Base de dados : LILACS
Pesquisa : G08.686.784.769.490.249 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 431 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 44 ir para página                         

  1 / 431 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Barros, Sônia Maria Oliveira de
Texto completo
Id: biblio-1052568
Autor: Sanches, Maria Elisângela Torres de Lima; Barros, Sônia Maria Oliveira de; Santos, Amuzza Aylla Pereira dos; Lucena, Tâmara Silva de.
Título: Atuação da enfermeira obstétrica na assistência ao trabalho de parto e parto / Obstetric nurse's role in the care of labor and chilbirth / Actuación de la enfermera obstétrica en la asistencia al trabajo de parto y parto
Fonte: Rev. enferm. UERJ;27:e43933, jan.-dez. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: descrever as condutas utilizadas pela enfermeira obstétrica na assistência ao trabalho de parto e parto. Método: estudo observacional, descritivo e retrospectivo, realizado em duas maternidades de Maceió-Alagoas com 138 prontuários. A coleta de dados se deu por meio do partograma e da declaração de nascidos vivos que ficam anexadas ao prontuário. As variáveis foram agrupadas em categorias e descritas em percentuais e variáveis categóricas. Resultados: foi possível observar que não houve diferença, estatisticamente significante entre as instituições (p<0,05) nem em relação à idade, nem escolaridade. Já em relação às variáveis obstétricas, notou-se que houve diferença estatisticamente significante entre as instituições (p<0,05) em relação à paridade, idade gestacional, posição materna, uso de ocitocina e complicações. Conclusão: as ações realizadas pelas enfermeiras na assistência ao trabalho de parto e parto neste estudo estão dentro de um contexto de mudança real de paradigma e de postura frente às evidências científicas.

Objective: to describe the managements used by the obstetric nurse in assisting labor and parturition. Methods: an observational, descriptive and retrospective study conducted in two maternity hospitals in Maceió-Alagoas with 138 medical records. Data were collected through the partograph and the declaration of live births attached to the medical record. Variables were categorized and described as percentages and categorical variables. Results: it was possible to observe that there was no statistically significant difference between institutions (p <0.05), regarding age and education. Considering maternal variables, it was observed that there was a statistically significant difference between institutions (p <0.05) regarding parity, gestational age, maternal position, oxytocin use and complications. Conclusion: actions performed by nurses in the care of labor and delivery in this study are within a context of real change of paradigm and attitude towards scientific evidence.

Objetivo: describir las acciones utilizadas por la enfermera obstétrica para ayudar en el parto y el parto. Métodos: estudio observacional, descriptivo y retrospectivo realizado en dos maternidades de Maceió-Alagoas con 138 historias clínicas. Los datos se recopilaron a través del partograma y la declaración de nacimientos vivos adjunta a la historia clínica. Las variables se clasificaron y describieron como porcentajes y variables categóricas. Resultados: fue posible observar que no hubo diferencias estadísticamente significativas entre las instituciones (p <0.05), con respecto a la edad y la educación. Considerando las variables maternas, se observó que había una diferencia estadísticamente significativa entre las instituciones (p <0.05) con respecto a la paridad, edad gestacional, posición materna, uso de ocitocina y complicaciones. Conclusión: las acciones realizadas por las enfermeras en el cuidado del trabajo de parto y el parto en este estudio están dentro de un contexto de cambio real de paradigma y actitud hacia la evidencia científica.
Descritores: Trabalho de Parto
Parto Humanizado
Parto
Parto Normal
Enfermeiras Obstétricas
Enfermagem Obstétrica
-Epidemiologia Descritiva
Estudo Observacional
Tocologia
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Adolescente
Adulto
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  2 / 431 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1052551
Autor: Castro, Idalina Reis de; Melo, Mônica Cecília Pimentel de; Morais, Ramon José Leal de; Santos, Ana Dulce Batista dos.
Título: Partejar de primíparas: reflexos na amamentação / Childbirth care for primiparas: reflexes in breastfeeding / Cuidado al parto de primiparas: reflejos en la lactancia materna
Fonte: Rev. enferm. UERJ;27:e43354, jan.-dez. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar, a partir da experiência de primíparas, a relação entre a assistência recebida durante o parto normal e o pósparto imediato e seus reflexos na amamentação. Método: qualitativo, descritivo, aprovado pelo Comitê de Ética, realizado em um Centro de Parto Normal, do polo Petrolina-Juazeiro, em 2018. Participaram 17 primíparas, através de entrevista semiestruturada, sendo os dados submetidos a análise temática de conteúdo. Resultados: a amamentação ocorreu positivamente, pois esse lócus é apropriado para essa prática, favorecendo-a de maneira natural. O apoio e a compreensão são primordiais e devem superar uma assistência focada apenas em informações rápidas, técnicas e generalizadas. Conclusão: os anseios e particularidades de cada puérpera precisam ser respeitados e atendidos, valorizando o investimento em políticas de saúde que enfatizem o cuidado humanizado para cada mulher. Logo, a educação em saúde precisa estabelecer reflexão, discussão e aprendizado nesse processo que transcende o biológico.

Objective: to analyze the relationship between the care received during normal delivery and the immediate postpartum and its effects on breastfeeding, from the experience of primiparous women. Method: qualitative and descriptive study, approved by the Ethics Committee, held in a Normal Birth Center in Petrolina-Juazeiro Center, Brazil, in 2018. Seventeen primiparous women participated through semi-structured interviews, treated by thematic content analysis. Results: breastfeeding occurred positively, as this locus is appropriate for this practice, favoring it naturally. Supporting and understanding are primordial and should go beyond assistance focused only on quick, technical and generalized information. Conclusion: the wishes and particularities of each postpartum woman need to be respected and met, valuing the increment in health policies that emphasize humanized care for each woman. Therefore, health education needs to establish reflection, discussion and learning in this process that transcends the biological.

Objetivo: analizar la relación entre la atención recibida durante el parto normal y el posparto inmediato y sus efectos sobre la lactancia materna, a partir de la experiencia de las mujeres primíparas. Método: estudio cualitativo y descriptivo, aprobado por el Comité de Ética, realizado en un Centro de Parto Normal en el Centro Petrolina-Juazeiro, Brasil, en 2018. Diecisiete mujeres primíparas participaron a través de entrevistas semiestructuradas, tratadas por análisis de contenido temático. Resultados: la lactancia materna ocurrió positivamente, ya que este lugar es apropiado para esta práctica, favoreciéndolo naturalmente. El apoyo y la comprensión son primordiales y deben ir más allá de la asistencia centrada solo en información rápida, técnica y generalizada. Conclusión: los deseos y particularidades de cada mujer posparto deben ser respetados y cumplidos, valorando el incremento en las políticas de salud que enfatizan la atención humanizada para cada mujer. Por lo tanto, la educación sanitaria necesita establecer reflexión, discusión y aprendizaje en este proceso que trasciende lo biológico.
Descritores: Aleitamento Materno
Parto
Período Pós-Parto/psicologia
Parto Normal/enfermagem
Parto Normal/psicologia
Cuidados de Enfermagem
-Aleitamento Materno/psicologia
Parto Humanizado
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  3 / 431 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1057118
Autor: Camargo, Joyce da Costa Silveira de; Varela, Vitor; Ferreira, Fernanda Marçal; Chofakian, Christiane Borges do Nascimento; Osava, Ruth Hitomi; Araújo, Natalúcia Matos; Narchi, Nadia; Santos, Maria Elisabete; Nené, Manuela; Grande, Catarina.
Título: Perineal outcomes and its associated variables of water births versus non-water births: a cross-sectional study / Desfechos perineais e as variáveis associadas no parto na água e no parto fora da água: estudo transversal
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);19(4):777-786, Sept.-Dec. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: to describe the perineal outcomes of women who had delivered in water and out of water. Methods: a cross-sectional and quantitative study developed in a public hospital in Setúbal, Portugal. The population was of women who participated in the "Water Birth Project" in the period from 2011 to 2014, which gave birth in water and out of water. 104 women were selected according to established inclusion criteria. The groups were compared according to the following variables: demographics, obstetric information, delivery care and perineal outcomes. The data were analyzed in the Stata(r) software, with descriptive and bivariate statistics (chi-square and Fisher's test). Results: the medical records of 73 women who gave birth in water and 31 women who gave birth out of water were studied. Water deliveries were significantly associated with fewer perineal lacerations, lower rates of episiotomy, and shorter delivery time. Conclusions: the results of the study suggest that childbirth in water has a protective effect against severe third or fourth degree perineal tears, during fetal expulsion in water.

Resumo Objetivos: descrever os resultados perineais de mulheres que tiveram parto na água e fora da água. Métodos: estudo transversal e quantitativo desenvolvido em um hospital público de Setúbal, Portugal. A população foi de mulheres que participaram do "Projeto Parto na Água", no período de 2011 a 2014, que deram à luz na água e fora da água. Foram selecionadas para o estudo 104 mulheres de acordo com os critérios de inclusão estabelecidos. Os grupos foram comparados de acordo com as seguintes variáveis: demografia, informação obstétrica, assistência ao parto e resultados perineais. Os dados foram analisados no software Stata(r), com estatísitica descritiva e bivariada (qui-quadrado e teste de Fisher). Resultados: foram estudados os prontuários de 73 mulheres que deram à luz na água e 31 mulheres que deram à luz fora da água. Os partos na água foram significativamente associados a menos lacerações perineais, menores taxas de episiotomia e menor tempo de parto. Conclusão: os resultados do estudo sugerem que o parto na água tem um efeito protetor contra lacerações perineais severas de terceiro ou de quarto grau durante a expulsão fetal na água.
Descritores: Períneo/cirurgia
Períneo/lesões
Período Pós-Parto
Episiotomia/métodos
Parto Normal
-Portugal
Estudos Transversais
Tocologia
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  4 / 431 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1052632
Autor: Firmino, Klecianne da Costa; Lima, Elyda Priscila de; Correia, Tamirys Renata Lima; Silva, Júlio César Bernardino da; Albuquerque, Nayale Lucinda Andrade.
Título: Percepção da mulher frente à dor do Parto / Woman perception ante of childbirth pain / Percepción de las mujeres sobre el dolor de parto
Fonte: Rev. Ciênc. Plur;6(1):87-101, 2020. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução:As mulheresestão rodeadas por expectativas dos medos que permeiam o trabalho de parto, por isso atribuem significados a partir da experiência vivida, formando diversas percepções sobre a dor, minimizando os efeitos negativos após obter a satisfação de ser mãe.Objetivo:Conhecer a percepção da mulher frente à dor do parto. Método:Estudo descritivo, de abordagem qualitativa, realizado numa maternidade referência secundária para gestação de alto risco em Caruaru-PE no período de julho a agosto de 2016. Participaram desta pesquisa 13 mulheres que se encontravam no pós-parto mediato e imediato, após a experiência do parto normal de baixo risco. A entrevista foi realizada após leitura e assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido e as falas das participantes foram submetidas à técnica de análise de conteúdo de Bardin. O estudo só foi iniciado após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa.Resultados:As mulheres atribuíram a dor do parto normal com o significado negativo no sentido de ser uma experiência inexplicável, horrível, uma dor insuportável. Entretanto, atribuíram também positivamente a experiência como prazerosa diante de uma dor tolerávele passageira, com uma recuperação rápida e regada de emoções. Conclusões:As mulheres possuem uma percepção variada da dor do parto, perpassando a compreensão de que é algo predeterminado por Deus, é algo natural e, por mais que essa dor seja insuportável, é algo passageiro, pois logo que a criança nasce todo esse processo doloroso é esquecido, gerando prazer e satisfação em ser mãe, por isso é importante uma atenção humanizada ao parto para que esse momento seja uma experiência prazerosa na vida da mulher.(AU).

Introduction:Women are surrounded by expectations of fears that permeate labor, so they attribute meanings from their experience, forming various perceptions about pain, minimizing the negative effects after obtaining the satisfaction of being a mother.Objective:Know the perception ofwomen facing the pain of childbirth.Methods:This is a descriptive, qualitative study conducted in a secondary reference maternity hospital for high-risk pregnancy in Caruaru-PE from July to August 2016. Thirteen women who were in the immediate and immediate postpartum, after the experience of the study, participated in this research. low-risk normal delivery. The interview was conducted after reading and signing the free and informed consent form and the participants' statements were submitted to Bardin's content analysis technique. The study was only started after approval by the Research Ethics Committee. Results:Women attributed the pain of normal childbirth to the negative meaning that it was an inexplicable, horrible, unbearable pain. However, they also positively attributed he experience as pleasurable in the face of a tolerable and fleeting pain, with a quick and watery recovery of emotions.Conclusions:Women have a varied perception of the pain of childbirth, passing through the understanding that it is predetermined by God, it is natural and, as much as this pain is unbearable, it is transient, because as soon as the child is born all this painful process is forgotten, generating pleasure and satisfaction in being a mother, so a humanized attention to childbirth is important for this moment to be a pleasurable experience in the woman's life.(AU).

Introducción: Las mujeres están rodeadas de expectativas de los temores que permean el parto, por lo que atribuyen significados a partir de su experiencia, formando diversas percepciones sobre el dolor, minimizando los efectos negativos después de obtener la satisfacción de ser madre. Objetivo: Conozca la percepción de las mujeres que enfrentan el dolor del parto. Método:Este es un estudio descriptivo y cualitativo realizado en un hospital de maternidad de referencia secundario para embarazos de alto riesgo en Caruaru-PE de julio a agosto de 2016. Trece mujeres que estaban en el posparto inmediato e inmediato, después de la experiencia del estudio, participaron en esta investigación. parto normal de bajo riesgo. La entrevista se realizó después de leer y firmar el formulario de consentimiento libre e informado y las declaraciones de los participantes se enviaron a la técnica de análisis de contenido de Bardin. El estudio solo comenzó después de la aprobación del Comité de Ética en Investigación. Resultados:Como múltiplesatribuyen a un dor do parto normal con un significado negativo sin sentido de ser una experiencia inexplicable, horvelvel, uma dor insuportável. Entretanto, atribuíram también positivamente una experiencia como prazerosa diante de uma dor tolerável y Passira, com uma recuperação rápida e regada de emoções. Conclusiones:Las mujeres tienen una percepción variada del dolor del parto, pasando por el entendimiento de que es algo predeterminado por Dios, es natural y, por mucho que este dolor sea insoportable, es algo temporal, porque tan pronto como nace el niño, este proceso doloroso es olvidado, generando placer y satisfacción en ser madre, por lo que una atención humanizada al parto es importante para que este momento sea una experiencia placentera en la vida de la mujer.(AU).
Descritores: Mulheres
Dor do Parto
Parto Normal
-Brasil
Epidemiologia Descritiva
Entrevistas como Assunto
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  5 / 431 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-889646
Autor: Sousa, Ludmilla Monfort Oliveira; Araújo, Edna Maria de; Miranda, José Garcia Vivas.
Título: Caracterização do acesso à assistência ao parto normal na Bahia, Brasil, a partir da teoria dos grafos / Characterization of access to normal childbirth care in Bahia State, Brazil, based on graph theory / Caracterización del acceso a la asistencia en el parto normal en Bahía, Brasil, a partir de la teoría de grafos
Fonte: Cad. Saúde Pública (Online);33(12):e00101616, 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O fluxo de origem e destino é um fenômeno que pode ser modelado como uma rede. A teoria dos grafos é uma ferramenta matemática para caracterizar uma rede, desta forma, é possível estudar as propriedades topológicas e o desenvolvimento temporal e espacial de um conjunto de elementos relacionados. Este artigo tem como objetivo estimar a evolução topológica da rede intermunicipal de partos normais. Para tanto, foram selecionadas as internações do Sistema de Informação Hospitalar do Sistema Único de Saúde com o procedimento de parto normal, de 2008 a 2014, das residentes no Estado da Bahia, Brasil. Foram aplicados os índices: grau de entrada (de quantos municípios chegam), grau de saída (para quantos municípios saem), fluxo de entrada (quantas pessoas chegam), fluxo de saída (quantas pessoas saem) e o tamanho médio da aresta de saída (distância percorrida). As análises entre as macrorregiões foram realizadas por meio dos indicadores: proporção de partos normais realizados fora do município de residência e tamanho médio da aresta de saída. Os resultados indicam que houve aumento de partos realizados fora do município de residência, além da permanência da concentração de partos nos municípios sede da Região de Saúde, e aumento da distância entre o município de residência e o município de ocorrência do parto. A organização das redes para parto normal ainda é um desafio a ser superado. É importante analisar o fluxo realizado pelas gestantes, a fim de apoiar a definição das referências intermunicipais com o propósito de garantir o parto e o nascimento seguros. Concluiu-se que é necessário desenvolver uma rede regionalizada para atender às demandas das gestantes nos territórios de forma universal e equânime.

Origin-destination flow is a phenomenon that can be modeled as a network. Graph theory is a mathematical tool to characterize a network and thus allows studying the topological properties and temporal and spatial development of a set of related elements. The article aims to estimate the topological evolution of an inter-municipal network of normal deliveries. We selected the admissions for normal deliveries in the Hospital Information System of the Brazilian Unified National Health System, from 2008 to 2014, for women residing in Bahia State, Brazil. The following indices were applied: entry degree (from how many municipalities the women came for childbirth), exit degree (to how many municipalities they left), entry flow (how many women came), exit flow (how many women left), and the mean size of the exit edge (distance traveled). Analyses between macro-regions used the following indicators: proportion of normal deliveries performed outside the municipality of residence and mean size of the exit edge. The results indicate an increase in deliveries performed outside the municipality of residence, in addition to the persistence of concentration of deliveries in the hub municipalities in the Health Regions, and an increase in the distance between the municipality of residence and the municipality where the delivery took place. The organization of networks for normal childbirth poses an on-going challenge. It is important to analyze the flow of women for childbirth care in order to support the establishment of inter-municipal references to guarantee safe labor and childbirth. In conclusion, it is necessary to develop a regionalized network to meet the demand by pregnant women in the territory with universal and equitable coverage.

El flujo de origen y destino es un fenómeno que puede ser modelado como una red. La teoría de los grafos es una herramienta matemática para caracterizar una red, de esta forma, es posible estudiar las propiedades topológicas y el desarrollo temporal y espacial de un conjunto de elementos relacionados. El objetivo de este artículo es estimar la evolución topológica de la red intermunicipal de partos normales. Para ello, se seleccionaron los internamientos del Sistema de Información Hospitalaria del Sistema Único de Salud con el procedimiento de parto normal, de 2008 a 2014, de residentes en el estado de Bahía, Brasil. Se aplicaron los siguientes índices: grado de entrada (de cuántos municipios llegan), grado de salida (hacia cuántos municipios salen), flujo de entrada (cuántas personas llegan), flujo de salida (cuántas personas salen) y el tamaño medio de la arista de salida (distancia recorrida). Los análisis entre las macrorregiones se realizaron mediante los indicadores: proporción de partos normales realizados fuera del municipio de residencia y tamaño medio de la arista de salida. Los resultados indican que hubo un aumento de partos realizados fuera del municipio de residencia, además de la permanencia de la concentración de partos en los municipios sede de la Región de Salud, y el aumento de la distancia entre el municipio de residencia y el municipio de ocurrencia del parto. La organización de las redes para el parto normal todavía es un desafío que debe ser superado. Es importante analizar el flujo realizado por las gestantes, con el propósito de apoyar la definición de las referencias intermunicipales, a fin de garantizar el parto y el nacimiento seguros. Se concluyó que es necesario desarrollar una red regionalizada para atender a las demandas de las gestantes en los territorios de forma universal y ecuánime.
Descritores: Características de Residência/estatística & dados numéricos
Parto Obstétrico/estatística & dados numéricos
Acesso aos Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos
Parto Normal/estatística & dados numéricos
-Fatores de Tempo
Brasil
Cidades/estatística & dados numéricos
Geografia
Serviços de Saúde Materna/estatística & dados numéricos
Programas Nacionais de Saúde/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 431 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1091977
Autor: Souza, Marcella Rocha Tavares de; Farias, Laryssa Miranda Vidal Cavalcante; Ribeiro, Gabriela Lima; Coelho, Tatiane da Silva; Costa, Camila Chaves da; Damasceno, Ana Kelve de Castro.
Título: Factors related to perineal outcome after vaginal delivery in primiparas: a cross-sectional study / Factores relacionados con el resultado perineal tras parto vaginal en primíparas: estudio transversal / Fatores relacionados ao desfecho perineal após parto vaginal em primíparas: estudo transversal
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;54:e20180435, 2020. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Abstract Objective: Identify the associations between perineal outcome in primiparas and interventions during labor and delivery, newborn weight and APGAR score. Method: Document-based, correlational, retrospective, quantitative study conducted in a tertiary maternity hospital in the state of Ceará, between July 2017 and January 2018. The independent variables were labor induction, amniotomy, non-pharmaceutical methods for relieving pain, forceps, episiotomy, Kristeller maneuver, position in the expulsion stage, shoulder dystocia, and newborn weight and APGAR score, and the dependent variable was perineal outcome. Pearson's chi-square test and Fisher's exact test were used. Results: A total of 226 normal-risk primiparas who had a vaginal delivery. An association was found between horizontal position in the expulsion stage and episiotomy, and between not performing an episiotomy and perineal tearing. The other variables (labor, delivery and neonatal) did not have any effect on perineal tearing. Conclusion: Interventions, with the exception of episiotomies, did not have an influence on the occurrence of perineal trauma, but they do need to be carefully assessed. Deliveries in a horizontal position were associated with a higher likelihood of performing an episiotomy.

Resumen Objetivo: Identificar las asociaciones entre el resultado perineal en primíparas y las intervenciones ocurridas durante el trabajo de parto, parto, peso y APGAR del recién nacido. Método: Estudio documental, correlacional, retrospectivo, cuantitativo, llevado a cabo en una maternidad terciaria en el estado de Ceará, entre julio de 2017 y enero de 2018. Las variables independientes fueron inducción del parto, amniotomía, métodos no farmacológicos de alivio del dolor, fórceps, episiotomía, maniobra de Kristeller, posición en el período expulsivo, distocia de hombro, peso y APGAR del recién nacido, y la variable dependiente fue el resultado perineal. Se emplearon las pruebas de Chi cuadrado de Pearson y la exacta de Fisher. Resultados: Participaron 226 primíparas de riesgo habitual que parieron por vía vaginal. Se verificó asociación entre la posición horizontal en el período expulsivo del parto y episiotomía, y entre la no realización de episiotomía y laceración perineal. La otras variables de trabajo de parto, parto y neonatal no interfirieron en la ocurrencia de laceración perineal. Conclusión: Acciones intervencionistas, salvo la episiotomía, no influenciaron la ocurrencia de trauma perineal, sin embargo requieren evaluación juiciosa. El parto en la posición horizontal se relacionó con la mayor posibilidad de realización de episiotomía.

Resumo Objetivo: Identificar as associações entre o desfecho perineal em primíparas e as intervenções ocorridas durante o trabalho de parto, parto, peso e APGAR do recém-nascido. Método: Estudo documental, correlacional, retrospectivo, quantitativo, realizado em uma maternidade terciária no estado do Ceará, entre julho de 2017 e janeiro de 2018. As variáveis independentes foram indução do parto, amniotomia, métodos não farmacológicos de alívio da dor, fórceps, episiotomia, manobra de Kristeller, posição no período expulsivo, distocia de ombro, peso e APGAR do recém-nascido, e a variável dependente foi o desfecho perineal. Foram utilizados o teste de Qui-quadrado de Pearson e o teste exato de Fisher. Resultados: Participaram 226 primíparas de risco habitual que pariram por via vaginal. Verificou-se associação entre posição horizontal no período expulsivo do parto e episiotomia, e entre a não realização de episiotomia e laceração perineal. As outras variáveis de trabalho de parto, parto e neonatal não interferiram na ocorrência de laceração perineal. Conclusão: Ações intervencionistas, com exceção da episiotomia, não influenciaram a ocorrência de trauma perineal, porém requerem avaliação criteriosa. O parto na posição horizontal relacionou-se a maior probabilidade de realização de episiotomia.
Descritores: Períneo
Lacerações
Episiotomia
Parto Normal
-Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Enfermagem Obstétrica
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  7 / 431 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Texto completo
Id: lil-715406
Autor: Morera Salas, Melvin.
Título: Capacidad resolutiva en la atención de partos hospitalarios, Costa Rica / Health services capacities for hospital births in Costa Rican
Fonte: Rev. costarric. salud pública;22(2):149-155, jul.-dic. 2013. graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo: Evaluar la resolutividad en la atención del parto de los hospitales periféricos de la Caja Costarricense de Seguro Social. Materiales y métodos: Se utilizan datos clínico administrativos de la Caja Costarricense de Seguro Social para el año 2012. Se calcula los porcentajes de partos vaginales y cesáreas resueltos por los hospitales periféricos correspondientes a su área de atracción. Además, se estima la productividad de la cama y el manejo de las estancias en el servicio de obstetricia, y la adecuación de la atención del parto como medidas de eficiencia. Resultados: Se presenta una alta variabilidad en el porcentaje de resolución de partos vaginales (rango de 95% a 65%), y en mayor medida en las cesáreas (rango de 90 % a 4 %). Se determinó que dos hospitales poseen estancias mayores a las esperadas de acuerdo a la casuística atendida y tres hospitales registran tasas de cesáreas significativamente superiores a la tasa nacional, que no son explicadas por la complejidad de los casos que atendieron. Discusión: La alta variabilidad en el porcentaje de partos y cesáreas resueltos por los hospitales periféricos correspondientes a su área de atracción, está determinada en gran parte por una inadecuada configuración de la oferta, con desproporciones entre el número de especialistas por cama y desequilibrios en el recurso humano necesarios para la atención del parto. Esto provoca que gran cantidad de partos y cesáreas tengan que derivarse a un hospital regional o nacional de mayor complejidad.

Objective: To evaluate the resoluteness of delivery care of low complex public Costa Rican hospitals. Methods: Clinical and administrative data come from Caja Costarricense del Seguro Social for 2012. The vaginal deliveries and caesarean sections rates are calculated. In addition, the bed productivity, obstetrics length of stay management, and appropriateness of delivery care are estimated. Results: There is more variability in vaginal births rate resolution (95 % to 65 % range) than caesarean sections rate resolution (90 % to 4 % range). Two hospitals have longer length of stay than expected according to the case-mix. Three hospitals have significantly higher caesarean section rates than the national rate, which are not explained by their case-mix. Discussion: The high variability of caesarean sections rate resolution reflects a disproportion between the number of specialists per room and imbalances human resources needed for care delivery. This situation cause that a lot of low complexity caesarean sections and vaginal deliveries are solved in high complexity regional and national hospitals.
Descritores: Cesárea
Costa Rica
Indicadores de Gestão
Hospitalização
Parto Normal
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  8 / 431 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1095322
Autor: Koiffman, Márcia Duarte.
Título: Fatores de risco para remoção neonatal na Casa do Parto de Sapopemba - São Paulo / Risk factors to neonatal transfers in the Sapopemba free-standing birth center - São Paulo.
Fonte: São Paulo; s.n; 2006. 127 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A Casa do Parto de Sapopemba (CPS) é uma unidade autônoma, isolada do hospital, integrada ao Sistema Único de Saúde. Atende mulheres com gestação de baixo risco e a assistência é prestada exclusivamente por obstetrizes e enfermeiras obstétricas. Este modelo tem sido criticado em relação à segurança para a mulher e recém-nascido. A literatura aponta menos intervenções desnecessárias e maiores níveis de satisfação das mulheres atendidas em casas de parto. No Brasil existem poucos estudos sobre o tema. Os objetivos deste estudo, do tipo caso-controle, foram: descrever as remoções neonatais segundo o motivo, tempo de vida, local e desfecho; identificar os fatores de risco associados à remoção. Ocorreram 2.840 partos na CPS no período de setembro de 1998 a agosto de 2005. Os casos foram todos os recém-nascidos removidos da CPS para hospitais de referência (n=32) no período do estudo. Os controles foram recém-nascidos da CPS, nascidos no mesmo período e que não foram removidos (n=64). Os dados foram coletados dos prontuários e registro sobre os partos da instituição. Foi realizada análise univariada e de regressão logística múltipla dos dados. A prevalência de remoções e a taxa de mortalidade neonatal foi de 1,1% e 1/1.000 nascidos vivos, respectivamente. O desconforto respiratório foi o motivo principal para a remoção neonatal seguido de suspeita de aspiração de mecônio, hipotonia e asfixia neonatal. O Hospital Geral de Vila Alpina recebeu 51,6 % das remoções e oAmparo Maternal 32,6%. No momento da remoção, o tempo de vida do recém-nascido variou entre 5 minutos e 30 horas (média=8 horas; mediana=5 horas; dp=8,3 horas). Os fatores de risco para remoção neonatal foram: intercorrências no trabalho de parto e parto (OR=5,5; IC 95% 1,06 - 28,26), hábito de fumar durante a gestação (OR=4,1; IC 95% 1,03 - 16,33) e Índice de Apgar igual ou menor que sete no primeiro minuto de vida (OR=7,8; IC 95% 1,62 - 37,03). ) As taxas de remoção e mortalidade neonatal encontradas, similares ou inferiores a estudos internacionais, são importantes indicadores da qualidade do atendimento na CPS. Acredita-se que o conhecimento dos fatores de risco para remoção possa contribuir para o aprimoramento da assistência, pela identificação de situações que apontam para um maior risco de complicações neonatais.

The Sapopemba Birth Center (SBC) is a public free-standing maternity unit, isolated from the reference hospital. Obstetric care for low-risk women is offered by midwives and nurse-midwives. This model of care has been questioned concerning women and newborns safety. Studies show less unnecessary interventions and higher level of satisfaction of women assisted in birth centers. There are few studies on this subject in Brazil. This case-control study aimed to: describe neonatal transfers according to the reasons, newborn lifetime, backup hospital and conditions of newborns after transfer; identify risk factors associated with neonatal transfers in this setting. There were 2,840 births in the SBC during the study period, from September 1998 to August 2005. Cases were all newborns transferred from the SBC to referenced hospitals (32) during the study period. Controls were selected from newborns delivered at the SBC in the same period and who were not transferred to hospital (64). Data were collected from records available at the birth center. Unvaried and multiple analysis was performed using conditional logistic regression. The neonatal transfer and mortality rates were 1.1% and 1/1,000, respectively. Respiratory distress was the main reason for transfer, followed by suspected aspiration of meconium, hypotonia and neonatal asphyxia. The Vila Alpina General Hospital received 51.6% of transfers from the SBC and the Amparo Maternal, 32.6%. In themoment of transfer, the newborn's lifetime varied from 5 minutes to 30 hours (mean = 8 hours; median = 5 hours; sd = 8,3 hours). Risk factors associated with neonatal transfers were: labor and intrapartum complications (OR = 5.5; CI 95% 1.06 - 28.26); smoking during pregnancy (OR = 4.1; CI 95% 1.03 - 16.33); first minute Apgar score bellow eight (OR = 7.8; CI 95% 1.62 - 37.03). Neonatal mortality and transfer rates found in this study were similar or lower comparing to the international studies and they represent an important index of quality related to the assistance given in the SBC. The knowledge of risk factors associated with neonatal transfers from this birth center may contribute for the improvement of care, by the identification of the situations that show a higher risk of neonatal complications.
Descritores: Fatores de Risco
Parto Normal
Enfermagem Obstétrica
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  9 / 431 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047584
Autor: Assis, Thaís Rocha; Chagas, Virginia Oliveira; Goes, Raissa de Melo; Schafauser, Nathany Souza; Caitano, Klara Gomes; Marquez, Renatha Almeida.
Título: Implementação da Rede Cegonha em uma Regional de Saúde do estado de Goiás: o que os indicadores de saúde mostram sobre atenção materno-infantil? / Implementation of the Rede Cegonha (Stork Network) in a Regional Health Department in the state of Goiás, Brazil: what do health indicators show about maternal and child care? / Implementación de la Rede Cegonha (Red Cigüeña) en una Dirección Regional de Salud del estado de Goiás, Brasil: ¿Qué muestran los indicadores de la salud sobre la atención materno-infantil?
Fonte: RECIIS (Online);13(4):843-853, out.-dez. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Os indicadores de morbidade e de mortalidade materno-infantis são essenciais no contexto da organização da Rede Cegonha, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Esta rede organiza-se para assegurar o acesso, o acolhimento e a resolutividade, por meio de um modelo de atenção voltado para o pré-natal, parto e nascimento, puerpério e sistema logístico. Este artigo apresenta um estudo ecológico desta rede em uma Regional de Saúde, realizado com uso de dados dos Sistemas de Informação de Saúde do Departamento de Informática do SUS. Verificou-se um percentual crescente de gestantes que realizaram sete ou mais consultas pré-natais. No entanto, poucas concluíram a assistência pré-natal, porque não realizaram a consulta de puerpério. Observou-se uma taxa de mortalidade infantil próxima à da meta estipulada pela ONU. Identificou-se um aumento das cesáreas e uma redução de partos normais, além de uma alta mortalidade materna. Esses indicadores apontam para a necessidade de melhoria da qualidade da atenção pré-natal e da assistência ao parto.

Indicators of maternal-child morbidity and mortality are essential in the context of the organization of the Rede Cegonha (Stork Network), within the scope of the Unified Health System (SUS ­ Sistema Único de Saúde). This network is organized to ensure access, protection and successful resolution, through a model of attention focused on prenatal, delivery and childbirth, puerperium (or postpartum period) and logistic system. This article presents an ecological study of this network in a Regional de Saúde (Regional Health Department) that was carried out using data from the SUS Department of Informatics of the Health Information Systems. An increasing percentage of pregnant women who had seven or more prenatal visitscould be observed. However, few pregnant women completed prenatal care because they have not sought for the puerperium consultation. A child mortality rate close to the target set out in the United Nations Sustainable Development Goals was observed. An increase in caesarean sections and a reduction in normal deliveries and at the same time a high maternal mortality were identified. These indicators point to the need to improve the quality of prenatal and delivery care.

Los indicadores de morbilidad y de mortalidad materno-infantil son esenciales en el contexto de la organización de la Rede Cegonha (Red Cigüeña), en el ámbito del Sistema Único de Salud (SUS ­ Sistema Único de Saúde). Esa red se organiza para asegurar el acceso, el acogimiento y la capacidad resolutiva, por medio de un modelo de atención dirigido al prenatal, parto, nacimiento, puerperio y sistema logístico. Este artículo presenta un estudio ecológico de la red en una Regional de Saúde (Dirección Regional de Salud) realizado utilizando datos de los Sistemas de Información de Salud del Departamento de Informática del SUS. Se ha verificado un porcentaje creciente de gestantes que realizaron siete o más consultas de prenatal. Sin embargo, pocas gestantes concluyeron la asistencia prenatal, porque no realizaron la consulta de puerperio. Se observó una tasa de mortalidad infantil próxima a la meta estipulada por la ONU. Se identificó un aumento de las cesáreas y una reducción de partos normales, además de una alta mortalidad materna. Esos indicadores apuntan la necesidad de mejorar la calidad de la atención prenatal y de la asistencia al parto.
Descritores: Indicadores Básicos de Saúde
Assistência à Saúde
Serviços de Saúde Materno-Infantil
-Cuidado Pré-Natal
Sistema Único de Saúde
Brasil
Cesárea
Mortalidade Infantil
Mortalidade Materna
Estudos Ecológicos
Acesso aos Serviços de Saúde
Parto Normal
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Lactente
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  10 / 431 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1046674
Autor: Prestes, Daniele; Antunes, Vivian da Pieve; Cardoso, Dannuey Machado; Bajotto, Alethéia Peters; Pasqualoto, Adriane Schmidt.
Título: Características de neonatos com síndrome do desconforto respiratório considerando a via de parto em uma unidade de terapia intensiva da região central do RS / Characteristics of neonates with respiratory distress syndrome admitted to an intensive care unit of the central region of RS
Fonte: Rev. bras. ciênc. saúde;23(3):393-398, 2019. ilus., tab..
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Analisar as características dos neonatos com Síndro-me do Desconforto Respiratório (SDR), considerando a via de parto, admitidos em uma Unidade de Terapia Intensiva de um hospital universitário da região central do Rio Grande do Sul. Materiais e métodos: Estudo retrospectivo, realizado no período de abril a maio de 2017, através da análise de prontuários de neonatos com idade gestacional acima de 37 semanas, ambos os sexos, internados no ano de 2016 na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) do Hospital Universitário de Santa Maria com CID 10 P22 ­ Desconforto (angústia) respiratório(a) do recém-nascido. Resultados: A amostra foi constituída por 40 registros de nascimentos (25 do sexo masculino), divididos em parto vaginal (n=11) e cesárea (n=29), representando 27,5% e 72,5%, respectivamente, das internações totais. A média de idade materna foi de 27±7 anos, com uma média de 7±5 con-sultas pré-natais. Durante o período de internação 65%(n=26) dos 40 neonatos necessitaram de oxigenoterapia. Conclusão:A partir dos resultados obtidos no presente estudo, observamos que a SDR representa 11% das internações ocorridas na UTIN, no ano de 2016. A prevalência, quanto ao tipo de parto, foi de neonatos nascidos de cesariana, sem a presença do trabalho de parto e com idade gestacional de 38 semanas. (AU)

Objective: To analyze the characteristics of newborns with Respiratory Distress Syndrome (RDS), considering the route of delivery, admitted to an Intensive Care Unit of a university hospital in the central region of Rio Grande do Sul, Brazil. Materials and methods: A retrospective study, conducted from April to May 2017, through the analysis of records of neonates with gestational age above 37 weeks, both sexes, hospitalized in 2016 at the Neonatal Intensive Care Unit (NICU) of the Uni-versity Hospital of Santa Maria, with ICD 10 P22 - Respiratory distress syndrome of newborn. Results: The sample consisted of 40 birth records (25 males), divided into vaginal (n = 11) and caesarean (n = 29), representing 27.5% and 72.5%, respective-ly, of total hospitalization. The mean maternal age was 27 ± 7 years, with a mean of 7 ± 5 prenatal consultations. During the hospitalization period, 65% (n = 26) of the 40 neonates required oxygen therapy. Conclusion: Based on the results obtained in the present study, we observed that the RDS represents 11% of the hospitalizations that occurred in the NICU in 2016. The prevalence, in terms of route delivery, was of neonates born caesarean, without the presence of labor and gestational age of 38 weeks. (AU)
Descritores: Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido/epidemiologia
Cesárea
Parto Normal
-Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido/terapia
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Idade Gestacional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Adulto
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central



página 1 de 44 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde