Base de dados : LILACS
Pesquisa : G07.265.758 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 35 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 35 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-792452
Autor: Gaspar, Neide Kalil; Aidé, Márcia Kalil.
Título: Atopic dermatitis: allergic dermatitis or neuroimmune dermatitis?
Fonte: An. bras. dermatol;91(4):479-488, July-Aug. 2016. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract: Advances in knowledge of neurocellulars relations have provided new directions in the understanding and treatment of numerous conditions, including atopic dermatitis. It is known that emotional, physical, chemical or biological stimuli can generate more accentuated responses in atopic patients than in non-atopic individuals; however, the complex network of control covered by these influences, especially by neuropeptides and neurotrophins, and their genetic relations, still keep secrets to be revealed. Itching and airway hyperresponsiveness, the main aspects of atopy, are associated with disruption of the neurosensory network activity. Increased epidermal innervation and production of neurotrophins, neuropeptides, cytokines and proteases, in addition to their relations with the sensory receptors in an epidermis with poor lipid mantle, are the aspects currently covered for understanding atopic dermatitis.
Descritores: Neuroimunomodulação/fisiologia
Dermatite Atópica/etiologia
Dermatite Atópica/fisiopatologia
Hipersensibilidade/fisiopatologia
-Queratinócitos/fisiologia
Fator de Crescimento Neural/fisiologia
Dermatite Atópica/imunologia
Ilustração Médica
Limites: Seres Humanos
Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1023526
Autor: Leckman, James F; Alvarenga, Pedro G de; Ravagnani, Beatriz; Johnson, Isaac N S.
Título: What does immunology have to do with brain development and neuropsychiatric disorders?
Fonte: Rev. med. (Säo Paulo);98(4):241-253, jul.-ago. 2019.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Neural development is an enormously complex and dynamic process. From very early in brain development 'immune cells' play a key role in a number of processes including the formation and refinement of neural circuits, as well as sexual differentiation. There is a growing body of evidence that the immune system also plays an important role in the pathobiology of several neurodevelopmental and neuropsychiatric disorders. Objective: The goal of this article is to review the currently available data concerning the role of the 'immune system' in normal brain development, as well as its role in the pathobiology of neurodevelopmental and neuropsychiatric disorders. Methodology: We conducted a traditional literature search using PubMed and recent special issues of journals to locate relevant review articles. Results: The cellular and molecular processes that make up our 'immune system' are crucial to normal brain development and the formation and maintenance of neural circuits. It is also increasingly evident that the immune system and neuroinflammation play important roles in the pathobiology of at least a subset of individuals with Autism Spectrum Disorder (ASD), schizophrenia, obsessive-compulsive disorder, Tourette syndrome and mood disorders, such as depression, as well as autoimmune and neurodegenerative disorders. Emerging evidence also points to the importance of the 'gut-brain axis' and an individual's microbiome, which can impact an individual's somatic and mental well-being. Conclusions: There are multidirectional interconnections across multiple biological systems in our brains and bodies that are mediated in part by the immune system. At present, however, the 'promise' of this field remains greater than the 'deliverables'. Time will tell whether novel interventions will be developed that will make a positive difference in the care of our patients. It is also possible that valid biomarkers will emerge that will guide a more personalized approach to treatment.

Introdução: O desenvolvimento neural é um processo extremamente complexo e dinâmico. Tao pronto se inicia o desenvolvimento do cérebro, as "células imunológicas" desempenham um papel fundamental em vários processos, incluindo a formação e aperfeiçoamento de circuitos neurais, bem como a diferenciação sexual. Há um crescente corpo de evidências de que o sistema imunológico também desempenha um papel importante na fisiopatologia de diversos transtornos neurodesenvolvimentais e neuropsiquiátricos. Objetivo: O objetivo deste artigo é revisar os dados atualmente disponíveis sobre o papel do "sistema imunológico" em relação ao desenvolvimento normal do cérebro, bem como a fisiopatogenia dos transtornos de neurodesenvolvimento e neuropsiquiátricos. Metodologia: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica tradicional para localizar artigos de revisão relevantes. Resultados: Os processos celulares e moleculares que compõem o nosso "sistema imunológico" são cruciais para o desenvolvimento normal do cérebro e a formação e manutenção de circuitos neurais. É cada vez mais evidente que o sistema imunológico e neuroinflamação desempenham papéis importantes na etiopatogenia de pelo menos um subconjunto de indivíduos com autismo, esquizofrenia, transtorno obsessivo-compulsivo, síndrome de Tourette, depressão e transtornos do humor, bem como distúrbios autoimunes e neurodegenerativos. Evidências emergentes também apontam para a importância do eixo intestino-cerebral e do microbioma de um indivíduo em relação à sua saúde e bem-estar somático e mental. Conclusões: Existem interconexões multidirecionais entre múltiplos sistemas biológicos em nossos cérebros e corpos que são mediados em parte pelo sistema imunológico. No momento, no entanto, a "promessa" desse campo continua sendo maior do que os "resultados finais". O tempo dirá se novas intervenções serão desenvolvidas que farão uma diferença positiva no cuidado de nossos pacientes. Também é possível que surjam biomarcadores válidos que orientarão uma abordagem mais personalizada ao tratamento.
Descritores: Transtorno Autístico
Neuroimunomodulação
Síndrome de Tourette
Microglia
Transtornos do Humor
Transtornos do Neurodesenvolvimento
Transtorno do Espectro Autista
Sistema Imunitário
Imunidade Materno-Adquirida
Transtorno Obsessivo-Compulsivo
-Esquizofrenia
Estresse Psicológico
Citocinas
Depressão
Alergia e Imunologia
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  3 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-774293
Autor: Berbert, Luiz Ricardo.
Título: Interações imunoendócrinas na migração de linfócitos na doença de chagas humana crônica: relação com a cardiopatia / immunendocrine interactions on lymphocyte migration in chronic human chagas disease: relationship to cardiopathy.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2015. xv,71 p. ilus, graf, mapas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A doença de Chagas permanece sendo um grave problema de saúde pública nas Américas. Na fisiopatologia da doença, é observada uma intensa resposta imune, com alta produção de citocinas inflamatórias e quimiocinas que contribuem para o tráfego de células ativadas para tecidos alvo. Este evento de migração celular pode estar relacionado à formação de cardiopatia chagásica nos indivíduos infectados. Um desequilíbrio na produção hormonal do eixo Hipotálamo-Pituitária-Adrenal (HPA) foi observado em pacientes chagásicos, e, esse processo pode influenciar o sistema imune e possivelmente a gênese da cardiopatia. Nesse estudo, foi avaliada a resposta migratória de células T de pacientes chagásicos com diferentes formas de cardiopatia, correlacionando esses eventos com a produção de cortisol e DHEA ocorrida na fase crônica da doença. Primeiramente foi observado que TNF, IL-6, IFN-gama, IL-17, IL-10 e TGF-beta são mais expressas de acordo com a gravidade da cardiopatia. Em paralelo a esse aumento de citocinas foi observado um desequilíbrio hormonal no eixo HPA com diminuição do hormônio DHEA sérico e aumento da razão Cortisol/DHEA circulantes. Além disso, foi observado um aumento da resposta migratória de células T, com fenótipo ativado (HLADR+/VLA-4+) sobre fibronectina, CXCL12 e TNF-alfa, e também combinados a um pré tratamento de DHEA e Cortisol destas células. Estes resultados indicam que distúrbios neuroendócrinos, correlacionados a um perfil inflamatório sistêmico, podem contribuir para aumentar o potencial migratório de células T aos sítios inflamatórios, incluindo tecido cardíaco, estando envolvidos na cardiopatia relatada na doença...

Chagas disease remains a serious public health problem in the Americas. In thepathophysiology of disease, it is observed an intense immune response with highexpression of inflammatory cytokines and chemokines that contribute to activated Tcells traffic, that target the inflamed tissue. These cell migration events may berelated to the formation of Chagas heart disease in infected individuals. Animbalance in hormone production of the Hypothalamus-Pituitary-Adrenal axis (HPA)was observed in patients with Chagas disease, and this process could influence theimmune system, including, cardiopathy formation. In this study, T cells migratoryresponse from chagasic patients with different forms of cardiopathy was performed tocorrelate these events with cortisol and DHEA production in the chronic phase of thedisease. Firstly, it was observed that inflammatory cytokines, such as TNF, IL-6, IFN-gama, IL-17, IL-10 e TGF-beta were expressed in terms of disease severity. In parallel withcytokine enhancement, it was observed a hormonal imbalance in the HPA axis,where a decrease in hormone DHEA resulted in increased cortisol ratio / circulatingDHEA. In addition, there was an increase in migratory response of T cells with anactivated phenotype (HLADR+/VLA-4+) over fibronectin, CXCL12 and TNF-alpha, andalso a combined pre treatment of DHEA and cortisol. These results indicate thatneuroendocrine disorders correlated to a systemic inflammatory profile, can increasemigration potential of T cells to inflammatory sites, including heart tissue and thusbeing involved in heart disease...
Descritores: Movimento Celular
Doença de Chagas/epidemiologia
Doença de Chagas/fisiopatologia
Neuroimunomodulação
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  4 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-731207
Autor: Brandão, Marcos Antônio Gomes; Cerqueira, Fernanda Avellar; Matos, Ligia Neres; Campos, Juliana Faria; Peixoto, Mauricio Abreu Pinto; Primo, Cândida Caniçali.
Título: Características definidoras da Resposta Disfuncional ao Desmame Ventilatório como indicadores de acurácia do desmame ventilatório / Defining characteristics of the Dysfunctional Ventilatory Weaning Response as indicators of accuracy of ventilatory weaning / Características definitorias de la Respuesta Disfuncional al Destete Ventilatorio como indicadores de precisión del destete ventilatorio
Fonte: Rev. bras. enferm;67(5):737-743, Sep-Oct/2014. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se avaliar as características definidoras do diagnóstico Resposta Disfuncional do Desmame Ventilatório, como indicadores de acurácia das tentativas de desmame. Estudo observacional de 38 eventos de tentativa de desmame ventilatório em pacientes adultos internados em terapia intensiva. Para as características definidoras foram calculadas: sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivos e negativos, acurácia ou sensibilidade, razão de verossimilhança e razão de chances diagnóstica. Também foram consideradas as medianas do número de características definidoras nos eventos de sucesso e insucesso. Foram consideradas acuradas: agitação, deterioração nos gases sanguíneos arteriais em relação aos parâmetros basais, uso moderado da musculatura acessória da respiração, aumento da frequência respiratória em relação aos parâmetros basais e frequência respiratória aumentada de forma significativa em relação aos parâmetros basais. Houve diferença estatística nas medianas do número de características definidoras observadas. Conclui-se que a característica definidora e o número delas influenciariam o sucesso da decisão sobre o desmame.

The study aimed to analyze the defining characteristics of the Dysfunctional Ventilatory Weaning Response as an indicator of the accuracy of ventilatory weaning. Observational study of 38 events of ventilatory weaning in adult patients admitted to intensive care. For the defining characteristics, it was calculated: sensitivity, specificity, positive and negative predictive values, accuracy or efficiency, likelihood ratio positive and negative, and diagnostic odds ratio. It was also considered the median number of defining characteristics in the event of success and failure. It was considered accurate: agitation, deterioration in arterial blood gases from baseline parameters, moderate use of accessory muscles of respiration, increased respiratory rate from baseline parameters and respiratory rate increases significantly with respect to baseline parameters. There was statistical difference in the median number of defining characteristics observed. It was concluded that the defining characteristic and the number of them would influence the success of the weaning decision.

El estudio tuvo como objetivo evaluar las características que definen el diagnóstico de Respuesta Disfuncional al Destete Ventilatorio como indicador de la exactitud del destete ventilatorio. Estudio observacional de 38 eventos de destete ventilatorio en pacientes adultos ingresados en cuidados intensivos. Para las características definitorias se calcularon: sensibilidad, especificidad, valores predictivos positivos y negativos, precisión o sensibilidad, cocientes de probabilidad y odds ratio diagnóstica. Fueran consideradas las medianas del número de características definitorias en casos de éxito o de fracaso. Se consideraron precisas: agitación, deterioro de los parámetros de gases en sangre arterial desde la línea de base, uso moderado de los músculos accesorios de la respiración, aumento de la frecuencia respiratoria a partir de parámetros de línea de base y frecuencia respiratoria aumentada significativamente en comparación con los parámetros de línea de base. Hubo diferencia estadísticamente significativa en la mediana del número de características definitorias observadas. Se concluye que la característica definitoria y el número de ellas influyen en el éxito de la decisión sobre el destete ventilatorio.
Descritores: Salmonelose Animal/imunologia
Nervo Vago/imunologia
-Gastroenteropatias/imunologia
Gastroenteropatias/fisiopatologia
Neuroimunomodulação/fisiologia
Ratos Sprague-Dawley
Salmonella typhimurium
Salmonelose Animal/fisiopatologia
Nervo Vago/fisiologia
Limites: Animais
Masculino
Ratos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-730790
Autor: Salustiano, Eugenia Maria Assunção.
Título: Perfil sérico de melatonina, citocinas e cortisol em gestantes com pré-eclâmpsia / Serum profile of melatonin, cytokines and cortisol in pregnant women with preeclampsia.
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. [120] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A pré-eclâmpsia (PE) é a maior causa de mortalidade e morbidade materna e perinatal. Sua etiologia permanece desconhecida, o que torna impossível a realização de prevenção primária dessa doença. O entendimento do perfil de substâncias que estão alteradas na PE é de relevância para poder atuar preventivamente. Considerando que vários hormônios envolvidos na resposta imunológica participam da fisiopatologia da PE e que, como demonstrado recentemente, a melatonina tem papel relevante na fisiopatologia da inflamação aguda, nossa hipótese seria que este hormônio poderia também atuar fisiopatologia da PE. OBJETIVOS: avaliar o perfil de citocinas e hormônios no soro de pacientes com PE para estabelecer se o eixo imune-pineal estaria ativado nesta doença. MÉTODOS: Realizamos estudo prospectivo caso-controle, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no período de Outubro de 2010 a Outubro de 2013. O grupo experimental foi formado por pacientes com PE pura no momento do diagnóstico (sem medicação anti-hipertensiva inicial por 24h). Gestantes saudáveis e normotensas, pareadas por idade materna, idade gestacional e paridade, foram selecionadas como controles. Citocinas (TNF, IL-8, IL-6, IL-1beta, IL-4, IFN-y , VEGF , IL-10, IL-12p40, IL-17 e IL-2), cortisol, níveis séricos de melatonina pela manhã (08h-11h) e à noite (23h- 01h), assim como os níveis de 6-sulfatoximelatonina (6-SMT) nos diferentes períodos do dia (bl1:12h-18h, bl2:18h-24h,bl3:24h-06h,bl4:06-12h) foram avaliados por MULTIPLEX e ELISA. A diferença entre os grupos foi avaliada por Two-way ANOVA seguido de pós teste de Bonferroni. Foi considerada significativamente diferente quando a probabilidade da hipótese nula foi rejeitada (p < 0,05). A correlação entre parâmetros foi avaliada por regressão linear simples e teste de Pearson. RESULTADOS: De um total de 31 pacientes inicialmente avaliadas, 14 gestantes com PE e 12 controles foram incluídas. As características das...

Preeclampsia (PE) is a major cause of maternal and perinatal mortality and morbidity. Since its etiology remains unknown, it is impossible to have a primary prevention of the disease. The understanding of the substance profiles that are altered in PE is important to prevent the disease. Considering that many hormones involved in immune response are involved in the physiopathology of PE and that melatonin has a relevant role in the acute inflammatory process, our hypothesis is that this hormone would also be involved in the physiopathology of PE. OBJECTIVES: To analyze the serum profile of cytokines and hormones in pregnant women with PE in order to evaluate if the immune-pineal axis is activated in this disease. METHODS: A prospective case-control study was conducted at the Clinical Hospital USP between October 2010 and October 2013. Only patients with pure PE at the moment of diagnosis (without anti-hypertensive medication for the initial 24h after diagnosis) were included. Normotensive healthy pregnant women that were matched by maternal age, gestational age and parity were included as controls. Cytokines (IL-6, IL-1b, IL-8, TNF and IFNy), cortisol and serum melatonin levels in the morning (08h-11h) and at night (23h-01h), as well as 6-sulfatoximelatonin (6-SMT) levels in different periods of the day (bl1:12h- 18h, bl2:18h-24h, bl3:24h-06h, bl4:06-12h) were measured by MULTIPLEX and ELISA. Differences between groups were analyzed using two-way ANOVA followed by Bonferronis's test. Statistical difference was considered when the null hypothesis was rejected (p < 0.05). Correlations between parameters were analyzed using linear regression and Pearson test. RESULTS: From a total of 31 patients initially evaluated, 14 patients with PE and 12 controls were included. Demographics such as maternal age, parity, gestational age at the dosages, body-mass index were similar in both groups (p > 0.05). TNF and IL-8 levels were higher in the...
Descritores: Citocinas
Hidrocortisona
Melatonina
Neuroimunomodulação
Glândula Pineal
Pré-Eclâmpsia
Gravidez
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  6 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-719911
Autor: Rocha, Juraci Aparecida.
Título: Interação da atividade autonômica e resposta imunomoduladora na fase aguda do infarto do miocárdio experimental / Interaction of autonomic activity and immunomodulatory response in acute experimental myocardial infarction.
Fonte: São Paulo; s.n; 2013. [139] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: INTRODUÇÃO: A atuação do sistema nervoso parassimpático em células imunes é conhecida como "Via Anti-inflamatória Colinérgica". Trabalhos prévios demonstraram que a estimulação vagal reduz a inflamação e melhora a sobrevida em modelos experimentais com sepse. Neste estudo avaliamos se o uso do anticolinesterásico piridostigmina: altera o número de linfócitos T (CD4+ e CD8+) convencionais (CD25+Foxp3-) e reguladores (CD25+Foxp3+) no sangue periférico, no baço e no miocárdio; modifica a concentração de citocinas (interleucina 1, interleucina 6, TNFalfa) no miocárdio; e influencia a função ventricular após infarto agudo do miocárdio experimental (IAM) em ratos. MÉTODOS: Utilizamos ratos machos adultos da linhagem Wistar, com peso variando entre 200 e 250 g, divididos em 3 grupos de 20 animais cada: grupo controle (GC), grupo infartado sem tratamento (IC) e grupo infartado tratado com piridostigmina (IP). O infarto agudo do miocárdio (IAM) foi obtido com a técnica da ligadura da artéria coronária esquerda, e o grupo IP recebeu piridostigmina na dose de 40mg/kg/dia na água de beber, iniciada 4 dias antes do IAM. Todos os animais foram submetidos à canulação da artéria femoral no dia seguinte ao IAM para registro das curvas de pressão arterial, e posterior análise dos componentes da variabilidade da freqüência cardíaca (VFC), domínio do tempo (SDNN e RMSSD) e da freqüência (componentes LF e HF); o estudo ecocardiográfico foi realizado no segundo dia pós IAM. No terceiro dia pós IAM, os ratos foram divididos em subgrupos de 10 animais, e sacrificados de forma específica para coleta de materiais: 500 ul de sangue periférico e baço fresco para realização da técnica de citometria de fluxo; ventrículo esquerdo para dosagem de citocinas pela técnica de ELISA; e ventrículo esquerdo para realização de imunohistoquímica. Foram usadas as técnicas padronizadas e de uso corrente nos laboratórios...

INTRODUTION: The role of the parasympathetic nervous system in immune cells is known as "Cholinergic anti-inflammatory pathway". In previous work has demonstrated that vagal stimulation reduces inflammation and improves survival in experimental sepsis models. The aim of the present study evalued the use of anticholinesterase pyridostigmine: change the number of T lymphocytes (CD4+ and CD8+) conventional (CD25+Foxp3-) and regulatory (CD25+Foxp3+) in peripheral blood, spleen, and myocardium: modifies the concentration of cytokines (interleukin-1, interleukin-6, TNFalfa) in the myocardium, and influences ventricular function after experimental myocardial infarction (MI) in rats. METHODS: Adult male rats of Wistar strain, weighing between 200 and 250 g were divided into 3 groups of 20 animals each: control group (GC); untreated group without treatment (IC) and infarcted group treated with pyridostigmine (IP). Acute myocardial infarction (AMI) was obtained with the technique of ligation of the left coronary artery, and the IP group received pyridostigmine dose of 40 mg/Kg/day in drinking water starting 4 days before the AMI. All animals underwent cannulation of the femoral artery on the day following AMI to record the blood pressure curves, and subsequent analysis of the components of heart rate variability (HRV), the time domain (SDNN and RMSSD) and frequency (components LF and HF), the echocardiografic study was performed on the second day after AMI. On the third day post-MI, mice were divided into subgroups of 10 animals, and were sacrificed in order to collet specific materials: 500 ul of fresh peripheral blood and spleen technique for performing flow cytometry left ventricle for measurement of cytokine ELISA, and the left ventricle to perform immunohistochemistry. Techniques used were standardized and commonly used in laboraties. The results were evaluated by analysis of variance (ANOVA) multifactorial, using the GraphPad Prism with Tukey post hoc test...
Descritores: Inflamação/imunologia
Infarto do Miocárdio
Neuroimunomodulação
Brometo de Piridostigmina
Ratos Wistar
Linfócitos T
Linfócitos T Reguladores
Estimulação do Nervo Vago
Limites: Animais
Masculino
Adulto
Ratos
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1


  7 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-691931
Autor: Ribeiro, Thiago Borsoi.
Título: Xenotransplante de células mesenquimais de tecido adiposo humano em modelo de lesão de raízes ventrais da medula espinal de rato / Xenotransplantation of mesenchymal stem cells from human adipose tissue in a rat model of ventral root lesions of the spinal cord.
Fonte: Campinas; s.n; fev. 2013. 122 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas . Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A avulsão de raízes motoras, na interface do sistema nervoso central e periférico, já bem descrito na literatura, promove uma significativa perda sináptica com degeneração de cerca de 80% dos motoneurônios afetados. Não existem estratégias eficazes que propiciem uma reversão ou amenização deste quadro, mas alguns estudos já mostram que o passo fundamental é preservar os motoneurônios afetados. Pesquisas em diferentes áreas com células-tronco (CT) adultas estão sendo realizadas nos últimos anos e apresentam resultados promissores para a medicina regenerativa. Investigações recentes têm apontado para diferentes fontes de CT em tecidos adultos tais como de medula óssea, de sangue de cordão umbilical, tecido muscular, tecido nervoso, líquido amniótico entre outras. De modo geral, estas células apresentam como características principais a capacidade de proliferação e a diferenciação para outros tipos celulares. Entretanto, os principais problemas para o uso clínico das CT adultas são: i) pequena quantidade de células multipotentes, ii) o controle da diferenciação, iii) insuficiência no número de células viáveis e iiii) difícil obtenção. Como alternativa às dificuldades anteriormente citadas, o tecido adiposo tem sido foco de intensos estudos, pois este tecido possui rica fonte de células pluripotentes, além de apresentarem características positivas como fácil acesso ao tecido adiposo subcutâneo, obtenção em quantidade abundante e processo de isolamento celular relativamente simples. Apesar deste tecido apresentar organização complexa, é na fração celular do estroma vascular que se encontra uma rica população de células pluripotentes. Dados de literatura demonstram que as células mesenquimais derivadas de tecido adiposo (AT-MSC - Células mesenquimais de tecido adiposo), mediante incubação com meios de cultura variados, diferenciam-se em adipócitos, osteócitos, mioblastos, hepatócitos, células vasculares entre outras.

It is well described in the literature that avulsion motor at the interface of the central and peripheral nervous system, promotes a significant loss of synaptic degeneration and 80% of motor neurons death. There is no effective strategies that favor a reversal or mitigation of this framework, but some studies have shown that the key step is to preserve motor neurons affected. Researches in different areas with stem cell (CT) adults are being undertaken in recent years and show promising results for regenerative medicine. Recent investigations have pointed to different sources of CT in adult tissues such as bone marrow, umbilical cord blood, brain, muscle tissue, amniotic fluid, among others. Generally, these cells have as main characteristics capacity for proliferation and differentiation to other cell types. However, the main problems for the clinical use of adult SC are: i) small amount of multipotent cells, ii) differentiation control, iii) low number of viable cells and iiii) difficulty to obtain. As an alternative to the difficulties mentioned above, adipose tissue has been the focus of intense study, because this tissue has a rich source of stem cells, in addition to having positive characteristics such as easy access to subcutaneous adipose tissue, obtained in abundant quantities and isolation process relatively simple. Despite the complex tissue organization, the stromal vascular fraction is rich of pluripotent population cells. Literature data show that stromal cells derived from adipose tissue (AT-MSC-adipose tissue mesenchymal stem cells) can differentiate by incubation with various culture media into adipocytes, osteocytes, myoblasts, hepatocytes, vascular cells, among others. The AT-MSC differentiation into neuronal cells is still subject of discussion and criticism in literature, since no established protocol has induced differentiation into function neuronal cells.
Descritores: Células-Tronco
Transplante Heterólogo
-Neuroglia
Neuroimunomodulação
Raízes Nervosas Espinhais
Nervos Espinhais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Ratos
Responsável: BR25.1 - Biblioteca
Br25.1, R354x


  8 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-577345
Autor: Morales G., Inelia; Farías G., Gonzalo; Maccioni B., Ricardo B.
Título: La neuroinflamación como factor detonante del desarrollo de la enfermedad de alzheimer: [revisión] / Neuroinflammation as a triggering factor for alzheimer's disease: [review]
Fonte: Rev. chil. neuro-psiquiatr;48(1):49-57, mar. 2010. ilus.
Idioma: es.
Resumo: The progressive increase in life expectancy of the world population has fostered a major concern in order to find effective avenues for diagnosis of treatment of Alzheimer's disease (AD). Even tough AD pathogenesis is still unclear, new advances have allowed to understand that exposure of individuals to a series of environmental risk factors, named to as damage signals, play a main role in triggering the disease. This is important for AD prevention but also for the search of new treatment approaches. Activation of innate immunity in the central nervous system (CNS), essentially microglial cells, appears to be a key element in the neurodegenerative pathway As a matter of fact, when microglia cells are exposed continuously to damage signals such as metabolites from conditions of hyperlipidemia, hyperglycemia, oxidative stress, head injury and trauma, recurrent infections, in addition to supramolecular aggregates such as tau filaments or b-amyloid oligomers, among other anomalous protein filaments, they respond by triggering the inflammatory cascade. On this basis, we have postulated the neuroimmunomodulation hypothesis for Alzheimer's Disease. Therefore, we postulates that a long-term activation of brain innate immunity by a converging set of damage signals constitute a unifying mechanism that triggers the inflammatory cascade, thus leading to irreversible alteration in the neuronal cytoskeleton. These concerted alterations in signaling mechanisms will lead in neuronal cells to a final common pathway, tau hyperphosphorylations, with the consequent self-aggregation of modified tau and formation of paired helical filaments (PHFs), as the main triggering event for neurodegenration in AD.

El constante aumento en la expectativa de vida en la población mundial ha incrementado la preocupación hacia la búsqueda de la comprensión de la Enfermedad de Alzheimer (EA), así como de su diagnóstico temprano y tratamiento. Actualmente la etiopatogenia que conduce al desarrollo de la EA es aún difusa, pero se ha llegado a comprender que la exposición a una serie de distintos factores de riesgo, o señales de daño, está asociada al desencadenamiento de la EA. Esto es muy importante no solo para la prevención de esta devastadora enfermedad sino también para la búsqueda de avenidas efectivas para su tratamiento. En efecto, la activación de la inmunidad innata en el sistema nervioso central (SNC), esencialmente por las células microgliales, son un elemento clave en el proceso neurodegenerativo, cuando éstas son expuestas por períodos prolongados a señales de daño. Entre éstas están la hiperlipidemia, hiperglicemia, estrés oxidativo, traumatismos, infecciones recurrentes, oligomeros de -amiloide, agregados de tau, entre otros factores, los que desencadenarían una respuesta pro-inflamatoria persistente que conduce a la cascada neurodegenerativa. En base a esto, hemos postulado la teoría de la neuroinmunomodulación en la EA, y proponemos que la activación a largo plazo del sistema inmune innato por un conjunto de señales de daño constituye un mecanismo unificado que gatillo, una cascada inflamatoria que conduce a alteraciones irreversibles en el citoesqueleto. Estos mecanismos anómalos de señalización molecular llevarían a una vía final común que es la hiperfosforilación de la proteína tau, su autoagregación y formación de los PHFs, como desencadenantes claves en la neurodegeneración y desarrollo de la EA.
Descritores: Doença de Alzheimer/imunologia
Inflamação/imunologia
Sistema Nervoso Central/imunologia
-Citocinas
Imunidade Inata/imunologia
Microglia/imunologia
Neuroimunomodulação
Emaranhados Neurofibrilares/imunologia
Fatores Desencadeantes
Fatores de Risco
Proteínas tau
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  9 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-557499
Autor: Deitos, Terezinha Fátima Hassan; Gaspary, João Francisco Pollo; Lopes, Sergio Augusto Veiga; Staats, Carla Geni; Lima, Giovani Lopes.
Título: Implicações psiconeuroimunológicas do estresse no desencadeamento de doenças / Psychoneuroimmunology of stress implications in unchain diseases
Fonte: J. bras. med;73(3):58-70, set. 1997. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os autores apresentam as correlações do estresse com a patogênese de várias doenças. Antes, expõem os aspectos fundamentais da Psiconeuroimunologia, para uma compreensão das interconexões no complexo microambiente onde ocorrem as influências do estresse. Concluem que, apesar de todas as implicações do estresse na desestruturação da homeostasia imunológica ainda não estarem completamente definidas, e das limitações metodológicas, há consenso de que fatores estressantes propiciam a vulnerabilidade do organismo a determinadas doenças.

The authors introduce the correlations between stress and the pathogenesis of various diseases. Previously, they expose the fundamental factors of Psychoneuroimmunology for the comprehension of the inter-connections in the complex microenvoironment where the influence of stress occurs. They conclude that despite all the implications of stress on the desestruturation of immunologic homeostasy are not already completely defined and despite metodologic limitations, there are a consensus that stressor factors provide vulnerability to the organism concerned to certain disorders.
Descritores: Estresse Psicológico/complicações
Estresse Psicológico/fisiopatologia
Estresse Psicológico/imunologia
Transtornos Psicofisiológicos/fisiopatologia
Transtornos Psicofisiológicos/imunologia
Transtornos Psicofisiológicos/terapia
-Depressão/imunologia
Depressão/psicologia
Neuroimunomodulação
Sistema Imunitário/fisiopatologia
Transtornos Somatoformes/classificação
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  10 / 35 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-476812
Autor: Reis, Fabíola A. A; França, Alfeu T; Guimarães, Patrícia V; Valle, Solange O. R.
Título: Influências do sistema neuro-imuno-endócrino / Neuro-immune-endocrine system influences on urticaria and angioedema
Fonte: Rev. bras. alergia imunopatol;30(3):74-80, maio-jun. 2007. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivos: Rever a literatura a respeito das principais Influências hormonais sobre o sistema imunológico, incluindo a patogênese, quadro clínico e tratamento da urticária crônica (UC) e das formas de angioedema hereditário (AEH). Fontes dos dados: Levantamento bibliográfico, em base eletrônica de dados, limitado a artigos publicados nos últimos dez anos, relacionados a seres humanos e escritos em português, espanhol ou inglês. As expressões utilizadas foram referentes aos hormônios mais estudados e à sua relação com urticária e angioedema. Alguns capítulos de livros e outras referências relevantes prévias também foram incluídas. Síntese dos dados: A comunicação bidirecional entre os sistemas nervoso e imunológico tem sido reconhecida nas últimas décadas e algumas interações entre hormônios e o sistema imunológico já estão bem definidas, como a das citocinas que são sintetizadas durante o estresse agudo e estimulam o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal e a liberação de catecolaminas, dentre outros. Entretanto, na urticária crônica, a influência dos hormônios tireoidianos, por exemplo, ainda não foi bem definida. Quanto ao AEH, a piora do quadro clínico durante períodos de elevação dos estrogênios já foi comprovada, bem como a melhora com uso de androgênios, mas a influência da progesterona ainda não foi completamente esclarecida. Conclusões: Apesar das dificuldades em se estudar os mecanismos de neuroimunomodulação, devido às múltiplas e complexas influências hormonais e do sistema nervoso sobre o sistema imunológico, a aplicação de alguns destes conhecimentos na prática clínica como terapia hormonal é possível atualmente.
Descritores: Angioedema
Hormônios
Neuroimunomodulação
Urticária
-Métodos
Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR32.1 - Serviço de Biblioteca e Informação Biomédica



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde