Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.203.650.283 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 649 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 65 ir para página                         

  1 / 649 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1019475
Autor: Brandão, Bárbara Carolina; Silva, Magali Aparecida Orate Menezes da; Cola, Paula Cristina; Silva, Roberta Gonçalves da.
Título: Relationship between oral transit time and functional performance in motor neuron disease / Relação entre tempo de trânsito oral e desempenho funcional na doença do neurônio motor
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;77(8):542-549, Aug. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Oral phase swallowing impairment in motor neuron disease (MND) is caused by tongue weakness, fasciculation and atrophy, which may compromise oral transit time and total feeding time. Objective: To describe and correlate total oral transit time (TOTT) with functional performance in MND using different food consistencies. Methods: The study was conducted on 20 patients with MND, regardless of type or duration of the disease, of whom nine were excluded due to issues on the videofluoroscopic swallowing images. The remaining 11 patients (nine men and two women) ranged from 31 to 87 years of age (mean: 57 years) with scores on the Penetration Aspiration Scale ranging from ≤ 2 to ≤ 4. The Amyotrophic Lateral Sclerosis Functional Rating Scale - revised questionnaire was applied to classify individuals according to global, bulbar and bulbar/respiratory parameters. Videofluoroscopy of swallowing using 5ml of different consistencies was performed and a quantitative temporal analysis of the TOTT was carried out with the aid of specific software. Results: There was a wide variation in the TOTT within the same food consistency among MND patients. There was a correlation between the TOTT and overall functional performance for the thickened liquid consistency (r = −0.691) and between the TOTT and bulbar performance for the pureed consistency (r = −0.859). Conclusion: Total oral transit time in MND varies within the same food consistency and the longer the TOTT, regardless of food consistency, the lower the functional performance in MND.

RESUMO O comprometimento na fase oral da deglutição na doença do neurônio motor (DNM) é ocasionado por fraqueza, fasciculação e atrofia de língua, podendo comprometer o tempo de trânsito oral (TTO) e o tempo total de alimentação. Objetivo: Descrever e relacionar o tempo de trânsito oral total (TTOT) com o desempenho funcional na DNM em distintas consistências de alimento. Métodos: Participaram 20 indivíduos com DNM, independente do tipo ou tempo de doença. Foram incluídos 11 indivíduos, nove homens e duas mulheres, faixa etária de 31 a 87 anos (média de idade de 57 anos) e com Penetration Aspiration Scale (Rosenbek et al., 1996) de ≤ 2 a ≤ 4. Foram excluídos nove indivíduos por questões técnicas relacionadas às imagens videofluoroscópicas de deglutição. Aplicado o questionário Amyotrophic Lateral Sclerosis Functional Rating Scale - revised para classificação dos indivíduos de acordo com parâmetros Global, Bulbar e Bulbar/Respiratório. Realizada videofluoroscopia da deglutição com diferentes consistências de alimento no volume de cinco ml e análise quantitativa do TTOT por meio de software específico. Resultados: Houve ampla variação no TTOT dentro da mesma consistência de alimento na DNM. Houve correlação entre o TTOT e o desempenho funcional global na consistência líquida espessada (r = −0,691) e para o TTOT e o desempenho bulbar na pastosa (r = −0,859). Conclusão: O tempo de trânsito oral total na DNM varia dentro da mesma consistência de alimento e quanto mais longo o TTOT, independente da consistência do alimento, menor foi o desempenho funcional na DNM.
Descritores: Paralisia Bulbar Progressiva/fisiopatologia
Transtornos de Deglutição/fisiopatologia
Deglutição/fisiologia
Ingestão de Alimentos/fisiologia
Desempenho Físico Funcional
Esclerose Amiotrófica Lateral/fisiopatologia
-Paralisia Bulbar Progressiva/complicações
Valores de Referência
Fatores de Tempo
Bebidas
Transtornos de Deglutição/etiologia
Análise de Variância
Alimentos
Esclerose Amiotrófica Lateral/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 649 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-870262
Autor: Ferrari, Ariana.
Título: Associação do folato e vitaminas envolvidas no ciclo docarbono-1 com polimorfismos no gene metilenotetrahidrofolatoredutase (MTHFR) e metilação global do DNA em pacientes com câncercolorretal / Association of folate and vitamins involved in the one-carbon cycle with polymorphisms in the methylenetetrahydrofolate reductase (MTHFR) gene and global DNA methylation in patients with colorectal cancer.
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 109 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Antônio Prudente para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: Folato, vitamina B2, vitamina B6, vitamina B12, colina e betaína são nutrientes envolvidos no ciclo do carbono-1 que podem alterar os níveis de metilação do DNA e influenciar na gênese e/ou progressão tumoral. Objetivo: Avaliar a associação de folato e vitaminas envolvidas no ciclo do carbono-1 com polimorfismos no gene MTHFR e metilação global do DNA em pacientes com câncer colorretal. Material e Métodos: 189 pacientes casos novos com adenocarcinoma colorretal responderem a um questionário de avaliação clínica e um Questionário de Frequência Alimentar (QFA) validado para pacientes com câncer de cólon e reto. Foram coletadas amostras de sangue para a avaliação dos polimorfismos no gene MTHFR da metilação global do DNA no sangue e no tumor. Resultados: Os valores de folato sérico foram correlacionados positivamente com o equivalente dietético de folato total (DFE total) (rho= 0,51 e p= 0.03) e com a metilação global do DNA (rho= 0,20 e p= 0.03). Indivíduos com idade igual ou superior a 61 anos (p= 0.01), em estadiamento clínico-patológico III e IV (p= 0.01) e com genótipos homozigotos mutados + heterozigotos para o gene MTHFR A1298C apresentaram maiores níveis de metilação global do DNA (p= 0.04). A associação entre a ingestão dietética de folato, folato sérico e estadiamento do tumor foram preditoras da metilação global do DNA no sangue dos pacientes. Conclusão: Os níveis de folato sérico e dietético, além do estadiamento clínico-patológico podem influenciar no status de metilação do DNA.

Introduction: Folate, vitamin B2, vitamin B6, vitamin B12, choline and betaine are nutrients involved in the one-carbon cycle that can alter the levels of DNA methylation and influence the genesis and/or tumor progression. Objective: Evaluate the association of folate and vitamins involved in the one-carbon cycle and MTHFR polymorphisms in global DNA methylation in patients with colorectal cancer gene. Material and Methods: 189 new cases with colorectal adenocarcinoma answering a clinical evaluation questionnaire and the Food Frequency Questionnaire (FFQ) validated for patients with colon and rectal cancer. Blood samples were collected for evaluation of MTHFR gene polymorphisms in the global DNA methylation in blood and in tumor. Results: The values for serum folate were positively correlated with the equivalent total dietary folate (total DFE) (rho = 0.51, p = 0:03) and the global DNA methylation (rho = 0.20, p = 0:03). Individuals aged over 61 years (p = 0.01) in staging clinicopathological III and IV (P = 0.01) and with + heterozygous mutated homozygous genotypes for the MTHFR A1298C gene had higher levels of global DNA methylation (p = 0:04). The association between dietary intake of folate, serum folate, and tumor stage were predictive of global DNA methylation in patients' blood. Conclusion: The levels of serum and dietary folate, the clinical-pathological staging can influence the status of DNA methylation.
Descritores: Neoplasias Colorretais
Riboflavina
VITAMINA B ABETALIPOPROTEINEMIA
VITAMINA B ABDOMEN, ACUTE
Ácido Fólico
Ácidos Pteroilpoliglutâmicos
-Ingestão de Alimentos
Inquéritos e Questionários
Metionina
Recomendações Nutricionais
Limites: Humanos
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  3 / 649 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890553
Autor: Silva, Vladimir Schuindt da; Souza, Israel; Silva, Diego Augusto Santos; Barbosa, Aline Rodrigues; Fonseca, Maria de Jesus Mendes da.
Título: Evolução e associação do IMC entre variáveis sociodemográficas e de condições de vida em idosos do Brasil: 2002/03-2008/09 / Trends and association of BMI between sociodemographic and living conditions variables in the Brazilian elderly: 2002/03-2008/09
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(3):891-901, Mar. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo foi descrever a evolução de curto prazo do índice de massa corporal (IMC) e analisar a associação entre este e variáveis sociodemográficas e de percepção familiar sobre a suficiência e o tipo dos alimentos consumidos em idosos brasileiros de ambos os sexos. Utilizaram-se dados das Pesquisas de Orçamentos Familiares (POF) coletados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2002/03 e em 2008/09. As prevalências de sobrepeso e obesidade aumentaram, e as de peso adequado e baixo peso diminuíram. Utilizaram-se modelos de regressão multinomial para 2008/09, a fim de analisar a associação entre o IMC e as características sociodemográficas e de percepção familiar sobre a suficiência e o tipo dos alimentos consumidos. Renda e idade se apresentaram mais associadas ao IMC. Sugere-se medidas de prevenção e monitoramento de saúde e nutrição por meio de políticas públicas, considerando a multifatorialidade do excesso de peso em idosos brasileiros.

Abstract This study aimed to describe BMI's short-term trends and analyze the association between the Body Mass Index (BMI) and the sociodemographic variables and variables of family perception of the sufficiency and type of food consumed by Brazilian elderly of both sexes. The authors used data from the Household Budget Surveys (HBS) collected by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) in 2002/03 and 2008/09. The prevalence of overweight and obesity increased, whereas normal and low weight decreased. Multinomial regression models were used for 2008/09 to analyze the association between BMI and sociodemographic variables and variables of family perception of the sufficiency and type of food intake. Income and age were more associated with BMI. We suggest that health and nutrition prevention and monitoring measures be implemented through public policies, considering multifactorial overweight in the Brazilian elderly.
Descritores: Magreza/epidemiologia
Ingestão de Alimentos
Sobrepeso/epidemiologia
Obesidade/epidemiologia
-Política Pública
Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Índice de Massa Corporal
Prevalência
Inquéritos e Questionários
Fatores Etários
Renda
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 649 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-655373
Autor: Alves, José Wesley dos Santos; Soares, Nádia Tavares; Leão, Thelma Celene Saraiva; Diniz, Nadja Agra; Penha, Emanuel Diego dos Santos; Monteiro, Raquel Simões.
Título: Estado nutricional, estilo de vida, perfil socioeconômico e consumo alimentar de comerciários / Nutritional status, lifestyle, socioeconomic profile and food consumption of commercial workers
Fonte: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) = Braz. j. health promot;25(2 Supl):40-50, jun. 2012. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Caracterizar o estado nutricional, histórico de doenças crônicas, o estilo de vida e perfil socioeconômico de comerciários frequentadores de um restaurante social na cidade de Fortaleza-CE, Brasil. Métodos: A amostragem se deu por conveniência, sendo composta por 156 indivíduos, 71 (45,5%) homens, 85 (54,5%) mulheres, com idade entre 19 e 59 anos. As variáveis analisadas foram: peso, altura, índice de massa corporal, circunferência da cintura, histórico de doenças crônicas; etilismo, tabagismo e atividade física; perfil socioeconômico; consumo alimentar de parte da amostra. Avaliou-se a adequação do consumo com base nas Dietary Reference Intakes e exigências nutricionais do Programa de Alimentação do Trabalhador. Resultados: Observaram-se prevalências elevadas de sobrepeso 49 (31,4%) e obesidade 18 (11,5%), alto índice de sedentarismo 109 (69,9%) e consumo de álcool semanal por 27 (17,4%). 111 (71,2%) indivíduos cursaram até o ensino médio; 104 (66,7%) pertenciam à classe econômica C. 136 (87,2%) não apresentaram histórico pessoal de doenças crônicas ou tabagismo. A avaliação da ingestão alimentar revelou adequação em macronutrientes, fibras, gorduras saturadas e micronutrientes, com sódio excessivo. Conclusão: Caracterizouse o estado nutricional como sendo de alta prevalência de sobrepeso e obesidade, associado a uma elevada adiposidade abdominal; estilo de vida sedentário, com etilismo; e perfil socioeconômico predominantemente C1 e C2. Apesar de o presente estudo apresentar ingestão adequada de micro e macronutrientes, o consumo calórico é excessivo, com base no perfil de inatividade física e excesso de peso.

Objective: Characterize the nutritional status, lifestyle, socioeconomic profile and food consumption of commercial workers customers of a social restaurant in Fortaleza-CE, Brazil. Methods: The convenience sample consisted of 156 individuals, 71 (45.5%) men and 85 (54.5%) women, aged between 19 and 59 years. The variables analyzed were: weight, height, body mass index, waist circumference, history of chronic diseases, alcoholism, smoking and physical activity, family income, education and food intake of a subsample. The adequacy of consumption was assessed by observing the recommendations of the Dietary Reference Intakes (DRI) and nutritional requirements of the Workers? Food Program. Results: We observed high prevalence of overweight 49 (31.4%) and obesity 18 (11.5%), high rate of physical inactivity 109 (69.9%). Alcohol is often consumed weekly by 27 (17.4%). 111 (71.2%) of individuals studied until high school; and 104 (66.7%) belonged to socioeconomic class C. 136 (87,2%) showed no personal history of chronic diseases, or practice of smoking. Dietary intake adequacy revealed adequacy for macronutrients, fiber, saturated fats and micronutrients, with excessive sodium intake. Conclusion: Nutritional status was characterized as high prevalence of overweight and obesity, associated with a high abdominal adiposity, sedentary lifestyle, alcohol consumption and socioeconomic profile predominantly C1 and C2. Although the present study shows an adequate intake of micronutrients and macronutrients, there are excessive caloric intake, based on profile of physical inactivity and overweight.
Descritores: Avaliação Nutricional
Saúde do Trabalhador
Ingestão de Alimentos
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  5 / 649 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1157385
Autor: Pinheiro Larissa Angelo; Carvalho Sampaio Helena Alves de; Ferreira Carioca Ant¶nio Augusto; Melo Portela Clarissa Lima de; Dantas Sabry Maria OlganÛ; Uch¶a Passos Tatiana; Pereira de Melo Maria Luísa; Barbosa Pereira Isabella.
Título: AssociaþÒo entre índice glicÛmico e carga glicÛmica dietéticos e doenþa hepática gordurosa nÒo alcoólica em idosos / [Relationship between dietary glycemic index and glycemic load and nonalcoholic fatty liver disease in elderly].
Fonte: Acta gastroenterol. latinoam;43(3):206-11, 2013 Sep.
Idioma: es.
Resumo: OBJECTIVE: To investigate if there is an association between glycemic index (GI) and glycemic load (GL) of the diet and the presence of nonalcoholic fatty liver disease (NAFLD) in the elderly. METHODS: Retrospective study, composed of 229 patients seen at the Outpatient Clinic of Arterial Hyperten- sion in a public hospital, 103 carriers and 126 noncarriers of NAFLD. Food intake was analyzed to GI and GL. RESULTS: We found a high prevalence of inadequate dietary GI, with an average of 62.0 +/- 6.3 among patients with NAFLD and 62.5 +/- 6.5 among patients without NAFLD. The same occurred with the GL, 101.7 +/- 33.3 and 101.4 +/- 40.2, respectively, between carriers and noncarriers of the disease. There was no statistical difference between the values of GI and GL found in the diet of patients with and without NAFLD. CONCLUSION: In the evaluated group there was no association between GI and GL dietetic with NAFLD, but the findings put all of the patients at higher risk for the development of chronic diseases.
Descritores: Comportamento Alimentar
Diabetes Mellitus/sangue
Fígado Gorduroso/etiologia
Glicemia/análise
Ingestão de Alimentos
-Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Feminino
Fígado Gorduroso/sangue
Hepatopatia Gordurosa não Alcoólica
Humanos
Idoso
Masculino
Índice Glicêmico
Tipo de Publ: Resumo em Inglês
Artigo de Revista
Research Support, Non-U.S. Gov't
Research Support, Non-U.S. Gov't
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: AR5.1 - Centro de Gestión del Conocimiento y las Comunicaciónes


  6 / 649 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-838663
Autor: Silveira, Erika Aparecida da; Vieira, Liana Lima; Jardim, Thiago Veiga; Souza, Jacqueline Danesio de.
Título: Obesity and its Association with Food Consumption, Diabetes Mellitus, and Acute Myocardial Infarction in the Elderly / Obesidade em Idosos e sua Associação com Consumo Alimentar, Diabetes Mellitus e Infarto Agudo do Miocárdio
Fonte: Arq. bras. cardiol;107(6):509-517, Dec. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: Obesity affects a large part of elderly individuals worldwide and is considered a risk predictor for the development of chronic diseases such as cardiac diseases, the leading causes of death in the elderly population. Objective: To investigate the prevalence of obesity and associated factors, with emphasis on the occurrence of other diseases and on food consumption in elderly individuals treated at the Brazilian Unified Health System (Sistema Único de Saúde, SUS). Methods: Cross-sectional sampling study performed in the city of Goiânia (Brazil) including elderly individuals (≥ 60 years) receiving primary care. During home visits, we performed anthropometric measurements and applied a structured, standardized, and pre-tested questionnaire assessing socioeconomic, demographic and lifestyle conditions, occurrence of diseases, and food consumption. We performed multiple Poisson regression analysis using a hierarchical model and adopting a significance level of 5%. Results: We evaluated 418 elderly patients with a mean age of 70.7 ± 7 years. Their body mass indices had a mean value of 27.0 kg/m2 and were higher in women than in men (27.4 kg/m2 versus 26.1 kg/m2, respectively, p = 0.017). Obesity had a prevalence of 49.0%, a risk 1.87 times higher between the ages of 60-69 years and 70-79 years, and a rate 1.4 times higher among individuals with more than four morbidities. On multivariate analysis, the factors associated with obesity were age 60-69 and 70-79 years, inadequate consumption of whole-wheat grains and adequate consumption of fruit, musculoskeletal diseases, diabetes mellitus, and acute myocardial infarction. Conclusions: Obesity had a high prevalence in the evaluated elderly population and was associated with food consumption, musculoskeletal disease, diabetes mellitus, and acute myocardial infarction.

Resumo Fundamento: A obesidade atinge uma grande parcela de idosos em todo o mundo e é considerada preditora de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas, como as doenças cardíacas, as principais causas de óbito na população idosa. Objetivo: Investigar a prevalência de obesidade e fatores associados, com ênfase na presença de outras doenças e no consumo alimentar, em idosos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Métodos: Estudo transversal, por amostragem, realizado no município de Goiânia, Brasil. Foram incluídos idosos (≥ 60 anos) atendidos na rede de atenção básica. Durante visitas domiciliares, foram realizadas medidas antropométricas e aplicação de questionário estruturado, padronizado e pré-testado sobre condições socioeconômicas, demográficas, estilo de vida, presença de doenças e consumo alimentar. Realizou-se regressão de Poisson múltipla a partir de um modelo hierárquico, adotando-se um nível de significância de 5%. Resultados: Foram avaliados 418 idosos com idade média de 70,7 ± 7 anos. O índice de massa corporal apresentou um valor médio de 27,0 kg/m2 e esteve mais elevado nas mulheres do que nos homens (27,4 kg/m2 x 26,1 kg/m2, respectivamente, p = 0,017). A obesidade teve prevalência de 49,0%, risco 1,87 vezes maior entre as idades de 60-69 anos e 70-79 anos, e taxa 1,4 vezes maior nos indivíduos com mais de quatro morbidades. Em análise multivariada, os fatores associados à obesidade foram idade de 60-69 e 70-79 anos, consumo inadequado de cereais integrais e adequado de frutas, doenças osteomusculares, diabetes mellitus e infarto agudo do miocárdio. Conclusões: A obesidade teve elevada prevalência na população idosa estudada e esteve associada com consumo alimentar, doença osteomuscular, diabetes mellitus e infarto agudo do miocárdio.
Descritores: Diabetes Mellitus/fisiopatologia
Diabetes Mellitus/epidemiologia
Ingestão de Alimentos/fisiologia
Infarto do Miocárdio/fisiopatologia
Infarto do Miocárdio/epidemiologia
Obesidade/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Ingestão de Energia/fisiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Fatores Etários
Doenças Musculoesqueléticas/fisiopatologia
Doenças Musculoesqueléticas/epidemiologia
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Comportamento Alimentar/fisiologia
Comportamento Sedentário
Obesidade/fisiopatologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 649 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Rombaldi, Airton José
Texto completo
Id: biblio-952719
Autor: Bubolz, Caren Taiane Radtke; Rombaldi, Airton José; Gonzales, Nicole Gomes; Azevedo, Mario Renato; Madruga, Samanta Winck.
Título: Consumo alimentar conforme o tipo de alimentação consumida em escolas de zona rural no Sul do Brasil / Food intake according to the type of food consumed in schools in a rural area in southern Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(8):2705-2712, Aug. 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Objetivou-se avaliar o consumo alimentar de escolares conforme o tipo de alimentação consumida em escolas de zona rural. Trata-se de um estudo transversal realizado com adolescentes de 12 escolas públicas rurais de Canguçu/RS. A investigação está vinculada à intervenção "Educação Física +: Praticando Saúde na Escola". O consumo alimentar foi avaliado pelos marcadores do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional. A variável independente principal foi o tipo de alimentação consumida (trazida de casa, fornecida gratuitamente e/ou comprada na escola). Foi utilizada a estatística descritiva e o teste de Qui-quadrado com nível de significância de p < 0,05. Participaram do estudo 526 escolares, 51,3% do sexo feminino e 88,0% que consumiram a alimentação gratuita. Entre 15-31% dos adolescentes consumiram mais de três dias na semana anterior alimentos considerados não saudáveis. Os escolares que relataram levar lanche de casa para a escola consumiram com maior frequência salada crua, frutas frescas ou salada de frutas, bolachas/biscoitos salgados e salgadinhos de pacote e refrigerante. Concluiu-se que o consumo de alimentos saudáveis entre os escolares da zona rural foi baixo e intervenções são necessárias a fim de melhorar o quadro atual de práticas inadequadas de alimentação.

Abstract The scope of the article was to evaluate food consumption according to the type of food consumed in rural schools. A cross-sectional descriptive study was conducted among adolescents enrolled in 12 rural public schools in Canguçu in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The research was linked to the intervention named "Physical Education +: Practicing Health in School." Dietary intake was evaluated using consumption markers from the Brazilian Food and Nutrition Surveillance System. The main independent variable was the type of food consumed at school (brought from home, provided by the school free of charge and/or purchased at school). Descriptive statistics and the Chi-square test were used and the significance level was p<0.05. The study enlisted 526 students, 51.3% female and 88.0% consuming food free of charge. From 15% to 31% of adolescents consumed foods considered unhealthy for more than three days in the preceding week. Students who reported taking a snack to school consumed raw salad, fresh fruit or fruit salad, biscuits/crackers and packet snacks and soft drinks more frequently. It was concluded that the consumption of healthy foods among schoolchildren in rural areas was low and interventions are needed to improve the current situation of inadequate feeding practices.
Descritores: População Rural/estatística & dados numéricos
Estudantes/estatística & dados numéricos
Ingestão de Alimentos
Comportamento Alimentar
-Instituições Acadêmicas
Brasil
Estudos Transversais
Lanches
Preferências Alimentares
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 649 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-984212
Autor: Sousa, Bárbara Cabral de; Medeiros, Danielle Souto de; Curvelo, Maria Helena dos Santos; Silva, Etna Kaliane Pereira da; Teixeira, Camila Silveira Silva; Bezerra, Vanessa Moraes; Souzas, Raquel; Leite, Álvaro Jorge Madeiro.
Título: Hábitos alimentares de adolescentes quilombolas e não quilombolas da zona rural do semiárido baiano, Brasil / Eating behavior of quilombola and non-quilombola adolescents from the rural area of the semiarid region of the state of Bahia, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(2):419-430, Feb. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste artigo é descrever o consumo e o comportamento alimentar de adolescentes quilombolas e não quilombolas da zona rural do sudoeste baiano. Estudo transversal com 390 adolescentes de 10 a 19 anos em 2015, utilizando questionário adaptado da PeNSE e PNS. O consumo alimentar foi avaliado pela frequência nos últimos 7 dias de alimentos marcadores de alimentação saudável e não saudável. Realizar o desjejum foi marcador de comportamento saudável e, realizar refeição enquanto assistia TV, de não saudável. Foi realizada distribuição de frequências e as diferenças entre os grupos quilombola e não quilombola foram testadas com qui-quadrado. A razão de prevalência (RP) estimou a associação do consumo e comportamento alimentar e as variáveis de interesse. Observou-se baixo consumo de frutas (30,8%), hortaliças (44,3%) e leite (24,4%). Quando comparados, os quilombolas tiveram consumo de feijão maior (RP = 1,11), entretanto, o consumo de hortaliças (RP = 0,73), frutas (RP = 0,67) e leite (RP = 0,68) foi inferior ao dos não quilombolas. Recomendam-se políticas públicas voltadas à assistência nutricional, específicas aos adolescentes rurais, uma vez que os maus hábitos alimentares podem permanecer ao longo da vida e levar a condições precárias de saúde.

Abstract The scope of this article is to describe the food consumption and eating behavior of quilombola and non-quilombola adolescents from the rural area of Southwest Bahia. A cross-sectional study with 390 adolescents aged 10 to 19 years was conducted in 2015, using an adapted PeNSE and PNS questionnaire. Food consumption was assessed by the frequency of healthy and unhealthy food markers in the previous 7 days. Eating breakfast was used as a marker of healthy eating behavior and having meals while watching TV as being unhealthy. Frequency distribution was carried out and the differences between quilombola and non-quilombola groups were assessed using the chi-square test. The prevalence ratio (PR) estimated the association of food consumption and eating behavior and the variables of interest. Low fruit consumption (30.8%), vegetables (44.3%) and milk (24.4%) was observed. Comparison between the groups revealed lower consumption of vegetables (PR = 0.73), fruit (PR = 0.67) and milk (PR = 0.68) among quilombola than among non-quilombola adolescents. Public policies targeted at nutritional assistance specific to rural adolescents are recommended, since bad eating habits can prevail throughout life and lead to poor health conditions.
Descritores: População Rural/estatística & dados numéricos
Grupos Étnicos/estatística & dados numéricos
Ingestão de Alimentos/etnologia
Comportamento Alimentar/etnologia
-Política Pública
Verduras
Brasil
Prevalência
Estudos Transversais
Leite
Frutas
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 649 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-989598
Autor: Silva, Danielle Cristina Guimarães da; Segheto, Wellington; Amaral, Fernanda Cristina da Silva; Reis, Nínive de Almeida; Veloso, Ghéssica Santana Silva; Pessoa, Milene Cristine; Novaes, Juliana Farias de; Longo, Giana Zarbato.
Título: Consumo de bebidas açucaradas e fatores associados em adultos / Consumption of sweetened beverages and associated factors in adults
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(3):899-906, mar. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar o consumo regular de bebidas açucaradas e sua associação com aspectos sociodemográficos e comportamentais de adultos de uma cidade do sudoeste brasileiro. Trata-se de um estudo de base populacional com 1226 adultos de 20 a 59 anos, residentes na zona urbana do município de Viçosa-MG. Foi aplicado um questionário estruturado para medir as condições sociodemográficas e comportamentais. O consumo de bebidas açucaradas foi classificado como regular quando a frequência de ingestão foi igual ou superior a cinco vezes por semana. O consumo regular de bebidas açucaradas foi superior em homens e mulheres com idade entre 20 e 29 anos (p < 0,01). Homens com hábito de realizar refeições em frente à televisão (p = 0,03) e mulheres insatisfeitas com seu peso (p = 0,03) apresentaram maior consumo regular de bebidas açucaradas. Conclui-se que os indivíduos de maior idade apresentaram menor consumo regular de bebidas açucaradas e este consumo esteve associado a comportamentos obesogênicos, como o hábito em realizar refeições em frente à televisão, e em indivíduos insatisfeitos com o peso corporal.

Abstract The aim of this study was to evaluate the regular consumption of sweetened beverages and its association with sociodemographic and behavioral aspects in a city in the southwest of Brazil. It involves is a population-based study of 1,226 adults aged 20 to 59 living in the urban area of the municipality of Viçosa in the state of Minas Gerais. A structured questionnaire to measure sociodemographic and behavioral conditions was applied. The consumption of sweetened beverages was considered regular when the frequency of consumption was five or more times a week. Regular consumption of sweetened beverages was higher in men and women aged between 20 and 29 years (p < 0.01). Men with the habit of eating meals in front of the television (p = 0.03) and women dissatisfied with their weight (p = 0.03) consumed greater regular amounts of sweetened beverages. The conclusion reached is that older individuals showed less regular consumption of sweetened beverages and that the consumption of same was associated with obesogenic behaviors, such as the habit of eating meals in front of the television and among individuals dissatisfied with their body weight.
Descritores: Satisfação Pessoal
Edulcorantes
Bebidas/estatística & dados numéricos
Ingestão de Alimentos
-Peso Corporal
Brasil
Fatores Sexuais
Inquéritos e Questionários
Fatores Etários
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 649 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011824
Autor: Ferreira, Raphaela Costa; Vasconcelos, Sandra Mary Lima; Santos, Ewerton Amorim dos; Padilha, Bruna Merten.
Título: Consumo de alimentos preditores e protetores de risco cardiovacular por hipertensos do estado de Alagoas, Brasil / Evaluation of consumption of food and predictors of cardiovascular risk in hypertensive protectors of the State of Alagoas, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(7):2419-2430, jul. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente artigo teve como objetivo avaliar o consumo de alimentos protetores e preditores de risco cardiovascular (CV) e sua relação com fatores de risco cardiovascular (FRCV) por hipertensos do estado de Alagoas. Estudo transversal, de base populacional, com 655 adultos, hipertensos, de ambos os sexos, estudados no período de 2013 a 2016. O consumo alimentar foi avaliado por um questionário de frequência alimentar validado com mensuração convertida em escores e os alimentos foram divididos em três grupos: I - processados/preditores de risco CV; II - ultraprocessados/maiores preditores de risco CV; III - alimentos in natura ou minimamente processados/protetores de risco CV. Foram também analisadas variáveis socioeconômicas, demográficas, bioquímicas, clínicas e antropométricas. Os escores de consumo dos grupos de alimentos I, II e III foram, respectivamente, 0,11; 0,13 e 0,24 (p = 0,001). O consumo de alimentos processados se correlacionou positivamente com o colesterol sérico elevado (p = 0,045) e negativamente com a idade (p = 0,001); já o de alimentos ultraprocessados correlacionou-se com o sedentarismo (p = 0,01). Assim, observou-se relação entre o consumo de alimentos preditores de risco CV com sedentarismo e colesterol elevado, refletindo a necessidade de ações de educação nutricional.

Abstract The present article aimed to evaluate the consumption of protective foods and predictors of cardiovascular (CV) risk and its relationship with cardiovascular risk factors (CVRF) by hypertensive individuals in the state of Alagoas. A population-based cross-sectional study was carried out from 2013 to 2016 with 655 hypertensive adults of both sexes. Food consumption was assessed by a validated food frequency questionnaire with measurements converted to scores and the foods were divided into three groups: I - processed foods/CV risk predictors; II - ultraprocessed foods/higher CV risk predictors; III - in natura or minimally processed foods/ CV risk protectors. Socioeconomic, demographic, biochemical, clinical and anthropometric variables were also analyzed. The consumption scores of food groups I, II and III were, respectively, 0.11; 0.13 and 0.24 (p = 0.001). The consumption of processed foods was correlated positively with high blood cholesterol (p = 0.045) and negatively with age (p = 0.001); while that of ultraprocessed foods was correlated with the sedentary lifestyle (p = 0.01). Thus, it was observed a relationship between the consumption of CV risk predictors foods with high blood cholesterol and sedentary lifestyle, reflecting the need for nutricional education actions.
Descritores: Doenças Cardiovasculares/epidemiologia
Ingestão de Alimentos
Fast Foods/estatística & dados numéricos
Hipertensão/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Doenças Cardiovasculares/etiologia
Colesterol/sangue
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Fatores de Risco
Fatores Etários
Comportamento Sedentário
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 65 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde