Base de dados : LILACS
Pesquisa : G08.686.784.769.326 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 864 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 87 ir para página                         

  1 / 864 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1152294
Autor: Medeiros, Anderson Brito de; Freire, Izaura Luzia Silvério; Santos, Fernanda Rafaela dos; Silva, Bárbara Coeli Oliveira da; Batista, George Felipe de Moura; Menezes, Márcio Moreira de.
Título: Partograma: instrumento de segurança no cuidado multidisciplinar / Partograma: instrumento de monitoreo en la atención multidisciplinar / Partograph: A Monitoring Tool in Multidisciplinary Care
Fonte: rev. cuid. (Bucaramanga. 2010);11(3):e1046, 31082020.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O partograma é um traçado de representação gráfica do trabalho de parto que concebe o desencadeamento de sua evolução, permitindo a visualização das alterações no decorrer do partejar. O estudo objetivou descrever o conhecimento sobre partograma por enfermeiros e médicos de uma maternidade escola. Materiais e Métodos: Estudo transversal realizado com enfermeiros e médicos em maternidade escola do nordeste brasileiro. A amostra foi constituída por 8 enfermeiros e 39 médicos. Resultados: Observou-se que a maior parte já fez curso ou treinamento relacionado à ferramenta. Todavia, em 27,6% dos casos ocorrem dúvidas sobre seu manejo. Sobrecarga no plantão; falta de conhecimento no preenchimento e ausência de continuidade foram considerados aspectos dificultadores. Quanto às situações nas quais se deve abrir o instrumento, as mais citadas foram gestantes em trabalho de parto na fase ativa e trabalho de parto normal. Discussão: É indiscutível a importância e necessidade do partograma no decorrer do trabalho de parto. As informações retiradas a partir dele orientam o profissional para os próximos passos a serem seguidos. Conclusão: Acredita-se que o uso do partograma é essencial no processo de parto, e que os conhecimentos referentes à sua utilização são fundamentais na prática. Contudo, mesmo na maternidade, o uso da ferramenta é incipiente.

Introduction: A partograph is the graphic representation of labor from its early stages, which allows observing the changes during the labor process. Objective: To determine partograph-related knowledge among nurses and doctors in a maternity hospital. Materials and Methods: A cross-sectional study was conducted with nurses and doctors from a maternity hospital in northeastern Brazil. The sample consisted of 8 nurses and 39 doctors. Results: Most health professionals have taken courses or training related to the instrument itself. However, there were some doubts about partograph handling in 27.6% of cases. Work overload, lack of knowledge to fill out the instrument and lack of continuity affected this matter. As for the situations in which the instrument should be used, women in active labor and normal labor were listed. Discussion: The importance and necessity of partographs during labor are beyond question. The information obtained through this instrument guides professionals through the next steps of labor and delivery. Conclusion: The use of partograph is considered essential in labor and knowledge related to its handling is critical in practical settings. However, the use of this instrument is just beginning in the maternity ward.

Introducción: El partograma es la representación gráfica del trabajo de parto desde el inicio de su evolución, lo que permite visualizar los cambios durante el proceso de parto. Objetivo: Identificar los conocimientos relacionados con el partograma por parte de los enfermeros y médicos de una clínica de maternidad. Materiales y métodos: Se realizó un estudio transversal con enfermeros y médicos de una clínica de maternidad del noreste de Brasil. La muestra estuvo compuesta por 8 enfermeros y 39 médicos. Resultados: Se observó que la mayoría del personal de salud han tomado cursos o capacitación relacionados con el instrumento en mención. Sin embargo, en el 27.6% de los casos hay dudas sobre el manejo del partograma. La sobrecarga laboral, la falta de conocimiento para diligenciar el instrumento y la falta de continuidad contribuyeron a esta problemática. En cuanto a las situaciones en las que se debe usar el instrumento, se mencionó a las mujeres que se encuentran en trabajo de parto en fase activa y en el trabajo de parto normal. Discusión: La importancia y necesidad del partograma durante el trabajo de parto es indiscutible. La información que se obtiene a través de este instrumento guía al profesional en los siguientes pasos del parto. Conclusión: Se considera que el uso del partograma es esencial en el trabajo de parto y que el conocimiento sobre su manejo es crítico en la práctica. Sin embargo, el uso del instrumento es incipiente en la maternidad.
Descritores: Segurança
Trabalho de Parto
Gestantes
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO646.1 - Biblioteca


  2 / 864 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carraro, Telma Elisa
Texto completo
Id: lil-763873
Autor: Frello, Ariane Thaise; Carraro, Telma Elisa; Bernardi, Mariely Carmelina.
Título: Cuidado e conforto no parto: estudos na enfermagem brasileira / Care and comfort during labor and birth: studies in brazilian nursing / Cuidado y bienestar en el proceso de parto: estudios en la enfermería brasileña
Fonte: Rev. baiana enferm;25(2), 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Estudo de revisão teórica acerca dos artigos brasileiros de enfermagem sobre o cuidado e conforto durante otrabalho de parto e parto, com o objetivo de identificar os estudos de Enfermagem que abordam este tema, buscandodestacar lacunas existentes na área. A busca em bases de dados Bireme e Portal de Revistas de Enfermagem porintermédio dos descritores Parto, Trabalho de Parto e Período Pós-Parto e dos títulos e resumos relacionados aotema, delimitados ao período de 2000 a 2008, possibilitou a identificação de 24 artigos. Para análise dos dados,foram estabelecidas as seguintes categorias: Medicalização do Processo de Parto, Humanização dos Cuidados, Papelda Equipe de Saúde, Violência, Dor, Presença de Acompanhante e Cuidado e Conforto. Os resultados indicam anecessidade de estudos sob a perspectiva das mulheres que vivenciam o parto, a fim de aprimorar os cuidadosa elas prestados. Concluiu-se que é necessário aprofundar o conhecimento a respeito do cuidado e do confortoprestados no processo do parto a partir da percepção de quem vivencia esse momento.

This is a study on theoretical review of the Brazilian nursing articles about the care and comfort during labor anddelivery, in order to identify the nursing studies that investigated this issue, seeking to highlight shortcomings in thearea. The search was made in the databases Bireme and Portal Nursing Journal through the descriptors: Childbirth,Labor and Postpartum Period and the titles and abstracts related to the topic from 2000 to 2008. The search allowedthe identification of 24 articles on the theme. For data analysis, the following categories were established: Process ofMedicalization of Childbirth, Humanization of Care, Role of Team Health, Violence, Pain, Presence of a companion,Care and Comfort. The results indicate the need of studies from the perspective of women who experience childbirthin order to improve the care provided to them. The results show that it is necessary to deepen the knowledge about thecare and comfort provided in the delivery process from the perspective of who experiences this moment.

Estudio de revisión teórica sobre los artículos de enfermería brasileños sobre el cuidado y el bienestar durante eltrabajo de parto, con el fin de identificar los estudios de enfermería que abordan este tema, tratando de señalarlas lagunas existentes en esa área. La búsqueda fue realizada en la base de datos Bireme y el Portal de Revistas deEnfermería a través de los descriptores: Parto, Trabajo de Parto y posparto y los títulos y resúmenes relacionados conel tema, relacionados al período de 2000 a 2008, y permitió la identificación de 24 de artículos. Para el análisisde los datos, fueron establecidas las siguientes categorías: Medicalización del proceso de parto, Humanización delos cuidados, Rol del Equipo de Salud, Violencia, Dolor, Presencia del acompañante y Cuidado y Bienestar. Los resultados indican la necesidad de realizar estudios desde la perspectiva de las mujeres que vivencian el parto, con el fin de primorear los cuidados que se les ofrecen. Se concluye que es necesario profundizar el conocimiento sobreel cuidado y del bienestar proporcionado en el proceso del parto desde la perspectiva de las personas que vivencianese momento.
Descritores: Trabalho de Parto
Enfermagem Materno-Infantil
Parto
Humanização da Assistência
-Saúde Materno-Infantil
Análise de Dados
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  3 / 864 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1150698
Autor: Araújo, Agostinho Antônio Cruz; Nery, Inez Sampaio; Brito, Maria Paula Macedo; Mesquita, Mayrla Karen Rodrigues; Santos, José Diego Marques.
Título: Manobra de Kristeller: há benefício nesta técnica? / Kristeller Maneuver: is there benefit in this technique? / Manobra de Kristeller: ¿hay beneficio en esta técnica?
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);13:276-281, jan.-dez. 2021. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: analisar os benefícios e os malefícios que Manobra de Kristeller apresenta na prática obstétrica para a mulher e o concepto. Método: trata-se de uma revisão integrativa realizada nas bases de dados LILACS, BDENF, IBECS e MEDLINE. Interpretou-se os resultados sintetizando-os de forma crítica e descritiva. Resultados: a amostra foi composta por nove estudos publicados entre 2007 a 2017. Estas publicações evidenciaram que esta manobra não possui benefício, em contrapartida, pode trazer vários malefícios à mulher como disfunções no sistema urinário, dispaurenia, dor perineal, incontinência anal, além do aumento do número de episotomias. Em relação ao concepto, foram encontrados registros de cefalohematomas, aumento do ritmo cardíaco fetal, hemorragia epidural e Caput sucedaneum. Conclusão: as publicações referem que esta manobra trará uma história reprodutiva marcada por traumas, além de reforçar o não uso desta técnica

Objective: to analyze the benefits and harms that the Kristeller Maneuver presents in obstetric practice for women and the concept. Method: this is an integrative review carried out in LILACS, BDENF, IBECS e MEDLINE. The results were interpreted by synthesizing them in a critical and descriptive way. Results: the sample was made by nine studies launched in 2007 to 2017. These subjects showed that this is not a benefit option, in contrast, it can bring several harm to the woman such as dysfunctions in the urinary system, dyspaurenia, perineal pain, anal incontinence, in addition to an increase in the number of episiotomies. Regarding the concept, the records of cephalhematomas, increased cardiac rhythm, epidural hemorrhage and Caput substudum were found. Conclusions: The publications referenced this maneuver to a reproductive culture marked by traumas, besides promoting the non-use of this technique

Objetivo: analizar los beneficios y los maleficios que la Manobra de Kristeller presenta en la práctica obstétrica para la mujer y el concepto. Método: se trata de una revisión integrativa realizada en las bases de datos LILACS, BDENF, IBECS e MEDLINE. Se interpretó los resultados sintetizándolos de forma crítica y descriptiva. Resultados: la muestra fue hecha por nueve estudios lanzados en 2007 a 2017. Estas materias evidenciaron que ésta no es una opción de beneficio, en contrapartida, puede traer varios maleficios a la mujer como disfunciones en el sistema urinario, dispaurenia, dolor perineal, incontinencia anal, además del aumento del número de episotomías. En relación al concepto, se encontraron los registros de cefalhematomas, aumento del ritmo cardíaco, hemorragia epidural y Caput sucedaneum. Conclusión: Las publicaciones referenciaron esta maniobra a una cultura reproductiva marcada por traumas, además de promover el no uso de esta técnica
Descritores: Lacerações/etiologia
Parto Obstétrico/efeitos adversos
Parto Obstétrico/métodos
-Ferimentos e Lesões/etiologia
Trabalho de Parto
Episiotomia
Prática Clínica Baseada em Evidências/métodos
Saúde Materna/classificação
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  4 / 864 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Amorim, Fabio Ferreira
Texto completo
Id: biblio-1011807
Autor: Carvalho, Elisabete Mesquita Peres de; Amorim, Fábio Ferreira; Santana, Levy Aniceto; Göttems, Leila Bernarda Donato.
Título: Avaliação das boas práticas de atenção ao parto por profissionais dos hospitais públicos do Distrito Federal, Brasil / Assessment of adherence to best practices in labor and childbirth care by care providers working in public hospitals in the Federal District of Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(6):2135-2145, jun. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste artigo é avaliar a adesão às boas práticas de atenção ao parto e nascimento, entre médicos, enfermeiros e residentes dos programas de residência em obstetrícia, dos hospitais públicos do Distrito Federal (DF). Estudo transversal do tipo inquérito aplicado a profissionais em 11 hospitais públicos do DF de janeiro a março de 2015. Instrumento com 20 questões sociodemográficas e 39 itens do tipo escala Likert. Para análise estatística, os profissionais foram separados em 4 grupos (enfermeiros, enfermeiro residentes, médicos e médicos residentes). Foram também avaliados os escores de cada hospital estudado. A dimensão processo de trabalho apresentou os maiores escores em relação as demais dimensões. Na comparação entre os grupos e entre os hospitais não foram observadas diferenças significativas em nenhuma das dimensões. A maioria dos profissionais estimula o parto natural. É necessário reforçar as ações para maior adesão às boas práticas de atenção ao parto, tanto na organização da rede de serviços quanto nas atitudes e valores da formação dos novos profissionais de saúde.

Abstract Objective To assess adherence to best practices in labor and childbirth care by doctors, nurses, obstetric nursing residents, and obstetric medical residents working in public hospitals in the Federal District of Brazil. Method A cross-sectional study was conducted with care providers working in 11 public hospitals in the Federal District of Brazil between January and March 2015. A questionnaire containing 20 sociodemographic questions and 50 five-point Likert items was administered. The average scores of each group and each hospital were analyzed. Results Nurses obtained the highest scores for the use of evidence-based practices (57.8 ± 12.9), while doctors achieved the highest scores for the work process dimension (72 ± 8.5). Medical residents obtained the highest scores for organization of labor and childbirth care (56.5 ± 8.5). No statistically significant differences were found between groups. Hospital scores ranged from 55 to 64. No statistically significant differences were found between hospitals. Most professionals encourage natural childbirth. Conclusion It is necessary to strengthen actions to promote greater adherence to best care practices, both in relation to organization of labor and childbirth care and to the attitudes and values of health professionals.
Descritores: Guias de Prática Clínica como Assunto
Fidelidade a Diretrizes
Hospitais Públicos/normas
Serviços de Saúde Materna/normas
-Qualidade da Assistência à Saúde
Brasil
Trabalho de Parto
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Pessoal de Saúde/normas
Parto Obstétrico/normas
Prática Clínica Baseada em Evidências
Pessoa de Meia-Idade
Enfermagem Obstétrica
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 864 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1149513
Autor: Ayres, Lilian Fernandes Arial; Santos, Kareen Eduarda Alves dos; Beirigo, Brenda Alves; Lima, Vanessa Doriguêtto; Prado, Mara Rúbia Maciel Cardoso do; Henriques, Bruno David; Passos, Camila Mendes dos.
Título: Uso de uterotônicos no terceiro período do parto em uma maternidade da Zona da Mata Mineira / Uso de uterotónicos en el tercer período de parto en una maternidad en la Región de Mata Mineira / Use of uterotonics in the third stage of labor in a maternity in the mata mineira area
Fonte: REME rev. min. enferm;24:e1344, fev.2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO OBJETIVO: avaliar o uso de uterotônico em parturientes primíparas durante o terceiro período de trabalho de parto, segundo via de nascimento e fatores assistenciais associados, em uma maternidade de um município Zona da Mata Mineira. MÉTODO: estudo transversal, descritivo e analítico, com 222 mulheres. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas. A análise descritiva foi realizada mediante frequências relativas e absolutas. O teste qui-quadrado de Pearson foi utilizado para identificar as diferenças estatísticas relacionadas ao uso do uterotônico, tendo em vista as características sociodemográficas e a assistência obstétrica. Modelos de regressão de Poisson foram utilizados para estimar as razões de prevalência bruta e ajustada. RESULTADO: mais de 80% das puérperas receberam uterotônico independentemente da via de administração. Após ajustes por características sociodemográficas, identificou-se que: não estar em trabalho de parto na internação; ter tido parto normal; amamentar na sala de parto; ter acompanhante na sala de parto; ter contato pele a pele; e receber massagem para extração da placenta foram condições associados ao uso do uterotônico intramuscular. Evidenciou-se que: ter sido submetida à cesariana; não amamentar na sala de parto; não receber contato pele a pele; e não ser submetida à massagem para extração da placenta associaram-se ao uso intravenoso. CONCLUSÃO: concluiu-se que fatores da assistência obstétrica estão associados à aplicação de uterotônico em parturientes primíparas durante o terceiro período de trabalho de parto, independentemente da via de administração, e que seu uso é uma medida realizada para o manejo do terceiro período do trabalho de parto.

RESUMEN OBJETIVO: evaluar el uso de uterotónicos en parturientas primíparas durante el tercer período de trabajo de parto, según la vía del parto y los factores asistenciales asociados al mismo, en una maternidad de un municipio de la región de Mata Mineira. MÉTODO: estudio transversal, descriptivo y analítico con 222 mujeres. La recogida de datos se realizó mediante entrevistas. El análisis descriptivo se realizó mediante frecuencias relativas y absolutas. Se utilizó la prueba de chi-cuadrado de Pearson para identificar diferencias estadísticas relacionadas con el uso de uterotónicos, dadas las características sociodemográficas y la atención obstétrica. Se utilizaron modelos de regresión de Poisson para estimar las razones de prevalencia brutas y ajustadas. RESULTADO: más del 80% de las puérperas recibieron uterotónicos independientemente de la vía de administración. Despés de ajustar las características sociodemográficas, se identificó que: no estar en trabajo de parto durante la hospitalización; haber tenido un parto normal; amamantar en la sala de partos; la presencia de un acompañante en la sala de partos; el contacto piel a piel y los masajes para extraer la placenta fueron condiciones asociadas al uso de uterotónicos intramusculares. Se evidenció que: haber sido sometida a cesárea; no amamantar en la sala de partos; no tener contacto piel a piel y no someterse a masajes para extraer la placenta se asociaron al uso intravenoso. CONCLUSIÓN: se observó que durante la atención obstétrica hay factores asociados a la aplicación de uterotónicos en parturientas primíparas durante el tercer período del trabajo de parto, independientemente de la vía de administración, y que su aplicación es una maniobra para el control del tercer período del parto.

ABSTRACT OBJECTIVE: to evaluate the use of uterotonics in primiparous parturient during the third period of labor, according to the route of birth and associated care factors, in a maternity hospital in a municipality in the Zona da Mata Mineira. METHOD: cross-sectional, descriptive, and analytical study with 222 women. Data collection took place through interviews. The descriptive analysis was performed using relative and absolute frequencies. Pearson's chi-square test was used to identify statistical differences related to the use of uterotonics, in view of sociodemographic characteristics and obstetric care. Poisson regression models were used to estimate the crude and adjusted prevalence ratios. RESULT: more than 80% of the puerperal women received uterotonic regardless of the route of administration. After adjusting for sociodemographic characteristics, it was identified that: not being in labor during hospitalization; having had a normal birth; breastfeed in the delivery room; having a companion in the delivery room; having skin to skin contact; and receiving a massage to extract the placenta were conditions associated with the use of intramuscular uterotonics. It was evidenced that: having been submitted to cesarean section; not breastfeeding in the delivery room; not receiving skin-toskin contact; and not being subjected to massage to extract the placenta were associated with intravenous use. CONCLUSION: it was concluded that factors of obstetric care are associated with the application of uterotonic in primiparous parturient during the third period of labor, regardless of the route of administration, and that its use is a measure performed for the management of the third period of labor.
Descritores: Trabalho de Parto
Terceira Fase do Trabalho de Parto
Parto Obstétrico
Enfermagem Obstétrica
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  6 / 864 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Vargens, Octávio Muniz da Costa
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1145870
Autor: Silva, Carla Marins; Pereira, Bruna de Paula; São Bento, Paulo Alexandre de Souza; Vargens, Octavio Muniz da Costa.
Título: Interação social de puérperas com procedimentos invasivos no parto / The social interaction of puerperal women towards invasive childbirth procedures / La interacción social de puérperas hacia los procedimientos invasivos en el part
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e52496, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: apresentar modelo representativo da interação social de puérperas com procedimentos invasivos durante o trabalho de parto, a partir dos significados por elas atribuídos. Método: estudo interpretativo, qualitativo, realizada em maternidade pública do Rio de Janeiro. Foram entrevistadas 12 puérperas, de 18 a 45 anos, divididas em 3 grupos amostrais. Dados analisados segundo o Interacionismo Simbólico e a Grounded Theory. Resultados: procedimentos invasivos significam tudo que foge ao curso natural do parto ou viole. Entrando na situação, as mulheres sentem-se desconfortáveis com situações fisiológicas do parto. Confiando no profissional, submetem-se a procedimentos considerando-os necessários ao nascimento do bebê. Conclusão: o modelo representativo aponta que as mulheres se submetem a procedimentos invasivos sem considerá-los invasivos. É necessário criar estratégias que permitam à mulher compreender e tomar decisões sobre seu próprio corpo, bem como estimular a atuação de enfermeiras obstétricas para o cuidado à mulher com base na não invasão.

Objective: to present a representative model of puerperal women's social interaction with invasive childbirth procedures, based on the meanings they attribute to them. Method: this interpretative, qualitative study was conducted at a public maternity hospital in Rio de Janeiro by interview of 12 puerperal women in three sample groups. Data were analyzed in accordance with Symbolic interactionism and Grounded Theory. Results: an invasive procedure is anything that lies outside or violates the natural course of childbirth. Women in labor feel uncomfortable with the physiological situations of childbirth. Trusting in the care professional, they submit to procedures that they consider necessary to their baby's birth. Conclusion: the representative model shows that women submit to invasive procedures, not considering them invasive. Strategies must be developed to permit women to understand and decide on their own bodies, and to encourage obstetric nurses to provide women's care based on non-invasive procedures.

Objetivo: presentar un modelo representativo de la interacción social de las puérperas con los procedimientos invasivos de parto, a partir de los significados que les atribuyen. Método: este estudio interpretativo, cualitativo, se realizó en una maternidad pública de Río de Janeiro mediante entrevista a 12 puérperas en tres grupos de muestra. Los datos se analizaron de acuerdo con el interaccionismo simbólico y la teoría fundamentada. Resultados: un procedimiento invasivo es todo aquello que se encuentra fuera o viola el curso natural del parto. Las mujeres en trabajo de parto se sienten incómodas con las situaciones fisiológicas del parto. Confiando en el profesional asistencial, se someten a los procedimientos que consideran necesarios para el nacimiento de su bebé. Conclusión: el modelo representativo muestra que las mujeres se someten a procedimientos invasivos, no considerándolos invasivos. Se deben desarrollar estrategias para permitir que las mujeres comprendan y decidan sobre su propio cuerpo, y para alentar a las enfermeras obstétricas a brindar atención a las mujeres con base en procedimientos no invasivos.
Descritores: Relações Profissional-Paciente
Parto
Gestantes
Medicalização
Maternidades
-Brasil
Trabalho de Parto
Pesquisa Qualitativa
Período Pós-Parto
Interacionismo Simbólico
Hospitais Públicos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  7 / 864 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1129836
Autor: Lima, Margarete Maria de; Ribeiro, Larissa Nascimento; Costa, Roberta; Monguilhot, Juliana Jaques da Costa; Gomes, Iris Elizabete Messa.
Título: Enfermeiras obstétricas no processo de parturição: percepção das mulheres / Obstetric nurses in the childbirth process: the women's perception / Enfermeras obstétricas en el proceso del parto: percepción de las mujeres
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e45901, jan.-dez. 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: conhecer a percepção das mulheres sobre a assistência no trabalho de parto, parto e nascimento realizada por enfermeiras obstétricas em um hospital público do Sul do Brasil. Método: estudo qualitativo, descritivo-exploratório, desenvolvido em fevereiro de 2019. Participaram 24 mulheres no pós-parto mediato, internadas no Alojamento Conjunto. Os dados foram coletados através de entrevista semiestruturada e posteriormente analisados conforme proposta operativa de Minayo. O projeto foi submetido e aprovado pelo Comitê de Ética. Resultados: ressaltou-se a importância da atuação da enfermeira obstétrica no cuidado humanizado e respeitoso durante o trabalho de parto, destacando seu papel no estímulo ao uso dos métodos não farmacológicos de alívio da dor durante o trabalho de parto, além da oferta de apoio emocional. Conclusão: a atuação da enfermeira obstétrica, na percepção das mulheres, qualifica a assistência prestada, sendo avaliada de forma positiva pelas participantes do estudo.

Objective: to learn how women at a public hospital in southern Brazil perceive the care given by obstetric nurses during labor, delivery and birth. Method: twenty-four postpartum women participated in this exploratory, qualitative, descriptive study from January to February 2019. Data were collected through individual, semi-structured interviews, and subsequently analyzed according to Minayo's operative proposal. The project was approved by the research ethics committee. Results: obstetric nurses were found to play an important role in respectful, humanized care during labor, particularly in encouraging the use of nonpharmacological methods of pain relief during labor, in addition to offering emotional support. Conclusion: the obstetric nurses' work, as perceived by the women, enhances the quality of the care provided, and was evaluated favorably by the study participants.

Objetivo: conocer cómo las mujeres de un hospital público en el sur de Brasil perciben la atención brindada por enfermeras obstétricas durante el trabajo de parto, el parto y el parto. Método: de enero a febrero de 2019 participaron veinticuatro puérperas de este estudio exploratorio, cualitativo y descriptivo. Los datos fueron recolectados a través de entrevistas individuales semiestructuradas y posteriormente analizados de acuerdo con la propuesta operativa de Minayo. El proyecto fue aprobado por el comité de ética en investigación. Resultados:se encontró que las enfermeras obstétricas desempeñan un papel importante en el cuidado humanizado y respetuoso durante el trabajo de parto, particularmente en el fomento del uso de métodos no farmacológicos de alivio del dolor durante el trabajo de parto, además de ofrecer apoyo emocional. Conclusión: el trabajo de las enfermeras obstétricas, percibido por las mujeres, mejora la calidad de la atención brindada y fue evaluado favorablemente por las participantes del estudio.
Descritores: Trabalho de Parto
Humanização da Assistência
Enfermeiras Obstétricas
-Percepção
Brasil
Satisfação do Paciente
Pesquisa Qualitativa
Período Pós-Parto
Maternidades
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  8 / 864 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-975446
Autor: Teixeira, Luiz Antônio; Nakano, Andreza Rodrigues; Nucci, Marina Fisher.
Título: Parto e nascimento: saberes, reflexões e diferentes perspectivas / Labor and birth: knowledge, reflection, and different perspectives
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;25(4):913-915, Oct.-Dec. 2018.
Idioma: pt.
Descritores: Classe Social
Trabalho de Parto
Parto
Medicalização/tendências
-Brasil
Cesárea/tendências
Cesárea/estatística & dados numéricos
Sobremedicalização
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 864 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-782892
Autor: Singh, Suneet Kaur Sra Charanjit; Yahya, Nurlia; Misiran, Karis; Masdar, Azlina; Nor, Nadia Md; Yee, Lee Choon.
Título: Combined spinal-epidural analgesia in labour: its effects on delivery outcome / Analgesia combinada raquiperidural em trabalho de parto: seus efeitos sobre o desfecho do parto
Fonte: Rev. bras. anestesiol;66(3):259-264, May.-June 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT BACKGROUND AND OBJECTIVES: Combined spinal-epidural (CSE) has become an increasingly popular alternative to traditional labour epidural due to its rapid onset and reliable analgesia provided. This was a prospective, convenient sampling study to determine the effects of CSE analgesia on labour outcome. METHODS: One hundred and ten healthy primigravida parturients with a singleton pregnancy of ≥37 weeks gestation and in the active phase of labour were studied. They were enrolled to the CSE (n = 55) or Non-CSE (n = 55) group based on whether they consented to CSE analgesia. Non-CSE parturients were offered other methods of labour analgesia. The duration of the first and second stage of labour, rate of instrumental vaginal delivery and emergency cesarean section, and Apgar scores were compared. RESULTS: The mean duration of the first and second stage of labour was not significantly different between both groups. Instrumental delivery rates between the groups were not significantly different (CSE group, 11% versus Non-CSE group, 16%). The slightly higher incidence of cesarean section in the CSE group (16% versus 15% in the Non-CSE group) was not statistically significant. Neonatal outcome in terms of Apgar score of less than 7 at 1 and 5 min was similar in both groups. CONCLUSION: There were no significant differences in the duration of labour, rate of instrumental vaginal delivery and emergency cesarean section, and neonatal outcome in parturients who received compared to those who did not receive CSE for labour analgesia.

RESUMO JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A analgesia combinada raquiperidural (RP) tornou-se uma opção cada vez mais popular para o trabalho de parto tradicional devido ao seu rápido início de ação e ao resultado confiável. Este foi um estudo prospectivo de amostragem conveniente para determinar os efeitos da RP sobre o desfecho do parto. MÉTODOS: Foram incluídas 110 parturientes primigestas saudáveis, com gestação única de ≥ 37 semanas e na fase ativa do trabalho de parto. As pacientes foram designadas para os grupos RP (n = 55) ou não RP (n = 55) com base em seus consentimentos para a analgesia combinada RP. As parturientes do grupo não RP receberam outros métodos de analgesia para o parto. As durações do primeiro e segundo estágio do trabalho de parto, as taxas de parto vaginal instrumental e cesariana de emergência e os escores de Apgar foram comparados. RESULTADOS: A média de duração do primeiro e segundo estágio do trabalho de parto não foi significativamente diferente entre os dois grupos. As taxas de parto instrumental não foram significativamente diferentes entre os grupos, RP (11%) versus não RP (16%). A incidência ligeiramente maior de cesariana no grupo RP (16% versus 15% no não RP) não foi estatisticamente significativa. O desfecho neonatal em termos de índice de Apgar foi inferior a 7. CONCLUSÃO: Não houve diferenças significativas em relação à duração do trabalho, às taxas de parto vaginal instrumental e cesariana de emergência e ao desfecho neonatal em parturientes que receberam RP para analgesia de parto em comparação com aquelas que não receberam.
Descritores: Trabalho de Parto
Analgesia Epidural/métodos
Analgesia Obstétrica/métodos
Parto Obstétrico/estatística & dados numéricos
Raquianestesia/métodos
-Fatores de Tempo
Estudos Prospectivos
Resultado do Tratamento
Quimioterapia Combinada
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 864 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1137082
Autor: Amorim, Torcata; Aguiar, Larissa Aarestrup de Aquino; Pereira, Mariana de Assis Cabral; Marcatto, Juliana de Oliveira; Borgonove, Kelly Cristina Almeida.
Título: Critérios para escolha do acompanhante durante o trabalho de parto / Criterios para elegir el acompañante durante el trabajo de parto / Criteria for choosing the companion during labor
Fonte: Rev. baiana enferm;34:e36833, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo descrever os critérios que levam a parturiente a escolher o seu acompanhante durante o trabalho de parto. Método estudo descritivo de abordagem qualitativa, desenvolvido na maternidade de um hospital público de ensino de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Participaram 17 puérperas maiores de 18 anos. Para a coleta de dados foi utilizada a entrevista semiestruturada. Utilizou-se a análise de conteúdo para explorar as falas. Resultados o critério de escolha foi o vínculo do acompanhante com a puérpera ou a disponibilidade no momento. A maioria era o próprio companheiro e pai do recém-nascido. Na análise, as falas foram organizadas em uma categoria - Critérios de escolha do acompanhante - e quatro subcategorias: Como as participantes informaram-se sobre o direito de ter um acompanhante; Reações geradas pela presença do acompanhante; Atitudes do acompanhante que causaram incômodo; Desejo de ter outro acompanhante. Conclusão a participação paterna mostrou-se um critério relevante para as parturientes.

Objetivo describir los criterios que llevan las parturientas a elegir a su compañero durante el trabajo de parto. Método estudio descriptivo con un enfoque cualitativo, desarrollado en la maternidad de un hospital público de enseñanza en Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Participaron 17 mujeres puerperas mayores de 18 años. Para la recopilación de datos, se utilizó la entrevista semiestructurada. El análisis de contenido se utilizó para explorar los discursos. Resultados el criterio de elección era la relación del compañero con la puerpera o la disponibilidad en el momento. La mayoría era el propio compañero y padre del recién nacido. En el análisis, las declaraciones se organizaron en una categoría - Criterios para elegir el compañero - y cuatro subcategorías: Como las participantes se informaron sobre el derecho a tener un compañero; Reacciones generadas por la presencia del compañero; Actitudes del compañero que causaron malestar; Deseo en tener otro compañero. Conclusión la participación paterna resultó ser un criterio relevante para las parturientas.

Objective to describe the criteria that lead the parturient to choose her companion during labor. Method descriptive study with a qualitative approach, developed in the maternity of a public teaching hospital in Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil. The participants 17 puerperas aged over 18 years. For data collection, the semi-structured interview was used. Content analysis was used to explore the speeches. Results the criterion of choice was the relationship of the companion with the puerpera or availability at the moment. Most were the newborn's own companion and father. In the analysis, the statements were organized into one category - Criteria for choosing the companion - and four subcategories: How participants were informed about the right to have a companion; Reactions generated by the companion's presence; Companion's attitudes that caused discomfort; Desire to have another companion. Conclusion paternal participation proved to be a relevant criterion for parturients.
Descritores: Trabalho de Parto
Comportamento de Escolha
Acompanhantes Formais em Exames Físicos
-Família
Parto Humanizado
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde



página 1 de 87 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde