Base de dados : LILACS
Pesquisa : G08.686.195 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 76 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 76 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051142
Autor: Bertozzo, Thainá Valente; Moreira, Lucas Roberto; Angelo, Jonatas Medeiros de Almeida; Marcellino, Marcia Clélia Leite.
Título: Valiação do efeito do extrato de Tribulus Terrestris l. Na ocorrência do ciclo estral de camundongos suíços fêmeas ovariectomizadas e não ovariectomizadas / Evaluation of the extract effect of Tribulus terrestris L. on the occurrence of the estral cycle of ovariectomized and not ovariectomized female swiss mice
Fonte: Rev. Salusvita (Online);38(2), 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: a infertilidade ou incapacidade de gerar filhos é um problema que acomete parte da população. Seu tratamento geralmente é feito pela reposição hormonal, no entanto, terapias alternativas com o uso de plantas medicinais vêm sendo adotadas. Objetivo: diante do exposto, o presente estudo teve por objetivo avaliar o efeito do extrato do Tribulus terrestris L. na ocorrência do ciclo estral em camundongos fêmea ovariectomizadas e não ovariectomizadas. Métodos: foram utilizados 28 camundongos suíços fêmeas e adultas, divididas em quatro grupos de 7 animais: grupo sem ovariectomia e sem suplementação ou controle, grupo com ovariectomia e sem suplementação, simulando a infertilidade, grupo tratado com Tribulus terrestris (10mg/kg) com ovariectomia e grupo tratado com Tribulus terrestris L. (10mg/kg) sem ovariectomia. Os extratos foram administrados por gavagem durante 21 dias. O ciclo estral foi analisado ao longo deste mesmo período. Resultados: notou-se aumento significativo na fase proestro do ciclo estral no grupo ovariectomizado e suplementado quando comparado ao grupo ovariectomizado e sem suplementação. Conclusão: o aumento significativo na ocorrência do proestro corresponde a um período do ciclo estral relacionado à ocorrência da ovulação.

Introduction: infertility or inability to generate children is a problem that affects part of the population. Its treatment is usually done by hormone replacement, however, alternative therapies with the use of medicinal plants have been adopted. Objective: in view of the above, the present study aimed to evaluate the effect of Tribulus terrestris L. extract on the occurrence of the estrous cycle in ovariectomized and non ovariectomized mice. Methods: twentyeight female and adult Swiss mice were divided into four groups of 7 animals: group without ovariectomy and without supplementation or control, group with ovariectomy and no supplementation simulating infertility, group treated with Tribulus terrestris L. (10mg / kg) with ovariectomy and group treated with Tribulus terrestris L. (10mg / kg) without ovariectomy. The extracts were administered by way of gavage for 21 days. The estrous cycle was analyzed over this same time. Results: there was a significant increase in the proestrus phase of the estrous cycle in the ovariectomized group and supplemented when compared to the ovariectomized group and without supplementation. Conclusion: the significant increase in the occurrence of proestrus corresponds to a period of the estrous cycle related to the occurrence of ovulation.
Descritores: Ciclo Estral
-Proestro
Tribulus
Limites: Camundongos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR36.1 - Biblioteca


  2 / 76 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-736038
Autor: Maia, Keilla M; Peixoto, Gislayne C. X; Campos, Lívia B; Bezerra, José Artur B; Ricarte, Aracelly R. F; Moreira, Nei; Oliveira, Moacir F; Silva, Alexandre R.
Título: Estrus cycle monitoring of captive collared peccaries (Pecari tajacu) in semiarid conditions / Monitoramento de ciclo estral em catetos (Pecari tajacu) criados em cativeiro em condições semiáridas
Fonte: Pesqui. vet. bras;34(11):1115-1120, nov. 2014. ilus, tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Collared peccaries (Peccary tajacu) are among the most hunted species in Latin America due the appreciation of their pelt and meat. In order to optimize breeding management of captive born collared peccaries in semiarid conditions, the objective was to describe and correlate the changes in the ovarian ultrasonographic pattern, hormonal profile, vulvar appearance, and vaginal cytology during the estrus cycle in this species. During 45 days, females (n=4) were subjected each three days to blood collection destined to hormonal dosage by enzyme immunoassay (EIA). In the same occasions, evaluation of external genitalia, ovarian ultrasonography and vaginal cytology were conducted. Results are presented as means and standard deviations. According to hormonal dosage, six estrous cycles were identified as lasting 21.0 ± 5.7 days, being on average 6 days for the estrogenic phase and 15 days for the progesterone phase. Estrogen presented mean peak values of 55.6 ± 20.5 pg/mL. During the luteal phase, the high values for progesterone were 35.3 ± 4.4 ng/mL. The presence of vaginal mucus, a reddish vaginal mucosa and the separation of the vulvar lips were verified in all animals during the estrogenic peak. Through ultrasonography, ovarian follicles measuring 0.2±0.1 cm were visualized during the estrogen peak. Corpora lutea presented hyperechoic regions measuring 0.4±0.2 cm identified during luteal phase. No significant differences (P>0.05) between proportions of vaginal epithelial cells were identified when comparing estrogenic and progesterone phases. In conclusion, female collared peccaries, captive born in semiarid conditions, have an estral cycle that lasts 21.0±5.7 days, with estrous signs characterized by vulvar lips edema and hyperemic vaginal mucosa, coinciding with developed follicles and high estrogen levels.(AU)

Os catetos (Peccary tajacu) estão entre as espécies mais caçadas na América Latina devido a apreciação de seu couro e carne. No intuito de otimizar o manejo produtivo de catetos nascidos em cativeiro sob condições semiáridas, o objetivo foi descrever e correlacionar as modificações verificadas no padrão ultrassonográfico ovariano, o perfil hormonal, a aparência vulvar, e a citologia vaginal durante o ciclo estral nesta espécie. Durante 45 dias, fêmeas (n=4) foram submetidas a coleta de sangue destinado a dosagem hormonal por meio de teste imuno-enzimático (EIA). Na mesma ocasião, foram conduzidas a avaliação da genitália externa, a ultrassonografia ovariana e a citologia vaginal. Os resultados são apresentados com média e desvio padrão De acordo com a dosagem hormonal, foram identificados seis ciclos estrais, com duração 21,0±5,7 dias, sendo em média 6 dias de fase estrogênica e 15 dias de fase progesterônica. O estrógeno apresentou valores médios de pico de 55,6±20,5pg/mL. Durante a fase luteal, os valores mais altos alcançados pela progesterona foram 35,3±4,4ng/mL. A presença de muco vaginal, mucosa vaginal hiperêmica e separação dos lábios vulvares foi identificada em todos os animais durante o pique estrogênico. Por meio da ultrassonografia, folículos ovarianos medindo 0,2±0,1cm foram visualizados durante o pique estrogênico. Corpos lúteos apresentando regiões hiperecóicas medindo 0,4±0,2 cm foram identificados na fase luteal. Nenhuma diferença significativa (P>0,05) entre as proporções de células epiteliais vaginais foram identificadas quando comparadas as fases estrogênica e progesterônica. Em conclusão, fêmeas de cateto, nascidas em cativeiro sob condições semiáridas, apresentam um ciclo estral que dura 21,0±5,7 dias, com sinais de estro caracterizados por edema de lábios vulvares e hiperemia da mucosa vaginal, coincidindo com desenvolvimento de folículos ovarianos e elevados níveis de estrógeno.(AU)
Descritores: Ovário/diagnóstico por imagem
Artiodáctilos/anatomia & histologia
Artiodáctilos/fisiologia
Ciclo Estral/fisiologia
Limites: Animais
Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 76 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1011285
Autor: Araújo, R. C. S. A; Barbosa, L. P; Souza, R. S; Santana, A. L. A; Carneiro, I. M. B; Machado, W. M; Vieira, R. L. A; Jesus, R. D. L.
Título: Farmacopuntura utilizando os acupontos Hou Hai e Bai Hui em protocolos de sincronização de estro em cabras / Pharmacopuncture using acupoints Hou Hai and Bai Hui in estrous synchronization protocols in goats
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);71(2):529-537, mar.-abr. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Avaliou-se a eficiência da administração de subdoses de eCG nos acupontos Bai Hui e Hou Hai em protocolos de sincronização de estro em cabras. Na primeira etapa, 57 cabras foram distribuídas aleatoriamente em quatro tratamentos: T1- 300UI de eCG intramuscular (IM); T2- 60UI de eCG no acuponto Hou Hai; T3- 60UI de eCG no acuponto Bai Hui e T4- 60UI de eCG IM; e na segunda etapa, 28 cabras foram distribuídas aleatoriamente em três tratamentos: T1- 300UI de eCG IM; T2- 30UI de eCG no acuponto Bai Hui e T3- 30UI de eCG IM. Ao final do tratamento hormonal, as cabras foram monitoradas para detecção do estro, realização das coberturas e avaliação do comportamento reprodutivo. Os dados foram submetidos à análise de normalidade, seguida dos testes estatísticos adequados para cada variável. Na primeira etapa experimental, obteve-se maior duração de estro nas cabras do T1 (P=0,009). Na segunda etapa experimental, obteve-se maior número de animais em estros no T1 (P=0,03). As demais variáveis para ambas as etapas não sofreram influência dos tratamentos (P>0,05), demonstrando que a administração de subdoses de eCG nos acupontos Bai Hui e Hou Hai foi eficiente para sincronizar o estro.(AU)

The efficiency of administration of subdoses of eCG in the Bai Hui and Hou Hai acupoints in oestrus synchronization protocols in goats was evaluated. In the first stage, 57 goats were randomly assigned to four treatments: T1- 300UI of intramuscular eCG (IM); T2- 60UI of eCG in acupoint Hou Hai; T3- 60UI of eCG in the Bai Hui acupoint and T4- 60UI of eCG IM; and in the second stage, 28 goats were randomly assigned to three treatments: T1-300UI of eCG IM; T2-30UI of eCG in the Bai Hui acupoint and T3- 30UI of eCG IM. At the end of the hormonal treatment the goats were monitored for estrus detection, and evaluation of reproductive behavior. The data were submitted to normality analysis, followed by appropriate statistical tests for each variable. In the first experimental stage, a longer duration of estrus in the T1 goats (P= 0.009) was obtained. In the second experimental stage, a greater number of animals were obtained in estrus at T1 (P= 0.03). The other variables for both experiments were not influenced by the treatments (P> 0.05), demonstrating that administration of eCG subdoses in the Bai Hui and Hou Hai acupoints was efficient to synchronize the estrus.(AU)
Descritores: Cabras
Terapia por Acupuntura/veterinária
Sincronização do Estro/métodos
-Gonadotropinas Equinas/administração & dosagem
Ciclo Estral
Limites: Animais
Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  4 / 76 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-714309
Autor: Akinloye, Adebayo Koyuum; Oke, Bankole Olusiji.
Título: Ultrastructural features of ovary of the female African giant rat (Cricetomys gambianus, Waterhouse) during oestrous cycle / Características ultraestructurales durante el ciclo estral del ovario de rata gigante africana (Cricetomys gambianus, Waterhouse)
Fonte: Int. j. morphol;32(2):558-567, jun. 2014. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Fine structures of the ovary during the oestrous cycle in African giant rats (Cricetomys gambianus Waterhouse) were described in the present study. Ultrastructural features of the germinal epithelium and the medullar of the ovary were similar at different stages of the oestrous cycle. During mid proestrus, there was disorganization of the inner layer of the granulosa cells of secondary follicles to form the antrum. At late proestrus/early estrus, antrum formation had advanced and there was evidence of reorganization of granulosa cells. Fine structures of the ovary during mid estrus include follicles with variably shaped mitochondria, profiles of Golgi complexes and dense concentration of ribosomes. The theca interna shared similar ultrastructure with the granulosa cells containing, in addition, lipid droplets and smooth endoplasmic reticulum. Cellular ultrastructure observed during mid metestrus showed commencement of differentiation of corpus luteum. At mid diestrus, the general ultrastructural architecture of the ovarian follicles showed disorganized cellular contents and corpus luteum was recognized with conspicuous depolarization of the basement membrane originally separating granulosa cells from the theca. At late diestrus/early proestrus, granulosa cells displayed numerous mitochondria of variable sizes and shapes. Ribosomes were evenly distributed throughout the cytoplasm while electron lucid vesicles were sparsely distributed. The results of this study showed that fine structural changes in the ovary of the giant rat during the oestrous cycle are similar to those of laboratory rodents.

El presente estudio describe las estructuras específicas del ovario durante el ciclo estral en ratas gigantes africanas (Cricetomys gambianus Waterhouse). Las características ultraestructurales del epitelio germinal y medular del ovario fueron similares durante las diferentes etapas del ciclo estral. A mediados del período proestro, se observó una desorganización de la capa interna de las células de la granulosa, de folículos secundarios para formar el antro folicular. A fines del proestro/ciclo estral temprano, se observó un avance de la formación del antro y fue posible evidenciar la reorganización de las células de la granulosa. Las estructuras finas del ovario durante mediados del ciclo estral incluyen folículos con mitocondrias en forma variable, perfiles de complejos de Golgi y densa concentración de ribosomas. La teca interna compartida, evidenció ultraestructura similar a las células de la granulosa, que además contienen las gotas de lípidos y retículo endoplásmico liso. La ultraestructura celular que observamos durante mediados del ciclo estral mostró el comienzo de la diferenciación del cuerpo lúteo. A mediados del ciclo diestro, la formación ultraestructural de los folículos mostró un contenido celular desorganizado y se observó el cuerpo lúteo con despolarización de la membrana basal que separa las células de la granulosa de teca. Al término del período diestro al comienzo del proestro, se observaron numerosas mitocondrias de diversos tamaños y formas en las células de la granulosa. En el citoplasma, los ribosomas se distribuyeron de manera uniforme, mientras que los electrones lúcidos de vesículas estaba escasamente distribuidas. Los resultados de este estudio indican que los cambios finos estructurales en el ovario de la rata gigante durante el ciclo estral son similares a los de los roedores de laboratorio.
Descritores: Ovário/ultraestrutura
Roedores/anatomia & histologia
Ciclo Estral
Limites: Animais
Ratos
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  5 / 76 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-954215
Autor: Mohammed, Stephanie; Sundaram, Venkatesan.
Título: Comparative study of metachromatic staining methods in assessing the exfoliative cell types during oestrous cycle in Sprague-Dawley laboratory rats / Estudio comparativo de los métodos de tinción metacromática en la evaluación de los tipos de células exfoliativas durante el ciclo estral en ratas Sprague-Dawley de laboratorio
Fonte: Int. j. morphol;36(3):962-968, Sept. 2018. graf.
Idioma: en.
Resumo: This study was aimed at comparing the commonly used metachromatic stains viz., Papanicolaou stain, WrightGiemsa, Toluidine blue and Methylene blue in the assessment of cell types of the oestrous cycle in rats. Eight female Sprague-Dawley rats aged 8-9 weeks were used for this assessment. Cotton Swabs were gently inserted in the animals vagina to obtain cells from which they were then transferred to glass slides for staining and evaluation under microscopy. The different cell types were compared for their morphological features and clarity of cellular detail under all four stains. The application, advantages and limitations of all stains were then discussed. It was concluded that the selection of the most effective stain in the assessment of vaginal cytology depends on their application to clinical or research which was based on the cellular detail of interest, time, cost and availability of each staining procedure.

El presente estudio tuvo como objetivo comparar las tinciones metacromáticas comúnmente utilizadas, Wright's-Giemsa, azul de toluidina, azul de metileno y tinción de Papanicolaou, en la evaluación de los tipos de células del ciclo estral en ratas. El estudio se realizó en ocho ratas hembras SpragueDawley, con edades entre 8 y 9 semanas, y se usaron hisopos vaginales de algodón para preparar portaobjetos. Los diferentes tipos de células se compararon por sus características morfológicas y claridad en las cuatro tinciones. La aplicación, ventajas y limitaciones de todas las tinciones fueron discutidas. Se concluye que la selección de la tinción más efectiva en la evaluación de la citología vaginal depende de su uso, es decir, clínico o de investigación, el detalle celular de interés, tiempo, costo y disponibilidad.
Descritores: Coloração e Rotulagem/métodos
Vagina/citologia
Técnicas Citológicas/métodos
Ciclo Estral
-Corantes Azur
Cloreto de Tolônio
Corantes
Teste de Papanicolaou
Azul de Metileno
Limites: Animais
Feminino
Ratos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 76 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-876512
Autor: Jorge, M. L. N; Orlandi, C. M. B; Santana, A. E.
Título: Citocentrifugação e métodos convencionais na citologia uterina de éguas em estro e diestro / Cytocentrifugation and conventional methods in endometrial cytology of estrus and diestrus mares
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec. (Online);69(4):802-806, jul.-ago. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A citologia uterina consiste em método prático e eficiente para o diagnóstico de afecções uterinas na égua, contribuindo para a conduta terapêutica e o prognóstico quanto à fertilidade das fêmeas. Assim, o objetivo deste trabalho foi comparar diferentes técnicas de coleta de material para citologia uterina em éguas, a fim de se verificarem possíveis diferenças qualitativas e quantitativas e a praticidade na execução das metodologias. Para tanto, 12 éguas multíparas foram submetidas ao exame citológico uterino, durante o estro e o diestro, por meio de escova ginecológica e lavado uterino de baixo volume. Com esse ensaio, observou-se que não houve diferença significativa (P>0,05) no resultado da citologia uterina entre as diferentes técnicas avaliadas. No entanto, quando comparadas as fases do ciclo estral, houve uma diferença significativa (P<0,05) quanto ao percentual médio de polimorfonucleares neutrófilos, sendo de 8,07±2,80 no estro e de 1,55±0,28 no diestro. Conclui-se, desse modo, que as técnicas estudadas apresentaram resultados igualmente eficazes para detecção de neutrófilos ao exame citológico do útero em ambas as fases avaliadas do ciclo estral, apesar de, na fase de estro, a detecção de maior percentual de neutrófilos possibilitar um diagnóstico e um prognóstico mais precoces de endometrite e, portanto, uma conduta terapêutica mais adequada.(AU)

The endometrial cytology consists in an efficient and practical method for the diagnosis of uterine disorders in mares, contributing for therapeutic conduct and prognostic evaluation regarding the females' fertility. Therefore, the aim of this study was to compare different techniques of material sampling for endometrial cytology in mares, in order to verify possible qualitative and quantitative differences in the practicality of implementation of this methodology. Twelve multiparous mares underwent an endometrial cytological exam, during estrus and diestrus, by means of a cytobrush and a low-volume uterine flush. With this test, no statistical difference was observed (P>0.05) regarding the result of endometrial cytology between the evaluated techniques. However, in comparison to the estrous cycle's phases, a significant difference was verified (P<0.05) on the average percentage of polymorphonuclear neutrophils: 8.07±2.80 in estrus and 1.55±0.28 in diestrus. Thus, we conclude that the studied techniques presented equally effective results for the detection of neutrophils in the cytological exam for both evaluated stages of the estrous cycle, whereas in estrus phase, the detection of a higher percentage of neutrophils allows a more precocious diagnostic and prognostic of endometritis and, therefore, a more adequate therapeutic approach.(AU)
Descritores: Endometrite/veterinária
Ciclo Estral
Cavalos
Neutrófilos/citologia
Útero/citologia
-Técnicas Citológicas/veterinária
Diestro
Estro
Limites: Animais
Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  7 / 76 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-842064
Autor: Souza, Rute C. A. de; Peres, Regiane; Sousa, Marlos G; Camacho, Aparecido A.
Título: Cardiac parameters during the estrous cycle of canine bitches / Parâmetros cardíacos durante o ciclo estral de cadelas
Fonte: Pesqui. vet. bras;37(3):295-299, Mar. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: The cardiovascular parameters of canine bitches were assessed during the estrous cycle. A total of eleven mongrel female dogs were enrolled in a longitudinal prospective investigation. Six animals were bred during the study and were assigned into group I, in which evaluations were performed during proestrus, estrus, gestational diestrus and anestrus. The five remaining bitches were not bred and underwent evaluations during proestrus, estrus, nongestational diestrus and anestrus. The holter data showed a gradual increase in the minimum and mean heart rate along pregnancy, as well as a reduction during anestrus, which differed significantly among the distinct periods. The values for maximal heart rate documented during pregnancy were significantly lower than those recorded during anestrus, and a variation in the heart rate circadian rhythm was also found, as demonstrated by decreases at night and rises during the day. Cardiac rhythm had a similar performance in both pregnancy and anestrus. Likewise, the blood pressure, electrocardiography, and echocardiography data did not vary during the estrous cycle. The results support the role played by the autonomic nervous system during these two distinct periods in order to attain a heart rate that provides the blood needed by the female's body during the various stages of the reproductive cycle. Further studies are needed to better clarify the cardiovascular compensatory neuroendocrine events that accompany gestation in this species.(AU)

Os parâmetros cardiovasculares de fêmeas caninas foram avaliados durante o ciclo estral. Um total de onze cadelas sem raça definida foram incluídas nesta pesquisa prospectiva longitudinal. Seis animais foram colocados em reprodução durante o estudo e avaliados durante o proestro, estro, diestro gestacional e anestro. As cinco cadelas restantes não se reproduziram e foram avaliadas durante o proestro, estro, diestro não gestacional e anestro. Os dados derivados do holter indicaram aumento gradativo nas frequências cardíacas mínima e média durante a gestação, bem como redução durante o anestro, diferindo significativamente entre os distintos períodos. Os valores da frequência cardíaca máxima documentados durante a gestação foram significativamente inferiores àqueles registrados durante o anestro. Também foi identificada variação no ritmo circadiano da frequência cardíaca, conforme demonstrado por sua redução à noite e elevação durante o dia. No entanto, o ritmo cardíaco se comportou de modo semelhante tanto na gestação quanto no anestro. Da mesma forma, os dados de pressão sanguínea, eletrocardiografia e ecocardiografia não variaram durante o ciclo estral. Os resultados atestam o papel desempenhado pelo sistema nervoso autônomo ao longo desses dois períodos distintos, visando manter uma frequência cardíaca que garanta o suprimento sanguíneo necessário pelo organismo da fêmea durante os vários estágios do ciclo reprodutivo. Estudos adicionais são necessários para esclarecer mais detalhadamente os eventos neuroendócrinos e cardiovasculares compensatórios que acompanham a gestão nessa espécie.(AU)
Descritores: Fenômenos Fisiológicos Cardiovasculares
Ritmo Circadiano/fisiologia
Ciclo Estral
Frequência Cardíaca/fisiologia
-Pressão Sanguínea
Ecocardiografia/veterinária
Eletrocardiografia/veterinária
Limites: Animais
Feminino
Cães
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 76 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-833810
Autor: Cevik, M; Yilmazer, C; Kocyigit, A.
Título: Comparison of sexual performance and testicular characteristics of melatonin treated Kivircik and Charollais rams during the non-breeding season / Comparação de desempenho reprodutivo e características testiculares de carneiros Kivircik e Charollais tratados com melatonina durante a estação não reprodutiva
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;69(2):278-284, mar.-abr. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: This study was conducted to investigate the effects of melatonin implantation on basic testicular characteristics and reproductive performance of Kivircik and Charollais rams and ewes during the non-breeding season. In this study, 8 Kivircik and 6 Charollais rams were used. Rams were implanted with 54 mg melatonin according to the manufacturer's instructions. At melatonin implantation and at ram introduction the reproductive performance and testicular characteristics were evaluated. Throughout the experimental period, rams were permanently kept outdoors under conditions of natural day length and at ambient temperature. The effects of exogenous melatonin treatments on the reproductive performances of rams and ewes, estrus response, pregnancy rate, litter size and twinning rate of ewes were evaluated in all groups. Libido values were significantly higher in Charollais rams compared to Kivircik rams (P<0.001). Testicular volume (TV) was increased in both ram breeds. Scrotal length (SL) was also increased in both Kivircik and Charollais rams (P<0.01). In conclusion, we showed that the treatment of rams with slow release melatonin implants increased scrotal diameters and testicular volumes in both Kivircik and Charollais rams. Furthermore, melatonin implantation improved the reproductive performances of ewes naturally mated with these melatonin implanted rams during non-breeding season.(AU)

Esse estudo foi conduzido para investigar os efeitos de implantação de melatonina em características testiculares básicas e desempenho reprodutivo de carneiros Kivircik e Charollais durante a estação não reprodutiva. Nesse estudo, oito carneiros Kivircik e 6 Charollais foram utilizados. Foi implantado 54 mg de melatonina nos cordeiros de acordo com as instruções do produtor. Ao implantar a melatonina e à introdução do carneiro, foram avaliados o desempenho reprodutivo e as características testiculares. Ao longo do período experimenta, os cordeiros foram mantidos em ambiente externo sob condições de luz e ritmo circadiano naturais e à temperatura ambiente. O efeito de tratamento com melatonina exógena no desempenho reprodutivo de carneiros e ovelhas, resposta estral, taxa de prenhez, tamanho de ninhada e taxa de gemelaridade foram avaliados em todos os grupos. Valores de libido foram significativamente maiores em Charollais comparados a Kivircik (P<0.001). Volume testicular (VT) estava aumentado em ambas as raças. Comprimento escrotal (CE) também estava aumentado tanto em Kivircik quanto em Charollais (P<0.01). Conclui-se que o tratamento de carneiros com implantes de liberação lenta de melatonina aumentou diâmetro e volume testiculares tanto em carneiros Kivircik quanto em Charollais. Ademais, implantação de melatonina melhorou o desempenho reprodutivo de ovelhas naturalmente cruzadas com esses carneiros implantados com melatonina durante o período não reprodutivo.(AU)
Descritores: Melatonina/análise
Fenômenos Reprodutivos Fisiológicos
Ovinos/fisiologia
Testículo/anatomia & histologia
Testículo/fisiologia
-Ciclo Estral
Fertilidade/fisiologia
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  9 / 76 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-797993
Autor: Pöppl, Álan G; Valle, Sandra C; González, Félix H. D; Kucharski, Luiz C; Silva, Roselis S. M. da.
Título: Insulin binding characteristics in canine muscle tissue: effects of the estrous cycle phases / Características de ligação da insulina no tecido muscular canino: efeitos da fase do ciclo estral
Fonte: Pesqui. vet. bras;36(8):761-766, Aug. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Hormonal fluctuations during the different estrous cycle are a well-recognized cause of insulin resistance in bitches, and little is known about insulin receptor binding or post-binding defects associated with insulin resistance in dogs. To evaluate insulin binding characteristics in muscle tissue of bitches during the estrous cycle, 17 owned bitches were used in the study (six in anestrus, five in estrus, and six in diestrus). An intravenous glucose tolerance test (IVGTT) was performed in all patients by means of injection of 1mL/kg of a glucose 50% solution (500mg/kg), with blood sample collection for glucose determination at 0, 3, 5, 7, 15, 30, 45 and 60 minutes after glucose infusion. Muscle samples, taken after spaying surgery, were immediately frozen in liquid nitrogen and then stored at -80 ºC until the membranes were prepared by sequential centrifugation after being homogenized. For binding studies, membranes were incubated in the presence of 20,000cpm of human 125I-insulin and in increasing concentrations of unlabeled human regular insulin for cold saturation. The IVGTT showed no differences among bitches during the estrous cycle regarding baseline glycemia or glycemic response after glucose infusion. Two insulin binding sites - high-affinity and low-affinity ones - were detected by Scatchard analysis, and significant statistical differences were observed in the dissociation constant (Kd1) and maximum binding capacity (Bmax1) of the high-affinity binding sites. The Kd1 for the anestrus group (6.54±2.77nM/mg of protein) was smaller (P<0.001) than for the estrus (28.54±6.94nM/mg of protein) and diestrus (15.56±3.88nM/mg of protein) groups. Bmax1 in the estrus (0.83±0.42nM/mg of protein) and diestrus (1.24±0.24nM/mg of protein) groups were also higher (P<0.001) than the values observed in anestrus (0.35±0.06nM/mg of protein). These results indicate modulation of insulin binding characteristics during different phases of the estrous cycle in dogs, showing that muscle insulin binding affinity for its receptor is reduced during estrus and diestrus. However, this poor hormone-receptor affinity is compensated for by a greater total binding capacity, once there is no difference in patients' glycemic response after an intravenous glucose load.(AU)

As flutuações hormonais durante as diferentes fases do ciclo estral são uma causa importante de resistência insulínica em fêmeas caninas, e poucas informações são conhecidas sobre defeitos na ligação da insulina ao seu receptor, ou defeitos pós-receptor associados com resistência à insulina em cães. Para avaliar as características da ligação insulina-receptor no tecido muscular de cadelas durante o ciclo estral, dezessete pacientes foram utilizadas no estudo (seis em anestro, cinco em estro e seis em diestro). Um teste de tolerância à glicose intravenosa (IVGTT) foi realizado em todas as pacientes por meio da infusão de 1mL/kg de uma solução de glicose 50% (500mg/kg), com coletas de sangue para determinação de glicemia nos tempos 0, 3, 5, 7, 15, 30, 45 e 60 minutos da injeção de glicose. Amostras de tecido muscular foram coletadas durante ovariohisterectomia, imediatamente congeladas em nitrogênio líquido, e posteriormente armazenadas a -80°C até a preparação das membranas por meio de homogeneização e centrifugação sequencial. Para os experimentos de ligação hormônio-receptor, as membranas foram incubadas na presença de 20.000cpm de 125I-insulina humana, e concentrações crescentes de insulina regular humana não marcada para saturação fria. O IVGTT não mostrou diferenças entre as pacientes em diferentes fases do ciclo estral com relação a glicemia basal, ou na resposta glicêmica após infusão de glicose nos tempos estudados. Dois sítios de ligação da insulina, um de alta-afinidade, e outro de baixa afinidade, foram detectados pela análise de Scatchard, e diferenças significativas foram detectadas na constante de dissociação (Kd1) e capacidade de ligação máxima (Bmax1) dos sítios de ligação de alta-afinidade. O Kd1 para o grupo anestro (6,54±2,77nM/mg de proteína) foi menor (P<0,001) que os Kd1 dos grupos estro (28,54±6,94 nM/mg de proteína) e diestro (15,56±3,88nM/mg de proteína). Os Bmax1 dos grupos estro (0,83±0,42nM/mg de proteína) e diestro (1,24±0,24nM/mg de proteína) também foram maiores que os valores encontrados no grupo anestro (0,35±0,06nM/mg de proteína). Estes resultados demonstram uma modulação das características de ligação da insulina nas diferentes fases do ciclo estral em cães, evidenciando uma menor afinidade de ligação da insulina ao seu receptor no tecido muscular durante o estro e diestro. Contudo, esta menor afinidade de ligação hormônio-receptor é compensada por uma maior capacidade de ligação, o que fica também evidenciado pela ausência de diferenças na resposta glicêmica das pacientes após um desafio com glicose por via endovenosa.(AU)
Descritores: Ciclo Estral/fisiologia
Resistência à Insulina/fisiologia
Músculos
Receptores Proteína Tirosina Quinases/análise
-Diabetes Mellitus/veterinária
Limites: Animais
Feminino
Cães
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 76 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-789915
Autor: Muniz, Adriana; Ravagnani, Gisele Mouro; Martins, Simone Maria Massami Kitamura; Andrade, André Furugen Cesar de; Moretti, Aníbal de Sant'Anna.
Título: Combined effects feeding restriction and flushing on fertility of gilts inseminated at different estrous cycles / Efeitos combinados da restrição alimentar e flushing sobre a fertilidade de marrãs inseminadas artificialmente em diferentes ciclos estrais
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;50(6):462-467, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: The study evaluated the effect of dietary restriction in prepubertal gilts associated with the use of flushing in the preceding cycle of artificial insemination, 2nd or 3rd estrus on productive performance, number of corpora lutea and fetus, besides the fetus survival rate. A total of 96 gilts were distributed to a completely randomized design with 2x2x2 factorial arrangement of treatments, consisting of: nutritional strategy, ad libitum or restricted feeding, use or not of flushing in the preceding cycle AI, and time of AI, held on the 2nd or 3rd estrus. The age at which gilts expressed the 1st estrus was not influenced by nutritional strategy, but the body weight and weight gain were higher (P 0.05) in gilts submitted to ad libitum feeding. No interactions were observed as treatment effect on number of corpora lutea and fetus survival rate. The number of fetuses in females on ad libitum feeding was not influenced by time of AI, but the females feed restriction showed an increase (P 0.05) in the number of fetuses when inseminated on 3rd estrus. Thus, it is concluded that the use of ad libitum nutritional strategy allows for insemination forward 2nd estrus without reducing the number of fetuses, reducing the non-productive days gilt. However, this strategy reduces the rate of fetal survival until day 35 of gestation...

Foi avaliado o efeito da restrição alimentar na fase pré-púbere associada ao emprego do flushing no ciclo precedente ao da inseminação artificial, sendo realizada no 2 ou 3 estro, sobre o desempenho produtivo, numero de corpos lúteos e de fetos, além da taxa de sobrevivência fetal. Um total de 96 fêmeas foi distribuído em delineamento inteiramente casualizado com arranjo fatorial 2x2x2, sendo considerados os fatores: estratégia nutricional, alimentação ad libitum ou restrita; utilização ou não de flushing no ciclo precedente a IA, e momento da IA, realizada no 2 ou 3 estro, constituindo oito tratamentos. A idade em que as marras manifestaram o 1 estro não foi influenciada pela estratégia nutricional, mas o peso e o ganho de peso foram maiores (P 0,05) na alimentação ad libitum. Não foram observados interação e tão pouco efeito de tratamento no numero de corpos lúteos e a taxa de sobrevivência dos fetos. O numero de fetos em fêmeas mantidas em alimentação ad libitum não foi influenciado pelo momento da IA, contudo as fêmeas em restrição alimentar apresentaram aumento (P 0,05) no numero de fetos quando inseminadas no 3 estro. Desse modo, conclui-se que o emprego da estratégia nutricional ad libitum possibilita adiantar a inseminação para o 2 estro sem redução no numero de fetos, diminuindo os dias não produtivos da marra. Porém, essa estratégia reduz a taxa de sobrevivência fetal até 35º dia de gestação...
Descritores: Inseminação Artificial/veterinária
Ovulação
Restrição Calórica/veterinária
Suínos/fisiologia
Suínos/metabolismo
-Ciclo Estral
Maturidade Sexual
Limites: Animais
Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde