Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.203.650.161 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 307 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 31 ir para página                         

  1 / 307 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Liberti, Edson Aparecido
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-965019
Autor: Baptista, Josemberg da Silva; Cavalli, Marcelo Arthur; Luiz, Lucilene Ferreira; Vono, Diana de Oliveira; Seyfert, Carlos Eduardo; Boldrini, Sílvia de Campo; Liberti, Edson Aparecido.
Título: Metabolic effects of early protein undernourishment and renourishment in wistar rats / Efeitos metabólicos da subnutrição proteica pré-natal e renutrição em ratos wistar
Fonte: Biosci. j. (Online);31(5):1561-1569, sept./oct. 2015.
Idioma: en.
Resumo: Malnutrition remains an important public health condition by affecting mostly children. The present study aimed to examine the effects of prenatal protein undernourishment and postnatal renourishment on the metabolism of pre-adult animals. Forty-five male Wistar rats originating from different litters were used. The Nourished (N, n=15) and Undernourished (U, n=30) groups were maintained on proteic and hypoproteic diets (20% and 5% casein, respectively) from the intrauterine phase until the end of the experiment. The Renourished group (R) contained 15 animals, randomly chosen from U group, that consumed the N diet beginning on day 21 (weaning). All groups were maintained until day 60. The experimental data was acquired daily for body weight, feed and water intake, feces and urine excretion. Data analysis was made with the total results and the ratio between them. The U group animals developed uniformly sparse hair late and experienced intense sweating, features that were not observed during the experiment in the R and N animals groups. The R group had the largest weight gain and feed and water intake ratio/weight at experimental period, followed by the N group animals. The final body weight and food intake decreased gradually in the order N-R-U, but none of the other parameters showed a statistical difference between the N and R animals. Compared to groups N and R, the U group animals consumed 90% and 81% more food and water, respectively. Protein undernourishment induced metabolic dysfunction in the U group animals. The similarity in the experimental parameters of the N and R groups suggests that an early feeding correction was effective in reestablishing the organic functions of the R group animals.

A subnutrição ainda é uma condição importante na saúde pública por afetar principalmente crianças. O presente estudo tem o objetivo de avaliar os efeitos da subnutrição pré-natal e renutrição pós-natal no metabolismo de ratos jovens. Quarenta e cinco ratos Wistar machos originados de diferentes ninhadas foram utilizados. O grupo Nutrido (N, n=15) e Subnutrido (U, n=30) foram mantidos sob dieta protéica e hipoprotéica (20% e 5% de caseína, respectivamente) desde a fase intrauterina até o final do experimento. O grupo Renutrido (R) conteve 15 animais aleatoriamente selecionados do grupo U para consumir a dieta protéica a partir do dia 21 pós-natal (desmame). Todos os grupos foram mantidos até o dia 60. Os animais do grupo U desenvolveram pelos tardiamente, uniformemente escassos e sudorese intensa, fato não visto ao longo do experimento nos animais R e N. Os animais R obtiveram o maior ganho de peso, fração ingestão por peso e consumo de água por peso no período experimental, seguido pelo grupo N. O peso corporal final e a ingestão final de alimento ficaram decrescentes na ordem N-R-U, enquanto que para todos os outros parâmetros não houve diferença estatística entre o animal N e R. Comparativamente ao grupo N e R, o grupo U consumiu 90% e 81% a mais de alimento e água, respectivamente. A subnutrição proteica induziu disfunção metabólica nos animais U. A semelhança nos parâmetros experimentais entre o grupo N e R sugere que a correção precoce da alimentação foi eficaz no retorno das funções orgânicas dos animais R.
Descritores: Deficiência de Proteína
Ratos
Ratos Wistar
Desnutrição
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
Metabolismo
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  2 / 307 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1012760
Autor: Wicpolt, Nathalia S; Morais, Raissa M; Molossi, Francieli Adriane; Ogliari, Daiane; Mezzalira, Joana; Prestes, Osmar D; Zanella, Renato; Gava, Aldo.
Título: Experimental reproduction of congenital anomalies in the progeny of cows fed apple pomace during pregnancy / Reprodução experimental de anomalias congênitas na progênie de vacas alimentadas com bagaço de maçã durante a gestação
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;39(6):371-375, June 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: This study aimed to describe and discuss the results of an experiment carried out in two stages with pregnant cows fed 25kg/apple pomace/day. The first stage involved 16 pregnant Holstein Friesian cows divided into four groups: Group 0 - Control (5 cows); Group I - 1 month-gestation (4 cows); Group II - 3 month-gestation (4 cows); Group III - 6 month-gestation (3 cows) and was performed from September to December 2015. The second stage comprised 12 pregnant Holstein Friesian cows divided into three groups: Group 0 - Control (6 cows), Group I - 1 month-gestation (3 cows), and Group II - 3 month-gestation (3 cows) and was conducted from April 2016 to February 2017. All study animals received apple pomace at a dose of 25kg/day. As for the first experiment stage, a cow in Group III bred a calf with complete absence of the coccygeal vertebrae and tail, slight bending of the hind limbs, scoliosis in the thoracic spine, and limited mobility. At 30 days, it presented with diarrhea and underdevelopment, and was euthanized for necropsy. At gross examination, malformations were observed in the thoracic spine, coxofemural joint, and genitourinary tract. Regarding the second experiment stage, a cow in Group I gave birth to a calf with curved pelvic and thoracic limbs with thick joints and flattening hooves. Microscopic examination of the femur showed disorganized, irregular hypertrophic zone and scarce growth zone, in addition to primary spongy zone with short, slightly mineralized trabeculae. Samples of the apple pomace used in this study were frozen and sent for laboratory evaluation of pesticide residues, which showed a positive result for the fungicide carbendazim.(AU)

O presente trabalho tem por finalidade descrever e discutir os resultados do experimento realizado em vacas prenhes que foram alimentadas com 25kg/dia de bagaço de maçã. Experimentos foram conduzidos em duas etapas, a primeira no ano de 2015, de setembro a dezembro onde foram utilizadas 16 vacas prenhes da raça holandês. Estas foram divididas em quatro grupos: Grupo 0, Controle (5 vacas); Grupo I, 1 mês gestação (4 vacas); Grupo II, 3 meses gestação (4 vacas); Grupo III, 6 meses gestação (3 vacas). A segunda etapa foi realizada em abril de 2016 a fevereiro de 2017. Foram utilizadas 12 vacas prenhes da raça holandês, divididas em três grupos: Grupo 0, Controle (6 vacas); Grupo I, 1 mês gestação (3 vacas); Grupo II, 3 meses gestação (3 vacas). Todas as vacas receberam bagaço de maçã na dose de 25kg/dia/vaca. Para o primeiro experimento, uma vaca do Grupo III pariu uma bezerra, com ausência completa das vértebras coccígeas e cauda, encurvamento leve dos membros posteriores, escoliose na coluna torácica e dificuldade de locomoção. Decorridos 30 dias do nascimento, manifestou diarreia e pouco desenvolvimento, sendo eutanasiada para necropsia. Na macroscopia, havia malformações na coluna torácica, articulação coxofemoral e no aparelho urogenital. Em relação ao segundo experimento uma vaca do Grupo I pariu uma bezerra com membros pélvicos e torácicos, curvos e com articulações consideravelmente grossas e "achinelamento" de cascos. Na microscopia do fêmur foi observado na placa epifisária, zona hipertrófica desorganizada, irregular e zona de crescimento escassa. Na zona esponjosa primária observou-se trabéculas curtas e pouco mineralizadas. Amostras do bagaço de maçã utilizado na experimentação foram congeladas e enviadas para avaliação de resíduos agrotóxicos, onde foi encontrado resultado positivo para o fungicida carbendazim.(AU)
Descritores: Anormalidades Congênitas/veterinária
Prenhez/genética
Bovinos/genética
-Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal/genética
Limites: Animais
Feminino
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 307 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011282
Autor: Cruz, F. L; Faria, P. B.
Título: Perfil lipídico da carne de frangos de corte de diferentes cruzamentos criados em sistema alternativo / Lipid profile of broiler meat from different crosses raised in alternative system
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(2):677-686, mar.-abr. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se avaliar o perfil lipídico da carne de frangos de diferentes genótipos. O delineamento foi inteiramente ao acaso (DIC), disposto em esquema fatorial (5x2), sendo cinco genótipos (New Hampshire Ë— NHS; Gigante Negra de Jersey Ë— GNJ; Índio Gigante Ë— IG; cruzamento entre as raças IG e NHS Ë— IG x NHS; e entre as raças IG e GNJ Ë— IG x GNJ) e dois sexos, com cinco repetições, sendo cada uma representada por três aves, totalizando 150 aves, abatidas aos 105 dias. As análises de perfil lipídico foram realizadas no peito e na coxa. Foram calculadas as estimativas das atividades enzimáticas, os índices de aterogenicidade e de trombogenicidade. Os genótipos IG e IG x NHS apresentaram maiores teores de ácido araquidônico e DHA. Foram observados maiores teores de ácidos graxos saturados e monoinsaturados no peito para os genótipos IG x NHS e NHS, respectivamente. Maiores médias de ácidos graxos poli-insaturados e ômega 3 foram observadas para os genótipos IG e IG x NHS. O genótipo IG x NHS e as fêmeas apresentaram melhores características de qualidade de carne, por oferecerem uma maior fonte de ômega 3.(AU)

The objective was to evaluate the lipid profile of chickens from different genotypes. The design was completely randomized arranged in factorial scheme (5x2), being 5 genotypes (New Hampshire - NHS, Gigante Negra de Jersey - GNJ, Índio Gigante - IG; poultry from the cross between IG and NHS breeds - IG x NHS and between IG and GNJ breeds - IG x GNJ) and two genders, with five replicates and three poultry per replicate, totaling 150 birds, slaughtered at 105 days. Lipid profile analyzes were performed on the breast and thigh. Estimates of the enzymatic activities related to lipid metabolism were calculated, in addition to the atherogenicity and thrombogenicity indexes. The IG and IG x NHS genotypes showed higher levels of arachidonic acid and DHA. Higher levels of saturated and monounsaturated fatty acids were observed in the breast for IG x NHS and NHS genotypes, respectively. Higher averages of polyunsaturated fatty acids and omega 3 were observed for the IG and IG x NHS genotypes. The genotype IG x NHS and the females presented better characteristics of meat quality, for offering a greater source of omega 3.(AU)
Descritores: Ácidos Graxos Ômega-3/análise
Ácidos Graxos/análise
Carne
-Galinhas
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 307 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-508410
Autor: Oliveira, Juliana Silva de; Zanine, Anderson de Moura; Santos, Edson Mauro.
Título: Fisiologia, manejo e alimentação de bezerros de corte / Physiology, management and feeding of beef calves / Fisiología, manejo y alimentación de becerros de corte
Fonte: Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR;10(1):39-48, jan.-jun. 2007. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O desempenho do sistema de produção de bezerros sustenta-se em três bases: o melhoramento genético, que oferece animais com melhor potencial produtivo; a nutrição animal, que vai colocar à disposição dos animais o balanceamento nutricional ideal para o momento fisiológico do animal, com vistas a garantir a expressão genética; o manejo sanitário, que vai proporcionar o bem-estar do animal, garantindo, junto com a nutrição, a resposta em produtividade esperada pelo investimento. A fase de cria tem grande influência sobre o desempenho do rebanho. Assim, é de suma importância um manejo adequado desse rebanho para o sucesso de qualquer empreendimento relacionado à produção de bovinos de corte.

There are three bases for the calf production system performance: genetic improvement, which provides animals with better productive potential; the animal nutrition, which provides proper animal nutrition according to its physiological needs in order to sustain its genetic expression; and sanitary management, which provides the animal well¬being guaranteeing, together with nutrition, the expected productivity for the investment. The growing phase influences the cattle performance a great deal. The proper management of the herd of cattle is extremely important for any beef-cattle- related-production investment to be successful.
Descritores: Bovinos
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
Indústria Agropecuária/métodos
Melhoramento Genético/métodos
Vigilância Sanitária
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  5 / 307 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-990251
Autor: Brito, Luiz B; Riet-Correa, Franklin; Almeida, Valdir M; Silva Filho, Givaldo B; Chaves, Hisadora A. S; Braga, Thaiza C; Evêncio Neto, Joaquim; Mendonça, Fábio S.
Título: Spontaneous poisoning by Ricinus communis leaves (Euphorbiaceae) in goats / Intoxicação espontânea por folhas de Ricinus communis (Euphorbiaceae) em caprinos
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;39(2):123-128, Feb. 2019. ilus.
Idioma: en.
Projeto: CNPq.
Resumo: The aim of this study was to report the clinical and pathological aspects of an outbreak of poisoning by the ingestion of Ricinus communis leaves in a herd of goats at Pernambuco, northeastern Brazil. Within 3-5 hours after ingesting the sprouts and young shrubs of the plant, twenty Toggenburg female goats and two adults crossbred wethers presented acute neurological clinical signs, which were initially characterized by decreased locomotor activity that later evolved to severe ataxia, depression, incoordination and staggering gait. Four goat that died spontaneously were necropsied. Gross lesions were unspecific and consisted in focal areas of lungs edema, petechial hemorrhages in the epicardium and congestion and enlargement of liver. The contents of the rumen, reticulum and omasum were dry and contained leaves of the plant. Histologically there were no lesions in the CNS. In the liver, the main lesion consisted in cytoplasmic vacuolization and necrosis of hepatocytes. Eighteen goats recovered after a supportive therapy with activated charcoal, glycated isotonic solution, dexamethasone and vitamin B12. There is no specific therapy for poisoning by R. communis, however supportive and symptomatic treatments are recommended and should be based on the clinical signs.(AU)

O objetivo deste estudo foi relatar os aspectos clínicos e patológicos de um surto de intoxicação pelas folhas de Ricinus communis em um rebanho de caprinos em Pernambuco, Nordeste do Brasil. Três a cinco horas após a ingestão dos brotos e arbustos jovens da planta, vinte cabras da raça Toggenburg e dois machos mestiços apresentaram quadro clínico neurológico agudo caracterizado principalmente pela diminuição da atividade locomotora, grave ataxia, depressão, incoordenação e marcha cambaleante. Quatro caprinos morreram espontaneamente e foram necropsiados. Macroscopicamente, as lesões eram inespecíficas e consistiam em áreas focais de edema pulmonar, hemorragias petequiais epicárdicas e aumento do volume e congestão do fígado. Os conteúdos do rumem, retículo e omaso eram ressecados e continham folhas da planta. Histologicamente, não foram observadas lesões no SNC. No fígado, havia vacuolização citoplasmática e necrose de hepatócitos. Dezoito caprinos se recuperaram após receberem terapia de suporte com carvão ativado, soro glicosado, dexametasona e vitamina B12. Não existe terapêutica especifica para a intoxicação pelas folhas de R. Communis. Os tratamentos sintomáticos e de suporte são recomendados e devem basear-se nos sinais clínicos.(AU)
Descritores: Intoxicação por Plantas/veterinária
Ricina/envenenamento
Ricinus/envenenamento
Ruminantes
-Ataxia/veterinária
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  6 / 307 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976381
Autor: Utiumi, Kiyoko U; Albuquerque, Adriana S; Burque, Alexandre S; Souza, Fernanda R; Sonne, Luciana; Varaschin, Mary S; Raymundo, Djeison L; Peconick, Ana Paula.
Título: Experimental poisoning by Brachiaria decumbens in rabbits / Intoxicação experimental por Brachiaria decumbens em coelhos
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(10):1885-1889, out. 2018. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Brachiaria spp. are important sources of forage for ruminants in Brazil, due to the easy cultivation, good resistance to drought, good adaptation to different soils and low maintenance cost. However, the ingestion of this grass has been related to photosensitization outbreaks in cattle and sheep with significant economic losses. The hepatotoxic effects related to the ingestion of grass are the formation of crystals and foamy macrophages due to the accumulation of toxic metabolites. The use of cattle and sheep in experiments involving the plant presents several obstacles in the ethical, economic and animal management. The objective of this study was to evaluate the sensitivity of rabbits as an experimental model for B. decumbens poisoning. Two experiments were carried out. In Experiment 1 four rabbits received the fresh plant in daily doses of 10, 20, 40 and 80g/kg body weight for 120 days. In Experiment 2 three rabbits received the fresh plant in amounts of 500g daily with duration of 210 days. The animals of Experiment 1 showed no clinical signs and no macroscopic and microscopic changes characteristic of B. decumbens poisoning. In Experiment 2 the animals also showed no clinical signs or significant macroscopic alterations. Histological analysis showed isolated foamy macrophages or present in random groups of cells in the liver and mesenteric lymph nodes. Samples of liver and mesenteric lymph nodes of the rabbits of Experiment 2 were submitted to the lectin-histochemistry technique. The WGA, sWGA and RCA lectins showed reactivity in foamy macrophages in both organs. This is the first study of our knowledge that demonstrates histopathological lesions caused expetimentally by Brachiaria spp. in rabbits, demonstrating its potential as an animal model.(AU)

Brachiaria ssp. são importantes fontes de forragem para ruminantes no Brasil, devido ao fácil cultivo, boa resistência a seca, boa adaptação a diferentes solos e baixo custo de manutenção. Entretanto, a ingestão desta gramínea está relacionada a surtos de fotossensibilização, em bovinos e ovinos, principalmente, ocasionando prejuízos econômicos significativos. Os efeitos hepatotóxicos relacionados à ingestão da gramínea são a formação de cristais e macrófagos espumosos causados pelo acúmulo de metabólitos tóxicos. A utilização de bovinos e ovinos em experimentos envolvendo a planta apresenta vários empecilhos, tanto no âmbito ético, econômico e no manejo dos animais. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a sensibilidade de coelhos como modelo experimental para intoxicação por B. decumbens. No presente estudo foram realizados dois experimentos. O Experimento 1 utilizou quatro coelhos que receberam a planta fresca em doses diárias de 10, 20, 40 e 80 g/Kg de peso vivo durante 120 dias. O Experimento 2 utilizou três coelhos recebendo a planta fresca em quantidades de 500g diárias por animal com duração de 210 dias. No Experimento 1, os animais não apresentaram sinais clínicos e nem alterações macroscópicas e microscópicas características de intoxicação por B. decumbens. No Experimento 2 os animais também não apresentaram sinais clínicos e alterações macroscópicas significativas. Na análise histológica observou-se presença de macrófagos espumosos isolados ou em grupos aleatórios de células no fígado e nos linfonodos mesentéricos. Amostras de fígado e linfonodos mesentéricos dos animais do Experimento 2 foram submetidos à técnica de lectino-histoquímica. As lectinas WGA, sWGA e RCA apresentaram reatividade em macrófagos espumosos nos dois órgãos. Este é o primeiro trabalho de nosso conhecimento que demonstra lesões histopatológicas por Brachiaria spp conduzido de forma experimental em coelhos, demonstrando seu potencial como modelo animal nesse campo de estudo.(AU)
Descritores: Brachiaria/envenenamento
Dieta/veterinária
Doenças Transmitidas por Alimentos/veterinária
Fígado/patologia
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
-Coelhos
Modelos Animais
Limites: Animais
Coelhos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 307 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976380
Autor: Costa, Ricardo A; Schild, Carlos; Silveira, Caroline S; Macías-Rioseco, Melissa; Mirazo, Santiago; Maya, Leticia; Clariget, Juan; Riet-Correa, Franklin.
Título: Acute and chronic bovine pulmonary edema and emphysema in Uruguay / Edema e enfisema pulmonar agudo e crônico em bovinos do Uruguai
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(10):1929-1934, out. 2018. ilus.
Idioma: en.
Resumo: An outbreak of pulmonary edema and emphysema with acute and chronic cases is reported in a farm in Uruguay. In a herd of 40 Hereford steers, 20 died. The deaths began four days after a change of paddock, from an old pasture of Avena sativa to a lush growing pasture of the same grass. Acutely affected animals showed severe dyspnea, sialorrhea, cough, and subcutaneous edema, and died within 72 hours. Chronically affected steers showed dyspnea, respiratory noises, weight loss, and intolerance to exercise. The deaths began four days after the change of paddock. Ten days after the first death, the steers were withdrawn from the pasture, but continued dying throughout the following 40 days. Twenty animals died and six were necropsied. Grossly, the lungs were diffusely armed and glistening, with reddish and crepitant cut surface, and presented alveolar septae sharply distended by edema and emphysema. There was subpleural emphysema with air blebs distributed across the pleural surface. Presence of Dictyocaulus viviparus was observed in three steers. In some animals, the trachea was diffusely reddish with presence of pink foam; in some others, there was bloody liquid in the tracheal lumen. Histologic examination showed severe diffuse alveolar and interstitial emphysema, hyaline membranes adhered to the alveolar wall, thickening of the interlobular septae with proliferation of type II pneumocytes, and moderate-to-severe multifocal histiocytic, neutrophilic and eosinophilic infiltrate. In the trachea, there was submucosal hemorrhage and moderate multifocal eosinophilic and lymphocytic infiltrate. The steers with chronic signs presented similar lung lesions, but multifocal pulmonary fibrosis and cardiac dilatation were also observed. The diagnosis of acute bovine pulmonary emphysema and edema (ABPE) was based on the occurrence of the disease after introduction of the herd in a lush green pasture, on the characteristic gross and histologic lesions, and on the absence of other toxic or infectious agents causing similar lesions. Cattle raisers should be alert to the risks of occurrence of this disease after the introduction of the herds into paddocks with green and lush pastures.(AU)

Descreve-se um surto de edema e enfisema pulmonar com casos agudos e crônicos em bovinos em uma criação semi-intensiva no Uruguai. De um lote de 40 novilhos da raça Hereford morreram 20. As mortes começaram quatro dias após uma mudança de alimentação, de uma pastagem mais velha de Avena sativa, para uma pastagem recentemente plantada de aveia que estava em brotação. Os animais afetados apresentaram sinais clínicos agudos de dispneia, sialorreia, tosse e alguns desenvolveram edema subcutâneo, morrendo em até 72 horas. Outros novilhos mais cronicamente afetados apresentaram dispneia, ruídos respiratórios, perda de peso e intolerância ao exercício. As mortes começaram quatro dias após a mudança de pastagens. Dez dias após a primeira morte, os novilhos foram retirados do pasto, mas morreram ainda durante 40 dias mais. Ao total, morreram vinte animais e seis foram necropsiados. Nas necropsias dos animais mortos na fase aguda os pulmões estavam difusamente armados e brilhosos e ao corte de coloração avermelhada e crepitante, com os septos alveolares acentuadamente distendidos por edema e enfisema. Havia enfisema subpleural caracterizado por bolhas de ar distribuídas pela superfície pleural. Em três bovinos havia ainda presença de Dictyocaulus viviparus. Alguns animais apresentaram a traqueia difusamente avermelhada com espuma de coloração rósea ou liquido sanguinolento livre na luz traqueal. Histologicamente havia edema e enfisema alveolar e intersticial difuso severo, membranas hialinas espessas aderidas à parede alveolar, espessamento dos septos interlobulares com proliferação de pneumócitos tipo II e infiltrado inflamatório histiocítico, neutrofílico e eosinofílico multifocal moderado a severo. Na traqueia havia hemorragias na submucosa e infiltrado eosinofílico e linfocítico multifocal. Os novilhos com sinais crônicos apresentaram lesões pulmonares semelhantes, entretanto, foram observadas também, fibrose pulmonar multifocal e dilatação cardíaca. O diagnóstico de EEPAB baseou-se na ocorrência da doença após a introdução do rebanho em uma pastagem viçosa em brotação, nas características macroscópicas e histológicas e na ausência de outros agentes tóxicos ou infecciosos que causam lesões semelhantes. Se alerta para os riscos da ocorrência desta enfermidade, quando houver mudanças de pastagens.(AU)
Descritores: Pneumonia Intersticial Atípica dos Bovinos/patologia
Edema Pulmonar/patologia
Uruguai
Dieta/mortalidade
Dieta/veterinária
Doenças Transmitidas por Alimentos/mortalidade
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
-Doenças dos Bovinos
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 307 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976379
Autor: Montão, Daniele P; Araújo, Bruna T. S; Santos, Tiago F. S; Lima, Danielli B; Gonçalves, Fábio T; Duarte, Marcos D; Riet-Correa, Gabriela; Bezerra Júnior, Pedro S.
Título: Accidental poisoning by castor bean (Ricinus communis) cake in horses / Intoxicação acidental por torta de mamona (Ricinus communis) em equinos
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(10):1923-1928, out. 2018. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Ricinus communis is a shrub of the family Euphorbiaceae popularly known in Brazil as "mamona" or "carrapateira". It is an oleaginous plant whose seeds have been used mainly in biodiesel production. Plant seed oil can be extracted mechanically or using solvents, generating castor bean cake and castor bean meal as by-products, respectively. Accidental ingestion of these by-products can cause poisoning in animals and humans, characterized by digestive signs resulting from the presence of a toxalbumin called ricin. Seed toxicity varies among animal species; in horses, the lethal dose of seeds is 0.1 g/kg of body weight. The literature presents plenty of studies addressing poisoning by R. communis in different animal species and in humans; however, reports are scarce and little information is available on the pathological aspects of poisoning regarding equines. Therefore, the present study aimed to describe the epidemiological, clinical and pathological aspects observed in an outbreak of accidental poisoning with castor bean cake in horses. The equines were supplemented with palm kernel (Elaeis guianeesis) cake; however, in the purchase of a new batch, there was an error in the order, and castor bean cake was requested instead. Four horses that received castor bean cake presented clinical signs indicative of colic, which started about 21 hours after administration. Three of these horses died, with clinical evolution from 2 to 4.5 hours; the other animal was treated with intravenous fluid and antibiotic therapy and non-steroidal anti-inflammatory drugs and recovered after five days. In the necropsy of two of these horses, the main lesions were found in the small intestine, where mucosae with pronounced redness and covered with a thin layer of yellow fibrous material were observed. In the intestinal lumen, there was a large amount of bloody liquid. The stomach was full, and dark lumps similar to crushed castor bean seeds were observed in the contents. The adrenal glands of both horses presented congestion and hemorrhage in the cortex. In microscopy, the main lesion was an acute, diffuse and accentuated fibrin-necrotic enteropathy affecting the jejunum. The diagnosis of castor bean cake poisoning was based on the circumstantial evidence of by-product consumption supported by clinical and pathological aspects. The results indicate that castor bean cake commercially available as fertilizer is extremely toxic when ingested, and there is a need for appropriate detoxification or labeling informing of its toxicity.(AU)

Ricinus communis é um arbusto da família Euphorbiaceae conhecido popularmente como "mamona" ou "carrapateira". A planta é considerada oleaginosa e suas sementes têm sido utilizadas, principalmente, na produção de biodiesel. A extração do óleo pode ser mecânica ou com solventes, gerando, como subprodutos, a torta de mamona e a farinha de mamona, respectivamente. A ingestão acidental desses subprodutos pode causar intoxicação em animais e humanos, caracterizada por sinais digestivos devido a toxalbumina ricina. A toxidez das sementes varia entre as espécies animais, em equinos a dose letal de sementes é de 0,1g/kg de peso vivo. Há vasta literatura sobre a intoxicação por R. communis em diferentes espécies animais e humanos. Em relação aos equinos os relatos são escassos e com poucas informações sobre os aspectos patológicos da intoxicação. Assim, os objetivos do presente estudo foram descrever os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos observados em um surto de intoxicação acidental por torta de mamona em equinos. Os equinos eram suplementados com torta de dendê (Elaeis guianeesis), no entanto, na compra de uma nova partida, houve um erro no pedido sendo solicitada torta de mamona. Os quatro equinos que receberam a torta de mamona apresentaram sinais clínicos indicativos de cólica, que iniciaram cerca de 21 horas após administração. Três destes morreram, com evolução clínica 2 a 4,5 horas, o outro animal foi tratado com fluidoterapia intravenosa, antibioticoterapia e anti-inflamatório não esteroidal, recuperando-se em 5 dias. Na necropsia de dois destes equinos, as principais lesões foram encontradas no intestino delgado, sendo observadas mucosas com avermelhamento acentuado e recobertas por fina camada de material amarelado fibrinoso. No lúmen intestinal, havia grande quantidade de líquido sanguinolento. O estômago estava repleto de grumos escuros semelhantes às sementes trituradas da mamona em meio ao conteúdo. As adrenais de ambos equinos apresentavam congestão e hemorragias corticais. Na microscopia, a principal lesão foi uma enteropatia fibrino-necrótica, aguda, difusa e acentuada, afetando com maior intensidade o jejuno. O diagnóstico de intoxicação por torta de mamona foi baseado na evidência circunstancial de consumo do subproduto, sendo corroborado pelos aspectos clínicos e patológicos. Os resultados indicam que a torta de mamona vendida para fertilização do solo é extremamente tóxica quando ingerida, havendo a necessidade de detoxicação ou rotulagem adequada informando sobre a sua toxicidade.(AU)
Descritores: Ricinus/envenenamento
Ricinus/toxicidade
Doenças Transmitidas por Alimentos/veterinária
Doenças dos Cavalos
Cavalos
Ração Animal/envenenamento
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 307 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976395
Autor: Halfen, Dóris P; Kessler, Alexandre M; Trevizan, Luciano; Vendramini, Thiago H. A; Santos, João P. F; Pedrinelli, Vivian; Brunetto, Marcio A; Carciofi, Aulus C.
Título: Effect of calcium sources in the diets of adult cats on urinary parameters and acid-base balance / Efeitos das fontes de cálcio na dieta de gatos adultos sobre parâmetros urinários e equilíbrio ácido-básico
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;38(11):2133-2138, Nov. 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Calcium is a macroelement that is part of the mineral composition of the diet of companion animals, and is considered a cation of strong alkalizing power, increasing urinary pH. Calcium salts have different solubilities and depending on the anion to which calcium is associated with, it can be more or less absorbed, modifying the pH of the urine. The aim of this study was to evaluate the efficiency of calcium sources on alkalinization of urinary pH, as well as excretion of urinary electrolytes and acid-base balance of adult cats. An extruded diet for cats was selected, and had 160mEq/kg of calcium from the sources of either calcium carbonate (CaCO3) or calcium gluconate (C12H22CaO14) added. In the control treatment there was no addition of calcium sources, resulting in three treatments. Nine adult cats were used, mixed breed, in two experimental periods, with six replicates per treatment. Animal average age was 4±1.3 years old and average weight was 3.96±0.71kg. The cats remained in metabolic cages for an adaptation period of seven days, followed by six days of urine total collection, with volume, density, pH and calcium concentration (g/d) measurements. The acid-base balance was studied by blood gas analysis of venous blood. The two sources of calcium alkalinized the urine (P<0.001). However, calcium gluconate had less alkalinization power compared to the calcium carbonate (P<0.05). Urinary calcium was not affected by treatments, and represented less than 0.5% of calcium intake. The experiment showed that calcium, although an alkaline cation and considered strong influencer of the EB of the diet, cannot be evaluated individually, because depending on its associated anion it may have greater or lesser influence on cats urine pH.(AU)

O cálcio (Ca) é um macroelemento que faz parte da composição mineral da dieta de animais de companhia. Este macroelemento é considerado um cátion de forte capacidade alcalinizante e, de acordo com a fonte e quantidade inclusa, pode aumentar o pH urinário. Os sais de cálcio têm diferentes solubilidades e dependendo do ânion ao qual o cálcio está associado, pode ser mais ou menos absorvido e assim, alterar o pH da urina. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de duas fontes de cálcio na alcalinização do pH urinário, bem como a excreção de eletrólitos urinários e o equilíbrio ácido-básico de felinos. Foi selecionada uma dieta extrusada para gatos e adicionados 160mEq/kg de cálcio das fontes carbonato de cálcio (CaCO3) ou gluconato de cálcio (C12H22CaO14). No tratamento controle, não houve adição de fontes de cálcio. Foram utilizados nove gatos adultos, de raças mistas, em dois períodos experimentais, com seis repetições por tratamento. Os animais apresentavam idade média de 4,0±1,3 anos e peso corporal médio de 3,96±0,71kg. Estes permaneceram em gaiolas metabólicas em período de adaptação durante sete dias, seguido de coleta total de urina durante seis dias. Nestas amostras foram aferidos o volume, densidade, pH e concentração de cálcio (g/d). O equilíbrio ácido-básico foi avaliado por hemogasometria em amostras de sangue venoso. As duas fontes de cálcio alcalinizaram a urina (P<0,001). No entanto, o gluconato de cálcio apresentou menor potencial de alcalinização em comparação ao carbonato de cálcio (P<0,05). O cálcio urinário não foi afetado pelos tratamentos e representou menos de 0,5% da ingestão de Ca. O experimento demonstrou que o cálcio, apesar de ser um cátion alcalinizante e influenciador do EB da dieta, não pode ser avaliado individualmente, porque dependendo do ânion associado, pode apresentar maior ou menor influência no pH da urina de gatos.(AU)
Descritores: Equilíbrio Ácido-Base
Cálcio na Dieta/efeitos adversos
Cálcio na Dieta/urina
Gatos/metabolismo
Gatos/urina
Urolitíase/veterinária
Ração Animal
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
-Carbonato de Cálcio
Gluconato de Cálcio
Limites: Animais
Gatos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 307 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-894995
Autor: Carthagenes, Déborah S; Barreto, Michelly D. P; Freitas, Cristiane M; Pedroza, Anderson da Silva; Fernandes, Mariana P; Ferreira, Diorginis S; Lagranha, Claudia J; Nascimento, Luciana C; Evencio, Liriane Baratella.
Título: Moderate physical training counterbalances harmful effects of low-protein diet on heart: metabolic, oxidative and morphological parameters
Fonte: Motriz (Online);23(3):e101727, 2017. graf, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Aims: Maternal low-protein diet induces several impairments on cardiac system. Conversely, moderate exercise has been widely recommended to health improvement due to its effects on heart function. Thus, we investigated whether the moderate physical training is capable to offset the lasting injuries of a maternal protein restriction on the hearts of male adult rats. Methods: Pregnant rats were divided into two groups: Control (C=17% casein) and undernutrition (U=8% casein). Offspring from the undernutrition group, at 60 days of life, were subdivided into undernutrition (U) and undernutrition+exercise (UT) groups. Treadmill exercise was performed: (8 weeks, 5 days/week, 60 min/day at 70% of VO2máx). 48 hours after last exercise session, tissues were collected for morphological and biochemical analysis. Results Despite the deleterious effect induced by low-protein diet, physical training was able to restore morphological parameters to similar levels to the control group. Additionally, oxidative stress index was also improved in UT group, due to the increase in antioxidant enzymatic defense. In metabolic enzymes, maternal low-protein diet induced a change in metabolism, and moderate physical training improved oxidative metabolism. Conclusion: We demonstrated that moderate physical training can offset the cardiac metabolism in adult rats that were exposed to a maternal low-protein diet.(AU)
Descritores: Exercício/fisiologia
Estresse Oxidativo
Nutrição Materna
Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
-Ratos Wistar
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação



página 1 de 31 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde