Base de dados : LILACS
Pesquisa : G04.144 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 188 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 19 ir para página                         

  1 / 188 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1022036
Autor: Guo, Haiyan; Wang, Qiang; Li, Yongjun; Yin, Xiuyuan; Zhang, Hao; Shi, Jianfei.
Título: Overexpression of CDC25C affects the cell cycle of ovarian granulosa cells from adult and young goats
Fonte: Electron. j. biotechnol;31:17-23, Jan. 2018. tab, ilus, graf.
Idioma: en.
Projeto: Key Natural Science Program of Jiangsu Higher Education Institutions; . Priority Academic Program Development of Jiangsu Higher Education Institutions.
Resumo: Background: CDC25 is a dual-specificity phosphatase that was first identified in the yeast Schizosaccharomyces pombe as a cell cycle-defective mutant. Although CDC25 is involved in the cell cycle of ovarian granulosa cells, the CDC25 signaling pathway has not been clarified fully. To explore the role of CDC25C in the cell cycle of goat ovarian granulosa cells, a CDC25C-overexpressing vector, pCMV-HA-CDC25C, was constructed and transfected into granulosa cells from adult and young white goats from Jiangsu Nantong. RT-PCR was used to measure CDC25C, CDK1, and WEE1 gene expression levels, and flow cytometry was used to distinguish ovarian granulosa cells in different phases of the cell cycle. Progesterone and estradiol levels in transfected ovarian granulosa cells were also measured. Results: In adult goat follicular granulosa cells transfected with pCMV-HA-CDC25C, CDC25C expression increased significantly, which greatly increased the relative gene expression levels of both CDK1 and WEE1. Additionally, progesterone and estradiol levels were increased in goat follicular granulosa cells overexpressing CDC25C. And the cell cycle results showed that transfection of pCMV-HA-CDC25C leads to a higher proportion of cells in S phase compared to the no vector-transfected groups. Conclusions: The results of this study indicated that the overexpression of CDC25C may increase the gene expression levels of both WEE1 and CDK1 in S phase and accelerate the transition of cells from G1 phase to S phase.
Descritores: Cabras
Ciclo Celular/fisiologia
Fosfatases cdc25/genética
Fosfatases cdc25/metabolismo
Células da Granulosa/enzimologia
-Progesterona/análise
Proteínas Tirosina Quinases/genética
Transfecção
Ciclo Celular/genética
Reação em Cadeia da Polimerase/métodos
Apoptose
Quinases Ciclina-Dependentes/genética
Estradiol/análise
Fertilização
Citometria de Fluxo
Fluorescência
Células da Granulosa/metabolismo
Limites: Animais
Feminino
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1010296
Autor: Avello, Veronica; Tapia, Bethzabeth; Vergara, Mauricio; Acevedo, Cristian; Berrios, Julio; Reyes, Juan G; Altamirano, Claudia.
Título: Impact of sodium butyrate and mild hypothermia on metabolic and physiological behaviour of CHO TF 70R cells
Fonte: Electron. j. biotechnol;27:55-62, May. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FONDECYT; . Universidad Federico Santa Maria.
Resumo: Background: To reduce costs associated with productivity of recombinant proteins in the biopharmaceutical industry, research has been focused on regulatory principals of growth and survival during the production phases of the cell culture. The main strategies involve the regulation of cell proliferation by the modulation of cell cycle control points (G1/S or G2/M) with mild hypothermia and the addition of sodium butyrate (NaBu). In this study, batch culture strategies were evaluated using CHO TF 70R cells producing the recombinant human tissue plasminogen activator (rh-tPA), to observe their individual and combined effect on the cellular physiological state and relevant kinetic parameters. Results: NaBu addition has a negative effect on the mitochondrial membrane potential (ΔΨm), the values of which are remarkably diminished in cultures exposed to this cytotoxic compound. This effect was not reflected in a loss of cell viability. NaBu and mild hypothermic conditions increased the doubling time in the cell cultures, suggesting that these strategies triggered a general slowing of each cell cycle phase in a different way. Finally, the individual and combined effect of NaBu and mild hypothermia produced an increase in the specific rh-tPA productivity in comparison to the control at 37°C without NaBu. Nevertheless, both strategies did not have a synergistic effect on the specific productivity. Conclusions: The combination of NaBu addition and mild hypothermic condition causes an impact on physiological and metabolic state of CHO TF 70R cells, decreasing cell growth rate and improving glucose consumption efficiency. These results therefore provide a promising strategy to increase specific productivity of rh-tPA.
Descritores: Proteínas Recombinantes/metabolismo
Células CHO/metabolismo
Ativador de Plasminogênio Tecidual/metabolismo
Ácido Butírico/metabolismo
Hipotermia
-Ciclo Celular
Sobrevivência Celular
Células CHO/fisiologia
Ativador de Plasminogênio Tecidual/biossíntese
Proliferação Celular
Potencial da Membrana Mitocondrial
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  3 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1022495
Autor: Zhao, Hu; Zhang, Xueqin.
Título: Enhanced apoptosis and inhibition of gastric cancer cell invasion following treatment with LDH@Au loaded Doxorubicin
Fonte: Electron. j. biotechnol;32:13-18, Mar. 2018. ilus, graf.
Idioma: en.
Resumo: Background: The suppression of cancer cell growth and invasion has become a challenging clinical issue. In this study, we used nanotechnology to create a new drug delivery system to enhance the efficacy of existing drugs. We developed layered double hydroxide by combing Au nanosol (LDH@Au) and characterized the compound to prove its function as a drug delivery agent. The anti-cancer drug Doxorubicin was loaded into the new drug carrier to assess its quality. We used a combination of apoptosis assays, cell cycle assays, tissue distribution studies, cell endocytosis, transwell invasion assays, and immunoblotting to evaluate the characteristics of LDH@Au as a drug delivery system. Results: Our results show that the LDH@Au-Dox treatment significantly increased cancer cell apoptosis and inhibited cell invasion compared to the control Dox group. Additionally, our data indicate that LDH@Au-Dox has a better target efficiency at the tumor site and improved the following: cellular uptake, anti-angiogenesis action, changes in the cell cycle, and increased caspase pathway activation. Conclusions: Our findings suggest the nano drug is a promising anti-cancer agent and has potential clinical applications.
Descritores: Neoplasias Gástricas/tratamento farmacológico
Doxorrubicina/administração & dosagem
Apoptose/efeitos dos fármacos
Nanopartículas/administração & dosagem
Antibióticos Antineoplásicos/administração & dosagem
-Doxorrubicina/farmacologia
Ciclo Celular/efeitos dos fármacos
Western Blotting
Sistemas de Liberação de Medicamentos
Nanotecnologia
Linhagem Celular Tumoral
Microscopia Eletrônica de Transmissão
Proliferação Celular/efeitos dos fármacos
Endocitose/efeitos dos fármacos
Hidróxidos
Antibióticos Antineoplásicos/farmacologia
Invasividade Neoplásica/prevenção & controle
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  4 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-889447
Autor: Spindola, Daniel Gonsales; Hinsberger, Andre; Antunes, Valéria Maria de Souza; Michelin, Luis Felipe Gomes; Bincoletto, Claudia; Oliveira, Carlos Rocha.
Título: In vitro cytotoxicity of chemical preservatives on human fibroblast cells
Fonte: Braz. J. Pharm. Sci. (Online);54(1):e00031, 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: Preservatives are widely used substances that are commonly added to various cosmetic and pharmaceutical products to prevent or inhibit microbial growth. In this study, we compared the in vitro cytotoxicity of different types of currently used preservatives, including methylparaben, imidazolidinyl urea (IMU), and sodium benzoate, using the human newborn fibroblast cell line CCD1072Sk. Of the tested preservatives, only IMU induced a reduction in cell viability, as shown using the MTT assay and propidium iodide staining (IMU>methylparaben>sodium benzoate). IMU was shown to promote homeostatic alterations potentially related to the initiation of programed cell death, such as decreased mitochondrial membrane potential and caspase-3 activation, in the treated cells. Methylparaben and sodium benzoate were shown to have a very low cytotoxic activity. Taken together, our results suggest that IMU induces programed cell death in human fibroblasts by a canonical intrinsic pathway via mitochondrial perturbation and subsequent release of proapoptotic factors
Descritores: Conservantes Farmacêuticos/análise
Aditivos em Cosméticos
-Ciclo Celular
Citotoxicidade Imunológica
Potencial da Membrana Mitocondrial
Fibroblastos
Citometria de Fluxo/métodos
Tipo de Publ: Técnicas In Vitro
Estudo Comparativo
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  5 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-971955
Autor: Lima, Daisy Jereissati Barbosa.
Título: Estudo da atividade anticâncer da marinobufagenina: um bufadienolídeo extraído de anfíbiosda espécie rhinella marina.
Fonte: Fortaleza; s.n; 2016. 92 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O câncer é uma complexa doença de origem genética, considerada uma das principais causas de morte por doença no mundo. A utilização de substâncias derivadas de produtos naturais tem crescido com o passar dos anos, constituindo uma importante fonte no arsenal terapêutico.Os bufadienolídeos são esteróides cardioativos de24 carbonos, isolados de extratosde glândulasde sapos da família Bufonidae. Essas moléculaspossuem grande variedade de atividades biológicas,incluindo atividadeanticâncer. Os bufadienolídeos tem demonstradocomportamento antiproliferativoemvárias linhagens de células cancerígenas humanas por induzirmortee parada do ciclo celular.A marinobufagenina, umbufadienolídeoextraído do anfíbio Rhinella marina,foi escolhida para determinamos o seu padrão citotóxico e mecanismo de ação. Apesar de demonstrar alta citotoxicidade em células tumorais humanas, a amostranão apresentou citotoxicidade para linhagens murinas. Experimentos in vitro foram realizados utilizando-se a linhagem de adenocarcinoma de próstata PC3. As célulasforam tratadas comdiferentes concentrações da amostramarinobufagenina (0,37, 0,75e 1,5μM)por 24 horas...

Cancer is a complex genetic disease, considered one of the leading causes of death in the world. The use of substances derived from natural products has grown over the years and is an important source forthe therapeutic arsenal. Bufadienolides, a group ofcardioactive steroids with a24 carbonstructures are commonly found inglands of toadsfromBufonidae family.These moleculesahave wide range of biological activities, including anti-cancer effects. Bufadienolides haveshown anti-proliferative effect on various human cancer cell lines by inducing death and cell cycle arrest.Marinobufagenin, abufodienolideextracted fromRhinella marinatoad especies was chosen to determine itsstandard cytotoxic and mechanism of action.Despite showinghigh cytotoxicity in human tumor cells, the sample showed no cytotoxicity to murine strains. In vitro experiments were performed using the PC3 prostateadenocarcinoma lineage. Cells were incubated with different concentrations of marinobufagenin (0.37, 0.75 and 1.5 mM) for 24 hours...
Descritores: Anticarcinógenos
Ciclo Celular
Morte Celular
Adenocarcinoma
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde
BR6.1


  6 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-941808
Autor: Segges, Priscilla Alves Mascarenhas.
Título: Alterações na apoptose e no ciclo celular e sua modulação pelo sistema imune no Linfoma de Hodgkin clássico pediátrico.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2014. 187 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Ministério da Saúde. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O linfoma de Hodgkin clássico (LHc) caracteriza-se por apresentar 1-2% de células tumorais (Hodgkin e Reed-Sternberg, H-RS), em meio de um infiltrado inflamatório. As células H-RS são caracterizadas por alterações simultâneas e ainda não bem entendidas no ciclo celular e apoptose, e uma alta dependência das células imunes infiltrantes, tendo inclusive estas alterações sido associadas ao desfecho clínico. O objetivo deste trabalho foi investigar alterações no ciclo celular e apoptose das células H-RS e a sua relação com a resposta imune local, definida pela composição do microambiente tumoral, em casos de LHc pediátricos, visando identificar cross-talks potenciais entre os dois componentes do tumor. Para isto, foram analisadas por imunohistoquímica (IHQ) os marcadores p53, p21, MDM2, nucleofosmina (NPM) H2AX, ATM, a cinética populacional (Ki-67, Histona H3, número de H-RS, uni e multinucleação), BCL2, caspase-3 (CASP3) e SURVIVINA e a fragmentação de DNA (ensaio de TUNEL) nas células H-RS, em um grupo de 87 pacientes com LHc pediátrico. Estas alterações foram analisadas em relação ao status do vírus Epstein-Barr (EBV), as sub-populações celulares do MAT e a sobrevida livre de progressão (SLP) e global (SG). Uma alta taxa de proliferação (IPC; Ki-67>50% nas H-RS) e taxa mitótica (IM; histona H3>25% nas H-RS) foram observados em 75,9% e 37,5% dos casos, sem associação com o número de células tumorais, enquanto que a expressão de p53, p21, MDM2, ATM ,H2AX, BCL2, CASP3 e SURVIVINA foram observadas em 13,4%, 69%, 83,6%, 59%, 72,7%, 56,6%, 71,4% e 52% dos casos, respectivamente. Quanto a NPM, foi identificada a expressão citoplasmática da proteína (NPMc+) em 66,2% dos casos, posteriormente confirmada por imunoflorescência e por microscopia confocal a laser...

Classical Hodgkin lymphoma (cHL) is a B-cell neoplasm characterized by two components, the malignant (Hodgkin-Reed-Sternberg, H-RS) cells which comprise 1-2% of the tumor mass, and an intense inflammatory infiltrate, the tumor microenvironment. H-RS cells exhibit simultaneous alterations in cell cycle and apoptosis and a strong dependence on infiltrating immune cells. The objective of this study was to investigate alterations of H-RS cell cycle and apoptosis and their relationship with the local immune response, defined by the TME composition, aiming to identify a potential cross-talk between the two components of the tumor, in a series of pediatric cHL. For this, different markers were analyzed by immunohistochemistry (IHC), such as H-RS population kinetics (Ki-67, histone H3, number of H-RS, uni and multinucleation), p53, p21, MDM2, nucleophosmin (NPM), pH2AX, pATM, BCL2, caspase-3 (CASP3), survivin and DNA fragmentation (TUNEL assay) in H-RS cells. These results were analyzed in respect of Epstein-Barr virus (EBV) status, TME cell subpopulations and survival. A high proliferation rate (IPC; Ki-67>50% in H- RS) and mitotic rate (IM; histone H3>25% in H-RS) were seen in 75.9% and 37.5% of cases, without association with the number of tumor cells, while the expression of p53, p21, MDM2, ATM, H2AX, BCL2, CASP3, and SURVIVIN were seen in 13.4%, 69%, 83.6 %, 59%, 72.7%, 56.6%, 71.4% and 52% of cases, respectively. NPM was aberrantly localized to the cytoplasm (NPMc+) in 66.2% of cases, confirmed by immunofluorescence and confocal laser scanning microscopy. In order to disclose the causes of the aberrant localization, exon 12 mutation analysis was performed from H-RS microdissected cells (2 NPMc+ cases) and by subcloning of total DNA (4 NPMc+ cases), and no mutation were identified. FISH analysis with non-commercial probes did not identify any chromosomal translocation in the NPM1 gene...
Descritores: Apoptose
Ciclo Celular
Doença de Hodgkin
Microambiente Tumoral
-Ribonucleoproteínas
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1


  7 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-938318
Autor: Campi-Azevedo, Ana Carolina.
Título: Influência do antígeno solúvel de ovos de Schistosoma mansoni sobre a ativação e progressão do ciclo celular de linfócitos T de indivíduos infectados e não infectados porSchistosoma mansoni e/ou Necator americanus.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2007. 164 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A infecção pelo S. mansoni é muito freqüente em regiões com condições precárias de saneamento básico, resultando em elevadas prevalências de esquistossomose nas populações entre 10 e 20 anos de idade. A patologia desta infecção é caracterizada pela formação de granulomas em torno dos ovos liberados pelos vermes adultos, no interior do sistema portahepático. Sabe-se que, os pacientes portadores da infecção crônica apresentam uma modulação da capacidade proliferativa em resposta ao antígeno solúvel de ovos de S. mansoni (SEA) e, este estado parece ser benéfico para o hospedeiro e tem sido considerada fundamental para o equilíbrio hospedeiro-parasito. Em contrapartida, indivíduos não infectados residentes em área endêmica para esquistossomose apresentam uma elevada reatividade celular em resposta a estes antígenos. Neste trabalho, comparamos a influência do SEA na progressão do ciclo celular de linfócitos T do sangue periférico de pacientes portadores de infecção crônica pelo S. mansoni(XTO), de indivíduos não infectados residentes em área endêmica (NEG) e de indivíduos não infectados, porém não residentes em área endêmica, denominados por DS. Nossos resultados mostraram que pacientes XTO apresentam uma modulação da resposta ao SEA e, sugerem que esta imunossupressão pode ser devido a participação das células T reguladoras, que secretam IL-10 em resposta ao SEA. A citocina IL-10 pode atuar inibindo a ativação celular de linfócitos T CD4+ e CD8+, por meio do bloqueio destas células nas fases G0/G1 do ciclo celular, promovendo a anergia nestas células.

Este bloqueio da progressão do ciclo celular se dá por inibição da expressão da ciclina D1,2,3 nos linfócitos T. Por outro lado, nas culturas celulares dos indivíduos NEG estimuladas com SEA, foram detectados níveis elevados de TNF-α, ativação celular dos linfócitos T CD4+ e CD8+ e um aumento da expressão da ciclina D1,2,3, promovendo a progressão através do ciclo celular em resposta ao SEA. Em áreas endêmicas, existe uma alta prevalência de ancilostomídeos co-infectando pacientes portadores de S. mansoni. Neste contexto, avaliamos também a influência da presença da co-infecção pelo N. americanus na resposta imunológica ao SEA de pacientes infectados por S. mansoni. Nossos resultados mostraram que tanto as PBMC de pacientes mono-infectados (MONO) quanto as de co-infectados (CO) apresentaram anergia celular em resposta ao SEA, sugerindo que a presença da infecção por N. americanus não influencia na resposta imune ao SEA
Descritores: Ciclo Celular/imunologia
Schistosoma mansoni/genética
Esquistossomose mansoni/imunologia
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Criança
Adolescente
Adulto
Responsável: BR1719.1 - Biblioteca do CPqRR
BR1719.1; 616.963, C196i, 2007. 012635


  8 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-935999
Autor: Cruz, André Luiz de Souza.
Título: Papel dos corpúsculos lipídicos na progressão do ciclo celular.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2010. 152 p. ilus, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Nacional de Câncer para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Corpúsculos lipídicos são organelas dinâmicas envolvidas no metabolismo de lipídeos, no tráfego de membrana e na sinalização intracelular. A lipogênese está associada com um mal prognóstico em diversas doenças neoplásicas, sugerindo um papel dessas organelas no desenvolvimento do câncer. Foi mostrado anteriormente que corpúsculos lipídicos são elementos centrais na síntese de PGE2 e na proliferação celular em linhagens celulares de câncer de cólon, e podem estar implicados na patologia do adenocarcinoma de cólon. Baseado nesses dados, a regulação dos corpúsculos lipídicos na progressão do ciclo celular foi investigada. Células NIH3T3 foram sincronizadas por privação de soro por 24 horas, e então suplementadas com meio contendo 10% de soro fetal bovino para avaliar sua entrada e progressão pelo ciclo celular. Análise por iodeto de propídeo revelou que, a partir da suplementação com soro, células entraram na fase S do ciclo celular após 24 horas e progrediram para as fases G2/M após 36 e 48 horas. Esses dados foram confirmados com análise dos níveis de fosforilação de Rb por western blot e dos níveis de expressão das ciclinas D2, E2, A2 e B2 por PCR em tempo real. Posteriormente, a regulação dos corpúsculos lipídicos durante a progressão do ciclo celular foi avaliada. Células com arresto na fase G1 mostraram um menor número de corpúsculos lipídicos, com localização perinuclear. Por outro lado, foram observados um aumento no número de corpúsculos lipídicos e uma distribuição homogênea dessas organelas pelo citoplasma durante a fase S. Além disso, células NIH3T3 mostraram aumento no número de corpúsculos lipídicos e localização dispersa dessas organelas após transformação com a oncoproteína H-rasV12. Juntos esses resultados mostram que corpúsculos lipídicos são regulados durante a progressão do ciclo celular, que esta regulação depende da entrada na fase S do ciclo celular, e que em células transformadas esta regulação está alterada. Por fim, esses dados dão evidências de que um mecanismo coordenado regula a progressão de ciclo celular e a biogênese de corpúsculos lipídicos, que pode estar desregulado durante o desenvolvimento neoplásico

Lipid bodies are dynamic organelles involved in lipid turnover, membrane traffic and intracellular signaling. Lipogenesis has been associated with poor prognosis in several neoplasic diseases, suggesting a role for these organelles in cancer development. It has been previously reported that lipid bodies are centrally involved in PGE2 synthesis and cell proliferation in colon cancer cells, and may potentially have implications to colon adenocarcinoma pathogenesis. Based on this data, the regulation of lipid bodies during cell cycle progression was investigated. NIH3T3 cells were synchronized by serum starvation for 24 hours, and then supplemented with medium containing 10% fetal bovine serum to evaluate their entering and progression through cell cycle. Propidium iodide analysis revealed that upon serum supplementation cells reached S phase after 24 hours and followed to G2/M phase after 36-48 hours. These data was confirmed by analysis of Rb phosphorylation by western blot assay and by expression levels of cyclins D2, E2, A2, and B2 assayed by quantitative real-time PCR. The quantity and subcellular localization of lipid bodies during cell cycle progression was evaluated. Cells arrested on G1 phase showed a lower number of lipid bodies with perinuclear localization. On the other hand, an increased number of lipid bodies with a homogeneous distribution through the cytoplasm were observed during S phase. Moreover, NIH3T3 cells displayed increased number and dispersed localization of lipid bodies upon transformation with H-rasV12 oncoprotein. Taken together, these results suggest that lipid bodies are highly regulated during cell cycle, and also that this regulation is altered in transformed cells. Finally, these data provide evidence for a coordinate mechanism that regulates cell cycle progression and lipid body biogenesis, which might be deregulated during cancer development
Descritores: Ciclo Celular
Transformação Celular Neoplásica
Lipogênese
Responsável: BR440.4 - Biblioteca
BR440.1


  9 / 188 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-934269
Autor: Bastos, Nina Carrossini.
Título: Papel do fator NFAT1 na regulação do ciclo celular e na expressão de ciclinas.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2008. 100 p.
Idioma: pt; pt.
Tese: Apresentada a Instituto Nacional de Câncer para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A família de fatores de transcrição NFAT (Nuclear Factor of Activated T cells) apresenta um papel central na regulação de diversos genes relacionados com a resposta imune e recentemente foram implicados na proliferação e diferenciação de diversos tipos celulares. Nossos resultados mostram que os linfócitos B deficientes para NFAT1, quando estimulados pelo BCR, proliferavam mais, apresentavam um aumento do número de células na fase G1 do ciclo celular e um aumento na expressão dos genes das ciclinas A2, E1 e E2. Além disso, o silenciamento do NFAT1 aumentou a proliferação de uma linhagem celular de células B. Análises adicionais demonstraram que a expressão ectópica de NFAT1 em células CHO inibiu a proliferação celular, a expressão das ciclinas A2, E1 e E2, a formação de colônias in vitro e o crescimento tumoral in vivo. Juntos estes resultados indicam que o NFAT1 apresenta um papel de regulador negativo do ciclo celular.

The NFAT (Nuclear Factor of Activated T cells) family of transcription factors plays a central role in the regulation of several genes related to the immune response and has been recently implicated in the proliferation and differentiation of numerous cell types. Our results show that NFAT1-deficient Blymphocytes stimulated through BCR proliferate more, present an increase in the number of cells in the G1 phase of the cell cycle and an up regulated expression of cyclins A2, E1 and E2 when compared to wild type. Also, silencing of NFAT1 increased the proliferation rate of a B cell line. Further analyses demonstrated that ectopic expression of NFAT1 in CHO cells inhibited cellular proliferation, cyclins A2, E1 and E2 expression, colony formation in vitro and tumor growth in vivo. Together, these results indicate NFAT1 as a negative regulator of the cell cycle.
Descritores: Linfócitos B/citologia
Ciclo Celular
Ciclinas
Fatores de Transcrição NFATC
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I
BR440.1


  10 / 188 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-888062
Autor: Faleiro, M. B. R; Cintra, L. C; Jesuino, R. S. A; Damasceno, A. D; Moura, V. M. B. D.
Título: Expression of cell cycle inhibitors in canine prostate with proliferative inflammatory atrophy and carcinoma / Expressão de inibidores do ciclo celular na próstata canina com atrofia inflamatória proliferativa e carcinoma
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);70(1):82-92, Jan.-Feb. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Gene expression of CDKN1A, CDKN1B, and TP53, and immunostaining of p21, p27 and p53 were evaluated to verify the role of these cell cycle inhibitors in canine prostates with proliferative inflammatory atrophy-PIA and prostatic carcinoma-PC. Seventy samples, 15 normal, 30PIA and 25PC. Regarding number of p27 and p53 labeled cells, difference between normal and PIA and PC was observed, as well as between PIA and PC for p53. Immunostaining intensities of p21, p27 and p53 were different when comparing normal tissues to PIA and PC. Sixteen cDNA of canine prostatic FFPE tissue were subjected to RT-PCR and RT-qPCR, four normal, three PIA, and nine PC. CDKN1A mRNA was detected in four PC by RT-PCR, and it was overexpressed when compared to normal by RT-qPCR, in one PIA and six PC. CDKN1B mRNA was detected in three PC by RT-PCR and it was overexpressed in three PC and decreased in one PC. TP53 mRNA was overexpressed in one PIA and three PC. In conclusion, when overexpressed in canine prostate with premalignant and malignant, p21 and p27 play a role controlling cell proliferation, working as a protective factor in the evolution of PIA to PC, and in the PC development, even in the presence of altered p53.(AU)

A expressão gênica de CDKN1A, CDKN1B e TP53, assim como imunomarcação de p21, p27 e p53 foram realizadas a fim de verificar o papel desses inibidores do ciclo celular na próstata canina com atrofia inflamatória proliferativa (PIA) e carcinoma prostático (PC). Foram obtidas70 amostras de próstata canina, sendo 15 de tecido normal, 30 de PIA e 25 de PC. Quanto ao número de células imunomarcadas foi observada diferença entre amostras normais, com PIA e PC para p27 e p53, assim como entre PIA e PC para p53. Para a intensidade de imunomarcação houve diferença entre os tecidos normais e com PIA e PC para p21, p27 e p53. Foram obtidas dezesseis amostras de cDNA a partir de amostras de próstatas caninas embebidas em parafina para a realização da RT-PCR e RT-qPCR, sendo quatro normais, três com PIA, e nove com o PC. O gene CDKN1A foi detectado em quatro das amostras com PC por RT-PCR, e pela RT-qPCR este estava superexpresso em uma PIA e em seis PC quando da comparação com o tecido prostático normal. O CDKN1B foi detectado em três PC por RT-PCR e pela RT-qPCR estava superexpresso em três PC e reduzido em um PC. O TP53 foi detectado em todas as próstatas caninas com PIA e PC por RT-PCR, sendo também superexpresso em uma glândula com PIA e em três com PC. Concluiu-se que p21 e p27 quando superexpressas na próstata canina com lesões pré-malignas (PIA) e malignas (PC) desempenham ação no controle da proliferação celular, possivelmente atuando como fator de proteção na evolução da PIA para PC, e no desenvolvimento do PC, mesmo na presença de p53 alterada. Assim, o próximo passo é avaliar essas proteínas do ciclo celular em casos de PC canino com metástase.(AU)
Descritores: Atrofia/diagnóstico
Carcinoma
Ciclo Celular
Cães/anormalidades
Cães/anatomia & histologia
Próstata/fisiologia
Limites: Animais
Cães
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 19 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde