Base de dados : LILACS
Pesquisa : G11.561 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 33 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 33 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: lil-739242
Autor: Trenard García, Elías; Pérez Casales, Reynaldo; Montoya Pedrón, Arquímedes.
Título: GRAP-NFM. Sistema informático para emular y extender las funcionalidades del Neuropack Four Mini / GRAP-NFM. Software for emulating and extending the functionalities of the Neuropack Four Mini
Fonte: Rev. cuba. inform. méd;6(1), ene.-jun. 2014.
Idioma: es.
Resumo: El Neuropack Four Mini (NFM) es un equipo biomédico para la obtención y análisis de distintas pruebas, las cuales permiten la evaluación funcional del sistema nervioso. Este equipo tiene algunas limitaciones como, por ejemplo, no permite almacenar los resultados de las pruebas para un ulterior análisis. Además, el análisis que efectúa a las señales que describen las pruebas es muy limitado desde el punto de vista matemático. En este artículo se presenta el sistema informático GRAP-NFM, el cual emula y extiende las funcionalidades del NFM permitiendo que desde una computadora se visualicen los resultados de las pruebas recibidas vía fichero desde el NFM, se realice su análisis básico y se exporten los resultados de dichas pruebas en un formato accesible por otros sistemas(AU)

The Neuropack Four Mini (NFM) is a biomedical device for obtaining and analyzing several types of tests that permit the functional evaluation of the nervous system. This device has some limitations. For instance, it does not allow to save the results of the tests. Furthermore, its analysis of the signals describing the tests is quite restricted from a mathematical point of view. In this paper we present the software GRAP-NFM, which emulates and extends the functionalities of the NFM by allowing to visualize and to analyze, with a computer, the results of the tests received via file from the NFM. This software also allows to export the results of the tests in a format legible for other systems(AU)
Descritores: Aplicações da Informática Médica
Software
Potenciais Evocados
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  2 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-990315
Autor: Polevoy, Georgy.
Título: Unison of movements in football players with different nervous systems
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);65(2):211-215, Feb. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARY In this study, we investigated the effect of typological features of nervous system properties on the ability to unite the movements of young football players. A total of 36 young football players aged 11-12 years participated in this experiment. Of them, 18 were engaged in an experimental differentiated method, which is based on using the same exercise and methods for developing the ability to unite movements but with different load components; for players with a strong nervous system (9 children), the load was intensive, but for players with a weak nervous system (9 children) - the load was volumetric. The other 18 athletes made up the control group. After 8 months of the experiment, we observed positive changes in terms of the ability to unite movements in young football players. In the control group, these changes were not significant (P>0.05). In the experimental group studied according to a special method, the indicators changed considerably. The performance of football players with a strong nervous system improved from 6.4±0.2 s to 5.7±0.1 s (P<0.05), and for football players with a weak nervous system from 6.2±0.2 s to 5.6±0.2 s (P<0.05). The study proved the effectiveness of the use of the typological properties of the nervous system as a differentiated method for developing the ability to unite movements in young football players. This approach allows for the improvement of the quality of technical training of young athletes.

RESUMO Neste estudo, investigamos o efeito das características tipológicas das propriedades do sistema nervoso sobre a capacidade de união dos movimentos de jovens jogadores de futebol. Trinta e seis jovens jogadores de futebol de 11 e 12 anos participaram na experiência pedagógica. Dezoito jogadores de futebol estavam envolvidos na metodologia experimental diferenciada, que é baseada no uso de um mesmo exercício e métodos de desenvolvimento da capacidade de unir os movimentos, mas diferentes componentes da carga; para os jogadores com um sistema nervoso forte (nove garotos), a carga foi intensa, mas, para jogadores com um sistema nervoso fraco (nove garotos), a carga foi volumétrica. Os outros 18 atletas compõem o grupo de controle. Em oito meses de experiência pedagógica houve mudanças positivas em termos da capacidade de unir o movimento de jovens jogadores de futebol. No grupo controle, essas alterações não foram significativas (P > 0,05). No grupo experimental estudado de acordo com uma metodologia especial, os indicadores mudaram consideravelmente. Os jogadores de futebol com um sistema nervoso forte melhoraram a performance de 6,4±0,2 s para 5,7±0,1 s (P < 0,05), e os jogadores de futebol com um sistema nervoso fraco, de 6,2±0,2 s para 5,6±0,2 s (P < 0,05). O novo estudo comprovou a eficácia da utilização das propriedades tipológicas do sistema nervoso como um método diferenciado de desenvolver a capacidade de unir os movimentos de jovens jogadores de futebol. Esta abordagem permite a melhoria da qualidade da formação técnica dos jovens atletas.
Descritores: Futebol/fisiologia
Desempenho Atlético/fisiologia
Futebol Americano/psicologia
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
-Estudos de Casos e Controles
Limites: Humanos
Masculino
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1012947
Autor: Mosini, Amanda Cristina; Saad, Marcelo; Braghetta, Camilla Casaletti; Medeiros, Roberta de; Peres, Mario Fernando Prieto; Leão, Frederico Camelo.
Título: Neurophysiological, cognitive-behavioral and neurochemical effects in practitioners of transcendental meditation - A literature review
Fonte: Rev. Assoc. Med. Bras. (1992);65(5):706-713, May 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: SUMMARY The term meditation can be used in many different ways, according to the technique to which it refers. Transcendental Meditation (MT) is one of these techniques. TM could serve as a model for research on spiritual meditation, unlike the meditation techniques based on secular knowledge. The purpose of the present study is to conduct a bibliographic review to organize scientific evidence on the effects of TM on neurophysiology, neurochemistry, and cognitive and behavioral aspects of its practitioners. To conduct this critical narrative review of the literature, we searched for scientific papers on the PubMed database of the National Center for Biotechnology Information. The keywords used in the search were Transcendental Meditation, Neuroscience of meditation e Meditation and behavior. We selected 21 papers that analyzed different aspects that could be altered through meditation practice. We concluded that TM has positive and significant documentable neurochemical, neurophysiological, and cognitive-behavioral effects. Among the main effects are the reduction of anxiety and stress (due to the reduction of cortisol and norepinephrine levels), increase of the feeling of pleasure and well-being (due to the increase of the synthesis and release of dopamine and serotonin), and influence on memory recall and possible consolidation. Further studies are needed using creative and innovative methodological designs that analyze different neural circuitry and verify the clinical impact on practitioners.

RESUMO O termo meditação pode ser utilizado de diversas formas, de acordo com a técnica a que se refere. A meditação transcendental (MT) é uma dessas técnicas meditativas. A MT pode ser um modelo para pesquisas de meditação espiritual, diferentemente de técnicas de meditação baseadas em uma compreensão secular. O presente estudo objetiva realizar uma revisão bibliográfica para organizar as evidências científicas sobre os efeitos da MT sobre a neurofisiologia, neuroquímica e aspectos cognitivos e comportamentais dos seus praticantes. Para a realização desta revisão narrativa crítica da literatura, foi realizado um levantamento dos artigos científicos presentes na base de dados PubMed do National Center for Biotechnology Information. As palavras-chave utilizadas na busca foram Transcendental Meditation, Neuroscience of meditation e Meditation and behavior. Foram selecionados 21 artigos que analisavam diferentes aspectos que poderiam ser alterados pela prática meditativa. Conclui-se que a MT produz efeitos neuroquímicos, neurofisiológicos e cognitivo-comportamentais documentáveis em seus praticantes, de caráter positivo e significativo. Entre os principais efeitos estão a diminuição da ansiedade e do estresse (via diminuição nos níveis de cortisol e noradrenalina), aumento na sensação de prazer e bem-estar (em decorrência ao aumento na síntese e liberação de dopamina e serotonina) e influência na evocação e possível consolidação da memória. São necessários mais estudos utilizando desenhos metodológicos inovadores e criativos, analisando diferentes circuitos neurais e verificando o impacto clínico sobre os praticantes.
Descritores: Cognição/fisiologia
Meditação/psicologia
Sistema Nervoso/química
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
-Neurotransmissores/análise
Neurotransmissores/metabolismo
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-989178
Autor: Vincos, Gustavo Barrios.
Título: Fisiopatología de la distonía / Pathophysiology of dystonia
Fonte: Acta neurol. colomb;33(supl.1):9-13, jul.-set. 2017.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN La distonía es una entidad pobremente comprendida ya que a pesar que la era genómica ha proporcionado muchas pistas para la elucidación de los circuitos cerebrales responsables de este fenómeno, aún resta mucho por entender debido a que los modelos actuales son insuficientes para comprender a cabalidad esta entidad clínica.

SUMMARY Despite recent and relevant advances in the understanding of cerebral circuits involve in dystonia, there are many gaps to allow us to fully elucidate the phenomenon. The available data is insufficient to explain the different presentation and causes involved in the genesis of dystonia.
Descritores: Distonia
Genética
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
Responsável: CO362.9


  5 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: lil-728299
Autor: Duque Parra, Jorge Eduardo; Barco Ríos, John; Duque Quintero, Verónica.
Título: Visión histórica de la estructura y función del nervio: la visión pre-galénica y galénica / Historic view of the structure and function of the nerve: pregalenic and galenic view
Fonte: Int. j. morphol;32(3):987-990, Sept. 2014. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Ordenar a lo largo del tiempo desde épocas remotas hasta el tiempo de Galeno -siglo II- las ideas imperantes sobre los nervios. Se revisaron variadas fuentes bibliográficas sobre los nervios y se ordenaron en el tiempo hasta el siglo II en relación a los conceptos sobre la constitución y funcionalidad de los nervios, comparando dichas ideas y conceptos. Históricamente se muestra que con el avance de la cultura escrita y con el lento desarrollo de nuevas ideas, tuvo que transcurrir varios miles de años para que se llegara a una mejor comprensión menos filosófica mediante la experimentación anatomo-funcional de estos elementos del sistema nervioso.

The objective of this study was to organize over time, from ancient times until the Galen-century, the prevailing ideas about the nerves. We reviewed various bibliographic sources about nerves, and we organized those references during the time of the second century in relation to the concepts related to the constitution and function of nerves, comparing those ideas and concepts. Historically, it is shown that with the advancement of literacy and slow development of new ideas, it took several thou sand years to reach a less philosophical understanding through experimentation based on anatomical and functional elements of the Nervous System.
Descritores: Anatomia/história
Sistema Nervoso/anatomia & histologia
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
Limites: História Antiga
Tipo de Publ: Revisão
Artigo Histórico
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  6 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-744488
Autor: Locks, Francisco; Santos, Heleodório Honorato dos; Carvalho, Luis Carlos; Stolt, Lígia Raquel Ortiz Gomes; Ferreira, José Jamacy de Almeida.
Título: Neural adaptations in isometric contractions with EMG and force biofeedback
Fonte: Motriz rev. educ. fís. (Impr.);21(1):15-22, Jan-Mar/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: This study aimed to evaluate the quadriceps femoris neural adaptations during isometric contractions using force and electromyogram (EMG) signals as visual biofeedback. Forty-two participants were randomly assigned to three groups: EMG group, tested with EMG biofeedback; Force group, tested with force biofeedback; and Control group, tested without biofeedback. Evaluations were performed pre (baseline) and post-tests to determine the maximum force and EMG amplitude during maximal voluntary isometric contraction (MVIC). The tests consisted of series of MVICs in which the participants were encouraged to surpass the force or EMG thresholds determined at baseline. The vastus lateralis EMG amplitude and knee extensor force increased significantly in all groups when compared the baseline and post-test evaluations values ​​(p < .05). EMG percentage gain was significantly different between Force and Control groups (p < .01), while force percentage gain was not different between groups. Force biofeedback was more effective in producing neural adaptations.

Este estudo avaliou as adaptações neurais do quadríceps durante contrações isométricas usando os sinais de força e eletromiografia (EMG) como biofeedback. Quarenta e dois sujeitos foram distribuídos em três grupos: EMG, testado com biofeedback da EMG; Força, testado com biofeedback de força; e Controle, testado sem biofeedback. As avaliações foram realizadas pré/pós-testes para determinar a máxima força e amplitude EMG durante contrações isométricas voluntárias máximas (CIVM). Os testes consistiram em séries de CIVM onde os sujeitos foram encorajados a ultrapassar os limiares de força e EMG inicialmente determinados. A amplitude EMG do vasto lateral e a força extensora do joelho aumentaram significativamente em todos os grupos quando comparadas as avaliações pré e pós-testes (p < 0,05). A porcentagem de ganho EMG foi significativamente diferente entre os grupos Força e Controle (p < 0,01), enquanto que a porcentagem de ganho da força não foi diferente entre os grupos. O biofeedback de força foi mais efetivo em produzir adaptações neurais.

Este estudio evaluó las adaptaciones neurales de cuádriceps durante contracciones isométricas usando los signos de fuerza y ​​electromiografía (EMG) como biofeedback. Cuarenta y dos sujetos fueron divididos en tres grupos: EMG, probado con biofeedback EMG; Fuerza, probado con biofeedback de fuerza; y control, probado sin biofeedback. Las avaluaciones se realizaron pre/post pruebas para determinar la máxima fuerza y amplitud EMG durante contracciones isométricas voluntarias máximas (CIVM). Las pruebas consistieron en series de CIVM en que los sujetos fueron encorajados a cruzar el umbral de fuerza y EMG ​​ inicialmente determinados. La amplitud EMG del vasto lateral y fuerza de los extensores de la rodilla aumentó significativamente en todos los grupos al comparar las avaluaciones pre y post pruebas (p < 0,05). El porcentaje de ganancia EMG fue significativamente diferente entre los grupos Fuerza y ​​control (p < 0,01), mientras que el porcentaje de aumento de la fuerza no fue diferente entre los grupos. Biofeedback de fuerza fue más eficaz en producir adaptaciones neurales.
Descritores: Adaptação Fisiológica
Biorretroalimentação Psicológica
Contração Isométrica/fisiologia
Músculo Quadríceps/fisiologia
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
-Eletromiografia
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Responsável: BR33.1 - Divisão Técnica de Biblioteca e Documentação


  7 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-677742
Autor: Arbaiza A., Daniel.
Título: Neurofisiología del dolor / Neurophysiology of pain
Fonte: Dolor;14(44):14-40, nov. 2005. tab, ilus.
Idioma: es.
Descritores: Córtex Cerebral
Córtex Cerebral/fisiologia
Dor/classificação
Dor/fisiopatologia
Dor/patologia
Dor/tratamento farmacológico
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
Nervos Espinhais
Nervos Espinhais/fisiologia
Manejo da Dor
-Nervo Óptico
Nervo Óptico/fisiologia
Nociceptores/classificação
Nociceptores
Nociceptores/fisiologia
Tálamo
Tálamo/fisiologia
Tálamo/fisiopatologia
Limites: Humanos
Animais
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  8 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-576301
Autor: Coelho, Daniel Boari; Duarte, Marcos.
Título: Demanda do sistema nervoso central no controle da postura ereta humana: um modelo em malha aberta e malha fechada / Central nervous system demand on human erect posture control: an open and closed loop model
Fonte: Rev. bras. eng. biomed = Braz. j. biomed. eng;25(3):167-173, dez. 2009. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: A maneira como os seres humanos controlam o equilíbrio na postura ereta não é ainda totalmente compreendida e como o sistema nervoso central controla e mantém a postura ereta quieta ainda é alvo de discussão. Nos modelos de controle postural existentes observa-se uma variação contínua do sinal do elemento final de controle, o que certamente pode comprometer a integridade do mesmo e provocar grande demanda de processamento. Visando sua preservação, uma solução seria aumentar o período de comutação, fazendo com que o elemento final de controle atue somente quando o balanço postural afastar-se consideravelmente do sinal de referência. Uma forma de implementar essa solução é empregar controladores que possuam uma zona morta ou intervalo diferencial em torno do valor de referência, definida por um limite superior e um limite inferior. O presente trabalho teve como objetivo investigar se modelos de controladores com intervalo diferencial são adequados para representar o controle da postura ereta. Para tanto, foi implementado um modelo de pêndulo simples para representar a dinâmica do sistema músculo-esquelético humano no plano sagital, com o sistema de controle neural enviando comandos para gerar um torque corretivo que resiste ao desvio da posição do corpo. Implementou-se um modelo de controle por feedback, onde o desvio da posição de referência é percebido e corrigido por um controlador PID que se assemelha a parâmetros neuromusculares, acrescido das características passivas visco-elásticas do músculo. O modelo foi simulado para limites superiores e inferiores de até 0,5º do sinal de referência, onde neste intervalo o sistema age como malha aberta. Observou-se que a opção do controlador com intervalo diferencial piora a qualidade do controle, mas solicita menos o elemento final de controle.

The necessary demand to stabilize the human posture is associated with the way Central Nervous System controls and keeps the quiet erect posture. In existing posture control models, a continuous variation of final element control signal is observed, which will certainly wear the controller. A solution to preserve it would be the increase in commutation period, causing the final control element to act only when postural balance is distantly related to reference signal. A way to implement this solution is to use controllers with a differential gap around the reference signal, defined by a superior and inferior limit. A simple pendulum model is used to represent the dynamics of the human musculo skeletal system on sagittal plane, with neural control system sending instructions in order to produce a corrective torque that stand up to body position deviation. A feedback control model was carried out, where there reference position deviation is perceived and corrected by a PID controller, that resembles neuromuscular parameters, added to passive viscous-elastic properties of the muscle. A model for superior and inferior limits up to 0.5° of reference signal was simulated. In this gap the system acted as an open loop, therefore without the correction of reference signal. It was observed that the option of controller with differential gap worsens the quality of control, but demands less the final element of control.
Descritores: Atividade Motora/fisiologia
Desempenho Psicomotor/fisiologia
Equilíbrio Postural/fisiologia
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
Postura/fisiologia
-Fenômenos Biomecânicos/fisiologia
Potenciais Somatossensoriais Evocados
Retroalimentação Sensorial
Mecanorreceptores
Modelos Anatômicos
Fusos Musculares
Propriocepção/fisiologia
Amplitude de Movimento Articular
Simulação por Computador
Torque
Responsável: BR1178.1 - BVS ADOLEC BRASIL


  9 / 33 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-570304
Autor: Dragone, Jorge Armando.
Título: Tecnoadicción y disfunción nerviosa / Techno addiction and nervous dysfunction
Fonte: Rev. Asoc. Méd. Argent;122(2):20-22, jun. 2009.
Idioma: es.
Descritores: Comportamento Aditivo
Saúde Mental
Tecnologia/tendências
-Ruído/efeitos adversos
Eletroencefalografia
Internet
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
Rádio
Televisão
Responsável: AR1.1 - Biblioteca Rafael Herrera Vegas


  10 / 33 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-566789
Autor: Gonçalves, Valéria Portugal.
Título: A naturalização dos fenômenos sobrenaturais e a construção do cérebro “possuído”: um estudo da medicalização do transe e da possessão no século XIX / The naturalization of supernatural phenomena and the construction of the.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2008. 119 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho procura discutir o modo como os fenômenos sobrenaturais foram apropriados, pela ciência, no século XIX. A teoria do magnetismo animal, criada por Mesmer, com suas variadas interpretações por várias gerações de discípulos; a construção da teoria da hipnose, com a codificação da histeria abrindo definitivamente as portas das censuras acadêmicas; e a teoria da dissociação, criada no final daquele século, demonstram diferentes explicações fisicalistas que, muitas vezes, serviram para estabelecer distâncias entre um saber popular e o conhecimento de elites profissionais. A construção do cérebro “possuído”, no século XIX, apoiada na nosologia da histeria, codificada pela Escola de Salpêtrière, refletiu uma importante transformação social da época, em um processo de laicização da assistência pública, fundamental para a afirmação da psiquiatria como disciplina nascente. Atualmente, a codificação de fenômenos complexos, como transe e possessão espiritual que povoam a imaginação ou a superstição popular, ganha o estatuto de entidade nosológica, a partir das classificações diagnósticas oficiais da psiquiatria hegemônica. O cérebro será quase sempre a referência utilizada na esperança de naturalização do sobrenatural.
Descritores: Hipnose/história
Psicanálise
Psiquiatria/tendências
Transtornos Dissociativos/diagnóstico
Transtornos Dissociativos/patologia
Transtornos Dissociativos/terapia
-Encefalopatias/patologia
Histeria/diagnóstico
Fenômenos Fisiológicos do Sistema Nervoso
Neurofisiologia/métodos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; T1112



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde