Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.203.300.519 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 58 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 58 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-797172
Autor: Ferreira, Amanda Brinco; Alvarenga, Sandra Helena Ferreira de; São José, Jackline Freitas Brilhante de.
Título: Qualidade de frutas e hortaliças orgânicas comercializadas em feiras livres / Quality of organic fruits and vegetables sold in street markets
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;74(4):410-419, out.-dez.2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Pelo cultivo diferenciado, os produtos orgânicos podem estar mais expostos à contaminação microbiológica do que os convencionais, visto que fertilizantes orgânicos geralmente consistem de estrume (adubo orgânico), que pode abrigar micro-organismos patogênicos. Com isso, objetivou-se avaliar a qualidade de frutas e hortaliças orgânicas comercializadas em duas feiras livres da Grande Vitória/ES, bem como as condições higiênico-sanitárias das barracas que comercializam os produtos. Para avaliação das boas práticas foi aplicada uma lista de verificação baseada na Resolução RDC 216/2004. Foram coletadas 16 amostras entre frutas e hortaliças, e submetidas às seguintes análises: pH, acidez total titulável, contagem de mesófilos aeróbios, fungos filamentosos e leveduras, determinação do Número Mais Provável (NMP) de coliformes totais e a 45 °C e pesquisa de Salmonella spp. Todas as barracas avaliadas foram classificadas como regulares. A contagem de coliformes a 45 °C acima do estabelecido pela legislação vigente foi detectada em uma das amostras (6,25 %). Nessa mesma amostra foi detectada a presença de Salmonella spp., o que está em desacordo como exigido pela legislação brasileira vigente. Apesar de 93,75 % das amostras estarem de acordo com os padrões microbiológicos vigentes, ressalta-se a importância do controle das fontes de contaminação, desde o campo até a comercialização dos alimentos...
Descritores: Alimentos Orgânicos
Frutas
Microbiologia de Alimentos
Qualidade dos Alimentos
Verduras
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  2 / 58 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-729387
Autor: Santos, Eliana de Souza Marques dos; Alves, Rômulo Manoel; Lima, Carla de Souza.
Título: Elaboração tecnológica e aceitação sensorial de bebida isotônicaorgânica de tangerina (Citrus reticulata Blanco) / Development of an isotonic organic tangerine beverage (Citrus reticulata Blanco) and its sensorial acceptance
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;72(1):87-92, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Neste estudo, foi desenvolvida a bebida isotônica orgânica de tangerina. Após uma sequência de testes,foram obtidas três diferentes formulações de bebida isotônica, contendo diferentes concentrações de sucode tangerina orgânico: F1= 15 %, F2=10 % e F3=5 %. As bebidas foram pasteurizadas e armazenadas emembalagens plásticas à temperatura de ± 4 °C até o seu consumo. As três bebidas foram submetidas atestes de sólidos totais, acidez titulável, potencial de hidrogênio (pH) e valor osmótico. Foram realizadasanálises microbiológicas iniciais de coliformes totais e fecais, e de bactérias aeróbicas mesófilas, bolores eleveduras para avaliar a estabilidade microbiológica das três bebidas durante 30 dias, conservadas a ± 4 °C.Os testes sensoriais foram realizados com 30 praticantes de atividade física, de ambos os sexos e de 18 a 40anos de idade. As bebidas apresentaram níveis adequados de sólidos solúveis, acidez e pH, assim como nosresultados microbiológicos. Por meio de testes sensoriais, foi apontada a preferência dos consumidorespara a bebida com maior teor de suco de tangerina (F1=15 %), o que indica a possível viabilidade comercialpelo seu melhor desempenho em relação à marca comercial para os atributos avaliados.
Descritores: Alimentos Orgânicos
Bebidas Energéticas
Citrus
Desenvolvimento Tecnológico
Preferências Alimentares
Sensação
Sucos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  3 / 58 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-672281
Autor: Ferreira, Sila Mary Rodrigues; Freitas, Renato João Sossela de; Silva, Cesar Aparecido da; Karkle, Elisa Noemberg Lazzari; Maia, Thaís Carolina Bassler.
Título: Microbiological quality of organic and conventional tomatoes / Qualidade microbiológica de tomate convencional e orgânico
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;70(4):647-650, out.-dez. 2011. tab.
Idioma: en.
Resumo: In view of the need to in form the producers, dealers and consumers about the capability of the vegetables in being a vehicle for microorganisms, they should receive suitable hygienic and sanitary treatment. This paper aimed at evaluating the microbiological quality of organic and conventional tomatoes (Lycopersiconesculentum Mill.) commercialized in Curitiba city, southern Brazil. Eight samples of conventional tomatoes and four samples of organic tomatoes were collected from different sites. The microbiological analyses for detecting Salmonella spp and molds and yeasts were conducted according to the Compendium of Methods for Microbiological Examination of Foods. Total coliforms and Escherichia coli were analyzed by the PetrifilmTM methodology. The data were analyzed by variance analysis and Tukey tests. No Salmonella sp was isolated from 25 g of tomato samples. The total coliform counts ranged up to 1.4x103CFU/g and Escherichia coli up to 2.3x102 CFU/g in conventional tomatoes. Yeasts and molds were foundin conventional tomato samples up to 2.1x10, and up to 1.04 x 1012 CFU/g in organic tomato samples. This study clearly shows that the tomatoes ought to receive suitable hygienic and sanitary treatment before being commercialized.
Descritores: Alimentos Orgânicos
Técnicas Microbiológicas
Lycopersicon esculentum
Salmonella
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação


  4 / 58 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886639
Autor: DANI, CAROLINE; ANDREAZZA, ANA CRISTINA; GONÇALVES, CARLOS ALBERTO; KAPIZINSKI, FLÁVIO; HENRIQUES, JOÃO A P; SALVADOR, MIRIAN.
Título: Grape juice increases the BDNF levels but not alter the S100B levels in hippocampus and frontal cortex from male Wistar Rats
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(1):155-161, Jan,-Mar. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Several studies have shown that a high consumption of vegetables and fruits is consistently associated with a low risk of oxidative stress-induced diseases, which includes some degenerative diseases such as amyotrophic lateral sclerosis, Alzheimer and Parkinson. Therefore, the objective of this study is to verify the effects of conventional and organic grape juice in the modulation of the neurotrophic factor (BDNF) and astrocytic markers protein (S100B) in hippocampus and frontal cortex of Wistar rats. In this study, 24 male Wistar rats were divided into three groups. To the first one, it was given organic purple grape juice; to the second, conventional grape juice, while the last one received only saline. After 30 days, all rats were sacrificed and hippocampus and frontal cortex were dissected. The animals that received organic and conventional grape juice showed, in frontal cortex, an elevated BNDF levels in relation to saline group. However, S100B levels did not change. These results showed that grape juices are able to modulate important marker in brain tissue, and could be an important factor to prevent brain diseases.
Descritores: Fator Neurotrófico Derivado do Encéfalo/análise
Vitis/química
Subunidade beta da Proteína Ligante de Cálcio S100/análise
Sucos de Frutas e Vegetais
Lobo Frontal/química
Hipocampo/química
-Valores de Referência
Distribuição Aleatória
Reprodutibilidade dos Testes
Ratos Wistar
Fator Neurotrófico Derivado do Encéfalo/efeitos dos fármacos
Alimentos Orgânicos
Subunidade beta da Proteína Ligante de Cálcio S100/efeitos dos fármacos
Lobo Frontal/efeitos dos fármacos
Hipocampo/efeitos dos fármacos
Antioxidantes/farmacologia
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 58 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1066546
Autor: Lopez, Fernando Cervino(edt).
Título: Determinação do sedimento, cascas e paus no café e moido
Fonte: Rev. Inst. Adolfo Lutz;34(Único):29-34, 1974. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Neste trabalho foi descrito método para determinação do sedimento e cascas no café de consumo, torrado e moído. Consiste no desengorduramento parcial do material com solvente para separar o sedimento e deixar o pó solto, peneração para livrar a amostra do pó (que não é de interesse na observação para livrar a amostra do pó (que não é de interesse na observação á lupa), separação das impurezas e pesagem. No calculo final, usou-se o fator de conversão para reverter o peso encontrado em peso de impurezas no café verde...
Descritores: Alimentos Orgânicos
Café
Responsável: BR76.1 - Biblioteca


  6 / 58 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050311
Autor: Ramos, Soraia de Fátima.
Título: Agricultura familiar e mercados institucionais: horizontalidades no uso do território à produção e consumo de alimentos orgânicos e agroecológicos / Not available.
Fonte: São Paulo; s.n; 2018. 177 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução - Na fase histórica do capitalismo neoliberal, o cerne das contradições sociais exibe novas feições atribuídas aos Estados nacionais diante do crescente poder das grandes corporações sobre os fluxos materiais e imateriais no processo de produção e consumo de alimentos. Na dialética que compõem os usos dos territórios, emergem pressões dos movimentos sociais no sentido de valorizar as autonomias e singularidades dos lugares como resistência ao imperativo de homogeneização dos sistemas técnicos agroalimentares. No Brasil, o século XXI corresponde à elaboração de um conjunto de políticas públicas de caráter social, entre as quais estão as iniciativas aos agricultores familiares. Objetivo - Compreender os desafios e potencialidades da produção agrícola familiar perante as novas dinâmicas ao uso agrícola do território no estado de São Paulo. A questão norteadora examinou se os mercados institucionais aos agricultores familiares estimulam à transição agroecológica, a ampliação de circuitos curtos de comercialização e a promoção da saúde humana e ambiental. Métodos - As premissas da ciência agroecológica, os avanços no campo da saúde global e a teoria geográfica de Milton Santos, ancorada no par de conceitos horizontalidades/verticalidades, subsidiaram a investigação do uso agrícola do território em razão da reorientação, desde 2009, do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Trata-se de pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, com orientação analítico-descritiva, mediante entrevistas semiestruturadas e questões em aberto. Há a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa e consentimento esclarecido dos informantes. Os sujeitos entrevistados constituem-se por agricultores familiares, gestores públicos de assistência técnica rural e nutricionistas de oito municípios em Áreas de Preservação Ambiental no estado de São Paulo: Joanópolis, Juquitiba, Nazaré Paulista, Piedade, São Lourenço da Serra, São Luis do Paraitinga, Tapiraí e Ubatuba. Utiliza a triangulação de fontes como procedimento metodológico para a coleta e o processamento dos dados levantados. A interpretação do material coletado seguiu os preceitos da 'análise de conteúdo'. Resultados - Os municípios compõem situações geográficas singulares em relação à aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar para a alimentação escolar. Da perspectiva dos agricultores, as compras públicas estimulam a geração de renda com a diversificação de canais dos circuitos curtos de comercialização; colaboram com a transição aos sistemas técnicos orgânicos e agroecológicos; e influenciam na melhoria da saúde e segurança alimentar e nutricional dos próprios sujeitos produtores de alimentos. Há desafios para uma gestão coletiva das diretrizes do programa e na organização social dos agricultores. A articulação local dos agentes públicos de diferentes esferas governamentais, e entre estes e os produtores rurais, revelam os distintos graus de adesão, apreensão dos objetivos e participação da sociedade no monitoramento da política. Conclusão - O Estado brasileiro, contrapondo à tendência de verticalização do processo produtivo à alimentação, segundo a lógica e interesses das transnacionais do setor agroalimentar, tem impulsionado uma atmosfera à construção de horizontalidades que aproximam a produção do consumo com repercussões na saúde global. Os mercados institucionais acenam com boas perspectivas aos agricultores familiares orgânicos e agroecológicos colaborando ao retorno, inserção ou permanência de uma diversidade de sujeitos produtores de alimentos no campo.

Introduction - In the historical phase of neoliberal capitalism, the crux of social contradictions exhibits new features attributed to national states in the face of the growing power of large corporations over material and immaterial flows in the process of food production and consumption. In the dialectics that make up the uses of territories, pressures emerge from social movements in the sense of valuing the autonomies and singularities of places as resistance to the imperative of homogenization of agro-food technical systems. In Brazil, the twenty-first century corresponds to the elaboration of a set of social policies of social character, among which are the initiatives to the familiar farmers. Objective - To understand the challenges and potential of family farming in the face of new dynamics in the agricultural use of the territory in the state of São Paulo. The guiding question examined whether institutional markets for family farmers stimulate the agroecological transition, the extension of short marketing channels, and the promotion of human and environmental health. Methods - The premises of agroecological science, advances in the field of global health and Milton Santos' geographical theory, anchored in the pair of concepts of horizontality / verticality, subsidized the investigation of the agricultural use of the territory due to the reorientation since 2009 of the Program National School Feeding Program (PNAE). This is a qualitative, exploratory research, with analytical-descriptive orientation, through semi-structured interviews and open questions. There is the approval of the Committee of Ethics in Research and informed consent of the informants. The subjects interviewed are family farmers, public managers of rural technical assistance and nutritionists from eight municipalities in Environmental Preservation Areas in the state of São Paulo: Joanópolis, Juquitiba, Nazaré Paulista, Piedade, São Lourenço da Serra, São Luis do Paraitinga , Tapiraí and Ubatuba. It uses source triangulation as a methodological procedure for collecting and processing the data collected. The interpretation of the collected material followed the precepts of 'content analysis'. Results - The municipalities make up unique geographical situations in relation to the acquisition of foodstuffs from family agriculture for school feeding. From the perspective of the farmers, the public purchases stimulate the generation of income with the diversification of channels of the short circuits of commercialization; contribute to the transition to organic and agroecological technical systems; and influence the improvement of food and nutritional health and safety of the food producing subjects themselves. There are challenges to collective management of program guidelines and the social organization of farmers. The local articulation of the public agents of different governmental spheres, and between them and the rural producers, reveal the different degrees of adhesion, apprehension of the objectives and participation of the society in the monitoring of the policy. Conclusion - The Brazilian State, in contrast to the trend towards the vertical integration of the production process into food, according to the logic and interests of the transnationals of the agri-food sector, has driven an atmosphere to the construction of horizontalities that approximate consumption production with repercussions on global health. Institutional markets have good prospects for organic and agroecological family farmers, collaborating to the return, insertion or permanence of a diversity of food producing subjects in the field.
Descritores: Política Pública
Segurança Alimentar e Nutricional
Agricultura Sustentável
Agricultura Orgânica
Alimentos Orgânicos
-Alimentação Escolar
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  7 / 58 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048597
Autor: Reis Neto, José Francisco dos; Kazama, Anderson Susumu; Pereira, Silvia Rahe.
Título: Determinants of the theory of planned behavior of consumer related to intention to purchase of organic vegetables / Determinantes da teoria do comportamento planejado do consumidor relacionados à intenção de compra de hortaliças orgânicas
Fonte: Biosci. j. (Online);35(2):431-440, mar./apr. 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: The Brazilian consumers have expanded their purchases of organic products. However, little is known about these consumers' purchase behavior. Considering the Theory of Planned Behavior, was aimed at this study to evaluate the positive influence of attitude, subjective norms and perceived behavior control in the decision to buy organic vegetables and to evaluate the causal relationships of these variables in the intention to buy vegetables in function of the sociodemographic characteristics of the consumer. During the purchase process, 472 people were interviewed using a questionnaire. The structural equation modeling with the partial least squares method was used to test the relationships proposed in the specific objectives, among the latent variables, attitude, subjective norm, perceived control and uncertainty, predictive of purchase intention. The results indicate that the latent predictive variables influence positively the intention to purchase, unless the perceived uncertainty that the higher this is, the less will be the intention to purchase. Regarding the socioeconomic variables, only the groups targeted in the level of schooling and family income showed significant differences for the relationship between the subjective norms and purchase intention, and for the group age range, the relation between perceived uncertainty and purchase intention.

O consumidor brasileiro tem ampliado as suas compras de produtos orgânicos. No entanto, muito pouco se conhece sobre o comportamento de compra desses consumidores. Considerando a Teoria do Comportamento Planejado, o objetivo deste estudo foi o de avaliar a influência positiva da atitude, das normas subjetivas e do controle de comportamento percebido na decisão de compra de hortaliças orgânicas e avaliar os relacionamentos causais destas variáveis na intenção de compra de hortaliças orgânicas em função das características sociodemográficas do consumidor. Foram entrevistados 472 pessoas, durante o processo de compra, por meio da aplicação de um questionário. A modelagem de equações estruturais com o método de mínimos quadrados parciais foi utilizada para testar as relações propostas nos objetivos entre as variáveis latentes atitude, norma subjetiva, controle e incerteza percebida, preditivas da intenção de compra. Os resultados indicaram que as variáveis latentes preditas influem positivamente à intenção de compra, salvo a incerteza percebida que quanto maior for esta, menor será a intenção de compra. Em relação às variáveis socioeconômicas, apenas os grupos segmentados do nível de escolaridade e faixa de renda familiar apresentaram diferenças significativas para o relacionamento entre a norma subjetiva e intenção de compra, e para o grupo faixa de idade, a relação entre incerteza percebida e intenção de compra.
Descritores: Comportamento do Consumidor
Alimentos Orgânicos
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  8 / 58 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048888
Autor: Silva, Marcelo Belchior Rosendo da.
Título: Salmonella spp. em pontos críticos da cadeia de produção de hortaliças orgânicas no Estado de São Paulo: contribuição para avaliação de risco / Salmonella spp. at critical points in organic vegetables production chain in the state of São Paulo: contribution for risk assessment.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 89 p. graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Dados de vigilância epidemiológica apontam uma crescente associação entre o consumo de hortaliças e surtos de origem alimentar. São inúmeras as fontes de contaminação aos quais os vegetais estão sujeitos ao longo da cadeia produtiva. Estudos sugerem que práticas agrícolas, como o uso de adubo constituído por esterco animal e água de irrigação não tratada, podem aumentar o risco de contaminação por micro-organismos patogênicos. Com as restrições ao uso de pesticidas sintéticos no sistema orgânico de produção agrícola, agentes de controle biológico, como Bacillus thuringiensis (Bt) desempenham um importante papel para a garantia da produtividade. No entanto, recentemente, a segurança do uso de Bt passou a ser questionada em função da possibilidade de produzir enterotoxinas. Este estudo teve por objetivos levantar dados sobre práticas adotadas no cultivo de hortaliças orgânicas no Estado de São Paulo, Brasil e sobre as características microbiológicas de fertilizantes, água de irrigação, água de lavagem e alfaces nas etapas pré e pós-colheita, assim como avaliar a persistência e interações entre Bt e Salmonella em hortaliças, visando contribuir para avaliações de risco microbiológico mais adequadas. Na primeira parte do estudo, dez propriedades de cultivo orgânico certificadas foram visitadas para a obtenção de dados sobre práticas adotadas e para a coleta de amostras para análise microbiológica. As amostras foram submetidas à enumeração e identificação (gênero e espécie) de Enterobacteriaceae; pesquisa de Salmonella spp. por método convencional e qPCR; e enumeração de coliformes totais e Escherichia coli nas amostras de água. Na segunda fase da pesquisa, avaliou-se a persistência e as interações entre Bt e Salmonella Montevideo no pré e pós-colheita de espinafres. Por fim, bactérias epifíticas isoladas de hortaliças foram testadas quanto a capacidade de inibir bactérias do grupo Bacillus cereus e cepas de Salmonella enterica. As contagens de Enterobacteriaceae variaram de <1 a 7,2 ± 0,1 log UFC/g nos fertilizantes, de 4,1 ± 0,3 a 5,6 ± 0,3 log UFC/g nas alfaces coletadas nos canteiros, de 2,9 ± 0,6 a 5,3 ± 0,5 log UFC/g nas alfaces lavadas, de <1 a 3,5 ± 0,1 log UFC/mL nas amostras de água de irrigação e de <1 a 3,0 ± 0,3 log UFC/mL nas amostras de água de lavagem. Salmonella não foi isolada por cultivo em placa, mas foi detectada por qPCR em uma amostra de alface orgânica lavada. Utilizando MALDI-TOF MS, 45 espécies pertencentes a 24 gêneros bacterianos foram identificadas na cadeia produtiva de hortaliças orgânicas. Bt foi capaz de persistir nas folhas de espinafre nas etapas pré e pós-colheita e afetou a persistência de Salmonella durante o cultivo, mas não durante o armazenamento pós-colheita a 12 ºC. Não foi observada tendência de germinação dos esporos de Bt após a aplicação nos espinafres, reduzindo assim a possibilidade de multiplicação e produção de enterotoxinas. A bactéria epifítica Pseudomonas chlororaphis, isolada de hortaliça, foi capaz de inibir membros do grupo Bacillus cereus, incluindo cepas patogênicas e Bt em testes in vitro, sugerindo uma barreira biológica para o controle da multiplicação destes micro-organismos. Este estudo traz importantes informações sobre a segurança microbiológica de hortaliças orgânicas e de práticas agrícolas, evidenciando a importância de boas práticas para a promoção do alimento seguro. Os resultados constituem uma importante contribuição para o desenvolvimento de modelos de avaliação de risco microbiológico e prevenção de surtos de origem alimentar

Epidemiological surveillance data indicate a growing association between vegetable consumption and food-borne outbreaks. There are numerous sources of contamination to which plants are subjected throughout the production chain. Studies suggest that agricultural practices such as the use of manure fertilizer and untreated irrigation water may increase the risk of contamination by pathogenic microorganisms. With the restrictions on the use of synthetic pesticides in the organic farming system, biological control agents such as Bacillus thuringiensis (Bt), play an important role in ensuring productivity. However, the safety of Bt has recently been questioned due to the possibility of producing enterotoxins. This study aimed to gather information about the agricultural practices employed in the organic vegetables production fields and the microbiological characteristics of fertilizer, irrigation water, wash water, and lettuces in pre and post-harvest stages, and to evaluate the persistence and interactions between Bt and Salmonella on leafy greens, aiming to contribute for more adequate microbiological risk assessments. In the first part of the study, ten certified organic farms were visited to collect data on the farming practices and for collection of samples for microbiological evaluations. The samples were submitted to Enterobacteriaceae enumeration and identification (genus and species); Salmonella spp. by conventional method and qPCR; and enumeration of total coliforms and Escherichia coli in water samples. In the second part of the study, the persistence and interaction between Bacillus thuringiensis subsp Aizawai (Bt) and Salmonella Montevideo in the pre and post-harvest of spinach were evaluated. Finally, epiphytic bacteria isolated from vegetables were tested for their ability to inhibit growth of Bacillus cereus group members and Salmonella strains. Enterobacteriaceae counts ranged from <1 to 7.2 ± 0.1 log CFU/g in fertilizers, from 4.1 ± 0.3 to 5.6 ± 0.3 log CFU/g in lettuces collected from the fields, from 2.9 ± 0.6 to 5.3 ± 0.5 log CFU/g in washed lettuces, <1 to 3.5 ± 0.1 log CFU/mL in irrigation water and <1 to 3.0 ± 0.3 log CFU/mL in wash water. Salmonella was not isolated by plating but it was detected by qPCR in one sample of washed organic lettuce. Using MALDI-TOF MS, 45 species belonging to 24 bacterial genera were identified in the organic vegetable production chain. Bt was able to persist on pre and post-harvest of spinach and affected Salmonella persistence during cultivation, but not during the storage at 12 ºC. Bt spores showed no tendency to germinate during pre-harvest of spinach, thus reducing the probability of growth and production of enterotoxins. The epiphytic bacterium Pseudomonas chlororaphis isolated from one vegetable sample was able to inhibit members of the Bacillus cereus group, including pathogenic strains and Bt in in vitro tests, suggesting a biological barrier to control the multiplication of these microorganisms. These studies provide important information about the microbiological safety of organic vegetables and agricultural practices, highlighting the importance of good practices for the promotion of safe food. These data are fundamental for the development of microbiological risk assessment models and prevention of foodborne outbreaks
Descritores: Verduras/efeitos adversos
Cultivos Agrícolas
Agentes de Controle Biológico/análise
-Salmonella
Bacillus thuringiensis/classificação
Enterobacteriaceae
Alimentos Orgânicos/microbiologia
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas
BR40.1; T664.07, S586s. 30100022648-F


  9 / 58 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-748373
Autor: Vidal, Glenda Marreira; Veiros, Marcela Boro; Sousa, Anete Araújo de.
Título: School menus in Santa Catarina: Evaluation with respect to the National School Food Program regulations / Cardápios escolares em Santa Catarina: avaliação perante a regulamentação do Programa Nacional de Alimentação Escolar
Fonte: Rev. Nutr. (Online);28(3):277-287, May.-Jun. 2015. tab.
Idioma: en.
Projeto: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.
Resumo: OBJECTIVE: To assess compliance of school menu planning with the National School Food Program's regulations. METHODS: This cross-sectional study analyzed 133 menus for 542 schools in 49 municipalities of the state of Santa Catarina. The menus were assessed according to the National School Food Program's regulations, the "Dietary Guidelines for the Brazilian Population" and the "Qualitative Evaluation of Menu Components for Schools". The data were analyzed by descriptive statistics. RESULTS: Nearly all (98.5%) municipalities met the requirement of technical responsibility for menu development and 81.0% acquired foods from family farms. The menus contained fruits (87.2%) and non-starchy vegetables (94.0%), but the frequencies of fruits and non-starchy vegetables were smaller than two to three times a week. The most common high-sodium and high-fat foods were commercially processed meats (53.0%), but their frequency was smaller than once a week. Likewise, the frequencies of beverages (natural fruit juice, coffee, and tea) were smaller than once a week. Most menus (85.1%) repeated foods during the week, and only 3.0% of the menus listed organic foods. CONCLUSION: Some school menus from Santa Catarina need to be revised with respect to the frequency of fruits and non-starchy vegetables, high-sugar foods, high-sodium foods, and high-fat foods, and need to increase food diversity and variety. .

OBJETIVO: Avaliar a adequação do planejamento de cardápios escolares perante a regulamentação do Programa Nacional de Alimentação Escolar. MÉTODOS: Trata-se de estudo que transversal, que analisou 133 cardápios, de 49 municípios catarinenses, que atendiam a 542 escolas. Os cardápios foram avaliados com base na regulamentação do Programa Nacional de Alimentação Escolar, no Guia Alimentar para a população brasileira e no Método de Avaliação Qualitativa das Preparações do Cardápio Escolar. Os dados foram analisados através de estatística descritiva. RESULTADOS: A exigência de responsabilidade técnica pela elaboração do cardápio foi observada em 98,5% dos municípios, e 81% adquiriam alimentos da agricultura familiar. Os cardápios apresentaram frutas (87,2%) e hortaliças (94,0%), no entanto mais da metade teve frequência de frutas e hortaliças inferior a duas ou três vezes por semana. A presença de alimentos e preparações ricas em açúcar foi elevada (>90%), predominando frequência de até duas vezes por semana. Dos alimentos ricos em sódio e gorduras, destacaram-se embutidos e produtos cárneos industrializados (53,0%), porém a frequência foi inferior a uma vez por semana. As bebidas nos cardá-pios (suco de fruta natural, café e chá) tiveram frequência inferior a uma vez por semana. A repetição de ali-mentos na mesma semana foi observada em 85,1% dos cardápios. Já a identificação do alimento orgânico foi encontrada em apenas 3,0% deles. CONCLUSÃO: Alguns cardápios da alimentação escolar catarinense necessitam de revisão quanto à frequência de frutas e hortaliças, redução de alimentos ricos em açúcar, sódio e gorduras e de aumento na diversidade e variedade de alimentos. .
Descritores: Alimentação Escolar
Alimentos Orgânicos/estatística & dados numéricos
Legislação sobre Alimentos
Planejamento de Cardápio
Limites: Humanos
Responsável: BR13.3 - Biblioteca das Faculdades de Odontologia e Nutrição


  10 / 58 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1021770
Autor: Dinu, maria; Dumitru, Mihaela Gabriela.
Título: The effect of foliar fertilization with organic products on some nutritional value during post-harvest storage of tomatoes (lycopersicon esculentum mill)
Fonte: Arch. latinoam. nutr;67(3):218-226, sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this study was to observe the effect of foliar fertilization with organic products on the nutritional quality of fruits stored. The time between harvest and consumption of fruits and vegetables, may be up to several weeks. In this regard, the storage capacity of tomato fruits at three hybrids has been studied: Antalya, Chocolat and Tiger. The culture was founded in a greenhouse in the south-west of Romania. The fruits were stored at a temperature of 15°C ± 0.5°C and a relative atmospheric humidity of 82% for a period of 42 days. In order to assess the nutritional fruit value during storage, biochemical analyzes were carried out at 7, 21, 35 and 42 days. Experimental results have shown that the best variants of organic manure and storage time, which positive influenced the content of carotene and vitamin C were variants with humic acids + Vitis vinifera seeds extract and humic acids + extract from the seeds of Vitis vinifera + Boro(AU)

El objetivo de este estudio fue observar el efecto de la fertilización foliar con productos orgánicos sobre la calidad nutricional en los frutos almacenados. En este sentido, la capacidad de almacenamiento de los frutos de tomates ha sido sometida a tres híbridos: Antalya, Chocolat y Tiger. Los tomates han sido cultivados en un invernadero, en la parte sur-oeste de Rumanía. Los frutos se han guardado a una temperatura de 15°C ± 0.5°C y a una humedad atmosférica relativa de 82%, durante un período de 42 días. Para la evaluación nutricional de los frutos durante el periodo de almacenamiento, se realizaron análisis bioquímicos a los 7, 21, 35 y 42 días. Los resultados de los experimentos mostraron que las mejores fórmulas empleadas en la fertilización orgánica, así como el tiempo de almacenamiento, que han influido positívamente en el contenido de carotenos y vitamina C, han sido: la fórmula con ácidos húmicos + extracto de semillas de Vitis vinifera y la fórmula con ácidos húmicos + extracto de semillas de Vitis vinifera + Boro(AU)
Descritores: Lycopersicon esculentum
Fertilização
Alimentos Orgânicos
Valor Nutritivo
-Ácido Ascórbico
Prevenção de Doenças
Tecnologia de Alimentos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: VE557.1 - Biblioteca Fundación Bengoa



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde