Base de dados : LILACS
Pesquisa : G09.772.760 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 15 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 15 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-640775
Autor: Riou, Yvon; Chaari, Wissem; Leteurtre, Stéphane; Leclerc, Francis.
Título: Valor preditivo da razão entre espaço morto e volume corrente fisiológicos no processo de desmame da ventilação mecânica em crianças / Predictive value of the physiological deadspace/tidal volume ratio in the weaning process of mechanical ventilation in children
Fonte: J. pediatr. (Rio J.);88(3):217-221, maio-jun. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: Avaliar a razão entre espaço morto e volume corrente fisiológicos (V D/V T) como preditor do fracasso na extubação em 42 crianças ventiladas (idade média: 4,75 anos). MÉTODO: Prontidão para extubação foi determinada usando os critérios propostos pela 6ª Conferência Internacional de Consenso em Medicina Intensiva adaptados a crianças. RESULTADOS: A ventilação não invasiva (VNI) foi usada em quatro pacientes que desenvolveram insuficiência respiratória após a extubação; nenhum foi reintubado. Crianças que precisaram de VNI para evitar a reintubação tiveram razão V D/V T significativamente maior do que as que foram extubadas sem VNI (p < 0,001). O valor de corte da razão V D/V T foi 0,55, e a área sob a curva ROC foi 0,86. CONCLUSÃO: Nossos achados confirmam o bom valor preditivo do sucesso/fracasso do desmame pela razão V D/V T e sugere seu papel como preditor da necessidade de VNI após extubação.

OBJECTIVE: To evaluate the physiological deadspace/tidal volume ratio (V D/V T) as a predictor of extubation failure in 42 ventilated children (median age: 4.75 years). METHOD: Extubation readiness was determined using the criteria proposed by the 6th International Consensus Conference on Intensive Care Medicine adapted to children. RESULTS: Non-invasive ventilation (NIV) was used in four patients who developed respiratory failure after extubation; none was reintubated. Children who needed NIV to avoid reintubation had a significantly higher V D/V T ratio than those who were extubated without NIV (p < 0.001). The cut-off value of V D/V T ratio was 0.55 and the area under the receiver operating characteristic curve was 0.86. CONCLUSION: Our findings confirm the good predictive value of weaning success/failure of the V D/V T ratio and suggest its role for predicting the need for NIV after extubation.
Descritores: Extubação
Cuidados Críticos
Insuficiência Respiratória/terapia
Desmame do Respirador
-Ventilação não Invasiva
Valor Preditivo dos Testes
Curva ROC
Espaço Morto Respiratório/fisiologia
Volume de Ventilação Pulmonar/fisiologia
Limites: Adolescente
Criança
Pré-Escolar
Feminino
Humanos
Lactente
Recém-Nascido
Masculino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-607352
Autor: Romero, Pablo V; Blanch, Lluis.
Título: Volumetric capnography in acute respiratory distress syndrome / Capnografia volumétrica na síndrome do desconforto respiratório agudo
Fonte: Pulmäo RJ;20(1):37-41, jan.-mar. 2011. ilus.
Idioma: en.
Resumo: Volumetric capnography is especially sensitive to disturbances affecting the efficiency of ventilation for gas exchange. Because lung homogeneity is a very fragile property, it is endangered in the majority of diseases that affect the airways, lung parenchyma, or alveolar microcirculation. Acute lung injury and acute respiratory distress syndrome can be conveniently monitored with volumetric capnography. The combination of two advanced technologies—airway flow monitoring and mainstream capnography—allows breath-by-breath bedside computerized determination of the physiological dead space, alveolar heterogeneity, and CO2 elimination. The use of volumetric capnography at the bedside can provide clinicians with important physiological and prognostic data, as well as allowing the effects of therapeutic interventions to be evaluated in critical ill patients receiving mechanical ventilation.

A capnografia volumétrica é especialmente sensível aos problemas que afetam a eficiência da ventilação para a troca gasosa. Uma vez que a homogeneidade do pulmão é uma propriedade muito frágil, a medida da capnografia é um desafio na maioria das doenças que comprometem as vias aéreas, o parênquima pulmonar e a microcirculação alveolar. A lesão pulmonar aguda e síndrome do desconforto respiratório agudo são situações que devem ser monitoradas com a capnografia volumétrica. Essa tecnologia avançada é uma combinação da medida do fluxo aéreo e a capnografia convencional, fazendo com que seja possível computar, à beira do leito, parâmetros como espaço morto, heterogeneidade alveolar e eliminação do CO2. O uso da capnografia volumétrica à beira do leito pode fornecer aos clínicos importantes informações fisiológicas e sobre o prognóstico, assim como seguir o efeito de intervenções terapêuticas nos doentes críticos ventilados mecanicamente.
Descritores: Capnografia
Ventilação Pulmonar
Síndrome do Desconforto Respiratório do Adulto/diagnóstico
-Espaço Morto Respiratório
Limites: Humanos
Responsável: BR674.1 - IDT - Biblioteca do Instituto de Doenças do Tórax


  3 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-484215
Autor: Moreira, Marcos Mello; Terzi, Renato Giuseppe Giovanni; Pereira, Mônica Corso; Grangeia, Tiago de Araújo Guerra; Paschoal, Ilma Aparecida.
Título: Capnografia volumétrica como auxílio diagnóstico não-invasivo no tromboembolismo pulmonar agudo / Volumetric capnography as a noninvasive diagnostic procedure in acute pulmonary thromboembolism
Fonte: J. bras. pneumol;34(5):328-332, maio 2008. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: O tromboembolismo pulmonar é uma situação freqüente que pode ser diagnosticada pela cintilografia pulmonar, angiotomografia computadorizada, arteriografia pulmonar e, como método de exclusão, dosagem do dímero-D. Como estes exames nem sempre estão disponíveis, a validação de outros métodos diagnósticos é fundamental. Relata-se o caso de uma paciente com hipertensão pulmonar crônica, agudizada por tromboembolismo pulmonar. Confirmou-se o diagnóstico por cintilografia, angiotomografia computadorizada, arteriografia pulmonar; a dosagem do dímero-D resultou positiva. A capnografia volumétrica associada à gasometria arterial foi realizada na admissão e após o tratamento. As variáveis obtidas foram comparadas com os resultados dos exames de imagem.

Pulmonary thromboembolism is a common condition. Its diagnosis usually requires pulmonary scintigraphy, computed angiotomography, pulmonary arteriography and, in order to rule out other diagnoses, the measurement of D-dimer levels. Due to the fact that these diagnostic methods are not available in most Brazilian hospitals, the validation of other diagnostic techniques is of fundamental importance. We describe a case of a woman with chronic pulmonary hypertension who experienced a pulmonary thromboembolism event. Pulmonary scintigraphy, computed angiotomography and pulmonary arteriography were used in the diagnosis. The D-dimer test result was positive. Volumetric capnography was performed at admission and after treatment. The values obtained were compared with the imaging test results.
Descritores: Capnografia/métodos
Hipertensão Pulmonar/diagnóstico
Embolia Pulmonar/diagnóstico
-Doença Aguda
Doença Crônica
Produtos de Degradação da Fibrina e do Fibrinogênio/análise
Hipertensão Pulmonar/complicações
Artéria Pulmonar
Embolia Pulmonar/parasitologia
Espaço Morto Respiratório
Esquistossomose mansoni/complicações
Limites: Adulto
Feminino
Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vieira, Reinaldo Wilson
Braile, Domingo Marcolino
Texto completo
Id: lil-483112
Autor: Moreira, Marcos Mello; Terzi, Renato Giusepe Giovani; Vieira, Reinaldo Wilson; Petrucci Junior, Orlando; Paschoal, Ilma Aparecida; Oliveira, Pedro Paulo Martins de; Vilarinho, Karlos Alexandre de Souza; Braile, Domingo Marcolino.
Título: Variáveis capnográficas pré e pós-tromboendarterectomias pulmonares / Pre and post-pulmonary thromboendarterectomies campnographic variables
Fonte: Rev. bras. cir. cardiovasc;22(4):509-512, out.-dez. 2007. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este relato de dois casos com os resultados da fração tardia de espaço morto (fDlate), fração do espaço morto alveolar end-tidal (AVDSf), gradiente artério-alveolar de CO2 [P(a-et)CO2] e slope da fase 3 do espirograma, submetidos à tromboendarterectomia pulmonar por tromboembolismo pulmonar (TEP). O TEP foi diagnosticado pela cintilografia pulmonar, tomografia helicoidal computadorizada e por arteriografia pulmonar. O cálculo da fDlate, AVDSf e P(a-et)CO2 baseou-se na capnografia volumétrica associada à gasometria arterial. A fDlate préoperatória do primeiro paciente foi de 0,16 (cutoff de 0,12) e a AVDSf = 0,30 (cutoff de 0,15). Já a fDlate do segundo paciente resultou falso-negativa (0,01), embora a AVDSf resultasse positiva (0,28). A fDlate pós-operatória do primeiro paciente foi de -0,04 e a AVDSf de 0,16; a fDlate do segundo paciente foi de 0,07 e a AVDSf = 0,28. A associação destas variáveis com os exames por imagem reforça a importância deste método como ferramenta diagnóstica não-invasiva no diagnóstico de TEP.

In these case report, the results of late dead space fraction (fDlate), end-tidal alveolar dead space fraction (AVDSf), arterial-alveolar gradient CO2 [P(a-et)CO2], and slope phase 3 of spirogram of two patients who underwent thromboendarterectomy for pulmonary embolism (PE) are shown. PE was diagnosed by pulmonary scintigraphy, helical tomography, and pulmonary angiography. The calculation of fDlate, AVDSf and P(a-et)CO2 was based on volumetric capnography associated with arterial blood gas analysis. The pre-operative fDlate of the first patient was 0.16 (cutoff 0.12) and AVDSf was 0.30 (cutoff 0.15). However, the fDlate of the second patient was false-negative (0.01) but, the AVDSf was positive (0.28). Postoperative fDlate of the first patient was -0.04 and AVDSf was 0.16; for the second patient, the values were 0.07 and 0.28, respectively. The association of these capnographic variables with image exams reinforces the importance of this noninvasive diagnosis method.
Descritores: Capnografia/métodos
Embolia Pulmonar/cirurgia
-Dióxido de Carbono/sangue
Diagnóstico Diferencial
Endarterectomia
Pneumopatias Obstrutivas/diagnóstico
Cuidados Pós-Operatórios
Cuidados Pré-Operatórios
Alvéolos Pulmonares/fisiopatologia
Artéria Pulmonar/cirurgia
Embolia Pulmonar/diagnóstico
Espaço Morto Respiratório
Testes de Função Respiratória
Limites: Adulto
Idoso
Humanos
Masculino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: lil-438351
Autor: Bousso, Albert; Ejzenberg, Bernardo; Ventura, Andréa Maria Cordeiro; Fernandes, José Carlos; Fernandes, Iracema de Cássia de Oliveira; Góes, Patrícia Freitas; Vaz, Flávio Adolfo Costa.
Título: Avaliação da relação entre espaço morto e volume corrente como índice preditivo de falha de extubação / Evaluation of the dead space to tidal volume ratio as a predictor of extubation failure
Fonte: J. pediatr. (Rio J.);82(5):347-353, Sept.-Oct. 2006. tab.
Idioma: pt; en.
Resumo: OBJETIVO: O objetivo do estudo foi avaliar a relação entre espaço morto e volume corrente (VD/VT) como preditivo de falha na extubação de crianças sob ventilação mecânica. MÉTODOS: Entre setembro de 2001 e janeiro de 2003, realizamos uma coorte, na qual foram incluídas todas as crianças (1 dia-15 anos) submetidas a ventilação mecânica na unidade de terapia intensiva pediátrica em que foi possível realizar a extubação e a ventilometria pré-extubação com a medida do índice VD/VT. Considerou-se falha na extubação a necessidade de reinstituição de algum tipo de assistência ventilatória, invasiva ou não, em um período de 48 horas. Para a análise dos pacientes que foram reintubados, definiu-se como sucesso-R a não reintubação. Para as análises estatísticas, utilizou-se um corte do VD/VT de 0,65. RESULTADOS: No período estudado, 250 crianças receberam ventilação mecânica na unidade de terapia intensiva pediátrica. Destas, 86 compuseram a amostra estudada. Vinte e uma crianças (24,4 por cento) preencheram o critério de falha de extubação, com 11 (12,8 por cento) utilizando suporte não-invasivo e 10 (11,6 por cento) reintubadas. A idade média foi de 16,8 (±30,1) meses, e a mediana, de 5,5 meses. A média do índice VD/VT de todos os casos foi de 0,62 (±0,18). As médias do índice VD/VT para os pacientes que tiveram a extubação bem sucedida e para os que falharam foram, respectivamente, 0,62 (±0,17) e 0,65 (±0,21) (p = 0,472). Na regressão logística, o índice VD/VT não apresentou correlação estatisticamente significativa com o sucesso ou não da extubação (p = 0,8458), nem para aqueles que foram reintubados (p = 0,5576). CONCLUSÕES: Em uma população pediátrica submetida a ventilação mecânica, por etiologias variadas, o índice VD/VT não possibilitou predizer qual a população de risco para falha de extubação ou reintubação.

OBJECTIVE: The objective of this study was to evaluate the ratio of dead space to tidal volume (VD/VT) as a predictor of extubation failure of children from mechanical ventilation. METHODS: From September 2001 to January 2003 we studied a cohort consisting of all children (1 day-15 years) submitted to mechanical ventilation at a pediatric intensive care unit who were extubated and for whom pre-extubation ventilometry data were available, including the VD/VT ratio. Extubation success was defined as no need for any type of ventilatory support, invasive or otherwise, within 48 hours. Patients who tolerated extubation, with or without noninvasive support, were defined as success-R and compared with those who were reintubated. Statistic analysis was based on a VD/VT cutoff point of 0.65. RESULTS:During the study period 250 children received mechanical ventilation at the pediatric intensive care unit. Eighty-six of these children comprised the study sample. Twenty-one children (24.4 percent) met the criteria for extubation failure, with 11 (12.8 percent) of these requiring non-invasive support and 10 (11.6 percent) reintubation. Their mean age was 16.8 (±30.1) months (median = 5.5 months). The mean VD/VT ratio for all cases was 0.62 (±0.18). Mean VD/VT ratios for patients with successful and failed extubations were 0.62 (±0.17) and 0.65 (±0.21) (p = 0.472), respectively. Logistic regression failed to reveal any statistically significant correlation between VD/VT ratio and success or failure of extubation (p = 0.8458), even for patients who were reintubated (p = 0.5576). CONCLUSIONS: In a pediatric population receiving mechanical ventilation due to a variety of etiologies, the VD/VT ratio was unable to predict the populations at risk of extubation failure or of reintubation.
Descritores: Espaço Morto Respiratório/fisiologia
Insuficiência Respiratória/terapia
Volume de Ventilação Pulmonar/fisiologia
Desmame do Respirador/normas
-Métodos Epidemiológicos
Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica
Intubação Intratraqueal/normas
Falha de Tratamento
Desmame do Respirador/efeitos adversos
Limites: Adolescente
Criança
Pré-Escolar
Feminino
Humanos
Lactente
Recém-Nascido
Masculino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-411705
Autor: Tusman, Gerardo; Bõhm, Stephan H; Suárez Sipmann, Fernando; Acosta, Cecilia; Turchetto, Elsio.
Título: Efecto del reclutamiento pulmonar sobre la capnografía volumétrica después de la circulación extracorpórea / Effect of pulmonary recruitment on volumetric capnography after extracorporeal circulation
Fonte: Rev. argent. anestesiol;62(4):240-248, jul.-ago. 2004. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Antecedentes: El reclutamiento pulmonar modifica la morfología de la curva de capnografía volumétrica en pacientes anestesiados con pulmones sanos. Objetivo: La meta de esta presentación es evaluar este fenómeno en un modelo pulmonar con injuria pulmonar aguda (IPA). Lugar de aplicación: Hospital de Comunidad. Diseño: Estudio prospectivo, controlado, con pacientes distribuídos de manera aleatoria en dos grupos. Población: 22 pacientes sometidos a cirugía de revascularización coronaria bajo circulación extracorpórea distribuídos en un grupo control (n = 11) y un grupo con reclutamiento pulmonar (n = 11). Métodos: Se estudió la oxigenación y la capnografía volumétrica luego de la circulación extracorpórea, antes y después del cierre esternal. Los dos grupos recibieron la misma ventilación y nivel de PEEP (10 cmH2O). Al grupo con reclutamiento se le realizó una estrategia de reclutamiento alveolar con 45 cmH20 de presión pico y 20 cmH20 de PEEP durante 10 ciclos respiratorios, retornando a la ventilación basal luego del mismo. Resultados: La Pa02, un marcador del efecto del reclutamiento pulmonar, fue superior luego del reclutamiento pulmonar comparado con el grupo de pacientes sin reclutamiento (224 ± 34 mmHg vs 101 ± 22 mmHg, p < 0,001). La pendiente de fase II (PII) fue mayor después del reclutamiento (56 ± 8,6 por ciento/l) comparado con el grupo control (47,3 ± 7,1 por ciento/l, P < 0,05). La pendiente de fase III normalizada (PnIII) mostró un efecto opuesto a la PII, siendo menor después del reclutamiento (0,39 ± 0,029 1/l) comparado con el grupo control (0,77 ± 0,035 1/l, P < 0,05). Otras variables de la capnografía volumétrica relacionadas con la eficiencia ventilatoria como el área bajo la curva, Vol III/VT y Pa-etCO2 sólo mejoraron en el grupo tratado. Conclusión: La modificación en la morfología de la curva de la capnografía volumétrica con el reclutamiento pulmonar se relaciona con una ventilación alveolar e intercambio gaseoso más eficaz.
Descritores: Capnografia/métodos
Circulação Extracorpórea
Troca Gasosa Pulmonar
Oxigênio/sangue
Atelectasia Pulmonar
-Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos
Dióxido de Carbono/sangue
Estudos Prospectivos
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Espaço Morto Respiratório
Doenças Respiratórias
Respiração com Pressão Positiva/métodos
Revascularização Miocárdica/métodos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  7 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-405083
Autor: Bousso, Albert.
Título: Avaliação da relação entre espaço morto e volume corrente como índice preditivo de sucesso na retirada da ventilação mecânica de crianças gravemente enfermas / Evaluation of the deadspace to tidal volume ratio as a predictor of the successful removal of mechanical ventilation in critically ill children.
Fonte: São Paulo; s.n; 2004. [131] p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento de Pediatria para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O momento ideal para a extubação de crianças graves é ainda difícil de ser avaliado. A razão entre espaço morto e volume corrente (Vd/Vt), como valor preditiva de extubação bem sucedida, já foi testada em adultos e crianças. O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficácia do Vd/Vt, como preditivo do sucesso da extubação, em crianças de uma UTI pediátrica geral. Após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, testou-se o Vd/Vt em 86 pacientes extubados num período de 16 meses. Nos estudos estatísticos o índice Vd/Vt médio não discriminou os grupos de falha e sucesso na extubação nas análises uni e multivariada. O valor do índice, com corte em 0,65, foi limitado na sensibilidade e especificidade e mediano na razão de verossimilhança. O estudo sugere que o índice Vd/Vt, pode ser considerado como complementar aos dados de avaliação clínica no momento da extubação./The ideal moment for extubation of critically ill children is still difficult to determine. The dead-space : tidal volume ratio (Vd/Vt) has been tested as predictor of extubation failure in adults and children. The purpose of this study was to evaluate the efficacy of the Vd/Vt as a predictor of the success of extubation in children admitted to a pediatric intensive care unit. After the inclusion and exclusion criteria, 86 patients were studied during 16 months. The statistical study revealed that the mean Vd/Vt was not able to discriminate between failure and success of extubation in the multivariate analysis. The utility of the Vd/Vt was limited, in terms of sensibility and specificity, using a cutoff of 0,65, but was medially satisfactory in the likelihood ratio. This study suggests that the Vd/Vt can only be considered as complementary to the routine clinical evaluation prior to extubation...
Descritores: Insuficiência Respiratória/terapia
Pneumopatias/terapia
Espaço Morto Respiratório
-Adolescente
Criança
Estudos de Coortes
Estudo de Avaliação
Análise Multivariada
Medidas de Volume Pulmonar/métodos
Valor Preditivo dos Testes
Respiração Artificial/métodos
Limites: Criança
Adolescente
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação
BR66.1; W4DB8, B779a, FM-2


  8 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-341219
Autor: Tusman, Gerardo; Jegier, Mario Alberto.
Título: El espacio muerto y su relación con el oxigrama - oxigrafía volumétrica / Dead space and its relation to the oxygram - volumetric oxygraphy
Fonte: Rev. argent. anestesiol;61(1):31-33, ene.-feb. 2003.
Idioma: es.
Descritores: Anestesia Geral
Consumo de Oxigênio
Hipóxia
Troca Gasosa Pulmonar
Espaço Morto Respiratório
Tipo de Publ: Carta
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  9 / 15 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Carmona, Maria José Carvalho
Texto completo
Id: lil-331108
Autor: Nozawa, Emília; Kobayashi, Eliane; Matsumoto, Marta Erika; Feltrim, Maria Ignêz Zanetti; Carmona, Maria José Carvalho; Auler Júnior, José Otávio Costa.
Título: Avaliaçäo de fatores que influenciam no desmame de pacientes em ventilaçäo mecânica prolongada após cirurgia cardíaca / Assessment of factors that influence weaning from long-term mechanical ventilation after cardiac surgery
Fonte: Arq. bras. cardiol;80(3):301-310, Mar. 2003. tab, graf.
Idioma: pt; en.
Resumo: OBJECTIVE: To analyze parameters of respiratory system mechanics and oxygenation and cardiovascular alterations involved in weaning tracheostomized patients from long-term mechanical ventilation after cardiac surgery. METHODS: We studied 45 patients in their postoperative period of cardiac surgery, who required long-term mechanical ventilation for more than 10 days and had to undergo tracheostomy due to unsuccessful weaning from mechanical ventilation. The parameters of respiratory system mechanics, oxigenation and the following factors were analyzed: type of surgical procedure, presence of cardiac dysfunction, time of extracorporeal circulation, and presence of neurologic lesions. RESULTS: Of the 45 patients studied, successful weaning from mechanical ventilation was achieved in 22 patients, while the procedure was unsuccessful in 23 patients. No statistically significant difference was observed between the groups in regard to static pulmonary compliance (p=0.23), airway resistance (p=0.21), and the dead space/tidal volume ratio (p=0.54). No difference was also observed in regard to the variables PaO2/FiO2 ratio (p=0.86), rapid and superficial respiration index (p=0.48), and carbon dioxide arterial pressure (p=0.86). Cardiac dysfunction and time of extracorporeal circulation showed a significant difference. CONCLUSION: Data on respiratory system mechanics and oxygenation were not parameters for assessing the success or failure. Cardiac dysfunction and time of cardiopulmonary bypass, however, significantly interfered with the success in weaning patients from mechanical ventilation
Descritores: Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos
Respiração Artificial
Mecânica Respiratória
Desmame do Respirador
-Brasil
Circulação Extracorpórea
Complicações Pós-Operatórias
Espaço Morto Respiratório
Fatores de Tempo
Traqueostomia
Resultado do Tratamento
Desmame do Respirador
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 15 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-318038
Autor: Tusman, Gerardo.
Título: Función respiratoria durante la anestesia general: estrategia para mejorar el intercambio gaseoso / Respiratory function during general anesthesia: improvement gas exchange by an alveolar recruitment strategy
Fonte: Rev. argent. anestesiol;59(4):245-253, jul.-ago. 2001. ilus, tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: La anestesia general afecta negativamente el intercambio gaseoso en pacientes sanos. La reducción de la oxigenación arterial se asocia con una alteración en la mecánica respiratoria, observándose una reducción en la CRF, un aumento en la resistencia pulmonar y una disminución en la distensibilidad del sistema respiratorio. El colapso pulmonar parece ser un factor etiológico principal de esta alteración respiratoria. Las imágenes de tomografía axial computada permitieron estudiar este fenómeno. El colapso pulmonar aparece inmediatamente después de la inducción anestésica, independientemente de la edad, sexo, agente anestésico, tipo de decúbito, uso de relajantes musculares o ventilación mecánica o espontánea. Por otro lado, la técnica de gases inertes múltiples ha permitido correlacionar las imágenes de colapso con la alteración funcional de la relación V/Q. Durante la anestesia general, se ha observado un aumento del shunt inducido por las atelectasias (colapso alveolar), asociado a un aumento de las zonas pulmonares con un bajo V/Q generado por zonas pulmonares hipoventiladas (colapso bronquiolar). Recuperando estas zonas de colapso pulmonar con una "estrategia de reclutamiento pulmonar", el efecto de la anestesia general sobre la oxigenación puede ser antagonizado. En el trabajo, se presentan los resultados clínicos de ésta estrategia sobre la mecánica respiratoria y el intercambio gaseoso. Estos resultados confirman la hipótesis de que el colapso pulmonar es el principal responsable de la disfunción del sistema respiratorio en el período perioperatorio.
Descritores: Anestesia Geral
Oxigenação
Atelectasia Pulmonar
Troca Gasosa Pulmonar
Respiração com Pressão Positiva/métodos
Respiração com Pressão Positiva
Mecânica Respiratória
-Período Intraoperatório
Monitorização Fisiológica
Espaço Morto Respiratório
Limites: Humanos
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde