Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.203.100.712 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 56 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 56 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1954
Autor: Gregório, Eric; Amaral, Daniela; Matos, Bárbara; Chaves, Fernanda; Silva, Jéssica.
Título: Avaliação sensorial de mousses sustentáveis elaborados a partir de soro do leite em versões tradicional e diet / Sensory evaluation of sustainable mousses prepared from whey protein in traditional and diet versions
Fonte: HU rev;42(2):143-148, jul.-ago. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho objetivou elaborar e avaliar sensorialmente preparações de mousses elaboradas com soro de leite, um resíduo industrial de laticínios rico em proteínas de elevado valor biológico, visando a sua utilização sustentável em duas versões: (1) tradicional com açúcar; e (2) diet. Foi realizada analise sensorial e do potencial mercadológico dos dois produtos, aplicada a 150 provadores adultos não treinados, em Belo Horizonte - MG, em dezembro de 2014, através de avaliação, por escala hedônica de 9 pontos, dos quesitos sensoriais aroma, cor, sabor, textura; e por escala de 7 pontos, para os quesitos mercadológicos de intenção de consumo e de intenção de compra. Os dados obtidos foram comparados por análise de variância e, para a comparação das médias entre as amostras, utilizou-se o teste de Friedman, seguida de pós-teste de Dunns. O nível de significância adotado foi de 5%. Ambos os produtos apresentaram aceitação sensorial (7,75 e 8,2, respectivamente) e potencial de compra e consumo (4,85 e 5,65, respectivamente) médios elevados, indicando alta aceitabilidade das preparações. Surpreendentemente, a versão diet mostrou-se significativamente mais bem avaliada na observação dos quesitos aroma, sabor, textura, intenção de consumo e intenção de compra (p<0,05) em comparação à versão açucarada, além de exibir coloração semelhantemente, indicando padronização visual. Apresentou ainda maior aceitabilidade e potencial mercadológico. Estes resultados representam elevado potencial para introdução do soro de leite em preparações de mousses e aceitabilidade superior da versão diet. A utilização de soro de leite na elaboração de novos produtos é uma alternativa para a redução de resíduos na indústria de lacticínios, bem como para a elevação da qualidade nutricional e para a redução de custos na elaboração de alimentos, inclusive para dietas com restrição de açúcar.
Descritores: Aproveitamento Integral dos Alimentos
Proteínas do Leite
-Gestão da Qualidade
Substitutos do Leite
Proteínas do Soro do Leite
Soro do Leite
Alimentos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 56 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Monteiro, Carlos Augusto
Texto completo
Id: lil-390732
Autor: Levy-Costa, Renata Bertazzi; Monteiro, Carlos Augusto.
Título: Consumo de leite de vaca e anemia na infância no Município de São Paulo / Cow's milk consumption and childhood anemia in the city of São Paulo, southern Brazil
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;38(6):797-803, dez. 2004. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar a influência de consumo de leite de vaca sobre o risco de anemia em menores de cinco anos. MÉTODOS: Estudou-se amostra domiciliar de menores de cinco anos do Município de São Paulo (n=584) em 1995 e 1996. O diagnóstico de anemia (hemoglobina <11g/dl) foi feito a partir de sangue capilar obtido por punctura digital. O teor de leite de vaca e a densidade da dieta em ferro heme e ferro não heme foram obtidos a partir de inquéritos alimentares recordatórios de 24 horas. Modelos múltiplos de regressão linear e logística foram empregados para se estudar a associação entre teor de leite de vaca na dieta e concentração de hemoglobina ou risco de anemia, com o controle estatístico de possíveis variáveis de confundimento (idade, gênero, peso ao nascer, parasitas intestinais, renda familiar e escolaridade materna). RESULTADOS: A prevalência de anemia foi 45,2 por cento e a contribuição média do leite no valor calórico total da dieta foi 22,0 por cento. A associação entre consumo de leite e o risco de anemia manteve-se (p=0,041) significativa, mesmo após levar em conta o efeito diluidor do consumo de leite sobre a densidade de ferro da dieta. Evidenciou-se um possível efeito inibidor do leite sobre a absorção do ferro presente nos demais alimentos ingeridos pelas crianças. CONCLUSÕES: A participação relativa do leite de vaca na dieta infantil associa-se positiva e significativamente ao risco de anemia em crianças entre seis e 60 meses de idade, independentemente da densidade de ferro na dieta.
Descritores: Anemia
Ferro na Dieta
Nutrição do Lactente
SAUDE INFANTIL (SAUDE PUBLICA)
Substitutos do Leite
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  3 / 56 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Morais, Mauro Batista de
Texto completo
Id: lil-470758
Autor: Cortez, Ana Paula B; Medeiros, Lilian Cristiane da S; Speridião, Patrícia da Graça L; Mattar, Regina Helena G. M; Fagundes Neto, Ulysses; Morais, Mauro Batista de.
Título: Conhecimento de pediatras e nutricionistas sobre o tratamento da alergia ao leite de vaca no lactente / Pediatricians and nutritionists knowledge about treatment of cow milk allergy in infants
Fonte: Rev. paul. pediatr;25(2):106-113, jun. 2007. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar o conhecimento de pediatras e nutricionistas sobre a dieta de exclusão do leite de vaca e seus derivados, com ênfase em questões relacionadas à nutrição da criança. MÉTODOS: Estudo transversal descritivo, do qual participaram pediatras (n=53) e nutricionistas (n=29), vinculados a hospitais públicos do Município de São Paulo, no ano de 2005. Os dados foram coletados por questionário auto-administrado. RESULTADOS: A idade dos profissionais variou de 21 a 50 anos. Quanto ao tempo de graduação, 41,2 por cento eram formados a menos de cinco anos e 91,6 por cento possuíam especialização, mestrado e/ou doutorado. A maioria (97,5 por cento) afirmou avaliar a dieta de crianças submetidas à exclusão do leite de vaca, entretanto, somente 48 por cento o faziam de forma mais detalhadas, incluindo o cálculo da ingestão alimentar. Apenas 38,7 por cento comparam a ingestão alimentar da criança com algum padrão de recomendação. A recomendação diária da ingestão de cálcio para crianças com até 36 meses foi corretamente assinalada por 22 por cento dos pediatras e 60,7 por cento dos nutricionistas (p=0,001). Produtos não adequados como substitutos do leite de vaca seriam recomendados por 66 por cento dos pediatras e 48,3 por cento dos nutricionistas. Com relação à leitura de rótulos de produtos industrializados, 81,6 por cento dos pediatras e 96,4 por cento dos nutricionistas orientam os pais a ler todos os termos que indicam a presença das proteínas do leite de vaca. CONCLUSÕES: Os pediatras e nutricionista demonstraram erro conceitual no que se refere às principais recomendações terapêuticas na alergia às proteínas do leite de vaca.

OBJECTIVE: Evaluate the knowledge of pediatricians and nutritionists regarding the exclusion diet of cow milk and derivates, with emphasis on questions related to the nutrition of children submitted to such diet. METHODS: Cross-sectional study that enrolled pediatricians (n=53) and nutritionists (n=29) from public hospitals in São Paulo, Brazil, during 2005. Data was collected through self-administered questionnaires. RESULTS: The age of the professionals varied from 21 to 50 years old. Regarding professional experience, 41.2 percent were graduated for less than five years and 91.6 percent had a specialization course, masters and/or PhD degree. The vast majority of professionals (97.5 percent) confirmed that they regularly evaluated the diet of children that needed exclusion of cow milk. However, only 48 percent of the professionals conducted a more detailed evaluation of the diet, including calculations of food ingestion. Only 38.7 percent of the professionals compared child's food ingestion with some recommended pattern. Recommendations for daily ingestion of calcium by children up to the age of 36 months were properly mentioned by 22 percent of the pediatricians and 60.7 percent of the nutritionists (p=0.001). Inadequate cow milk substitute products were recommended by 66 percent of the pediatricians and by 48.3 percent of the nutritionists. Regarding labels of industrialized products, 81.6 percent of the pediatricians and 96.4 percent of the nutritionists advised the parents to look for all terms that could indicate the presence of cow milk protein. CONCLUSIONS: Pediatricians and nutritionists made conceptual errors in their main recommendations regarding the treatment of cow milk protein allergy.
Descritores: Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Hipersensibilidade a Leite/dietoterapia
Nutrição do Lactente
Substitutos do Leite
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto Jovem
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  4 / 56 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-500690
Autor: Tfouni, Silvia A. V; Furlani, Regina P. Z; Araújo, Jefferson D; Souza, Rosália M.
Título: Avaliação da presença de resíduos de leite de vacas tratadas com diflubenzurom / Determination of pesticide residues presence in milk from cows treated with diflubenzuron
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;66(3):230-233, set.-dez. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O diflubenzurom é um pesticida que pode ser utilizado na pecuária como regulador do crescimento de insetos, entre eles a mosca-do-chifre. Esse composto é usualmente administrado oralmente ao gado e é efetivo contra larvas de Díptera que crescem no estrume. O objetivo do presente estudo foi de avaliar a presença de diflubenzurom em amostras de leite cru coletadas de seis vacas leiteiras da raça Girolanda tratadas com uma marca comercial de diflubenzurom em pó. A determinação dos resíduos envolveu a extração do composto com acetato de etila, remoção da gordura com hexano e análise cromatográfica por CLAE com detector UV-Visível (254nm). O princípio ativo diflubenzurom não foi detectado nas seis amostras analisadas (<0,01mg/kg). Dessa forma, os resultados fornecem indicativos de que a utilização do princípio ativo, em níveis suficientes para se obter o efeito inseticida desejado, pode resultar em um leite considerado seguro para o consumo em termos da presença de resíduos de diflubenzurom.
Descritores: Praguicidas
Resíduos de Praguicidas
Substitutos do Leite
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  5 / 56 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-450804
Autor: Rowlands, Ruth Estela G; Papasidero, Alexandra André dos S; Paula, Ana Maria R. de; Cano, Cristiane B; Gelli, Dilma S.
Título: Resistência térmica de Salmonella enteritidis, S. Panama e S. Infantis em fórmula láctea infantil reconstituída / Salmonella enteritidis, S. Panama and S. Infantis thermal resistance in reconstituted infant milk formula
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;65(1):36-39, jan.-abr. 2006. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência térmica de S. Enteritidis, S. Panama e S. Infantis em fórmula láctea infantil em pó reconstituída, experimentalmente contaminada. As amostras de leite reconstituídas foram contaminadas e submetidas às temperaturas de 60º, 70º e 80ºC, em banho de imersão, por 5 minutos. A quantificação de Salmonella spp. foi realizada pela técnica do NMP (Número Mais Provável). Após o tratamento térmico a 60°C, houve um decréscimo na população de S. Enteritidis, S.Panama e S. Infantis de, em média, 5,13; 4,63 e 4,82 ciclos logarítmicos, respectivamente. Com o aquecimento a 70°C as reduções médias foram de 6,42; 5,56 e 6,56 ciclos logarítmicos, respectivamente.A 80º C não se detectou Salmonella spp. nas amostras analisadas. Por meio da análise de comparação múltipla de Tukey observou-se que não houve diferença significativa, com relação à resistência térmica,entre as três cepas de Salmonella estudadas às temperaturas de 60º C e 70ºC. Os resultados do presente estudo demonstraram que os tratamentos térmicos a 60 e 70°C/5 minutos não foram suficientes para eliminar toda população de Salmonella spp. (106 NMP/mL) inoculada na fórmula láctea infantil, demonstrando a importância dos cuidados nas etapas de preparo e manipulação desses alimentos, consideradas como pontos críticos de controle.
Descritores: Alimentos Formulados
Salmonella enteritidis
Substitutos do Leite
Tratamento Térmico
-Alimentos Infantis
Análise de Alimentos
Contaminação de Alimentos
Qualidade dos Alimentos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  6 / 56 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Rea, Marina Ferreira
Texto completo
Id: lil-357377
Autor: Nejar, Fabíola Figueiredo; Segall-Corrêa, Ana Maria; Rea, Marina Ferreira; Vianna, Rodrigo Pinheiro de Toledo; Panigassi, Giseli.
Título: Padrões de aleitamento materno e adequação energética / Breastfeeding patterns and energy adequacy
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;20(1):64-71, jan.-fev. 2004. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Com o objetivo de analisar o consumo energético de crianças < de 6 meses, em diferentes padrões de aleitamento materno, foram colhidas informações na primeira observação de estudo de coorte. Mães de Campinas, São Paulo, Brasil, foram entrevistadas em seus domicílios sobre: condições sócio-demográficas, características do aleitamento materno, consumo alimentar dos lactentes. A adequação energética foi estimada pelo volume de leite materno consumido com base na equação de regressão de Drewett et al. ; os valores de referência seguiram recomendação da Organização Mundial da Saúde ² e da Food and Nutrtition Board . A população de estudo (118) caracteriza-se como de classe média baixa, em condições satisfatórias de moradia e saneamento. O desmame inicia-se precocemente, com mediana de duração do aleitamento materno exclusivo de 2,7 meses. O volume de leite materno consumido foi de 561ml, 558,9ml e de 515,2ml, em aleitamento materno exclusivo, aleitamento materno com água e/ou chá e complementado com outros alimentos, respectivamente. O consumo energético médio foi adequado para as crianças em aleitamento materno exclusivo e acima do recomendado para crianças em amamentação complementada ou desmamadas.
Descritores: Aleitamento Materno
Fatores de Risco
Substitutos do Leite
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  7 / 56 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Toma, Tereza Setsuko
Id: biblio-1077223
Autor: Salve, Jeanine Maria; De Divitiis, Rosana Maria Poli Fachini; Toma, Tereza Setsuko.
Título: Violando as normas 2008: relatório nacional das violações à Norma Brasileira de Comercialização de alimentos para lactentes e crianças de primeira infância, bicos, chupetas e mamadeiras e Lei 11.265/2006 - edição comemorativa dos 20 anos da NBCAL / Breaking the rules 2008: national report violations of the Brazilian Standard for Marketing of foods for infants and toddlers, nipples, pacifiers and bottles and Law 11.265/2006 - 20 years anniversary edition of the BNCIF.
Fonte: Jundiaí; IBFAN Brasil; 2008. 139 p.
Idioma: pt.
Descritores: Aleitamento Materno
Alimentos Infantis
Leite Humano
Substitutos do Leite
-Serviços de Saúde
Limites: Masculino
Feminino
Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Criança
Responsável: BR1764.1 - Núcleo de Informação e Documentação
BR1764.1; Ha, S174r


  8 / 56 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Toma, Tereza Setsuko
Id: biblio-1070389
Autor: Salve, Jeanine Maria; De Divitiis, Rosana M P F(org); Toma, Tereza Setsuko(org).
Título: Relatório nacional das violações à norma brasileira de comercialização de alimentos para lactentes e crianças de primeira infância, bicos, chupetas e mamadeiras e Lei 11.265/2006: edição comemorativa dos 20 anos da NBCAL / National report violations of the standard of Brazilian trade in foods for infants and children in early childhood, teats, pacifiers and bottles and Law 11.265/2006: commemorative edition of the 20 years of BNCIF.
Fonte: São Paulo; IBFAN Brasil; 2008. 139 p. ilus, map, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Aleitamento Materno
Lactente
-Alimentos Infantis
Leite Humano
Substitutos do Leite/estatística & dados numéricos
Limites: Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Humanos
Responsável: BR1764.1 - Núcleo de Informação e Documentação
BR1764.1; Ha, S174r


  9 / 56 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Rea, Marina Ferreira
Id: biblio-1069570
Autor: Rea, Marina Ferreira.
Título: As políticas de alimentação infantil e a prática de amamentar: o caso de São Paulo / The infant nutrition policies and the breast feeding practice: the case of Säo Paulo.
Fonte: São Paulo; s.n; 1989. [288] p. ilus, map, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Departamento de Medicina Preventiva para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A partir de revisão da literatura, análise de documentos de circulação restrita, pesquisa em arquivos e entrevistas selecionadas, foram estudadas: a) a evoluçäo histórica da produçäo de substitutos do leite materno (slm), b) as políticas de promoçäo comercial destes produtos e c) a tomada de consciência de profissionais de saúde e outros segmentos da sociedade civil acerca da influência negativa da promoçäo comercial dos slm sobre a prática de amamentar. Analisa a nível internacional as lutas travadas para proteger a amamentaçäo através de instrumentos legais e pressöes as mais diversas. Nesse contexto, examina a decisäo política adotada pelo Governo Barasileiro em 1981 com a criaçäo do Programa Nacional de Incentivo ao Aleitamento Materno (PNIAM). Descreve a estratégia multisetorial deste Programa e a forma como se utilizou a comunicaçäo de massa para promover a amamentaçäo. Através de inquéritos realizados em amostras probabilísticas da clientela infantil dos serviços de saúde da Grande Säo Paulo, pôde estabelecer a frequência da amamentaçäo imediatmente antes do Programa (1981) e em 1987. Säo observados incrementos significativos no início do aleitamento materno e nas proporçöes de crianças amamentadas nas diferentes idades...
Descritores: Aleitamento Materno
Programas de Nutrição
Promoção da Saúde
-Alimentos Infantis
Brasil/epidemiologia
Leite Humano
Programas e Políticas de Nutrição e Alimentação
Substitutos do Leite
Limites: Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Humanos
Responsável: BR1764.1 - Núcleo de Informação e Documentação
BR1764.1; T, Ha, R22p


  10 / 56 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1069173
Autor: Toma, Tereza S.
Título: Método mãe-canguro: alimentação do recém-nascido prematuro e/ou de baixo peso / Method mother-canguro: feeding of the premature newly born and/or of low weight.
Fonte: São Paulo; s.n; mar 30,2006. 8 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Leite Humano
Método Canguru
Nascimento Prematuro
Recém-Nascido de Baixo Peso
Recém-Nascido de muito Baixo Peso
-Dieta
Lactação
Nutrição Materna
Nutrição do Lactente
Recém-Nascido
Recém-Nascido Prematuro
Substitutos do Leite
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente
Limites: Masculino
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Lactente
Criança
Humanos
Responsável: BR1764.1 - Núcleo de Informação e Documentação
BR1764.1; D, H, T599m



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde