Base de dados : LILACS
Pesquisa : G04.198.424.233 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 31 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 31 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-907532
Autor: Danielli, Letícia J; Reis, Monique dos; Roman, Renatha; Bordignon, Sérgio A L; Apel, Miriam A.
Título: Essential oil composition and antichemotactic activity of stenachaenium benth species native to south Brazil / Composición y actividad antiquimiotaxica del aceite esencial de especies stenachaenium benth. nativas de sur de Brasil
Fonte: Bol. latinoam. Caribe plantas med. aromát;15(3):164-174, May. 2016. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Chemical composition of essential oils from four Stenachaenium species from South Brazil were established by gas chromatography coupled with mass spectrometry (GC/MS). The major compounds identified in the oil of S. megapotamicum were a coumarin derivative, 2H-1-benzopyran-2-one,7-(3-methylbutoxy) (24.0 percent), beta-bisabolene (12.8 percent) and thymol methyl ether (7.1 percent). The oil of S. adenanthum contained mainly pogostol (14.0 percent). S. riedelli oil showed significant presence of aliphatic compounds, with predominance of hexadecanoic acid in all samples (leaves, inflorescence and leaves collected during of inflorescence period). Hexadecanoic acid (23.8 percent) was also the main component in S. macrocephalum. Concerning antichemotactic activity, all the oil samples tested showed a significant leukocyte migration inhibition compared to chemotactic stimulant (lipopolysaccharide from Escherichia coli - LPS), at concentrations of 1 to 5 μg/mL, except for S. adenanthum. These results suggest that the essential oils of some Stenachaenium species could inhibit acute inflammatory process, because the migration of neutrophils occurs mainly in the early inflammatory process.

Se estableció la composición química de los aceites esenciales de cuatro especies de Stenachaenium del Sur de Brasil mediante cromatografía de gases acoplada a espectrometría de masas (CG/EM). Los compuestos mayoritarios identificados en el aceite de S. megapotamicum fueron: un derivado de cumarina, 2H-1-benzopiran-2-ona,7- (3-metilbutoxi) (24,0 por ciento), beta-bisaboleno (12,8 por ciento) y éter metil timol (7,1 por ciento). El aceite de S. adenanthum presentó principalmente pogostol (14,0 por ciento). El aceite de S. riedelli mostró una significativa presencia de compuestos alifáticos, con predominio de ácido hexadecanoico en todas las muestras (hojas, inflorescencias y hojas recolectadas durante del período de la inflorescencia). También el ácido hexadecanoico (23,8 por ciento) fue el principal componente en S. macrocephalum. En cuanto a la actividad antichemotaxica, todas las muestras de aceites ensayadas a concentraciones de 1 a 5 μg/ml, excepto para S. adenanthum, mostraron una inhibición significativa en la migración de leucocitos en comparación con agente quimiotáctico (lipopolisacárido de Escherichia coli – LPS). Estos resultados sugieren que los aceites esenciales provenientes de diferentes especies de Stenachaenium podrían inhibir procesos inflamatorios agudos, debido a que la migración de los neutrófilos se produce principalmente en el proceso inflamatorio temprano.
Descritores: Asteraceae/química
Quimiotaxia de Leucócito
Óleos Voláteis/química
Óleos Voláteis/farmacologia
-Cromatografia Gasosa
Neutrófilos
Terpenos/análise
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  2 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-764634
Autor: Morita, Maria Helena Setsuko; Vázquez, Mônica López; Yamano, Lúcia Mitsuko; Kawano, Jorge da Silva; Mosca, Tainá; Forte, Wilma Carvalho Neves.
Título: Functional activity of neutrophilic polymorphonuclear leukocytes in the first five days postpartum / Atividade funcional de leucócitos polimorfonucleares neutrofílicos nos primeiros cinco dias após o parto
Fonte: Rev. bras. ginecol. obstet;37(11):512-515tab.
Idioma: en.
Resumo: PURPOSE: To assess the chemotactic activity and phagocytic response of neutrophilic polymorphonuclear leukocytes among women in the first five days postpartum.METHODS: A prospective, cross-sectional clinical-laboratory study was conducted. Data of 31 postpartum women during the first five days after vaginal delivery were compared with those of 24 healthy non-pregnant non-postpartum women matched for age. The inclusion criteria were postpartum, clinically and obstetrically healthy women; vaginal delivery, singleton pregnancy carried to term; non-hypertensive, hyperglycemic, allergic, malnourished or with autoimmune or neoplastic diseases; not having received vaccines or blood products in the last three months. The Control Group was chosen according to the same inclusion criteria but involving non-pregnant non-postpartum women. The chemotactic activity of neutrophilic polymorphonuclear leukocytes was assessed by determining the distance from directed migration to bacterial lipopolysaccharide, in three Boyden chamber assays. The phagocytic response was identified by assessing the Zymosan particles' ingestion in three assays carried out in Leighton tubes. The Student's t-test was used in the statistical analysis, adopting a 5% level of significance.RESULTS: The chemotactic activity of neutrophilic polymorphonuclear leukocytes from postpartum women in the presence of homologous (73.2±6.9) and autologous (78.6±13.9) sera showed a significant increase compared to the values observed in the Control Group (64.1±4.1 and 66.6±5.4). Both chemotactic response and phagocytosis ingestion phase of neutrophilic polymorphonuclear leukocytes were significantly increased (p<0.05) in postpartum women compared to healthy non-pregnant and non-postpartum women.CONCLUSION: There was an increase in the chemotactic activity and phagocytic response of neutrophilic polymorphonuclear leukocytes during the first five days after vaginal delivery in women.

OBJETIVO: Avaliar a atividade quimiotática e a resposta fagocitária dos leucócitos polimorfonucleares neutrofílicos entre puérperas nos cinco primeiros dias após o parto.MÉTODOS: Um estudo clínico-laboratorial prospectivo e transversal foi realizado. Dados de 31 puérperas nos cinco primeiros dias após o parto vaginal foram comparados aos de 24 mulheres saudáveis não gestantes e não puérperas, por meio da idade. Os critérios de inclusão foram puérperas clínica e obstetricamente saudáveis; parto vaginal; gestação de feto único a termo; não hipertensas, hiperglicêmicas, alérgicas ou desnutridas ou portadoras de doenças autoimunes ou neoplasias; sem terem recebido vacinas ou hemoderivados nos últimos três meses. O Grupo Controle foi selecionado utilizando-se os mesmos critérios, mas com mulheres não gestantes e não puérperas. A atividade quimiotática por leucócitos polimorfonucleares neutrofílicos foi avaliada determinando-se a distância da migração dirigida ao lipopolissacarídeo bacteriano em três ensaios utilizando-se câmaras de Boyden. A resposta fagocitária foi identificada por meio da ingestão de partículas de zymosan em três ensaios, que foram realizados em tubos de Leighton. Na análise estatística, empregou-se o teste tde Student, adotando-se o nível de significância de 5%.RESULTADOS: A atividade quimiotática dos leucócitos polimorfonucleares neutrofílicos de mulheres no pós-parto, na presença de soro homólogo (73,2±6,9) e autólogo (78,6±13,9), mostrou diferença significante quando comparada aos valores observados no Grupo Controle (64,1±4,1 e 66,6±5,4). A resposta quimiotática e a etapa de ingestão da fagocitose por leucócitos polimorfonucleares neutrofílicos apresentaram acréscimos expressivos (p<0,05) em puérperas ao compararem-se aos valores de mulheres saudáveis não gestantes e não puérperas.CONCLUSÃO: Houve um aumento da atividade quimiotática e da resposta fagocitária por leucócitos polimorfonucleares neutrofílicos nos primeiros cinco dias após parto vaginal nas mulheres.
Descritores: Neutrófilos/fisiologia
Período Pós-Parto/sangue
-Quimiotaxia de Leucócito
Estudos Transversais
Fagocitose
Estudos Prospectivos
Fatores de Tempo
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-604970
Autor: Di Petta, Antonio.
Título: Papel do hormônio insulina na modulação dos fenômenos inflamatórios / Role of insulin hormone in modulation of inflammatory phenomena
Fonte: Einstein (Säo Paulo);9(3), july-sept. 2011.
Idioma: en; pt.
Resumo: Evidence demonstrates the involvement of hormones in the development of inflammatory response. Inflammation evokes marked structural alterations of microvasculature, besides migration of leukocytes from microcirculation to the site of lesion. These alterations are caused primarily by release or activation of endogenous mediators, in which hormones play an integral role in this regulatory system. Binding sites for many hormones may be characterized by vascular structures and hematogenous cells involved with the inflammatory response. Quantitative alterations of inflammatory events involving the decrease in microvascular response to inflammatory mediators, deficiency in the leukocyte-endothelium interaction, reduction of cell concentration in the inflammatory exudate, and failure of the phagocyte function of mononuclear cells were observed in insulin-deficient states. Therefore, inflammation is not merely a local response, but rather a process controlled by hormones in which insulin plays an essential role in modulation of these phenomena, and assures tissue repair and emodeling within the limits of normality.

Evidências demonstram o envolvimento dos hormônios no desenvolvimento da resposta inflamatória. A inflamação evoca alterações estruturais marcantes da microvasculatura, além da migração dos leucócitos da microcirculação para o foco da lesão. Essas alterações são ocasionadas principalmente pela liberação ou ativação de mediadores endógenos, na qual os hormônios participam integralmente desse sistema regulador. Sítios de ligação para muitos hormônios podem ser caracterizados em estruturas vasculares e células hematógenas envolvidas com a resposta inflamatória. Alterações quantitativas dos eventos inflamatórios envolvendo a diminuição da resposta microvascular aos mediadores inflamatórios, deficiência entre a interação leucócito-endotélio, redução da concentração celular no exudato inflamatório e falha na função fagocitária dos mononucleares foram observadas em estados insulino-deficientes. Portanto, a inflamação não é meramente uma resposta local, mas um processo controlado por hormônios, no qual a insulina desempenha um papel essencial modulando esses fenômenos, e assegurando uma reparação e um remodelamento tecidual dentro dos limites da normalidade.
Descritores: Quimiotaxia de Leucócito
Hormônios
Inflamação
Insulina
Microcirculação
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR500.1 - Biblioteca


  4 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-604032
Autor: Ribeiro, Marilia Oliveira.
Título: Histologia endometrial, densidade, calibre microvascular e matriz-metaloproteinase-3 em usuarias do sistema intra-uterino liberador de levonorgestrel ou do implante subdermico liberador de nestorone com e sem sangramento endometrial / Endometrium, density, microvascular caliber and matrix-metalloproteinase-3 in users of the intrauterine system releasing levonorgestrel-releasing subdermal implant or Nestorone with and without endometrial bleeding.
Fonte: Campinas; s.n; 2006. 123 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Atualmente, os métodos anticoncepcionais somente com progestógenos estão sendo usados por um número cada vez maior de mulheres. Estes são de alta eficácia e de longa duração. Dentre eles encontram-se o sistema intra-uterino liberador de levonorgestrel (SIU-LNG) e o implante subdérmico liberador de nestorone (NES). Nas usuárias destes métodos, as mudanças no padrão do fluxo menstrual são quase universais e a imprevisibilidade do sangramento uterino constitui a principal causa de descontinuação dos mesmos. O objetivo deste estudo de corte transversal foi verificar diferenças quanto aos aspectos histológicos em hematoxilina-eosina (HE) e através de reações imunoistoquímicas em biópsias endometriais nas usuárias do SIU-LNG ou do implante subdérmico liberador de NES, em grupos com e sem sangramento uterino, após seis meses de uso dos métodos. Sujeitos e Métodos: Foram avaliadas e submetidas à biópsia endometrial 58 usuárias do SIU-LNG, subdivididas em 29 casos em cada grupo com e sem sangramento e 20 usuárias do implante subdérmico liberador de NES, sendo 14 no grupo com sangramento e 6 sem sangramento. Após a avaliação morfológica em HE o material foi submetido a reações imunoistoquímicas para os marcadores CD34 (avaliação dos vasos da mucosa) e MMP-3 (matriz-metaloproteinase-3), enzima relacionada aos processos de colapso do endométrio. Resultados: Dentre as usuárias do SIU-LNG, o aspecto histológico mais freqüente foi o endométrio progestacional. Não houve correlação significativa entre a presença do sangramento e a idade, paridade, cor, índice de massa corpórea, tempo de uso do SIU-LNG e o padrão menstrual prévio ao uso do SIU-LNG. Também não houve diferença estatisticamente significante com relação aos dados morfológicos analisados de endometrite, necrose estromal, erosão de superfície com reepitelização focal, colapso estromal, pseudoestratificação glandular,...

Progestogen-only contraception is being used by an increasing number of women. It has a long term and high efficacy. Among these methods, there is the levonorgestrel intrauterine system (LNG-IUS) and the Nestoroneâ (NES)-releasing contraceptive implant. However, the changes of menstrual patterns are almost universal and unpredictable and remains the main reason for discontinuation of the method. Objective: This was a cross sectional study. It aimed to investigate the endometrial histology and immunohistochemical reations in users of LNG-IUS or NES-releasing contraceptive implant, for more than six months, in women with and without endometrial bleeding. Methods: In users of LNG-IUS endometrial biopsy was obtained in a total of 58 healthy volunteers, twenty-nine women in each group: with or without endometrial bleeding. In users of (NES)-releasing contraceptive implant in 20 womens, 14 with and 6 without endometrial bleeding. Results: In users of LNG-SIU, histological analysis revealed that the majority of samples displayed a progestin-modified appearance. There was no significant difference between the two groups comparing age, body mass index, duration of contraceptive use, parity, ethnicity and menstrual pattern previous to use of LNG-IUS. There was no significant difference in the evaluation of endometritis, stroma collapse, superficial erosion, glandular pseudo stratification, oedema, density and caliber microvascular. The perimeter and the major glandular diameter were the only characteristics significantly higher in the group without bleeding. A number significantly higher of leukocytes was found in the group with bleeding. This was the only histological characteristic correlated with the endometrial bleeding in these groups. MMP-3 showed a significantly higher...
Descritores: Quimiotaxia de Leucócito
Endométrio/citologia
Eosinófilos/patologia
Dispositivos Intrauterinos
Leucócitos Mononucleares
Mastócitos
Monócitos
Neutrófilos
-Técnicas Histológicas
Leucócitos
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL
BR734.1; T/UNICAMP, R354h


  5 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-402181
Autor: Marino, A. P. M. P; Silva, A. A; Santos, P. V. A; Pinto, L. M. O; Gazinelli, R. T; Teixeira, M. M; Lannes-Vieira, J.
Título: CC-chemokine receptors: a potential therapeutic target for Trypanosoma cruzi-elicited myocarditis
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;100(supl.1):93-96, Mar. 2005.
Idioma: en.
Resumo: The comprehension of the pathogenesis of Trypanosoma cruzi-elicited myocarditis is crucial to delineate new therapeutic strategies aiming to ameliorate the inflammation that leads to heart dysfunction, without hampering parasite control. The augmented expression of CCL5/RANTES and CCL3/MIP-1alpha, and their receptor CCR5, in the heart of T. cruzi-infected mice suggests a role for CC-chemokines and their receptors in the pathogenesis of T. cruzi-elicited myocarditis. Herein, we discuss our recent results using a CC-chemokine receptor inhibitor (Met-RANTES), showing the participation of CC-chemokines in T. cruzi infection and unraveling CC-chemokine receptors as an attractive therapeutic target for further evaluation in Chagas disease.
Descritores: Cardiomiopatia Chagásica/tratamento farmacológico
/análogos & derivados
CHEMOKINE CCLABDOMEN/análogos & derivados
Quimiocinas CC/metabolismo
Miocardite/tratamento farmacológico
Receptores de Quimiocinas/antagonistas & inibidores
Trypanosoma cruzi
-CDABBREVIATIONS AS TOPIC-CDABDOMINAL NEOPLASMS RATIO
/imunologia
CDABBREVIATIONS AS TOPIC-POSITIVE T-LYMPHOCYTES/imunologia
/imunologia
CDABDOMINAL NEOPLASMS-POSITIVE T-LYMPHOCYTES/imunologia
Cardiomiopatia Chagásica/imunologia
Cardiomiopatia Chagásica/metabolismo
/uso terapêutico
CHEMOKINE CCLABDOMEN/uso terapêutico
Quimiotaxia de Leucócito/imunologia
MICE, INBRED CABATTOIRSH
Miocardite/imunologia
Miocardite/metabolismo
Miocardite/parasitologia
Trypanosoma cruzi/imunologia
Limites: Animais
Camundongos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Raddi, Maria Stella Gonçalves
Id: lil-394114
Autor: Tellarolli, Daniella Marques; Ferreira, Naidileia Cristina; Raddi, Maria Stella Gonçalves; Soares, Christiane Piena.
Título: Avaliação citológica da mucosa nasal de portadores de staphyloccus aureus / Staphylococcus aureus' carriers nasal mucosal cytologic evaluation
Fonte: Rev. bras. anal. clin;35(3):151-153, 2003. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Voluntários (32) que atuam profissionalmente na recepção de Postos de Saúde da cidade de Araraquara participaram desse estudo. Para a coleta do lavado nasal, 5 mL de solução salina estéril foram instilados em cada narina e recolhidos em recipiente estéril. O fluído recuperado foi centrifugado e o sedimento ressuspendido em solução fisiológica (1,5 mL). Uma alíquota foi cultivada em agar sangue de carneiro (5 porcento) objetivando o isolamento de S.aureus. As cepas isoladas foram submetidas ao teste de susceptibilidade a alguns antimicrobianos. A contagem total de células presente foi realizada em câmara de Neubauer e a citologia diferencial através de esfregaços corados pelo método de Grunwald-Giemsa. Os resultados demonstraram que portadores do microrganismo apresentam neutrófilos polimorfonucleares em quantidade significativamente aumentada em relação aos não portadores, indicando resposta celular aguda. S. aureus é o agente mais comum de infecções piogênicas e apresentam vários componentes de superfície que contribuem para a quimiotaxia de leucócitos, justificando assim o aumento desse tipo celular.
Descritores: Portador Sadio
Quimiotaxia de Leucócito
Mucosa Nasal
Staphylococcus aureus
-Ágar
Cloranfenicol
Gentamicinas
Infecção Hospitalar/transmissão
Testes de Sensibilidade Microbiana
Neutrófilos/citologia
Oxacilina
Interações Hospedeiro-Parasita
Sulfametoxazol
Vancomicina
Limites: Humanos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  7 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rados, Pantelis Varvaki
Barbachan, Joäo Jorge Diniz
Quadros, Onofre Francisco de
Texto completo
Id: lil-356709
Autor: Philippi, Christine Kalvelage; Rados, Pantelis Varvaki; Sant'ana Filho, Manoel; Barbachan, João Jorge Diniz; Quadros, Onofre Francisco de.
Título: Distribution of CD8 and CD20 lymphocytes in chronic periapical inflammatory lesions
Fonte: Braz. dent. j;14(3):182-186, 2003. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: O objetivo deste estudo foi o de investigar a distribuição de linfócitos CD8+ e CD20+ em lesões inflamatórias periapicais. Para tanto foram estudados 90 casos entre abscessos crônicos, cistos abscedados e cistos inflamatórios. A tecnica de imunohistoquímica pelo método da estreptavidina-biotina foi utilizada para identificar linfócitos T citotóxico/supressor (CD8) e linfócito B (CD20). Dentre os resultados encontrados notou-se uma distribuição das células CD8+ da seguinte forma: 1) difusa na capsula fibrosa dos abscessos crônicos (58,8 por cento) e ausente nos cistos abscedados (64,1 por cento) e cistos inflamatórios (70,6 por cento); 2) zona infiltrativa: difusa nos cistos abscedados (100 por cento) e cistos inflamatórios (82,4 por cento); 3) zona subepitelial: ausente nos cistos inflamatórios (53,0 por cento) e difusa nos cistos abscedados (56,4 por cento); 4) zona de supuração: difusa nos abscessos crônicos (100 por cento) e cistos abscedados (97,5 por cento). As células CD20+ apresentavam a seguinte distribuição: 1) cápsula fibrosa: ausente nos cistos inflamatórios (100 por cento), cistos abscedados (94,8 por cento) e abscessos crônicos (88,3 por cento); 2) zona infiltrativa: difusa nos cistos abscedados (100 por cento) e cistos inflamatórios (53 por cento); 3) zona subepitelial: ausente nos cistos inflamatórios (58,8 por cento) e focal nos cistos abscedados (46,2 por cento); 4) zona de supuração: difusa nos cistos abscedados (100 por cento) e abscessos crônicos (100 por cento). Em conclusão é possível afirmar que a distribuição linfocitária é predominantemente difusa para ambos os tipos de linfócitos.
Descritores: /análise
ANTIGENS, CDABOMASUM/análise
Linfócitos B/patologia
/patologia
CDABDOMINAL NEOPLASMS-POSITIVE T-LYMPHOCYTES/patologia
Periodontite Periapical/imunologia
-Fatores Etários
/análise
ANTIGENS, CDABDOMINAL NEOPLASMS/análise
Linfócitos B/imunologia
/imunologia
CDABDOMINAL NEOPLASMS-POSITIVE T-LYMPHOCYTES/imunologia
Doença Crônica
Quimiotaxia de Leucócito/imunologia
Tecido Conjuntivo/imunologia
Tecido Conjuntivo/patologia
Grupo com Ancestrais do Continente Europeu
Epitélio/imunologia
Epitélio/patologia
Abscesso Periapical/imunologia
Abscesso Periapical/patologia
Periodontite Periapical/patologia
Cisto Radicular/imunologia
Cisto Radicular/patologia
Fatores Sexuais
Supuração
Linfócitos T Citotóxicos/patologia
Adulto Jovem
Limites: Adolescente
Adulto
Idoso
Criança
Feminino
Humanos
Masculino
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Tavares, Carlos Alberto Pereira
Costa, José Eustáquio da
Carvalho, Maria Auxiliadora Roque de
Texto completo
Id: lil-316980
Autor: Lima, Francisca Lúcia de; Farias, Flávio Furtado de; Campos, Patrícia Cota; Totola, Antônio Helvécio; Tavares, Carlos Alberto Pereira; Costa, José Eustáquio da; Farias, Luiz de Mácêdo; Carvalho, Maria Auxiliadora Roque de.
Título: Leukotoxic activity of Actinobacillus Actinomycetemcomitans isolated from human and non-human primates PRIMATES
Fonte: Braz. j. microbiol;32(3):248-254, July-Sept., 2001. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Actinobacillus actinomycetemcomitans is a clinically relevant periodontopathogenic Gram-negative coccobacillus that produces a leukotoxin of the RTX cytolysin family. In this study, we evaluated the leukotoxic activity of A. actinomycetemcomitans strains isolated from human and marmosets by Trypan blue exclusion and by the chemiluminescence assays. Among eight A. actinomycetemcomitans human strains studied, two (P2.17 and P8.12) were classified as high leukotoxin producers and among eight marmoset strains, one (M22.11) showed high leukotoxin production, as determined by Trypan blue exclusion assay. The reference strains ATCC 29523 and FDC Y4 respectively behaved like moderate and low producers. The chemiluminescence assay was used to evaluate the leukotoxic activity of M22.11 and P2.17 strains submitted to different growth conditions. Leukotoxic activity was detected on cells at the logarithmic phase and was similar under anaerobic and microaerophilic growth conditions. It was greatly reduced when cells were grown at glucose concentrations lower or higher than 0.75per cent (0.25per cent and 1.5per cent) in thioglycolate medium. Leukotoxin production mainly by the M22.11 strain was low in BHI broth, whereas production in TSB medium showed a similar level as in thioglycolate broth medium. Sodium bicarbonate at 10 mM did not affect leukotoxin production.
Descritores: Actinobacillus
Infecções por Actinobacillus/diagnóstico
Infecções por Actinobacillus/genética
Quimiotaxia de Leucócito/genética
-Medições Luminescentes
Limites: Humanos
Animais
Adulto
Tipo de Publ: Revisão de Integridade Científica
Estudo Comparativo
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica


  9 / 31 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-311011
Autor: Acheson, David W. K.
Título: Conferencia: Shiga toxin's interaction with intestinal epithelial cells
Fonte: Bol. Acad. Nac. Med. B.Aires;79(1):139-141, ene.-jun. 2001.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: Simposio Internacional Síndrome Urémico Hemolítico, Buenos Aires, 21 jun. 2001.
Descritores: Toxinas Bacterianas
Células Epiteliais
Escherichia coli
Mucosa Intestinal
Neutrófilos
-Quimiotaxia de Leucócito
Limites: Humanos
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  10 / 31 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-258405
Autor: Barbosa Arévalo, Sandra Patricia; Galeano García, Nubia Stella; Dueñas Villamil, Ricardo Ernesto.
Título: Quimiotaxis del neutrófilo en pacientes con periodontitis de aparición temprana / Neutrophil chemotaxis in patients with early-onset periodontitis
Fonte: Univ. odontol;19(39):39-47, nov. 1999. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Se ha observado que el polimorfonuclear neutrófilo (PMN) es la célula de defensa por excelencia de las estructuras periodontales, al jugar un papel fundamental como primera línea de defensa del organismo ante el ataque bacteriano. Esta investigación se realizó para verificar si hay alteración en la función quimiotáctica de los neutrófilos en pacientes con periodontitis de aparición temprana (PAT). Se estudiaron 10 pacientes con PAT con buen estado de salud general, que no hubieran recibido terapia antibiótica en los últimos 6 meses y 10 sanos periodontal y sistémicamente, a los cuales se les tomó una muestra sanguínea de 10 cc para realizar la extracción de los PMN neutrófilos y posteriormente, la quimiotaxis bajo agarosa. El análisis estadístico realizado fue la prueba t para los datos paramétricos (edad, viabilidad, pureza y recuento) y la prueba U de Mann-Whitney para los no paramétricos (diferencial e índice quimiotáctico). Los pacientes con PAT no mostraron diferencias significativas en los valores de quimiotaxis al compararlos con los resultados de los sanos periodontalmente (p mayor 0.05). La edad promedio de los pacientes en ambos grupos fue de 23 años. Tanto la viabilidad como la pureza mínima requeridas para realizar la pureba de quimiotaxis fueron del 90 por ciento. De los resultados del presente estudio se concluye que no existe ninguna alteración en la función quimiotáctica del neutrófilo de sangre periférica de los pacientes con periodontitis de aparición temprana, sugiriéndose que, de existir alteración inmunológica en dichos pacientes, podría estar presente a otro nivel
Descritores: Periodontite Agressiva/imunologia
Quimiotaxia de Leucócito/fisiologia
Neutrófilos/imunologia
-Distribuição por Idade
Análise Química do Sangue/métodos
Periodontite/classificação
Periodontite/etiologia
Sefarose/fisiologia
Análise Estatística
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: AR29.1 - Biblioteca



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde