Base de dados : LILACS
Pesquisa : G09.330.380.906 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 10 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 10 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1069392
Autor: Izukawa, Nilo Mitsuru; Carvalho, Alessandra; Nascimento, Emerson Henrique do.
Título: Medidas de proteção cerebral na cirurgia de carótida / Cerebral measures of protection in the carotid surgery
Fonte: In: Sousa, Amanda GMR; Piegas, Leopoldo S; Sousa, J Eduardo MR. Série Monografias Dante Pazzanese. Rio de Janeiro, Revinter, 2000. p.33, ilus, ilus.
Idioma: pt; pt.
Resumo: Os métodos de monitorização cerebral são utilizados durante endarterectomia da carótida para avaliação da função neurológica e integridade vascular, possibilitando informações a respeito de episódios isquêmicos ou embólicos indicativos de reabordagem cirúrgica ou utilização de "shunt". Existem vários métodos de monitorização cerebral descritos na literatura, porém não há superioridade de um em relação aos outros para a avaliação das disfunções cerebrais durante procedimento cirúrgico...
Descritores: Capacitância Vascular
Endarterectomia das Carótidas
Monitorização Intraoperatória/métodos
Monitorização Intraoperatória/tendências
Monitorização Intraoperatória
-Doenças do Sistema Nervoso
Limites: Humanos
Responsável: BR79.1 - CIC - Centro de Informação Cardiovascular Mendonça de Barros
BR79.1


  2 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-831683
Autor: Almeida, Leonardo; Freitas, Isabelle; Souza, Livia; Mira, Pedro; Martinez, Daniel; Laterza, Mateus.
Título: Condutância vascular aumentada em indivíduos fisicamente ativos filhos de hipertensos / Vascular conductance increased in physically active children of hypertensive individuals
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;21(6):542-550, nov. 2016. tab, fig.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se testar a hipótese de que a prática regular de exercício físico melhora a função vascular de filhos de hipertensos em repouso. Foram avaliados 13 indivíduos fisicamente ativos filhos de hipertensos (FHA) e 22 indivíduos sedentários filhos de hipertensos (FHS), pareados por idade (22,5±2,9 vs. 23,8±2,7 anos, p=0,18) e IMC (23,8±1,9 vs. 23,0±3,0 kg/m², p=0,45). Foram registrados, simultaneamente, a frequência cardíaca, a pressão arterial, minuto a minuto (método oscilométrico ­ DIXTAL 2022®) e o fluxo sanguíneo do antebraço (pletismografia de oclusão venosa ­ Hokanson®), continuamente, durante 3 minutos em repouso. A função vascular foi avaliada por meio da condutância vascular do antebraço, calculada pela divisão do fluxo sanguíneo do antebraço pela pressão arterial média e multiplicada por 100. Foi adotado significância de p≤0,05. Como resultados, em condições basais, os grupos FHA e FHS foram semelhantes para pressão arterial sistólica (124 ± 9 vs. 121 ± 11 mmHg, p=0,42), diastólica (64 ± 5 vs. 64 ± 5 mmHg, p=0,94), média (84 ± 6 vs. 83 ± 7 mmHg, p=0,71) e fluxo sanguíneo do antebraço (3,6 ± 1,1 vs. 2,9 ± 0,9 ml/min/100ml, p=0,06). Mas, o grupo FHA apresentou menor valor de frequência cardíaca de repouso (61 ± 7 vs. 70 ± 8 bpm, p<0,01) e maior condutância vascular do antebraço (4,3 ± 1,3 vs. 3,4 ± 1,0 unidades, p=0,05). Conclui-se que indivíduos fisicamente ativos filhos de hipertensos apresentam melhor função vascular em situação de repouso.

The aim of this study was to test the hypothesis that regular physical exercise practice improves vascular function at rest of hypertensive parents' offspring. We evaluated 13 physically active offspring of hypertensive (FHA) parents and 22 sedentary offspring of hypertensive (FHS), matched by age (22.5 ± 2.9 vs. 23.8 ± 2.7 years, p=0.18) and BMI (23.8 ± 1.9 vs. 23.0 ± 3.0 kg/m², p=0.45). Heart rate, minute by minute, blood pressure (oscillometric method - DIXTAL 2022®), and forearm blood flow (venous occlusion plethysmography - Hokanson®) were continuously recorded for 3 minutes at rest. Vascular function was assessed by forearm vascular conductance, which was calculated by the division of forearm blood flow by mean arterial pressure, multiplied by 100. A p-value <0.05 was considered statistically significant. At rest condition, the groups were similar for systolic (124 ± 9 vs. 121 ± 11 mmHg, p=0.42), diastolic (64 ± 5 vs. 64 ± 5 mmHg, p=0.94), mean blood pressure (84 ± 6 vs. 83 ± 7 mmHg, p=0.71) and forearm blood flow (3.6 ± 1.1 vs. 2.9 ± 0.9 ml/min/100ml, p=0.06). On the other hand, FHA group showed lower resting heart rate (61 ± 7 vs. 70 ± 8 bpm, p<0,01) and higher forearm vascular conductance (4.3 ± 1.3 vs. 3.4 ± 10 units, p=0.05) than FHS group. We concluded that physically active offspring of hypertensive parents presents improved vascular function at rest in comparison with sedentary ones.
Descritores: Hereditariedade
Hipertensão
Capacitância Vascular
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Entrevista
Responsável: BR1518.9 - Comissão Editorial


  3 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-662144
Autor: Roldán Palomo, Ana Rocío; Martín, Pedro; Rebolledo, Alejandro; Enrique, Nicolás; Flores, Luis E.; Milesi, Verónica.
Título: Human umbilical artery smooth muscle exhibits a 2-APB-sensitive capacitative contractile response evoked by vasoactive substances and expresses mRNAs for STIM, Orai and TRPC channels
Fonte: Biocell;36(2):73-81, Aug. 2012. graf, tab.
Idioma: en.
Projeto: Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas (CONICET). PIP 0202.
Resumo: After depletion of intracellular Ca2+ stores the capacitative response triggers an extracellular Ca2+ influx through store-operated channels (SOCs) which refills these stores. Our objective was to explore if human umbilical artery smooth muscle presented this response and if it was involved in the mechanism of serotonin- and histamine-induced contractions. Intracellular Ca2+ depletion by a Ca2+-free extracellular solution followed by Ca2+ readdition produced a contraction in artery rings which was inhibited by the blocker of Orai and TRPC channels 2-aminoethoxydiphenyl borate (2-APB), suggesting a capacitative response. In presence of 2-APB the magnitude of a second paired contraction by serotonin or histamine was significantly less than a first one, likely because 2-APB inhibited store refilling by capacitative Ca2+ entry. 2-APB inhibition of sarcoplasmic reticulum Ca2+ release was excluded because this blocker did not affect serotonin force development in a Ca2+-free solution. The PCR technique showed the presence of mRNAs for STIM proteins (1 and 2), for Orai proteins (1, 2 and 3) and for TRPC channels (subtypes 1, 3, 4 and 6) in the smooth muscle of the human umbilical artery. Hence, this artery presents a capacitative contractile response triggered by stimulation with physiological vasoconstrictors and expresses mRNAs for proteins and channels previously identified as SOCs.
Descritores: Compostos de Boro/farmacologia
Contração Muscular/efeitos dos fármacos
Músculo Liso/efeitos dos fármacos
Músculo Liso/metabolismo
RNA Mensageiro/genética
Artérias Umbilicais/efeitos dos fármacos
Capacitância Vascular/efeitos dos fármacos
-Western Blotting
Células Cultivadas
Bloqueadores dos Canais de Cálcio/farmacologia
Canais de Cálcio/química
Canais de Cálcio/genética
Canais de Cálcio/metabolismo
Cálcio/metabolismo
Agonistas dos Receptores Histamínicos/farmacologia
Histamina/farmacologia
Proteínas de Membrana/genética
Proteínas de Membrana/metabolismo
Músculo Liso/citologia
Proteínas de Neoplasias/genética
Proteínas de Neoplasias/metabolismo
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Reação em Cadeia da Polimerase Via Transcriptase Reversa
Retículo Sarcoplasmático/efeitos dos fármacos
Retículo Sarcoplasmático/metabolismo
Agonistas do Receptor de Serotonina/farmacologia
Serotonina/farmacologia
Canais de Cátion TRPC/genética
Canais de Cátion TRPC/metabolismo
Artérias Umbilicais/citologia
Artérias Umbilicais/metabolismo
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: AR1.2 - Instituto de Investigaciónes Epidemiológicas


  4 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Liberti, Edson Aparecido
Texto completo
Id: lil-506459
Autor: Baptista, Josemberg da Silva; Passos, André Lucas; Morelato, Renato Lírio; Mayer, William Paganini; Liberti, Edson Aparecido; Kuniyoshi, Fátima Helena Sert.
Título: Influência da complacência arterial na capacidade física de indivíduos idosos / Arterial compliance effects on physical capacity of elderly subjects
Fonte: Rev. med. (Säo Paulo);87(2):142-147, 2008. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O enrijecimento arterial é um fator de risco independente para doença cardiovascular, podendo se agravar com a idade e sendo atenuado pelo exercício físico principalmente em idosos. O objetivo deste estudo foi correlacionar à capacidade física de indivíduos idososcom a Velocidade de Onda de Pulso (VOP). Para tanto, foi avaliada a complacência dos grandes vasos de pacientes do sexo masculino obtido através da medida da VOP com o aparelho COMPLIOR II. O nível de capacidade física foi obtido com o teste de esforço submáximo (teste de caminhada de 6 minutos). Nossos dados sugerem que a rigidez arterial aumenta com a idade, que esta rigidez esta intimamente ligada ao nível de aptidão cardiorrespiratória e que este pode sugestivamente influenciar na prevenção do enrijecimento arterial.

The arterial stiffness is an independent cardiovascular risk factor of aging, whichcould be measure by the Pulse Wave Velocity (PWV). The aim of this study was correlate the physical capacity of aging men to the PWV. In order to measure arterial compliance of greatvessels in aging males we used a COMPLIOR II equipment to determine PWV. Physical capacity levels were obtained by 6 minutes walking test. Our data suggest that arterial stiffnessincrease by the age, and it is intimately close to the level of cardiorespiratory fitness. The results also indicate that effects of physical capacity has some influence on the prevention of arterial stiffness.
Descritores: Idoso
Envelhecimento
Complacência (Medida de Distensibilidade)
Atividade Motora
Capacitância Vascular
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação


  5 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-415792
Autor: Daminello, Edgar.
Título: Comportamento das propriedades elásticas arteriais e do fluxo sanguíneo regional em pacientes cardiopatas frente à variação da frequência cardíaca / Response of arterial elastic properties and regional blood flow of patients with cardiopathy induced by changes in heart rate.
Fonte: São Paulo; s.n; 2003. [124] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento de Cardio-Pneumologia. Disciplina de Cardiologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Variações da freqüência cardíaca (FC) podem modificar a complacência arterial (C), e assim o equilíbrio entre a interação coração-sistema arterial. Os objetivos deste trabalho foram: analisar os efeitos das alterações agudas da FC sobre as propriedades elásticas arteriais; a influência sobre o desempenho cardíaco; a importância da fração de ejeção (FE) ventricular esquerda e o comportamento do sistema neurohumoral. Portadores de marcapasso cardíaco (MP) foram submetidos a estudo ecocardiográfico e duplex-scan das artérias carótida e braquial. Foram coletadas amostras para a determinação da concentração plasmática de renina e catecolaminas. A variação da FC por meio da reprogramação do MP determinou uma queda significativa do volume sistólico acompanhado de um aumento do débito cardíaco e da C. Não foi demonstrada influência direta da FE. Houve redução significativa da concentração plasmática de renina e de norepinefrina / Changes in heart rate (HR) can result in modification in the arterial compliance (AC), interfering with adequate balance between the heart and the arterial system. The study objectives were: analyze the effects of the changes of HR on arterial elastic properties; its influence on cardiac function; determine the importance of the ejection fraction and the response of the neurohumoral system. Patients with permanent cardiac pacing were evaluated through echocardiographic study and duplex scan of carotid and brachial arteries. Blood samples were drawn to determine the serum concentrations of rennin and catecholamines. Sequential increase on HR through the pacemaker reprogramming was negatively correlated with systolic volume and a positive relationship with cardiac output and AC. There was not associated interference by ejection fraction of left ventricule. There was significant reduction in the serum concentration of rennin and norepinephrine...
Descritores: Artérias
Capacitância Vascular/fisiologia
Frequência Cardíaca/fisiologia
-Cardiopatias/fisiopatologia
Diagnóstico por Imagem
Ecocardiografia Doppler em Cores
Fluxo Sanguíneo Regional/fisiologia
Marca-Passo Artificial
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1; W4.DB8, D167cp, FM-2


  6 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-406301
Autor: Araújo, Simone Adad.
Título: Avaliação videotelelaringoscópica das pregas vocais e análise acústica da voz em portadoras de síndrome pré-menstrual / The videolaryngoscopical evaluation of the vocal folds and the acoustical analysis of the voice in women experiencing a pre-menstrual syndrome.
Fonte: São Paulo; s.n; 2003. [70] p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento de Oftalmologia e Otorrinolaringologia. Disciplina de Otorrinolaringologia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A presente pesquisa objetiva a investigação por videotelelaringoscopia em portadoras de síndrome pré-menstrual, verificando a sua associação com as alterações hormonais e acústicas da voz. Foram selecionadas voluntárias divididas em duas amostras: uma com 29 portadoras de síndrome pré-menstrual e 25 mulheres que formaram o grupo controle. Em todas foram realizadas videotelelaringoscopia, dosagem hormonal e gravação digital e análise acústica da voz. Concluímos que as pacientes portadoras de síndrome pré-menstrual apresentam congestão vascular em bordas superiores e edema de pregas vocais.. Não ocorreram alterações significativas nas medidas acústicas exceto no Shimmer / The present research aims the investigation of women experiencing the pre-menstrual syndrome performed through videotelelaryngoscopy in order to check the presence of an association with hormonal and acoustical voices changes. Twenty-nine women experiencing pre-menstrual syndrome and twenty-five used as controls and designated to two different groups were selected to participate in this study. All those volunteers were submitted to a videotelalaryncoscopy, a hormone dosage, digital recording and acoustical voice analysis. The conclusion was that all women suffering from Pre-Menstrual Syndrome present a vascular congestion of the superior edges and swelling of the vocal folds...
Descritores: Diagnóstico por Imagem/métodos
Edema Laríngeo/diagnóstico
Síndrome Pré-Menstrual/fisiopatologia
-Prega Vocal/fisiopatologia
Endoscopia
Estudo de Avaliação
Acústica da Fala
Capacitância Vascular
Distúrbios da Voz
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1; W4..DB8, A691avp, FM-2


  7 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-399543
Autor: Peña Lillo Telleria, Abel.
Título: Cirugia vascular / Vascular surgery.
Fonte: La Paz; Sociedad Boliviana de Cirugia Toracica y Cardiovascular; 1998. 89 p.
Idioma: es.
Resumo: Contiene: Exploracion clinica y metodos de diagnostico no invasivo del sistema vascular, metodos de diagnostico vascular, tratamiento antiagregante y anticuagulante, anestesia para cirugia vascular, obstruccion arterial aguda y cronica, trauma arterial, tumor de cuerpo garotideo, aneurisma de aorta abdominal
Descritores: Anestesia
Cirurgia Geral
Tromboflebite
Capacitância Vascular
Resistência Vascular
Responsável: BO6.1 - Biblioteca
BO6.1; 617.41, P397c


  8 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-289103
Autor: Caetano, Joäo Pedro Junqueira; Falcäo Junior, Joäo Oscar A; Marques, Erika Surerus P; Reis, Paulo Augusto C. A; Távora, Paula F; Camargos, Aroldo F.
Título: Avaliaçäo dos efeitos vasculares do 17ß-estradiol sobre as artérias uterinas de mulheres na pós-menopausa através da Dopplervelocimetria transvaginal colorida / Transvaginal color Dopplerflow assessment of vascular effects of 17ß-estradiol in the uterine arteries in postmenopausal women
Fonte: Reprod. clim;15(1):40-6, jan.-mar. 2000. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVOS: Desenvolver um estudo controlado, triplo cego, randomizado para avaliar os efeitos do estradiol(E) sobre a resistência vascular sobre as artérias uterinas em mulheres na pós-menopausa. PACIENTES E METODOS: Sessenta e quatro pacientes menopausadas foram incluídas em um estudo randomizado, triplo cego e divididos em 2 grupos: Grupo estudo, 32 pacientes que receberam estradiol transdérmico (E), e Grupo controle, 32 pacientes que receberam adesivos transdérmicos com placebo. O Doppler colorido foi usado para avaliar a resistência vascular das artérias uterinas, utilizando-se o Indice de Pulsatilidade (IP) como base para a análise. A primeira avaliaçäo ao Doppler foi realizada antes do início da terapia estrogênica e a segunda avaliaçäo no 12º dia do primeiro ciclo de E2. Análise estatística foi feita através do teste de t de Student. RESULTADOS: Os valores de IP pré-tratamento foram 3,41 ñ 0,81 para o grupo estudo e 3,41 ñ 0,66 para o grupo controle; após a administraçäo de E2, os valores médios de IP encontrados foram 2,37 ñ 0,82 no grupo com reposiçäo de estradiol (p<0,0001), enquanto que no grupo controle esta diferença näo foi significativa (p=0,9439). CONCLUSÃO: Os resultados demonstram que a estrogenioterapia possui efeito vasodilatador nas artérias uterinas promovendo uma diminuiçäo na resistência vascular local. Este efeito pode ser demonstrado já em um curto período de tempo e provavelmente tem um importante papel nos mecanismos de proteçäo cardiovascular após a menopausa.
Descritores: Climatério/efeitos dos fármacos
Estradiol/farmacologia
Estradiol/uso terapêutico
Fluxometria por Laser-Doppler
Pós-Menopausa
Útero/irrigação sanguínea
Capacitância Vascular/efeitos dos fármacos
-Artérias
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  9 / 10 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Moretti, A. de S
Borelli, V
Id: lil-239975
Autor: Moretti, A. de S; Borelli, V; Toniollo, G.
Título: Vascularizaçäo arterial do testículo de suínos / Arterial blood supply of the testicle in pigs
Fonte: Braz. j. vet. res. anim. sci;29(supl):345-52, 1992. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Utilizando 30 pares de testículos de suínos, com idade compreendida entre 6 a 10 meses, procedentes do Campus Administrativo de Pirassununga, da Universidade de Säo Paulo e da Seara Industrial de Xanxerê S. A., Santa Catarina, estudou-se a vascularizaçäo arterial mediante análise de moldes da artéria testicular, obtidos pela injeçäo de vynil. Na vascularizaçäo do órgäo, a artéria testicular forneceu: (a) em 50,0 por cento das preparaçöes, número variável de ramos laterais e mediais, ocorrendo em 31,7 por cento, predominância dos ramos laterais; (b) em 43,3 por cento um ramo medial e outro lateral, havendo em 30 por cento das peças, predomínio do ramo medial; (c) em 6,7 por cento dos moldes, os ramos ventral e dorsal, notando-se predomínio do ramo ventral, na vascularizaçäo do órgäo. Nas preparaçöes em que a artéria testicular fornecia número variável de ramos laterais e mediais, observou-se em mediana e nos quadrantes dorsolateral, dorsomedial, ventrolateral e ventromedial, respectivamente, 27,0; 26,0; 38,0; 28,0 vasos penetrantes quanto da predominância dos laterais 24,0; 24,0; 30,0; 33,0 no caso do predomínio dos mediais. Quando a artéria testicular cedeu dois ramos, o medial e o lateral, os valores foram, respectivamente, 25,0; 24,0; 35,0; 28,0 com predominância do medial e de 33,0; 33,5; 38,0; 37,5 com predominância do lateral. Quando emitiu os ramos dorsal e ventral, verificou-se, respectivamente 30,5; 24,5; 26,5 e 28,0 quando da predominância do ventral. Observou-se em 30 preparaçöes (50 por cento) ramos laterais ou mediais cedendo vasos penetrantes a quadrantes opostos ao destino principal do vaso que lhe deu origem. Foi verificada a presença de ramos adicionais, específicos, originados da artéria testicular antes desta ceder os ramos lateral e medial, e os ramos ventral e dorsal. Foram identificadas em 95 por cento das preparaçöes, anastomoses entre a artéria testicular e seus ramos principais e colaterais, bem como dos ramos adicionais. A ocorrência se deu com maior frequência na face caudal do órgäo sob a albugínea e ainda entre ramos da artéria testicular e epididimários. Näo houve diferença significativa no número total de vasos penetrantes dos testículos direito e esquerdo, ao nível de P>0,05
Descritores: Suínos/fisiologia
Testículo/fisiologia
Capacitância Vascular
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  10 / 10 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cohen, Moisés
Abdalla, Rene Jorge
Id: lil-206706
Autor: Cohen, Moisés; Saad, Fued Abdalla; Abdalla, Rene Jorge; Saad, Eduardo Abdalla; Ejinisman, Benno; Filardi, Marcelo Salvador; Amaro, Joicemar Tarouco.
Título: Estudo da vascularizaçäo e celularidade dos meniscos em crianças até um ano de idade / Study on the vascularization and cellularity of the menisci in children up to one year old
Fonte: Acta ortop. bras;4(4):161-8, out.-dez. 1996. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Os autores estudaram a vascularizaçäo e celularidade de 32 meniscos de oito cadáveres frescos de crianças entre zero e um ano de idade. Utilizaram a avaliaçäo radigráfica com contraste, apresentando os resultados do índice de vascularizaçäo meniscal para cada segmento. Realizaram também o estudo histológico meniscal com a coloraçäo de hematoxilina e eosina. Concluíram que os valores médios do índice de vascularizaçäo meniscal säo iguais quando comparados bilateralmente para um mesmo indivíduo, bem como maiores que o das outras faixas etárias já estudadas na literatura. Concluem também que o estudo histológico é mais sensível que o radiográfico, demonstrando a presença de capilares em todo o menisco. Tal fato foi comprovado com o uso da técnica de histoquímica para coloraçäo do endotélio. Näo encontraram alteraçöes da celularidade com o decorrer da idade estudada, mas um aumento da substância intersticial meniscal.
Descritores: Colágeno/análise
Meniscos Tibiais/irrigação sanguínea
Meniscos Tibiais/citologia
Capacitância Vascular
-Cadáver
Coloração e Rotulagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde