Base de dados : LILACS
Pesquisa : G10.549.845 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 35 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 35 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-362607
Autor: Tay, Franklin R; Carvalho, Ricardo M; Pashley, David H.
Título: Water movement across bonded dentin - too much of a good thing
Fonte: J. appl. oral sci;12(n.esp):12-25, 2004. ilus, graf.
Idioma: en.
Projeto: University of Hong Kong. Faculty of Dentistry; . NIDCR; . CNPq.
Resumo: Over the last decade, the classic concept of 3-step bonding to dental tissues has developed rapidly to more user-friendly, simplified adhesive systems. These comprise the total-etch 2 step, self-etch 2step and the self-etch "all-in-one" adhesives. These adhesives carry along with simplicity some characteristics that are relevant to their efficacy in providing long-lasting bond stability. They share with the glass ionomer cements a class of materials that have high affinity for water. Such hydrophilicity renders such adhesives very permeable and denies their ability to hermetically seal dentin surfaces. Additionally, the water flux across simplified adhesives may compromise bonding in certain circumstances and their durability in the oral environment. This paper presents evidences of the water transport across simplified adhesive systems and glass ionomer cements and relates them with clinical implications of the phenomenon.
Descritores: Adesivos Dentinários
Movimentos da Água
-Permeabilidade da Membrana Celular
Permeabilidade Dentária
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  2 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-619760
Autor: Romero Gamboa, Julio César; Anaya Tello, Luis Yonel; Gonzáles Soto, Nestor Enrique; Manrique Coras, María del Carmen; Quea Cahuana, Eduardo; Sánchez Navarro, Tania Liset.
Título: Capacidad de permeabilización en retratamiento de conductos subobturados mediante tres cementos selladores / Permeabilization capacity in root canal retreatment underfilling using three sealers
Fonte: Kiru;6(1):21-26, ene.-jun. 2009. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: En el presente estudio in vitro se evaluó la permeabilidad de los conductos subobturados con tres cementos selladores, los cuales fueron retratados de manera químico - mecánica con el objetivo de alcanzar la longitud de trabajo óptima. Material y método: Fueron utilizados 60 conductos de las raíces mesiales de molares inferiores permanentes, divididos en tres grupos: (G1) Gutapercha - Endofill, (G2) Gutapercha - Roeko seal y (G3) el sistema de obturación Resilon (conos de resina y Epiphany Seal); los cuales fueron retratados mediante el sistema Pro-taper Re tratamiento (D1, D2) y el cloroformo como disolvente. Resultados: Fueron evaluados cualitativamente empleando la prueba de chi cuadrado, encontrándose que fue estadísticamente significativa (p<0,005) entre los grupos (G1) gutapercha-endofill y (G2) gutapercha Roeko seal en comparación con el (G3) sistema Resilon Epiphany seal. Conclusiones: El estudio demostró que los cementos selladores Endofill y Roeko Seal presentaron mayor factibilidad en la permeabilización que el Epiphany en conductos subobturados.

Introduction: In this in vitro study, there was evaluated the permeability of the underfilling root canals with three sealers, which were portrayed in chemical-mechanical way in order to achieve optimal working length. Material and Methods: There were used 60 mesial root canals of permanent lower molars divided (G1) Gutta-percha - Endofill, (G2) Gutta-percha - Roek Seal and (G3) Resilon obturation system (cones and resin Epiphany Seal), which were portrayed by the Pro-taper Re treatment (D1, D2) and chloroform as solvent. Results: There were evaluated qualitatively using the Chi Square test finding that it was statistically significant (p <0.005) among the groups (G1) and gutta-endofill (G2) Roek percha seal compared to the (G3) Epiphany Resilon system seal. Conclusions: The study showed that sealers: Endofill and Roeko seal showed higher permeability than the Epiphany in under filling root canals.
Descritores: Cimentos Dentários
Técnicas In Vitro
Materiais Restauradores do Canal Radicular
Permeabilidade Dentária
Responsável: PE264.3 - Biblioteca


  3 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Biffi, Joäo Carlos Gabrielli
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-914383
Autor: Bonetti, Márcia Maria; Moura, Camilla Christian Gomes; Oliveira, Maria Antonieta Veloso Carvalho de; Biffi, João Carlos Gabrielli.
Título: Avaliação histoquímica da permeabilidade dentinária após a utilização do edta como auxiliar na irrigação do canal radicular / Histochemical evaluation of dentin permeability after using edta as auxiliar irrigation of the root canal
Fonte: Biosci. j. (Online);29(1):231-236, jan./feb. 2013. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo avaliou a permeabilidade dentinária em toda a extensão do canal radicular após o uso do EDTA associado a diferentes concentrações de NaOCl. Foram utilizados cinquenta incisivos bovinos divididos em cinco grupos experimentais (n=10) de acordo com as soluções irrigantes empregadas: G1- NaOCl 1%; G2- NaOCl 5,25%; G3- NaOCl 1% + EDTA; G4- NaOCl 5,25% + EDTA; G5- Água destilada (grupo controle). Após o preparo biomecânico, as raízes foram submetidas ao método de coloração histoquímico com sulfato de cobre a 10% e ácido rubeânico a 1% para identificação da permeabilidade dentinária. Para a análise morfométrica as amostras foram seccionadas transversalmente, obtidas três secções de cada terço, desidratadas e clarificadas. Analisadas em microscopia óptica para quantificar a penetração dos íons cobre na dentina radicular. Após a análise estatística dos dados, os resultados indicaram que, houve diferença significativa entre os terços analisados seguindo uma ordem de efetividade do terço cervical maior que o médio e este maior que o apical. Entretanto, nenhuma diferença significante em relação à permeabilidade foi encontrada quando se comparou as diferentes soluções estudadas. Concluiu-se que o uso do EDTA associado com diferentes concentrações de hipoclorito de sódio, como irrigante final, não promoveu alteração na permeabilidade dentinária no canal radicular em relação as soluções usadas isoladamente.

This study evaluated the dentine permeability on the length of the root canal after the use of EDTA associated with different concentrations of NaOCl. Fifty bovine incisors were used divided into five experimental groups (n = 10) according to the irrigating solutions used: G1- 1% NaOCl; G2- 5.25% NaOCl; G3- 1% NaOCl + EDTA; G4- 5.25% NaOCl + EDTA; G5- distilled water (control group). After biomechanical preparation, the roots were subjected to histochemical staining method with 10% copper sulfate and then in 1% rubeanic acid alcohol solution for identification of dentin permeability. For the morphometric analysis the samples were cross sectioned, obtained three sections of each third, dehydrated and clarified. Analyzed with light microscopy to quantify the penetration of copper ions in the root dentin. After statistical analysis, the results indicated that there were significant differences among thirds analyzed by an order of effectiveness of the cervical third larger than the middle and this larger than the apical. However, no significant difference in relation to the permeability was found when comparing the different solutions studied. In conclusion, the use of EDTA associated with different concentrations of sodium hypochlorite, as final rinse, did not cause changes in dentin permeability in relation solutions used alone.
Descritores: Permeabilidade Dentária
Ácido Edético
Cavidade Pulpar
-Endodontia
Responsável: BR396.4


  4 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Prokopowitsch, Igor
Id: biblio-873779
Autor: Prokopowitsch, Igor; Kleine, Brígida Mônica; Moura-Netto, Cacio de; Moura, Abílio Albuquerque de.
Título: Avaliação da permeabilidade radicular em dentes com rizogênese incompleta após aplicação de hidróxido de cálcio como medicação intracanal / Root permeability evaluation in immature permanent teeth after calcium hydroxyde application as intra root medication
Fonte: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;26(1):87-94, jan.-mar. 2008. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução - Foi avaliada a possível variação da permeabilidade dentinária radicular, em dentes com rizogênese incompleta, após medicação com hidróxido de cálcio veiculado em solução anestésica. Material e Métodos - Decorrido o prazo experimental, os dentes foram re-preparados com quatro diferentes técnicas de remoção da medicação, avaliando-se quantitativamente o índice de permeabilidade dentinária radicular, através da penetração do corante azul de metileno. Observou-se existir diferença estatisticamente significante quanto à porcentagem de penetração de corante em função do tipo de técnica usada na remoção da medicação. Resultados - O uso do EDTA-T seguido ao seu final pelo creme de Endo-PTC neutralizado pelo hipoclorito de sódio a 1%, foi o que melhor proporcionou um aumento no índice de permeabilidade pós-medicação, devolvendo ao dente a condição prévia de permeabilidade conseguida após o preparo químico-cirúrgico, não havendo diferença estatisticamente significante ao nível de 5% entre o Grupo 2 e 6, nos diferentes terços radiculares. Conclusões - A medicação com hidróxido de cálcio interferiu, de forma decisiva, no índice de permeabilidade dentinária radicular, independente do terço radicular analisado
Descritores: Hidróxido de Cálcio
Permeabilidade da Dentina
Irrigantes do Canal Radicular
-Análise de Variância
Corantes Azur
Permeabilidade Dentária
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  5 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-866597
Autor: Nishida, Alexander Cassandri.
Título: Análise da permeação de H2O2 amelodentinária através de métodos eletroquímicos / Analysis of enameldentin permeation of H2O2 by electrochemical methods.
Fonte: São Paulo; s.n; 2013. 110 p. ilus, tab, graf. (BR).
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Mestre.
Símbolo: BR.
Resumo: Existem muitas metodologias utilizadas para tentar analisar a permeação de peróxido de hidrogênio através das estruturas dentárias, porém não conseguem determinar o momento exato em que o peróxido começa a alcançar concentrações detectáveis dentro da câmara pulpar. OBJETIVO: Investigar a viabilidade de um modelo experimental de análise eletroquímica para detecção e mensuração da concentração de peróxido de hidrogênio proveniente de produtos utilizados em tratamento clareador e avaliar a cinética da difusão destes peróxidos através dos tecidos duros dentários. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram utilizados 45 dentes incisivos bovinos permanentes mandibulares, cujo preparo envolveu a remoção da face lingual coronária, mantendo-se o esmalte e a dentina vestibulares intactos. Todos os dentes foram fixados em resina acrílica com auxílio de matriz elastomérica quadrangular e organizados segundo os testes: 1: análise eletroquímica e 2: análise espectrofotométrica. Para os testes foram utilizados clareadores à base de peróxido de hidrogênio (HP) e de peróxido de carbamida (CP) e seus respectivos placebos (PHP e PCP). Foram realizados três cronoamperogramas e três voltamogramas para cada uma das amostras. Utilizou-se a mesma cela no experimento eletroquímico e no teste espectrofotométrico, permitindo assim a comparação das metodologias. RESULTADOS: A análise eletroquímica mostrou na 1ª permeação de HP média de 1688,50 segundos quando comparada a 857,70s e a 457,70s da 2ª e da 3ª permeações, respectivamente. Desta forma observa-se que a 1ª permeação representa aproximadamente o dobro e o quadruplo dos valores sequenciais da 2ª e da 3ª permeações. Não foi detectado início de permeação para CP, PHP e PCP

Para o grupo HP há uma relação crescente nas concentrações de moléculas de peróxido de hidrogênio detectadas nas três permeações respectivamente. Entretanto, o crescimento entre a 1ª e 2ª permeação é discreto, quando comparado à 3ª permeação, onde foi detectada maior concentração de moléculas do peróxido de hidrogênio. No grupo CP observam-se médias de 2,96E-02 A na 1ª permeação, 3,11E-05 A na 2ª permeação e 1,37E-04 A na 3ª permeação, havendo diferença entre a 1ª e 3ª permeação (p = 0,00472). Todavia, não ocorreram diferenças entre os demais grupos (p > 0,05). Quando comparado o método eletroquímico e o método espectrofotométrico, o peróxido de hidrogênio (HP) não demonstrou diferença significativa entre as análises (p =0,0826); todavia o peróxido de carbamida mostrou diferenças entre as duas análises (p=0,0093). CONCLUSÕES: A metodologia eletroquímica é tão eficaz quanto à metodologia consolidada na literatura para a detecção da presença de peróxido de hidrogênio na câmara pulpar, nos testes com peróxido de hidrogênio 35%. O tempo necessário para que o peróxido de hidrogênio chegasse à câmara pulpar diminuiu a cada aplicação e a penetração do peróxido de hidrogênio aumentou a permeabilidade dos tecidos duros dentais.

There are many methods used to analyze the permeation of hydrogen peroxide through the tooth structure, but they cannot determine the exact moment when the peroxide begins to reach detectable concentrations within the pulp chamber. OBJECTIVE: To investigate the feasibility of an experimental model of electrochemical analysis for detection and measurement of the concentration of hydrogen peroxide from products used in bleaching and evaluate the kinetics of diffusion of these peroxides through dental hard tissues. MATERIALS AND METHODS: We used 45 bovine permanent mandibular incisors, whose preparation involved removing the lingual coronary hard tissues keeping intact the vestibular enamel and dentin. All teeth were fixed in acrylic resin with the aid of elastomeric matrix square and organized according to the tests: 1: electrochemical analysis and 2: spectrophotometric analysis. For tests were used based bleaching hydrogen peroxide (HP) and carbamide peroxide (CP) and their respective placebos (PHP and PCP). Three cronoamperograms and three voltammograms were performed for each sample. We used the same cell to the spectrophotometric test, thus allowing comparison of methodologies. RESULTS: The analysis showed the 1st electrochemical permeation HP average of 1688.50 seconds when compared to 857.70s and 457.70s of the 2nd and 3rd permeations respectively.

Thus we observe that the 1st permeation is approximately double and quadruple sequential values of the 2nd and the 3rd permeations. Not detected early permeation for CP, PHP and PCP. For Group HP there is a ratio of molecules increasing concentrations of hydrogen peroxide detected in three permeations respectively. However, the growth between the 1st and 2nd permeation is understated when compared to 3rd permeation, where there has been a greater concentration of molecules of hydrogen peroxide. In the CP group were observed averages of 2.96 E-02A in the 1st permeation, 3.11 E-05 A in the 2nd permeation and 1.37 E-04 A in 3rd permeation, no difference between 1st and 3rd permeation (p = 0.00472) . However, there were no differences between the other groups (p> 0.05). When compared the electrochemical and spectrophotometric methods, hydrogen peroxide (HP) showed no significant difference between the analysis (p = 0.0826), yet the carbamide peroxide showed differences between the two analyzes (p = 0.0093). CONCLUSIONS: The electrochemical method is as effective as the consolidated methodology in the literature to detect the presence of hydrogen peroxide in the pulp chamber, in the tests with hydrogen peroxide 35%. The time required for the hydrogen peroxide to reach the pulp chamber decreased to each application and the penetration of hydrogen peroxide increased the permeability of dental hard tissues.
Descritores: Eletroquímica
Peróxido de Hidrogênio
Clareamento Dental
Permeabilidade Dentária
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR97.1; T4.809


  6 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-788578
Autor: Garcia, Rubens Nazareno; Galli, Artur Hoffmann; Gomes, Bruna de Oliveira; Piva, João Paulo; Laus, Lucielle; Borghetti, Nicole; Becker, Rafael; Zanella, Rafaela; Duarte, Viviani Aparecida Paim da Silva; Fernandes, Shélen Xavier.
Título: Resistência de união de adesivos all-in-one em diferentes substratos / Bond strength of all-in-one adhesives in different substrates
Fonte: Rev. Salusvita (Online);35(1):27-40, 2016. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A odontologia adesiva teve seu início no condicionamento ácido do esmalte. Com o rápido desenvolvimento dos novos produtos, os ensaios in vitro tornaram-se valiosos para comparar a RU dos adesivos ao esmalte, dentina e outros substratos - em análises imediatas ou de longo prazo para avaliar a durabilidade da união. Objetivo: avaliar a resistência de união (RU) de adesivos all-in-one em diferentes substratos após uma semana de armazenamento em água destilada. Metodologia: foram utilizados 75 incisivos bovinos e obtidas 25 amostras de esmalte hígido/EH, 25 de esmalte desgastado/ED, 25 de dentina/DE; mais 25 amostras do compósito Filtek Z350 XT/XT. Cinco adesivos foram aplicados nos substratos, e os grupos divididos (n=5): [1]ácido fosfórico 37%+adesivo controle Adper Single Bond 2; adesivos all-in-one [2]BeautiBond/BB; [3] Bond Force/BF; [4]SE One/SE; [5]Single Bond Universal/UN. Quatro matrizes Tygon foram posicionadas sobre os substratos e preenchidas com o Filtek Z350 XT Flow. Após fotopolimerização (20s), as matrizes foram removidas para expor 4 corpos de prova, perfazendo o total de 20 cilindros por grupo. Decorrido uma semana em água 37°C, os corpos de prova foram testados em uma máquina de ensaios. O microcisalhamento foi executado na base dos cilindros (0,5 mm/min). Os resultados foram expressos em MPa, e analisados pela Anova (p<0,001) e teste de Tukey (p<0,05). Resultados: comparando cada substrato, não houve diferença para o ED e para o EH. Para dentina, os adesivos SE e o UN resultaram em maior RU, além do controle. Para o compósito, a maior RU foi observada no UN. Comparando os substratos, a RU foi menor para alguns adesivos no EH e DE. Conclusão: os adesivos all-in-one são substrato-dependentes. A maior RU foi obtida no UN com o compósito XT, e a menor no BF com dentina. A RU nos substratos ED e XT foi mais estável, quando comparada aos demais substratos.

Introduction: the adhesive dentistry had its beginning in the enamel etching. With the rapid development of new products, in vitro tests have become valuable to compare the UK adhesives to enamel, dentin and other substrates - in immediate or long-term analyzes to evaluate the bond durability. Objective: to evaluate the shear bond strength (SBS) of all-in-one adhesives on different substrates after a week storage in distilled water. Methodology: seventy five bovine incisors were used and obtained 25 samples of uncut enamel/UE; 25 of cut enamel/CE; 25 of dentin/DE; more 25 of Filtek Z350XT/XT. Five adhesives were applied, and divided into 5 groups (n=5): [1]37% phosphoric acid + Single Bond 2/SB adhesive control; [2]BeautiBond/BB; [3]Bond Force/BF; [4]One SE/SE; [5]Single Bond Universal/UN. Four Tygon tubings were positioned on the substrates and filled in with Filtek Z350 XT Flow. After 20s VLC, the tubes were removed to expose 4 specimens for each sample (20 cylinders per group). After a week in distilled water 37°C, the specimens were tested in an universal testing machine. The tensile load resulting in shear was performed on the basis of the cylinder at a speed of 0.5 mm/min. The results were expressed in MPa and analyzed by Anova (p<0,001) and Tukey test (p<0.05). Results: comparing each substrate, there was no difference for the UE and the CE. To dentin, the SE and the UN resulted in higher SBS. For the composite substrate, the higher SBS was observed in UN. Comparing the substrates, the SBS was lower to some adhesives in UE and DE. Conclusion: the all-in-one adhesives are substrate-dependents. The highest SBS was obtained for the UN in the composite substrate, and lowest SBS mean to BF in dentin substrate. The SBS in CE and XT was more stable, when compared to other substrates.
Descritores: Permeabilidade Dentária
Adesivos Dentinários/análise
Resistência ao Cisalhamento
Dentina
-Teste de Materiais
Análise de Variância
Materiais Dentários
Limites: Animais
Bovinos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-698684
Autor: Hevia, J; Fresno, C; Martín, J; Moncada, G; Letelier, C; Oliveira Junior, OB; Fernández, E.
Título: Modelo de conductancia hidráulica de la dentina humana ex vivo / Hydraulic conductance model of ex vivo human dentin
Fonte: Rev. clín. periodoncia implantol. rehabil. oral (Impr.);6(3):114-117, dic. 2013. ilus.
Idioma: es.
Projeto: Grant de Colgate-Palmolive-Chile. PRI-ODO 0304/2012 UCHILE.
Resumo: El objetivo principal de este trabajo fue montar y probar un modelo experimental para medir la conductancia hidráulica de la dentina ex vivo. Diecisiete terceros molares sanos, con indicación de exodoncia, de donantes sanos de edades entre 15 y 30 años fueron obtenidos mediante consentimiento informado. Luego de limpiarlos, desinfectarlos, incluirlos en resina epóxica y cortarlos se obtuvieron 17 muestras de dentina, correspondiente a un disco de resina con un corte coronal de diente que presenta dentina expuesta en ambas caras de éste. Tres equipos para medir la conductancia hidráulica de la dentina fueron armados siguiendo la descripción del modelo de Pashley. Las muestras fueron instaladas en una cámara de difusión, conectada mediante tubos de silicona a una pipeta graduada y una columna de agua de 20cm. Mediante el desplazamiento de una burbuja de agua al interior de la pipeta, se midió la conductancia hidráulica de cada muestra, 3 veces los días 14, 21, 28 y 35 postextracción. Los datos fueron tabulados y analizados estadísticamente. No existe diferencia en la tasa de flujo de una muestra medida en los tres equipos (p=0.5937). No existe diferencia en las mediciones de la conductancia hidráulica de 13 muestras de dentina humana medida en los días 14, 21, 28 y 35 postextracción (p=0.0704). Es posible montar un modelo experimental para estudiar la conductancia hidráulica de la dentina ex vivo, basado en el modelo de Pashley y col. El modelo pareciera ser confiable, pero es necesaria más investigación para poder validar su confiabilidad.

The main objective of this work was to mount and test an experimental model to measure the hydraulic conductance of ex vivo dentin. Seventeen healthy third molars, with indication of extraction of healthy donors aged between 15 and 30 years were obtained by informed consent. After cleaning them, disinfecting them, including them in resin epoxy and cutting them, there were 17 samples of dentin, corresponding to a disk of resin with a coronal section of tooth showing the dentin exposed on both sides of it. Three machines to measure the hydraulic conductance of the dentin were assembled according to the description of the model of Pashley. Samples were installed in a Chamber of diffusion, connected by using silicone tubes to a graduated transfer pipette and a 20cm water column. Through the displacement of a bubble of water in the inside of the pipette, the hydraulic conductance of each sample was measured 3 times on the 14th, 21st, 28th and 35th day post extraction. The data were tabulated and analyzed statistically. There is no SS difference in the rate of flow of a measured sample in the three machines (p=0.5937). There is no SS difference in measurements of the hydraulic conductance of 13 samples of human dentin measured in days 14, 21, 28 and 35 postextraction (p=0.0704). It is possible to mount an experimental model to study the hydraulic conductance of dentin ex vivo, based on the model of Pashley. The model seems to be reliable, but more research is needed in order to validate its reliability.
Descritores: Difusão
Dentina/fisiologia
Dente Serotino
Permeabilidade Dentária/fisiologia
-Água
Limites: Humanos
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  8 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-682247
Autor: Brum, Thiago Cardoso Bulhões.
Título: Análise química do precipitado formado na reação entre hipoclorito de sódio e digluconato de clorexidina / Chemical analysis of the precipitate formed by mixing sodium hypochlorite and chlorhexidine digluconate.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 100 p. ilus, tab. (BR).
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia para obtenção do grau de Doutor.
Símbolo: BR.
Resumo: O digluconato de clorexidina reage com o hipoclorito de sódio formando um precipitado, que segundo a literatura, é composto por para-cloroanilina (PCA), ou por para-clorofenil uréia (PCU) e para-clorofenilguanidil-1,6-diguanidil-hexano (PCGH). Este estudo visou analisar quimicamente os produtos formados e a presença de PCA no precipitado. Para isso, foi realizada a reação de 50 mL de solução de hipoclorito de sódio a 5% (NaOCl) e de 50 mL de solução de digluconato de clorexidina a 2% (CLX) em proporções iguais (1:1). O precipitado foi separado do sobrenadante e desidratado. A CLX pura, uma amostra do precipitado puro e outra amostra de precipitado com adição de PCA foram diluídas em dimetilsulfóxido deuterado e analisados em ressonância magnética nuclear 1D 1H (RMN) para verificar, por comparação, a presença da PCA no precipitado e para obtenção dos deslocamentos químicos dos produtos presentes no precipitado. Outra amostra do precipitado, de solução de CLX e de PCA foram separadas em cromatografia líquida de alta eficiência e analisadas em espectrômetro de massa (HPLC-ESI-MS) para identificação dos pesos moleculares dos compostos. A comparação do espectro do precipitado puro e do espectro do precipitado com adição de PCA permitiu analisar que o dubleto presente na região dos compostos aromáticos, referente à PCA, não está presente no espectro do precipitado puro demonstrando que não há PCA no precipitado. A análise do espectro de RMN do precipitado puro sugere que há formação de compostos com um e dois anéis aromáticos. Os espectros de massa permitem sugerir que há quebra da molécula de CLX, pelo hipoclorito de sódio, em sítios específicos (grupo biguanidil) que resultam na formação de fragmentos da molécula de clorexidina que se reorganizam formando oligômeros, ou seja, moléculas em que algumas unidades se repetem e, uma vez formadas, são estáveis e insolúveis em água. É possível concluir que no precipitado não há presença de PCA, sugerindo-se que haja PCGH e outros compostos com pesos moleculares maiores que o da clorexidina, denominados, neste estudo, C3, C4, C5, C6 e C7.

The reaction between chlorhexidine digluconate and sodium hypochlorite result in a precipitate, which according to the literature, is composed of para-chloroaniline (PCA), or para-chlorophenylurea (PCU) and para-chlorophenylguanidyl-1,6- diguanidyl-hexane (PCGH). The purpose of this study was to determine the chemical composition, the relative molecular weight of the compounds and whether PCA is formed in the precipitate. A 2% chlorhexidine digluconate solution was mixed in a 1:1 ratio with 5% NaOCl solution producing the precipitate. It was centrifuged, separed from the supernatant and dried. Pure CHX, the precipitate, as well as a mixture of precipitate and pure PCA were dissolved in deuterated dimetilsulfoxide and then analyzed using one-dimensional 1H nuclear magnetic resonance (MNR) to determine whether PCA was formed and to obtain precipitates chemical shifts. Other precipitate, CHX digluconate solution and PCA samples were analized using high performance liquid chromatography - electrospray ionization - mass spectrometry (HPLC-ESI-MS). Comparing the spectrum of the precipitate alone and precipitate with PCA allow to identify that PCA doublet peaks are not present in the spectrum of the precipitate alone, demonstrating that there are no PCA in the precipitate. NMR spectrum of the precipitate alone suggests that there is compounds with one and two aromatic rings. Mass spectra suggests that breaks in chlorhexidine molecule on specific sites (biguanidil groups), by sodium hypochlorite, results in fragments that forms oligomers molecules in wich some units are repeated and, once formed, are stable and insoluble in water. On the basis of this study, there is no PCA in the precipitate and suggesting that there may be other compounds like PCGH and others compounds, all of which are bigger in size than CHX, called, in this study, C3, C4, C5, C6 and C7.
Descritores: Corantes/uso terapêutico
Microscopia Eletrônica de Varredura/métodos
Permeabilidade Dentária/fisiologia
-Luffa
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica
BR97.1; T4.749


  9 / 35 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-654762
Autor: Ido, Paula Midori Naka; Amaral, Flávia Lucisano Botelho do; Pecorari, Vanessa Gallego Arias; Basting, Roberta Tarkany.
Título: Permeabilidade dos sistemas adesivos simplificados e incompatibilidade com cimentos resinosos / Simplified adhesive systems permeability and incompatibility with resin cements
Fonte: Rev. dental press estét;8(3):66-72, jul.-set. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo desta revisão de literatura foi estudar a permeabilidade dos sistemas adesivos simplificados e sua incompatibilidade com as resinas de polimerização química ou dual (cimentos resinosos). O estudo discute artigos relacionados às reações químicas adversas entre os monômeros ácidos dos adesivos simplificados, principalmente os convencionais de dois passos e os autocondicionantes de um passo, e as aminas terciárias básicas das resinas de polimerização química ou dual (cimentos resinosos); relaciona outros fatores que contribuem na incompatibilidade entre esses materiais, como: permeabilidade, acidez desses sistemas adesivos e durabilidade da interface dentina/adesivo. O uso de coiniciadores químicos e aplicações de camadas extras de resina hidrofóbica foram sugeridos como alternativas para reduzir a incompatibilidade entre esses materaisi. A maioria dos estudos compartilha com a conclusão de que os adesivos convencionais de dois passos e os autocondicionantes de um passo não devem ser utilizados juntamente com cimentos resinosos de presa química ou dual e, especificamente, os autocondicionantes de um passo ainda devem ser utilizados, devido à alta permeabilidade desses adesivos, que irá prejudicar a durabilidade da interface dentina/adesivo.

The aim of this review was to study the permeability of simplified adhesive systems and their incompatibility with the chemical or dual resin polymerization (resin cements). The study discusses articles related to adverse chemical reactions between the acidic monomers of simplified adhesives, especially the conventional two-step and the self-etching all in one adhesives, and the basic tertiary amine resins for chemical or dual polymerization (resin cements). This study lists other factors that contribute to the incompatibility between these materials: permeability, acidity of these adhesives and durability of the dentin/adhesive interface. The use of chemical co-initiators and applications of extra layers of hydrophobic resin were suggested as alternatives to reduce the incompatibility between these materials. Most studies shares the conclusion that the conventional two-step and self-etching all in one adhesives should not be used with chemical or dual resin cements, and, specifically the all in one adhesives should be used with caution even associated to light cured resins due to the high permeability of these adhesives, which will impair the durability of the dentin/adhesive interface.
Descritores: Cimentos Dentários
Restauração Dentária Permanente
Estética Dentária
Permeabilidade Dentária
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico


  10 / 35 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-578154
Autor: Carneiro, Karina Kato; Lobato, Marcelo Figueiredo; Alves, Ana Cláudia Braga Amora; Silva e Souza Junior, Mário Honorato.
Título: Sensibilidade pós-operatória em restaurações diretas extensas utilizando sistemas adesivos convencionais atuais / Postoperative sensitivity in large direct restorations using new total etch adhesive systems
Fonte: Rev. dental press estét;7(4):97-107, out.-dez. 2010. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho clínico foi avaliar a sensibilidade pós-operatória após 2, 7, 180 e 365 dias em restaurações de resina composta realizadas em cavidades amplas e profundas em dentes posteriores empregando-se três sistemas adesivos convencionais atuais (condicionamento ácido total+adesivo). Foram realizados 60 procedimentos restauradores pelo mesmo operador, divididos em três grupos com 20 amostras em cada: SB - ADPER SingleBond 2 (3M ESPE®); AB - All Bond 3 (Bisco®); e XP - XP Bond (Dentsply®). Todas as restaurações foram preenchidas com a resina Z350 (3M ESPE®) e os resultados foram submetidos aos testes de Kruskall Wallis e Friedman. Todos os resultados para sensibilidade pós-operatória foram semelhantes ao longo dos tempos testados.
Descritores: Pesquisa Biomédica
Resinas Compostas
Permeabilidade Dentária
-Esmalte Dentário
Profilaxia Dentária
Dentina
Mastigação
Nanotecnologia
Período Pós-Operatório
Solventes
Limites: Humanos
Adulto Jovem
Pessoa de Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde