Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.203.650.220.500.750 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 583 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 59 ir para página                         

  1 / 583 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1014339
Autor: Fernández Merjildo, Diana; Porras García, Willy; León Rabanal, Cristian; Zegarra Piérola, Jaime.
Título: Mortalidad y factores relacionados al fracaso del destete de la ventilación mecánica en una unidad de cuidados intensivos de Lima, Perú / Mortality and factors related to failure to weaning from mechanical ventilation in an intensive care unit in Lima, Peru
Fonte: Rev. méd. hered;30(1):5-11, ene.-mar. 2019. tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivos: Estimar la mortalidad global, la mortalidad relacionada a los tipos de destete de pacientes en ventilación mecánica y describir los factores relacionados al fracaso del destete en una unidad de cuidados intensivos. Material y métodos: Estudio observacional, descriptivo. Se incluyeron 147 pacientes sometidos a destete de ventilación mecánica invasiva que ingresaron con el diagnóstico de Insuficiencia Respiratoria Aguda a la unidad de cuidados intensivos del Hospital Cayetano Heredia durante el año 2014. Resultados: La mortalidad global de los pacientes sometidos a destete de ventilación mecánica fue 27%, se observó mayor mortalidad en el grupo destete prolongado 42%, seguido por destete difícil 29% y destete simple 15% (p=0,039); la mortalidad global incrementó conforme aumentó la estancia en la unidad de cuidados intensivos y los días en ventilación mecánica, los factores relacionados a fracaso del destete fueron la disminución del nivel de consciencia (Escala de coma de Glasgow < 8puntos) y agitación (p=0,018). Conclusiones: El destete prolongado estuvo relacionado al incremento de la mortalidad en pacientes que ingresaron a ventilación mecánica invasiva por insuficiencia respiratoria aguda, los factores relacionados al fracaso del destete fueron, disminución del nivel de consciencia (Escala de coma de Glasgow <8puntos) y agitación. (AU)

Objectives: To estimate the overall mortality and mortality related to types of weaning from mechanical ventilation as well as to describe factors related to failure in weaning in an intensive care unit (ICU). Methods: An observational study was carried-out among 147 patients undergoing weaning from mechanical ventilations who were admitted with the diagnosis of acute respiratory failure to the intensive care unit of Hospital Cayetano Heredia in 2014. Results: overall mortality in weaned patients was 27%; higher mortality (42%) was observed among those with prolonged weaning, followed by those with difficult weaning (29%) and simple weaning (15%, p=0.039). The overall mortality increased with longer stay at ICU and longer duration of mechanical ventilation. Factors related to failure in achieving weaning were low level of conscience (Glasgow coma score <8) and agitation (p=0,018). Conclusions: Prolonged weaning was associated to increased mortality in patients on mechanical ventilation due to acute respiratory failure. Factors related to weaning failure were related to the level of conscience. (AU)
Descritores: Respiração Artificial
Desmame
Mortalidade
-Epidemiologia Descritiva
Estudos Observacionais como Assunto
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: PE1.1 - Oficina Universitária de Biblioteca


  2 / 583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-423082
Autor: Catto, João B; Bianchin, Ivo; Torres Junior, Roberto A. A.
Título: Efeitos da everminação de matrizes e de bezerros lactentes em sistema de produção de bovinos de corte na região de Cerrado / Effects of deworming of cow-calf beef herds in brazilian savannas
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;25(3):188-194, jul.-set. 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Estudou-se o efeito da everminação de vacas no pré-parto e de bezerros antes do desmame, no número de ovos de nematódeos nas fezes (OPG) e nos parâmetros produtivos em dois rebanhos de gado de corte na região do Brasil Central. Quatro lotes de vacas prenhes receberam os seguintes tratamentos: T1- vacas e bezerros controle, T2- somente bezerros tratados, T3- somente vacas tratadas antes do parto com ivermectina e T4- vacas e bezerros tratados. Os bezerros dos lotes T2 e T4 foram distribuídos nos seguintes grupos: A- tratados aos 3 a 5 meses de idade com ivermectina de ação prolongada, B- tratados com ivermectina e C- controle. Nas vacas a everminação não diminuiu o OPG durante a lactação, como também não teve efeito significativo na taxa de concepção, no ganho de peso e no peso dos bezerros aos 3 a 5 meses de idade. Os bezerros do Grupo A ganharam até o desmame, 84 a 108 dias após o tratamento, em média 4,2kg (P= 0,0003) e 7,1kg (P<0,0001) mais que aqueles dos Grupos B e C, respectivamente. A diferença média, no ganho de peso, de 2,9kg entre os bezerros dos Grupos B e C não foi significativa. Antes do tratamento não houve diferença significativa (P= 0,8665), mas ao desmame, o OPG médio dos bezerros do Grupo A era menor que os do Grupo B (P= 0,0004) e do Grupo C (P< 0,0001). Não houve diferença no OPG entre os bezerros dos Grupos B e C.
Descritores: Animais Lactentes
Anti-Helmínticos
Bovinos
Desmame
Ganho de Peso/fisiologia
Nematoides/isolamento & purificação
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048185
Autor: Primo, Cândida Caniçali; Mocelin, Helaine Jacinta Salvador; Zavarize, Thaís Bermond; Lima, Eliane de Fátima Almeida; Lima, Rosana Oliveira de; Brandão, Marcos Antônio Gomes.
Título: A percepção da mulher sobre os espaços para amamentar: suporte na teoria interativa de amamentação / Women's perception about space for breastfeeding: support in interactive breastfeeding theory / Percepción de las mujeres sobre los espacios para lactancia materna: apoyo en la teoría interactiva de la lactancia materna
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1261, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: a amamentação é fortemente influenciada por diversos fatores, e a falta de um lugar privado e o constrangimento em locais público desencorajam as mulheres. OBJETIVO: avaliar a percepção da mulher sobre o espaço para amamentar. MÉTODO: pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa desenvolvida com 30 mulheres grávidas e puérperas internadas na maternidade de um hospital universitário do estado do Espírito Santo. A análise de conteúdo proposta por Bardin e a Teoria Interativa de Amamentação foram utilizadas para a sistematização dos dados. RESULTADOS: a maioria das mulheres relatou que iria amamentar em lugares públicos, no entanto, todas disseram que cobririam seus peitos com pano ou fralda e que se sentem mais confortáveis para amamentar em casa. As mulheres relataram sentir-se confortáveis quando estão próximas de mulheres, familiares ou amigas conhecidas, enquanto perto de homens, conhecidos ou não, sentem-se desconfortáveis e cobrem seus peitos para amamentar. E próximas de profissionais de saúde a maioria se sente confortável, já que orientam e apoiam a amamentação. CONCLUSÃO: amamentar em espaços públicos ainda causa desconforto, constrangimento e vergonha nas mulheres.(AU)

Introduction: breastfeeding is strongly influenced by many factors, and the lack of a private place and embarrassment in public places discourage women. Objective: to evaluate women's perceptions of space for breastfeeding. Method: a descriptive research with a qualitative approach developed with 30 pregnant and postpartum women admitted to the maternity ward of a university hospital in the Espírito Santo State. The content analysis proposed by Bardin and the Interactive Breastfeeding Theory were used to systematize the data. Results: most women reported that they would breastfeed in public places, but all said they would cover their breasts with cloth or diaper and feel more comfortable breastfeeding at home. Women reported feeling comfortable when they are close to known women, family or friends, while close to men, known or not, feel uncomfortable and cover their breasts for breastfeeding. And close to health professionals most feel comfortable as they guide and support breastfeeding. Conclusion: breastfeeding in public spaces still causes discomfort, embarrassment and shame in women.(AU)

Introducción: la lactancia materna está muy influenciada por varios factores. La falta de un lugar privado y la vergüenza de exponerse en lugares públicos desalientan a las mujeres. Objetivo: evaluar las percepciones de las mujeres sobre los espacios para lactancia materna. Método: investigación descriptiva de enfoque cualitativo desarrollado con 30 mujeres embarazadas y en el posparto ingresadas en la maternidad de un hospital universitario del estado de Espírito Santo. Se utilizaron el análisis de contenido propuesto por Bardin y la Teoría Interactiva de la Lactancia materna para sistematizar los datos. Resultados: la mayoría de las mujeres declararon que amamantarían a sus niños en lugares públicos; todas ellas dijeron que cubrirían los senos con una tela o un pañal y que se sentirían más cómodas para amamantar en casa. Las mujeres manifestaron sentirse cómodas cuando están cerca de mujeres conocidas, familiares o amigos y que se sienten incómodas cuando están cerca de hombres, conocidos o no, y que se cubren los senos. La mayoría se siente cómoda cerca de los profesionales de la salud ya que guían y apoyan la lactancia materna. Conclusión: la lactancia materna en espacios públicos todavía causa molestias, bochorno y vergüenza a las mujeres.(AU)
Descritores: Espaço Pessoal
Vergonha
Aleitamento Materno
Enfermagem Materno-Infantil
-Desmame
Saúde Materno-Infantil
Limites: Seres Humanos
Feminino
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  4 / 583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-59280
Autor: Klaus, Marshall H; Díaz Rosselló, J. L.
Título: Lactancia natural / Breast feeding.
Fonte: s.l; Centro Latinoamericano de Perinatología y Desarrollo Humano; 1982. 13 p. tab, ilus. (CLAP).
Idioma: es.
Símbolo: CLAP.
Descritores: Aleitamento Materno
-Desmame
Mortalidade Infantil
Morbidade
Leite Humano/imunologia
Relações Mãe-Filho
Limites: Seres Humanos
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/843.00; US1.1; PAHO COLL/CLAP


  5 / 583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-165330
Autor: Candella, Carmen Lúcia Mollica.
Título: A amamentaçäo e manutençäo da lactaçäo relacionadas com a condiçäo e o conhecimento de mäes no momento da alta de seus filhos em berçario de alto risco / The breast feeding and lactation maintenance related with the mother condition and knowledge in moment of the discharge of their children in baby unit of high risk.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1995. 134 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Esta pesquisa refere-se aos conhecimentos sobre a manutençäo da lactaçäo de 53 mäes de RNs no momento da alta dos berçarios de alto risco, de três instituiçöes hospitalares da rede pública. Considerando as condiçöes de saúde dos RNs internados nesta unidade e o momento vivenciado por suas mäes, muitas foram as questöes levantadas acerca das condiçöes oferecidas para que as mulheres tivessem o manejo efetivo e bem sucedido do aleitamento materno após a alta de seus filhos. Sendo assim, os objetivos traçados para este estudo visaram verificar o tipo e a via de alimentaçäo recebido pelos RNs; verificar o conhecimento e as condiçöes das mäes acerca da amamentaçäo e da manutençäo da lactaçäo e identificar os fatores interferentes na prática da amamentaçäo dos RNs e na manutençäo da lactaçäo de sua mäes. Realizou-se um estudo do tipo exploratório e obteve-se os dados através de consulta aos prontuários dos RNs e de entrevista realizada pela próprio pesquisadora, junto as mäes no momento da alta hospitalar dessas crianças. Com base nos dados obtidos nesta pesquisa, concluiu-se que o tipo de leite adotado pelas três instituiçöes, campos de estudo, para alimentar os RNs é, predominantemente, o leite artificial, sendo a a mamadeira com bico de borracha näo ortodôntico, a via de escolha para a alimentaçäo dessas crianças. Verificou-se que 40 (75,5 por cento) mäes referiram ter recebido alguma orientaçäo acerca da amamentaçäo, vantagens do aleitamento materno, qualidades do leite materno, cuidados com a mäe que amamenta e com o RN. Somente 2 (5,0 por cento) mäes referiram ter recebido orientaçäo acerca da manutençäo da lactaçäo. Verificou-se no exame físico das mamas das mäes deste estudo, que 31 (58,5 por cento) mäes encontravam-se com as mamas flácidas; 22 (41,5 por cento) mäes apresentavam-se com ingurgitamento mamário, 37 (69,8 por cento) mäes apresentavam boa drenagem láctea, 39 (73,6 por cento) mäes tinham os mamilos protusus e 48 (90,6 por cento) mäes apresentavam os mamilos íntegros. Sendo assim, considerei que todas as mäes deste estudo, estavam em condiçöes físicas e fisiológicas de amamentar o RN durante a internaçäo do mesmo em berçario de alto risco...
Descritores: Alta do Paciente
Desmame
Aleitamento Materno
Recém-Nascido Prematuro
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Enfermagem Materno-Infantil
Cuidado do Lactente
Leite Humano
Berçários Hospitalares
Relações Mãe-Filho
-Peso ao Nascer
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Idade Gestacional
Limites: Seres Humanos
Feminino
Recém-Nascido
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1; 2658.00; BR41.1; T1191


  6 / 583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1047002
Autor: Scarpatto, Camila Henz; Forte, Gabriele Carra.
Título: Introdução alimentar convencional versus introdução alimentar com baby-led weaning (BLW): revisão da literatura / Conventional food introduction versus food introduction with the baby-led weaning (BLW) method: a literature review
Fonte: Clin. biomed. res;38(3):292-296, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: A introdução alimentar deve ocorrer de forma lenta e gradual, respeitando a individualidade do bebê e da família. A alimentação complementar deve atender as necessidades energéticas em complementação ao leite materno além de ser variada, garantindo aporte nutricional de vitaminas e minerais necessários para o crescimento do bebê. O objetivo do artigo é comparar dois métodos de introdução alimentar, o método tradicional que prevê a oferta de alimentos por meio de papas e purês, e o método de desmame guiado pelo bebê (BLW), onde a criança recebe o alimento em formas de bastões, se alimentando sozinho, promovendo assim a autonomia alimentar. A presente revisão demonstrou que o método BLW pode ser uma boa alternativa para iniciar a alimentação infantil. O essencial para os pais é saber que independentemente do método escolhido para iniciar a alimentação do bebê, o acompanhamento com pediatra e/ou nutricionista é importante para garantir as necessidades nutricionais desta fase. (AU)

Food introduction should occur slowly and gradually, respecting the individuality of the baby and the family. Complementary feeding must meet the baby's energy needs as a complement to breast milk and be based on a variety of foods, ensuring the nutritional intake of vitamins and minerals necessary for the baby's growth. The aim of the present article is to compare two methods of food introduction, i.e., the traditional method, in which food is provided through potatoes and purees, and the baby-led weaning (BLW) method, in which the baby self-feeds with pieces of food, thus promoting autonomy. The present review demonstrated that the BLW method may be a good alternative for starting infant feeding. Parents must be aware that regardless of the method chosen for introduction of food to the baby, follow-up visits to a pediatrician and/or a dietitian are important to address the nutritional needs of this development stage. (AU)
Descritores: Avaliação Nutricional
Nutrição do Lactente
Comportamento Alimentar
-Desmame
Aleitamento Materno
Alimentos Infantis
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  7 / 583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-311082
Autor: Gaíva, Maria Aparecida Munhoz; Gomes, Maria Magda Ferreira; Scochi, Carmen Gracinda Silvan.
Título: Aleitamento materno em recém-nascidos internados em UTI neonatal de um Hospital Universitário de Cuiabá - MT / Breastfeeding in interned newborns in the neonatal intensive care unit University's Hospital from Cuiabá - MT
Fonte: Pediatr. mod;36(3):119:122:124-120-122-126, mar. 2000. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Introduçäo/objetivo: Os recém-nascidos internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) têm risco maior de demame em funçäo da prematuridade, do baixo peso ao nascer, do longo período de internaçäo, da separaçäo mäe-filho, dentre outros fatores. O presente estudo tem como objetivo descrever a situaçäo do aleitamento materno nas crianças assistidas em UTIN de um hospital universitário do municipio de Cuiabá - Mato Grosso. Método: Trata-se de estudo descritivo e retrospectivo, tendo como populaçäo de estudo as crianças que estiveram internadas na UTIN no período de 1990 a 1996. A amostra totalizou 335 crianças. Resultados: Do total, 56,4 porcento das crianças eram do sexo masculino e 40,6 porcento do sexo feminino, com peso médio de 1980 g, variando de 650 a 5220 g e permaneceram internadas por um período médio de 16 dias. Constatamos que 64,8 porcento (217) delas receberam como primeiro alimento o leite materno, porém na alta hospitalar o aleitamento misto foi o predominante, com 50,4 porcento (169), seguido pelo aleitamento materno com 38,8 porcento (130). Ao relacionar o tipo de aleitamento na alta com o tempo de internaçäo, verificamos que o aleitamento misto foi o mais frequente, exceto nas crianças que tiveram tempo de internaçäo entre 0 e 7 dias, onde o aleitamento materno predominou. Conclusäo: Os resultados encontrados apontam para a necessidade de alteraçöes nas práticas assistenciais durante o período de internaçäo na UTIN, visando a elevaçäo dos índices de aleitamento materno.
Descritores: Aleitamento Materno
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Substitutos do Leite Humano
Leite Humano
Enfermagem Pediátrica
Hospitais Universitários
Recém-Nascido de Baixo Peso
-Desmame
Estudos Retrospectivos
Tempo de Internação
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Responsável: BR11.1 - Biblioteca


  8 / 583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-978557
Autor: Román Collazo, Carlos Alberto; Cabrera Castro, Verónica; Campoverde, Diego Paul Andrade; García, Mónica Susana Flores.
Título: Alimentación neonatal asociada a sobrepeso y obesidad en niños y adolescentes de Cuenca, Ecuador / Neonatal feeding associated with overweight and obesity in children and adolescents of Cuenca, Ecuador
Fonte: Rev. habanera cienc. méd;17(4):630-640, jul.-ago. 2018. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: La alimentación inadecuada en la etapa neonatal se asocia con la aparición de enfermedades metabólicas en períodos ontogenéticos posteriores. Objetivo: Asociar la lactancia materna y el destete con el sobrepeso y obesidad en niños y adolescentes de la Unidad Educativa César Dávila Andrade, Cuenca, Ecuador, en el período de octubre de 2016 a marzo de 2017. Materiales y Métodos: Se realizó un estudio observacional de tipo descriptivo durante el período noviembre 2016 a enero 2017 en el Cantón Cuenca, provincia Azuay, Ecuador. El muestreo probabilístico por conglomerados de iguales proporciones seleccionó 137 niños y adolescentes entre 5 y 18 años de edad. Se aplicó un cuestionario que recogió datos sociodemográficos, de lactancia materna y destete. Se realizaron mediciones de peso y talla, y el cálculo del índice de Masa Corporal. Se procesaron los datos mediante estadística descriptiva (media y desviación estándar), inferencial (Prueba T y X2) y correlaciones bivariada (X2, odds ratio) y multivariada (regresión logística binaria) mediante SPSS 23.0. Resultados: La lactancia materna por menos de 6 meses, la introducción de alimentos de manera temprana y la actividad física leve incrementan el riesgo de sobrepeso y obesidad en más de 3 veces cada una en niños y adolescentes. Conclusiones: La lactancia materna y el destete están asociadas al sobrepeso y obesidad desde etapas tempranas del desarrollo humano. El valor explicativo que tienen en niños y adolescentes es relevante, y sugiere su empleo en programas educativos y preventivos en salud(AU)

Introduction: Inadequate feeding in the neonatal stage is associated with the appearance of metabolic diseases in further ontogenetic periods. Objective: To associate breastfeeding and weaning with overweight and obesity in children and adolescents in the Educational Unit César Dávila Andrade in the Cuenca region, Ecuador, from October 2016 to March 2017. Material and Methods: A descriptive, associative, and empirical study was conducted during the period of November 2016 - January 2017 in Cuenca, province of Azuay, Ecuador. The probability sampling by conglomerates of equal proportions selected 137 children and adolescents from 5 to 18 years of age. A questionnaire that collected sociodemographic data about breastfeeding and weaning was applied. Measurements of weight and height were made, as well as the calculation of the Body Mass Index. The data were processed by descriptive statistics (mean, standard deviation); inferential statistics (T Test, X2); bivariate correlations (X2, odds ratio), and binary logistic regression, using SPSS 23.0. Results: Breastfeeding for less than six months, the introduction of food at an early stage of the life, and mild physical activity are factors that increase the risk of overweight and obesity more than 3 times in children and adolescents. Conclusions: Breastfeeding and weaning are associated with overweight and obesity from early stages of human development. The explanatory value that children and adolescents have is relevant, suggesting its implementation in educational and preventive health programs(AU)
Descritores: Aleitamento Materno/efeitos adversos
Transtornos da Nutrição do Lactente/metabolismo
Obesidade Pediátrica/complicações
Metabolismo/fisiologia
Atividade Motora
-Desmame
Epidemiologia Descritiva
Equador
Estudo Observacional
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  9 / 583 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1019735
Autor: Bauer, Débora Fernanda Vicentini; Ferrari, Rosângela Aparecida Pimenta; Cardelli, Alexandrina Aparecida Maciel; Higarashi, Ieda Harumi.
Título: Orientação profissional e aleitamento materno exclusivo: um estudo de coorte / Orientación profesional y amamantamiento materno exclusivo: un estudio de cohorte / Professional guidance and exclusive breastfeeding: a cohort study
Fonte: Cogitare enferm;24:e56532, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: analisar a orientação sobre amamentação durante a assistência gravídico-puerperal e o desfecho no aleitamento materno exclusivo. Método: estudo de coorte prospectivo, de julho de 2013 a fevereiro de 2015, em município da região norte do Paraná com 300 puérperas e respectivos filhos. Os dados foram analisados por frequência, razão de prevalência e regressão e regressão de Poisson considerando significância de 5% (p=0,05). Resultados: a orientação foi relatada em 52,3% dos pré-natais, 65,7% das salas de parto, 83% dos alojamentos conjuntos, 32% dos retornos puerperais e 38,6% das puericulturas. Apenas 22,3% mantiveram aleitamento materno exclusivo, média 3,44 meses (DP=2,1). A orientação na puericultura apresentou efeito protetor contra o desmame precoce (p=0,004), mas foi insuficiente nas diversas fases da assistência gravídico-puerperal. Conclusão: o estudo contribuiu para identificar que a orientação profissional para promoção do aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida não atende às recomendações ministeriais para que se reduza o desmame precoce.

RESUMEN: Objetivo: analizar la orientación acerca del amamantamiento durante la atención al embarazo y puerperio, así como su reflejo en el amamantamiento materno exclusivo. Método: estudio de cohorte prospectivo, hecho de julio de 2013 a febrero de 2015, en municipio de la región norte de Paraná con 300 puérperas y sus respectivos hijos. Se analizaron los datos por frecuencia, razón de prevalencia y regresión y regresión de Poisson considerando significancia de 5% (p=0,05). Resultados: se relató la orientación en 52,3% de los prenatales, 65,7% de las salas de parto, 83% dos habitaciones conjuntas, 32% de las consultas de retornos de puérperas y 38,6% de las puericulturas. Solamente 22,3% mantuvieron amamantamiento materno exclusivo, media 3,44 meses (DP=2,1). La orientación en la puericultura presentó efecto protector contra el destete prematuro (p=0,004), pero fue insuficiente en las diversas fases de la atención del embarazo y puerperio. Conclusión: el estudio contribuyó para identificar que la orientación profesional para promoción del amamantamiento materno exclusivo hasta el sexto mes de vida no atiende a las recomendaciones ministeriales para que se reduzca el destete precoz.

ABSTRACT Objective: To analyze guidance on breastfeeding provided by health services to women during pregnancy and the postpartum period and its effect on exclusive breastfeeding. Method: Prospective cohort study conducted from July 2013 to February 2015, in a city in the northern region of the state of Paraná with 300 postpartum women and their children. Data were analyzed by frequency, prevalence ratio and regression and Poisson regression considering a significance of 5% (p = 0.05). Results: Guidance on breastfeeding was reported in 52.3% of prenatal consultations, 65.7% of delivery rooms, 83% of rooming-in facilities, 32% of postpartum follow-up appointments, and 38.6% of childcare appointments. Only 22.3% maintained exclusive breastfeeding, mean 3.44 months (SD = 2.1). The guidance provided during childcare appointments in primary care had a protective effect against early weaning (p = 0.004), but was not sufficient at the various stages of pregnancy and postpartum care. Conclusion: The study helped identify that professional guidance for the promotion of exclusive breastfeeding of infants in the first six months of life does not meet the recommendations of the Brazilian Ministry of Health to reduce early weaning.
Descritores: Aleitamento Materno
Pessoal de Saúde
Assistência à Saúde
-Orientação
Desmame
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico


  10 / 583 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013105
Autor: Barbosa, Gessandro Elpídio Fernandes; Pereira, Janeide M; Soares, Marianne S; Pereira, Luciana Barbosa; Pinho, Lucinéia; Caldeira, Antônio Prates.
Título: Initial difficulties with breastfeeding technique and the impact on duration of exclusive breastfeeding / Dificuldades iniciais com a técnica da mamada e impacto na duração do aleitamento materno exclusivo
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);18(3):517-526, July-Sept. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: the present study aimed to evaluate the influence of initial difficulties in breastfeeding on duration of exclusive breastfeeding. Methods: a prospective study with follow up of nursing mothers and their babies in the first six months of age. The studied population was randomly selected among the Brazilian public health system (SUS, Portuguese acronym) users in three hospitals. The breastfeeding observation protocol was used to collect initial data, which also included socio-demographic, prenatal assistance, delivery care, the postpartum period and the newborn variables. After hospital discharge, data were collected by phone. The multiple regression model was used for statistical analysis. Results: 175 mother-baby binomials were followed. Problems with breasts during the postpartum hospital stay (p= 0.030; OR=2.38; CI95%=1.02-5.48), maternal work outside home (p=0.027; OR=2.12; CI95%=1.03-4.31) and low maternal schooling level (p=0.017; OR=2.13; CI95%=1.10-4.06) were shown to be associated with the early interruption of exclusive breastfeeding before the child has completed 6 months of age. A family income lower than one minimum wage was a protective factor (p=0.048; OR=0.42; CI95%=0.17-0.97). Conclusions: socioeconomic aspects and difficulties in breastfeeding associated with problems with the puerperal breasts stood out as factors which restrict the duration of exclusive breastfeeding.

Resumo Objetivos: avaliar a influência das dificuldades iniciais para amamentar sobre a duração do aleitamento materno exclusivo. Métodos: estudo prospectivo com acompanhamento de binômios mães-lactentes desde o nascimento até os 180 dias após o parto. A seleção do grupo estudado foi realizada de forma aleatória entre usuárias do Sistema Único de Saúde brasileiro, em três hospitais. A ficha de avaliação da mamada foi utilizada para coleta de dados iniciais que incluiu também dados sociodemográficos, da assistência pré-natal, da assistência ao parto, ao puerpério e ao recém-nascido. As informações após alta hospitalar foram obtidas por telefone. Utilizou-se modelo de regressão múltipla para a análise estatística. Resultados: foram acompanhados 175 binômios. A presença de problemas com as mamas na maternidade (p=0,030; OR=2,38; IC95%=1,02-5,48), o trabalho materno fora de casa (p=0,027; OR=2,12; IC95%=1,03-4,31) e o baixo nível de escolaridade materno (p=0,017; OR=2,13; IC95%=1,10-4,06) mostraram-se como fatores associados à interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo antes dos seis meses. A renda familiar menor que um salário mínimo se mostrou como fator de proteção (p=0,048; OR=0,42; IC95%=0,17-0,97). Conclusões: aspectos socioeconômicos e dificuldades para amamentar relacionadas a problemas com a mama puerperal mostraram-se como fatores que restringem a duração da amamentação exclusiva.
Descritores: Desmame
Aleitamento Materno/métodos
Lactação
Período Pós-Parto
Leite Humano
-Cuidado Pré-Natal
Sistema Único de Saúde
Tocologia
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança



página 1 de 59 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde