Base de dados : LILACS
Pesquisa : G16.500.275 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3054 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 306 ir para página                         

  1 / 3054 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-510181
Autor: Andión, Elena; Cerminara, Rodolfo.
Título: Rol de medio ambiente hospitalario en la diseminación de infecciones nosocomiales / Hospital enviroment and infection spreading
Fonte: Med. infant;11(3):225-233, sept. 2004. tab.
Idioma: es.
Descritores: Meio Ambiente
Aspergillus
Poluição do Ar
Higiene
Infecção Hospitalar/classificação
Infecção Hospitalar/prevenção & controle
Salmonella
Limites: Criança
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  2 / 3054 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-510171
Autor: Pedro, Sarasqueta.
Título: ¿Pensamos en el medio ambiente? / Do we think about our environment?
Fonte: Med. infant;11(3):179-179, sept. 2004.
Idioma: es.
Descritores: Meio Ambiente
Doença Ambiental
Impactos na Saúde
Riscos Ambientais
Limites: Criança
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  3 / 3054 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1140188
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde.
Título: Subsídios para construção da Política Nacional de Saúde Ambiental / Subsidies for the Construccion of the Environmental Health National Policy / Subsidios para Construcción de la Política Nacional de Salud Ambiental.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; 2007. 56 p. ilus. (Série B. Textos Básicos de Saúde).
Idioma: pt.
Resumo: Este documento traz subsídios para a elaboração da Política Nacional de Saúde Ambiental. Tal política deverá contribuir para proteger e promover a saúde humana por meio de um conjunto de ações integradas com instâncias de governo e da sociedade civil para fortalecer atores sociais e indivíduos no enfrentamento dos determinantes socioambientais e na prevenção dos agravos decorrentes da exposição humana a ambientes adversos. Sendo assim, este documento versa sobre os processos de construção, interlocução, os princípios, as diretrizes e os instrumentos cabíveis à referida política. O conceito de saúde ambiental é trabalhado de forma ampliada e pensado a partir da Reforma Sanitária, sendo entendido como um processo de transformação da norma legal e do aparelho institucional em um contexto de democratização. Tal processo se dá em prol da promoção e da proteção à saúde dos cidadãos, cuja expressão material concretiza-se na busca do direito universal à saúde e de um ambiente ecologicamente equilibrado em consonância com os princípios e as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS), do Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama), do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh) e de outros afins. Para a efetivação da Política Nacional de Saúde Ambiental, são sugeridas algumas linhas de atuação: (1) a estruturação e o fortalecimento da Vigilância em Saúde Ambiental; (2) a construção de agendas intersetoriais integradas; (3) o fomento à promoção de ambientes saudáveis; (4) o estímulo à produção de conhecimento e desenvolvimento de capacidades em saúde ambiental; e (5) a construção de um Sistema de Informação Integrado em Saúde Ambiental. A construção de ações intra e intersetoriais é o eixo central para a formulação da Política Nacional de Saúde Ambiental, pois, dessa forma, pode-se compatibilizar os procedimentos da Vigilância em Saúde Ambiental, que estão em desenvolvimento no Sistema Único de Saúde (SUS), com aqueles praticados por outros setores, para que sejam potencializados os recursos disponíveis e seja evitada a superposição de ações e os conflitos de mandatos entre instituições. A Política Nacional de Saúde Ambiental se construirá por meio de articulação, sinergia e integração das ações já empreendidas por várias instâncias de governo situadas em diversos Ministérios, bem como por meio das iniciativas efetuadas pela sociedade civil, para que, ao longo do tempo, vá se conformando como uma sólida Política Pública Integrada de governo legitimada socialmente pela pactuação de uma Agenda Integrada de Saúde Ambiental.
Descritores: Saúde Ambiental/legislação & jurisprudência
Meio Ambiente
Vigilância Sanitária Ambiental
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 3054 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1140000
Autor: Liévano-León, Arturo; Cadena-Monroy, Luis Álvaro.
Título: Valores y principios bioéticos que identifican las comunidades en los servicios ecosistémicos que prestan los ríos y quebradas / Values and bioethical principles identified by communities in ecosystem services provided by rivers and streams / Valores e princípios da bioética que identificam as comunidades nos serviços de ecossistema fornecidos pelos rios e ribeiros
Fonte: Rev. colomb. bioét;15(1):[1-26], 2020. ilus, mapas, tab.
Idioma: es.
Resumo: Propósito/Contexto. Este artículo tiene como propósito analizar los valores y principios bioéticos que identifican las comunidades sobre los servicios ecosistémicos que prestan los ríos y quebradas en los municipios de la cuenca del Río Apulo, en el Departamento de Cundinamarca, Colombia. Se trabaja alrededor de la idea de la coexistencia armoniosa de los seres humanos y los ríos, como fundamento para lograr un uso sostenible de los servicios que nos prestan estos ecosistemas. Metodología/Enfoque. Metodológicamente consta de dos partes: en la primera se trabajó desde el paradigma positivista, a través de metodologías cuantitativas de campo y de laboratorio; en la segunda parte se trabajó desde el paradigma interpretativo, a través de talleres de cartografía social. Resultados. Por el análisis de los datos cuantitativos, se encontró que las aguas de los ríos de la cuenca estaban contaminadas en todas las estaciones de muestreo, principalmente, con materia fecal. La identificación de los valores de los servicios ecosistémicos que prestan estos ríos y quebradas mostraron una fuerte influencia de la concepción productivista, localista y antropocéntrica. Discusión/Conclusiones/Contribuciones. Debido a que la contaminación afecta al ambiente, tanto presente como futuro, es necesario acudir a los principios de precaución, de responsabilidad y de justicia.

Purpose/Context. This article intends to analyze the bioethical values and prin-ciples communities identify in ecosystem services provided by rivers and streams to municipalities in the Apulo River basin, in the Department of Cundinamarca, Colombia. It builds on the idea of harmonious coexistence between human beings and rivers for achieving the sustainable use of such services. Method/Approach. The project has two parts. The first one is based on the positivist paradigm of research through field and laboratory quantitative methods. The second part employs the interpretive paradigm of research through social mapping workshops. Results/Findings.In analyzing the quantitative data, it was found that the river basin waters are polluted at all sample sites, especially by feces. The identification of the values of ecosystem services provided by rivers and streams was strongly influenced by a productivist, localist, and anthropocentric conception. Discussion/Conclusions/Contributions. Since pollution affects the environment, both now and in the future, it is necessary to adhere to the principles of precaution, responsibility, and justice.

Objetivo/Contexto. O presente artigo tem como objetivo analisar os valores e princípios bioéticos identificados pelas comunidades sobre os serviços ecossistêmicos que fornecem rios e córregos nos municípios da bacia do rio Apulo, no Estado de Cundinamarca, Colômbia. Trabalha-se ao redor da ideia da coexistência harmoniosa dos seres humanos e rios, como base para alcançar um uso sustentável dos serviços prestados por esses ecossistemas. Metodologia/Abordagem. Metodologicamente, o projeto consiste em duas partes: na primeira, o trabalho foi realizado a partir do paradigma positivista da pesquisa, por meio de metodologias quantitativas de campo e laboratório; na segunda parte, o trabalho foi realizado a partir do paradigma interpretativo da pesquisa, através de oficinas sobre mapeamento social. Resultados/Descobertas. Para a análise dos dados quantitativos, verificou-se que as águas dos rios da bacia estavam contaminadas em todos os pontos de amostragem, principalmente com matéria fecal. A identificação dos valores dos serviços ecossistêmicos que apresentam estes rios e córregos mostraram uma forte influência da concepção produtivista, localista e antropocêntrica. Discussão/Conclusões/Contribuições. Como a poluição afeta o meio ambiente, no presente e no futuro, é necessário nos aderir aos princípios de precaução, de responsabilidade e de justiça.
Descritores: Ecossistema
-Pesquisa
Bioética
Meio Ambiente
Responsável: CO120.1 - Biblioteca Juan Roa Vásquez


  5 / 3054 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049455
Autor: Gentile, Natalia; Bosch, Beatriz; Mañas, Fernando; Gorla, Nora; Aiassa, Delia.
Título: Los plaguicidas en las zonas de cultivo y las repercusiones en la salud / Pesticides in crop-growing areas and their effects on health
Fonte: Salud(i)ciencia (Impresa) = Salud(i)ciencia (En linea);22(6), ago.-sept. 2017.
Idioma: es.
Descritores: Praguicidas
Cultivos Agrícolas
Trituração
ADJUVANTS, PHARMACEUTICACETALS
Meio Ambiente
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  6 / 3054 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046668
Autor: Yurman, Pablo.
Título: Laudato Si: el desafío de una ecología integral y coherente / Laudato Si: the challenge of an ecology comprehensive and consistent
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);5(1):80-82, 2016.
Idioma: es.
Resumo: Una encíclica papal es una carta dirigida a todos los obispos, a los fieles católicos y al público en general por el Papa. Allí, opina respecto de cuestiones de fe o de costumbres en lo toma el carácter de Exhortación Apostólica. La última encíclica del Papa Francisco http://w2.vatican.va/content/francesco/es/encyclicals/documents/papa-francesco_20150524_enciclica-laudato-si.html expone algunos problemas que afectan al planeta y a la vida de cada ser humano.Afirma en la introducción "Cantaba san Francisco de Asís. …Laudato si', mi' Signore¼ …«Alabado seas, mi Señor, por la hermana nuestra madre tierra, la cual nos sustenta,y gobierna y produce diversos frutos con coloridas flores y hierba¼ "Estima que "…ante todo la humanidad necesita cambiar" e"…iniciar caminos nuevos hacia la verdadera libertad".Culmina sugiriendo "el cuidado de los más frágiles entre nosotros". Se duplica con permiso el comentario publicado en Política Plus (http://www.politicaplus.com/?q=read&id=7594#.V7IncBKWkjE )
Descritores: Conservação dos Recursos Naturais
Ecologia
Meio Ambiente
Poluição Ambiental
-Biodiversidade
Aborto
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  7 / 3054 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046574
Autor: Sánchez, Flavio Florencio.
Título: La sociedad como enfermedad / Society as a disease
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);5(1):7-11, 2016.
Idioma: es.
Resumo: Para muchos, la sociedad puede entenderse como un organismo, cuyos fenómenos y acontecimientos pueden abordarse de la misma manera que un médico examina y estudia un cuerpo. La lógica del organismo establece que una sociedad está formada por un conjunto de unidades individuales dotadas de vida propia. La sociedad, tal como sucede con todo organismo vivo, puede enfermar o verse seriamente amenazado por elementos nocivos que pueden afectarlo estructural y funcionalmente, poner en riesgos u integridad o incluso su vida. Aunque no todas las sociedades son iguales, ni todos sus componentes comparten las mismas características, existen elementos que afectan a todas sus capas, aunque sus efectos son más evidentes en unas comunidades que en otras
Descritores: Pobreza
Resíduos
Comportamento Aditivo
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Meio Ambiente
Poluição Ambiental
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  8 / 3054 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046467
Autor: Fernández Russo, Gustavo A. H.
Título: La actividad humana y el origen ambiental del cáncer / Human activity and the environmental origin of cancer
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);5(1):88-91, 2016.
Idioma: es.
Resumo: Desde su aparición sobre la Tierra, hace aproximadamente 1 millón de años, el Homo Sapiens subsistió más de 90% de su historia en un ambiente casi libre de polución. La Revolución Industrial marcó un cambio en costumbres, estilo de vida, alimentación y por supuesto, en la naturaleza de sus enfermedades (´...la máquina no aísla al hombre de los grandes problemas de la naturaleza, sino que los sumerge más profundamente en ellos (Antoine de Saint Exupery)
Descritores: Carcinógenos
Meio Ambiente
Poluição Ambiental
Neoplasias
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  9 / 3054 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046426
Autor: Gil Deza, Ernesto.
Título: Pobreza, adicciones y medio ambiente Ecología social: inequidad, causalidad y estigmatización / Poverty, addictions and environment Social ecology: inequity, causality and stigmatization
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);5(1):4-6, 2016.
Idioma: es.
Resumo: Pobreza, adicciones y medio ambiente, pueden ser abarcados desde una mirada multidimensional y transdisciplinaria como la ecología social, que estudia los microambientes que existen en una sociedad y las relaciones que sus miembros establecen entre sí y con los otros ambientes sociales
Descritores: Pobreza
Política Pública
Comportamento Aditivo
Meio Ambiente
Políticas Públicas de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  10 / 3054 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1046227
Autor: Outomuro, Delia; Mirabile, Lorena M.
Título: Una mirada no reduccionista para la atención de la salud / Non reductionist look for health care
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);5(1):144-147, 2016.
Idioma: es.
Resumo: Suele decirse que la salud es un derecho humano y se reclama atención médica para su satisfacción. Desde una perspectiva no liberal, cabe decir que se trata de un derecho a la atención de la salud y no de un derecho a la salud. A su vez, la atención de de la salud excede la asistencia médica. Los determinantes de la salud yacen en el plano sociocultural más que en el biológico. No obstante, el reclamo de tecnología médica es cada vez mayor. Sus éxitos asociados al pensamiento mágico presente todavía en la medicina son una causa importante de esa demanda. Queda abierto el interrogante sobre otras motivaciones más profundas

It is often said that health is a human right and medical care is necessary for its satisfaction. From a non-liberal perspective, that this is a right to health care and not a right to health. In turn, health care is beyond medical care. Determinants of health lie in socio-cultural levels rather than biological spheres. However, the demand for medical technology is growing. Successes associated with the magical thought still present in medicine, are a major cause of that demand. The question about other deeper motivations remains open

Diz-se frequentemente que a saúde é um direito humano e os cuidados para a sua satisfação é reivindicada. A partir de uma perspectiva não-liberal, é para dizer que é um direito aos cuidados de saúde e não um direito à saúde. Por sua vez, os cuidados de saúde além da assistência médica. Os determinantes da saúde estão no nível sócio-cultural e não biológica. No entanto, a demanda por tecnologia médica está crescendo. Seus sucessos associados a este pensamento mágico ainda na medicina são uma das principais causas de a demanda. A questão de outras motivações mais profundas está aberta
Descritores: Saúde Pública
Tecnologia Biomédica
Direito Sanitário
Meio Ambiente
Sociedade Civil
Direitos Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca



página 1 de 306 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde