Base de dados : LILACS
Pesquisa : G05.360.340.358.840 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 125 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 13 ir para página                         

  1 / 125 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-588296
Autor: Chirelli, Audrey Cilli.
Título: Padronização e implantação de técnicas de potência e identidade genética para caracterização das cepas vacinais e da vacina de rotavírus reassortant humano-bovino (BRV-UK) produzida pelo Instituto Butantan / Standardization and implementation of potency and virus identity methodologies to characterization of the vaccine strains and the human-bovine reassortant rotavirus vaccine produced by Intituto Butantan.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. 112 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Os rotavírus são considerados os agentes virais mais importantes associados às diarréias agudas graves, de distribuição mundial, acometendo principalmente crianças menores de 5 anos. Os esforços para desenvolvimento de vacinas contra rotavírus tiveram início na década de 80 e continuam até hoje. O Instituto Butantan está produzindo uma vacina pentavalente contra rotavírus baseada na vacina reassortant humano-bovino tetravalente (BRV-UK) desenvolvida pelo NIH (National Institute of Healthy, EUA), composta pelos genótipos G1-G4 acrescida do genótipo G9 emergente no Brasil. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para que a vacina de rotavírus vivo atenuado seja licenciada, alguns testes de produção, controle de qualidade e avaliação da segurança e eficácia da vacina são necessários. Esses testes devem ser realizados em diferentes etapas da produção da vacina. Este estudo teve como objetivo a padronização e implantação das técnicas necessárias para titulação e caracterização molecular das cepas vacinais e da vacina contra rotavírus produzida pelo Instituto Butantan. Após implantação, testes para a análise de amostras dos animais de experimentação foram realizados. Os testes de potência e neutralização foram realizados utilizando amostras padrões dos genótipos utilizados na vacina e, a partir daí, as amostras vacinais foram analisadas quanto à titulação obtendo-se títulos que variaram de 105 a 107. Os testes de similaridade genética das amostras vacinais demonstraram 99,3% a 100% de similaridade em relação aos padrões. As amostras de animais de experimentação apresentaram soro conversão para os genótipos G1, G2, G3 e G4. Nos testes de excreção viral, sete amostras foram positivas para rotavírus e identificadas como genótipo G3P[?]. A padronização dos testes de titulação viral e neutralização possibilitaram a utilização destes testes para avaliação das amostras vacinais e para os testes utilizando animais de experimentação.

Rotaviruses are considered the most important viral agents associated with severe acute diarrhea, worldwide distribution, affecting mainly children under 5 years. Efforts to developing rotavirus vaccines began in the '80s and continue until today. The Butantan Institute is producing a pentavalent vaccine based on a tetravalentreassortant bovine-human rotavirus vaccine (BRV-UK) developed by the NIH(National Institute of Healthy, USA), composed by genotypes G1-G4 and G9genotype emergent in Brazil. According to the World Health Organization (WHO) for the live attenuated rotavirus vaccine to be licensed some production tests, quality control and evaluation of safety and efficacy of the vaccine are necessary. These tests must be performed in different stages of vaccine production. This study was conducted to standardized and to implement necessary techniques to titrate and formolecular characterization of vaccine strains and rotavirus vaccine produced by Butantan Institute. After implementation, analysis tests of experimental animal samples were conducted. The tests of virus titration and neutralization were performed with standard samples of the genotypes used in the vaccine and afterwards, the samples were analyzed for titration yielding titers that ranged from105 to 107. Tests for genetic identity of the vaccine samples showed 99.3% to 100% similarity in relation to standards. Experimental animal samples testing showed seroconvertion for genotypes G1, G2, G3 and G4. Viral excretion tests, seven samples were positive for rotavirus and identified as genotype G3P[?]. The standardviral titration and neutralization tests allowed these tests to be used for vaccine samples evaluation and for experimental animal samples tests.
Descritores: Experimentação Animal
Genoma Viral
Rotavirus
Testes de Neutralização
Vacinas contra Rotavirus
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, C542p, 2010


  2 / 125 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-440846
Autor: Gomes, Michele Mesquita Soares.
Título: Caracterização de genomas completos do vírus da hepatite B de diferentes genótipos isolados no Brasil / Characterization of complete genomas of the virus of hepatitis B of different isolated genotypes in Brazil.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. 130 p. ilus, mapas, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A infecção pelo Vírus da Hepatite B (HBV) está relacionada a diversas formas de evolução clínica, porém os fatores determinantes do curso clínico da infecção ainda não estão claramente definidos. Diversos estudos têm evidenciado que a variabilidade genética do HBV pode estar associada com diferentes taxas de transmissão, evolução clínica da doença, resposta ao tratamento ou progressão para carcinoma hepatocelular. A prevalência da infecção pelo HBV no Brasil é considerada intermediária, porém algumas regiões apresentam uma elevada endemicidade, apesar disso ainda há poucas informações disponíveis sobre a variabilidade genética das cepas circulantes. O objetivo deste trabalho foi padronizar reações de PCR e seqüenciamento para a caracterização de genomas completos do HBV de diferentes genótipos que circulam no Brasil. Uma amostra previamente determinada como genótipo D foi utilizada para a padronização, posteriormente 30 amostras pertencentes aos diferentes genótipos já caracterizados no Brasil com base na seqüência parcial do gene S foram então caracterizadas. O DNA extraído foi amplificado utilizando-se os “primers” P1 e P2 (Günther et al., 1995) e a mistura de enzimas ELONGASE, sendo que para amplificar algumas amostras houve a necessidade de realização de reações de “nested” PCR. Os produtos amplificados foram purificados e seqüenciados utilizando-se o seqüenciador automático ABI model 377. Com esta metodologia, foram caracterizados 19 genomas completos do HBV (4 genótipo A, 1 genótipo B, 5 genótipo C, 3 genótipo D, 5 genótipo F e 1 genótipo H). A análise filogenética demonstrou que os dois subgruposdo genótipo A (A1 e A2) circulam no Brasil, assim como dois subgrupos (Ib e II) do genótipo F. No gene pré-core foi observada a mutação G1896A, principalmente entre as amostras pertencentes ao genótipo C e D; no genepré-S foram identificadas deleções em duas amostras genótipo F; no gene S de algumas amostras foram identificadas mutações relacionadas ao escape d
Descritores: Epidemiologia Molecular
Genoma Viral
Genótipo
Mutação
Reação em Cadeia da Polimerase/métodos
Vírus da Hepatite B/genética
-Brasil
Saúde Pública
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, G633c, 2005


  3 / 125 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-933111
Autor: Gomes, Michele Mesquita Soares.
Título: Caracterização de genomas completos do vírus da hepatite B de diferentes genótipos isolados no Brasil.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. 130 p. ilus, map, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Programa de Pós-Graduação em Ciências para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A infecção pelo Vírus da Hepatite B (HBV) está relacionada a diversas formas de evolução clínica, porém os fatores determinantes do curso clínico da infecção ainda não estão claramente definidos. Diversos estudos têm evidenciado que a variabilidade genética do HBV pode estar associada com diferentes taxas de transmissão, evolução clínica da doença, resposta ao tratamento ou progressão para carcinoma hepatocelular. A prevalência da infecção pelo HBV no Brasil é considerada intermediária, porém algumas regiões apresentam uma elevada endemicidade, apesar disso ainda há poucas informações disponíveis sobre a variabilidade genética das cepas circulantes. O objetivo deste trabalho foi padronizar reações de PCR e seqüenciamento para a caracterização de genomas completos do HBV de diferentes genótipos que circulam no Brasil. Uma amostra previamente determinada como genótipo D foi utilizada para a padronização, posteriormente 30 amostras pertencentes aos diferentes genótipos já caracterizados no Brasil com base na seqüência parcial do gene S foram então caracterizadas. O DNA extraído foi amplificado utilizando-se os “primers” P1 e P2 (Günther et al., 1995) e a mistura de enzimas ELONGASE, sendo que para amplificar algumas amostras houve a necessidade de realização de reações de “nested” PCR. Os produtos amplificados foram purificados e seqüenciados utilizando-se o seqüenciador automático ABI model 377. Com esta metodologia, foram caracterizados 19 genomas completos do HBV (4 genótipo A, 1 genótipo B, 5 genótipo C, 3 genótipo D, 5 genótipo F e 1 genótipo H). A análise filogenética demonstrou que os dois subgruposdo genótipo A (A1 e A2) circulam no Brasil, assim como dois subgrupos (Ib e II) do genótipo F. No gene pré-core foi observada a mutação G1896A, principalmente entre as amostras pertencentes ao genótipo C e D; no genepré-S foram identificadas deleções em duas amostras genótipo F; no gene S de algumas amostras foram identificadas mutações relacionadas ao escape ...
Descritores: Genoma Viral
Genótipo
Vírus da Hepatite B/genética
Epidemiologia Molecular
Mutação
Reação em Cadeia da Polimerase/métodos
-Brasil
Saúde Pública
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; W4, G633c, 2005


  4 / 125 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-676644
Autor: Hurtado Alendes, Ana; Méndez López, Rosario; Fujita, Ricardo.
Título: Determinación electroforética del genoma de un virus asociado a encefalitis equina en el departamento de San Martín / Electrophoretic determination genome of a virus associated with equine encephalitis in the department of San Martin
Fonte: Horiz. méd. (Impresa);5(1):8-12, jun. 2005. tab, mapas.
Idioma: es.
Resumo: La encefalitis equina es una enfermedad viral que afecta al sistema nervioso de caballos y otros mamíferos (incluyendo humanos). Desde 1984 se han detectado varios casos en el departamento de San Martín con sintomatología e histopatología semejantes a los alfavirus (genoma de 1 segmento de RNA), sin embargo los estudios serológicos y caracterización de microscopía sugerían la presencia de un orbivirus (genoma de 10 segmentos de RNA). Hipótesis inesperada por la ausencia de orbivirus asociados con encefalitis equina en el nuevo continente. El objetivo principal del proyecto es dilucidar a nivel molecular e identificar la naturaleza del virus asociado a la encefalitis equina en el departamento de San Martín. Utilizando las técnicas de electroforesis se determinó con mayor precisión el tipo de virus involucrado. Los análisis de ARN de aislamiento virales de animales enfermos y sanos colectados en 1997 de una zona endémica y de animales aparentemente sanos colectados en 2002 de la misma zona confirmaron que el genoma está constituido en 10 segmentos de ARN de cadena doble correspondiente al género orbivirus de la Familia de los Reoviridae. Estos datos determinan que el virus aislado en el departamento de San Martín es un orbivirus y que además es el primero causando encefalitis equina en Sudamérica.

The equine encephalitis is a viral disease that affects nervous system of horses and other mammals (including humans). From 1984 several cases with symptomatology and histopathology similar with Alphavirus (1 segment RNA genome) have been detected in San Martin Deparment, nevertheless serology studies and characterization of electronic microscopy indicated compatibility with an orbivirus (10 segment RNA genome). The molecular characterization using electrophoresis will unequivocally determine the type of virus. The RNA analysis of viral isolations from healthy and ill animals collected in 1997 of an endemic zone and animals apparently healthy collected in 2002 from the same zone confirmed that the viral genome is constituted by 10 segments of RNA corresponding to orbivirus genus of the Family Reoviridae. These data reveal that the virus isolated in the San Martin Department is an orbivirus, the first one associated to equine encephalitis in the South America.
Descritores: Eletroforese
Encefalomielite Equina
Genoma Viral
Orbivirus
-Peru
Limites: Humanos
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  5 / 125 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-334811
Autor: Gomes, Selma de Andrade.
Título: Hepatite B: genoma viral / Hepatitis B: viral genoma
Fonte: In: Focaccia, Roberto. Tratado de hepatites virais. São Paulo, Atheneu, 2002. p.119-125, ilus.
Idioma: pt.
Descritores: Genoma Viral
Hepatite B
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica
BR31.1; WC536, F681t, 2002


  6 / 125 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1097211
Autor: Lima, Luana Nepomuceno Gondim Costa; Sousa, Maisa Silva de; Lima, Karla Valéria Batista.
Título: As descobertas genômicas do SARS-CoV-2 e suas implicações na pandemia de COVID-19 / The genomic discoveries of SARS-CoV-2 and their implications for the COVID-19 pandemic
Fonte: J. Health Biol. Sci. (Online);8(1), 01/01/2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Auxiliar no entendimento da COVID-19 em relação à origem do SARS-CoV-2, suas descobertas genômicas, patogenia, possíveis hospedeiros primários e intermediários, além da comparação com outros coronavírus. Metodos: foram utilizadas as bases de dados Scientific Eletronic Library Online e PubMed, com artigos de revisão e originais, em língua portuguesa e inglesa, pesquisados no período de 05 de março a 10 de abril de 2020, adotando os seguintes descritores: SARS-CoV, COVID-19, coronavirus, Wuhan, genome, structure, origin, transmission, evolution, zoonotic. Os artigos originais identificados foram incluídos nesta revisão, juntamente com artigos de suporte referenciados por estes. Resultados: As características genômicas descritas até o momento podem explicar, em parte, a infectividade e a transmissibilidade do SARS-CoV-2 em humanos. Devido aos notáveis recursos de SARS-CoV-2, incluindo o local otimizado do domínio de ligação ao receptor (RBD) e de clivagem polibásica, é pouco provável um cenário laboratorial para a origem do SARS-CoV-2. Conclusão: Para o presente, é de extrema importância obter mais dados genéticos e funcionais sobre o SARS-CoV-2, incluindo estudos em animais, sequenciamento do vírus em casos muito precoces e identificação dos parentes virais mais próximos do SARS-CoV-2 que circulam em animais.(AU)

Objective: To assist in the understanding of COVID-19 in relation to the origin of SARS-CoV-2, its genomic discoveries, pathogenesis, possible primary and intermediate hosts, in addition to comparison with other coronaviruses. Methods: the Scientific Electronic Library Online and PubMed databases were used, with review articles and originals, in Portuguese and English, researched from March 5 to April 10, 2020, adopting the following descriptors: SARS-CoV , COVID-19, coronavirus, Wuhan, genome, structure, origin, transmission, evolution, zoonotic. The original articles identified were included in this review, along with supporting articles referenced by them. Results: The genomic characteristics described so far may partly explain the infectivity and transmissibility of SARS-CoV-2 in humans. Due to the remarkable resources of SARS-CoV-2, including the optimized site of the receptor binding domain (RBD) and polybasic cleavage, a laboratory scenario for the origin of SARS-CoV-2 is unlikely. Conclusion: For the present, it is extremely important to obtain more genetic and functional data on SARS-CoV-2, including studies on animals, sequencing of the virus in very early cases and identification of the closest viral relatives of SARS-CoV-2 that circulate in animals.(AU)
Descritores: Genoma Viral
Infecções por Coronavirus/transmissão
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Betacoronavirus/patogenicidade
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 125 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Monteiro, Talita Antonia Furtado
Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa
Texto completo
Id: biblio-1067134
Autor: Monteiro, Talita Antonia Furtado; Arnaud, Maria Vanda Catão; Barros, Vera Lúcia Sousa; Monteiro, José Luiz Furtado; Vasconcelos, Pedro Fernando da Costa.
Título: Identificação do gene EBER1 e EBNA1 do vírus de Epstein Barr (EBV) em tecidos de pacientes com doença de Hodgkin na região Norte do Brasil / Identification of gene EBER1 and EBNA 1 of Epstein Barr virus (EBV) in tissues of patients with Hodgkin's disease in Northern Brazil
Fonte: Rev. panam. infectol;16(1):17-24, 2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O vírus de Epstein Barr (EBV) é o agente causador da mononucle¬ose infecciosa e está associado a várias desordens proliferativas malignas tais como: linfoma de Burkitt, linfoma de Hodgkin e lin¬fomas não Hodgkin. Objetivo: detectar o genoma do EBV mediante a identificação dos genes EBER1 e EBNA1 em casos de doença de Hodgkin. Métodos: um total de 65 casos de linfomas diagnosti¬cados no Hospital Ophir Loyola no período de 1996 e 2005 foram analisados no Instituto Evandro Chagas, Ananindeua, Brasil. Todos os espécimes parafinizados foram analisados por hibridização in situ (gene EBER1) e PCR em tempo real (EBNA1). Resultados: do total, 64,6% (42/65) dos pacientes eram do sexo masculino e 35,4% (23/65) do sexo feminino. O EBV foi identificado por HIS nas células Reed Sternberg e variantes em 76,9% (50/65) dos casos com idade média de 28,3 anos (variação 2-84 anos). Os subtipos histológicos de casos EBV-positivos foram os seguintes: esclerose nodular em 50% (25/50), celularidade mista em 28% (14/50), depleção linfocitária em 14% (7/50) e predominância linfocitária em 8% (4/50). O DNA do EBV foi detectado em 53% (26/49) dos casos de doença de Hodgkin com um coeficiente de regressão para a curva padrão de 0,99. Conclusão: este estudo foi a primeira descrição do vírus de Epstein Barr em casos de linfoma de Hodgkin na Amazônia Brasileira, reforçando a hipótese de que o EBV seja um co-fator no processo de transformação neoplásica em conjunto com a predisposição genética e imunidade do paciente

Introduction: EBV is the causative agent of infectious mononucleosis and is associated with several malignant proliferative disorders such as Burkitt's lymphoma, Hodgkin's lymphoma, some B and T cell non-Hodgkin's lymphomas. Objective: The main objective of the study was to determine the prevalence of EBER 1 gene and EBNA1 gene in cases of Hodgkin's disease. Material and Methods: A total of 65 cases of lymphomas diagnosed between 1996 and 2005 were obtained from “Instituto Ofir Loyola” and analyzed at the “Instituto Evandro Chagas” Ananindeua, Brazil. The EBV antigens using EBER 1 probe in situ hybridization (HIS) and real time quantitative PCR. Results: From the total obtained, 64.6% (42/65) were male and 35.4% (23/65) female. EBV was identified in the Reed- Sternberg cells and variants in 76.9% (50/65) of Hodgkin's disease cases, the median age were 28.3 years (range 2-84). The histologic subtypes of EBV-positive cases were as follows: nodular sclerosis in 50% (25/50), mixed cellularity in 28% (14/50), lymphocyte depletion in 14% (7/50) and lymphocyte predominance in 8% (4/50). We detected EBV DNA in 53% (26/49) with a coefficient of regression for the standard curve of a minimum of 0.99. Conclusion: These results were the first demonstration of the role of Epstein Barr virus in cases of Hodgkin diseases in northern Brazil and are consistent with the hypothesis that the presence of EBV during neoplasic transformation could be an additional cofactor acting together with both genetic predisposition and immunity of the patient
Descritores: Doença de Hodgkin/diagnóstico
Doença de Hodgkin/história
Genoma Viral
HERPESVIRUS HUMANO ABBREVIATIONS AS TOPIC
-Hibridização In Situ
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Responsável: BR31.1 - SIDC - Serviço de Informação e Documentação Científica


  8 / 125 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-974329
Autor: Borges, Iara Apolinário; Assis, Felipe Lopes de; Silva, Ludmila Karen dos Santos; Abrahão, Jônatas.
Título: Rio Negro virophage: Sequencing of the near complete genome and transmission electron microscopy of viral factories and particles
Fonte: Braz. j. microbiol;49(supl.1):260-261, 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Rio Negro virophage (RNV) was co-isolated with a strain of mimivirus named sambavirus, from Brazilian Amazon. We report the near complete genome sequence of RNV, the first virophage isolated in Brazil. We also present new microscopical data demonstrating that RNV particles have similar dimensions to that described to sputnik virophages.
Descritores: Togaviridae/genética
Acanthamoeba/virologia
Genoma Viral
Virófagos/genética
-Filogenia
Togaviridae/isolamento & purificação
Togaviridae/ultraestrutura
Brasil
Fases de Leitura Aberta
Microscopia Eletrônica de Transmissão
Virófagos/isolamento & purificação
Virófagos/ultraestrutura
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 125 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-974285
Autor: Pereira, Joylson de Jesus; Baumworcel, Natasha; Fioretti, Júlia Monassa; Domingues, Cinthya Fonseca; Moraes, Laís Fernandes de; Marinho, Robson dos Santos Souza; Vieira, Maria Clara Rodrigues; Pinto, Ana Maria Viana; de Castro, Tatiana Xavier.
Título: Molecular characterization of feline calicivirus variants from multicat household and public animal shelter in Rio de Janeiro, Brazil
Fonte: Braz. j. microbiol;49(4):777-784, Oct.-Dec. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPERJ.
Resumo: ABSTRACT The aim of this study was to perform the molecular characterization of conserved and variable regions of feline calicivirus capsid genome in order to investigate the molecular diversity of variants in Brazilian cat population. Twenty-six conjunctival samples from cats living in five public short-term animal shelters and three multicat life-long households were analyzed. Fifteen cats had conjunctivitis, three had oral ulceration, eight had respiratory signs (cough, sneeze and nasal discharge) and nine were asymptomatic. Feline calicivirus were isolated in CRFK cells and characterized by reverse transcription PCR target to both conserved and variable regions of open reading frame 2. The amplicons obtained were sequenced. A phylogenetic analysis along with most of the prototypes available in GenBank database and an amino acid analysis were performed. Phylogenetic analysis based on both conserved and variable region revealed two clusters with an aLTR value of 1.00 and 0.98 respectively and the variants from this study belong to feline calicivirus genogroup I. No association between geographical distribution and/or clinical signs and clustering in phylogenetic tree was observed. The variants circulating in public short-term animal shelter demonstrated a high variability because of the relatively rapid turnover of carrier cats constantly introduced of multiple viruses into this location over time.
Descritores: Doenças do Gato/virologia
Calicivirus Felino/isolamento & purificação
Calicivirus Felino/genética
Infecções por Caliciviridae/veterinária
Animais de Estimação/virologia
-Filogenia
Brasil
Fases de Leitura Aberta
Genoma Viral
Calicivirus Felino/classificação
Infecções por Caliciviridae/virologia
Proteínas do Capsídeo/genética
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 125 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-974345
Autor: Wang, Chuan-Xu; Li, Xin.
Título: JMT-1: a novel, spherical lytic halotolerant phage isolated from Yuncheng saline lake
Fonte: Braz. j. microbiol;49(supl.1):262-268, 2018. graf.
Idioma: en.
Projeto: Key Disciplines Construction Foundation of the \"1331 Project\" of Shanxi Province; . Natural Science Foundation of Shanxi Province; . PhD Start-up Foundation of Yuncheng University.
Resumo: ABSTRACT This work described a novel halotolerant phage, JMT-1, with a spherical morphology. JMT-1, which was isolated from a hypersaline lake, could produce clear plaques on Chromohalobacter sp. LY7-3. The purified virions are spherical, have no visible tail, and are about 30-50 nm in diameter. JMT-1 has a wide host range, and this study showed that the phage can infect at least five halophilic bacteria. The proteins of JMT-1 were analyzed using sodium dodecyl sulfate polyacrylamide gel electrophoresis, and six proteins were detected. Results show that JMT-1 is a bacteriophage with a linear double-stranded DNA. Meanwhile, the genome is approximately 23 kb in length and is sensitive to the restriction endonucleases Bam I, EcoR I, Hind III and Kpa I. JMT-1 has a high titer, approaching 1.5 × 109 pfu/mL after dilution to 10−6 pfu/mL. The phage is also sensitive to chloroform but not to temperature, pH, and lowered salt concentration. JMT-1 is a spherical lytic halotolerant phage with a wide host range and has the tolerance to specific extreme environments. These data could provide references for studying phage resources in extreme environments and would also provide the useful methods for isolation and identification of other valuable phage in the salt lake environment.
Descritores: Bacteriófagos/isolamento & purificação
Vírion/isolamento & purificação
Lagos/virologia
Especificidade de Hospedeiro
-Bactérias/virologia
Bacteriófagos/classificação
Bacteriófagos/fisiologia
Bacteriófagos/genética
Vírion/classificação
Vírion/fisiologia
Cloreto de Sódio/análise
Lagos/análise
China
Genoma Viral
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 13 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde