Base de dados : LILACS
Pesquisa : G05.360.340.024 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 9 [refinar]
Mostrando: 1 .. 9   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 9 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-973129
Autor: Britos, María Rosenda; Sin, Cynthia Solange; Ortega, Silvia Mercedes; Vasek, Olga Miriam.
Título: Diagnóstico molecular de Porphyromonas gingivalis: optimización del método / Molecular diagnosis of Porphyromonas gingivalis: optimization of the method
Fonte: Rev. Círc. Argent. Odontol;75(225):15-18, nov. 2017. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El objetivo del presente trabajo fue estandarizar y optimizar la técnica de PCR convencional para detección de Porphyromonas gingivalis ATCC 33277. Materiales y métodos: la cepa de P. gingivalis ATCC332227 se sembró en agar Bruella enriquecido con sangre de cordero, suplementado con hemina y vitamina K. El ADN se extrajo empleando el protocolo que usa bromuro de cetil trimetilamonio (CTAB). Se evaluó la cantidad y calidad del material genético obtenido con el fotómetro UV Ampli-Quat, AQ-07 Nucleic Acid. Se realizó la PCR convencional con diferentes concentraciones de MgCl2 1 mM, 1,5 mM y 2.0 mM y a dos temperaturas de alineamiento: 60ºC y 55ºC. Los productos PCR se separaron por electroforesis en un gel de agarosa 1 por ciento. Las bandas se visualizaron en un fotodocumentador. La sensibilidad se calculó teniendo en cuenta el número de bacterias en diferentes diluciones. Resultados: se obtuvo una concentración 1,55x10(6) ng/ul de ADN genómico a partir de una suspensión bacteriana de 10a células bacterianas/ml, con índice de pureza 1,648 (relación de OD260/OD280). Los mejores resultados se obtuvieron con una concentración de 2 mM de MgCl2 y una temperatura de alineación de 55ºC. En cuanto a la sensibilidad, se obtuvo un límite de detección de 5 x 10/5 uL células bacterianas en suspensión. Conclusión: en la prueba de PCR convencional para Prophyromonas gingivalis ATCC 33277, las condiciones óptimas de estandarización son la concentración de 2 mM de MgCl y 55ºC y es necesaria una carga bacteriana mínima de 5 x 10 células/5 ul como límite de detección.
Descritores: Periodontite/diagnóstico
Periodontite/microbiologia
Porphyromonas gingivalis/crescimento & desenvolvimento
Porphyromonas gingivalis/isolamento & purificação
Reação em Cadeia da Polimerase
-Componentes Genômicos/fisiologia
Eletroforese em Gel de Ágar
DNA Bacteriano/isolamento & purificação
Meios de Cultura
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  2 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-772851
Autor: Encinas Ponce, Luis Fernando.
Título: Determinantes e forças seletivas na evolução das proteínas / Determinants and selective forces in the evolution of proteins.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2014. xiii, 86 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A análise de grandes quantidades de dados aproveitando o poder computacional de ferramentas open sourcel que estão disponíveis na internet é o que veio a conhecer-se como quarto paradigma da investigação científica. Em muitas áreas do conhecimento como a Astronomia, a Física e Geologia, a experimentação, o desenvolvimento teórico e o poder computacional (os três primeiros paradigmas) têm dado lugar à análise rotineira de grandes quantidades de dados e o desenvolvimento de novos métodos, conceitos e teorias que permitam interpretar a informação gerada por novas tecnologias. No campo da biologia, esta mudança nos paradigmas da investigação científica supõe um desafio na hora de encarar uma questão biológica; mas, em contrapartida, ela oferece a oportunidade de validar teorias clássicas e ou testar hipóteses novas. Precisamente neste contexto, a presente tese aborda duas questões pertinentes ao campo da biologia evolutiva: Quais são os fatores que determinam a evolução de uma proteína? e Qual é a natureza da seleção cinética tradicional? Estas perguntas são, em principio, relevantes no âmbito teórico; por outro lado, sua compreensão, implicações e perspectivas têm também espaço importante na área experimental...
Descritores: Biologia Computacional
Mineração de Dados
Componentes Genômicos
Biossíntese de Proteínas
Proteínas
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  3 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-720217
Autor: Pastore R., Mayra; Villalón L., Rosalina; López, Gladys; Iruretagoyena, Jesús; Magness, Ronald.
Título: Regulación del flujo sanguíneo uterino: II. funciones de estrógeno y receptores estrogénicos alfa/beta en acciones genómicas y no-genómicas del endotelio uterino / Regulation of uterine blood flow: II. functions of estrogen and estrogen receptor alpha/beta in genomic and non- genomic actions of the uterine endothelium
Fonte: Rev. chil. obstet. ginecol;79(3):218-228, jun. 2014. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: El embarazo está marcado por cambios y adaptaciones cardiovasculares que son importantes para el crecimiento y mantenimiento de la placenta y el feto. Durante este periodo, las adaptaciones vasculares uterinas manifiestan cambios clasificados como de corto o largo plazo los cuales están relacionados con adaptaciones vasodilatadoras, angiogénicas o de remodelación. El estrógeno y los receptores estrogénicos clásicos (REs), RE-alfa y RE-beta, han demostrado ser parcialmente responsables por facilitar el incremento dramático en el fluido sanguíneo uterino necesario durante el embarazo. En ésta revisión bibliográfica se discuten la base estructural para la diversidad y selectividad funcional de los REs por el estrógeno, el papel de los REs sobre los efectos genómicos y no-genómicos en células endoteliales de arterias uterinas (CEAU). Estos temas integran el conocimiento científico sobre la regulación molecular de CEAU para mantener el incremento fisiológico en la perfusión útero-placentaria observada durante un embarazo normal.

Pregnancy is marked by changes and cardiovascular adaptations that are important for the maintenance and growth of the placenta and fetus. During this period, the uterine vascular adaptations manifest changes that can be classified as short or long term and they related to adaptations for vasodilation, angiogenic or remodeling. Estrogen and the classical estrogen receptors (ERs), ER-alpha and ER-beta, have been shown to be partially responsible for facilitating this dramatic increase in uterine blood flow needed during pregnancy. This literature review discusses the basis for structural diversity and functional selectivity of ERs by estrogen, the role of ERs on the genomic and non-genomic effects in endothelial cells of uterine arteries (UAEC). These themes integrate scientific knowledge about the molecular regulation of UAEC to maintain the physiological increase in uteroplacental perfusion observed during normal pregnancy.
Descritores: Endotélio Vascular
Estrogênios
Neovascularização Fisiológica
Receptores Estrogênicos
Útero/irrigação sanguínea
-Componentes Genômicos
Ligantes
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  4 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Soares, Cleber O
Texto completo
Id: lil-716338
Autor: Caitano, Marrielen A. B; Soares, Cleber O; Ramos, Carlos A. N; Ferraz, André L. J; Sanches, Cristiane C; Rosinha, Grácia M. S.
Título: Detecção de Brucella abortus em tecidos bovinos utilizando ensaios de PCR e qPCR / Detection of Brucella abortus in bovine tissue using PCR and qPCR
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;34(6):497-502, jun. 2014. tab.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.
Resumo: Objetivou-se no presente estudo avaliar as técnicas reação em cadeia da polimerase (PCR) e PCR em Tempo Real (qPCR) para detectar Brucella abortus, a partir de tecidos bovinos com lesões sugestivas de brucelose. Para isto, 21 fragmentos de tecidos bovinos coletados em abatedouros de Mato Grosso do Sul foram processados e submetidos ao cultivo microbiológico e extração do DNA genômico para realização das reações de PCR e qPCR. No cultivo microbiológico, oito amostras apresentaram crescimento bacteriano e cinco foram confirmadas como B. abortus por PCR. Diretamente das amostras de tecido, DNA do gênero Brucella (oligonucleotídeos IS711) foi detectado em 13 (61,9 por cento) amostras de tecido e 17 (81 por cento) amostras de homogeneizado. Já com os oligonucleotídeos espécie-específicos BruAb2_0168F e BruAb2_0168R, 14 (66 por cento) amostras de tecido e 18 (85,7 por cento) amostras de homogeneizado foram amplificadas. Seis amostras positivas na PCR espécie-específica foram sequenciadas e o best hit na análise BLASTn foi B. abortus. Na qPCR, 21 (100 por cento) amostras de tecidos e 19 (90,5 por cento) amostras de homogeneizado foram positivas para B. abortus. Dez amostras de DNA de sangue bovino de rebanho certificado livre foram utilizadas como controle negativo nas análises de PCR e qPCR utilizando-se os oligonucleotídeos BruAb2_0168F e BruAb2_0168R. Na PCR nenhuma amostra amplificou, enquanto que na qPCR 2 (20 por cento) amplificaram. Conclui-se que as duas técnicas detectam a presença de B. abortus diretamente de tecidos e homogeneizados, porém a qPCR apresentou maior sensibilidade. Os resultados obtidos indicam que a qPCR pode representar uma alternativa rápida e precisa para a detecção de B. abortus diretamente de tecidos, e ser utilizada em programas de vigilância sanitária, por apresentar sensibilidade e especificidade satisfatórias.

The aim of the study was to evaluate the technical polymerase chain reaction (PCR) and Real-Time PCR (qPCR) to detect Brucella abortus from bovine tissues with suggestive lesions of brucellosis. For this, 21 fragments of bovine tissues collected at abattoirs of Mato Grosso do Sul were processed and subjected to microbiological culture and extraction of genomic DNA to perform the PCR reactions and qPCR. Eight samples of microbiological culture showed bacterial growth and five samples were confirmed as B. abortus by PCR. DNA of Brucella (IS711 primers) was detected in 13 (61.9 percent) directly from tissue samples and 17 (81 percent) from tissue homogenate samples. With the species-specific set of primers BruAb2_0168F and BruAb2_0168R, 14 (66 percent) tissue samples and 18 (85.7 percent) tissue homogenate samples were positive. Six positive samples in the species-specific PCR were sequenced and the best hit in the BLASTn analysis was B. abortus. By qPCR, 21 (100 percent) tissue samples and 19 (90.5 percent) tissue homogenate samples were positive for B. abortus. Ten samples of DNA from bovine blood from an accredited-free herd were used as negative control in PCR and qPCR analysis using the primers BruAb2_0168F and BruAb2_0168R, and no one amplified by PCR, whereas two samples were amplified by qPCR (20 percent). In conclusion, both techniques detect the presence of B. abortus directly from tissues and homogenized, but the qPCR showed high sensitivity. The results indicate that qPCR can represent an alternative tool for faster and more accurate detection of B. abortus directly from tissues, and use in health surveillance programs by presenting satisfactory sensitivity and specificity.
Descritores: Brucella abortus/isolamento & purificação
Brucelose Bovina/diagnóstico
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/veterinária
Reação em Cadeia da Polimerase/veterinária
-Células Cultivadas
Componentes Genômicos
Análise de Sequência de DNA
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-716093
Autor: Silva, Miriam Lopes da.
Título: Detecção e caracterização de elementos conjugativos integrativos em bactérias isoladas de amostras ambientais / Detection and characterization of integrative conjugative elements in bacteria isolated from environmental samples.
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. 172 p. graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Pratica de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O reconhecimento da resistência antimicrobiana como um fenômeno emergente em saúde pública, tem constituído um problema em nível mundial. O abuso na utilização de antibióticos na medicina humana e veterinária, e na agricultura, tem originado incremento na diversidade de micro-organismos resistentes, refletindo em falha terapêutica. Os mecanismos de resistência a antibióticos em micro-organismos são mediados principalmente por genes adquiridos de DNA exógeno. A dinâmica da transferência horizontal é realizada por meio de elementos genéticos móveis que carregam genes de resistência. A ampla distribuição deste tipo de estruturas, como o elemento SXT, isolado inicialmente em V. cholerae, tem contribuído para a disseminação de complexos específicos clonais em determinadas áreas geográficas. Este estudo pioneiro no Brasil pesquisou a presença de elementos SXT, em espécies bacterianas do grupo das gama proteobactérias em espécies ambientais, determinou suas características estruturais e funcionais, incluindo genes de resistência a antibióticos, bem como a sensibilidade aos antibióticos dentre os isolados bacterianos que os abrigam. O resultado foi a classificação de 43 elementos SXT obtidos no Brasil, através da comparação com aqueles descritos na literatura. Dentre os elementos SXT obtidos, quatro são albergados por Morganella morganii, fato inédito na literatura. O conhecimento da evolução bacteriana constitui importante ferramenta para estabelecer estratégias eficazes de controle e tratamento de infecções, sem aumentar a pressão seletiva sobre os micro-organismos, bem como instrumento preciso e de grande importância para subsidiar estudos epidemiológicos.

Recognition of antimicrobial resistance as an emerging phenomenon in public health has been a problem worldwide. The abuse in the use of antibiotics in human and veterinary medicine, and agriculture, has caused an increase in the diversity of resistant microorganisms, reflecting in treatment failure. The mechanisms of antibiotic resistance in microorganisms are primarily mediated by genes acquired from exogenous DNA. The dynamics of the horizontal transfer is performed by mobile genetic elements which carry resistance genes. The wide distribution of these structures, such as the SXT element originally isolated from V. cholerae, has contributed to the spread of specific clonal complexes in certain geographical areas. This pioneering study in Brazil researched the presence of SXT elements in the group of bacterial species in environmental gamma-proteobacteria species, determined their structural and functional characteristics, including genes for resistance to antibiotics and the antibiotic susceptibility among bacterial isolates that harbor them. The result was the classification of 43 SXT elements found in Brazil, by comparison with those found in the literature. Among the SXT elements found, four are sheltered by Morganella morganii, unprecedented in the literature. Knowledge of bacterial evolution is an important to establish effective strategies to control and treat infections without increasing the selective pressure on microorganisms, as well as a precise instrument and very important tool to support epidemiological studies.
Descritores: DNA Bacteriano
Meio Ambiente
Gammaproteobacteria
Genoma Bacteriano
Resistência Microbiana a Medicamentos/genética
Transferência Genética Horizontal/genética
-Adaptação Biológica
Componentes Genômicos
Biologia Molecular
Saúde Pública
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; DR, 1165. CM. 55061/2014


  6 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-605663
Autor: Costa, Eliane Veiga da.
Título: Perfil genômico dos poliovírus de origem vacinal isolados de casos de paralisias flácidas agudas, no Brasil, no período pós-eliminação dos poliovírus selvagens da região das Américas / Genomic profiling of poliovirus vaccine origin isolated from cases of acute flaccid paralysis in Brazil in the post-elimination of wild poliovirus from the Americas.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2011. xvii, 103 p. ilus, mapas, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A poliomielite (poliomielite anterior aguda, paralisia infantil) é uma doença infecciosa de caráter agudo que ocorre seguida a uma infecção causada por um dos três sorotipos de poiliovírus, denominados poliovírus tipos 1,2 e 3. em 1988, quando os poliovírus selvagens eram endêmicos em 125 paises ficou estabelecida durante a 41ª Assembléia Mundial da Saúde, em Genebra, a meta da erradicação da poliomielite até o ano 2000. os poliovirus selvagens estão hoje restritos a apenas quatro países (Nigéria, Afeganistão, Paquistão e Índia). Este grande sucesso é atribuído à utilização sistemática da vacina oral contra a poliomielite (VOP), desenvolvida pelo Dr. Albert Sabin. Esta vacina, licenciada nos anos 1960s, e que vem sendo utilizada por mais de quatro décadas, consiste de variantes atenuadas de cada um dos três sorotipos de poliovirus. Por ser uma vacina constituída por vírus vivos atenuados, os problemas a ela associados estão principalmente ligados à sua instabilidade genética e a possibilidade do aparecimento de mutações e recombinações nas subpopulações virais excretadas. Durante a replicação do vírus vacinal em humanos, freqüentemente ocorre reversão de algumas substituições nucleotídicas que conferem o fenótipo atenuado. Essa é a principal causa do aparecimento de raros casos de poliomielite associados à vacina (VAPP), relatodos em diferentes países, assim como surtos de poliomielite paralítica devidos à infecção por estes vírus vacinais derivados (PVDV) que possuem propriedades biológicas semelhantes aos poliovírus selvagens. A análise e caracterização de quatro regiões distintas do genoma viral (5'NC, VP1, 2C e 3D), dos poliovírus vacinais isolados no Laboratório de Enterovírus do Instituto Oswaldo Cruz, a partir de amostras clínicas de casos de paralisia flácida aguda que ocorreram no Brasil, no período de 1995 a 2007, constituíram no principal objetivo do presente trabalho. Um total de 177 amostras dos três sorotipos foi analisado por sequenciamento nucleoitidico em todo o gene que codifica a VP1; 222 amostras foram analisadas por duplex RT-PCR nas regiões 2C e 3D; 68 amostras foram analisadas na região 51-NC e 44 amostras foram analisadas nas 4 regiões (5'NC, VP1, 2C e 3D). Dois isolados de PV2, apresentando mais de 1 porcento de mutação em VP1, foram identificados e classificados como PVDV2. Existem aproximadamente 40 relatos de PVDV relacionados a pacientes imunodeficientes de 1962 a 2010, globalmente distribuídos, porém nenhum identificado no Brasil. Das 68 amostras seqüenciadas na região 5'NC visando à avaliação de uma importante posição nucleotídica envolvida na atenuação da neurovirulência em cada um dos 3 sorotipos (PV1480, PV2481 e PV3472), os seguintes resultados foram encontrados: PV1=18,5 porcento mutadas na posição 480, PV2=65 porventomutadas em 481 e PV3=81 porcento mutadas em 472. recombinação (em 2C/3D) foi encontrada em 15 amostras: 1 PV1 (1,3 porcento), 5 PV2 (6,6 porcento) e 9 PV3 (13,2 porcento). Os três sorotipos de poliovírus apresentaram comportamento distinto em relação às análises realizadas, sendo o sorotipo 3 o menos estável em relação ao padrão de recombinação e reversão à neurovirulência seguido pelo sorotipo 2 e o sorotipo 1 foi o mais estável. A monitoração do perfil genômico dos poliovírus vacinais em circulação é essencial no estágio final de erradicação global da poliomielite.
Descritores: Componentes Genômicos
Mutação
Poliomielite
Poliovirus
Vacinas contra Poliovirus
Recombinação Genética
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Livros de Texto
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas
BR15.1


  7 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-561963
Autor: Jangarelli, Marcelo; Euclydes, Ricardo Frederico; Cecon, Paulo Roberto.
Título: Desempenho fenotípico ao utilizar diferentes densidades de marcadores moleculares no mapeamento genômico / Phenotypic performance using different molecular markers density in genomic mapping
Fonte: Biosci. j. (Online);26(4):626-631, July-Aug. 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se avaliar, através do programa de simulação genética GENESYS, a densidade de marcadores moleculares (MM) no mapeamento de QTL (Quantitative Trait Loci). Foram considerados mapeamentos de alta, média e baixa resolução, em que os marcadores foram dispostos regulamente a cada 5 cM (192 MM), 10 cM (95 MM) e 20 cM (47 MM), respectivamente. Para cada intervalo, o mesmo número de marcadores utilizados foi reconsiderado, contudo, admitindo espaçamento aleatório. Os mapas foram comparados aos pares, com o mesmo número de marcadores distribuídos em intervalos regulares e de forma aleatória. A seleção assistida por marcadores foi utilizada para avaliar o desempenho fenotípico em cada cenário. Em todos os casos, os mapas que admitiram marcadores dispersosem intervalos fixos foram superiores em relação aos ganhos fenotípicos, em especial para o mapeamento de baixaresolução. Infere-se que a disposição estratégica de marcadores moleculares no mapeamento genômico é tanto maisrelevante quanto menor for o número de marcadores considerados na análise.

The objective of this study was to evaluate, through the program of genetic simulation GENESYS, the density of molecular markers (MM) in the mapping of QTL (Quantitative Trait Loci). High, medium and low resolution mapping were considered, in which markers were arranged regularly every 5 cM (192 MM), 10 cM (95 MM) and 20 cM (47 MM), respectively. For each gap, the same number of markers used was reconsidered, however, assuming random spacing. The maps were compared in pairs, with the same number of markers distributed at regularintervals and at random. The selection assisted by markers was used to assess the phenotypic performance in eachscenario. In all cases, the maps which admitted sparse markers at fixed intervals were superior in relation to phenotypic gains, especially for the mapping of low resolution. We conclude that the strategic distribution of molecular markers in genomic mapping is more relevant as the lower is the number of markers considered in the analysis.
Descritores: Mapeamento Cromossômico
Componentes Genômicos
Locos de Características Quantitativas
Simulação
Responsável: BR396.3 - Biblioteca Setorial Umuarama


  8 / 9 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-559209
Autor: Moura, Fernanda Edna Araújo.
Título: Infecções respiratórias agudas virais em crianças de Salvador: análise antigênica e genômica dos virus sincicial respiratório e adenovirus isolados com correlação clínica / Viral acute respiratory infections in childrens from Salvador: antigenic and genomics analysis of isolates of respiratory syncytial virus and adenovirus with clinic correlation.
Fonte: Salvador; s.n; 2001. 196 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Bahia. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O presente estudo foi desenvolvido com o objetivo de contribuir para o conhecimento da prevalência viral em casos de infecções respiratórias agudas (IRA) em crianças de Salvador, assim como realizar a caracterização antigênica e genômica dos adenovírus e vírus sincicial respiratório (VSR) isolados. Um total de 482 casos de infecção respiratória aguda do ano de 1998 foram investigados quanto a etiologia viral através de imunofluorescência indireta e isolamento em cultura celular. Trinta adenovírus isolados em 1998, 1997 e 1996 foram submetidos soroneutralização e análise de restrição enzimática. Imunofluorescência indireta e ELISA foram utilizados para caracterização antigênica de VSR detectados em 1998 e 1999, respectivamente. A caracterização genômica de VSR foi realizada através da amplificação do gene da proteína G e posterior seqüenciamento de nucleotídeos. Cento e cinquenta e quatro casos de infecção respiratória aguda tiveram sua etiologia viral diagnosticada. Os vírus mais prevalentes em ordem decrescente foram o VSR, influenza A, parainfluenza 3, adenovírus, influenza B e parainfluenza 1. As IRA virais acometeram principalmente crianças até um ano de idade, do sexo masculino, e foram diagnosticadas predominantemente como infecção de vias aéreas superiores. Dos 30 Adenovírus analisados, dezoito eram Ad2, seis Adl, cinco Ad3 e um Ad5. A caracterização genômica dos Ad2 mostrou que circularam o genotipo D5 e uma nova variante genômica. Entre os Ad 1, circularam o genotipo DI e duas novas variantes genômicas. Representantes dos Ad3 e Ad5 foram os tipos genômicos 3f e 5#, respectivamente. Entre 84 VSR detectados em 1998,64 pertenciam ao grupo A e 14 ao grupo B. A análise genômica de 6 cepas de VSR mostrou a existência de vários genótipos circulantes em 1999. O VSR foi o vírus mais prevalente entre sete vírus investigados. Durante o mesmo período epidêmico houve a circulação de ambos...
Descritores: Adenovírus Humanos/classificação
Adenovírus Humanos/isolamento & purificação
Imunofluorescência
Componentes Genômicos
Infecções por Vírus Respiratório Sincicial/epidemiologia
Vírus Sincicial Respiratório Humano/classificação
Vírus Sincicial Respiratório Humano/isolamento & purificação
-Doença Aguda
Antígenos/classificação
Infecções Respiratórias/virologia
Infecções por Vírus Respiratório Sincicial/virologia
Limites: Seres Humanos
Criança
Responsável: BR344.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas Eurydice Pires de SantAnna
BR344.1 Biblioteca de Ciências Biomédicas Eurydice Sant´Anna


  9 / 9 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-431132
Autor: Zerón, Agustín.
Título: Odontología genómica: la medicina oral del siglo XXI / Genomic dentistry: the oral medicine of 21st century
Fonte: Rev. ADM = ADM;63(2):52-61, mar.-abr. 2006. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Los avances tecnológicos y la culminación del Proyecto Genoma Humano y con él la secuencia de 3.200 millones de los nucleótidos o de las letras (A-T/G-C) que la componen, y los aproximadamente 1.400 genes que pueden ser las causas de enfermedades consideradas hasta este momento como genéticas, han cambiado la cara de las investigaciones biológicas y han colocado a la genómica en la vanguardia de la ciencia biomédica. En la periodontología, así como en la medicina, estamos muy interesados en la genética y en los diferentes acomodos o polimorfismos de los nucleótidos (SNIPs), tanto en los humanos como en los patógenos, así como la interacción genética entre ellos
Descritores: Componentes Genômicos/fisiologia
DNA
Doenças Genéticas Inatas/diagnóstico
Doenças Genéticas Inatas/terapia
Marcadores Genéticos
Doenças da Boca
Nucleotídeos
Nucleotídeos/genética
Periodontite
Polimorfismo Genético
Responsável: AR29.1 - Biblioteca



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde