Base de dados : LILACS
Pesquisa : G16.500.275.157 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1699 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 170 ir para página                         

  1 / 1699 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-990802
Autor: Yáñez-Meza, Andrea; Landaeta-Aqueveque, Carlos; Quiroga, Nicol; Botto-Mahan, Carezza.
Título: Helminthic infection in three native rodent species from a semiarid Mediterranean ecosystem / Infecção por helmintos em três espécies de roedores nativos em um ecossistema mediterrâneo
Fonte: Rev. bras. parasitol. vet;28(1):119-125, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CONICYT-FONDECYT; . CONICYT Fellowship.
Resumo: Abstract Helminth parasites are still not a well-known component of animal biodiversity. In this study, we describe and compare the endoparasite assemblages of three native rodent species from a semiarid Mediterranean ecosystem. A total of eight species of gastrointestinal helminth parasites were detected. The endoparasitic communities of the rodents Phyllotis darwini (5 species), Octodon degus (4 species), and Abrothrix olivaceus (3 species) were described in terms of their prevalence and mean abundance. In addition, endoparasite records by rodent species were submitted to rarefaction analyses to verify sampling robustness and used to compare richness and similarity among rodent species. O. degus presented the highest prevalence and parasitic load, but was of low diversity, while P. darwini presented the highest diversity, but had a low prevalence rate. Conversely, A. olivaceus presented the lowest prevalence and diversity. This study contributes to the existing knowledge of the endoparasitic fauna of rodent species from semiarid Mediterranean zones.

Resumo Os helmintos parasitas não são um componente ainda bem conhecido da biodiversidade animal. Neste trabalho, descreveu-se e comparou-se as redes de endoparasitas de três espécies de roedores nativos de um ecossistema mediterrâneo semiárido. No estudo foram detectadas um total de oito de espécies de helmintos gastrointestinais parasitas. As comunidades endoparasíticas dos roedores Phyllotis darwini (5 espécies), Octodon degus (4 espécies) e Abrothrix olivaceus (3 espécies) foram descritas por meio da sua prevalência e abundância média. Além disso, os registros de endoparasitas achados nas diferentes espécies de roedores foram submetidos a uma análise de rarefação para verificar a robustez da amostragem, e utilizados para comparar a riqueza e a similaridade entre espécies de roedores. Octodon degus apresentou a maior prevalência e carga parasitária, menor diversidade, enquanto P. darwini apresentou a maior diversidade, mas uma baixa prevalência. Porém, A. olivaceus apresentou a menor prevalência e diversidade de parásitas. Este estudo representa uma contribuição ao conhecimento da fauna endoparasitária das espécies de roedores próprias das zonas semi-áridas do Mediterrâneo chileno.
Descritores: Doenças dos Roedores/parasitologia
Arvicolinae/parasitologia
Octodon/parasitologia
Gastroenteropatias/veterinária
Helmintíase Animal/parasitologia
-Estações do Ano
Chile
Ecossistema
Gastroenteropatias/parasitologia
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1699 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-511536
Autor: Auster, Peter J; Godfrey, Jeff; Watson, Anya; Paquette, Amy; McFall, Greg.
Título: Behavior of prey links midwater and demersal piscivorous reef fishes
Fonte: Neotrop. ichthyol;7(1):109-112, Mar. 2009. ilus, graf, tab.
Idioma: en.
Resumo: Pelagic and demersal guilds of piscivorous fishes are linked by a variety of biological and physical processes that mediate interactions with common prey species. Understanding the behaviors of predators and prey can provide insight into the conditions that make such linkages possible. Here we report on the behaviors of mid-water piscivorous fishes and the responses of prey that produce feeding opportunities for demersal piscivorous fishes associated with "live bottom" ledge habitats off the coast of Georgia (northwest Atlantic Ocean). Prey taxa reduced nearest neighbor distances and retreated towards the seafloor during predatory attacks by mid-water fishes. Demersal fishes subsequently attacked and consumed prey in these ephemeral high density patches. No predation by demersal fishes was observed when prey species were at background densities. If the predator-prey interactions of demersal piscivorous fishes are commonly mediated by the predatory behavior of midwater piscivorous fishes and their prey, such indirect facilitative behaviors may be important in terms of the population processes (e.g., prey consumption and growth rates) of these demersal fishes.(AU)

As guildas de peixes piscívoros pelágicos são conectadas às de peixes piscívoros demersais através de diversos processos biológicos e físicos que permeiam as interações com suas presas em comum. O conhecimento do comportamento de predadores e presas pode fornecer idéias a respeito das condições que tornam estes elos possíveis. Relatamos aqui os comportamentos de peixes piscívoros de meia-água e as respostas de suas presas que fornecem, assim, oportunidades alimentares para os peixes piscívoros demersais que vivem associados a fundos rochosos ao largo da costa da Geórgia (Oceano Atlântico). As presas reduziram a distância mínima entre os indivíduos e recolheram-se em direção ao fundo durante os ataques dos peixes de meia-água. Em seguida, peixes demersais atacaram e consumiram as presas destes agrupamentos efêmeros com alta densidade de indivíduos. Não foi observada predação por peixes demersais quando as presas estavam em densidades menores às causadas por ataques de peixes de meia-água. Caso as interações entre presas e peixes piscívoros demersais sejam comumente mediadas pelo comportamento predatório de peixes piscívoros de meia-água e suas presas, estes comportamentos facilitadores indiretos podem ser importantes em termos de processos populacionais (e.g., consumo de presas e taxas de crescimento) para certas espécies de peixes demersais.(AU)
Descritores: Comportamento
Caça/análise
Peixes/anatomia & histologia
-Comportamento Predatório
Ecossistema
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  3 / 1699 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-948424
Autor: Carneiro, Marco Aurelio Carbone; Souza, Edicarlos Damacena de; Paulino, Helder Barbosa; Sales, Luís Eduardo de Oliveira; Vilela, Laíze Aparecida Ferreira.
Título: Atributos indicadores de qualidade em solos de cerrado no entorno do Parque Nacional das Emas, Goiás / Attributes quality indicators in cerrado soils surrounding the Parque Nacional das Emas, state of Goiás, Brazil
Fonte: Biosci. j. (Online);29(6):1857-1868, nov./dec. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A incorporação de áreas nativas aos sistemas produtivos tem provocado alterações em ecossistemas, especialmente em regiões tropicais e, devido ao uso inadequado do solo, tem resultado na rápida perda do carbono orgânico. O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto de sistemas de manejo e uso do solo sobre a biomassa e a atividade microbiana, assim como o estoque de carbono orgânico total e suas frações em um Latossolo Vermelho distrófico e um Neossolo Quartzarênico de Cerrado. Os sistemas de manejo e uso no Neossolo Quartzarênico foram: Cerrado nativo, integração lavoura-pecuária, pastagem, plantio direto 1 (soja/braquiária) e plantio direto 2 (milho/braquiária). No Latossolo Vermelho os sistemas foram: Cerrado nativo, integração lavoura-pecuária, plantio convencional, plantio direto 3 (soja/nabo/milho/nabo) e plantio direto 4 (soja/milho/sorgo/soja). Para ambos os solos avaliados, o sistema de integração lavoura-pecuária promoveu melhorias nos teores de carbono da biomassa microbiana e nos estoques de carbono do solo. No Neossolo Quartzarênico, os sistemas de plantio direto não foram capazes de promover incrementos no carbono da biomassa microbiana, na atividade da urease, na hidrólise do diacetato de fluoresceína e no estoque do carbono da fração leve. No Latossolo Vermelho, o sistema de plantio convencional promoveu redução no estoque de carbono orgânico total e no carbono da fração leve livre do solo. Além disso, os sistemas conservacionistas desse solo, apesar de incrementarem o estoque de carbono orgânico do solo, promoveram perdas de carbono da fração leve em relação ao Cerrado nativo.

Incorporation of native areas to production systems induced changes in ecosystems, especially in tropical regions, due to inappropriate land use, resulting in the rapid loss of organic carbon. This study aimed to evaluate impact of soil management and land use on biomass and microbial activity, as well as soil organic carbon and its fractions in an Oxisol and Quartzipsamment in Cerrado. Management and land use systems in Quartzipsamment were native vegetation, crop-livestock integration, pasture, no-till 1 (soybean/Brachiaria) and two no-till 2 (corn/Brachiaria). In Oxisol the systems were native vegetation, crop-livestock integration, conventional tillage, no-till 3 (soybean /radish/corn/radish) and no-till 4 (soybean/ corn/sorghum/soybean). Both soils evaluated, integrated crop-livestock improved the microbial biomass levels and soil carbon pools. In Quartzipsamment, management and land use systems not increased microbial biomass carbon, urease activity, hydrolysis of fluorescein diacetate and the carbon stock of the light fraction. In Oxisol, conventional tillage system decreased soil organic carbon and total carbon in the free light fraction soil. Furthermore, although it increased the organic carbon soil losses, the soil conservation systems enhanced the light fraction carbon in relation to native vegetation.
Descritores: Solo
Ecossistema
Biomassa
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  4 / 1699 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1103931
Autor: Rivera Valderrama, Claudia Esther; Romero Hurtado, Niria Katherine; Munar Jimenez, Edgar Fernando.
Título: Comunidad de la localidad de Sumapaz: una experiencia comunitaria en la preservación del páramo como recurso de uso común en el corregimiento de San Juan de Sumapaz / Communities at locality of Sumapaz: A community experience to preserve the moorland as Common Pool Resource at the municipality of San Juan de Sumapaz / Comunidade de Sumapaz: uma experiência comunitária na preservação do Páramo como recurso de uso comum em San Juan de Sumapaz
Fonte: Rev. salud bosque;8(1):85-97, 2018. Ilus, Tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo. Presentar las acciones comunitarias que se han implementado en la preservación del Páramo de Sumapaz y los recursos que se obtienen de él: el agua, la flora, la fauna. Se resalta la importancia de estas acciones, no solo relevantes para la Salud Pública de la comunidad que habita la zona del páramo, sino también para aquellos que se abastecen de sus recursos de una u otra forma. Materiales y métodos. Se llevó a cabo un estudio cualitativo con una muestra de tres líderes comunitarios del corregimiento de San Juán de Sumapaz. Se aplicaron entrevistas estructuradas para indagar sobre los principios de diseño característicos de instituciones de larga duración de los Recursos de Uso Común (RUC) propuesto por Elinor Ostrom. Se analiza la información y se exponen las evidencias encontradas en las entrevistas realizadas a líderes comunitarios, sobre las acciones que la comunidad y sus organizaciones han tenido en cuenta para no sobreexplotar los recursos (fauna y flora del Páramo de Sumapaz). Resultados. Se encuentran las similitudes que existen entre las estructuras organizacionales de los casos presentados por Ostrom en su libro y las estrategias que han implementado los pobladores del Páramo de Sumapaz para no hacer una sobreexplotación de los RUC. Se destaca los procesos de autoorganización realizados por las comunidades del páramo para evitar que agentes externos los utilicen de forma inadecuada; recordando la im-portancia del frágil ecosistema de páramo, el daño ambiental y consecuencias en la Salud Pública que pueden generarse al intervenir un espacio vital.

Objective: To present community actions implemented in the preservation of the moorland at Sumapaz and its resources. The importance of such actions is highlighted not only for the purposes of Public Health but also for the community inhabiting the moorland vicinity and people who procure resources from the said area Tools and Methodology: A qualitative study was conducted. The sample was comprised of three community leaders from the municipality of San Juan de Sumapaz. Structured interviews were carried out, inquiring on Elinor Ostrom ́s approach to design principles of stable local common pool resource management. Gathered information is analyzed and the evidence from the interviews regarding community actions to avoid overexploitation of the resources is presented. Results: Commonalities amongst organizational structures presented in E. Ostrom ́s work and the implemented strategies by inhabitants of the moorland at Sumapaz are drawn. Self-organized governance systems are emphasized to avoid resou-rce overexploitation

Objetivo: Apresentar as ações comunitárias que tem sido realizadas na preservação do Páramo de Sumapaz, sua agua, flora e fauna. Estas ações são relevantes para a Saúde Pública da comunidade que mora no Páramo, mas também para a cidade capital.Materiais e Métodos: estudo qualitativo cuja amostra são três líderes comunitários de San Juan de Sumapaz. Entrevistas foram realizadas para aprofundar em aspectos das instituições de longa duração dos Recursos de Uso comum (RUC) proposto por Elinor Ostrom. Analisa-se informação e mostra-se evidencia a respeito de essas ações que a comunidade e suas organizações tem realizado para não sobre explorar os recursos do páramo. Resultados: Tem semelhanças entre as estruturas organizacionais dos casos apresentados por Ostrom no seu libro e as estratégias práticas dos moradores do Páramo do Sumapaz para proteger os recursos naturais. A auto-organização das comunidades evita que agentes externos ao território abuse dos recursos
Descritores: Gestão de Recursos
-Água
Estratégias
Ecossistema
Fauna
Flora
Responsável: CO647.9 - Universidad El Bosque


  5 / 1699 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-343353
Autor: Ianni, Aurea Maria Zöllner.
Título: Saúde e ambiente: questões de biodiversidade / Health and environment: biodiversity questions
Fonte: In: Villela, Wilza; Kalckmann, Suzana; Pessoto, Umberto Catarino. Investigar para o SUS: construindo linhas de pesquisa. São Paulo, Instituto de Saúde, 2002. p.141-144. (Temas em saúde coletiva, 2).
Idioma: pt.
Descritores: Ecossistema
-Saúde Ambiental
Saúde Pública/tendências
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 362.10425, V735


  6 / 1699 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-230369
Autor: Barata, Rita Barradas.
Título: Malária e seu controle / Malaria and their control.
Fonte: Säo paulo; Hucitec; 1998. 153 p. mapas, tab. (Saúde em Debate, 115).
Idioma: pt.
Descritores: Malária/prevenção & controle
-Ecossistema
Malária/epidemiologia
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3215.00; BR526.1; 614.532, B226m; BR58.1; 616.936, B226m, (Saúde em debate, 115). 1518


  7 / 1699 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-28075
Autor: Buralli, Geraldo Magela.
Título: Estudo do controle dos triatomíneos domiciliados no estado de Säo Paulo.
Fonte: s.l; s.n; 1985. xiv <242> p. ilus, mapas, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Epidemiologia para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O Programa de Controle da doença de Chagas no Estado de Säo Paulo iniciou-se em 1950. No decorrer desses anos foi possível caracterizá-lo em fases bem definidas, de acordo com as estruturas administrativas envolvidas na sua execuçäo e extensäo do trabalho realizado pelos órgäos que precederam a atual Superintendência de Controle de Endemias - SUCEN. A base do Programa tem sido, desde a sua origem, o combate ao triatomíneos domiciliados, vetores da doença, particularmente o Triatoma infestans, através da aplicaçäo do inseticida (BHC) nos domicílios e anexos da zona rural do Estado. No início dos anos 70, alcançou-se a interrupçäo de transmissäo natural da endemia por triatomíneos, no meio rural paulista. Em que pesem as variaçöes no volume de trabalho executado, as açöes de controle lograram reduzir drasticamente as populaçöes de Triatoma infestans e em menor grau das duas espécies consideradas secundárias na transmissäo, Triatoma sordida e Panstrongylus megistus. Após esse período, o programa se estruturou no sentido de manter essa situaçäo, evoluindo gradativamente para uma situaçäo vigilância entomológica. Embora seja indiscutível o papel prenponderante das açöes de controle no processo de interrupçäo da transmissäo, outros fatores contribuiram para o resultado, quais sejam, aqueles ligados ao desenvolvimento econômico do meio rural paulista. A análise desse desenvolvimento indica que a doença de Chagas vem perdendo ao longo dos anos, os determiantes de sua expansäo e manutençäo como endemia rural, processo no qual se incluem os mecanismos de intervençäo do Estado. A avaliaçäo que se faz hoje do programa de controle aponta para a necessidade de nova orientaçäo, que busque incorporar à análise técnica - dos determinantes biológicos da infestaçäo residual por triatomíneos, os elementos da visäo estrutural - organizaçäo do espaço rural, que situa os limites dessa açäo no tempo e no espaço. Diante desse quadro, procurou-se estudar as açöes de controle dos triatomíneos desenvolvida no Estado, desde sua origem até os dias atuais, enfocando três níveis de explicaçäo. O conhecimento técnico-científico da endemia chagásica, a organizaçäo do serviço de controle e alguns elementos da estrutura social claramente ligados ao processo. Do encadeamento dos fatos históricos e da análise da situaçäo atual. propôs-se elementos para um sistema de vigilância epidemiológica
Descritores: Controle de Mosquitos
Triatominae/crescimento & desenvolvimento
-Trypanosoma cruzi/crescimento & desenvolvimento
Brasil
Triatominae/parasitologia
Doença de Chagas/prevenção & controle
Ecossistema
Monitoramento Epidemiológico
Limites: História do Século XX
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1/614.4323*6


  8 / 1699 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-511779
Autor: Santoni, Mariana Marchi; Brescovit, Antonio Domingos; Del Lama, Marco Antonio.
Título: Ocupação diferencial do habitat por vespas do gênero Trypoxylon (Trypargilum) Latreille (Hymenoptera, Crabronidae) / Differential occupation of the habitat by Trypoxylon (Trypargilum) Latreille wasps (Hymenoptera, Crabronidae)
Fonte: Rev. bras. entomol;53(1):107-114, 2009. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Vespas do gênero Trypoxylon apresentam comportamento solitário e aprovisionam seus ninhos de forma massiva com aranhas paralisadas. Algumas espécies utilizam cavidades preexistentes para nidificação, o que facilita sua amostragem e estudo. Neste trabalho, dados sobre a biologia de nidificação de quatro espécies de Trypoxylon (Trypargilum) - T. rogenhoferi, T. lactitarse, T. aurifrons e T. nitidum - são apresentados. As espécies foram amostradas por meio de ninhos-armadilha durante três anos em Araras e dois anos em Rifaina e São Carlos (São Paulo). As localidades de estudo foram subdivididas em sítios de amostragem. Foram obtidos 2.698 ninhos de himenópteros solitários, dos quais 2.268 foram fundados por espécies de Trypoxylon. Intensa atividade de nidificação foi observada principalmente na estação quente e chuvosa (outubro-março). Os ninhos-armadilha utilizados para nidificação pelas diferentes espécies apresentaram dimensões significativamente diferentes. A família de aranhas mais utilizada para aprovisionamento foi Araneidae; no entanto, as espécies de vespas diferiram quanto às espécies forrageadas. O principal parasitóide das quatro espécies foi Melittobia, mas indivíduos das famílias Chrysididae, Ichneumonidae, Chalcididae e Sarcophagidae também foram verificados. Observou-se que as espécies de Trypoxylon coexistem temporalmente e que nas três localidades cada espécie nidificou com maior freqüência em um sítio particular, sugerindo uma ocupação diferencial do habitat. A partição do habitat aparentemente homogêneo pode ser resultado de "competição aparente" mediada por inimigos naturais comuns.

Wasps of the genus Trypoxylon are solitary and females mass-provision their nests with paralyzed spiders. Some species use successfully trap-nests for nesting foundation, making easier their sampling and study. This paper reports data about nesting biology of four species of Trypoxylon (Trypargilum) - T. rogenhoferi, T. lactitarse, T. aurifrons and T. nitidum. These species were sampled by trap-nests during three years in Araras and two years in São Carlos and Rifaina (São Paulo). These areas were subdivided into sampling sites. A total of 2,698 nests of solitary hymenopterans were collected and most of them (2,268) were founded by Trypoxylon species. Nesting activity was higher in the warm, rainy season (October-March). The trap-nests used by the different species showed significantly different dimensions. Araneidae was the spider family mainly used for provision, but a species-specific provisioning was observed. The most important parasitoid of the four species was Melittobia, but adult chrysidids, ichneumonids, chalcidids and sarcophagids also attacked their nests. In the three areas, the different species of Trypoxylon coexist temporally but each of them built their nests frequently in a specific site. This result may suggest differential occupation of the habitat. This habitat partition of an apparently homogeneous area may be a result of an "apparent competition" shaped by shared natural enemies.
Descritores: Comportamento de Nidação
Ecossistema
Vespas
-Brasil
Estações do Ano
Limites: Animais
Masculino
Feminino
Responsável: BR3.1 - Biblioteca Central


  9 / 1699 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Antunes, José Leopoldo Ferreira
Texto completo
Id: lil-331753
Autor: Camargo-Neves, Vera Lucia de; Gomes, Almério de Castro; Antunes, José Leopoldo Ferreira.
Título: Correlação da presença de espécies de flebotomíneos (Diptera: Psychodidae) com registros de casos da leishmaniose tegumentar americana no Estado de São Paulo, Brasil / Correlation of the presence of phlebotominae species (Diptera: Psichodidae) with records of American tegumentary leishmaniasis cases in the State of SÒo Paulo, Brazil
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;35(4):299-306, jul.-aug. 2002.
Idioma: pt.
Resumo: The study used environmental parameters associated with standardized coefficients incidence of American tegumentary leishmaniasis (ATL) in the State of Sao Paulo, Brazil, between 1986 and 1995. In the 140 municipalities with leishmaniasis transmission, the entomological collection of sandflies showed the most frequent species collected in the domestic environment: Lutzomyia intermedia was present in 87.7 of the surveyed municipalities, L. whitmani in 53.6, L. migonei in 49.7, L. pessoai in 28.5 and L. fischeri in 53.6. It was found that the topographical relief and natural vegetation cover significantly influenced the mean values of standardized coefficients of accumulated incidence of ATL in the state (p < 0.001). Multivariable linear regression analysis showed that incidence of the disease was significantly associated with the presence of L. migonei (p = 0.029), in the municipalities of the Atlantic Plateau geomorphological region (p = 0.005) and those in which predominant vegetation cover was Type V forest (p < 0.001). This analysis reinforces the hypothesis that L. migonei is a vector for Leishmania in SÒo Paulo State.
Descritores: Psychodidae
Leishmaniose Cutânea/epidemiologia
-Brasil
Incidência
Ecossistema
Leishmaniose Cutânea/parasitologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1699 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-331745
Autor: Chiaravalloti-Neto, Francisco; Dibo, Margareth Regina; Barbosa, Angelita Anália Carniel; Battigaglia, Marcos.
Título: Aedes albopictus (S) na região de São José do Rio Preto, SP: estudo da sua infestação em área já ocupada pelo Aedes aegypti e discussão de seu papel como possível vetor de dengue e febre amarela / Aedes albopictus (S) in the region of São José do Rio Preto, SP, Brazil: a study of its infestation in an area where Aedes aegypti was already established and a discussion of its role as a possible vector of dengue and yellow fever
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;35(4):351-357, jul.-aug. 2002.
Idioma: pt.
Resumo: The objectives of this survey were to study the evolution of Aedes albopictus infestation in São José do Rio Preto region, SP, an area already occupied by Aedes aegypti and also to discuss its role in transmitting diseases. Analyzing data from urban mosquito larval density surveys of the region's municipalities, year and site of the occurrence, composition and location of larval samples, breeding containers and Breteau indices were studied. By May 2001, the vector was found in 96 of 100 municipalities. Aedes albopictus compared with Aedes aegypti was found in greater proportions close to dwellings and presented greater degrees of association in natural and discarded containers. Endemic behavior of dengue, occurrences of local cases of sylvatic yellow fever and recognized competence of the vector's transmission of these diseases suggest the necessity to consider its possible participation in the transmission of dengue and the re-urbanization of yellow fever.
Descritores: Febre Amarela
Aedes
Dengue
Vetores de Doenças
-Brasil
Ecossistema
Densidade Demográfica
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 170 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde