Base de dados : LILACS
Pesquisa : G16.500.175.859 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 146 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 15 ir para página                         

  1 / 146 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1151626
Autor: Mungmungpuntipantip, Rujittika; Wiwanitkit, Viroj.
Título: Correlation between rainfall and the prevalence of scrub typhus: an observation from a tropical endemic country / Correlación entre las precipitaciones y la prevalencia del tifus de matorral: una observación de un país endémico para enfermedades tropicales
Fonte: Int. j. med. surg. sci. (Print);8(1):1-4, mar. 2021. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The effect of climatological parameter on infectious disease is an interesting issue in clinical epidemiology. Of several parameters, rainfall is reported for its interrelationship with many tropical diseases such as malaria. In this short communication, the authors report the observation on correlation between rainfall and the prevalence of scrub typhus from a tropical endemic country.

El efecto del parámetro climatológico en las enfermedades infecciosas es un tema interesante en la epidemiología clínica. De varios parámetros, se reportan precipitaciones por su interrelación con muchas enfermedades tropicales como el paludismo. En esta breve comunicación, los autores informan de la observación sobre la correlación entre las precipitaciones y la prevalencia del tifus de matorral de un país endémico tropical.
Descritores: Chuva
Tifo por Ácaros/etiologia
Prevalência
-Tailândia
Clima Tropical
Doenças Endêmicas
Responsável: CL61.1 - Biblioteca Central Campus Sur


  2 / 146 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-974721
Autor: Scalize, Paulo Sérgio; Pinheiro, Roberta Vieira Nunes; Ruggeri Junior, Humberto Carlos; Albuquerque, António; Lobón, Germán Sanz; Arruda, Poliana Nascimento.
Título: Heterocontrole da fluoretação da água de abastecimento público em cidades do estado de Goiás, Brasil / External control of fluoridation in public water supply systems in the state of Goiás, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(11):3849-3860, Oct. 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A adição do flúor na água é um método empregado na redução de cárie dentária. O controle da fluoretação é importante para manter a sua eficiência e, ao mesmo tempo, evitar o risco de ocorrência de fluorose, fruto do consumo de água com flúor em excesso. O objetivo deste trabalho foi avaliar a adequação dos níveis do fluoreto na água distribuída à população do estado de Goiás, Brasil. Foram analisadas 5.039 amostras de água coletadas em 225 municípios de Goiás, entre 2011 e 2013. Os resultados foram analisados por sazonalidade, tipo de manancial e localização geográfica. Ocorreu uma variação entre ausência e 2,5 mg F/L, com 28,2% das amostras entre 0,6 e 0,8 mg F/L e 39,1% entre 0,55 e 0,84 mg F/L. No período de chuva ocorreu um maior número de resultados atípicos e maiores valores quando comparados ao período da seca. Verificou-se que os sistemas abastecidos por água proveniente de mananciais subterrâneos possuem um menor controle de fluoreto quando comparados a sistemas provenientes de mananciais superficiais. Observou-se menores concentrações nas amostras coletadas no Norte e Leste goianos, com menos de 7,5% entre 0,6 e 0,8 mg F/L, para aquelas coletadas de sistemas de abastecimento que utilizam água de manancial subterrâneo com adição de fluoreto, existindo dificuldades na manutenção dos seus teores.

Abstract The addition of fluoride to the public water supply is a method used for reducing tooth decay. In this sense, the control of fluoridation is important for maintaining its efficiency and, at the same time, for avoiding the risk of fluorosis as a result of the consumption of water with excess of fluoride. The objective of this study was to evaluate the adequacy of fluoride levels in the water distributed to populations of the state of Goiás, Brazil. Towards this aim, 5,039 water samples collected between 2011 and 2013 in 225 municipalities of the state of Goiás were analyzed for fluoride level. The results were assessed with regard to season, type of water source and geographic location. Fluoride levels were found to vary between complete absence and 2.5 mg F/L, with 28.2% of the samples being between 0.6 and 0.8 mg F/L, and 39.1% between 0.55 and 0.84 mg F/L. The rainy season produced a greater number of atypical results and higher values than the dry period. The systems supplied by groundwater sources were shown to have a limited control of fluoride concentration compared to systems supplied by surface water sources. Lower concentrations of fluoride were found in samples collected in the North and East Mesoregions of Goiás, with less than 7.5% being between 0.6 and 0.8 mg F/L, which systems are mainly supplied by groundwater sources with fluoride addition .
Descritores: Abastecimento de Água/normas
Monitoramento Ambiental/métodos
Fluoretação/métodos
Fluoretos/análise
-Chuva
Estações do Ano
Água Subterrânea/análise
Brasil
Fluoretação/normas
Cárie Dentária/prevenção & controle
Fluoretos/administração & dosagem
Fluorose Dentária/etiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 146 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-420232
Autor: Ferreira, Sávio J. Filgueiras; Luizão, Flávio J; Dallarosa, Ricardo L. Godinho.
Título: Precipitação interna e interceptação da chuva em floresta de terra firme submetida à extração seletiva de madeira na Amazônia Central / Throughfall and rainfall interception by an upland forest submitted to selective logging in Central Amazonia
Fonte: Acta amaz;35(1):55-62, 2005. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Em uma área de floresta de terra firme na Amazônia Central submetida à extração seletiva de madeira (6-10 árvores ou 34 m³ ha-1 de madeira), foram medidas a precipitação interna e a interceptação da água da chuva num período de mais de dois anos. No primeiro ano, os dados coletados foram contínuos; no ano seguinte, as informações foram obtidas em campanhas intensivas em diferentes épocas do ano. Procurou-se quantificar as alterações produzidas pela extração seletiva na precipitação interna e na interceptação da chuva e, conseqüentemente, no ciclo hidrológico. Na floresta intocada (controle), a precipitação interna variou de 74,2 a 87,1 por cento e nas parcelas manejadas de 86,9 a 92,9 por cento, verificando-se um aumento na precipitação interna após a extração seletiva de madeira. No entanto, as alterações provocadas pela extração seletiva na precipitação interna, que é a transferência de água da atmosfera para o solo após percolar o dossel da floresta, não foram estatisticamente significativas. Mas a interceptação da chuva, uma das partes do ciclo hidrológico, que retorna para a atmosfera e contribui para novas chuvas, foi significativamente alterada pela extração seletiva, provocando uma diminuição da quantidade de água retida pelo dossel.
Descritores: Chuva
Manejo de Espécimes
Florestas
Ecossistema Amazônico
Ciclo Hidrológico
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  4 / 146 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-420237
Autor: Sanches, Fabio; Fisch, Gilberto.
Título: As possíveis alterações microclimáticas devido a formação do lago artificial da hidrelétrica de Tucuruí -PA / The possible impacts on the microclimate due to the artificial lake from Tucuruí's dam
Fonte: Acta amaz;35(1):41-50, 2005. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Resumo: Existem muitas preocupações ecológicas do impacto que a construção de grandes lagos na Amazônia podem provocar, principalmente relacionadas ao microclima. Este estudo visa aumentar o conhecimento científico sobre a distribuição de chuvas antes e depois da formação do lago artificial da UHE Tucuruí-PA. Foram utilizados dados diários de precipitação dos períodos de 1972 a 1983 (pré-enchimento) e de 1984 a 1996 (pós-enchimento) para as cidades de Tucuruí e Marabá-PA. Comparando-se os totais mensais (pré e pós-enchimento), não se observam diferenças estatisticamente significantes (foram aplicados os testes de Fisher e Man-Whitney). Analisando-se a ocorrência de dias com precipitação superior a 5 e 25 mm.dia-1, também não se observam diferenças estatisticamente significativas. Há um leve aumento do número de dias com chuvas leves no final período sêco após a formação do lago, talvez devido a alta evaporação do lago artificial. Também não se observou modificações do início ou final da estação chuvosa.
Descritores: Chuva
Ecossistema Amazônico
Conservação dos Recursos Naturais
Estatística
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  5 / 146 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-413336
Autor: Silva Dias, Maria Assunção Faus da; Cohen, Julia Clarinda Paiva; Gandú, Adilson Wagner.
Título: Interações entre nuvens, chuvas e a biosfera na Amazônia / Clouds, rain and biosphere interactions in Amazon
Fonte: Acta amaz;35(2):215-222, abr.-jun. 2005. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Apresenta-se uma revisão dos resultados já obtidos no Projeto LBA, na componente de Física do Clima, referente ao efeito da interação entre a biosfera e a formação de nuvens e de chuva em diferentes estações do ano e regiões da Bacia Amazônica. O efeito do desmatamento e das queimadas na atmosfera é abordado assim como mecanismos atmosféricos que foram caracterizados a partir das diversas campanhas do projeto LBA. Uma visão da complexidade das interações e do progresso que tem sido feito com base nos dados colhidos é apresentada.
Descritores: Chuva
Atmosfera
Nuvens
Biosfera
Floresta Úmida
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  6 / 146 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-996708
Autor: Consalter, Bruna Gouveia; Miranda, Danielle Mariano de; Souza, Jean Silva de; Ferrarezi, Adriana Dias Martins; Ferrarezi, José Gaspar; Gasques, Luciano Seraphim.
Título: Avaliação da contaminação por cobre e chumbo do lago Aratimbó - Umuarama - Pr / Evaluation of copper and lead contamination of the Aratimbó lake in Umuarama - Paraná
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;23(2):107-112, maio-ago. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho teve como objetivo quantificar os metais Cobre e Chumbo presentes na água e no sedimento do lago Aratimbó, localizado na cidade de Umuarama-PR e analisar os indicadores abióticos de temperatura e pH da água. As coletas foram feitas em triplicatas, em três pontos distintos, em dois diferentes dias, sendo o primeiro em tempo seco, anterior a chuva e outro logo após a primeira chuva. As amostras tiveram sua temperatura e pH verificado in loco e a determinação dos metais ocorreu por meio de Espectrofotometria de Absorção Atômica por chama. Os resultados de pH obtiveram valores satisfatórios em todos os pontos. Em relação à concentração de metais, na água, houve maior concentração de chumbo antes da chuva e uma concentração abaixo do limite apenas para o cobre no ponto 1. No sedimento, a concentração de ambos metais foi maior antes da chuva, exceto no ponto três, onde a concentração foi maior após a chuva. É possível que os maiores valores de concentração para os metais tenham sido superiores no período de seca em virtude do volume aumentado de água após a chuva, com maior diluição. Assim, podendo atribuir a contaminação às atividades antropogênicas, uma vez que o lago se localiza em região urbana central.

The purpose of this paper was to quantify the copper and lead present in the water and sediments of the Aratimbó lake, located in the city of Umuarama, in the state of Paraná, and to analyze the abiotic indicators of temperature and pH of the water. The samples were taken in triplicate at three different points, on two different days - the first during dry weather, before the rain, and the other after the first rain. The temperature and pH of the samples were verified in locu and the metals were determined through Atomic Absorption Spectrophotometry by flame. The pH results obtained satisfactory values ​​at all points. Regarding the concentration of metals in the water, a higher concentration of lead was observed before the rain and a concentration below the limit was observed only for copper in point 1. In the sediment, the concentration of both metals was higher before the rain, except in point three, where the concentration was also higher after the rain. It is possible that the highest concentration values ​​for the metals were higher in the dry period due to the increased volume of water after rainfall, with higher dilution of the metals, as well as the attribution of contamination to the anthropogenic activities, since the lake is located in a central urban region.
Descritores: Poluição da Água/análise
Cobre/toxicidade
Chumbo/toxicidade
-Chuva
Temperatura
Sedimentos/análise
Rios
Metais/toxicidade
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  7 / 146 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-990729
Autor: Lara, Jackeline Monsalve; Von Zuben, Andrea; Costa, José Vilton; Donalisio, Maria Rita; Francisco, Priscila Maria Stolses Bergamo.
Título: Leptospirose no município de Campinas, São Paulo, Brasil: 2007 a 2014 / Leptospirosis in Campinas, São Paulo, Brazil: 2007-2014
Fonte: Rev. bras. epidemiol;22:e190016, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO: Objetivo: Analisar a distribuição de casos e óbitos humanos por leptospirose, segundo características sociodemográficas, epidemiológicas, clínicas, tempo de atendimento, pluviosidade e distribuição espacial em Campinas, São Paulo, no período de 2007 a 2014. Método: Estudo ecológico utilizando informações dos casos confirmados de leptospirose. Realizou-se análise descritiva dos casos, segundo variáveis selecionadas. A relação entre casos autóctones e pluviosidade foi verificada pelo coeficiente de correlação de Spearman. Georreferenciaram-se casos/óbitos por áreas classificadas segundo indicadores socioambientais. Resultados: Dos 264 casos, 76,1% eram homens e 58,4% tinham entre 20 e 49 anos. Cerca de 55% foram hospitalizados. Prevaleceu o diagnóstico clínico-laboratorial (89,4%) e a letalidade foi de 10,6%. Na área urbana, ocorreram 74,2% dos casos e, 48,9%, no domicílio. O principal fator de risco foi o local com sinal de roedores. Houve forte correlação entre a incidência de casos e a pluviosidade (p < 0,05) nos anos de 2010 a 2012. Observou-se maior concentração de casos na região centro-sudoeste. A distribuição espacial dos casos/óbitos mostrou aglomerados em regiões classificadas como de menor nível socioeconômico. Conclusão: Os padrões de ocorrência de leptospirose em Campinas, São Paulo, mostraram similaridade com outras cidades brasileiras. A identificação de áreas com maior incidência de casos/óbitos contribui para a adoção de estratégias específicas de intervenção e priorização de recursos na redução do risco de infecção e tratamento precoce dos acometidos pela doença.

ABSTRACT: Objective: to analyze the distribution of leptospirosis according to sociodemographic, epidemiologic, and clinical characteristics, assistance time, rainfall and spatial distribution in Campinas/SP in the period from 2007 to 2014. Method: This is an ecological study using information from the confirmed cases. A descriptive analysis was carried out according to the selected variables. The relationship between the cases and rainfall was verified through the Spearman's correlation coefficient. The cases/deaths were georeferenced per areas classified according to socioenvironmental deprivation indexes in Campinas. Results: From the 264 cases, 76.1% occurred in men, 58,4% in the 20 to 49 years old age range. Approximately 55% were hospitalized, with a prevalence of clinical-laboratorial diagnoses of 89.4%, and the lethality was 10.6%. The urban area concentrated 74.2% of the cases, and 48,9% occurred in the household environment. The main risk factor was evidence of the presence of rodents at the site. There was strong correlation between the incidence of cases and rainfall (p < 0.05) in 2010 to 2012. A higher concentration of the cases was observed in the Center-Southwest region. Spatial distribution of cases/deaths showed clusters in regions classified at lower socioeconomic levels. Conclusions: The patterns of occurrence of leptospirosis in Campinas showed similarity with other Brazilian municipalities. The identification of areas with higher incidence of cases/deaths contributes to the adoption of strategies for intervention and prioritization of resources aiming at the reduction of the risk of infection and at early treatment for those affected.
Descritores: Leptospirose/epidemiologia
-Chuva
Estações do Ano
Fatores Socioeconômicos
População Urbana
Brasil/epidemiologia
Características de Residência
Incidência
Fatores de Risco
Fatores Etários
Leptospirose/transmissão
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 146 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-989796
Autor: Duarte, Juliana Lúcia; Giatti, Leandro Luiz.
Título: Incidência da leptospirose em uma capital da Amazônia Ocidental brasileira e sua relação com a variabilidade climática e ambiental, entre os anos de 2008 e 2013 / Incidencia de la leptospirosis en una capital de la Amazonía Occidental brasileña y su relación con la variabilidad climática y ambiental, entre los años 2008 y 2013 / Leptospirosis incidence in a state capital in the Western Brazilian Amazon and its relationship with climate and environmental variability, 2008-2013
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;28(1):e2017224, 2019. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: analisar a associação de variáveis ambientais com a incidência da leptospirose no município de Rio Branco, Acre, Brasil, de 2008 a 2013. Métodos: estudo ecológico com associação das médias mensais de variáveis ambientais com as incidências mensais da leptospirose, pelos modelos generalizados autorregressivos e médias móveis. Resultados: os aumentos nas médias mensais do nível do rio Acre e dos dias de precipitação no mês estiveram associados a um aumento de 7% (razão de taxas de incidência [RT] 1,07 - IC95% 1,02;1,14) e 4% (RT 1,04 - IC95% 1,00;1,07) nas incidência mensais da leptospirose, respectivamente; em 2013, a incidência de leptospirose no município foi 8 vezes maior que em 2008 (RT 8,00 - IC95% 4,07;15,71). Conclusão: este estudo mostrou forte aumento nas incidências de leptospirose, ao longo dos anos estudados, e associações positivas com as variáveis ambientais.

Objetivo: analizar la asociación de variables ambientales con la incidencia de la leptospirosis en el municipio de Rio Branco, Acre, Brasil, de 2008 a 2013. Métodos: en este estudio ecológico se asociaron los promedios mensuales de variables ambientales con las incidencias mensuales de la leptospirosis, por los modelos generalizados autorregresivos y promedios móviles. Resultados: los aumentos en los promedios mensuales del nivel del río Acre y de los días de precipitación en el mes, estuvieron asociados a un aumento del 7% (razón de las tasas de incidencia [RT] 1,07 - IC95% 1,02;1,14) y del 4% (RT 1,04 - IC95% 1,00;1,07) en las incidencias mensuales de la leptospirosis, respectivamente; en 2013, la incidencia de leptospirosis en el municipio fue 8 veces mayor que en 2008 (RT 8,00 - IC95% 4,07;15,71). Conclusión: este estudio mostró un fuerte aumento en las incidencias de leptospirosis, durante los años estudiados, y asociaciones positivas con las variables ambientales.

Objective: to analyze association between environmental variables and leptospirosis incidence in the municipality of Rio Branco, Acre, Brazil, 2008-2013. Methods: this was an ecological study of association between monthly average environmental variables and monthly leptospirosis incidence, according to generalized autoregressive score models and moving averages. Results: increases in the monthly average levels of the River Acre and days of precipitation per month were associated with a 7% increase (incidence rate ratio [RR] 1.07 - 95%CI 1.02;1.14) and a 4% increase (RR 1.04 - 95%CI 1,00;1,07) in the monthly incidence of leptospirosis, respectively; in 2013 leptospirosis incidence in the municipality was 8 times higher than in 2008 (RR 8.00 - 95%CI 4.07;15.71). Conclusion: this study showed a strong increase in leptospirosis incidence, over the years studied, and positive associations with environmental variables.
Descritores: Mudança Climática
Saúde Ambiental
Leptospirose/epidemiologia
-Chuva
Brasil/epidemiologia
Clima
Meio Ambiente
Estudos Ecológicos
Limites: Humanos
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  9 / 146 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886637
Autor: GARCIA, LETÍCIA C; BARROS, FERNANDA V; LEMOS-FILHO, JOSÉ P.
Título: Environmental drivers on leaf phenology of ironstone outcrops species under seasonal climate
Fonte: An. acad. bras. ciênc;89(1):131-143, Jan,-Mar. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Banded iron formations (BIF) have a particular vegetation type and provide a good model system for testing theories related to leaf phenology, due to unique stressful environmental conditions. As a consequence of the stressful conditions of BIF environment, we hypothesize that most species would retain at least some significant canopy cover, even at the end of the dry season, independently of growth form - trees, shrubs, and sub-shrubs. Considering the strong seasonality, we also hypothesize that photoperiod and rainfall act as triggers for leaf fall and leaf flushing in these environments. The majority of the fifteen studied species had a semi-deciduous behavior and shed their leaves mainly during the dry season, with a recovery at the end of this season. In general, leaf flushing increased around the spring equinox (end of the dry season and start of the rainy season). A trade-off between leaf loss and leaf maintenance is expected in a community in which most plants are naturally selected to be semi-deciduous. Our results suggest photoperiod as a dominant factor in predicting leaf phenology.
Descritores: Estações do Ano
Solo/química
Clima Tropical
Folhas de Planta/fisiologia
Ferro/química
-Chuva
Temperatura
Fatores de Tempo
Árvores/fisiologia
Brasil
Fotoperíodo
Ecossistema
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 146 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-781376
Autor: Neves, S P S; Funch, R; Conceição, A A; Miranda, L A P; Funch, L S.
Título: What are the most important factors determining different vegetation types in the Chapada Diamantina, Brazil? / Quais são os fatores mais importantes na determinação de diferentes tipos de vegetação na Chapada Diamantina, Brasil?
Fonte: Braz. j. biol;76(2):315-333, Apr.-June 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq; . FAPESB.
Resumo: Abstract A transect was used to examine the environmental and biological descriptors of a compact vegetation mosaic in the Chapada Diamantina in northeastern Brazil, including the floristic composition, spectrum of plant life forms, rainfall, and soil properties that defined areas of cerrado (Brazilian savanna), caatinga (seasonally dry tropical forest thorny, deciduous shrub/arboreal vegetation) and cerrado-caatinga transition vegetation. The floristic survey was made monthly from April/2009 to March/2012. A dendrogram of similarity was generated using the Jaccard Index based on a matrix of the species that occurred in at least two of the vegetation types examined. The proportions of life forms in each vegetation type were compared using the chi-square test. Composite soil samples were analyzed by simple variance (ANOVA) to examine relationships between soil parameters of each vegetation type and the transition area. The monthly precipitation levels in each vegetation type were measured and compared using the chi-square test. A total of 323 species of angiosperms were collected distributed in 193 genera and 54 families. The dendrogram demonstrated strong difference between the floristic compositions of the cerrado and caatinga, sharing 2% similarity. The chi-square test did not demonstrate any significant statistical differences between the monthly values of recorded rainfall. The organic matter and clay contents of the soilsin the caatinga increased while sand decreased, and the proportions of therophyte, hemicryptophyte, and chamaephyte life forms decreased and phanerophytes increased. We can therefore conclude that the floristic composition and the spectrum of life forms combined to define the cerrado and caatinga vegetation along the transect examined, with soil being the principal conditioning factor determining the different vegetation types, independent of precipitation levels.

Resumo Foi estabelecida uma transecção para examinar descritores ambientais e biológicos em uma área compacta de vegetação em mosaico na Chapada Diamantina, Nordeste do Brasil. A composição florística, espectro de formas de vida, precipitação e propriedades do solo foram avaliadas na transecção entre cerrado (savana brasileira) e caatinga (floresta tropical sazonalmente seca espinhosa, vegetação arbustivo-arbórea decídua), separados por vegetação de transição cerrado-caatinga. O levantamento florístico foi realizado mensalmente de abril de 2009 a março de 2012. Foi feita análise de agrupamento a fim de determinar a similaridade entre as fisionomias de cerrado, a caatinga e a transição cerrado-caatinga. As proporções de formas de vida foram comparadas utilizando o teste qui-quadrado. Amostras compostas de solo foram analisadas por variância simples (ANOVA) testando a existência de diferenças entre os solos de cada tipo de vegetação. A precipitação mensal em cada tipo de vegetação foi mensurada e os resultados comparados com o teste qui-quadrado. Coletamos 323 espécies de angiospermas pertencentes a 193 gêneros e 54 famílias. A análise de agrupamento demostrou diferença entre a composição florística do cerrado e da caatinga, com apenas 2% de similaridade. O teste qui-quadrado não demonstrou diferença estatística entre os valores registrados para cada mês. À medida que os conteúdos de matéria orgânica e argila aumentaram e o de areia diminuiu na caatinga, a proporção das formas de vida terófito, hemicriptófito e caméfito diminuiu e a de fanerófitos aumentou. Podemos considerar que a composição florística e o espectro de formas de vida delimitaram o cerrado e a caatinga na transecção estudada e que o solo foi o principal fator condicionante para determinação dos diferentes tipos de vegetação, independentemente da precipitação.
Descritores: Solo/classificação
Florestas
Embriófitas/classificação
-Chuva
Brasil
Estatística como Assunto
Ecossistema
Parques Recreativos/estatística & dados numéricos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 15 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde