Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.203.300.470.700 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 18 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 18 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-552539
Autor: Pelarigo, Fátima Costa Matias(org); Cruz, Jenner; Kesrouani, Silvana; Caetano, Sérgio Henrique; Furuta, Márcia Yoko; Gomes, Rui Alberto; Lima, Altair Oliveira de; Cruz, Helga Maria Mazzarolo.
Título: Papel da clara, da gema e do ovo na nutrição de pacientes com doença renal crônica em hemodiálise / Role of egg yolk and egg in the nutrition of kidney disease patients chronic hemodialysis
Fonte: Diagn. tratamento;12(4):152-155, out.-dez. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A gema do ovo é muito rica em colesterol, com 1,281 g%, e por isso a redução de seu consumo tem sido largamente recomendada para baixar os níveis de colesterolemia e prevenir doença cardíaca.Estudos epidemiológicos sobre o consumo do ovo e o risco de coronariopatia são raros. Porém, apesar de o ovo ser realmente rico em colesterol, a sua capacidade em elevar o nível sérico de colesterol é controversa, sendo considerada nula por vários autores.As dietas hipoprotéicas foram propostas para o tratamento de pacientes com insuficiência renal há mais de 50 anos,mas foi com a introdução da dieta conhecida como de Giordano e Giovannetti, pobre em proteínas, mas com alimentos de alto valor biológico, contendo alta proporção de aminoácidos essenciais, como o ovo,que elas ficaram universalmente conhecidas.
Descritores: Diálise Renal
Clara de Ovo
Gema de Ovo
Insuficiência Renal Crônica
Nutrição em Saúde Pública
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  2 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-771547
Autor: Carrillo, Wilman.
Título: Lisozima: Actividad antibacteriana y alergenicidad / Lysozyme: Antibacterial Activity and Allergenicity
Fonte: Actual. nutr;14(4):314-326, Dic. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Desde que la lisozima fue descubierta por Alexander Fleming en 1922, muchos son los trabajos que se han lleva-do a cabo para describir las distintas actividades biológicas de esta proteína como son su actividad antibacteria-na, antiviral, antinflamatoria, analgésica, antitumoral y antioxidante. Su actividad antibacteriana frente a bacterias Gram-positivas es la actividad más ampliamente estudiada. Muchas investigaciones se han realizado para ampliar el espectro antibacteriano y poder atacar bacterias Gram-negativas. Se han llevado a cabo modificacio-nes térmicas, químicas, enzimáticas, mutaciones genéticas y efectos sinérgicos con otros compuestos, y se consiguió exitosamente ampliar el espectro antibacteriano, proponiendo en todos los casos que dicha actividad es independiente de su a ctividad enzimática natural. En este trabajo destacamos todas las propiedades estructura-les de la lisozima y sus principales actividades biológicas y las investigaciones que se han llevado a cabo para potenciar dichas actividades.

Since ly sozyme was discovered by Alexander Fleming in1922, many papers have been published on the different biological activities of this protein, such as its antibacterial, antiviral, anti-inflammatory, analgesic, antitumor andantioxidant properties. Its antibacterial activity againstGram-positive bacteria is the most widely studied. Much research has been done to widen the antibacterial spectrumand to attack the Gram-negative bacteria. Thermal, chemical and enzymatic modifications, as well as genetic mutations and synergistic effects, with other compounds have been made. The antibacterial spectrum was success fully widened in all cases, suggesting that this activity is independent of its natural enzymatic activity. In this paper we describe t he structural properties of lysozyme and its main biological activities, and also the research that has been carried out to maximize these activitie.

Desde que a lisozima foi descoberta por AlexandreFleming em 1922, muitos são os trabalhos que foram realizados para descrever as diferentes atividades biológicas desta proteína, como são sua atividade bacteriana, antiviral, anti-inflamatória, analgésica, antitumoral e antioxidante. Sua atividade antibacteriana frente a bactérias Gram-positivas é a atividade mais amplamente estudada. Muitas pesquisas foram realizadas para ampliar o espectroanti bacteriano e poder atacar bactérias Gram-negativas.Foram realizadas modificações térmicas, químicas,enzimáticas, mutações genéticas e efeitos sinérgicos com outros compostos, e obteve-se com sucesso ampliar o espectro antibacteriano, propondo em todos os casos que tal atividade é independente da sua atividade enzimática natural.Neste trabalho destacamos todas as propriedades estruturais da lisozima e suas principais atividades biológicas e as pesquisas que foram realizadas para potenciar tais atividades.
Descritores: Clara de Ovo
Hipersensibilidade
Muramidase
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR605.1 - Biblioteca


  3 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-718922
Autor: Perdomo de Ponce, Doris.
Título: Alimentos: moléculas prohibidas / Foods: forbiding molecules
Fonte: Gac. méd. Caracas;121(2):93-101, abr.-jun. 2013. ilus, tab.
Idioma: es.
Descritores: Doenças Transmitidas por Alimentos/complicações
Hipersensibilidade Imediata/sangue
Hipersensibilidade Alimentar/etiologia
Hipersensibilidade a Ovo/metabolismo
Imunoquímica/métodos
Frutos do Mar/toxicidade
Proteínas na Dieta/administração & dosagem
-Anafilaxia/etiologia
Asma/patologia
Clara de Ovo/efeitos adversos
Eczema/patologia
Limites: Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  4 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Id: lil-548601
Autor: Gélvez-Ordoñez, Victor Manuel; Mendoza-Galvis, Franklin; Delgado, Javier Orlando.
Título: The effect of ultrasonic treatmen on some functional properties of egg white
Fonte: Rev. cient. (Maracaibo);19(1):71-76, ene.-feb. 2009. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: This work studied the effect of treatment with a high frequency ultrasound bath (40 kHz and a power of 80 W.) on the pH, foaming capacity and stability of the foam of the white of hens eggs (sample 1/120 hours post laying and sample 2/24 hours post laying). Exposure time was at varied intervals of 0, 5, 10 and 15 mins at 20°C. The samples were stored in refrigeration at 4°C for 3 days. The comparative study of the data was carried out using variance analysis(ANOVA) and surface response analysis (RSA); where it was found that the pH did not show any significant changes(P<0.05) due to the effect of the treatment and remained during storage. On the other hand, the results showed that treatment with ultrasound for ten minutes increased the foaming capacity by 15.84 and 13.07 percent in samples 1 and 2, respectively. However, the stability of the foam in both samples was seen to diminish by 13.89 and 8.50 percent.

En este trabajo se estudió el efecto del tratamiento con un baño de ultrasonido de alta frecuencia (40 kHz y una potencia de 80 W) durante 0; 5; 10 y 15 min. / 20°C, sobre el pH, capacidad espumante y estabilidad de la espuma de la clara de huevos de gallina (muestra 1/ 120 horas pos-postura y muestra 2/ 24 horas post-postura). Las muestras fueron almacenadas en refrigeración a 4°C durante 3 días. El estudio comparativo de los datos se realizó por análisis de varianza (ANOVA) y superficie de respuesta (RSA); donde se encontró que en el pH no presentó cambios significativos (P<0,05) por efecto del tratamiento y de igual manera se mantuvo durante el tiempo de almacenamiento. Por otro lado se observó que el tratamiento con ultrasonido durante 10 mins aumentó la capacidad espumante en un 15,84 y 13,07 por ciento en las muestras 1 y 2, respectivamente. Sin embargo, la estabilidad de la espuma de estas muestras se vio disminuida en un 13,89 y 8,50 por ciento.
Descritores: Clara de Ovo/análise
Concentração de Íons de Hidrogênio/efeitos da radiação
Ultrassom/efeitos adversos
-Ciências da Nutrição
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  5 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-522613
Autor: Velasco Bohórquez, Marina Del Pilar.
Título: Leite bovino pasteurizado, clara ou gema de ovo de galinha, como meios para manter dentes avulsionados, antes de serem reimplantados: estudo histomorfométrico em ratos / Pasteurized cow milk, white or yolk of chicken egg as storage mediums to maintain extracted teeth before to be reimplanted.
Fonte: Araçatuba; s.n; 1995. 97 p. graf, tab, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Odontologia de Araçatuba para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: No presente trabalho foram estudados os reimplantes de incisivos superiores de 54 ratos, que foram mantidos no leite bovino pasteurizado, na clara ou gema de ovo de galinha, durante uma hora após a avulsão. Os dentes tiveram a papila e a polpa dental removidas. O canal radicular foi irrigado com soro fisiológico e o seu conteúdo líquido aspirado. Em seguida, o canal radicular foi preenchido com solução de Rifamicina e a superfície radicular irrigada com a mesma solução. Após esses procedimentos, os dentes foram reimplantados sem contenção, e os animais receberam antibioticoterapia sistêmica. Decorridos 10, 30 e 60 dias após o reimplante, os animais foram sacrificados. As peças obtidas foram tratadas laboratorialmente e incluídas em parafina de forma a permitirem cortes no sentido transversal do dente e do seu periodonto. Os cortes foram corados com hematoxilina e eosina para estudo histomorfométrico. Com auxílio de um projetor e do sistema analisador de imagens "Mini Mop", programado para medir perímetro, os eventos ocorridos sobre a superfície radicular foram quantificados. Os valores obtidos, em milímetros, foram tratados estatisticamente em função dos meios e tempos empregados. Os resultados deste trabalho permitiram concluir que: a) o leite bovino pasteurizado, comparado com a clara e a gema do ovo da galinha, foi o meio mais adequado para preservar a vitalidade das células do ligamento periodontal cementário; b) a clara de ovo foi o meio que mais desencadeou zonas de inflamação no ligamento periodontal, bem como áreas de reabsorção radicular do tipo inflamatório; e c) a gema do ovo foi o meio que mais desencadeou áreas de reabsorção radicular de superfície e por substituição, com exposição da câmara pulpar.
Descritores: Substitutos do Leite Humano
Clara de Ovo
Gema de Ovo
Avulsão Dentária
Reimplante Dentário
Limites: Masculino
Ratos
Responsável: BR186.1 - Biblioteca Honório Monteiro
BR186.1


  6 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Solé, Dirceu
Texto completo
Id: lil-473267
Autor: Sole, Dirceu; Jacob, Cristina Miuki A; Pastorino, Antônio Carlos; Porto Neto, Arnaldo; Burns, Dennis Alexander; Sarinho, Emanuel Sávio C; Prado, Evandro Alves do; Soares, Francisco José P; Rizzo, Maria Cândida V; Silva, Maria das Graças N; Rubini, Norma de Paula.
Título: O conhecimento de pediatras sobre alergia alimentar: estudo piloto / Pediatricians' knowledge on food allergy: pilot study
Fonte: Rev. paul. pediatr;25(4):311-316, dez. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar o conhecimento de pediatras sobre alergia alimentar. MÉTODOS: Dados obtidos de questionário padronizado, postado e respondido por pediatras filiados à Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). Digitação dos dados em planilha Excel e análise de freqüência de respostas afirmativas em porcentagem. RESULTADOS: Foram analisados 895 questionários preenchidos por pediatras de todo o país, com predomínio da região Sudeste (61,6 por cento). Segundo os pediatras entrevistados, as manifestações diagnósticas de alergia alimentar são: respiratórias, cutâneas e sistêmicas, em iguais proporções. Ainda segundo estes pediatras, leite de vaca (98,9 por cento), clara de ovo (58,7 por cento) e amendoim (50,9 por cento) são os principais alimentos associados a essas manifestações. Embora 74,8 por cento dos respondedores tivessem identificados os corantes e aditivos alimentares como responsáveis pela alergia alimentar, apenas 19,4 por cento conheciam o código de identificação da tartrazina. CONCLUSÕES: Os dados apresentados reforçam a necessidade de ampliação dos conhecimentos dos profissionais de saúde sobre o diagnóstico e tratamento da alergia alimentar, com o objetivo de garantir o uso de critérios diagnósticos e terapêuticos mais adequados.

OBJECTIVE: To evaluate the knowledge of Brazilian pediatricians about food allergy. METHODS: Data was obtained from a sent back posted written questionnaire. It was filled in by Brazilian pediatricians, affiliated to the Brazilian Society of Pediatrics. Data was transcript to an Excel spread sheet and the frequency of affirmative responses was reported as percentages. RESULTS: Data from 895 written questionnaire of pediatricians from all over Brazil, (mainly from the southeastern region - 61.6 percent), were analyzed. The main clinical expressions of food allergy determined by the pediatricians were: respiratory, cutaneous and systemic symptoms (equal proportions). According to these pediatricians, cow's milk (98.9 percent), egg white (58.7 percent) and peanuts (50.9 percent) were the main allergens related to food allergy symptoms. Although 74.8 percent of the responders have indicated food dyes and food additives as associated to food allergies, only 19.4 percent of them knew the identification code of tartrarzine. CONCLUSIONS: The presented data reinforce the need to improve the pediatricians' knowledge about the diagnosis and treatment of food allergy, in order to assure the use of appropriate diagnostic and treatment criteria.
Descritores: Criança
Alimentos
Aditivos Alimentares
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Hipersensibilidade Alimentar/diagnóstico
-Arachis
Clara de Ovo
Substitutos do Leite
Tartrazina
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN


  7 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-405519
Autor: Vogtt, K; Winter, R.
Título: Pressure-assisted cold denaturation of hen egg white lysozyme: the influence of co-solvents probed by hydrogen exchange nuclear magnetic resonance
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;38(8):1185-1193, Aug. 2005. ilus.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: International Conference on High Pressure Bioscience and Biotechnology, 3, Rio de Janeiro, Sept. 26-30, 2004.
Resumo: COSY proton nuclear magnetic resonance was used to measure the exchange rates of amide protons of hen egg white lysozyme (HEWL) in the pressure-assisted cold-denatured state and in the heat-denatured state. After dissolving lysozyme in deuterium oxide buffer, labile protons exchange for deuterons in such a way that exposed protons are substituted rapidly, whereas "protected" protons within structured parts of the protein are substituted slowly. The exchange rates k obs were determined for HEWL under heat treatment (80°C) and under high pressure conditions at low temperature (3.75 kbar, -13°C). Moreover, the influence of co-solvents (sorbitol, urea) on the exchange rate was examined under pressure-assisted cold denaturation conditions, and the corresponding protection factors, P, were determined. The exchange kinetics upon heat treatment was found to be a two-step process with initial slow exchange followed by a fast one, showing residual protection in the slow-exchange state and P-factors in the random-coil-like range for the final temperature-denatured state. Addition of sorbitol (500 mM) led to an increase of P-factors for the pressure-assisted cold denatured state, but not for the heat-denatured state. The presence of 2 M urea resulted in a drastic decrease of the P-factors of the pressure-assisted cold denatured state. For both types of co-solvents, the effect they exert appears to be cooperative, i.e., no particular regions within the protein can be identified with significantly diverse changes of P-factors.
Descritores: Clara de Ovo
Pressão Hidrostática
Muramidase/efeitos dos fármacos
Solventes/farmacologia
Sorbitol/farmacologia
-Galinhas
Temperatura Baixa
Temperatura Alta
Hidrogênio/farmacologia
Imagem por Ressonância Magnética/métodos
Muramidase/química
Desnaturação Proteica/efeitos dos fármacos
Ureia/farmacologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-392389
Autor: Froehlich, Ângela.
Título: Irradiação de ovo líquido, congelado e ovo, gema e clara em pó: redução da população de Salmonella enteritidis e aspectos sensoriais e físico-químicos / Irradiation of frozen liquid egg and egg, yolk and powdered egg white: reduction of the population of Salmonella enteritidis and sensorial and physicochemical aspects.
Fonte: São Paulo; s.n; 2004. 66 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Ovos e seus produtos derivados têm sido envolvidos em surtos de doenças transmitidas por alimentos devido à contaminação por Salmonella Enteritidis. A irradiação é uma das tecnologias existentes para a conservação de alimentos que poderia minimizar esse problema. O objetivo desta pesquisa foi determinar o efeito da irradiação sobre ovo líquido, ovo congelado, ovo em pó, gema em pó e clara em pó contaminados com Salmonella Enteritidis. As amostras de ovo líquido, clara em pó e gema em pó, inoculadas com S. Enteritidis, foram expostas a doses de 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5; 3,0 kGy e as de ovo congelado e ovo em pó foram irradiadas com 0,5; 1,0; 1,5; 2,0; 2,5; 3,0; 3,5 e 4,0 kGy...
Descritores: Clara de Ovo
Gema de Ovo
Análise de Alimentos
Contaminação de Alimentos
Irradiação de Alimentos
Microbiologia de Alimentos
Tecnologia de Alimentos
Salmonella enteritidis
-Ovos
Conservação de Alimentos
Viscosidade
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; 664.07, F925i


  9 / 18 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Prentice-Hernández, Carlos
Id: lil-357799
Autor: Kuhn, Cláudio Rafael; Soares, Germano Jorge Dorneles; Prentice-Hernández, Carlos; Vendruscolo, Joäo Luís da Silva.
Título: Avaliaçäo da força de gel de surimi de resíduos de pescada-foguete (Macrodon ancylodon) enriquecido com aditivos protéicos / Gel strenght evaluation of surimi from brazilian weakfish (Macrodon ancylodon) wastes enriched with protein additives
Fonte: Bol. Centro Pesqui. Process. Aliment;21(2):239-248, jul.-dez. 2003. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Aditivos protéicos (albumina de soro bovino e clara de ovo) foram adicionados ao surimi de resíduos do processamento de pescada-foguete(Macrodon ancylodon) para proteger a rede protéica miofibrilar e aumentar a força do gel kamaboko, formado durante o processamento térmico so surimi. Também adicionou-se cloreto de amônio (NH4Cl) para inibir a transglutaminase, enzima cuja presença aumenta a textura devido melhor conformaçäo das proteínas no pré-aquecimento. A análise instrumental em testes de compressäo revelou que o surimi contendo aditivos alcançou maior força de gel em relaçäo ao controle, senso a albumina do soro bovino melhor do que a clara de ovo (P<0,05). A utilizaçäo do NH4Cl näo demonstrou interferência da transglutaminase nos géis, indicando ausência da enzima na espécie estudada. Nas condiçöes empregadas näo foi caracterizada proteólise capaz de desestruturar o gel.
Descritores: Aditivos Alimentares
Tecnologia de Alimentos
Transglutaminases
-Albuminas
Clara de Ovo
Peixes
Peptídeo Hidrolases
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  10 / 18 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-328310
Autor: D'Andrea, C. L; Dolab, J. A; Funes, R. F.
Título: Medio de Löwenstein Jensen: Frescura del huevo y viabilidad de BCG / Lowestein Jansen Medium: Freshness of the egg, viability of the BCG
Fonte: Rev. argent. tórax;61(1/4):15-20, dez. 2000.
Idioma: es.
Resumo: En ensayo de viabilidad de la Vacuna BCG puede estar sometido a variaciones debidas al nivel de frescura de los huevos que se emplean en la preparación del medi Löwenstein Jensen (LJ). Es usual que se confíe en el origen, edad y conservación de los huevos, por lo que se podría pensar en que no es necesario realizar estudios complementarios. Mediante el envejecimiento acelerado de los huevos y su comparación con aquellos que mantienen su frescura se ha podido medir diferencias en la viabilidad de la Vacuna BCG de más del 20 por ciento. Con la medición de la relación altura/diamétro de la yema o la observación de las características snesoriales (especialmente el aspecto y relación de clara y yema) se puede llegar a producir medio Löwenstein jensen de óptima calidad
Descritores: Vacina BCG
Clara de Ovo
Gema de Ovo
Ovos
Óvulo
-Tuberculose
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde