Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.203.300 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1473 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 148 ir para página                         

  1 / 1473 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-965418
Autor: UNESP. Faculdade de Ciências Farmacêuticas.
Título: Jornada Farmacêutica 2017: resumos / Pharmaceutical Journey 2017: summaries
Fonte: Rev. ciênc. farm. básica apl;38(supl.1):[120], 2017.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Congresso Farmacêutico da UNESP, 7 e Jornada de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, 3. 2017, Araraquara, 21-25 ago. 2017.
Resumo: Resumos do VII Congresso Farmacêutico da UNESP e III Jornada de Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia ocorrido na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da UNESP Araraquara entre os dias 21-25 de agosto de 2017 para apreciação e publicação dos resumos na edição suplementar da Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada.No ano de 2017 foram apresentados cerca de 120 resumos, distribuídos em diferentes áreas das Ciências Farmacêutica ou afins, a saber: 9 resumos na área de Análises clínicas e Toxicológicas; 5 em Alimentos e Nutrição; 12 em Bioprocessos e Biotecnologia; 29 em Ciências Biológicas; 2 em Ciências da Saúde; 15 em Extensão; 44 em Fármacos e Medicamentos e 4 em Química. Os resumos foram apresentados por 76 graduandos, 40 pós-graduandos e 4 profissionais O evento é atualmente o maior organizado por estudantes de Farmácia-Bioquímica, cujo histórico se iniciou há mais de 64 anos consagrando-se nacionalmente pelo seu compromisso com a qualidade e a tradição em " Inovar e Produzir o Conhecimento". Neste aspecto, torna-se essencial a divulgação do conteúdo cientifico produzido durante a semana.(AU)
Descritores: Toxicologia
Biotecnologia
Preparações Farmacêuticas
Química
Técnicas de Laboratório Clínico
Ciências da Nutrição
Bioengenharia
Alimentos
Tipo de Publ: Congresso
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  2 / 1473 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089467
Autor: Siqueira, Kennya Beatriz; Binoti, Mirella Lima; Nunes, Renato Moreira; Borges, Cristiano Amancio Vieira; Pilati, Amanda Fernandes; Marcelino, Guilherme William; Gama, Marco Antônio Sundfeld da; Silva, Paulo Henrique Fonseca da.
Título: Custo benefício dos nutrientes dos alimentos consumidos no Brasil / Cost-benefit ratio of the nutrients of the food consumed in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(3):1129-1135, mar. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Um dos maiores problemas atuais da população é a deficiência de nutrientes. Estudos indicam que consumidores consideram o preço dos alimentos mais relevante do que os valores nutricionais. Assim, este trabalho objetivou comparar o custo dos nutrientes de alimentos típicos da dieta brasileira, realizando coletas de preços em mercados virtuais e calculando o custo para se atingir 30% das necessidades diárias de um adulto saudável para oito nutrientes. A carne de frango foi a fonte mais barata de proteína. A fibra de cereal teve o menor custo para fibra e ferro. As fontes mais baratas de cálcio foram o Ovomaltine e os lácteos, e o fígado bovino foi o alimento melhor ranqueado para vitamina A. A vitamina C foi o nutriente mais barato na dieta brasileira, e o suco de acerola a fonte mais barata deste nutriente. Os lácteos ocuparam as seis primeiras posições no "ranking" da vitamina D, e nozes e sementes apresentaram o menor custo para vitamina E. Os resultados mostraram que os consumidores brasileiros podem alcançar a ingestão recomendada de nutrientes considerados críticos a um baixo custo por meio da aquisição dos alimentos melhor ranqueados. No entanto, esse ranqueamento deve ser ponderado em função da qualidade do alimento, conforme preconiza o Novo Guia Alimentar para a População Brasileira.

Abstract Nutrient deficiency is one of the major problems of the human population today. Studies indicate that consumers consider that the price of food is more relevant than its nutritional value. Therefore, this work sought to compare the costs of nutrients provided by typical foods found in the Brazilian diet. Food prices available in virtual markets were collected, and the costs to meet 30% of the daily recommendations for a healthy adult were calculated for eight nutrients. Poultry was found to be the cheapest source of protein. Cereal fiber had the lowest cost for both fiber and iron. The cheapest sources of calcium were Ovaltine and dairy products, whereas cow`s liver was the best ranked food for vitamin A. Vitamin C was found to be the cheapest nutrient in the Brazilian diet, with acerola juice being the cheapest source of this nutrient. Dairy products occupied the first six positions in the ranking of vitamin D, while nuts and seeds were the cheapest sources of vitamin E. The results showed that Brazilian consumers can meet the recommended intake of critical nutrients at a low cost through the purchase of the best ranked foods. However, this ranking should be weighted according to the food quality, as recommended in the New Dietary Guidelines for the Brazilian Population.
Descritores: Análise Custo-Benefício
Alimentos/economia
Valor Nutritivo
-Brasil
Recomendações Nutricionais
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1473 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089477
Autor: Pereira, Ingrid Freitas da Silva; Vale, Diôgo; Bezerra, Mariana Silva; Lima, Kenio Costa de; Roncalli, Angelo Giuseppe; Lyra, Clélia de Oliveira.
Título: Padrões alimentares de idosos no Brasil: Pesquisa Nacional de Saúde, 2013 / Dietary patterns of the elderly in Brazil: National Heath Survey, 2013
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(3):1091-1102, mar. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivou-se identificar padrões alimentares de idosos brasileiros e seus fatores associados. Estudo transversal realizado a partir de dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS/2013) de 11.177 idosos, cujos padrões alimentares foram identificados a partir de análise de "cluster". Regressão de Poisson com variância robusta foi utilizada para a análise de fatores associados. A análise de "cluster" produziu 2 padrões alimentares, um saudável (55,4%), com maior consumo de verduras e legumes crus e cozidos, frango, frutas, sucos de frutas naturais e leite. E outro não saudável (44,6%), com maior consumo de carne vermelha e refrigerante ou suco artificial. As prevalências do padrão alimentar saudável foram maiores em idosos do sexo feminino (RP = 1,32; IC95% 1,25-1,40), cor/raça branca (RP = 1,09; IC95% 1,02-1,15), idosos com graduação ou pós-graduação (RP = 1,56; IC95% 1,41-1,72), residentes nas regiões Sudeste (RP = 1,54; IC95% 1,33-1,79) e Sul (RP = 1,51; IC95% 1,30-1,76), que não fumavam (RP = 1,19; IC95% 1,07-1,31) e que praticavam atividade física (RP = 1,24; IC95% 1,17-1,32). Esses resultados indicaram associação entre melhores condições sociais e hábitos de vida benéficos com o consumo de alimentos saudáveis, reforçando a hipótese da determinação social e da coexistência dos comportamentos de saúde.

Abstract The study sought to identify dietary patterns and associated factors of elderly Brazilians. It involved a cross-sectional study based on data from the National Health Survey ("PNS/2013") of 11,177 elderly individuals, whose dietary patterns were identified by cluster analysis. Poisson regression with robust variance was used for the analysis of associated factors. The cluster analysis produced 2 clusters of dietary patterns, one healthy (55.4%), with greater consumption of raw and cooked vegetables and legumes, chicken, fruits, natural fruit juices and milk. And an unhealthy cluster (44.6%), with greater consumption of red meat and soft drinks or artificial juices. The prevalence of the healthy dietary pattern was greater for females (PR = 1.32, 95% CI 1.25- 1.40), Caucasian (PR = 1.09, 95% CI 1.02-1.15), elderly individuals with graduate or post-graduate degree (PR=1.56, 95% CI 1.41-1.72), living in the Southeast (PR = 1.54, 95% CI, 1.33-1.79) and South (PR = 1.51, 95% CI 1.30-1.76), non-smokers (PR = 1.19, 95% CI, 1.07-1.31) and physically active (PR = 1.24, 95% CI, 1.17-1.32). These results indicated an association between better social conditions and beneficial life habits with the consumption of healthy foods, reinforcing the hypothesis of social determination and the coexistence of health behaviors.
Descritores: Dieta
Alimentos
-Brasil
Estudos Transversais
Inquéritos Epidemiológicos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1473 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lacerda, Lenka de Morais
Texto completo
Id: biblio-1130111
Autor: Candeira, Rildon Porto; Lacerda, Lenka de Morais; Silva, Arlene dos Santos da; Galeno, Lygia Silva; Moreno, Brenda Fernanda Sodré; Durães, Clarissa Costa.
Título: Evaluation of the hygienic-sanitary conditions of a dairy localized in the Island of São Luís, Maranhão / Avaliação das condições higiênico-sanitárias de um laticínio localizado na Ilha de São Luís, Maranhão
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e1082018, 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: The product quality is a competitive advantage that plays a differential role among companies. In the food industry, which is based on the Quality Management System, such as Good Manufacturing Practices (GMP), which cover the hygiene procedure, aiming at food safety. In view of the above, the aim of this study was to evaluate the hygienic-sanitary conditions of a selected dairy from the São Luís Island - MA. An application of the checklist was performed, swab collection from the hands of the manipulators and equipment and the collection of water and yogurt for microbiological analysis. After this step, a training was performed for food handlers and finally, new collections and microbiological analysis were performed. All the microbiological analysis performed were satisfactory, except for the water sample, one before and again for training. It can be verified that the hygienic-sanitary condition of the dairy was good. However, after a lecture and new microbiological analyzes, improvements were observed in the results.(AU)

A qualidade dos produtos é uma vantagem competitiva que desempenha um papel diferencial entre empresas. Na indústria alimentar, faz-se necessária a adoção do Sistema de Gestão de Qualidade, como as Boas Práticas de Fabricação (BPF), que abrangem os procedimentos essenciais de higiene, visando à segurança alimentar. Diante do exposto, objetivou-se avaliar as condições higiênico-sanitárias de um laticínio selecionado da ilha de São Luís, Maranhão. Foi realizado um checklist, coleta por swabs das mãos dos manipuladores e de equipamentos e coleta de água e iogurte para análises microbiológicas. Após essa etapa, foi executado um treinamento para os manipuladores de alimentos e, por fim, novas coletas e análises microbiológicas foram realizadas. Todas as análises microbiológicas realizadas mostraram-se satisfatórias, com exceção da amostra de água, uma antes e outra após o treinamento. Pode-se constatar que a condição higiênico-sanitária do laticínio era boa. Contudo, após uma palestra e a realização de novas análises microbiológicas, foram observadas melhorias nos resultados.(AU)
Descritores: Iogurte
Saneamento na Indústria
Indústria de Laticínios
Inocuidade dos Alimentos
-Staphylococcus/isolamento & purificação
Microbiologia da Água
Iogurte/microbiologia
Higiene
Escherichia coli/isolamento & purificação
Boas Práticas de Fabricação
Alimentos
Manipulação de Alimentos
Mãos/microbiologia
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  5 / 1473 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889325
Autor: Ulusoy, Seckin; Dinc, Mehmet Emre; Dalgic, Abdullah; Topak, Murat; Dizdar, Denizhan; İs, Abdulhalim.
Título: Are people who have a better smell sense, more affected from satiation? / As pessoas que têm melhor olfato são mais afetadas pela saciedade?
Fonte: Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.);83(6):640-645, Nov.-Dec. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The olfactory system is affected by the nutritional balance and chemical state of the body, serving as an internal sensor. All bodily functions are affected by energy loss, including olfaction; hunger can alter odour perception. Objective: In this study, we investigated the effect of fasting on olfactory perception in humans, and also assessed perceptual changes during satiation. Methods: The "Sniffin' Sticks" olfactory test was applied after 16 h of fasting, and again at least 1 h after Ramadan supper during periods of satiation. All participants were informed about the study procedure and provided informed consent. The study protocol was approved by the local Ethics Committee of Gaziosmanpaşa Taksim Education and Research Hospital (09/07/2014 no: 60). The study was conducted in accordance with the basic principles of the Declaration of Helsinki. Results: This prospective study included 48 subjects (20 males, 28 females) with a mean age of 33.6 ± 9.7 (range 20-72) years; their mean height was 169.1 ± 7.6 (range 150.0-185.0) cm, mean weight was 71.2 ± 17.6 (range 50.0-85.0) kg, and average BMI was 24.8 ± 5.3 (range 19.5-55.9). Scores were higher on all items pertaining to olfactory identification, thresholds and discrimination during fasting vs. satiation (p < 0.05). Identification (I) results: Identification scores were significantly higher during the fasting (median = 14.0) vs. satiation period (median = 13.0). Threshold (T) results: Threshold scores were significantly higher during the fasting (median = 7.3) vs. satiation period (median = 6.2). Discrimination (D) results: Discrimination scores were significantly higher during the fasting (median = 14.0) vs. satiation period (median = 13.0). The total TDI scores were 35.2 (fasting) vs. 32.6 (satiation). When we compared fasting threshold value of >9 and ≤9, the gap between the fasting and satiety thresholds was significantly greater in >9 (p < 0.05). Conclusion: Olfactory function improved during fasting and declined during satiation. The olfactory system is more sensitive, and more reactive to odours, under starvation conditions, and is characterised by reduced activity during satiation. This situation was more pronounced in patients with a better sense of smell. Olfaction-related neurotransmitters should be the target of further study.

Resumo Introdução: O sistema olfatório é afetado pelo equilíbrio nutricional e estado químico do corpo, que serve como um sensor interno. Todas as funções corporais são afetadas pela perda de energia, inclusive o olfato; a fome pode alterar a percepção do odor. Objetivo: Neste estudo, investigamos o efeito do jejum sobre a percepção olfativa em seres humanos, e também avaliamos as mudanças de percepção durante a saciedade. Método: O teste olfatório Sniffin Sticks foi aplicado após 16 horas de jejum e novamente pelo menos 1 hora após a ceia do Ramadã durante os períodos de saciedade. Todos os participantes foram informados sobre os procedimentos do estudo e forneceram o consentimento informado. O protocolo do estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética do Gaziosmanpaşa Taksim Education e Research Hospital (2014/09/07 n° 60). O estudo foi conduzido de acordo com os princípios básicos da Declaração de Helsinki. Resultados: Foram incluídos 48 pacientes (20 homens, 28 mulheres) com média de 33,6 ± 9,7 aos (variação 20-72); a altura média deles era de 169,1 ± 7,6 cm (variação 150-185), o peso médio era de 71,2 ± 17,6 kg (variação de 50-85) e o IMC médio era de 24,8 ± 5,3 (variação de 19,5-55,9). Os escores foram maiores em todos os itens correspondentes à identificação olfativa, limiares e discriminação durante jejum vs. saciedade (p < 0,05). Resultados da identificação (I): os escores de identificação foram significativamente maiores durante o jejum (mediana = 14) vs. período de saciedade (mediana = 13). Resultados limiares (T): os escores limiares foram significativamente maiores durante o jejum (mediana = 7,3) vs. período de saciedade (mediana = 6,2). Resultados de discriminação (D): os escores de discriminação foram significativamente maiores durante o jejum (mediana = 14) vs. período de saciedade (mediana = 13). Os escores totais de TDI foram de 35,2 (jejum) vs. 32,6 (saciedade). Quando comparamos o valor do limiar de jejum de > 9 e ≤ 9, a diferença entre os limiares de jejum e de saciedade foi significativamente maior em > 9 (p < 0,05). Conclusão: A função olfatória melhorou durante o jejum e diminuiu durante a saciedade. O sistema olfatório é mais sensível e mais reativo aos odores em condições de fome e é caracterizado por atividade reduzida durante a saciedade. Essa situação foi mais pronunciada em pacientes com um melhor sentido olfativo. Os neurotransmissores relacionados com o olfato devem ser alvo de um estudo mais aprofundado.
Descritores: Saciação/fisiologia
Olfato/fisiologia
Jejum/fisiologia
-Valores de Referência
Limiar Sensorial/fisiologia
Fatores de Tempo
Estudos Prospectivos
Estatísticas não Paramétricas
Alimentos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1473 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1145890
Autor: Tauhata, Sinji Borges Ferreira; Araújo, Gabriela Bandeira de; Alves, Suellen Daniela Ferraz de Oliveira; Martins, Daniel Neves Vieira; Lopes, Luana Silva; Casaletti, Luciana.
Título: The glyphosate controversy: an update / A controvérsia do glifosato: uma atualização
Fonte: Arq. Inst. Biol;87:e1002018, 2020. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The demand for food in the world grows year after year due in part to population growth, but also to the improvement of emerging markets. Brazil is one of the largest food producers in the world. In 2017, its cereal, legume and oilseed crops totaled 238.6 million tons, 29.2% more than the year before. Much of the great increase in productivity is due to the incorporation of transgenic seeds, especially cotton, maize and soybean, which possess genes that will increase plant's adaptability to harsh soil and water conditions and, resistance to pests, but also tolerance to herbicides. Virtually, all transgenic soybeans planted in Brazil are resistant to glyphosate, the herbicide initially launched on the market by Monsanto in the 1970s under the trade name Roundup. Due to the existence of several transgenic crops tolerant to glyphosate, such as soy, wheat, corn and canola, this product is the most commercialized herbicide in the world. The use of glyphosate allows the sowing of transgenic crops immediately after application, making the planting and maintenance processes very practical. Soybeans, such as other transgenics, have biological safety already well defined, but the use of glyphosate is still an extremely controversial subject. This review presents some historical aspects of the binomial Roundup Ready soybean/glyphosate and discusses the most recent controversies about the use of glyphosate in Brazil and worldwide.(AU)

A demanda por alimentos no mundo cresce ano após ano devido em parte pelo aumento populacional, mas também pela melhoria dos mercados emergentes. O Brasil é um dos maiores produtores de alimentos do mundo. Em 2017, a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas totalizou 238,6 milhões de toneladas, 29,2% superior à obtida em 2016. Boa parte do grande aumento da produtividade se dá pela incorporação de sementes transgênicas, especialmente de algodão, milho e soja, que apresentam genes que conferem maior adaptabilidade da planta ao solo, pragas, condições hídricas, mas também conferem resistência a herbicidas. Praticamente toda a soja transgênica plantada no país é resistente ao glifosato, inicialmente lançado no mercado pela empresa Monsanto nos anos 1970 pelo nome comercial Roundup, que é hoje o herbicida mais utilizado no mundo, principalmente pela disseminação da soja e outros produtos transgênicos como trigo, milho e canola. A utilização do glifosato permite a semeadura de culturas transgênicas imediatamente após a aplicação, tornando o processo de plantio muito prático. A soja, como outros transgênicos, apresenta segurança biológica já definida, mas a utilização do glifosato ainda é um assunto extremamente controverso. Esta revisão apresenta alguns aspectos históricos do binômio soja transgênica Roundup Ready/glifosato e discute as controvérsias mais recentes sobre o uso do glifosato no Brasil e no mundo.(AU)
Descritores: Biotecnologia
Alimentos
Genética
-Sementes
Soja
Triticum
Cultivos Agrícolas
Controle Biológico de Vetores
Crescimento Demográfico
Pragas da Agricultura
Contenção de Riscos Biológicos
Zea mays
Brassica napus
Agroindústria
Resistência a Herbicidas
Fabaceae
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1942.1 - NID - Biblioteca - Núcleo de Informação e Documentação


  7 / 1473 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1100609
Autor: Binaghi, María Julieta; Ambrosi, Vanina; López, Laura Beatriz.
Título: Biodisponibilidad potencial de hierro, calcio y zinc en galletitas, pastas y snacks comerciales libres de gluten / Potential bioavailability of iron, calcium and zinc in gluten-free commercial cookies, pasta and snacks
Fonte: Diaeta (B. Aires);37(169):8-17, oct.-dic. 2019.
Idioma: es.
Resumo: La prevalencia de enfermedad celíaca se encontraría entre 0,5 y 1%, pero su incidencia está en franco aumento. Esta patología no solo afecta a los niños, actualmente, el 60% de los recién diagnosticados con celiaquía son adultos. La población celíaca debe seguir como único tratamiento una dieta libre de gluten. Los productos utilizados comúnmente contienen pocos ingredientes y no están enriquecidos con micronutrientes como sus homólogos que contienen trigo. El objetivo del presente estudio fue evaluar la biodisponibilidad potencial de hierro, calcio y zinc en diez muestras comerciales libres de gluten, sin TACC (trigo, avena, cebada y centeno). Se analizaron pastas secas, budines, snacks, galletitas dulces y tostadas saladas. La dializabilidad de los minerales (D) fue determinada por método in vitro que simula el proceso de digestión fisiológico. El contenido total de minerales fue determinado por espectroscopía de absorción atómica previa mineralización con una mezcla HNO3-HClO4 (50:50). Se estableció el aporte potencial (AP) de cada mineral en los distintos productos teniendo en cuenta su concentración y dializabilidad. Los resultados obtenidos para las 10 muestras fueron: [Fe] 0,35 a 1,35 mg/%; [Ca] 5 a 315 mg/%; [Zn] 0,15 a 1,11 mg/%. Los valores de D% fueron: Fe 4,5-24,7; Ca 15,7-36,7; Zn 8,4-29,5. El contenido de minerales disponibles fue relativamente bajo. La bioaccesibilidad de minerales de las muestras depende del elemento y de la composición del producto analizado. Los alimentos libres de gluten prácticamente no aportan cantidades significativas de hierro. Los aportes de zinc y calcio son realmente bajos para los diferentes grupos etarios con cualquiera de los diez alimentos estudiados. Se concluye que sería conveniente sugerir a los responsables de establecer políticas públicas en el plano nutricional, que arbitren los medios para que la población que debe consumir alimentos libres de gluten tenga acceso a alimentos enriquecidos, fundamentalmente con hierro(AU).

The prevalence of celiac disease may be between 0.5 and 1%, but its incidence is in clear increase. This disease not only affects children; currently, 60% of newly diagnosed patients are adults. The only possible treatment for the celiac population is to follow a gluten-free diet. Gluten-free products commonly contain few ingredients and they are not enriched with micronutrients like their wheat-containing counterparts. The objective of the present work was to evaluate the potential bioavailability of iron, calcium and zinc in ten gluten free commercial samples, without TACC (wheat, oats, barley and rye). Dry pasta, puddings, snacks, sweet cookies and salty toasts were analyzed. Mineral dialyzability (D) was determined by an in vitro method that simulates the physiological digestion process. The total mineral content was determined by atomic absorption spectroscopy after mineralization with an HNO3-HClO4 mixture (50:50). The potential contribution (PC) of each mineral was established in the different products considering its concentration and dialyzability. The results obtained for the 10 samples were: [Fe] 0.35 to 1.35 mg /%; [Ca] 5 to 315 mg /%; [Zn] 0.15 to 1.11 mg /%. The values of D% were: Fe 4.5-24.7; Ca 15.7-36.7; Zn 8.4-29.5. The available mineral content of the gluten-free foods analyzed was relatively low. The bioavailability of minerals in the samples depends on the element and the composition of the product analyzed. Gluten-free foods do not provide significant amounts of iron. The contributions of zinc and calcium are very low for the different age groups with any of the ten samples studied. It is concluded that it would be advisable to suggest those responsible for establishing public policies in the nutritional field, to arbitrate the means in order to enable the population that must consume gluten-free foods to have access to enriched foods, fundamentally with iron(AU).
Descritores: Doença Celíaca
Alimentos
-Zinco
Cálcio
Dieta Livre de Glúten
Ferro
Responsável: AR489.1 - Biblioteca


  8 / 1473 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1100616
Autor: Concilio, María Celeste; Lejtman, Ariana Milena; Ocampo, Evangelina Noelí; Thompson, Victoria Melina.
Título: Análisis del costo diferencial entre la alimentación apta celíaca y no celíaca / Analysis of the differential cost between celiac and non-celiac apt food
Fonte: Diaeta (B. Aires);37(169):18-26, oct.-dic. 2019.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: la población argentina exhibe una elevada prevalencia de enfermedad celíaca (1/100) y la alimentación es su único tratamiento, por ende, el costo de la dieta es un factor clave para la adherencia. Objetivos: calcular el costo diferencial de la dieta de una mujer adulta celíaca vs. no celíaca basado en la Canasta Básica de Alimentos (CBA) y en el patrón alimentario propuesto por las Guías Alimentarias para la Población Argentina (GAPA). Estimar la proporción que representa en base al Salario Mínimo Vital y Móvil (SMVM) en ambos casos. Materiales y método: se tomaron alimentos trazadores extraídos de la plataforma digital de un hipermercado durante el mes de septiembre y diciembre del 2018 para realizar los cálculos de costo de la dieta, considerando los alimentos de más bajo precio. Resultados: el costo de la alimentación propuesta por las GAPA arrojó una diferencia de un 55,27% superior para la población celíaca (+ $1410,08) para septiembre y de un 48,60% (+ $1537,63) para el mes de diciembre. El costo mensual representó un incremento de 13,18% del SMVM para septiembre y de 13,61% para diciembre para la población celíaca. Tomando la CBA, el costo diferencial de la dieta mensual fue mayor (89,27% más cara, equivalente a 1182,76 pesos más) para el mes de septiembre, y 46,81% que equivalen a $886,10 para diciembre. Representó un incremento de 11,06% del SMVM para septiembre y de 7,84% para diciembre. Conclusiones: la alimentación para una mujer adulta celíaca representa un costo mayor que para una mujer adulta no celíaca en la CABA. Este es uno de los factores que contribuye a la no adherencia al tratamiento de la enfermedad, siendo la alimentación la única estrategia para tratarla(AU).

Introduction: Argentinian population exhibits a high prevalence of celiac disease (1/100) and feeding is the only treatment; therefore, the cost of diet is a key factor for adherence. Objectives: to calculate the differential cost of the diet of an adult celiac woman vs. non-celiac one, based on the Basic Food Basket (BFB) and on the dietary pattern proposed by the Dietary Guidelines for the Argentine Population (GAPA). Estimate the proportion that represents based on the Minimum Living Wage (MLW) in both cases. Materials and method: tracers extracted from the digital platform of an hypermarket were taken during September and December 2018 to calculate the cost of the diet, considering the lowest-priced foods. Results: the cost of food proposed by GAPA showed a difference of 55.27% higher for the celiac population ($ 1410.08 more) in September and of 48.60% ($ 1537.63 more) in December. The monthly cost represented an increase of 13.18% for the MLW in September and 13.61% in December for the celiac population. Taking the BFB, the differential cost of the monthly diet was higher (89.27% more expensive, equivalent to 1182.76 pesos more) in September, and 46.81%, equivalent to $ 886.10, in December. It represented an increase of 11.06% for the MLW in September and of 7.84% in December. Conclusions: the food for a celiac adult woman is higher than for a nonceliac adult woman in CABA. This is one of the factors that contributes to non-adherence to the treatment of the disease; food being the only strategy to treat it(AU).
Descritores: Doença Celíaca
Custos e Análise de Custo
-Alimentos
Responsável: AR489.1 - Biblioteca


  9 / 1473 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048511
Autor: Costa, Jéssica Almeida Silva da; Carrara, Camila Ferreira; Silva, Renata Maria Souza Oliveira; Mendes, Ana Paula Carlos Cândido; Mendes, Larissa Loures; Netto, Michele Pereira.
Título: Perfil nutricional e percepção da imagem corporal em adolescentes de escolas públicas e privadas de município mineiro / Nutritional profile and perception of body image in adolescents of public and private schools in the city of minas gerais
Fonte: HU rev;45(1):31-39, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A caracterização do perfil nutricional da população de adolescentes, assim como o diagnóstico de sobrepeso e obesidade, é de suma importância para auxiliar a elaboração de medidas de controle e reversão do quadro, possibilitando melhora na qualidade de vida e a prevenção das doenças crônicas não transmissíveis (DCNTs). Objetivo: Traçar o perfil nutricional e fatores associados (gênero, tipo de escola, idade e percepção da imagem corporal) em adolescentes de município de Minas Gerais. Material eMétodos: Estudo transversal, desenvolvido com estudantes de ambos os gêneros do ensino fundamental 2, com idade entre dez a dezesseis anos, matriculados em escolas públicas e privadas. Foram coletados dados antropométricos de 576 indivíduos, incluindo peso, altura e circunferência da cintura, padronizados de acordo com as orientações do Ministério da Saúde. Também foram coletados dados referentes ao hábito alimentar e a percepção da imagem corporal dos indivíduos, através de questionários semi-estruturados e auto preenchidos. Resultados: Dos adolescentes estudados, 58,7% pertenciam à rede pública de ensino, 64,9% do gênero feminino e a mediana de idade foi de 13 anos. Em relação ao estado nutricional, 1,5% da amostra encontrava-se com a estatura inadequada para a idade, 30,93% apresentavam excesso de gordura abdominal e 34,4% excesso de peso. Em relação a imagem corporal, observou-se que os indivíduos obesos e com sobrepeso apresentaram maior insatisfação com sua imagem corporal, quando comparados ao grupo dos indivíduos eutróficos. Em relação aos hábitos alimentares, 37,1% dos adolescentes relataram nunca realizar o café da manhã, mas em relação as outras refeições (almoço e janta) a maioria relatou consumir sempre. Em relação aos alimentos ultraprocessados, 41,2% dos adolescentes relataram consumir guloseimas diariamente e 33,2%, refrigerantes ou suco em pó. Conclusão: São necessárias medidas que promovam a alimentação saudável, visando a prevenção da obesidade, sobrepeso e das doenças crônicas não transmissíveis em adolescentes.

Introduction: The characterization of the nutritional profile of the adolescent population, as well as the diagnosis of overweight and obesity, is of paramount importance to help the elaboration of measures of control and reversion of the picture, allowing improvement in the quality of life and the prevention of chronic diseases noncommunicable diseases (NCDs). Objective: To describe the nutritional profile and associated factors (gender, school type, age and perception of body image) in adolescents from Minas Gerais. Material and Methods: A cross-sectional study, developed with students from both genders of elementary school 2, aged between ten and sixteen, enrolled in public and private schools. Anthropometric data were collected from 576 individuals, including weight, height and waist circumference, standardized according to the guidelines of the Ministry of Health. Data were also collected regarding dietary habits and body image perception of the individuals through semi- structured and self-filled. Results: Of the adolescents studied, 58.7% belonged to the public school system, 64.9% were female, and the median age was 13 years. Regarding nutritional status, 1.5% of the sample was inadequate for height, 30.93% had abdominal fat excess and 34.4% were overweight. Regarding body image, it was observed that obese and overweight individuals showed greater dissatisfaction with their body image, when compared to the group of eutrophic individuals. Regarding eating habits, 37.1% of adolescents reported never having breakfast, but in relation to other meals (lunch and dinner) the majority reported consuming always. In relation to ultraprocessed foods, 41.2% of adolescents reported consuming daily goodies and 33.2%, soft drinks or juice powder. Conclusion: Measures to promote healthy eating are needed to prevent obesity, overweight and chronic noncommunicable diseases in adolescents.
Descritores: Percepção
Estudantes
Pesos e Medidas
Imagem Corporal
Adolescente
Prevenção de Doenças
Gordura Abdominal
Sobrepeso
Circunferência da Cintura
Comportamento Alimentar
Alimentos
Dieta Saudável
Insatisfação Corporal
Obesidade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  10 / 1473 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1130602
Autor: Méndez Gaspar, Valeria; Sánchez Meza, Karmina; López Alcaraz, Fátima; Palacios Fonseca, Alin Jael; del Toro Equihua, Mario; Montero Cruz, Sergio Adrián; Hummel, Janet; Cerna Cortés, Jorge Francisco; Cerna Cortés, Joel.
Título: Reducción de la ingesta de alimento balanceado por consumo de agua endulzada con sacarosa en ratas Wistar / Reduction of balanced food intake by consumption of water sweetened with sucrose in Wistar rats
Fonte: Acta bioquím. clín. latinoam;54(3):279-284, set. 2020. tab.
Idioma: es.
Resumo: El azúcar de mesa, que se obtiene de la caña de azúcar, es el edulcorante más utilizado en la elaboración de los alimentos. El azúcar es importante en la obtención de energía, es necesario para la síntesis de ácidos grasos, de ácidos nucleicos, evita el estrés oxidativo y el desarrollo de anemia. Puede ocasionar caries, diabetes, obesidad, arteriosclerosis y otras patologías. En el presente trabajo se valoró el efecto que tiene la ingesta crónica de agua endulzada con sacarosa al 30% sobre el consumo de alimento balanceado, el perfil lipídico, la concentración de glucosa sérica, y sobre algunos marcadores del estado nutricional como el peso y las proteínas séricas totales, en machos de ratas Wistar. El agua endulzada con sacarosa al 30% se administró a un grupo de 9 ratas Wistar durante 3 meses y se tomó como grupo control a un grupo de 9 ratas que bebieron agua natural. El consumo de alimentos por ambos grupos, así como los marcadores de química sanguínea se analizaron al final del tratamiento. Los niveles de glucosa, lípidos y proteínas séricas totales se midieron mediante espectroscopía. Los resultados mostraron que el consumo de agua endulzada con sacarosa al 30% redujo en más de un 90% el consumo de alimento balanceado; sin embargo, no afectó el perfil lipídico ni el nivel de glucosa en sangre, así como tampoco el nivel de proteínas séricas totales. El consumo de agua endulzada con sacarosa podría provocar desnutrición a largo plazo ya que ocasiona una reducción en la ingesta de alimento rico en nutrientes.

Sugar, obtained from sugarcane, is the most commonly used sweetener in food processing. Sugar is an important food for energy generation and it is necessary for the synthesis of fatty acids and nucleic acids. It prevents oxidative stress and anemia development. However, its consumption can cause dental caries, diabetes, obesity, arteriosclerosis and other pathologies. In the present work, the effect of chronic intake of water sweetened with 30% sucrose on balanced food consumption, lipid profile, serum glucose concentration, as well as some markers of nutritional status such as weight and total serum proteins was assessed in male Wistar rats. The water sweetened with 30% sucrose was administered to a group of 9 Wistar rats for 3 months, having 9 rats as a control group that drank natural water. Food consumption between both groups as well as blood chemistry markers were analyzed at the end of the treatment. Glucose, lipid levels as well as total serum proteins were measured by spectroscopy. The results showed that the consumption of water sweetened with 30% sucrose reduced the consumption of balanced food by more than 90%, however, it did not affect the lipid profile, the level of glucose in the blood or the level of total serum proteins concentration. Consumption of sucrose-sweetened water could lead to long-term malnutrition by reducing the intake of nutrient-rich food.

O açúcar comum, obtido a partir da cana de açúcar, é o adoçante mais utilizado na elaboração dos alimentos. O açúcar é importante para a geração de energia; necessário para a síntese de ácidos graxos e de ácidos nucleicos. Previne o estresse oxidativo e o desenvolvimento de anemia. No entanto, seu consumo pode causar cárie dentária, diabetes, obesidade, arteriosclerose e outras patologias. No presente trabalho, foi avaliado o efeito da ingestão crônica de água adoçada com sacarose a 30% sobre o consumo de alimentos ricos em nutrientes, perfil lipídico, concentração sérica de glicose e alguns marcadores do estado nutricional, como o peso. e as proteínas séricas totais em ratos Wistar machos. A água adoçada com sacarose a 30% foi administrada a um grupo de 9 ratos Wistar por 3 meses, tendo como grupo controle um grupo de 9 ratos que beberam água natural. O consumo de alimentos entre os dois grupos e os marcadores de química sanguínea foram analisados no final do tratamento. Os níveis de glicose, lipídios e proteínas séricas totais foram medidos por espectroscopia. Os resultados mostraram que o consumo de água adoçada com sacarose a 30% reduziu em mais de 90% o consumo de alimentos ricos em nutrientes, no entanto, não afetou o perfil lipídico, o nível de glicose em sangue nem o nível de proteínas séricas totais. O consumo de água adoçada com sacarose poderia levar à desnutrição no longo prazo, visto que produz uma redução na ingestão de alimentos ricos em nutrientes.
Descritores: Arteriosclerose
Análise Espectral
Sangue
Ácidos Nucleicos
Consumo de Alimentos
Ratos Wistar
Sacarose na Dieta
Saccharum
Controle
Ácidos Graxos
Anemia
-Sacarose
Terapêutica
Água
Afeto
Cárie Dentária
Desnutrição
Crescimento e Desenvolvimento
Diabetes Mellitus
Açúcares
Alimentos
Manipulação de Alimentos
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Artigo Clássico
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco



página 1 de 148 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde