Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.203.300.737 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 26 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 26 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122162
Autor: Schmiedt, Jhennifer Arruda; Tadielo, Leonardo Ereno; Bellé, Thiago Henrique; Rodrigues, Carolina Dias; Montanhini, Maike Tais Maziero; Barcellos, Vinicius Cunha; Bersot, Luciano dos Santos.
Título: Influence of time and storage temperature on raw milk deteriorating microbiota / Influência do tempo e temperatura de estocagem sobre a microbiota deteriorante do leite cru
Fonte: Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online);57(1):e156883, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: The Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel (CAPES); . National Council for Scientific and Technological Development (CNPq).
Resumo: The quality of raw milk depends on initial microbial contamination and conditions of storage until industry processing. Considering the influence of time and storage temperature on raw milk microbiota, the objective of this work was to quantify and monitor the multiplication of these groups under different conditions. For this purpose, 41 samples of raw milk were collected immediately after milking, stored in the following storage conditions: 25 °C/2 h; 35 °C/2 h; 7 °C/24 h; 7 °C/48 h and 7 °C/60 h and analyses of aerobic mesophilic, psychrotrophic and proteolytic psychrotrophic microorganisms. The milk samples analyzed in the study had an initial mean count of mesophilic aerobes of 5.38 Log CFU/mL at Time Zero. The milk stored at 25 °C/2 h and 35 °C/2 h kept the mesophilic aerobic counts within the limits established by the legislation (5.48 Log CFU/mL), with an increase in counts of psychrotrophic and proteolytic microorganisms. When stored at 7 °C/24 h and 7 °C/48 h, the count of mesophiles exceeded the established parameters. A significant increase in the count of proteolytic psychrotrophs and psychrotrophs was also observed during storage at 7 °C from 24 h. The results of this study indicate that the temperature of 7 °C is not suitable for the milk conservation, since it was not able to control the microbial multiplication. Thus, the results contribute to the change in milk storage temperature proposed by the new Brazilian legislation.(AU)

A qualidade do leite cru depende da contaminação microbiana inicial e das condições de armazenamento até o processamento na indústria. Considerando a influência do tempo e da temperatura de armazenamento na microbiota do leite cru, o objetivo deste trabalho foi quantificar e monitorar a multiplicação desses grupos de microrganismos sob diferentes condições. Para tanto, foram coletadas 41 amostras de leite cru imediatamente após a ordenha, armazenadas nas seguintes condições de armazenamento: 25 °C/2 h; 35 °C/2 h; 7 °C/24 h; 7 °C/48 h e 7 °C/60 h para análise de microrganismos psicrotróficos, aeróbios mesófilos, psicrotróficos e proteolíticos. As amostras de leite analisadas no estudo apresentaram uma contagem média inicial de aeróbios mesófilos de 5.38 Log UFC/mL no Tempo Zero. O leite armazenado a 25 °C/2 h e 35 °C/2 h manteve as contagens aeróbias mesófilas dentro dos limites estabelecidos pela legislação (5,48 Log UFC/mL), com aumento nas contagens de microrganismos psicrotróficos e proteolíticos. Quando armazenado a 7 °C/24 h e 7 °C/48 h a contagem de mesófilos excedeu os parâmetros estabelecidos. Um aumento significativo na contagem de psicrotróficos e psicrotróficos proteolíticos também foi observado durante o armazenamento a 7 °C a partir das 24 h. Os resultados deste estudo indicam que a temperatura de 7 °C não é adequada para a conservação do leite, uma vez que não foi capaz de controlar a multiplicação microbiana. Assim, os resultados contribuem para a mudança na temperatura de armazenamento de leite proposta pela nova legislação brasileira.(AU)
Descritores: Leite/microbiologia
Armazenamento de Alimentos/normas
Microbiota
Alimentos Crus/microbiologia
Legislação sobre Alimentos/normas
-Peptídeo Hidrolases
Brasil
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  2 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1046577
Autor: Silva, Daiane Farias da; Lima, Caliandra Maria Bezerra Luna; Silva, Allan Batista; Cavalcante, Ulanna Maria Bastos; Figueiredo Júnior, Francisco Simão de; Freitas, Francisca Inês de Sousa.
Título: Análise coproparasitológica de manipuladores de alimentos em restaurantes especializados em gastronomia japonesa / Coproparasitological analysis of food manipulators in restaurants specialized in japanese gastronomy
Fonte: Arch. Health Sci. (Online);25(1):29-34, 23/04/2018.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O aumento pela procura dos serviços de alimentação se deu em parte em virtude do desenvolvimento econômico e esse cenário traz consigo uma preocupação que é a qualidade sanitária dos produtos ofertados ao público atendido. Objetivo: Realizar análises coproparasitológicas em manipuladores de alimentos da gastronomia japonesa. Casuística e Métodos: O estudo foi realizado no Laboratório de Parasitologia Clínica/Universidade Federal da Paraíba e contou com uma amostra de 30 manipuladores. Fichas socioepidemiológicas foram aplicadas e coletores de fezes foram entregues aos manipuladores. Posteriormente o material fecal foi analisado pelos métodos de Hoffmann, Pons e Janner e de Blagg. Resultados: Após as análises observou-se que 17 (56,65%) dos manipuladores apresentaram amostras positivas. A prevalência de protozoários foi Endolimax nana (37,5%), Entamoeba coli (34,4%), Entamoeba histolytica/díspar (18,75%), Giardia lamblia (6,25%) e Iodamoeba butschlii (3,1%) e a de helmintos foi Ancylostomatidae (50%), Ascaris lumbricoides (16,7%), Strongyloides stercoralis (16,7%) e Trichostrongylus sp (16,6%). Dentre os indivíduos parasitados, observou-se que 12 (70,6%) tinham ensino fundamental, 15 (88,2%) possuíam água tratada nas residências, 12 (70,6%) consumiam água de torneira, 14 (82,4%) eliminavam seus dejetos em fossas, 5 (29,4%) faziam higienização das mãos após usar o banheiro às vezes, 3 (17,6%) lavavam as mãos durante a manipulação dos alimentos às vezes e 15 (88,2%) não faziam uso de luvas durante o preparo dos alimentos. Conclusão: Concluímos que os consumidores de alimentos da culinária japonesa manipulada pelos sujeitos-objeto deste estudo, encontram-se expostos a riscos de infecções por enteroparasitos. Medidas educativas que melhorem as condições de higiene dos manipuladores avaliados se fazem importantes, bem como o tratamento dos indivíduos infectados.

Introduction: The demand for food services has increased due to the economic development. This scenario is associated with the concern regarding the sanitary quality into the products offered in the public. Objective: Carry out coproparasitological analyzes in food handlers of Japanese gastronomy. Patients and Methods: The study was performed at the Laboratory of Clinical Parasitology / Federal University of Paraiba. The study sample was composed of 30 food manipulators. The participants answered a socio epidemiological file card, and fecal collectors were delivered to food manipulators. Subsequently, the fecal material was analyzed by the methods of Hoffmann, Pons and Janner and Blagg. Results: After the analysis, 17 (56.65%) of the food manipulators presented positive samples. The prevalence of protozoa was Endolimax nana (37.5%), Entamoeba coli (34.4%), Entamoeba histolytica/dispar (18.75%), Giardia lamblia (6.25%), and Iodamoeba butschlii (3.1%). The helminths' prevalence was Ancylostomatidae (50%), Ascaris lumbricoides (16.7%), Strongyloides stercoralis (16.7%), and Trichostrongylus sp(16.6%). Among the parasitized individuals, it was observed that 12 (70.6%) had elementary education, 15 (88.2%) had treated water in their residences, 12 (70.6%) consumed tap water, 14 (82.4%) disposed of their waste in septic tanks, 5 (29.4%) did hand hygiene after using the toilet at times, 3 (17.6%) washed their hands during food handling, and 15 (88.2%) did not use gloves during food preparation. Conclusion: We concluded that consumers of Japanese cuisine foods handled by the subjects from this study are at risk of enteroparasite infections. Educational measures should be implemented in order to improve the hygiene conditions of the evaluated manipulators, as well as the treatment of the infected individuals.
Descritores: Higiene
Saúde Pública
Parasitologia de Alimentos/estatística & dados numéricos
Alimentos Crus/parasitologia
Manipulação de Alimentos/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Responsável: BR13.3 - Biblioteca das Faculdades de Odontologia e Nutrição


  3 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Leite, M. O
Cerqueira, M. M. O. P
Texto completo
Texto completo
Id: lil-747045
Autor: Sampaio, V. S. C; Souza, F. N; Saraiva, C. J. C; Santos, R. P; Leite, M. O; Resende, G. M; Gonçalves, N. C; Dionizio, F. L; Cerqueira, M. M. O. P.
Título: Influência de diferentes tipos de micro-organismos na contagem bacteriana total por citometria de fluxo do leite cru refrigerado / Influence of different types of microorganisms in total bacterial count by flow cytometry of refrigerated raw milk
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;67(2):607-612, Mar-Apr/2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Contagens bacterianas de 179 amostras de leite cru refrigerado, provenientes de diferentes bacias leiteiras de Minas Gerais, foram realizadas pelos métodos de citometria de fluxo e contagem padrão em placas. O estudo das associações entre a contagem bacteriana total e as contagens bacterianas dos diferentes grupos de micro-organismos foi realizado pela correlação de Pearson. Houve uma forte correlação positiva e significativa entre os valores de contagem de psicrotróficos (r = 0,67) e mesófilos (r = 0,70), determinados pelo método de referência, e os valores da contagem bacteriana total, determinados pela citometria de fluxo. Foi possível estabelecer uma curva de calibração para o citômetro de fluxo utilizando equações de regressão linear. As equações para a contagem bacteriana obtida por citometria de fluxo em função da contagem de mesófilos e psicrotróficos foram: log (CBI) = 0,701 log mesófilos + 1,9091 e log (CBI) = 0,4703 log psicrotróficos + 3,2784, respectivamente. Não foi possível estabelecer curvas de calibrações para termófilos e termodúricos, pois as correlações obtidas entre as contagens desses micro-organismos e a contagem bacteriana total, determinada por citometria de fluxo, foram fracas (r = 0,30 e 0,27, respectivamente).(AU)

Total Bacterial count was performed in 179 raw milk samples from different dairy farms in Minas Gerais State, Brazil, through flow cytometry and standard plate count, that was regarded as the reference method. There was significant strong correlation between the values of psychrotrophic and mesophilic counts determined by the reference method with the values of bacterial count determined by flow cytometry (r = 0.67 and 0.70, respectively), which allowed to establish linear regression equations for bacterial count to calibrate the flow cytometry and estimate the count of mesophilic (log bacterial individual count (BIC) by flow cytometry = 0.701 log mesophilic + 1.9091) and psychrotrophic (log BIC by flow cytometry = 0.4703 log psychrotrophic + 3.2784) bacteria. It was not possible to establish calibration curves for thermophiles and thermodurics due to the weak to moderate correlation coefficients found among these microorganism counts and total bacterial count determined by flow cytometry (r = 0.30 and 0.27, respectively).(AU)
Descritores: Leite/microbiologia
Alimentos Resfriados
Carga Bacteriana/veterinária
Alimentos Crus/microbiologia
-Citometria de Fluxo/veterinária
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013294
Autor: Ferreira, Camila Silva; Silva, Dyene Aparecida; Gontijo, Cristiana Araújo; Rinaldi, Ana Elisa Madalena.
Título: Consumption of minimally processed and ultra-processed foods among students from public and private schools / Consumo de alimentos minimamente processados e ultraprocessados entre escolares das redes pública e privada
Fonte: Rev. Paul. Pediatr. (Ed. Port., Online);37(2):173-180, Apr.-June 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To compare and analyze the consumption of minimally processed and ultra-processed foods among students from public and private schools. Methods: Study conducted in Uberlândia, MG, with fifth-grade students from three private and six public schools, selected by stratified cluster sampling. We collected data on food consumption using the 24-hour recall. Foods were classified into four groups (G) according to extent and purpose of processing: fresh/minimally processed foods (G1) culinary ingredients (G2), processed foods (G3), and ultra-processed foods (G4). Total energy intake (kcal) of each group, amount of sugar (g), sodium (mg), and fiber (g) were quantified and compared according to administrative affiliation (private or public). Results: Percentage of total energy intake was: G1 - 52%; G2 - 12%; G3 - 5%; e G4 - 31%. Energy intake from G1 (53 vs. 47%), G2 (12 vs. 9%), and G3 (6.0 vs. 0.1%), and amount of sodium (3,293 vs. 2,724 mg) and fiber (23 vs. 18 g) were higher among students from public schools. Energy intake from G4 (36 vs. 28%) and amount of sugar (20 vs. 14%) were higher among students from private schools. The consumption of foods from G1 in the school environment was higher among students from public schools (40 vs. 9%). Conclusions: Foods from G1 represent the highest percentage of total energy intake, while those from G4 constitute a third of calories consumed. Processed juice, sandwich cookie, processed cake, and breakfast cereals are more frequent among private school students; snacks and juice powder are more common for students from public schools.

RESUMO Objetivo: Comparar e analisar o consumo de alimentos minimamente processados e ultraprocessados entre escolares das redes pública e privada. Métodos: Estudo realizado em Uberlândia, MG, com escolares do quinto ano do ensino fundamental em nove escolas (três privadas e seis públicas), selecionados por amostragem estratificada por conglomerado. O consumo alimentar foi analisado utilizando recordatório de 24 horas. Os alimentos foram classificados segundo extensão e propósito do seu processamento em quatro grupos (G): alimentos in natura/minimamente processados (G1), ingredientes culinários (G2), alimentos processados (G3) e ultraprocessados (G4). Os valores energéticos totais (kcal) provenientes de cada grupo, quantidade de açúcar (g), sódio (mg) e fibras (g) foram quantificados e comparados segundo dependência administrativa. Resultados: O consumo de energia foi: G1, 52%; G2, 12%; G3, 5%; e G4, 31%. Os valores energéticos provenientes de G1 (53 vs. 47%), G2 (12 vs. 9%) e G3 (6,0 vs. 0,1%), a quantidade de sódio (3.293 vs. 2.724 mg) e a de fibras (23 vs. 18 g) foram superiores em escolares da rede pública. O valor percentual energético do G4 (36 vs. 28%) e a quantidade de açúcar (20 vs. 14%) foram superiores em escolares da rede privada. O consumo do G1 na escola foi superior nos escolares da rede pública (40 vs. 9%). Conclusões: Alimentos do G1 representam o maior percentual do valor energético total e do G4, um terço das calorias ingeridas. Suco pronto, biscoito recheado, bolo industrializado, cereais matinais são mais frequentes em escolares da rede privada e salgadinhos e suco em pó nos da rede pública.
Descritores: Ingestão de Energia
Setor Público/estatística & dados numéricos
Setor Privado/estatística & dados numéricos
Comportamento Alimentar/classificação
Fast Foods
Alimentos Crus
-Instituições Acadêmicas/classificação
Instituições Acadêmicas/estatística & dados numéricos
Estudantes/psicologia
Estudantes/estatística & dados numéricos
Brasil
Inquéritos sobre Dietas
Valor Nutritivo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-910369
Autor: Azeredo, Marcelo Aragão Insuellas de; Dutra, André de Souza.
Título: Roteiro de verificação das boas práticas para estabelecimentos de culinária japonesa / Good practice check script for Japanese cooking establishments
Fonte: Hig. aliment;32(280/281):33-37, 30/06/2018. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Os alimentos oferecidos pelo cardápio da culinária japonesa podem oferecer riscos à saúde da população em função de falhas no armazenamento a frio das matérias-primas utilizadas como peixes crus e nos processos de preparação e/ou elaboração. Neste estudo foram avaliados 12 restaurantes especializados na culinária japonesa, presentes nas zonas Central, Oeste, Norte e Sul do Município do Rio de Janeiro no período de maio a dezembro de 2016. A avaliação foi realizada por meio de uma lista de verificação contendo quatro pontos críticos de controle importantes para a produção e comercialização de um alimento inócuo para a população. O objetivo desde trabalho foi apresentar uma sugestão de roteiro de verificação das Boas Práticas (BP) para este segmento, baseado em diretrizes técnicas para a cadeia de produção, inclusive para os manipuladores. Constatou-se que os restaurantes da Zona Sul apresentaram um maior score de "conformidades" (66,7%), seguidos da Zona Norte (50%), Centro (25%) e Zona Oeste (16,7%). Conclui-se que o roteiro utilizado foi uma ferramenta útil de avaliação aos estabelecimentos visitados. Desta forma, a sua utilização auxiliará os profissionais deste segmento, enquanto nenhuma legislação específica e mais detalhada seja publicada.

The food offered by the Japanese cuisine menu poses many health risks to the population due to failures in the cold storage of raw materials consumed, raw fish, and in the preparation and or elaboration processes. In this study 12 restaurants specialized in Japanese cuisine were evaluated in the Central, West, North and South zones of the Municipality of Rio de Janeiro from May to December 2016. The evaluation was carried out through a checklist containing 04 critical points in importance for the production and marketing of an innocuous food for the population. The objective of this work was to present a suggestion of a GP verification guideline for this segment based on legal technical requirements for the production chain, including for the manipulators. It was found that the restaurants of the South Zone had the highest scores of "conformities" (66.7%), followed by the North Zone (50%), the Center (25%) and the West Zone (16.7%). It was concluded that the guide was a useful evaluation tool for the visited establishments. In this way, its use will help the professionals of this segment, as long as no specific and more detailed legislation is published.
Descritores: Restaurantes
Boas Práticas de Fabricação
Armazenamento de Alimentos
Alimentos Crus
Abastecimento de Alimentos
-Brasil
Produção de Alimentos
Boas Práticas de Manipulação
Peixes
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  6 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1539
Autor: Martins, André Gustavo Lima de Almeida; Nascimento, Adenilde Ribeiro; Amaral, Denise Silva do; Mendes Filho, Nestor Everton; Oliveira, Abel Batista de.
Título: Avaliação da contaminação do leite cru comercializado nas vias públicas do município de Açailândia - MA por staphylococcus coagulase positiva / Evaluation of the contamination of the raw milk commercialized in the public roads of the city of Açailândia - MA by coagulase positive staphylococcus
Fonte: Hig. aliment;30(256/257):94-98, maio/junho 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: No Brasil, o leite cru é um dos principais produtos agropecuários, devido principalmente ao seu elevado comércio e consumo. O crescimento desse comércio e consumo está relacionado com a importância econômica e nutricional que esse produto representa, pois, além de gerar empregos e renda, o leite desempenha um importante papel na alimentação humana. Uma das consequências do consumo do leite cru é a possibilidade de veicular doenças transmitidas por alimentos. Neste contexto, esta pesquisa teve como objetivo avaliar a contaminação do leite cru comercializado nas vias públicas do município de Açailândia/ MA Staphylococcus coagulase positiva. Foram analisadas cento e vinte amostras coletadas no período de março a outubro de 2014. Os resultados evidenciaram que 100% das amostras analisadas apresentaram contaminação por Staphylococcus coagulase positiva. A ocorrência de Staphylococcus coagulase positiva potencialmente enterotoxigênicos no leite cru representa um problema de Saúde Pública devido ao risco de causar intoxicação alimentar, além de ressaltar a necessidade de reavaliação dos padrões microbiológicos estabelecidos pela legislação brasileira para este produto.

In Brazil, the fresh milk is one of the main agricultural products, mainly due to its high trade and consumption. The growth of this trade and consumption is related to the economic and nutritional importance that this product is because, in addition to generating jobs and income, milk plays an important role in human nutrition. One of the consequences of the consumption of fresh milk is the possibility of vehicular foodborne illness. In this context, this study aimed to identify the presence of coagulase-positive Staphylococci in raw milk marketed informally in the municipality of Açailândia/MA. Were analyzed hundred and twenty samples collected in the period from March to October 2014. The results showed that 100% of the samples were contaminated by Staphylococcus coagulase positive. The occurrence of potentially enterotoxigenic Staphylococcus coagulase positive in fresh milk poses a public health problem because of the risk of causing food poisoning, and underline the need for reevaluation of the microbiological standards established by the Brazilian legislation for this product.
Descritores: Contaminação de Alimentos/análise
Leite/microbiologia
Microbiologia de Alimentos
-Staphylococcus/isolamento & purificação
Brasil
Amostras de Alimentos
Indústria Agropecuária
Alimentos Crus
Doenças Transmitidas por Alimentos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  7 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1701
Autor: Silva, Wanerline de Lima; Medeiros, Rafael Augusto Batista de; Pires, Edleide Maria Freitas.
Título: Eficiência do cloro para sanitização de hortaliças / Chlorine efficiency for vegetable sanitation
Fonte: Hig. aliment;30(256/257):132-136, maio/junho 2016. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Esta pesquisa visou avaliar a eficiência do cloro na sanitização de vegetais folhosos usados em saladas cruas. Foram utilizadas 24 amostras de folhosos diversos, sendo 12 coletadas após lavagem em água corrente e 12 após a sanitização com solução de cloro na concentração de 200 ppm por imersão durante 15 minutos. As amostras foram transferidas para o laboratório e imediatamente submetidas à análise de Coliformes totais, por meio da técnica de Tubos múltiplos, a fim de determinar o Número Mais Provável de Coliformes totais por grama de amostra (NMP/g), conforme metodologia estabelecida por AOAC. Os resultados obtidos em todas as amostras demonstraram redução da concentração de Colifomes após os folhosos serem submetidos à sanitização com cloro, havendo situações nas quais o NMP de Coliformes foi reduzido a um limite superior à detecção do método. Diante dos resultados pode-se concluir que o cloro apresenta eficiência para sanitização de folhosos.

This research has the purpose to evaluate the efficiency of chlorine in the leafy vegetables used in raw salads. There were used 24 samples of several leafy, 12 samples collected after washed in running water an 12 after sanitizing with chlorine solution at 200ppm concentration by immersion during 15 minutes. The samples were transferred for the lab and promptly submitted to coliforms analysis by the multiple tubs technique, with the purpose to find out the most probable number of total coliforms by gram of sample (NMP/g) accordingly established methodology by AOAC. The results obtained in all the samples showed a reduction in the concentration of coliforms after leafs were submitted to sanitizing in chlorine, there were situation in which the NMP of coliforms was reduced to a superior limit to the method detection. With the results its possible to concluded that chorine show sanitizing efficiency for leafs.
Descritores: Verduras/microbiologia
Contaminação de Alimentos/prevenção & controle
Cloro/administração & dosagem
Desinfecção/métodos
Alimentos Crus
-Amostras de Alimentos
Técnicas Microbiológicas
Coliformes
Método de Tubulação Múltiplo
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  8 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1679
Autor: Straccialano, Flávia Franco Ligiere; Paulino, Nayara Thais Ribeiro; Braga, Ana Valéria Ulhano; Morelli, Silvia; Santos, Rosana Francisco Siqueira dos.
Título: Qualidade microbiológica de saladas in natura servidas em restaurantes e fast foods na cidade de Campinas e região / Microbiological quality of salads in natura served in restaurants and fast foods in the city of Campinas and region
Fonte: Hig. aliment;30(256/257):123-127, maio/junho 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O consumo de saladas tem aumentado significantemente em todo o mundo, por causa do aumento da população, pela mudança nos hábitos alimentares e a preocupação do consumidor em relação à saúde. As hortaliças consumidas como salada são ricas em sais minerais e vitaminas, por isso podem estar contaminadas com micro-organismos patógenos e estão frequentemente relacionadas a doenças de origem alimentar em todo mundo. A legislação brasileira em vigor estabelece limites microbiológicos, para hortaliças in natura, de coliformes a 45ºC e Salmonella. O objetivo deste trabalho foi analisar a qualidade microbiológica de diferentes saladas servidas em restaurantes e fast foods da cidade de Campinas-SP e região. Foram avaliadas 24 amostras de saladas: 3 de alface, 3 de tomate, 3 de agrião, 3 de cenoura, 3 de beterraba (1 crua e 2 cozidas), 3 de pepino e 6 de salada mista de diferentes restaurantes e fast foods no período de maio a junho de 2013. As amostras foram submetidas às análises microbiológicas de Salmonella, coliformes a 35 e 45ºC, E. coli, aeróbios mesófilos totais e fungos filamentosos e leveduras. Nenhuma amostra estava contaminada com Salmonella, porém foi verificada a presença de outros micro-organismos: Citrobacter sp, Klebsiella pneumoniae, Enterobacter sp e Pseudomonas sp. Coliformes a 45ºC estavam presentes em 13 amostras (54,16%) e apresentaram valores acima do permitido pela legislação (10² UFC/g), consideradas impróprias para o consumo. Em relação aos coliformes a 35ºC, 18 amostras (75%) apresentaram contagens acima de 1,1x103UFC/g, e mesmo não sendo uma análise contemplada pela legislação, sua presença indica condições de higiene insatisfatórias. A presença de E. coli foi observada em 14 amostras (58,33%), e destas, 2 (14,28%) com contagens acima de 1,2x102NMP/g, representando risco à saúde dos consumidores. Contagem total de aeróbios mesófilos e fungos filamentosos e leveduras foram observadas em todas as amostras variando entre 103 a 106UFC/g o que mostra que o processo de higienização desses vegetais foi deficiente e até mesmo houve excesso de manipulação durante o preparo. Para diminuir a quantidade de micro-organismos presentes nas saladas, boas práticas de manipulação devem ser adotadas nos restaurantes e fast foods e assim evitar possíveis surtos alimentares.

Consumption of salads has increased significantly worldwide, because of increasing population, the change in eating habits and consumer concern about health. The vegetables consumed as salad are rich in minerals and vitamins, so it may be contaminated with pathogens microorganisms and are often related to foodborne diseases worldwide. The Brazilian legislation, RDC 12/2001 establishes microbiological limits for fresh vegetables for coliforms at 45°C and Salmonella. The aim of this study was to analyze the microbiological quality of different salads served in restaurants and fast foods in Campinas-SP city and region. 24 salad samples were evaluated: 3 lettuce, 3 tomatoes, 3 watercress, 3 carrots, 3 beet (1 raw and 2 cooked), 3 cucumber and 6 mixed salad of different restaurants and fast foods in the period of May to June 2013. The samples were submitted to microbiological analysis of Salmonella, coliforms at 35 and 45°C, E. coli, aerobic mesophilic and filamentous fungi and yeast. No sample was contaminated with Salmonella, but it was verified the presence of other microorganisms: Citrobacter sp, Klebsiella pneumoniae, Enterobacter sp and Pseudomonas sp. Coliforms at 45°C were present in 13 samples (54.16%) and showed higher values than those permitted by law (10² CFU/g), deemed unfit for consumption. Regarding coliforms at 35°C, 18 samples (75%) presented counts above 1,1x103 UFC/0g, and although this analysis is not contemplated by the legislation, their presence indicates unsatisfactory hygiene conditions. The presence of E. coli was found in 14 samples (58.33%), and of these, two (14.28%) with counts above 1,2x102 NMP/g, representing a risk to consumer health. Total count of mesophilic aerobic and filamentous fungi and yeasts were observed in all samples ranging from 103 to 106 UFC/g shows that the process of cleaning was poor and there was even excessive handling during preparation. To decrease the amount of microorganisms present in salads, good handling practices should be adopted in restaurants and fast foods and thus avoid possible food outbreaks.
Descritores: Verduras/microbiologia
Contaminação de Alimentos/análise
Alimentos Crus
Microbiologia de Alimentos
-Restaurantes
Brasil
Amostras de Alimentos
Escherichia coli/isolamento & purificação
Coliformes
Fast Foods
Responsável: BR908


  9 / 26 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-2616
Autor: Silva, Andreza Alves; Lago, Denize Olimpia do; Rufino, Luciana Rosa Alves; Oliveira, Rafaela Bergmann Strada de.
Título: Condições higienicossanitárias de preparações com vegetais crus em restaurantes tipo self service no município de Alfenas - MG / Hygienic sanitary conditions of raw vegetable preparations in self service restaurants in the city of Alfenas - MG
Fonte: Hig. aliment;30(258/259):92-96, 30/08/2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A vida moderna imprimiu um ritmo acelerado ao cotidiano dos indivíduos, causando mudanças nos hábitos de vida e alimentares, aumentando a procura por serviços de alimentação coletiva, como restaurantes do tipo self service. Quando se trata desse tipo de sistema de distribuição, o risco de toxinfecções alimentares aumenta, pois os alimentos ficam submetidos a uma série de oportunidades de contaminação microbiana devido ao grande número de pessoas envolvidas nas áreas de exposição e consumo. No presente estudo, 18 amostras de vegetais crus (alface, cenoura e pepino), de 6 restaurantes do tipo self service situados no município de Alfenas - MG, foram analisadas com o objetivo de avaliar a sua qualidade higienicossanitária. Foi verificada a presença de coliformes a 35ºC nas 18 (100%) amostras analisadas, sendo que em 6 (33,3%) das amostras os índices estão acima do tolerado. Os valores de coliformes a 45ºC atendem à legislação vigente em todas as amostras analisadas, sendo o Número Mais Provável < 3, permitido pela RDC nº 12. Não houve resultado positivo para Staphylococcus coagulase positiva nas amostras analisadas. Na contagem padrão em placas (bactérias aeróbias mesófilas), os valores variaram entre 1x10³ a 5,4x106 UFC/g. Na pesquisa de Salmonella sp, 7 (38,8%) deram resultado positivo, estando fora dos padrões de acordo com a RDC nº 12, que estabelece para hortaliças in natura a ausência de Salmonella sp em 25g de produto. Estes resultados revelam um elevado percentual de amostras impróprias para o consumo, pela presença de micro-organismos acima dos valores máximos permitidos pela legislação brasileira e evidenciam a necessidade de medidas preventivas com a finalidade de melhorar a qualidade higienicossanitária das preparações de vegetais crus servidas nestes estabelecimentos.

Modern life printed a fast pace to the daily life of individuals, causing changes in dietary and living habits, increasing the demand for services of collective power, as self service type restaurants. When it comes to this type of delivery system, the risk of food toxinfecções increases, because the foods are subjected to a series of opportunities for microbial contamination due to the large number of people involved in the areas of exposure and consumption. In the present study, 18 samples of raw vegetables (lettuce, carrot and cucumber), of 6 restaurants self service type located in the municipality of Alfenas, MG were analyzed in order to assess their hygienic quality. It was verified the presence of coliforms to 35ºc in 18 (100%) of the samples analysed, and in 6 (33.3%) samples the indexes are above the tolerated. The values of coliforms to 45º C meet the current legislation in all samples analyzed, being the most probable number 3, permitted by RDC No. 12. There was no positive result for coagulase positive Staphylococcus in the samples analyzed. Default count on plates (aerobic mesophilic bacteria), the values ranged from 1x10³ a 5,4x106 UFC/g. In the survey of Salmonella sp, 7 (38.8%) gave a positive result to the same, being off the charts according to RDC No. 12, which provides for fresh vegetables the absence of Salmonella sp in 25 g of product. These results reveal a high percentage of samples unfit for consumption by the presence of micro-organisms above the maximums allowed by Brazilian law and demonstrate the need for preventive measures with the purpose to improve the hygienic quality of preparations of vegetables served in these establishments.
Descritores: Restaurantes
Verduras/microbiologia
Técnicas Microbiológicas
Alimentos Crus/microbiologia
-Salmonella/isolamento & purificação
Staphylococcus/isolamento & purificação
Amostras de Alimentos
Contaminação de Alimentos
Coliformes
Serviços de Alimentação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  10 / 26 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-883749
Autor: Cardoso, Camila Silva; Souza, Esther Alves de; Nakamoto, Monica Masako; Stedefeldt, Elke; Habu, Sascha.
Título: Avaliação da qualidade higienicossanitária de temakis comercializados no município de Santos, SP / Evaluation of the hygienicosanitary quality of temakis marketed in the city of Santos, SP
Fonte: Hig. aliment;32(276/277):70-73, fev. 27, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: [{"text": "A rápida popularização da culinária japonesa somada aos riscos de contaminação\r\nna cadeia produtiva do pescado motivou o presente estudo a avaliar\r\na segurança higienicossanitária detemakis perante os limites microbiológicos\r\ne físico-químicos estabelecidos em legislação vigente. As amostras foram\r\nadquiridas em estabelecimentos especializados (temakerias) (n=10), escolhidos\r\naleatoriamente no município de Santos e posteriormente conduzidas\r\nem caixas isotérmicas até o laboratório de Microbiologia da Universidade\r\nFederal de São Paulo ­ Baixada Santista para a quantificação de coliformes\r\na 45ºC (termotolerantes), Staphylococcus aureus, Vibrio parahaemolyticus\r\ne Salmonella sp. Para análises físico-químicas foram realizados teste de pH\r\ne provas de Éber para produção de gás sulfídrico e liberação de amônia a\r\nfim de verificar o possível estado de deterioração do salmão. Do ponto de\r\nvista microbiológico, as análises indicaram que 30% dos produtos estavam\r\nem desacordo com as determinações\r\nda legislação vigente no país. A reprovação\r\npor coliformes termotolerantes\r\nindica a contaminação fecal e,\r\npor Staphylococcus está relacionada\r\ncom a manipulação inadequada aos\r\npadrões de higiene. Apesar de algumas\r\nações parecerem óbvias, como\r\nlavar as mãos ou manter o pescado\r\nsob refrigeração, ainda necessitam\r\nde atenção, controle e reforço no\r\ntreinamento do manipulador. Os\r\nmicro-organismos Vibrio parahaemolyticus\r\ne Salmonella sp. não foram\r\nencontrados nas amostras analisadas.\r\nDas análises físico-químicas,\r\no possível processo de deterioração\r\nevidencia a negligência na conservação\r\ndo pescado.(AU)", "_i": "pt"}]
Descritores: Contaminação de Alimentos/análise
Alimentos Crus/microbiologia
Microbiologia de Alimentos
-Restaurantes/normas
Brasil
Amostras de Alimentos
Coliformes
Peixes
Manipulação de Alimentos
Limites: Animais
Responsável: BR908



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde