Base de dados : LILACS
Pesquisa : G08.852 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 20 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 20 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-981550
Autor: González, Nataly González; Riatiga Ibáñez, Diego; Lizcano Herrera, Ana Carolina; Rodríguez Bedoya, Milena.
Título: Efectos del reimplante vesicoureteral en pacientes con trasplante renal y con reflujo vesicoureteral del injerto en la clínica universitaria Colombia, 2014-2016 / Outcomes of Ureteroneocystostomy for Vesicoureteral Reflux in Patients with Renal Transplant, in a Referral Center in Colombia 2014-2016
Fonte: Urol. colomb;27(3):272-276, 2018. Tab.
Idioma: es.
Resumo: El reflujo vesicoureteral posterior al trasplante renal es una complicación poco frecuente. Esa patología favorece las infecciones urinarias y el deterioro de la función renal, dependiendo de las características y del grado de reflujo, se puede realizar el tratamiento. Sin embargo, el manejo definitivo consiste en la reintervención quirúrgica ya sea por vía endoscópica o abierta. No se tiene conocimiento sobre las características clínicas, así como la función renal y la prevalencia de infecciones urinarias en esa población. El objetivo de este trabajo, fue describir las principales características clínicas relacionadas con la función renal pre y post reimplante ureteral y la prevalencia de infecciones urinarias y

Vesicoureteral reflux after renal transplantation is a rare complication, this condition favors urinary tract infections and deterioration of renal function. Treatment depends on the characteristics and degree of reflux; however, the definitive management consists in surgical reintervention, either open or endoscopically. There is a lack of evidence until now about the prevalence of urinary tract infections and renal function in this population. The objective of this study is to describe the clinical characteristics related to renal function, and clinically significant events, before and after ureteral reimplantation in renal transplant patients with vesicoureteral reflux
Descritores: Transplante de Rim
-Uretra
Sistema Urinário
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO364.9


  2 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-834750
Autor: López Várgas, Jaime Alberto; Campuzano Maya, Germán.
Título: El urocultivo: prueba ineludible para el diagnóstico específico de la infección del tracto urinario y el uso racional de los antibióticos / Urine culture: an unavoidable test for specific diagnosis of urinary tract infection and rational use of antibiotics
Fonte: Med. lab;19(5-6):211-242, 2013. tab, ilus.
Idioma: es.
Resumo: Resumen: las infecciones del tracto urinario son la tercera infección más frecuente que se presenta en el ser humano y la segunda razón por la cual se prescriben antibióticos. Los cultivos de las muestras de orina (urocultivos) son el cultivo más solicitado a los laboratorios de microbiología y continúan siendo la prueba de referencia para su diagnóstico. En este artículo de revisión se tratan aspectos como la etiología y la problemática de la resistencia a los principales antibióticos que se emplean de manera empírica para el tratamiento de las infecciones del tracto urinario adquiridas en la comunidad. Además, se analizan las pruebas de laboratorio básicas que apoyan el diagnóstico de esta infección; se detallan los aspectos relacionados con el urocultivo, desde el cuándo está indicado solicitarlo hasta el informe final y la interpretación de los resultados, con el fin de promover un uso racional de los antibióticos.De esta manera, además de contribuir a disminuir el efecto colateral del empleo de antibióticos, se mejora el costo-beneficio del proceso diagnóstico-tratamiento y lo fundamental, se recupera la salud del paciente.

Abstract: Urinary tract infections are the third most common infection among humans and the second cause for antibiotic prescription. Urine cultures are the most commonly requested type of culture to microbiology laboratories and this test remains as the gold standard for diagnosis. This article reviews aspects such as etiology of the infection and issues related with empiric antimicrobial utilization to treat community acquired urinary tract infections. In addition, basic laboratory tests that support the diagnosis of urinary tract infections are reviewed. The article will also describe aspects related to urine culture, from the moment this test is indicated until the final report and interpretation of results are issued by the laboratory, in order to promote rational use of antibiotics. The proposed approach will not only help to reduce collateral effects of antibiotic use, it may also improve the cost-benefit of the diagnosis-treatment process, and the most importantly, it may help in the recovery of the patient's health.
Descritores: Antibacterianos
Farmacorresistência Bacteriana
Sistema Urinário
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Coleta de Urina
Doenças Urológicas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CO373.9 - EDIMECO - Editora Médica Colombiana S.A.


  3 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-834749
Autor: López Vargas, Jaime Alberto.
Título: El urocultivo: el estándar de oro para la infección del tracto urinario: [Editorial] / Urine culture: the gold standard for urinary tract infection: [Editorial]
Fonte: Med. lab;19(5-6):209-210, 2013.
Idioma: es.
Descritores: Sistema Urinário
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Doenças Urológicas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CO373.9 - EDIMECO - Editora Médica Colombiana S.A.


  4 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-687652
Autor: Peixoto Filho, Fernando Maia.
Título: Estimativa da taxa de produção urinária fetal através da ultrassonografia tridimensional / Estimate of fetal urine production by three-dimensional ultrasonography.
Fonte: Niterói; s.n; 2012. 57 p. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal Fluminense. Doutororado em Ciências Médicas para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O objetivo principal do presente estudo foi desenvolver um modelo de predição para a estimativa da TPUF em gestações não complicadas entre 20 a 40 semanas, utilizando US3D - Vocal, a partir da regressão com melhor desempenho estatístico...O uso de parâmetros biométricos para predição de TPUF fetal parece ser útil e pode evitar a necessidade de construir normogramas locais para diferentes populações. A mesma estratégia de customização deve ser considerada a outros campos da medicina fetal
Descritores: Feto
Imagem Tridimensional
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Ultrassonografia Pré-Natal
Urina
-Líquido Amniótico
Previsões
Homeostase
Valor de Referência para Porções
Limites: Seres Humanos
Gravidez
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM
BR408.1; T611.62, P379, 2012


  5 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-613328
Autor: Moisés, Elaine Christine Dantas; Brito, Luiz Gustavo Oliveira; Duarte, Geraldo; Freitas, Maurício Mesquita Sabino de.
Título: Disfunções miccionais no período gestacional e puerperal / Voiding dysfunctions in gestational and postpartum periods
Fonte: Femina;39(8):409-412, ago. 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os autores fazem uma revisão da literatura sobre as alterações anatômicas e funcionais que ocorrem no trato urinário durante a gestação, assim como discorrem sobre as disfunções miccionais mais prevalentes no período gravídico e puerperal, seus diagnósticos e tratamentos. Anatomicamente, ocorre um aumento nas dimensões renais, dilatação no sistema coletor urinário, aumento da mobilidade do colo vesical e da excreção renal. Fatores hormonais (progestágenos) também influenciam em tais modificações. Fisiologicamente, há um aumento da frequência urinária e noctúria. A incontinência urinária na gestação é preditiva do seu aparecimento no período puerperal. Urodinamicamente, há um aumento dos valores volumétricos da bexiga na cistometria; no estudo fluxo/pressão, há um aumento do comprimento uretral funcional, da pressão de fechamento uretral e uretral máxima, assim como no fluxo máximo e médio urinário na fluxometria

The authors have performed a literature review about the anatomic and functional changes that occur in the urinary system during pregnancy, as well as they have discussed about the most prevalent voiding dysfunctions in gestational and postpartum periods, their diagnosis and treatments. Anatomically, it is expected an increase of: renal dimensions, dilation of urinary collecting system, bladder neck mobility, and renal excretion. Hormonal factors (progesterone) are also influencing such modifications. Physiologically, there is an increase of the urinary frequency and nocturia. Urinary incontinence during pregnancy is predictive of its beginning during postpartum period. When performing urodynamics, there is an increase of bladder volumetric values during cystometry and urethral closure pressure, maximum urethral pressure and functional urethral length are increased in flow/pressure study, as well as the maximum and mean urinary flow during fluxometry
Descritores: Gravidez/fisiologia
Incontinência Urinária/etiologia
Período Pós-Parto
Retenção Urinária
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Transtornos Urinários
Urodinâmica/fisiologia
-Complicações na Gravidez/metabolismo
Micção/fisiologia
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR1365.1 - Biblioteca Biomédica A - CB/A


  6 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-608755
Autor: Castilo C., Octavio A; López-Foantana, Gastón; Rodríguez-Carlin, Arquímides; Landerer L., Eduardo; Vidal-Mora, Ivar; de Orúe-Ríos, María A; Gómez I., Reynaldo.
Título: Prostatectomía radical asistida por robot da Vinci: experiencia inicial en 50 casos consecutivos / Da Vinci robot-assisted radical prostatectomy: initial experience in 50 consecutive cases
Fonte: Rev. chil. cir;63(6):609-616, dic. 2011. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objective: To report our initial experience in 50 cases submitted to a Robotic Radical Prostatectomy (RRP), evaluating results and the learning curve. Material and Methods: From January to October 2010 we performed 50 consecutives cases of RRP with the da Vinci S-HD Surgical System®. The database was performed prospectively, and was analyzed retrospectively. We evaluate demographic data (age, body mass index) and perioperative data such as clinical stage, preoperative PSA (Prostate Specific Antigen), Gleason Score, ASA, operative times, estimated blood loss, morbidity, hospital stay, time of bladder catheterization and positive margins. A statistical analysis of exponential regression was performed to estimate the learning curve. Results: The mean age was 62 years and the most frequent clinical stage was T1c (84 percent). The mean PSA was 6.36 ng/mL and in 50 percent of the patients the Gleason Score was 7. The median surgical time was 199 minutes. The mean blood loss was 666 mL (50-4.000 mL). The hospital stay and the average bladder catheterization time were 2 and 6 days, respectively. There were 2 conversions to a laparoscopic approach, none to open surgery, and 8 percent of postoperative complication (all Clavien 1). Inmediat urinary continence and potency rates were 88.3 percent and 33.3 percent, respectively. When comparing the 25 initial cases versus the last 25, there was a decrease in surgical time and estimated blood loss (254 minutes vs 189 minutes and 876 mL vs 467 mL, respectively). We also found a lower rate of positive margins (20 percent vs 12 percent). The learning curve statistically estimated is 40 procedures. Conclusion: The surgeon's experience determine a decrease in surgical time, intraoperative bleeding and especially in the rate of positive margins.

Objetivo: Comunicar nuestra experiencia inicial en 50 casos de Prostatectomía Radical Robótica (PRR), evaluando resultados y curva de aprendizaje. Material y Métodos: Desde enero a octubre de 2010 se realizaron 50 PRR con el sistema da Vinci S-HD®. La base de datos fue confeccionada en forma prospectiva y se evaluaron en forma retrospectiva los datos demográficos (edad, índice de masa corporal), estadio clínico, valor de Antígeno Prostático Específico (APE), Score de Gleason, ASA, tiempos quirúrgicos, sangrado estimado, complicaciones, estadía hospitalaria, tiempo de sonda vesical y tasa de márgenes positivos. Se realizó un análisis estadístico de regresión exponencial para estimar la curva de aprendizaje del método. Resultados: La edad media fue de 62 años y el estadio clínico más frecuente fue el T1c (84 por ciento). El valor medio de APE fue de 6,36 ng/mL. El score de Gleason en un 50 por ciento correspondió al 7 y la media del ASA a 2. La mediana del tiempo quirúrgico fue de 199 minutos. El sangrado medio estimado fue de 666 mL (50-4.000 mL). La media de la estadía hospitalaria y el tiempo de sonda fueron de 2 y 6 días, respectivamente. Hubo 2 conversiones a cirugía laparoscópica, ninguna a cirugía abierta y un 8 por ciento de complicaciones postoperatorias (todas Clavien 1). La tasa de continencia y de potencia inmediata fue de 88,3 por ciento y 33,3 por ciento, respectivamente. Cuando comparamos los 25 casos iniciales versus los 25 finales hubo un descenso significativo en el tiempo quirúrgico y sangrado estimado (254 minutos vs 189 minutos y 876 mL vs 467 mL, respectivamente). También encontramos una menor tasa de márgenes positivos en el grupo 2 (12 por ciento vs 20 por ciento). El análisis estadístico determinó la curva de aprendizaje en 40 procedimientos. Conclusión: Una mayor experiencia del cirujano, determina una disminución en los tiempos quirúrgicos, sangrado intraoperatorio y sobre todo en la tasa de márgenes positivos.
Descritores: Neoplasias da Próstata/cirurgia
Prostatectomia/métodos
Robótica
-Antígeno Prostático Específico/análise
Perda Sanguínea Cirúrgica
Índice de Massa Corporal
Competência Clínica
Ereção Peniana/fisiologia
Aprendizagem
Tempo de Internação
Estadiamento de Neoplasias
Análise de Regressão
Inquéritos e Questionários
Resultado do Tratamento
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Limites: Seres Humanos
Masculino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  7 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-588537
Autor: Juc, Rodrigo Ungari; Colombari, Eduardo; Sato, Monica Akemi.
Título: Importância do sistema nervoso no controle da micção e armazenamento urinário: [revisão] / The importance of the nervous system in the control of voiding and urine storage: [review]
Fonte: Arq. bras. ciênc. saúde;36(1), maio 2011.
Idioma: pt.
Resumo: O controle da micção, apesar da aparente simplicidade em seu funcionamento, apresenta vários níveis de regulação com relativa complexidade. Em estados conscientes e inconscientes, envolve a atividade de nervos periféricos, da medula sacral e das áreas centrais que constituem o bulbo, a ponte, o mesencéfalo e o córtex. Neste trabalho de revisão serão abordados quais são as áreas centrais atualmente conhecidas por participarem do controle da micção e armazenamento urinário, assim como a sinalização proveniente do sistema nervoso periférico, que se dirige ao trato urinário inferior. Realizouse uma busca nas bases de dados Pubmed e Scielo utilizando descritores para obter informações sobre o controle central da micção e o armazenamentourinário. A primeira porção do tronco encefálico que demonstrou relação com atividade miccional foi a ponte, principalmente o centro miccional pontino (PMC). É um ponto de convergência de estímulos pró e antimicção e sua principal função é ser o centro de comando para o início e harmonia do esvaziamento vesical. Diferentes regiões distintas disparam após a micção, sugerindo existir neurônios sinalizadores do início do relaxamento detrusor. A substância cinzenta periaquedutal é uma área importante no controle central do trato urinário inferior. Recebe modulação inibitória da região posterior hipotalâmica, envolvida no mecanismo de defesa (luta ou fuga). Outras estruturas como córtex, núcleos da base e cerebelo também vêm sendo evidenciadas por modular a micção. Embora neurônios bulbares sejam conhecidos por integrarem diferentes tipos de informações somatoviscerais e, principalmente, por participarem na regulação cardiovascular, pouco é conhecido sobre a importância desses neurônios sobre o controle vesical.

The micturition control, despite the apparent simplicity in its functioning, shows several levels of relative complexity. In conscious and unconscious states, it involves the activity of peripheral nerves, the sacral spinal cord, and the central areas that constitute the medulla oblongata, pons, midbrain, and cerebral cortex. In this review, the main currently known central areas involved in the urinary storage and voiding are focused, as well as the entrainment of peripheral signals related to the lower urinary tract. Pubmed and Scielo databases were searched using the keywords related to central control of voiding and urine storage. The first portion of the brainstem that demonstrated relationship to voiding activity was the pons, particularly the pontine micturition center (PMC).It is a point of convergence pro-stimuli and anti-urination and its main function is the command center for starting and harmonizing the bladder emptying. Different neurons of distinct regions fire after voiding, suggesting the existence of neurons signaling the initiation of detrusor relaxation. The periaqueductal gray matter is an important central area involved in the control of the lower urinary tract. It receives inhibitory modulation from posterior hypothalamic region, which is responsible for the defense mechanism (flight or fight). Other central structures such as the cerebral cortex, basal ganglia, and cerebellum have also been evidenced for modulating the micturition. Although medullary neurons are known for the integration of different somato-visceral signals and particularly for taking part in cardiovascular regulation, little is still known about the importance of those neurons in micturition control.
Descritores: Sistema Nervoso
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Sistema Urinário
Micção
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  8 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-460606
Autor: Abrams, Paul; Cardozo, Linda; Fall, Magnus; Griffiths, Derek; Rosier, Peter; Ulmstern, Ulf; Van Kerrebroeck, Philip; Victor, Arne; Wein, Alan.
Título: Estandarización de la terminología de la función del tracto urinario inferior: reporte del Subcomité de Estandarización de la International Continence Society (ICS) / The standardization of terminology of lower urinary tract function
Fonte: Rev. chil. urol;71(2):79-94, 2006.
Idioma: es.
Resumo: Recientemente, la International Continence Society ha desarrollado una serie de reuniones que han dado como fruto, documentos de consenso sobre una serie de temas relevantes para los urólogos dedicados al estudio y tratamiento de las disfunciones del tracto urinario inferior. Estos documentos fijan conceptos y al mismo tiempo dan origen a una terminología estandarizada, que facilita el intercambio científico. Nos ha parecido de gran interés, traducir al español en esta oportunidad el documento The Standardization of Terminology of Lower Urinary Tract Function, trabajando en conjunto en varios países hispanoamericanos y en España, de modo de lograr una terminología uniforme también en nuestro idioma, que posibilite el intercambio en la región. Esperamos que esta iniciativa sea bien recibida por nuestros pares y que sea de real utilidad para el desarrollo de nuestra disciplina. Agradecemos muy especialmente al Dr. Paul Abrams, su ayuda para desarrollar esta iniciativa, del mismo modo que agradecemos a la International Continence Society, por autorizar a nuestro grupo para preparar esta traducción.
Descritores: Doenças Urológicas/fisiopatologia
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Urologia/normas
-Conferências de Consenso como Assunto
Terminologia
Limites: Seres Humanos
Responsável: CL10.1 - Biblioteca Biomédica


  9 / 20 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-442339
Autor: Sakate, Makoto; Teixeira, Altamir Santos; Sakate, Alzira Teruio Yida; Silva, Pedro Gabriel; Colombo, Ulisses Benedito; Goldberg, José.
Título: Estudo do jato urinário intravesical com Doppler colorido em pacientes com e sem refluxo vesicoureteral / Study of the ureterovesical jet by means of color Doppler in patients with and without vesicoureteral reflux
Fonte: Radiol. bras;39(6):425-428, nov.-dez. 2006. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo comparar os achados da uretrocistografia miccional com o ultra-som Doppler duplex colorido, em pacientes com suspeita de refluxo vesicoureteral. MATERIAIS E MÉTODOS: A pesquisa foi realizada através do estudo dos ângulos dos jatos urinários intravesicais, nos planos axial e longitudinal. Foi analisada, também, a distância (em centímetros) entre os meatos ureterais. RESULTADOS: Do total de 32 pacientes estudados (com média de idade de 5 anos e 2 meses), 18 pacientes apresentaram refluxo vesicoureteral (10 com refluxo unilateral, sendo 4 no lado direito e 6 no lado esquerdo, e 8 com refluxo bilateral) e 14 pacientes não apresentaram refluxo. Os valores angulares dos jatos urinários intravesicais e as distâncias entre os meatos ureterais foram obtidos para todos os pacientes e foram calculados a média, o desvio-padrão e o coeficiente de variação. CONCLUSÃO: Os dados evidenciaram tendência de que a lateralização do meato ureteral seja sinal de predisposição ao refluxo vesicoureteral. A análise estatística não-paramétrica de Mann-Whitney não evidenciou diferenças significativas (p > 0,05) entre os grupos (ângulos de inclinação dos jatos urinários intravesicais e distância entre os meatos ureterais).
Descritores: Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Refluxo Vesicoureteral
-Ultrassonografia Doppler em Cores
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR734.1 - Biblioteca Central Cesar Lattes - BCCL


  10 / 20 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-433684
Autor: Carciofi, Aulus Cavalieri; Bazolli, Rodrigo Sousa; Zanni, Ariovaldo; Kihara, Luiz Roberto Lanzoni; Prada, Flávio.
Título: Influence of water content and the digestibility of pet foods on the water balance of cats
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;42(6):429-434, 2005.
Idioma: en.
Resumo: A modificação dietética tem sido estudada e empregada no controle e prevenτπo da Doença do Trato Urinário Inferior dos Felinos. Este trabalho estudou a influência do teor de água e da digestibilidade das rações sobre a ingestão, excreção urinária e excreτπo fecal de água. Utilizaram-se 10 gatas adultas castradas, alojadas em gaiolas metabólicas. Testaram-se quatro tratamentos: ração enlatada; seca super-premium; seca econômica e seca econômica acrescida de 50 de áßgua. Determinou-se a ingestão de água via alimento e bebedouro, a excreção de água via fezes e urina e o coeficiente de digestibilidade das rações. Foi empregado um quadrado latino com repetições no tempo. Os resultados foram avaliados por anáßlise de variância seguido pelo teste de Tukey para a comparação de médias e a Correlação de Pearson para se verificar a associação entre variáveis (p<0,05). O consumo de ração enlatada proporcionou uma maior ingestão total de água e uma maior excreção de urina, que apresentou menor densidade. Os gatos compensaram a maior ingestão de água alimentar bebendo menos água. Quanto menor a ingestão de matéria seca e maior a digestibilidade do alimento, menor a excreção fecal de água, pois as rações secas de baixa e alta digestibilidade obtiveram, espectivamente, relação excreção de urina: excreção de água fecal...
Descritores: Água/administração & dosagem
Gatos
Digestão/fisiologia
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Urinário
Ingestão de Líquidos/fisiologia
Equilíbrio Hidroeletrolítico
Limites: Feminino
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde