, Christiane Marques do.
Título: Pressao sonora gerada por equipamentos sonoros portateis individuais / Sound pressure level generated by individual portable sound equipment
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);80(1):41-47, Jan-Feb/2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O uso de equipamentos portáteis sonoros individuais pode ser um risco auditivo, pois o som é gerado diretamente no meato acústico externo. Acredita-se que fones diferentes proporcionam amplificações diferentes, pois causam variações de volume e de ressonância conforme suas inserções. Objetivos: Verificar a pressão sonora a que jovens estão expostos quando fazem uso de equipamentos sonoros portáteis individuais com dois diferentes fones: de inserção e de inserção anatômico. Materiais e métodos: Trata-se de uma pesquisa experimental. Para tanto, foram feitas medições em 54 orelhas de 27 jovens com idades entre 18 e 30 anos, com os dois tipos de fones. Também foram registrados picos de ressonância da orelha externa com e sem fone. Resultados: Observou-se que o fone de inserção anatômico apresenta aumento do nível de pressão sonora estatisticamente significante em comparação com o fone de inserção para todas as frequências avaliadas. Não há uma correlação entre o novo pico de ressonância do meato fechado e a frequência na qual se obteve os maiores níveis de pressão sonora com o fone. Observou-se diferença estatisticamente significativa entre orelhas para algumas frequências com os diferentes fones. Conclusão: O fone de inserção anatômico gera um maior nível de pressão sonora que o fone de inserção. .

Introduction: The use of Personal Digital Audio Players can cause hearing injuries, as the sound is generated directly in the ear canal. It is believed that different types of headphones can cause different amplifications, since they cause changes in the volume and resonance of the ear canal according to their depth. Objective: This study aimed to determine the sound pressure to which young individuals are exposed when using Personal Digital Audio Players with two types of headphones: insertion earphones and anatomical insertion earphones Materials and methods: This was an experimental study. The probe microphone measurements were made with different headphones in 54 ears (27 young individuals). The resonance peaks were also recorded. Results: A statistically significant difference was observed between the evaluated headphones, showing that anatomical insertion earphones had higher levels of sound pressure than insertion earphones for all frequencies measured. There was no correlation between the resonance peak of the closed canal and the frequency where the highest sound pressure level was obtained. There was a significant difference between ears at some frequencies with the different headphones. Conclusion: It was concluded that anatomical insertion earphones generate a higher sound pressure level than insertion earphones. .
Descritores: Percepção Auditiva/fisiologia
Meato Acústico Externo/fisiologia
Música
Pressão
Som
-Testes de Impedância Acústica
Estimulação Acústica
Desenho de Equipamento
Fatores Sexuais
Limites: Adolescente
Adulto
Feminino
Humanos
Masculino
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde